A nossa opinião sobre a polémica do final de Mass Effect.

Mass Effect foi um jogo que causou grandes paixões, e um jogo que tenho acompanhado desde o seu aparecimento. Adorei Mass Effect 1, adorei Mass Effect 2, e diga-se estou a adorar igualmente Mass Effect 3.

Contudo, não somos insensíveis às criticas que vários utilizadores tem vindo a colocar sobre a questão do final do jogo, e a forma como todas as decisões que foram sendo tomadas ao longo dos vários jogos, pouco ou nada influenciam o resultado final e a forma como o jogo encerra.

Esta tem sido uma situação polémica, com os utilizadores a quererem ver vários finais mais diversificados e a reflectir efectivamente todas as decisões tomadas ao longo dos vários jogos, considerando que foram enganados pela empresa que sempre prometeu um jogo que efectivamente seria diferentes de todos os outros nesse capítulo, e em que o jogador moldaria a história com as suas decisões.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

E apesar de concordarmos que nesse ponto a Bioware nos deu gato por lebre, em principio teremos de discordar das posturas dos fans face ao que foi apresentado como o produto final.

Neste momento ainda não terminamos Mass Effect 3, pelo que, tal como milhares de utilizadores, podermos vir a sentirmos-nos tremendamente defraudados quando formos confrontados com o fim do jogo. Até porque a promessa da Bioware foi efectivamente no sentido de que seriamos nós a moldar a história.

Mas seja como for, apesar de a revolta ser justificada, há que questionar até que ponto os fans possuem efectivamente o direito de exigir junto da Bioware uma alteração do final.

Marketing e publicidade enganosa acontecem todos os dias, sendo que tal é punível por lei. Daí que mais do que tudo, concordamos com uma queixa por publicidade enganosa, devidamente fundamentada contra a Bioware, deixando a análise da situação às entidades competentes.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Concordamos igualmente com pedidos de devolução de dinheiro por toda a trilogia pelo mesmo motivo. Afinal o jogo foi comprado face a uma premissa que não foi cumprida, pelo que foi efectivamente impingido gato por lebre ao cliente.

Mas no entanto, apesar de a Bioware poder ser alvo de várias acções contra si, e movidas pelos fans, já não aceitamos que se solicite à Bioware uma alteração do final apresentado, por muito decepcionante que seja.

A Bioware, como qualquer criador é livre de moldar a sua obra da forma que quiser e bem entender. Terá de se sujeitar às criticas e às penalizações de tal, com fans a eventualmente deixarem de comprar jogos da empresa, queixas por publicidade enganosa e outras iniciativas que os seus clientes legalmente se encontram no direito de tomar face ao engodo a que acham que foram sujeitos. Mas mesmo assim, a obra artística criada pela empresa é sua, e há que ser mantida tal e qual foi criada. Acho que não passaria a ninguém mandar o Spielberg alterar o final de um dos seus filmes só porque não gostamos dele.

Quando não gostamos de um determinado produto podemos não o comprar e evitar futuros produtos do mesmo produtor. Podemos inclusive, e em caso de publicidade enganosa, accionar os mecanismos legais para esse efeito, ou até solicitar a devolução do dinheiro pago pelo produto. Mas não podemos ou devemos influenciar a liberdade artística do criador e exigir que o mesmo, seja alterado. Já a empresa, por sua livre iniciativa, e face às queixas, essa poderá vir posteriormente a corrigir futuras versões do produto de forma a que agrade a um maior publico alvo, mas nunca alterar o mesmo só porque há quem não goste.

Cada cliente é livre de actuar como bem entender face ao que a Bioware apresentou, mas solicitar que o final seja alterado, por muito mau que seja… Isso já nos parece que não tem lógica nenhuma.

Publicidade

Posts Relacionados