Ainda sobre o Velocity Engine da Xbox

4.7 6 votes
Avalie o nosso artigo

O funcionamento do velocity Engine é ainda um mistério. Os motivos para tal podem ser diversos, mas o que é conhecido não corrobora nenhuma das teorias dos fans que estão a ser colocadas nos foruns. Neste artigo vamos analisar o que é dito e, perante o que se conhece, ver o que tem alguma razão de ser e o que não tem.

A Microsoft anuncia que o Velocity Engine, graças à sua combinação som o Sampler Streaming Feedback consegue melhorar a transferência útil de dados e o uso da RAM em algo aproximado a 2.5x, em média.

Cito:

Esta inovação resulta num ganho efectivo de taxa de transferência do sistema de I/O e de uso de memória que em média é 2.5 vezes acima e para lá do que, em média, são as capacidades cruas do hardware.

Mas porquê 2.5x?

A Microsoft explica:



Através de hardware especializado adicionado na Xbox One X, formos capazes de determinar o uso de memoria para texturas no GPU e descobrimos que o GPU frequentemente acessa menos do que 1/3 dos dados das texturas presentes na memória.

O Sampler Feedback, baseia-se nos Tiled/Sparse ressources ou partial resident textures. Neste caso é uma tecnologia que permite analisar o fotograma anterior e prever quais as partes das texturas que serão usadas na cena seguinte, A ideia é só ler e só colocar em memória as texturas, ou parte delas que são efectivamente necessárias.

Para isso o Sampler Feedback faz-se valer dos chamados tiled resources, em que cada textura é constituida por pedaços de 128×128 pixels.  Ora não sendo necessária a textura na sua totalidade, apenas os pedaços ou “azulejos” necessários são solicitados de forma individual. Isto permite poupar leituras e memória.

As texturas existem tambem em vários níveis de detalhe e resolução, os chamados mipmaps, daí que o Samper feedback irá analisar as partes necessárias, bem como a resolução da textura a pedir.

É aqui que os ganhos ocorrem, e com isto que a Microsoft refere poder reduzir as transferências e uso da memória para menos de 1/3.

Ora 1/3 são 33,3%. Menos de 1/3 foi presumido ser 25%! Se 50% de compressão implica uma duplicação da capacidade de transferência, 25% adicionais são mais 50% Ou seja temos aqui um ganho de 150% ou 1,5 vezes mais. Ora se antes tínhamos 100 e agora temos mais 150%, então o número pelo qual teremos de multiplicar para termos o ganho é 2,5.

E com isto explica-se o 2.5!



Esta situação sempre foi clara para nós desde a primeira leitura da explicação do sistema. No entanto uma dúvida sempre nos assaltou: Como funciona o SFS?

A dúvida surge-nos quando sabemos que a Nvidia já implementa esta tecnologia nos seus GPUs, e esta tecnologia deverá ser standard nos GPUs que suportem o DirectX 12 ultimate (o que inclui o RDNA 2). Mas apesar de a NVIDIA já a ter nunca houve da parte deles nenhum alarido ou referência a ganhos de performance.

Daí que perante isto estávamos com dúvidas sobre como a coisa funciona!

É a explicar isso que entra a informação vinda do canal youtube Xbox Brasil. A única que temos e cuja veracidade não podemos atestar, e que nos refere que é para isso que servem os tais 100 GB do disco denominados como memória virtual.

Segundo explicado pelo canal, e note-se que este artigo se apoia sobre a mesma, pelo que ela for incorrecta, o artigo também o será, o velocity engine é na realidade um conjunto de alterações criadas no hardware destinados a dar suporte ao SFS. Basicamente é o conjunto de tecnologias que definem este motor que permitem os ganhos de performance no disco e na memória.



A peça chave aqui são os tão falados 100 GB de SSD que são tratados como memória virtual. Segundo a explicação, eles são basicamente uma partição para a qual as texturas são descomprimidas, ficando como se estivessem presentes na RAM e prontas a serem entregues nas partes necessárias quando solicitadas.

Esta situação é relevante para a compreensão do Velocity Engine.

Ora se as texturas estão descomprimidas, ou comprimidas mas num formato com compressão menor e diferente do usado para a compressão no disco, e usável pelo GPU, dado que essa partição é acedida pelo GPU como se fosse memória virtual, ele solicita ao SSD a parte respectiva da textura que necessita. E efectivamente o SSD ao só entregar a parte respectiva, está a poupar na sua taxa de transferência, efectivamente aumentando a mesma, sem que no entanto a velocidade de leitura se altere.

E desta forma, os 2.5x de ganhos anunciados pela Microsoft tornam os 2.4 GB em algo equivalente a 6 GB/s efectivos, ou seja mais do que os 5.5 GB/s da PS5.

Com esta explicação, esta parte torna-se clara!



Mas esta explicação do canal Xbox Brasil coloca uma questão. Se as texturas estão descomprimidas na partição e o ganho se dá aí, então isso quer dizer que o SFS não se aplica a nada comprimido. O que tem lógica, dado que o SFS não é um auxiliar do sistema mas um componente interno do GPU, e como tal destinado a trabalhar com a memória do GPU e texturas no formato usado internamente pelo GPU, e não com texturas comprimidas com os chamados super compressores destinados a meter dados no disco.

Mas então já vimos que os ganhos do SFS podem ser aplicados aos 2.4 GB brutos que podem assim alcançar um equivalente a 6 GB/s num sistema sem SFS. E aos 4.8 GB/s comprimidos, o SFS é aplicável?

Naturalmente não temos dados oficiais da Microsoft, e não sabemos as capacidades reais da consola, pelo que temos de nos guiar pelo senso comum e pelo que acontece nos sistemas conhecidos.  E a resposta é não!

Explicando de forma muito simples, imaginem que o GPU é um artista, que faz colagens. Ele pega nas fotos que vocês lhes dão e aplica-as num mundo 3D, dando vida e cor ao mesmo.
Mas para isso ele tem de receber as fotos em formato JPEG (mero exemplo). Só assim as consegue colar! É o formato com que trabalha!

Ora se vocês tem as fotos todas num RAR (mais uma vez apenas uma figura de estilo para exemplo), ele não lhes consegue aceder pois não lida com esse formato. Para poder ter acesso, a foto tem de ser tirada do rar, colocada no JPEG original e colocada na sua pasta de fotos, onde ele a pode ir buscar para usar.



Ora o disco tem exactamente as fotos em RAR para as super comprimir, pelo que as fotos terão de passar para JPG usando os descompressores, e colocadas na partição de 100 G usada como memória virtual, em formato jpg. E só daí elas podem ser acedidas!

Daí que, salvo algo que não seja do nosso conhecimento, o que nos quer parecer é que qualquer especulação sobre ganhos do SFS na componente comprimida da transferência de dados, não pode ser confirmada. Porque a textura estando super comprimida, teria de ser descomprimida para a RAM primeiro, e isso tornaria inútil todo este sistema de poupança de transferência de dados.

Mas então como se explica esta frase de James Stanard que refere que o SFS acumula com a compressão?

Bem, aqui há várias coisas a ressaltar.



A primeira é o que já dissemos de trás, este é uma artigo baseado numa informação do canal Xbox Brasil, e como tal pode estar incorrecto.

A segunda é que Stanard aqui não é claro no que diz, e não explica como ambos os sistemas se acumulam, apesar de ser claro que se acumulam.

Nesse sentido, qual seria a explicação que se adequava ao que aqui está a ser dito neste artigo e igualmente ao que Stanard diz? Existe alguma?

Sim, na realidade há! E é a coisa mais simples do mundo. Basicamente a Xbox pode ler em simultâneo as texturas para o SFS vindas da parte descomprimida, mas tambem outros dados comprimidos que os seus motores de descompressão descomprimem. Ou seja, há efectivamente acumulação entre os ganhos do SFS e os dados comprimidos.

Mas perante isto, como é que este sistema se comporta então face ao que temos na PS5:



A primeira questão passa pelo facto que quando a Microsoft falha dos ganhos de 2,5x do SFS ela associa-os ao uso da palavra “frequentemente”. A microsoft refere-a várias vezes na explicação do Velocity Engine. E frequentemente significa que tal não acontece sempre, é algo que é comum, mas não constante! Daí que esses 6 GB são um pico e não um valor constante. Aqui surge uma diferença face à PS5, onde os seus os 5.5 GB são fixos.

Depois, como já vimos, este ganhos só se aplicam a dados descomprimidos, e a realidade é que a PS5 não precisa de usar dados descomprimidos. A Xbox, e mais uma vez se refere que nos apoiamos na explicação do canal XboxBr, precisa uma vez que o SFS não funciona sem eles, mas a PS5 não. E dessa forma a sua taxa de transferência em dados não comprimidos é apenas um valor de referência. Ela poderá usar sempre mais pois, tal como a Xbox, descomprime em tempo real. Daí que esta comparação se torne meramente teórica, e relevante na perspectiva de mostrar que o Velocity Engine efectivamente é uma tecnologia com ganhos significativos.

Depois temos o facto que nem tudo o que é transportado são texturas apesar de a Xbox poder transportar texturas não comprimidas numa proporção de 2.5x, ela pode acumular com dados comprimidos. Ou seja, os 2.4 GB não vão estar todos eles dedicados a texturas, mas parte dele estará a transportar outros dados. A tal acumulação que Stanard fala!

Isso quer dizer que o ganho de 2.5x não pode ser aplicado à totalidade da disco, mas sim apenas à parte que está a transportar texturas. E isso quer dizer que, se tomarmos as texturas como 90% dos dados transferidos (e este é um “best case scenario”), a real capacidade de transferência é de 5.4 GB/s de texturas não comprimidas,  aos quais acresce 240 MB de outros dados comprimidos.

Aqui se aceitarmos a compressão máxima possível na Xbox que permite que 2.4 GB/s se tornem 6, esses 240 MB tornam-se em 600 MB. E assim o SSD da Xbox está a transferir 5,4 GB+ 600 GB, ou seja 6 GB/s.



E estes 6 GB/s parecem ser o valor comum para a Xbox.

Ou seja, temos então esta tabela para a XBox:

Transferência bruta de dados não comprimidos – 2.4 GB/s
Transferência bruta de dados comprimidos (média) – 4.8 GB/s
Transferência bruta de dados comprimidos (máximo) – 6 GB/s)

Transferência exclusiva de texturas não comprimidas usando SFS –  2,4×2.5 = 6 GB/s
Transferência em jogo (best case scenário) com 90% de texturas e o resto comprimido ao máximo – 2,16*2,5 + 600 MB (comprimidos para 240 MB) = 6 GB/s.

E vamos comparar com a PS5:



Transferência bruta de dados não comprimidos – 5.5 GB/s
Transferência bruta de dados comprimidos (média) – 8 a 9 GB/s (valores sem o uso das OODLE TEXTURES)
Transferência bruta de dados comprimidos (máximo) – 22 GB/s)

Transferência exclusiva de texturas não comprimidas – Irrelevante. A PS5 pode transferi-las comprimidas, descomprimindo em tempo real, não precisando delas descomprimidas, pelo que teremos 8 a 9 GB/s. (valores sem o uso das OODLE TEXTURES)
Transferência em jogo (caso normal) – 8 a 9 GB GB/s. (valores sem o uso das OODLE TEXTURES)
Transferência em jogo (best case scenário) com compressão ao máximo – 22 GB/s.

Basicamente, apesar desta tecnologia elevar os números da Xbox, o que é louvável, e diga-se impressionante, mostrando que o sistema, a funcionar em pleno, se revela revolucionário, ao contrário da imagem que se tenta passar em fóruns, não torna os dois sistemas equivalentes. Apesar de, claramente, melhorar e muito as performances da Xbox..

Mas e a questão da memória?

Bem, a poupança da memória que a Microsoft refere é meramente indicativa… Porque com as Partial Resident textures, mal as texturas entram na memória, as partes que não interessam podem ser imediatamente descartadas. Ora a PS4 tem uma memória cache no seu sistema de I/O para onde descomprime as coisas. E daí é que as move para a RAM, usando os motores de coerência, e evitando o check-in, E isso quer dizer que, pelo menos na teoria, o descarte das partes que não interessam pode ser feito aí. Mas mesmo que seja na RAM, este ganho indicado de RAM  dado pela Microsoft não é impeditivo de ser conseguido de outras formas. Nem que fosse, com uma pequena quantidade de ram reservada que recebia a textura e descartava a parte que não interessava.



Ou seja, é algo que o SFS permite, mas que mesmo tecnologias mais antigas como as PRT, apesar que de forma não tão eficiente, tambem oferece, A diferença é que no caso do SFS não é necessário descartar nada na RAM.

Mas nos fóruns há quem afirme mais… eis um exemplo citado:

Basicamente os 12 GB surgem multiplicando os 4.8 GB/s por 2.5.

Ora como já referimos, baseando-nos na única explicação que temos sobre o funcionamento do Velocity Engine, vindo do canal XboxBR, isso não é possível. Pois os ganhos só se aplicam às texturas que se encontram na partição descomprimida.



Mas diga-se, mesmo que pudesse, afirmar essas velocidades seria errado. Estamos a falar de uma transferência efectiva cujos valores não se alteram. O que há é melhor aproveitamento dessa capacidade.

E depois temos estas afirmações:

Mas sobre estas não creio que seja preciso comentar, certo?

Conclusões

Como já tínhamos dito no artigo anterior sobre o Velocity Engine, ele é bastante melhor do que os números indicam. Mas mesmo assim, pelos dados que temos, e não escondemos que eles se baseiam em informação não oficial, ao contrário do que se tenta passar nos fóruns, os seus valores não se comparam com os valores da PS5.
Aliás, quando se tenta essa discussão, há aqui algo que parece esquecido: Que a questão nunca foi apenas sobre velocidade. E que os valores da PS5 são todos eles sem check-in, ou seja, dados colocados na RAM e imediatamente usáveis e usando 6 níveis de prioridade no SSD. Já os da Xbox, pela ausência dos motores de coerência, necessitam de check-in, bem como de uso de CPU para a colocação dos dados nos endereços de memória correctos só possuindo 2 níveis de prioridade. Diga-se ainda que o Sample Feedback Streaming não é um hardware dedicado, é uma característica do GPU que requer o uso de recursos do mesmo para funcionar, e curiosamente, pelo menos no RDNA 1, os sparse resources eram algo desaconselhado no uso pela AMD devido ao grande impacto nas performances do CPU e GPU. Algo que mesmo melhorado, não e “gratuito”, uma vez que usa recursos do GPU para funcionar.

Convêm, também que se perceba que este suporto ganho passa por uma média que é na realidade questionável. Primeiro porque a quantidade de texturas transferidas é variável, e depois porque a parte das texturas que é requerida varia de caso para caso. O ganho de 2.5 aparece com as texturas a passarem menos de 1/3 da sua dimensão (neste caso seriam apenas 25%). Mas a realidade é que isso vai variar conforme a realidade do jogo. e por exemplo, as texturas de objectos animados, pela sua movimentação que expõem constantemente e de forma rápida partes novas de texturas, necessitam de estar todas na RAM. Daí que algumas texturas tem de passar a 100%, outras em percentagens variáveis que podem ser qualquer percentagem entre os 25 e os 100. Daí que o ganho não é constante… depende da cena, e depende das texturas. Aliás jogos com movimentação rápida, como jogos de corridas a alta velocidade não devem ganhar muito com o SFS pois não há vantagem em não se colocar logo a textura toda na RAM, para esta se ir ajustando à aproximação rápida, e não o fazer pode dar azo a popins de mudança de textura que sejam visíveis.

Basicamente o que este artigo quer mostrar é quer o Xbox velocity architecture é efectivamente uma mais valia face aos sistemas tradicionais, e mais capaz do que aquilo que os números indicam. Mas comparar isto com o sistema da Sony não parece possível salvo a existência de hardware não conhecido. E o que estamos a ver nos fóruns são apenas os fanboys a quererem exaltar algo, mostrando números nunca referidos oficialmente, de forma a promoverem a sua consola. Por muitos números que se falem a realidade é só uma: A microsoft anuncia um aumento do I/O de até 40x, a Sony fala em 100x.

Nota final: Este artigo, por motivos desconhecidos, foi parcialmente apagado, tendo de ser parcialmente re-escrito à última da hora, quando nos apercebemos de tal, o que nesta altura de férias não se torna nada fácil. Apesar de uma leitura rápida antes do mesmo entrar, parecendo-nos estar minimamente aceitável, a realidade é que nos pode ter escapado algo, pelo caso haja alguma parte menos compreensível, pedimos desde já desculpas, sendo que reveremos isso assim que possível.



4.7 6 votes
Avalie o nosso artigo
117 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Sparrow81
Sparrow81
2 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Pois então… Eu tenho uma certa curiosidade de saber como vai ser programar isso. Parece um desespero para o Dev esse tipo de coisa… “As vezes é possível, as vezes não, é pico, não é.” A questão é que não adianta nada ter velocidade de entrega se outros componentes não acompanharem né? Eu gostaria de ver uma explicação da Microsoft falando como todo o sistema foi feito para acompanhar velocidades extremas. O que parece que nunca vai acontecer, pois já passou da hora. Daí que questiono como pode acompanhar, com os clocks da SX travados e muito abaixo do sistema ps5 (clock de gpu em continuous boost para dar conta do trabalho). Aí que pega e eu só acredito vendo. Aguardar, mas que parece uma solução mais de marketing do que pra melhorar efetivamente a velocidade em 2.5x, parece.

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Mano, a única coisa que quero ver hoje é o gameplay da campanha do Halo Infinite kkk

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Fernando Molina
2 meses atrás

E o que achou? Eu não falarei mais nada. Não precisa.

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Cara, sobre Halo, claro que gostei sim, sobre o evento, teve bons games, algumas coisas promissoras, porém falhou novamente no mais importante, me fazer querer um Series X, e esse era o principal objetivo desse evento, não tem jeito, a não ser que a Sony faça uma besteira muito grande relativo a preço, vai atropelar novamente.

Porém um game me deixou feliz por ter voltado, Fable

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Fernando Molina
2 meses atrás

Halo me parece game do início dessa geração, Man. Veja os cenários. Onde colocam tanto dinheiro para apresentar aquilo? Tava rodando no Xbox one? Incrível isso.

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Mas Halo nunca foi exemplo de grandes gráficos

bruno
bruno
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Na minha opinião, foi um bom evento, em linha com o da Sony mas com vantagem de ter apresentado mais Gameplay.

A MS usou todas as fichas a disposição, com boas novidades, e prometeu mais novidades no futuro (the initiative, the coalition?).

Indiscutívelmente, contudo, torna-se notório que a Sony possui mais estudios ao seu alcance, sendo que apresentou mais projectos internos com altos valores de produção.

No entanto, a MS está a apostar em exclusividades, ainda que temporárias, para o lançamento da consola com títulos interessantes. 22 exclusivos para a Xbox. Nada mau.

Halo é cross-gen e sempre foi, logo não se pode criticar pelo aspeto gráfico.

The Medium é talvez o primeiro olhar a Gameplay next-gen.

Mas.. está tudo em linha com o mostrado para a PS5. E isto deixa-me a perguntar sobre o aspecto gráfico pretendido para a Next gen.

Porque a mim parece-me igual a está tem, com melhorias na resolução e em efeitos menores.

E isto não chega.

Daniel
Daniel
Responder a  bruno
2 meses atrás

Eu vi algumas pessoas achando ruim o evento, mas esta a par com o que a Sony mostrou; talvez até um pouco melhor. Mas é aquela coisa né; esse foi o segundo evento de “gameplay” da Microsoft, a Sony teve somente um. Sendo realista, eu não consigo imaginar que a Sony tenha tantas surpresas como alguns possam pensar. Acabaram de lançar 2 jogos enormes, onde a ajuda externa de seus outros first party deve ter sido bem relevante (lembro do Rafael Grassetti falando sobre isso no flow; parece que ajudaram a SP com GOT). Infelizmente o malware chinês vai deixar um gap de lançamentos muito grande entre 2020/2021 e não me surpreenderia de CGIs continuarem “estreando” a nova geração, agora pelo lado do Ps5.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Daniel
2 meses atrás

Melhor que o da Sony? Bem difícil eu concordar com você, meu caro. Um evento que mostraram só cinematic e nem dá pra se saber onde se estava rodando. Mas uma coisa resumiu bem: tudo disponível day one no gamepass. Então já sabemos como vai ser a qualidade.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  bruno
2 meses atrás

The medium é exclusivo temporário né? Parece que cronometrado e depois vai para ps5. Pois foi o único aí que me interessei mto.

Livio
Livio
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Seria ele o tal do AAAA?

Daniel
Daniel
Responder a  Fernando Molina
2 meses atrás

Faltou gameplay no Series X, e olha que, por incrível que pareça, boa parte dos jogos não chegará na atual geração. Everwild, Hellblade 2, nova IP da Obsidian, The Medium, Fable, State of Decay 3, Forza 8; enfim, todos esses são series X e PC, diferentemente de Halo , Psychonaus 2 que sairão para o One também, como demonstrado na própria apresentação. Essa história de que o One receberá títulos por um bom período é no máximo uma meia verdade. Sobre Halo Infinite, parece promissor, mas infelizmente o X One limitou o jogo; esse jogo deveria ser exclusivo net gen. Um jogo Open World e 60fps como alvo, pode ter gerado em uma série de sacrifícios que seriam evitadas se fosse exclusivo para o Series X/PC. Na minha opinião, não há motivo para comprar ou querer o console da Microsoft em 2020; 2021 em diante é uma outra história.

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  Daniel
2 meses atrás

Sim, sim teve coisas boas, não foi de todo mal, só achei que falhou no principal, convencer as pessoas a comprar um Series X

Marco Antonio Brasil
Responder a  Fernando Molina
2 meses atrás

Boas análises pessoal. Eu achei o evento nota 7, tendo em conta a estratégia da MS. Muitos anúncios promissores para o futuro, mas acho que faltou gameplay. E aconteceu o que cansamos de falar aqui, aquela história de todos os games saírem no one era puro marketing enganoso.
Agora os gráficos de Halo foram um choque de realidade para os que ainda insistiam que jogos crossgen não seguram a geração!
PS: achei the medium superinteressante, esperando sair par o ps5 também 😃

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Marco Antonio Brasil
2 meses atrás

Tá confirmado que é datado o The Medium? Pois esse me interessou. O único na verdade.

Marco Antonio Brasil
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

@sparrow81 é o que estão dizendo. Mas eu também queria ter a confirmação oficial. Será que alguém tem essa info?
PS: também chamou minha atenção o Avowed, RPG estilo Elder Scrolls da Obsidian.

Marcelo Nadal
Marcelo Nadal
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Achei Halo nada demais.
Gostei de Fable, stalker, hellblade e o novo jogo da obsidian.
Mas faltou gameplay. Sinto que esses jogos estão bem longe do lançamento.

Equipa PCManias
Responder a  Marcelo Nadal
2 meses atrás

Caro Leitor
Nas mensagens anteriores identificou-se como Marcelo Nadal. Mantenha a identificação.

Livio
Livio
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Pergunto uma coisa, os jogos da MS estúdios não seriam cross-gen?? Porquê Forza 8 não está no One, nem Fable e nem State of Dacay.

Cadê o Phil com aquela fala da semana passada..

Daniel
Daniel
Responder a  Livio
2 meses atrás

Tirando Halo e Psychonauts 2, nada ali sai no One, nem Everwild que achei que sairia hahaha. Sair pelo Xcloud é marketing mentiroso, pois este funcionará até em celular (parece que aqui será exclusivo do 5G, mas vamos ver).

Livio
Livio
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Tem gente aqui que reclama que a Sony adora CG em suas apresentações, mas Gran Turismo 7 teve visões internas e externa do gameplay, Forza nem isso teve e se limitou a imagens estilo replay.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Livio
2 meses atrás

Não sei se estou louco, mas o que vi hj não chega nem perto de next gen. Se o da Sony não era next gen para mtos, quais foram os da MS? Gameplay de Halo e The medium uma amostra de segundos. O resto nem se sabe onde está rodando. No da Sony pelo menos tudo foi in engine e capturado no ps5. Se alguém me falarque algum aí tá acima de Horizon, Spider Man, Ratchet and Clank, Kena… tenho ctza que devo estar louco. Haha

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Funciona assim, com o SFS o SSD do Xbox SX precisa carregar até 2,5x menos dados do que um sistema tradicional sem SFS, o que significa que ele pode otimizar o resultado real em até 2,5x. Isso acontece por que na maioria dos casos não é necessário carregar todos os dados por que uma boa parte das texturas não é utilizada totalmente.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

Eu sei como funciona na teoria .. só não vejo isso funcionando na prática. Porque vai gerar gargalos… O que adianta entregar numa velocidade e a gpu não dar conta? Faço um paralelo com o ps5, pois os clocks elevados é para acompanhar a velocidade de entrega. Como o SX vai conseguir acompanhar com aquele clock fixo e muito abaixo do ps5? Não vejo condições sem gargalar.

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Como assim? Você sabe do que está falando?

A GPU do SX tem poder de cálculo de 12Tflops, a do PS5 na melhor das hipóteses, 10,28Tflops. Não existe isso da GPU não dar conta, na verdade seu questionamento é muito mais válido para o PS5, será que adianta carregar 5,5GB/s do SSD e a GPU não ter poder para processar os dados?
Não importa sua velocidade de relógio nessa comparação,a GPU do Xbox é muito mais ampla, 52CUs contra 36Cus é uma diferença maciça. Você sabe como funciona o RT na RDNA por exemplo? Cada CU tem um hardware dedicado para RT, o que significa que a capacidade do PS5 em relação à isso é muito inferior.
Da mesma forma, os dados do SSD sempre estarão indo para a memória RAM, e não diretamente para a GPU como algumas pessoas erroneamente acreditam, principalmente por que a velocidade do SSD, por melhor que seja, é pífia para uma GPU. Então não importa sua velocidade de processamento de novo, o que importaria mais seria sua largura de banda da RAM para a GPU, e nisso o PS5 perde de novo.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

Como não existe Man? Se você entrega mais que a gpu consegue dar conta, tem gargalo! Ou você acha que pode aumentar a velocidade pra quanto quiser que todo o sistema vai acompanhar sem problemas? Bom, pelo que falou, deve achar né. Não existe mágica, cara! Mas ok, se vc acha que a gpu é mágica e vai dar conta de mais velocidade sem ter perdas de desempenho e adaptação em jogos, ok. Eu tenho ctza que isso é um problema sério.

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Você está confundindo velocidade de clock com poder de processamento? Por que quem entrega os dados para GPU é a memória RAM, não o SSD. O SSD pode fazer load para a memória RAM, não direto para a GPU, e mesmo se pudesse, a velocidade com a qual ele faria isso seria insuficiente, ao nível da largura de banda de um Dreamcast.

Existe um motivo pelo qual uma RTX2070 ainda é melhor que uma RTX2060 com overclock, GPUs foram feitas para trabalhar em paralelo,e GPUs mais amplas levam vantagem em cima de GPUs menores. O que você está falando faria sentido se o Xbox Series X fosse igual o Xbox One X e possuísse 40CU, na velocidade com que a GPU atual roda, isso seria igual a 9,3Tflops, e o PS5 seria sem dúvidas melhor. Mas isso não faz sentido algum quando o Xbox tem 52CU e quase 2 tflops a mais de potência.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

Não estou confundindo nada. Estou dizendo que os componentes precisam acompanhar um o outro no sistema. Basta um deles não acompanhar o resto para formar gargalos. Inclusive muito comuns.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

E não, nem sempre gpu com mais cu’s tem mais desempenho. E isso já foi explicado aqui diversas vezes.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
2 meses atrás

Este jovem Johan Libert tem feito muito barulho com suas teses sobre SFS, levando até o engenheiro da MS James Stanard a comentar também.

Entretanto, pelo que consta, este senhor fez questionamento no twitter alegando os 6GB/s, e não obteve resposta. Será que Johan Libert não sabia do que ele estava se referindo, ou apenas ignorou para continuar propagando desinformação?

https://twitter.com/SkylabPassa3/status/1283938151698960385?s=20

Deto
Deto
2 meses atrás

Eu pensava que eram fanboys que ficavam espalhando esses delírios ai de graça pra a MS.

mas NOVAMENTE temos contas espalhando essas grozelhas ai NO MESMO modo de operação de 2013 com poder do DX12, GPU Oculta, SDK novo….

Com certeza são pagos e é planejado.

2013 a Sony tinha mais TF.

ai aparecia essas noticias com “contas” no twitter falando sobre o poder do DX12, do novo SDK bla bla bla

agora a Sony aparece com mais banda do SSD, tentam fazer FUD do PS5 “tudo fake” e não emplaca… ai voltam a estratégia de 2013 de falarem em poderes escondidos.

até hoje a conta do misterXmedia no twitter está ativa, não tem como imaginar que ele não recebe uma grana para continuar com isso… Mas como ele está totalmente ridicularizado, aparecem OUTRAS contas tipo aquele “blue sei lá o que” exatamente com o mesmo modo de operação.

Andrio
Andrio
2 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

[Off] Que evento Fraco! eu já tinha achado o da sony + ou –
Esse meu deus… quero ver o que os paladinos vão dizer agora

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Andrio
2 meses atrás

Pior evento de jogos que já vi na vida. Nem acredito, sério mesmo.

Deto
Deto
Responder a  Carlos Zidane
2 meses atrás

Como eu previa… já começou a narrativa “espera a próxima E3… espera o próximo evento”

[imgcomment image[/img]

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Deto
2 meses atrás

Esse A. Greenberg é um fanfarrão assim como o Phil.
Sempre o melhor está por vir… Sei, ouço isso desde 2013 né.
🤔
O aproveitável pra mim foi Forza do qual não vimos NADA e nem foi empolgante (Marketing horroroso de sempre) e espero não seja como o 6 e 7 que são praticamente iguais e o Fable que também não vimos nada além de que sairá algum dia (espero).
😒
Se me disserem que o Xbox se tornará um serviço pras outras plataformas eu até entendo o conteúdo de hoje, mas dizer que vão ter uma nova plataforma de 12 TFlop pra competir com o Playstation com isso aí, realmente estão muito mal.
Não queria ser tão negativo mas pra mim eles estão muito equivocados.

bruno
bruno
Responder a  Carlos Zidane
2 meses atrás

Fraco porquê?

Não o coloco acima do da Sony, que apresentou mais AAA interno, mas coloco-o em linha.

Tiveste Halo Infinite com Gameplay. Este já tinha sido anunciado como cross-gen e notou-se o peso da geração atual. Mas não fica atrás de Guardians no que apresentou. Texturas, iluminação, e gráficos a 4K estão aceitáveis para esta gen, tendo em conta a dimensão do mundo.

Anúncios surpresa: State of Decay 3, Stalker 2, Novo RPG da obsidian em linha com Skyrim e claro Fable. E estou a esquecer-me de uns quantos.

The Medium teve direito a gameplay.

A Remedy fez um trabalho excelente com crossfireX.

Fora isso tiveste Grounded e vários índies interessantes.

A Sony não apresentou mais do que isto…

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  bruno
2 meses atrás

Fraco pelo óbvio. Agora se as pessoas se contentam com isso aí já não é comigo.
O da Sony foi meia boca mais com conteúdos realmente interessantes.
Respeito quem goste mas se me é permitido ser sincero, foi fraquíssimo.

bruno
bruno
Responder a  Carlos Zidane
2 meses atrás

Mas tu tiveste novidades… Avowed foi uma boa surpresa, Fable outra. O trailer da campanha de crossfire X revelou um jogo interessante (viu-se a assinatura da remedy), finalmente um look ao aspteo de The Medium durante a gameplay ( e tem um aspteo next-gen, mas nao totalmente)…

Nada disto aqui foi obvio.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  bruno
2 meses atrás

Acho que quando ligaram o LHC devem ter me mandado pra outra dimensão, pois de onde eu venho uma apresentação dessa e esses jogos que nem data tem podiam muito bem a maioria estar no Xbox 360.
Incluindo o jogo de 500 milhões (de bolivares venezuelanos deve ser lol)

Marco Antonio Brasil
Responder a  bruno
2 meses atrás

@bruno concordo com tua opinião. Evento razoável dentro da estratégia da MS. Só faço uma observação que ficou a impressão de que os jogos mais promissores estão em estágio muito inicial de desenvolvimento. MS faria bem em confirmar alguns lançamentos para 2021.
Sua análise do Halo está perfeita, mas para os adeptos do xbox mais fanáticos que defendem agressivamente a tese de que o jogo ser crossgen não afeta em nada foi um banho de água fria.

bruno
bruno
Responder a  Marco Antonio Brasil
2 meses atrás

Sinceramente, Marco… eu nao esperava mais de Halo. Talvez por isso nao estivesse com a ideia de ter coisas ao nivel da demo do Unreal 5. E acho que quem acreditou que um titulo cross-gen iria apresentar visuais next-gen… precisa de se educar mais porque isso sempre foi treta.

Mas o que vi revelou-me um jogo com bom aspeto, vegetacao luxuriante, proximo dos graficos de topo desta gen (mas abaixo deles) e uma clara melhoria sobre a entrega anterior pelo menos nos cenarios.

E dado que foi desde o inicio anunciado como cross-gen… Nao me vou por a criticar isso.

Ewertom
Ewertom
Responder a  Carlos Zidane
2 meses atrás

Sim…..Avowed(bem promissor),Forza 8(mesmo nivel de GT7),Fable,Stalker 2,State of Decay 3,Everwild,Halo Infinity(é concordo que faltou um grafismo mais real)The Medium(muito bom),The Gunk e Psychonauts 2………É….realmente para os fãs de console foi decepcionante.Sério mesmo.,todos esses jogos e não gostaste de nenhum?Sério isso.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Andrio
2 meses atrás

MS conseguiu fazer um dos eventos mais estranhos que já assisti.

A começar por Halo Infinite, um gameplay desastroso, qualidade gráfica muito questionável, mesmo que fosse lançado apenas para Xbox One. Várias texturas borradas, muito pop-in.. estranhíssimo.

Mas com certeza o que mais me incomodou foram os vários teasers de poucos segundos e extremamente vazios, não apresentando praticamente nada dos jogos. Comparando com o evento da Sony, os teasers tinham conteúdo, às vezes com trechos de gameplay como Kena, Project Athia, ou variando os cenários e ambientes como Horizon II Forbidden West e Demon’s Souls Remake.

O que podes falar de Forza e Fable? Praticamente nada, pois os teasers não deram conteúdo, parecia comercial de TV.

Já tem rumor até de que Fable é MMO https://twitter.com/NESbot_feed/status/1286379143672799234?s=20

E além disso, o evento da Sony mostrou a sua lineup inicial, games que serão lançados no primeiro ano da consola. Já a MS, teasers sem conteúdo dão a entender que os games ainda levarão bastante tempo para serem lançados, logo muito do que foi mostrado não é a lineup inicial da consola.

Se em Agosto a Sony revelar projetos de médio prazo como God of War ou Silent Hill, colocará a Microsoft ainda em mais maus lençóis.

bruno
bruno
Responder a  Carlos Eduardo
2 meses atrás

Sobre o gameplay de Halo nao me vou pronunciar, dado que nao estou muito familiarizado, mas parece-me mais do mesmo. Sobre os graficos… tenta ver o video a alta resolucao num bom ecra… porque o que tu referes… parece-me mais consequencia do streaming do que qualidade do video.

Ele esta muito aceitavel para esta gen…

De resto, sim, o sinal preocupante em toda a conferencia da MS foi isso… a continua aposta em jogo como servico com todos os jogos revelados a serem potencialmente e a parecerem jogos pensados para o Gamepass.

Halo ja praticamente foi confirmado. State of Decay dispensa apresentacoes. Psychonauts e um indie, Grounded e tipo fortnite. Warhammer e Stalker podem cair na mesma categoria. Salvou-se o The Medium.

Alias a noticia de que a equipa espera que este Halo se mantenha assim pelos proximos 10 anos foi…. ridicula. Este jogo nao tem qualidade para o futuro.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  bruno
2 meses atrás

Isso é o que mais me preocupa Bruno. Muitos jogos em estágio inicial de desenvolvimento, uma lineup bem difícil de decifrar, muita cortina de fumaça.

https://twitter.com/The_CrapGamer/status/1286453505906159619?s=20

Outra coisa que me estranhou, alguns games da XGS anunciados como apenas Xbox Series X/PC. E a conversa do cross-gen? Como acreditar no que dizem? Cada dia falam uma coisa diferente.

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
2 meses atrás

Eu nao posso opinar, mas vendo videos dos anteriores pareceu-me semelhante.

O que fez lembrar tambem foi Doom.

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  Andrio
2 meses atrás

Não foi muito diferente do evento da Sony, a diferença é que a Microsoft não sabe fazer marketing como a Sony só isso. Em termos de exclusividades para lançamento nada diferente, dois jogos cross-gen, Halo Infinite e Spider Man, a diferença é que com a Sony você precisa comprar um PS5 pra jogar um jogo que poderia ser feito no PS4. Nenhum dos dois vendeu o por que de comprar um console novo, e creio que isso não acontecerá tão cedo. Até o momento, a única demonstração de nova geração é uma demo de engine genérica com um desempenho bem baixo no PS5.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

Meu caro, não tem nada de saber ou não fazer marketing. Os eventos da Microsoft sempre foram mais “uowwww” que os da sony, em todas as E3 inclusive. O que acontece é que quando não se tem jogo, não existe marketing que salve. Se você não quer ver isso, a maioria vê! Tanto é que as pesquisas mostram que o desinteresse num novo console da MS vem aumentando a patamares nunca antes vistos.
E quanto a spider Miles Morales rodar na atual geração e ser comparável com Halo em grafismo, você só pode estar de brincadeira.

Andrio
Andrio
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

Tinha varios jogos na apresentacao que estavao assim: Xbox Series X | PC
eu espero que saia mesmo para as versos base pq se n sair vai ser mais um 360 da MS kkkk

Marco Antonio Brasil
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

Fernando eu concordo que os dois eventos foram medianos, ambos tiveram erros e acertos. Mas por favor, sem pré conceitos: coloca screenshots de Halo infinity e Spiderman Miles Morales lado a lado e verás que não dá para comparar. Por exemplo, veja o rosto do Miles e do “Joel”…

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Andrio
2 meses atrás

Mais uma decepção. Incrível como tem gente passando o pano nessa catástrofe que foi esse evento. “Espera até ano que vem”. Faz 7 anos que estamos esperando o próximo evento, o ano que vem e nada! Pqp. É achar que o consumidor é retardado.

bruno
bruno
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Desculpa Sparrow mas nao concordo. Esquece por um momento a XsX. Imagina que nao seria lancada este ano.

O que tiveste? Halo Infinite a chegar no Outono, Forza 8, Grounded a chegar ja na proxima semana, Everwilde que me vez lembrar o Zelda, a campanha de crossfire X com excelentes graficos e talvez uma boa historia, The Medium, indies interessantes como Dusk, novo Psychonauts e o anuncio de 3 titulos a chegarem nos proximos anos exlcusivamente para a consola nomeadamente Stalker 2, State of Decay 3, Fable, e Avowed (a fazer lembrar Skyrim e se aquilo e gameplay entao com aspteo next-gen).

Tiveste estudios da MS a anunciaram nao um, mas dois titulos. O que vi aqui foi um claro investimento em exclusivos. E houve bastante conteudo e a MS a cumprir na sua promessa de producao interna.

De resto… tiveste trailers CGI e cinematicos e ambas o fizeram.

Agora a diferenca esteve foi no tipo de conteudo. A Sony apresentou 3 AAAs que sabes que sao singleplayer de altos valores de producao.

Halo… parece uma copia dos anteriores mas com melhores graficos. State of Decay tendo em conta os anteriores deixa de pe atras. Depois tiveste Warhammer, e CrossfireX que sao conhecidos por serem MMOs.

E e isto que vi, a conferencia da MS parecia mais voltada para jogos como servico (com imensos AAs a chegarem para os proximos tempos e tudo o resto excepto Medium a ser shooter) e a da Sony para o tradicional (e na minha opiniao, altamente recomendavel) singleplayer.Duas propostas diferentes.

Mas que houve conteudo e novidades, houve.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  bruno
2 meses atrás

Bruno, o evento era de next gen, cara! Como é que você me pede para eu esquecer a next gen se o marketing foi em cima disso? Halo, tem games melhores que ele nesta geração em aspecto, com a mesma pegada. O resto foi só anúncio e cinemática. Forza foram segundos de in engine, mas nada de mais TB. Esse evento não teve um vislumbre sequer de next gen.
No mais, não foi evento só de exlusivos, pois a maioria ali vai para ps5. Era parceria de games datados, que maioria vai sair exclusivo no lançamento do console e logo depois vai pra ps5.
E TB nenhum me interessou, pois eu não vi nada! Não sei nem sobre que se trata, nem gameplay, nem nada. Só o the medium mesmo que despertou curiosidade e o da remedy.

bruno
bruno
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Eu nao digo que os graficos de Halo sao os melhores que tiveste esta geracao.

Mas a mim nao me pareceram fracos. Mesmo as animacoes nas cutscenes tambem estavam muito aceitaveis – nada ao nivel do que tiveste em Days Gone ou TLoU part 2 ou SpiderMan que possuem modelos mais realistas,… mas em linha com Halo 5 e ja nesse eram muito boas.

Para uma sequela na mesma geracao parece-me aceitavel e, relembro, que o jogo desde o inicio foi anunciado como cross-gen.

Depois a demo que tiveste possuia um draw distance, reflexos na agua, grande quantidade de vegetacao e vida selvagem. O HDR esta excelente. Os graficos nestes aspetos, sobretudo draw distance e resolucao, nota-se que ultrapassa o que foi conseguido noutros titulos desta geracao.

Ainda assim, notei pop-in de texturas e o streaming de vegetacao o que denuncia os limites impostos pelas maquinas atuais.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  bruno
2 meses atrás

A questão é: Se a Microsoft tem esse cuidado todo com seu principal game, imagina com o resto? Então só está confirmando o que já se sabia: para concorrer no mercado de consoles, falta muito.

By-mission
By-mission
2 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Pah eu como fã da PlayStation estava torcendo para a Microsoft fazer alguma coisa, colocar a Sony para suar…
Mas pelo que estou vendo vão ficar a sombra da bananeira outra geração:

PS: Onde está o VRS, SFS, ML e os 12Teraflops?
comment image

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  By-mission
2 meses atrás

Mas a geração nem começou… me diz aí o que o Playstration mostrou demais? Spider Man com os gráficos do PS4, Rachet and Clank e mais uns trailers de jogos para só Deus sabe quando?
Tira a hipérbole de lado, os dois estão no mesmo barco, um lançamento cheio de jogos cross-gen, a diferença é que a Sony vai te obrigar a comprar um PS5 pra jogar cross-gen.

By-mission
By-mission
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

“no mesmo barco”
Sério isso?
comment image

By-mission
By-mission
Responder a  By-mission
2 meses atrás

“no mesmo barco”
comment image

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  By-mission
2 meses atrás

Screenshots não contam toda a história, e sim, o Spider Man MM é super comparável ao Spider Man do PS4, é o mesmo jogo com umas firulas básicas a mais, poderia ser feito no PS4 tranquilamente.

https://www.youtube.com/watch?v=rFh2i4AlPD4

Deto
Deto
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

para Halo Infinite ser igual Spider MM, primeiro Halo tem que passar o spiderman do PS4.

por causa de gente igual vc que o xbox está esse lixo.

até semana passada estava preocupado com clock do PS5 com Horizon Forbidden West.

mas agora tá de boa Halo infinite, pq na tua cabeça é igual spiderman MM, sendo que nem alcançou o spiderman do PS4.

Deto
Deto
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

screeshot não vale.

mas vale o twitter do “meu pai trabalha na Sony”

Daniel
Daniel
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

Eu até gostei da conferência cara, mas Halo é indefensável; está bem fraco tecnicamente. Pode ter sido um erro lançar esse jogo para atual geração, pois poderia ser o motivo de comprar o Series X ou até uma nova gráfica Amd, usando e abusando de efeitos Ray Tracing, texturas, etc. Lançar um fps a 60fps no Xone tem seu peso. Não quero nem ver, mas acho que Halo e Cyberpunk 2077 vão arder meus olhos no OneS.

bruno
bruno
Responder a  Daniel
2 meses atrás

Eu nao acho. Eu vi o video gameplay e nao acho que isto seja fraco…

https://www.youtube.com/watch?v=aHIjV5DyXJE

Aconselho a que vejam numa TV 4k.

Eis o que vejo, texturas muito detalhadas, tens ate o detalhe de sujidade no contador das balas da metralhadora, vegetacao luxuriante, grande draw distance, excelente HDR, interactividade com o cenario (vejam o jipe a passar na agua).

Para a atual geracao… esta muito bom. Para a proxima geracao… la esta, parece um jogo desta apenas aprimorado. Mesmo o modelo dos outros personagens estao bem conseguidos – mas nao ao nivel do que ja foi conseguido em TLoU ou Days Gone, mas longe de estarem maus – ao nivel de Halo 5, mas melhor definidos (devido ao 4K e a melhores texturas)

Agora… e um jogo preso ao passado. A jogabilidade nao evoluiu nada. Mesmo os graficos, apesar de superior a Halo 5, nada de surpreendente.

Para quem tem Xbox ONE X, nao deve compensar o investimento na XsX.

bruno
bruno
Responder a  Daniel
2 meses atrás

Eu nao acho. Eu vi o video gameplay e nao acho que isto seja fraco…

https://www.youtube.com/watch?v=aHIjV5DyXJE

Aconselho a que vejam numa TV 4k.

Eis o que vejo, texturas muito detalhadas, tens ate o detalhe de sujidade no contador das balas da metralhadora, vegetacao luxuriante, grande draw distance, excelente HDR, interactividade com o cenario (vejam o jipe a passar na agua).

Para a atual geracao… esta muito bom. Para a proxima geracao… la esta, parece um jogo desta apenas aprimorado. Mesmo o modelo dos outros personagens estao bem conseguidos – mas nao ao nivel do que ja foi conseguido em TLoU ou Days Gone, mas longe de estarem maus – ao nivel de Halo 5, mas melhor definidos (devido ao 4K e a melhores texturas)

Agora… e um jogo preso ao passado. A jogabilidade nao evoluiu nada. Mesmo os graficos, apesar de superior a Halo 5, nada de surpreendente ao nivel de uma nova geracao.

Mas… ele foi anunciado como cross-gen. E nao vou criticar uma empresa por anunciar um jogo cross-gen e entregar m jogo com graficos que estao dentro do espectavel para esta geracao.

Para quem tem Xbox ONE X, nao deve compensar o investimento na XsX.

Daniel
Daniel
Responder a  bruno
2 meses atrás

A própria microsoft hypou demais o Halo como O JOGO do Series X, quando na verdade ele é um open world de One rodado a 60fps portado para o Series X. A questão é que eu fico na dúvida se eles de fato não tinham nada para mostrar de gameplay dos outros jogos (Hellblade 2 e Fable estão em desenvolvimento a mais de 2 anos), ou não quiseram mostrar para não roubar a cena de Halo?

bruno
bruno
Responder a  Daniel
2 meses atrás

Talvez. A maior desilusao para mim e esta, mas isto estende-se as duas. Nao tivemos jogos com graficos a altura da demo do unreal excepto talvez Kena e aquele novo titulo da Square Enix para a Play5, mas precisava de ver mais gameplay.

Ewertom
Ewertom
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

Só teve Halo na conferência para os fanboys @Fernando,pra tu ver quem é a comunidade tóxica no mundo dos games,TUDO AZUL.

Ewertom
Ewertom
Responder a  Ewertom
2 meses atrás

Gostaram do GT,mas Forza 8 não gostam,pra tu ver o nivel que se encontra os gamers de hoje.
Eu também achei os graficos de Halo abaixo do esperado para o console,mas tirar mérito do que foi mostrado só por isso,demonstra uma comunidade muito tóxica e infantil.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Ewertom
2 meses atrás

Ewertom esses são fanboy’s mesmo pois GT7 e Sports pelo que se viu até agora não dá pra saber qual é qual… E além de fanboy’s são videntes pois não mostraram Forza gameplay hoje, só um CG genérico
Demostrar descontentamento é considerado infantil e tóxico?! Então somos obrigados a gostar e elogiar tudo que nos mostram?

Ewertom
Ewertom
Responder a  Carlos Zidane
2 meses atrás

Teve muita coisa boa ali amigo para um gamer de verdade que não se amarra em marcas,só não vê quem não quer.

Ewertom
Ewertom
Responder a  Ewertom
2 meses atrás

Edson..te mandei 3 mensagens na PSN,pois estou sem o celular amigo,esperando chegar a tela,Na PSN te relatei ocorrido.assim que possivel acho que talves até sabado a gente se fala no waths blz.

Ewertom
Ewertom
Responder a  Ewertom
2 meses atrás

Se tu quizer entro na psn agora.Blz.

Livio
Livio
Responder a  Ewertom
2 meses atrás

Me diz o que você viu de gameplay de Forza? Eu não vi nada e só vi cenas de replay e creio que todo mundo sabe que este tipo de cena melhora o visual.

GT teve gameplay, mostrou o que o jogo irá ter e que irá se basear no GT4 o que para a maioria é o melhor GT da série.

E o que mostrou Forza? Uma animação de um cenário de fotos de carros e trechos de replay em Laguna Seca. é sério isso? Para um jogo que seria do ano passado mas foi adiado para ser lançado junto com o Series X a Turn10 não conseguiu mostrar nem 10 segundos de gameplay. Será que sai no lançamento do Series X??

O pessoal já tá tirando onda dizendo que a Turn10 tá querendo imitar a Polyphony que no PS4 nao lançou GT7 e sim o GT Sport e na next Gen a Turn10 não vai lançar o Forza 8 mas vai lançar o Forza MotorSport.

Pelo visto está óbvio do porquê gostaram do GT e não do Forza

Ewertom
Ewertom
Responder a  Livio
2 meses atrás

Sim,mas e ai,pergunta que te faço!Se for esses grafismo mesmo,apresentado o que achas,?ica na mesma opinão?Simulador é simulador ou estou errado.

Livio
Livio
Responder a  Ewertom
2 meses atrás

O que acho? Fui ao Youtube rever os vídeos do Forza e do GT7, qualidade 1080p que é a mesma da tela do notebook, velocidade a 0.25.

O que vi em Forza, carros que praticamente só tem reflexo no cenário das fotos, no replay de corrida você praticamente nem nota.

Esse vídeo do Forza foi o oposto do GT7, se em GT7 falaram que exageraram nos reflexos para demonstrar o Ray-Tracing, no Forza quase não se nota isso. No GT reclamaram das árvores 2D no cenário e no Forza capricharam.

Sei que em simulador o que prioriza é a física, mas ambos nem são simuladores puros. Entretanto quem joga games de corrida também desejam uma qualidade gráfica mais realista e, sem preferências de jogo, Forza novamente está inferior ao GT.

É como estou vendo comentários na internet, algo de errado aconteceu, 3 anos após o Forza 7 e não teve uma cena de gameplay?? 1 minuto de vídeo em que pouquíssimos segundos foram de replay. Logo da Turn10 que constantemente lança Forza na surpresa (embora já se saiba que tem lançamento de 2 em 2 anos).

bruno
bruno
Responder a  Ewertom
2 meses atrás

Halo e cross-gen. Nunca poderia ir alem do que foi feito esta geracao. E a MS sempre foi bastante clara sobre o facto de o jogo ser cross-gen, logo nao ha o que criticar.

Andrio
Andrio
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

Trailier de jogos que so deus sabe quando
Parece q eu to vendo evento da microsoft kkkkkkk

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

Spider- Man (muito acima de Halo em grafismo) no day one do console, Não, não tem gráficos da atual geração e não vai ser Cross pq não roda no PS4. Não existe lógica em limitar a venda de spider para um universo de 10 milhões de consoles se você tem capacidade de lançar com o mesmo design numa geração com mais de 100 milhões;
Ratchet & Clank com muito conteúdo e gameplay;
Horizon anunciado para 2021;
Gran turismo com gameplay;
Kena com gameplay e provável day one do console;

Não sei se o Xbox entrou no barco da next gen, porque a Sony já entrou e logo vai atracar.

O pior cego é aquele que insiste em não enxergar.

By-mission
By-mission
Responder a  By-mission
2 meses atrás

comment image

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  By-mission
2 meses atrás

Olha esse design de game. Um horror. Não tem alguém com gosto decente dentro da MS? Pelo amor de deus!

By-mission
By-mission
Responder a  By-mission
2 meses atrás

…e, voltando ao assunto das poças d’água…

Com as poças d’água:
comment image

By-mission
By-mission
Responder a  By-mission
2 meses atrás

E sem as poças d’água:
comment image

Livio
Livio
Responder a  By-mission
2 meses atrás

Agora compare com o que TLoU2 entrega em um sistema de 1.8TF, como dizem, a ND eleva e muita a qualidade dos jogos.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  By-mission
2 meses atrás

Os dois são horríveis. Design tá uma bosta. Qualquer triple A Sony no PS4 surra esse jogo. Até o days gone é muito mais bonito que isso.

Andrio
Andrio
Responder a  By-mission
2 meses atrás
Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Andrio
2 meses atrás

Pena que 4k não melhora grafismo né?!! Tá mto nas coxas esse Halo. Projeto de 100 milhões de dólares? Acho que a Microsoft precisa abrir uma investigação na divisão Xbox. Pq 100 milhões para isso não dá!

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Você é muito emocionado. Asiste o fluxo de novo, o gameplay está bom e a qualidade de imagem é bastante limpa e o cenário é amplo. Mesmo que estivesse rodando no Series X, é um jogo de One em 60fps, provavelmente a versão do Series X é um port, o jogo iniciou o desenvolvimento antes de existir Scarlet, Anaconda, Lockhart ou qualquer coisa dessas. Por que comparar com jogos lineares de 30fps?

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

Emocionado não, decepcionado mesmo. Mto decepcionado. Mas na vdd eu sou é burro! Já deveria ter esperado que seria esse show de horrores mesmo, afinal de contas faz tempo que é isso.

Ewertom
Ewertom
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Ta de brincadeira,o que foi mostrado hoje criou um tremendo hype em alguns jogos com grafismo excelente,Gostei muito do que vi,muito mesmo.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Ewertom
2 meses atrás

Eu de brincadeira? Fala isso para a maioria do público que achou um lixo! Vai nas enquetes do twitter e vê o resultado. Se vc achou incrível, tá junto com a minoria.

Ewertom
Ewertom
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Só não tô junto dos haters ,só teve Halo por acaso na conferência?Fable,State Decay 3,Forza 8,achou GT bonito?Forza ta no mesmo nível ou não não gosta de simulador!

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Ewertom
2 meses atrás

Gameplay, cara de next gen. Não tavam nem rodando no séries x. Halo foi confirmado que tava rodando em Pc. O da sony ao menos era tudo in engine e rodando em tempo real.
GT mostrou gameplay de dentro do carro e fora. Forza mostrou replay de segundos. Ainda não vê a diferença?
Agora se tá excelente para vc, blza. Gosto é gosto. O dinheiro é seu e você aplica onde quiser. A maioria dos games ali são exclusivos de lançamento apenas. Sairão na ps5 depois. Por mais que eu não tenha gostado dos games, pois não vi nada, só cinematic, ainda sairão no ps5. Exclusivo mesmo só Halo e jogos sem data e apresentação estilo comercial.
Por sinal, um amigo aqui acabou de falar comigo e vai desistir do séries x. O cara é fã de Xbox e comprou todos os consoles da Microsoft. Você é minoria, e minoria não sustenta indústria e nem empresa alguma.

nETTo
nETTo
Responder a  Ewertom
2 meses atrás

State 3, um teaser mentiroso pois todos sabemos o quão incompetente a nível técnico a UndedLabs é.

Fable, outro desastre, 2 anos de rumores pra em 2020 eles apresentarem um teaser de nada com nada, daqui a uns 3 anos quem saberemos do que se trata, tão dizendo que é um MMO, Poise.

Forza, a grande surpresa, pro lado negativo, nem a Turn10 que sempre foi ágio em desenvolvimento conseguiu ao menos mostrar gameplay. Bizarro.

Teve também as confirmações que Crossfire, The Medium entre muitos outros são apenas exclusivos de lançamento, ou seja, talvez um trimestre e lancem no PS5.

Hellblade 2, piada pronta, ao invés de soltar alguma coisa concreta, eles aproveitam pra agradecer os 3 milhões e fans que jogaram o game e soltar a informação importantíssima de que se passará na Islândia.

Os melhor jogo apresentado pra mim foi Psychonauts 2 e Dragon Quest 11 no gamepass, mas este sai até no PS4.

Esse foi o nível do showcase Xbox

Claro, na minha humilde opiniao

Livio
Livio
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

comment image

Vamos que tá pouco viu!

By-mission
By-mission
Responder a  Livio
2 meses atrás

Agora a sério a melhor parte são os memes…
comment image

Marco Antonio Brasil
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

Fernando concordo contigo sobre o Halo. Sua análise é sensata e algumas críticas estão exageradas no tom.
Mas podemos colocar boa parte da culpa na MS e seu marketing fake: ao dizer que Halo é “optimized series x” e que ser crossgen não afeta os jogos, não concordas que ela criou uma expectativa alta (e ilusória)? Tanto que agora já estão fazendo controle de danos ao prometer atualização raytracing após o lançamento:

https://www.eurogamer.pt/articles/2020-07-23-halo-infinite-crescera-com-o-tempo-com-novos-conteudos-e-melhorias-graficas?page=comments

bruno
bruno
Responder a  Marco Antonio Brasil
2 meses atrás

Marco isto e muito pior que controlo de danos…

Eles acabam de dizer que isto e o que tu vais ter para os proximos 10 anos de Halo.

Deto
Deto
Responder a  Marco Antonio Brasil
2 meses atrás

Como o pessoal já disse, virou GaaS.

bruno
bruno
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

Esta confirmado como saindo na ONE base a 60 fps?

Rui
Rui
2 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

No geral gostei da apresentação, mas esperava mais, dou um 3 em 5.
O halo infinity é um jogo 4k/60 open world crossgen, ainda assim penso que podia estar melhor, continuo a ler as comparações com o evento Sony, esse realmente teve imensos momentos “next gen” … tantos que nao me lembro de nenhum gameplay revolucionário mas pronto, é so aguardar pelos comparativos.
Ainda no evento, eu no geral gostei, mas fiquei desiludido com a falta de novidade da series S, gostei do forza, do fable, do halo +-, do medium e do everwild.
A minha nota ao artigo é a nota que dou ao xbox games showcase.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Rui
2 meses atrás

O artigo não tem absolutamente nada a ver com o evento. Vc está misturando as coisas. O artigo é um esclarecimento da velocity. Vc não entendeu ou discorda de fatos que o Mário apresentou? Pq discordar de fatos é bem complicado, né amigo?

Equipa PCManias
Responder a  Rui
2 meses atrás

Caro Leitor.
Sendo que o artigo em questão não é opinativo, mas uma série de dados baseados em situações que são conhecidas, e que acrescento mesmo, entretanto quase confirmadas (sei pela data de criação que este artigo foi escrito antes do Mário ir de férias, vejo que o que o Mário refere sobre o funcionamento do Velocity Engine está entretanto a ser igualmente referido por outras pessoas em outros locais), a sua nota só poderá ter justificação se tiver dados que comprovem algum tipo de situação errônea.
Nesse sentido agradeço que indique qual é para correção, pois se não o fizer terei se considerar a sua avaliação como algo equivalente a uma tentativa de descredibilização da página, e dado que o Mário não está cá, e a moderação, bem ou mal, está a meu critério, impedi-lo de postar mais até que o Mário regresse e decida o que fazer.

Rui Teixeira
Rui Teixeira
2 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Estava à espera desde artigo para tirar algumas dúvidas que tinha sobretudo sobre o SFS e as suas verdadeiras vantagens.
Pelo que percebi, não há tantas vantagens quanto isso, até me parece que em alguns casos há desvantagens. Além dos exemplos que o Mário já deu, coloco mais os jogos de mundo aberto, grande parte das texturas são totalmente visíveis e existem milhares de objectos em cena, e nestes casos parece-me que haverá uma perda em vez de um ganho, já que tudo estará a ser carregado a 2.4GB/s em vez dos 4.8 ou os picos de 6. A maior vantagem parece-me que possa existem em jogos lineares, sobretudo em cenários mais fechados, onde grande parte dos objectos estão obstruídos por outros.
Também me tenho perguntado se a PS5 não será algo parecido, isto tomando em conta a demo do UE5. Ora a demo usa texturas 8k em todos os objectos em cena, estes com milhares de milhões de polígonos que são descartados pelo GE. A dúvida que me surge é, de que serve carregar uma textura de um objecto que é totalmente eliminado pelo GE? Ou de que serve carregar totalmente uma textura de um objecto onde se verá apenas um polígono? Parece-me que algum na Sony iria pensar que isto é um desperdício e uma falta de optimização, isto numa consola que parece ter sido toda pensada na optimização. Pergunto-me se não serão os cache-scrubers a trabalhar aqui, ou algo que ainda não foi dito ou devidamente explicado, ou se sou eu que estou a entender mal isto tudo.
Seja como for, muito obrigado Mário por mais um excelente artigo!

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Rui Teixeira
2 meses atrás

Rui, o geometry engine elimina antes de ir para gpu. Não tem processamento o que não vai para o ecrã. O que não for visível, não é processado. Isso o Mário já explicou em outros artigos.

Rui Teixeira
Rui Teixeira
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

O GE apenas trabalha em eliminar polígonos, não texturas, tanto quanto saiba. Mas talvez o sistema avise que objectox com texturay foi totalmente eliminado e acabe por não carregar essa textura. O Mário e o Ricardo já deram um explicação rápida, obrigado!

Equipa PCManias
Responder a  Rui Teixeira
2 meses atrás

Caro Leitor
Nada nos garante que a PS5 não se consiga descartar das texturas invisíveis. Porque como é referido o SFS não é mais do que uma aplicação mais avançada dos Sparse/Tiled resources.

Rui Teixeira
Rui Teixeira
Responder a  Mário Armão Ferreira
2 meses atrás

Obrigado Mário e Ricardo pela explicação!

By-mission
By-mission
2 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Pah eu retiro tudo o que eu disse: aquilo estava a rodar em um PC Lol

…A demonstração do Halo Infinite estava em execução no PC e é “representativa” da versão Xbox Series X…

http://www.xboxygen.com/News/33969-La-demo-Halo-Infinite-tournait-sur-PC-et-elle-est-representative-de-la-version-Xbox-Series-X

Daniel
Daniel
Responder a  By-mission
2 meses atrás

A questão é; como que está a versão do One base? Será que valerá a pena lançar esse título crossgen sacrificando a atual e a nova geração? O que alguns não entenderam é que esse é o jogo de lançamento de Series X. E o pior; a microsoft não tem nenhum outro first party saindo junto com o Series X.
Talvez fosse melhor a Sony e a Microsoft lá atras (assim quando começou o problema do covid), assinarem uma carta de compromisso em lançar esse console no outro ano fiscal (pós março de 21). Não tivemos data do Forza pelo lado da Microsoft e nem Demons Souls e GT7 pelo lado da Sony, nada. O que deve amenizar um pouco são jogos second party como crossfireX, The Medium, Scorn, Kena, Godfall, etc. Penso que hoje, nada justifica o consumidor a adquirir um novo console, pois embora numa situação um pouco melhor, o grande título de lançamento da Sony é o dlc de Spiderman.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Daniel
2 meses atrás

Posso concordar com você se no evento de agosto a Sony não mostrar mais nenhum game day one do console.

Daniel
Daniel
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Agosto deve ser pra “hypar” o Ps5 com projetos em early developmente e anunciar o preço dos consoles. Em jogos fist party, o que não foi mostrado?
Eu sei que tem rumores de um silent hills, mas este, segundo os mesmos rumores, começou seu desenvolvimento no início de 2019 pela SIE Japan. Tem também o rumor de um novo estúdio da Sony em San Diego, que ficaria a cargo de Uncharted, mas esse começou a ganhar forma também no início de 2019. Outra opção seria um bloodborn 2, mas não faz sentido pelo demons souls remake e pela fromSoftware ter EldenRing no radar. A única opção, o que não é impossível, é alguma second com um AAA, ou vindo de um novo estúdio recém adquirido. Mas para o curto prazo, seria muita surpresa.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Daniel
2 meses atrás

Não se esqueça de god of war, que está sendo desenvolvido desde 2018. Mas deve vir mais coisas. Vamos ver.

Daniel
Daniel
Responder a  Sparrow81
2 meses atrás

Estou pensando para o lançamento do console; não acho que GOW seja para 2020. Só se a Santa Mônica fizer uma spin off como the Lost Legacy ou Miles Morales para entregar esse ano hahaha.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  By-mission
2 meses atrás

É pior do que imaginava. Meu deus hahaha

error: Conteúdo protegido