As razões pelas quais a Xbox One S ainda conta como escolha, mesmo contra a PS4 Pro.

Perante a realidade de mercado, com as soluções da Microsoft a serem as menos potentes do mercado, a Xbox One parece ter sido relegada para um segundo plano até final de 2017. Mas na realidade a Xbox One S possui argumentos para poder ainda ser a escolha de muitos face à concorrência.

Nota: Texto introdutório do artigo alterado para se tentar evitar interpretações paralelas.

Uma consola é feita para jogar… e na perspectiva de máquinas de jogos que são, o fator decisório na escolha da mesma deve sempre ser os jogos, e isso acima de tudo o resto.

Nesse aspecto a Xbox é uma plataforma que, tal como todas as outras, conta com jogos exclusivos e que apenas podem ser jogados na mesma. E esses exclusivos, mais do que tudo o resto, são o que mais conta normalmente numa escolha!

Daí que para o fan informado, aquele que sabe o que quer, e quais as suas preferências a nível de jogos, a escolha de uma consola face à concorrência nunca fica em causa.



Mas para aqueles que não são verdadeiramente fans de nenhuma marca, a Xbox One S irá aparecer como a mais desfavorecida a nível de performances. No entanto, mesmo sendo assim, eis alguns pontos que abonam a favor da Xbox One S face à Playstation 4 Slim ou mesmo Pro. Note-se porém que, apesar de alguns artigos estrangeiros abordarem este tema com outros pontos, vamos apenas tocar naqueles que se adaptam à realidade Portuguesa.

  • Retrocompatibilidade com jogos da Xbox 360 – Esta é uma característica que não se pode ignorar dado que esta consola pode correr grande parte da lista de jogos existente para a Xbox 360, com a lista de jogos suportados a aumentar todos os meses. A Xbox 360 possui uma livraria de jogos gigantesca, com jogos de enorme qualidade e que podem agora ser adquiridos a preços tão baixos como 2 ou 3 euros. Este é por isso um ponto tremendamente forte a favor da consola, e que a concorrência não oferece.
  • Suporte para Mods – Torna-se difícil de dizer se este será ou não um ponto interessante para todos, até porque a abertura dos jogos ao público em geral para o acréscimo de alterações, poderá trazer problemas de estabilidade aos jogos, assim como problemas de segurança da consola. E problemas que advenham destas situações podem depois passar uma imagem, aos menos informados, de problemas na consola em si. Esse é o motivo pelo qual os criadores de jogos não são todos a favor de Mods!
    Nesse sentido a Sony proibiu o uso de Mods nas suas consolas, mas a Microsoft permitiu os mesmos.
    No entanto, se para ti os chamados MODSs são relevantes, a XBox One S suporta-os.
  • O preço face à PS4 Pro – Apesar de esta vantagem não se aplicar face à PS4 Slim que é vendida ao mesmo preço, face à PS4 Pro a Xbox One S é 100 euros mais barata. Naturalmente aqui temos de clarificar que o que a Xbox One S e a PS4 Pro oferecem está longe de ser a mesma coisa, com a PS4 Pro a ser mais de 3x mais potente graficamente do que a Xbox One S. No entanto para quem está apertado de dinheiro, as versões base de ambas as consolas, XBox One S a PS4 Slim, são as consolas a ponderar.
  • O output a 4K – Apesar de que não podemos confundir as capacidades 4K da One S e da PS4 Pro (veja este artigo para perceber as grandes diferenças), a S pode re-escalar os jogos Xbox para TVs 4K, algo que a versão anterior não fazia. É assim, uma vantagem face à versão anterior, e mesmo face à PS4 Slim que não possui esta capacidade.
  • O leitor de Blu-Ray capaz de ler filmes 4K – Se és um fan de cinema e usas o formato físico como preferencial, a Xbox One S é a única consola no mercado capaz de ler os Blu-Ray com filmes Ultra HD. A PS4 Slim, pela sua incapacidade de re-escalar para 4K, não pode visualizar estes filmes, nem mesmo por Stream, tendo de se ficar pelas versões 1080p. A PS4 Pro pode no entanto reproduzir estes filmes, mas apenas por Stream uma vez que o leu leitor não suporta o formato.
  • O HDR – Atualmente, com excepção da Xbox One original, todas as consolas de mesa do mercado suportam HDR. A PS4 original e a Slim receberam o suporte graças a uma atualização do seu firmware! No entanto, numa vantagem apenas face à PS4 original e à PS4 Slim, o HDR da Xbox One S funciona em filmes e em jogos. Já na PS4 e PS4 Slim o suporte estende-se apenas a jogos. O motivo é simples, o HDR está associado aos filmes 4K, e a ausência de suporte a esta resolução nestas duas consolas (apesar de teoricamente ambas poderem apresentar 4K a 24 fps), fazem com que o suporte da S a este formato se revele superior. Já no que toca à PS4 Pro, o suporte é idêntico ao da Xbox One S.

Como vemos, estes são pontos que contam a favor da Xbox One S. Podem ser ou não considerados importantes, dependendo da relevância dada a cada um, mas isso não invalida que sejam pontos únicos e a seu favor. Daí que uma coisa é certa, argumentos a Xbox One S possui!





Posts Relacionados