Amazon tambem quer ser o netflix dos jogos

A nível de estrutura, a Amazon poderá partir numa posição privilegiada face à concorrência com serviços equivalentes, nomeadamente a Microsoft e a Google.

Netflix dos jogos… A frase do momento. E curiosamente algo que entusiasmará mais aqueles que querem ficar com o negócio e uma espécie de monopólio semelhante ao que o Netflix possui, do que verdadeiramente os Gamers consciencioso que possuem a noção das consequências para os videojogos que um serviço deste tipo trará.

Seja como for, o netflix dos jogos é aquilo que todos desejam atualmente ser, e a Amazon é mais uma das empresas que quer entrar no negócio, havendo indícios que o fará já em 2020.

A ideia deste tipo de serviços é o alcançar aquele que é um mercado gigante de aparelhos uma vez que as barreiras da incompatibilidade do hardware basicamente desaparece, e como tal, basicamente qualquer aparelho dotado de um ecrã, um processador, e uma ligação à internet, com maior os menor facilidade na parte da acessibilidade/controlo do jogo, é capaz de o apresentar ao seu possuidor, para ser jogado com a qualidade gráfica máxima.

Há num entanto um senão, o facto de estes serviços requerem uma infra-estrutura de nuvem muito grande por detrás, o que leva a que nesta corrida nem todos partam na mesma posição.



Se actualmente a Sony é quem mais lucra com o streaming de videojogos, a sua infra-estrutura é relativamente reduzida, e fica atrás do que os maiores gigantes como a Google, Microsoft ou Amazon, todos interessados nesta corrida, podem oferecer.

A questão prioritária para estes serviços, e que torna as três empresas de cima as mais prováveis de serem bem sucedidas, passa acima de tudo pela localização geográfica dos seus servidores, uma vez que servidores mais afastados podem levar a perdas de pacotes e como tal perda de qualidade de jogo.

Mas dos três a Amazon é talvez quem poderá partir à frente. A empresa possui atualmente 32% do mercado de serviços Cloud, um valor bem acima dos 17% da Microsoft e dos 8% da Google, e não ignorando que a a empresa está associada desde sempre aos videojogos, não só pela venda física dos mesmos, mas igualmente porque a maior plataforma de streaming de video de jogos, o Twitch, é sua, o que poderá ajudar e bastante na promoção e implementação da empresa nesse mercado.



Posts Relacionados