Benchmarks do Zen 2 colocam Intel em maus lençois. CPU Ryzen de $500 deve bater um i9 de $1700

A confirmarem-se os valores destes benchmarks, a Intel tem um sério problema entre mãos!

Apesar de não existir muita informação sobre a próxima geração de CPUs Ryzen, os Zen 2 a 7nm. Se os Zen já tinham aproximado a AMD das performances da Intel, tornando a AMD competitiva devido aos seus preços bem mais acessíveis, as melhorias do Zen 2 estão a tornar os entusiastas muito excitados.

Agora AMD lançou alguns Benchmarks do Zen 2 e, pelo menos nestes testes, os processadores da AMD estouram com as performances e preços dos da Intel.

O benchmark foi feito com um Zen 2 de 8 núcleos e 16 threads, sem que fosse especificado qual o modelo do CPU, mas independentemente de qual foi, a realidade é que, de acordo com a tabela de processadores e preços da AMD, os resultados são fantásticos



Como podemos ver, o ZEN 2 de 8 núcleos mais caro é o Ryzen 5 3600X, com um preço de 229 dólares. E segundo os Benchmarks, ele supera o Intel i9-9900K que possui um custo de 500 dólares.

O benchmark não é exactamente uma amostra de performance no mundo real, e muito menos quando é apenas um. Neste caso foi o Cinebench R15 e onde o Zen 2 obteve uma pontuação de 2,057 pontos, batendo o Core i9-9900k que obteve 2,040 pontos.

Os sistemas de testes possuiam todas as especificações idênticas, sendo ainda de destacar que o Zen 2 gastou 130w-132w, ao passo que o i9-9900K gastou 180w.

Ora se este processador, que é entrada de gama consegue bater um i9-9900K, a realidade é que tal colocaria a intel em muitos maus lençóis pois face aos processadores mais poderosos e aos preços da AMD, esta não teria hipóteses de competir.

Olhando para estes valores um AMD Ryzen 9 3850X será capaz de passar um Intel Core i9-7960X. O 3850X irá supostamente ter boost de relógio até 5.1 GHz, ao passo que o Core i9-7960X atinge os 4.40 GHz. O 3850X tem um TDP de 125w ao passo que o Core i9-7960X tem um TDP de 165W.

Face às diferenças de preço, uma vez que o AMD Ryzen 9 3850X custará $499, o Intel Core i9-7960X de 1700 dólares parece em muitos maus lençois.

Mas para certezas há que se ver mais benchmarks, e acima de tudo testes de mundo real. Daí que nesta fase fica apenas a notícia que, pelo menos no que toca a este tipo de benchmark, Os CPUs da AMD estão a apertar a Intel.

 

Fonte



Posts Relacionados

60
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
56 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
9 Comment authors
FernandoCarlos ZidanedanielEwertombruno Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest
Notify of
Edson Romagna
Visitante
Edson Romagna

Incrível!!!

Valério Fernandes
Visitante
Valério Fernandes

Quero ver o preço cá em portugal… Lá fora são esses valores, cá a vontade uns 650€, e será muito difícil bater… Até agora não bateu, mas a ver vamos…
Espero que sim porque irá haver mais rivalidade e melhores preços para os consumidores de Intel

Ewertom
Visitante
Ewertom

Eu posso estar errado,mas acho que na next gen teremos como CPU o modelo Ryzen 9 3800x e uma GPU aos moldes da Radeon 7,pois até 2020 os custos destes chips cairão bastante,possibilitando assim um console a $500.

bruno
Visitante
bruno

Nao e assim que funciona. A AMD so diminui precos se a isso for obrigada. E o preco de um CPU de 16 nucleos cuja performance por nucleo e bem capaz de ser igual a de um core i7 de alguns anos atras ja e bem competitivo. E por esta noticia, nao ocorrera tao cedo.

Alem disso, no proximo ano a AMD nao continua com estes… lanca novos modelos mais poderosos e estes desaparecem.

Ha no entanto uma hipotese – e que a Intel ja anunciou uma nova arquitetura para suceder a Core atual… E se for um salto tao significativo como Ryzen foi para o Steamroller… entao as consolas definitivamente tem esperanca. Eu bem esperaria que sim, porque uma consola com um Ryzen de 16 nucleos… meu Deus!

Edson Romagna
Visitante
Edson Romagna

Seria bom ou ruim, Bruno?

Ewertom
Visitante
Ewertom

Obrigado pelo esclarecimento @Bruno e eu também acho se fosse utilizado um de 16 nucleos ai sim teríamos um console potente e um salto ainda maior em todos os sentidos como IA e cenários ainda maiores e bem mais detalhados.
O duro seria o preço a ser atingido por $500,se for acima é um risco.

daniel
Visitante
daniel

Cara, um 8/16 já segura de boa essa nova geração. Isso é infinitamente, mas infinitamente superior, a nível de cpu, do que foi a passagem do ps3/360 para o ps4/one. Acredito que a nível de gpu, também estará bem servido, pois temos a NAVI esse ano e ARCTURUS em 2020, vindo da AMD. O grande problema ao meu ver, é a memória ram dos próximos consoles, pois parece que não são nada baratas. Menos de 16 gb é suicídio, mas para a microsoft, que quer continuar tendo uma besta a la xbox one x na próxima geração, isso pode não ser suficiente.

Ewertom
Visitante
Ewertom

Penso @Daniel que vira com 20 giga de memória GDDR6,eu preferiria a HBM2 pela velocidade e algumas particularidades,mas a GDDR6 alem de mais barata fica muito perto da memória HBM.

daniel
Visitante
daniel

Tanto a ps5 quanto o new xbox não vão ser baratos. Por isso, o rumor de dois consoles, um mais básico(1080p), e um mais parrudo(4k), pelo lado da microsoft, faz sentido. O one x que é o “monstro”, utiliza uma rx 580 com esteroides como gpu, com uma cpu de notebook + 12gb gddr5, mas com a sacada de ter vindo com 384 bits. Posso estar enganado, mas a primeira leva da NAVI, na melhor das hipóteses, fica entre uma rtx 2060 e rtx 2070. Você acha que gpu aos moldes de radeon 7 (+ ou – rx 2080) + 20gb gddr6 + ryzen 8/16 custará barato, mesmo em 2020 em um console? Sem contar engenharia, marketing, periféricos, hds, etc. A conta não fecha, mesmo as empresas comprando milhares e milhares de peças. Até por $500 dólares, um console next gen”ideal” fica inviável. Sei que tecnologia avança, mas tirando o cpu, é impossível a microsoft lançar um sucessor do x, com o dobro de memória ram e o dobro de gpu sem cobrar por isso. E a Sony também não pode fazer feio, até porque ela só saiu muito na frente no início da geração por ter o console mais poderoso (ao meu ver, foi o fator determinante).

Ewertom
Visitante
Ewertom

Tambem estou muito preocupado com fator preço,que pode ser na casa de $500 a $550 para termos algo bom.

Fernando
Visitante
Fernando

Tem um leak no Reddit do suposto Scarlet X, é bem recente:

8 cores 3,3Ghz
4096 núcleos, serie Arcturus 1400MHz
22GB de RAM, barramento de 352 bit, semelhante as novas Nvidia, provavelmente GDDR6.

Pode ser falso, mas também pode não ser. O Windows Central vazou que a Microsoft esta trabalhando em dois consoles, um que substitui o Xbox S como maquina de entrada e para publico de massa, e um modelo de entusiastas para substituir o X.
Eu não aposto que serão feitos consoles para 1080p, eu aposto que os atuais X e Pro podem ser deixados para essa finalidade, limitados a 30fps, mesmo que com quedas.
É notório que financeiramente sera impossível ir além de 2x o poder de GPU do X. Apenas isso já bate quase 290w de consumo só em GPU mesmo com 7nm.
Então eu acho bastante provavel o seguinte cenário:

PS5 com preço na casa de 400 dólares, desempenho em torno de 8-9tflops
Xbox Scalert S na casa de 300-349 dólares, desempenho entre 7-8 tflops.
Xbox Scarlet x na casa dos 500 dolares ou um pouco mais, desempenho na casa de 11-12tflops, sendo que ele existirá principalmente para levar a coroa dos melhores gráficos e propaganda de marketing.
A estratégia seria incomum no mercado, mas um console mais barato com design semelhante ao modelo mais caro, sem truques estranhos de ESRAM não deve ser dificil para programadores multiplataforma como tem sido atualmente para o One S.
Não acredito em PS5 Pro dessa vez, talvez só se o mercado não estiver bom para a Sony. A Microsoft tem muito mais motivos para ter diferentes SKUs logo de cara, ganhar o publico de massa com um hardware mais barato mas ainda competente, brigando na resolução de 1440p, e outro console para ser a maquina 4K que eles precisam para o marketing da marca. O PS5 seria o hardware do meio termo, ainda teria bastante sucesso, mas não uma vitória fácil.

Só alguns adendos:

Navi e arcturus são versões de GPU da mesma arquitetura, talvez com alguns recursos diferentes, assim como Polaris e Vega.
Navi na verdade é a serie substituta da Polaris, e Arcturus é o substituto da Vega.

Os rumores de especificações podem estar errados, mas o Jez Corden, é uma fonte muito próxima da Microsoft, assim como Brad Sams e eles vazaram coisas parecidas. Independente do que os numeros são, é uma realidade que a Microsoft tem dois skus diferentes, um é para bater o menor o preço e outro para ser a maquina mais poderosa da próxima geração.

Fernando
Visitante
Fernando

Nao disse que é o nome da arquitetura, e sim de uma GPU da nova arquitetura, sentido se levarmos em consideração que a AMD costuma utilizar alguns nomes relacionados, tipo Vega e Arcturus são grandes estrelas do universo, por isso são nomenclaturas das placas de ponta. Navi também não é uma arquitetura, é o nime de uma GPU da nova arquitetura, que basicamente foi desenhada para a gama média. Ela vai substituir as GPUs Polaris, mas não vai bater a performance da Radeon VII também conhecida como Vega 2.
De resto, eu nao acho que haverá consoles de 8 tflops rodando jogos em 1080p, na verdade pra mim o 1080p ja era na proxima geração, as TVs 4K estão mais baratas do que nunca, se os desenvolvedores quiserem suportar esse público, ou farão por meio de super sampling ou deixarão para Ps4 Pro ou Xbox One X. No mais, por que um console de 8 ou 9 tflops e um de 12? Um console de 8 tflops com reconstrução temporal e sem limites de CPUs fracas seria quase a fidelidade gráfica de um de 16tflops. Um console de 12 tflops na mesma situação seria quase os 24tflops. E o mais importante, dessa cez estou sendo realista quanto aos rumores de nova geração. Nunca mais veremos um console tomar a liderança ou empatar em números com uma GPU de ponta, principalmente pelo preço. Pouco anes da atual geração tinha rumores de que os consoles estavam na casa dos 3,5 – 4 tflops e eles chegaram bem longe disso. Olhando para o que existe no mercado, pelas declarações de desenvolvedores, analises da digital foundry e histórico dos consoles, principalmente em consumo de energia, estou assumindo que 12 tflops é o limite para uma máquina cara, onde talvez o fabricante tenha que ter prejuizo para vender a 500 dolares, mesmo daqui a 2 anos.
E as estratégias fazem sentido para as empresas, a Sony é tradicional, vai querer lançar uma maquina única e manter os 400 dolares. A Microsoft é quem precisa abraçar a massa com um console mais barato mas também manter o marketing da maquina mais potente, do console de entusiasta que bate de frente com um PC, mesmo que não o faça plenamente e é a empresa que consegue suportar um perda financeira por unidade de um produto que não sera de massa e altas vendas enquanto ganha com serviços, software e a unidade mais barata.

daniel
Visitante
daniel

Não tem como colocar o one x e o ps4 pro de console base porque um cpu zen 8/16 é infinitamente superior ao jaguar 8 núcleos. O Carlos já demonstrou isso em artigos passados, nem os limitando a 30 fps. Eles mal conseguem aguentar isso hoje,imagine daqui a 3 anos. Se for pra ter 2 consoles novos, serão inéditos, com arquitetura semelhantes e compatíveis, mudando ram, e gpu e outras perfumarias, mas mantendo cpu. Como o Carlos disse, não tem porque ter consoles com 8 teraflops, até porque o salto foi de 1080 para 4k. A não ser que 2.5 k se torne padrão em tvs junto com 4k, mas isso não faz sentido por questão mercadológica. Tvs 4k tem quase o mesmo preço da 1080p. Implantar uma tecnologia nova como o 2.5 k em massa,no início pode fazer a tv ser mais cara que 4k, e isso é ilógico. Países como o Brasil, México, dentre outros subdesenvolvidos, um console 1080p com gamepass e live gold por uns 3 meses incluído (só um exemplo), com preço baixo, venderá igual água no deserto.

daniel
Visitante
daniel

Desculpa Mário, troquei seu nome kkkkk. Estou estudando enquanto participo do fórum. No caso, são os seus artigos mesmo.

Fernando
Visitante
Fernando

Eu não acho que seja possível 12 tflops, Zen e gddr6 com preço de 400 dolares, isso é utópico. Outra coisa, numeros não são regra, ainda mais se estivermos considerando um arquitetura nova. A Nvidia está a anos igualando ou superando a performance de GPUs AMD que tem muito mais tflops de capacidade.
Outra coisa, o assunto pode render muita discussão mas RDR2 é o tal “nivel PS4 de gráficos” em um mundo aberto mais complexo e fotorealista que o estilo cartunesco de Horizon Zero Dawn e está em 4K nativos, com frame rate mais estável e melhores texturas nos 6tflops do Xbox One X.
Logo, uma arquitetura nova com algo entre 8 até 9 tflops utilizando de 1440p como resolução base certamente seria uma evolucao considerável sobre o PS4 mantendo a meta de bater 400 dólares. É nisso que eu aposto, e não na repetição da mesma GPU atual com mais potencia.

Os numeros de performance eu estou estimando mas a existência de dois SKU, o S e o X, para diferentes públicos é algo já adiantado pelo Jez Corden. A necessidade da coroa dos melhores gráficos também é algo dito tanto por Jez, quanto por Brad Sams e até pelo próprio Phil Spencer ao falar que a mesma equipe do Xbox One X esta se certificando de que o proximo console deles vai ser o benchmark da próxima geração.

Fernando
Visitante
Fernando

Nao vai ser Zen 8/16, as vezes a gente sonha muito e esquece que estamos falando de consoles que precisam bater uma margem de preços muito apertada. Vai ser Zen 8/8 com chips voltados para baixo consumo. Agora onde o PS4 base e o Xbox One estão patinando para manter 30fps, o X e o Pro atualmente estão se segurando, e como eu disse, eu naoos espero como consoles base, e sim como produtos que recebem os jogos da forma que aguentam. Não existe nada de tão impactante que sera utilizado nos proximos 3 anos que fara com que a nova geração rode em 30fps apertados. Na verdade tem relatos de pessoas que estão dizendo que eles estao mirando em 60fps como norma de proxima geração.

daniel
Visitante
daniel

Não acho que seja questão de sonho, mas sim o único modo de se ter uma verdadeira next gen é pela cpu. Do ps3 para o ps4 tivemos um aumento de 16 vezes de memória ram, e 9 vezes no poder bruto na gpu. E olha que muita gente ainda reclama, e acha que foi o pior salto geracional ein ( e de fato foi kkk). Partindo do princípio que a tendência que esses saltos vão ser bem menores na próxima geração, a cpu tem que se sobressair, e muito. Vamos esperar esse Zen 2 ser lançado, mas o PREÇO DE VAREJO que muitos insiders vem relatando de um “mero” ryzen de entrada de 7nm por 100 DOLETAS com 6 núcleos e 12 threads,sem falar no tdp, torna tudo isso muito possível. Não dá pra afirmar, mas núcleo zen 8/16 é o mínimo que se deve esperar para os novos consoles.

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

Essa teoria de um console 1080p e outro 4K de partida pra próxima geração, me parece muito boa. O mesmo CPU para que possam rodar exatamente os mesmos jogos, no mesmo framerate e detalhes gráficos, porém, mais barato para as massas de consumidores que não teriam tantas condições de comprar um super console 4K e talvez até a TV também, e o outro, poderia se libertar pra ser mais caro e trazer 4K e um GPU potente sem ser odiado pelo preço salgado, seria esse para quem pode comprar algo premium, porém o outro mais barato, não deixaria ninguém pra trás na questão de serem os mesmos atributos exceto, a resolução e um HDR por exemplo.
Se tem uma forma de reverter a “cagada” desses meio de geração pra mim, seria essa, e é o que eu faria.

Como pesquisa pessoal, poderiam por gentileza os leitores e Mário, me dizer se aprovam ou discordam desse modelo que propus no comentário? Obrigado.

Ewertom
Visitante
Ewertom

Eu discordo,por alguns fatores @Zidane.Prefiro jogos a 4k como padrão de imagem e pelo menos 60 fps. Hoje temos a tecnologia preparada para tal.
Pois como o @Mario mesmo disse lançar um console a 1080p,não seria uma boa jogada,comparado ao que temos hoje,pois haveria um desequilíbrio em game play,seria como competir uma corrida onde uns dos carros é muito mais potente e veloz.

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

Na proposta acima justamente explico que seria única diferença a resolução e consequentemente o preço pra pessoas de lugares mais humildes como o terceiro mundo, que vários ainda nem entraram na atual geração, imagine em 4K 60fps.
Agora framerate, fisica e I.A. por exemplo, seriam as mesmas. Porém como necessitaria GPU mais simples o preço cairia na versão standart.
O que me incomoda é se lançarem um agora e depois de 2/3 anos vier outro que deixe o anterior ultrapassado, como houve nessa geração.

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

Uma coisa que me irritou nessa geração e gostaria acima de tudo na próxima, seria a questão do framerate ser maior ou no minimo estável nos 30.
Sei que historicamente o console é 30fps, mas, nada impede tal avanço, não estão querendo avançar até pra coisas surreais como streaming 4K de jogos… Pois então, mudança de paradigma é possível.
Quando estava lá no RDR2, dava pra notar que os FPS estavam caindo feio, parecia estar a uns 20/24 fps quase uma experiência cinematográfica. Isso pra mim tira demais o prazer de jogar.

Lembro que na época do Super Nintendo (guardadas as devidas proporções) o gameplay era bastante suave, constante e não se sentia lentidão. Era agradável, porém agora esses framerates baixos estão a me tirar do sério.
Ir pro PC seria a solução mas, se lá eu estivesse, não teria jogado alguns dos melhores jogos dos últimos tempos.

Por isso se me perguntarem de 4K ou 60fps, prefiro infinitamente a fluidez, apesar de saber que não tem que se perder um pra ter o outro.
Esses CPU’s que se especula da nova geração me empolgam justamente por isso, a possibilidade de mais fluidez.

Fernando
Visitante
Fernando

Não sei qual versao do RDR2 joga mas eu tenho experiencia com as versões dp Xbox One X e do Fat, pois tenho os dois em comodos diferentes da casa. Ha quedas nos dois mas muito raras no X, basicamente alguns locais específicos, e mais em momentos de interação com objetos. Calaramente um gargalo de CPU. Mas no X ocorrem infinitamente menos do que no Fat.

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

Minha é a versão PS4 fat, mas aquilo lá sequer dá 30 dúvido muito, naqueka cidade de Saint Denis… Pelo amor de Deus, acho que cai a 15 frames as vezes, se fizer movimentações bruscas ou ir muito rapido com o cavalo já se vê o slow down.
O One X acredito deva ir melhor pois com todo esse hardware não é possível também né. Só não compro um porquê não sei quando chegarão os novos, e é muita grana pra ter que trocar em 1 ano de uso.
Bom, voltando ao assunto, é engraçado que em jogos como HZD que parece bastante pesadinho também, não acontece isso. Mas fiquei muitos anos no PC deve ser por isso me incomoda tanto essa taxa dos consoles.

Fernando
Visitante
Fernando

Acredito ser por características de motor e otimizações específicas que só existem nos exclusivos.

daniel
Visitante
daniel

Todo mundo prefere que uma nova geração seja 4k/60, só que fazer isso, sendo uma verdadeira evolução tecnológica de um xbox one x se torna caro, alias, muito caro. E numa nova visão de que os serviços como gamepass e ps now vão ser cada vez mais importantes para o lucro das empresasas, lançar um console em 1080p, nos moldes que o @Zidane disse acima, com uma mesma cpu, mas com gpu e até memória mais modesta (gddr5), abrange um maior potencial de clientes. Lembre-se que o mundo é muito extenso, e pouquíssimos países tem poder aquisitivo de comprar em massa o que há de mais moderno em tecnologia. O ps2 e 360, foram sucesso não por serem os mais poderosos de sua época, mais sim por serem acessíveis ao consumidor. Você conseguindo abranger tanto o casual, quanto o hardcore em uma única tacada pode ser uma jogada inteligente, no ponto de vista dos negócios.

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

Obrigado pela resposta, você entendeu meu ponto.
Não sou entendido como os colegas mas, se um console 8/10/12 Tflop consegue 4K sendo os 2 últimos new gen por pouca margem que seja, pra FullHD são 1/4 da potência pro mesmo resultado em resolução 1/4 da versão premium se não estou em engano, uma GPU dessa tem que ser mais barata. Nessa conta são 3 ou 4 Tflop no caso mais intenso.
Se não for assim, desculpem o engano.

bruno
Visitante
bruno

A discussao esta interessante! Alguns pontos que quero acrescentar:

Ao Edson que me fez uma pergunta: se a Intel conseguisse introduzir uma nova arquitetura que representasse um salto da mesma proporcao que o Ryzen foi face ao bulldozer, seria mau para a AMd mas optimo para as consolas. O Ryzen tornando-se topo de gama, vemos os precos a aumentar, pior para as fabricantes. Sendo ultrapassado, a AMD tem todo o interesse e impor os seus topo de gama, logo em que as consolas o suportem. E a Sunny Cove da Intel promete melhorias extensas face ao atual (mas nao sei se sera esse salto)

– Ao Fernando, sobre o hardware:

1. estou a gostar de ler as tuas previsoes, porque sao realistas, embora continues a ver o lado verde da coisa (mas porque diabo a Sony nao apostaria tambem num duplo SKU? Nota-se a distancia que essa sera a decisao da MS e e a unica coisa que impede um arranque lento da nova geracao quando toda a gente estiver a espera do SKU mais poderoso – e a decisao mais sensata e logica para apagar a borrada que foram as consolas de meio de geracao), mas queria acrescentar que os consumos que tens sao os consumos com as velocidades de relogio anunciadas. A Vega corre a 1800 Mhz, os Ryzen com velocidades acima de 3.5Ghz (4 no caso do de 16 nucleos e acho que 3.2 GHz sera o necessario). Isso permitira uma diminuicao no consumo energetico (em que grau depende da arquitetura)

2. Os precos nos GPUs estao inflaccionados (devido ao mining). Como me farto de repetir, jadeviamos ter tido GPUs maiores ha mais tempo. A nVidia, por exemplo, ja supera em numero de cuda cores os stream processors da Vega. A Vega II, so e topo de gama porque a AMD assim o quis. Nao havendo o limite das 64 CU na GCN ja terias GPUs com o dobro da performance (seria possivel diminuindo a velocidade de relogio). Uma Vega hipotetica com 128 CU (se o limite nao existisse), a uma velocidade de relogio da X da-te 19 Tflops! E eu espero que este seja uma das coisas que a proxima arquitetura ira resolver.

3. Acho que a introducao da HBM3 ira permitir equilibrar as coisas no mercado das memorias. Em todo o caso, uma das graficas usadas para fins prodissionais da AMD que foi lancada ha uns tempos (acho que 1 ou 2 anos) atras usava SSD como RAM. Nao sei como se comporta em termos de velocidades, mas sera possivel ter mais de 64 Gb de RAM a menos de 20$. (o probelma seria, mais uma vez, a velocidade de acesso).

Por ultimo, o que noto nestas discussoes e que quando se fala num lancamento agora (2019) ou no proximo ano (2020) com o que se sabe agora, ha pessimismo nas especificacoes. Por outro lado, as pessoas parecem perfeitamente contentes em receber titulos como DmC 5 ou RE2R elogiando o aspeto grafico… Portanto, porque uma proxima geracao?