Com o 100% digital torna-se possível um utilizador perder tudo o que tem, e ver a sua consola bloqueada na rede.

A situação foi levantada devido ao sucedido com um utilizador que foi banido da PSN por ofensas racistas. E tal levanta agora a preocupação sobre se num futuro 100% digital a coisa não será ainda bem pior.

Um utilizador da PSN foi banido da rede pelo período de um mês devido a comentários extremamente racistas efectuados durante um jogo online.

Apesar de a punição ser leve, e temporária, o utilizador perdeu o acesso a todos os jogos digitais que possuía, sendo que só poderá voltar a aceder aos mesmos após o levantamento da punição.

Apesar de as pessoas concordarem com a punição, a situação levantou a questão de como o digital coloca os conteúdos e mesmo as consolas das pessoas nas mãos de terceiros, que podem, com ou sem razão, cortar-lhes o acesso aos jogos, e mesmo bloquear a consola, seja de forma temporária ou definitiva.

Tal é uma situação que nunca aconteceu com os jogos físicos, onde as pessoas, mesmo que banidas do online, poderiam continuar a aceder aos seus jogos.



Quer se queira ou não, esta é uma situação que se promove com a adesão a produtos digitais. Ver o acesso aos serviços, aos jogos que se possui ou mesmo a consola bloqueada, seja temporariamente ou para sempre. Numa consola 100% digital, que requer ligação a servidores para funcionar, um corte no acesso por uma string identificativa da consola pode tornar a mesma num pisa papeis.

Esta situação coloca o utilizador nas mãos de critérios de terceiros, bem como de eventuais hackers que podem eles mesmo, bloquear sistemas, ou fazer-se passar pelo dono da conta, arranjando pretextos para o seu bloqueio, e causando a perda de conteúdos, ou mesmo o bloqueio permanente da consola.

Enfim… é mais uma situação que advém do digital, e algo com que as pessoas que pretendem aderir a este tipo de situação terão de viver e aceitar.



Posts Relacionados

newest oldest
Notify of
José Galvão
Visitante
José Galvão

Acho bem que seja banido, até devia ser por mais tempo, agora não concordo que lhe seja negado o acesso ao que comprou, deve sim ser barrado na interação com terceiros.

Ter toda uma biblioteca de jogos dependentes de um mail e pass faz-me imensa confusão.

Brunoab
Visitante
Brunoab

tem certeza que ele não perdeu o acesso aos jogos da PSN, pq a conta banida era a titular dos jogos MAS não era ativada como principal?

ou seja, era uma secundaria que so funcionava on line.

Eu acho que no caso da PSN foi isso, e é bem cara desses lixos humanos neonazistas se fazerem e vitimas:

“ai nossa, chamei um negro de macaco e fui espancado, sou vitima”

“ai nossa, uso conta secundaria SEMPRE ON LINE na PSN e fui banido por 1 mês, agora fiquei sem acesso aos jogos”

Tenho certeza que foi isso, nazista, racista, homofobico, machista etc adora fingir ser vitima.

Claramente é a procura de atenção, deve ser INSEL tb.

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

Nesse caso aí é mais que justificado. Não sou desse pessoal enviesado, porém é óbvio que isso deve ser combatido.

Porém veja aqui a preocupação maior sobre o 100% digital: não que eles possam apenas ter algum problema técnico e apague sua conta ou por erro do sistema ou ataque hacker (que deverá ser um desafio maravilhoso pra eles) pra que a pessoa tenha que talvez entrar na justiça pra provar que é dono de tal conteúdo (que dor de cabeça), ou que o jogo que você mais gosta não está dando lucro e em breve será encerrado e você não poderá fazer muita coisa, mas o pior é imaginar que a Sony ou a Microsoft ou o Google podem uma bela manhã acordar e decidir que não está tendo retorno satisfatório, então, feche seus servidores ou decrete falência da divisão pra ser mais prático, e se você quiser jogar, bom, compre um console retrô.
Jogos não são filmes e séries, não dá pra comparar com Netflix, principalmente jogos multiplayer, esses tem dependência total, bastou não ter muita gente interessada e você só terá um lobby vazio pra percorrer.
O digital pode existir mas nunca como única opção, alguém tem que manter o físico ainda por algumas décadas. Quem fizer tenho certeza que terá clientes.

Vitor Calado
Visitante
Vitor Calado

Os jogos que eu comprei em formato digital são meus e posso jogá-los offline, agora os jogos alugados ou através de subscrição como os jogos disponibilizados no LIVE da ONE (os da 360 continuam a funcionar offline) ou no EA access esses deixam de funcionar, exactamente da mesma maneira que deixam de funcionar se eu deixar de pagar a subscrição, no fundo o banimento funciona como uma expulsão dos serviços de subscrição não considero que esses jogos sejam perdidos pois não se pode perder uma coisa que nunca foi nossa era um aluguer

bruno
Visitante
bruno

Nem sempre.

Eu tinha uma conta na PS3, quando a comprei que configurei mal – na altura ainda nao tinha experiencia com isto e fiz uma grande asneira tendo registado a contra numa conta de e-mail de terceiro (enganei-me ao introduzir o e-mail e nem sei como!)

Ora foi nessa mesma altura que o grande problema da PSN se deu e eles decidiram ofertar 2 jogos em compensacao. Recordo-me que quando detectei o problema apressei-me a criar uma outra conta. Felizmente nunca tive problemas de mais com pagamentos, mas o caso poderia ter sido grave.

O meu ponto e – criei uma outra conta e apressei-me a eliminar a primeira. Mas como resultado perdi os dois jogos ofertados, aos quais nunca mais tive acesso bem como os poucos jogos que tinha adquirido antes.

Uma conts banida permanentemente,se o utilizador a eliminar – e mais cedo ou mais tarde tera que o fazer, pode levar a que se percam todos os titulos la presentes.