Como estão as consolas servidas de jogos exclusivos?

Jogos vendem consolas e consolas vendem jogos, sendo que nesse campo os exclusivos são essenciais. E nesse campo, conta não só a qualidade como a quantidade da oferta! E é exactamente a oferta dos jogos colocados disposição do cliente que vamos analisar aqui!

Atualmente temos três consolas no mercado, a PS4, a Xbox One, e a Switch, sendo que sobre esta última é um pouco prematuro falar, dado que a mesma está no mercado à pouco mais de um mês.

Seja como for, quando analisamos os jogos exclusivos vemos valores muito diferentes para todas as consolas. E apesar de os valores da Switch serem prematuros para serem comparados, a disparidade na disponibilidade de jogos entre a PS4 e a Xbox One mostra claramente os motivos do sucesso da consola da Sony.

Os dados que aqui apresentamos foram compilados pelo Gematsu para a PS4 aqui, a Xbox One aqui, e a Switch aqui, sendo que eventuais erros ou lacunas não são assim da nossa responsabilidade.

Eis então a lista de todos os jogos retalho e digitais, existentes e anunciados, para cada uma das consolas, sendo que aqui consideraremos a totalidade dos jogos existentes, incluindo alguns que em alguns países necessitam de importação:

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Nintendo Switch

Jogos retalho no mercado (4)

  • 1-2-Switch (Nintendo)
  • Dragon Quest Heroes I•II for Nintendo Switch (Square Enix)
  • The Legend of Zelda: Breath of the Wild (Nintendo)
  • Super Bomberman R (Konami)

Jogos digitais no mercado (10)

  • Blaster Master Zero (Inti Creates)
  • Fast RMX (Shin’en Multimedia)
  • Human Resource Machine (Tomorrow Corporation)
  • Little Inferno (Tomorrow Corporation)
  • New Frontier Days: Founding Pioneers (Arc System Works)
  • Othello (Arc System Works)
  • Snipperclips: Cut It Out, Together! (Nintendo)
  • Soldam: Blooming Declaration (City Connection)
  • Voez (Flyhigh Works)
  • World of Goo (Tomorrow Corporation)

Jogos retalho a serem lançados e já anunciados (15)

  • Arms (Nintendo)
  • Cave Story+ (Nicalis)
  • Disgaea 5 Complete (NIS America)
  • Fire Emblem Untitled Project (Nintendo)
  • Fire Emblem Warriors (Nintendo)
  • Minna de Waiwai! Spelunker (Square Enix)
  • No More Heroes Untitled Project (Grasshopper Manufacture)
  • Project Octopath Traveler (Square Enix)
  • Rayman Legends: Definitive Edition (Ubisoft)
  • Seiken Densetsu Collection (Square Enix)
  • Shin Megami Tensei Untitled Project (Atlus)
  • Super Mario Odyssey (Nintendo)
  • Splatoon 2 (Nintendo)
  • Ultra Street Fighter II: The Final Challengers (Capcom)
  • Xenoblade Chronicles 2 (Nintendo)

Jogos digitais a serem lançados e já anunciados (11)

  • GoNNER (Raw Fury)
  • Graceful Explosion Machine (Vertex Pop)
  • Hollow Knight (Team Cherry)
  • Kamiko (Skipmore)
  • Mr. Shifty (TinyBuild)
  • The Next Penelope (Aurelien Regard)
  • Pocket Rumble (Chucklefish Games)
  • Project Mekuru (Over Fence)
  • Runner3 (Choice Provisions)
  • Seasons of Heaven (AnyArts Production)
  • Shakedown Hawaii (vBlank Entertainment)
  • Treasurenauts (Renegade Kid)
  • Vroom in the Night Sky (Poisoft)

Temos assim um total de:

Nintendo Switch

4 jogos retalho, 10 jogos digitais

anunciados

15 jogos retalho, 11 jogos digitais.

Microsoft Xbox One

Jogos retalho no mercado (30)

  • Azito x Tatsunoko Legends (Hamster)
  • Chaos;Child (5pb.)
  • Dead Rising 3 (Microsoft)
  • Dead Rising 4 (Microsoft)
  • Fantasia: Music Evolved (Disney Interactive)
  • Fighter Within (Ubisoft)
  • Forza Horizon 2 (Microsoft)
  • Forza Horizon 3 (Microsoft)
  • Forza Motorsport 5 (Microsoft)
  • Forza Motorsport 6 (Microsoft)
  • Gears of War: Ultimate Edition (Microsoft)
  • Gears of War 4 (Microsoft)
  • Halo: The Master Chief Collection (Microsoft)
  • Halo 5: Guardians (Microsoft)
  • Kinect Sports Rivals (Microsoft)
  • Plants vs. Zombies: Garden Warfare (EA)
  • Powerstar Golf (Microsoft)
  • Project Spark (Microsoft)
  • Psycho-Pass: Mandatory Happiness (5pb.)
  • Quantum Break (Microsoft)
  • Rare Replay (Microsoft)
  • ReCore (Microsoft)
  • Rise of the Tomb Raider (Square Enix)
  • Ryse: Son of Rome (Microsoft)
  • ScreamRide (Microsoft)
  • Shape Up (Ubisoft)
  • State of Decay: Year-One Survival Edition (Microsoft)
  • Sunset Overdrive (Microsoft)
  • Titanfall (EA)
  • Zoo Tycoon (Microsoft)

Jogos digitais no mercado (163)

  • 100 Ways (Sunlight Games)
  • ABP Reloaded (Deep Silver)
  • Acorn Assault: Rodent Revolution (Black Shell Media)
  • Action News Heroes (Krewe Studios)
  • Active Soccer 2 DX (The Fox Software)
  • Air Guitar Warrior for Kinect (Virtual Air Guitar Company)
  • Amazing Princess Sarah (Haruneko Games)
  • Anarcute (Anarteam)
  • Anode (Kittehface Software)
  • Aqua Kitty UDX: Xbox One Ultra Edition (Tikipod)
  • Aritana and the Harpy’s Feather (Duaik)
  • Astroneer [Game Preview] (System Era Softworks)
  • Battle High 2 A+ (Mattrified Games)
  • Beatsplosion for Kinect (Virtual Air Guitar Company)
  • Ben-Hur (AOL)
  • Beyond Eyes (Tiger & Squid)
  • Bike Mayhem 2 (Goldmark Studios)
  • Blues and Bullets (A Crowd of Monsters)
  • Boom Ball for Kinect (Virtual Air Guitar Company)
  • Boom Ball 2 for Kinect (Virtual Air Guitar Company)
  • Bridge Constructor (Headup Games)
  • Candleman (Spotlightor Interactive)
  • Castle Crashers Remastered (The Behemoth)
  • Clash (FennecFox Entertainment)
  • Clockwork Tales: Of Glass and Ink (Artifex Mundi)
  • ClusterPuck 99 (PHL Collective)
  • Cobalt (Mojang)
  • Commander Cherry for Kinect (Grande Games)
  • Crimson Dragon (Microsoft)
  • Crypt of the Serpent King (Rendercode Games)
  • Cubot (Nicoplv Games)
  • D4: Dark Dreams Don’t Die (Microsoft)
  • Dad Beat Dads (Stellar Jay Studios)
  • Dance Central: Spotlight (Microsoft)
  • Death God University (DSK Green Ice Games)
  • Deathtrap: World of Van Helsing (Neocore Games)
  • The Deer God (Crescent Moon Games)
  • Dovetail Games Euro Fishing (Dovetail Games)
  • Draw a Stickman Epic (Hitcents)
  • Dungeon of the Endless (Amplitude Studios)
  • Elite Dangerous (Frontier Developments)
  • Elite Dangerous: Arena (Frontier Developments)
  • Energy Cycle (Sometimes You)
  • The Escapists (Team17)
  • The Escapists: The Walking Dead (Team17)
  • Everspace [Game Preview] (Rockfish Games)
  • Factotum 90 (TACS Games)
  • Fallout Shelter (Bethesda Softworks)
  • Fermi’s Path (GameArt Studio)
  • The Flame in the Flood (The Molasses Flood)
  • Fortified (Clapfoot)
  • Forza Horizon 2 Presents Fast & Furious (Microsoft)
  • Frizzy (Team Frizz)
  • FRU (Through Games)
  • Fruit Ninja Kinect 2 (Halfbrick)
  • Funk of Titans (A Crowd of Monsters)
  • Gigantic [Game Preview] (Motiga)
  • G Prime: Into the Rain (Code-Monkeys)
  • Grand Prix Rock ‘N Racing (EnjoyUp Games)
  • Grim Legends: The Forsaken Bride (Artifex Mundi)
  • GunWorld: Xbox One Edition (m07 Games)
  • GunWorld 2 (m07 Games)
  • Hack, Slash & Backstab (Magic Spell Studios)
  • Halo: Spartan Assault (Microsoft)
  • Happy Dungeons (Toylogic, Inc.)
  • Happy Wars (Toylogic, Inc.)
  • HeartZ: Co-Hope Puzzles (Neko Entertainment)
  • Horse Racing 2016 (Yash Future Tech Solutions)
  • #IDARB (Other Ocean)
  • In Between (Headup Games)
  • Inside (Playdead Studios)
  • Inside My Radio (Seaven Studio)
  • Into the Belly of the Beast (fpsVisionary Software)
  • i, Zombie (Awesome Games Studio)
  • Kaiju Panic (Mechabit)
  • Kalimba (Microsoft)
  • Killer Instinct (Microsoft)
  • Kingdom: New Lands (Raw Fury)
  • Knight Squad (Chainawesome Games)
  • Kung-Fu for Kinect (Virtual Air Guitar Company)
  • KYUB (Ninja Egg)
  • Land It! (Nemesys Games)
  • Lifeless Planet: Premier Edition (Stage 2 Studios)
  • Lies of Astaroth (iFree Studio)
  • Line of Defense Tactics (3000AD)
  • LocoCycle (Microsoft)
  • The Living Dungeon (RadiationBurn)
  • The Long Dark [Game Preview] (Hinterland Studio)
  • Lovers in a Dangerous Spacetime (Asteroid Base)
  • Magic 2015 (Wizards of the Coast)
  • Magnetic: Cage Closed (Guru Games)
  • MagNets: Fully Charged (Total Monkery)
  • Massive Chalice (Double Fine Productions)
  • Max: The Curse of Brotherhood (Microsoft)
  • Mega Coin Squad (Big Pixel Studios)
  • Mimic Arena (Tiny Horse Games)
  • Momentum (Projectile Entertainment)
  • Monkey King Saga (T-Rex Games)
  • Mystery Castle (Runestone Games)
  • N.E.R.O. (Storm in a Teacup)
  • No Time To Explain (tinyBuild Games)
  • Nevermind (Flying Mollusk)
  • Neverwinter (Arc Games)
  • Nightmares From The Deep: The Cursed Heart (Artefix Mundi)
  • Nutjitsu (Ninjabee)
  • Orbit (4Bit Games)
  • Ori and the Blind Forest (Microsoft)
  • Ori and the Blind Forest: Definitive Edition (Microsoft)
  • Oxenfree (Nigh School Studio)
  • Peggle 2 (EA)
  • Perfect Woman (Peter Lu & Lea Schonfelder)
  • Pit People [Game Preview] (The Behemoth)
  • Plague, Inc. Evolved (Ndemic)
  • Pneuma: Breath of Life (Deco Digital)
  • Polychromatic (Brushfire Games)
  • Q (Liica)
  • Quantum Rush: Champions (GameArt Studio)
  • Quatros Origins (God As A Cucumber)
  • Quest of Dungeons (Upfall Studios)
  • Raiden V (Moss)
  • Reagan Gorbachev (Team2Bit)
  • RevErsi Quest (Pollyanna)
  • Rise & Shine (Adult Swim)
  • Rivals of Aether [Game Preview] (Dan Fornace)
  • Roblox (Roblox Corporation)
  • Sheltered [Game Preview] (Team17)
  • Slime Rancher [Game Preview] (Monomi Park)
  • Sixty Second Shooter Prime (Happion Labs)
  • Skyling: Garden Defense (Mighty Studios)
  • SlashDash (Nevernaught Games)
  • Slice Zombies for Kinect (Made)
  • SMITE (Hi-Rez Studios)
  • Snooker Nation Championship 2016 [Game Preview] (Cherry Pop Games)
  • Soda Drinker Pro (Snowrunner Productions)
  • The Solus Project (Grip Digital)
  • So Many Me (Extend Interactive)
  • Spareware (Rusto Games)
  • Spectra: 8bit Racing (Gateway Interactive)
  • Speedboat Challenge (WS Net)
  • Squid Hero for Kinect (Virtual Air Guitar Company)
  • Standpoint (Unruly Attractions)
  • Starpoint Gemini 2 (LGM)
  • Steel Rain X (Polarity Flow)
  • Stories of Bethem: Full Moon (GuGames Development)
  • Stranger of Sword City (Experience, Inc.)
  • Superhot (Superhot Team)
  • Super Night Riders (neko.works)
  • Super Time Force (Capybara Games)
  • Talent Not Included (Frima Originals)
  • Teslapunk (klutzGames)
  • Thimbleweed Park (Terrible Toybox)
  • Threes (Sirvo)
  • The Turing Test (Bulkhead Interactive)
  • TurnOn (Brainy Studio)
  • Unnamed Fiasco (Unnamed Fiasco Team)
  • Voice Commander (Microsoft)
  • Volgarr the Viking (Crazy Viking Studios)
  • Wells (Tower Up Studios)
  • Westerado: Double Barreled (Adult Swim)
  • The World II: Hunting Boss (E-Home Entertainment)
  • World of Tanks: Xbox One Edition (Wargaming)
  • Xbox Fitness (Microsoft)
  • Zombie Driver Ultimate Edition (EXOR Studios)

Jogos retalho a serem lançados e já anunciados (9)

  • Crackdown 3 (Microsoft)
  • Halo Wars 2 (Microsoft)
  • Mystereet F: The Detectives’ Curtain Call (5pb.)
  • Natsuki Chronicle (Qute)
  • Phantom Dust (Microsoft)
  • Sea of Thieves (Microsoft)
  • State of Decay 2 (Microsoft)
  • Shooting Love Trilogy (Triangle Service)
  • Yomi wo Saku Hana (Experience)

Jogos digitais a serem lançados e já anunciados (23)

  • Ashen (Aurora44)
  • Bacon Man (Skymap)
  • Below (Capybara Games)
  • Calibre 10 Racing (Bongfish)
  • Cities: Skylines (Paradox Interactive)
  • Crabitron Kinect (Two Lives)
  • Cuphead (StudioMDHR)
  • Enki (Storm in a Teacup)
  • Gemini (Echostone Games)
  • Glitchrunners (Torque Studios)
  • Grabbles (Noble Whale)
  • ION (Dean Hall)
  • Ostrich Island: Escape from Paradise (MeDungeon Games)
  • Planet of the Eyes (Coco Cucumber)
  • Raging Justice (MakinGames)
  • Shiny (Garage 227 Studios)
  • Soccertron (Erosa Games)
  • Spaera (Blazing Orb)
  • Swordy (Frogshark)
  • Tacoma (The Fullbright Company)
  • The Toilet Chronicles (The Pyxe Pub)
  • Voodoo Vince: Remastered (Beep Games)
  • Wulverblade (Darkwind Media)

Temos assim um total de:

Microsoft Xbox

30 jogos retalho, 163 jogos digitais

anunciados

9 jogos retalho, 23 jogos digitais.

Sony Playstation 4

Jogos retalho no mercado (164)

  • Aegis of Earth: Protonovus Assault (Aksys Games)
  • Air Conflicts: Pacific Carriers (Kalypso Media)
  • Air Conflicts: Secret Wars Ultimate Edition (Majesco)
  • Air Conflicts: Vietnam Ultimate Edition (Majesco)
  • Akiba’s Trip: Undead & Undressed (XSEED Games)
  • Ano Ko wa Ore kara Hanarenai (TGL)
  • Aokana: Four Rhythm Across the Blue HD Edition (Sprite)
  • Aragami (Merge Games)
  • ArcaniA: The Complete Tale (Nordic Games)
  • ArmaGallant: Decks of Destiny (Maximum Games)
  • Atelier Sophie: The Alchemist of the Mysterious Book (Koei Tecmo)
  • Atelier Firis: The Alchemist of the Mysterious Journey (Koei Tecmo)
  • Batman: Arkham VR (Warner Bros.)
  • Battlezone (Rebellion)
  • Berserk and the Band of the Hawk (Koei Tecmo)
  • Blade Arcus from Shining EX (Sega)
  • BlazBlue: Central Fiction (Aksys Games)
  • Bloodborne (SIE)
  • Bound by Flame (Focus Home Interactive)
  • Crows: Burning Edge (Bandai Namco)
  • Daisenryaku Dai Toua Kouboushi 3: Dai Niji Sekai Taisen Boppatsu! Suujiku Guntai Rengougun Zen Sekai Sen (SystemSoft Alpha)
  • Danganronpa 1•2 Reload (NIS America)
  • Dead or Alive Xtreme 3: Fortune (Koei Tecmo)
  • Deception IV: The Nightmare Princess (Koei Tecmo)
  • Dengeki Bunko: Fighting Climax Ignition (Sega)
  • Digimon Story: Cyber Sleuth (Bandai Namco)
  • Digimon World: Next Order (Bandai Namco)
  • Disgaea 5: Alliance of Vengeance (NIS America)
  • Dragon Quest Builders (Square Enix)
  • Dragon Quest Heroes: The World Tree’s Woe and the Blight Below (Square Enix)
  • Driveclub (SIE)
  • Driveclub VR (SIE)
  • Dungeons 2 (Kalypso Media)
  • Dynasty Warriors 8: Xtreme Legends Complete Edition (Koei Tecmo)
  • Earth Defense Force 4.1: The Shadow of New Despair (XSEED Games)
  • Exist Archive: The Other Side of the Sky (Aksys Games)
  • Fairy Fencer F: Advent Dark Force (Idea Factory International)
  • Fate/Extella: The Umbral Star (XSEED Games)
  • Final Fantasy X | X-2 HD Remaster (Square Enix)
  • Final Fantasy XIV: A Realm Reborn (Square Enix)
  • Gal Gun: Double Peace (PQube)
  • Gendai Daisenryaku 2017: Henbou Suru Gunji Kinkou! Senritsu no Power Game (SystemSoft Alpha)
  • God Eater 2: Rage Burst (Bandai Namco)
  • God Eater Off Shot Cross-Play Pack & Anime Vol. 1-7 (Bandai Namco)
  • God of War III Remastered (SIE)
  • Godzilla (Bandai Namco)
  • Grand Ages: Medieval (Kalypso Media)
  • Grand Kingdom (NIS America)
  • Gravity Rush Remastered (SIE)
  • Gravity Rush 2 (SIE)
  • Guilty Gear Xrd: Sign (Aksys Games)
  • Guilty Gear Xrd: Revelator (Aksys Games)
  • Gundam Breaker 3 (Bandai Namco)
  • Hatsune Miku: Project Diva X (Sega)
  • Helldivers Super-Earth Ultimate Edition (SIE)
  • Horizon: Zero Dawn (SIE)
  • inFAMOUS: Second Son (SIE)
  • The Idolmaster: Platinum Stars (Bandai Namco)
  • Injustice: Gods Among Us Ultimate Edition (Warner Bros.)
  • Jikkyou Powerful Pro Yakyuu 2016 (Konami)
  • Journey: Collector’s Edition (SIE)
  • J-Stars Victory VS+ (Bandai Namco)
  • Kamen Rider: Battride War Genesis (Bandai Namco)
  • Killing Floor 2 (Deep Silver)
  • Killzone: Shadow Fall (SIE)
  • Kingdom Hearts HD 1.5 + 2.5 Remix (Square Enix)
  • Kingdom Hearts HD 2.8: Final Chapter Prologue (Square Enix)
  • The King of Fighters XIV (Atlus)
  • Knack (SIE)
  • Koihime Enbu (Yeti)
  • Kromaia Omega (Rising Star Games)
  • The Last Guardian (SIE)
  • The Last of Us Remastered (SIE)
  • The Last Tinker: City of Colors (Soedesco)
  • LEGO Harry Potter Collection/span> (Warner Bros.)
  • Let’s Sing 2016 (Maximum Games)
  • LittleBigPlanet 3 (SIE)
  • Megadimension Neptunia VII (Idea Factory International)
  • MLB: The Show 14 (SIE)
  • MLB: The Show 15 (SIE)
  • MLB: The Show 16 (SIE)
  • MLB: The Show 17 (SIE)
  • Moe Moe Niji Taisen 3 (SystemSoft Alpha)
  • MotoGP 14 (Bandai Namco)
  • Motorcycle Club (Maximum Games)
  • MXGP 14 (Bandai Namco)
  • Natsuiro High School: Seishun Hakujo (D3 Publisher)
  • Natural Doctrine (NIS America)
  • New Game! The Challenge Stage! (5pb.)
  • NieR: Automata (Square Enix)
  • Nights of Azure (Koei Tecmo)
  • Nioh (SIE)
  • Nitroplus Blasterz: Heroines Infinite Duel (XSEED Games)
  • Nobunaga’s Ambition Online (Koei Tecmo)
  • Nobunaga’s Ambition: Sphere of Influence (Koei Tecmo)
  • Nobunaga’s Ambition: Sphere of Influence – Ascension (Koei Tecmo)
  • No Man’s Sky (Hello Games)
  • Odin Sphere: Leifthrasir (Atlus)
  • Omega Quintet (Idea Factory International)
  • Onechanbara Z2: Chaos (XSEED Games)
  • One Piece: Pirate Warriors 3 (Bandai Namco)
  • The Order: 1886 (SIE)
  • Persona 5 (Atlus)
  • Phantasy Star Online 2 (Sega)
  • The Pinball Arcade (Alliance Digital Media)
  • PlayStation VR Worlds (SIE)
  • Psycho-Pass: Mandatory Happiness (NIS America)
  • Punch Line (5pb.)
  • Putty Squad (Maximum Games)
  • Ratchet & Clank (SIE)
  • Republique (GungHo Online Entertainment)
  • Robinson: The Journey (Crytek)
  • Romance of the Three Kingdoms XIII (Koei Tecmo)
  • Root Letter (PQube)
  • RIGS: Mechanized Combat League (SIE)
  • Saint Seiya: Soldiers’ Soul (Bandai Namco)
  • Samurai Warriors 4 (Koei Tecmo)
  • Samurai Warriors 4-II (Koei Tecmo)
  • Samurai Warriors 4: Empires (Koei Tecmo)
  • Sengoku Basara 4: Sumeragi (Capcom)
  • Sengoku Basara: Sanada Yukimura-Den (Capcom)
  • Sangoku Hime 4: Tenka Ryouran Tenmei no Koi Emaki (SystemSoft Alpha)
  • Sengoku Hime 5: Senka Tatsu Haou no Keifu (SystemSoft Alpha)
  • SD Gundam G Generation Genesis (Bandai Namco)
  • Senran Kagura: Estival Versus (XSEED Games)
  • Star Ocean: Integrity and Faithlessness (Square Enix)
  • Street Fighter V (Capcom)
  • Space Hulk (Hoplite Research)
  • Space Hulk: Ascension (Hoplite Research)
  • Steins;Gate 0 (PQube)
  • Super Robot Wars OG: The Moon Dwellers (Bandai Namco)
  • Super Robot Wars V (Bandai Namco)
  • Sword Art Online: Lost Song (Bandai Namco)
  • Sword Art Online: Hollow Realization (Bandai Namco)
  • Tales of Zestiria (Bandai Namco)
  • Tales of Berseria (Bandai Namco)
  • The Talos Principle: Deluxe Edition (Devolver Digital)
  • Tearaway Unfolded (SIE)
  • Tokyo Twilight Ghost Hunters Daybreak: Special Gigs (Aksys Games)
  • Touhou Genso Rondo: Bullet Ballet (NIS America)
  • Touhou Genso Wanderer (NIS America)
  • Touhou Genso Wanderer: Reloaded (Aqua Style)
  • Toukiden: Kiwami (Koei Tecmo)
  • Toukiden 2 (Koei Tecmo)
  • Tropico 5 (Kalypso Media)
  • Uncharted: The Nathan Drake Collection (SIE)
  • Uncharted 4: A Thief’s End (SIE)
  • Until Dawn (SIE)
  • Until Dawn: Rush of Blood (SIE)
  • Valkyria Chronicles Remastered (Sega)
  • Warhammer 40,0000: Deathwatch (Hoplite Research)
  • Wild Guns Reloaded (Natsume)
  • Winning Post 8 2016 (Koei Tecmo)
  • The Witch and the Hundred Knight: Revival Edition (NIS America)
  • World of Final Fantasy (Square Enix)
  • Yakuza: Ishin (Sega)
  • Yakuza 0 (Sega)
  • Zero Escape: The Nonary Games (Aksys Games)

Jogos digitais no mercado (435)

  • 100ft Robot Golf (No Goblin)
  • 2064: Read Only Memories (MidBoss)
  • 3on3 Freestyle (Joycity)
  • 5 Star Wrestling: ReGenesis (Serious Parody)
  • A Bastard’s Tale (No Pest Productions)
  • Absolute Drift: Zen Edition (Funselektor Labs)
  • Abyss Odyssey: Extended Dream Edition (Atlus)
  • Abzu (Giant Squid)
  • Ace Banana (Oasis Games)
  • Aces of the Luftwaffe (Handy Games)
  • Act It Out! A Game of Charades (Snap Finger Click)
  • Adr1ft (505 Games)
  • AeternoBlade (Corcell Technology)
  • Alchemic Jousts (Lunatic Pixels)
  • Alienation (SIE)
  • Alone With You (Benjamin Rivers, Inc.)
  • Amazing Discoveries in Outer Space (Cosmic Picnic)
  • Amnesia Collection (Frictional Games)
  • Amplitude (Harmonix)
  • Anomaly 2 (11 Bit Studios)
  • Apotheon (Alien Trap Games)
  • Aqua Kitty: Milk Mine Defender DX (Tikipod)
  • Arcade Archives: A-Jax (Hamster)
  • Arcade Archives: Bomb Jack (Hamster)
  • Arcade Archives: Bubble Bobble (Hamster)
  • Arcade Archives: Buta San (Hamster)
  • Arcade Archives: City Connection (Hamster)
  • Arcade Archives: Contra (Hamster)
  • Arcade Archives: Cosmo Police Galivan (Hamster)
  • Arcade Archives: Crazy Climber (Hamster)
  • Arcade Archives: Crazy Climber 2 (Hamster)
  • Arcade Archives: Double Dragon (Hamster)
  • Arcade Archives: Double Dragon II: The Revenge (Hamster)
  • Arcade Archives: Exerion (Hamster)
  • Arcade Archives: Formation Armed Fc (Hamster)
  • Arcade Archives: Gradius (Hamster)
  • Arcade Archives: Gradius II (Hamster)
  • Arcade Archives: Ikki (Hamster)
  • Arcade Archives: Karate Champ (Hamster)
  • Arcade Archives: Kid’s Horehore Daisakusen (Hamster)
  • Arcade Archives: The Legend of Kagedari (Hamster)
  • Arcade Archives: Life Force (Hamster)
  • Arcade Archives: MagMax (Hamster)
  • Arcade Archives: Mat Mania Exciting Hour (Hamster)
  • Arcade Archives: Mr. Goemon (Hamster)
  • Arcade Archives: MX5000 (Hamster)
  • Arcade Archives: Ninja-Kid (Hamster)
  • Arcade Archives: Ninja-Kid II (Hamster)
  • Arcade Archives: Nova 2001 (Hamster)
  • Arcade Archives: Raiders 5 (Hamster)
  • Arcade Archives: Renegade (Hamster)
  • Arcade Archives: Rygar (Hamster)
  • Arcade Archives: Scramble (Hamster)
  • Arcade Archives: Shanghai III (Hamster)
  • Arcade Archives: Shusse Ozumo (Hamster)
  • Arcade Archives: Soldier Girl Amazon (Hamster)
  • Arcade Archives: Solomon’s Key (Hamster)
  • Arcade Archives: Super Dodge Ball (Hamster)
  • Arcade Archives: Terra Cresta (Hamster)
  • Arcade Land (Koth Studio)
  • Armello (League of Geeks)
  • Ascendant (Hapa Games)
  • Asemblance (Nilo Studios)
  • Assassin’s Creed: Freedom Cry (Ubisoft)
  • Assault Suit Leynos (Rising Star Games)
  • Astebreed (Playism)
  • Atom Universe (Atom Republic)
  • Attractio (Bandai Namco)
  • Attacking Zegata (Denysoft)
  • Awesomenauts Assemble (Ronimo Games)
  • Axiom Verge (Thomas Happ Games)
  • Backgammon Blitz (The Fyzz Facility)
  • Back to Bed (LOOT Interactive)
  • Basement Crawl (Bloober Team)
  • Battle Islands (505 Games)
  • Bears Can’t Drift (Strangely Named Studio)
  • Beyond: Two Souls (SIE)
  • Big City Stories (Hellfire Games)
  • The Binding of Isaac: Rebirth (Nicalis)
  • The BIT.TRIP (Gaijin Games)
  • Blacklight: Retribution (Zombie Studios)
  • Blade Ballet (DreamSail Games)
  • BlazeRush (Targem Games)
  • Bombing Busters (Sanuk Games)
  • Bounce Rescue! (Bitecore)
  • Bound (SIE)
  • Brawl (Bloober Team)
  • The Bread Pub Brawlers (NiKo MaKi)
  • Broforce (Devolver Digital)
  • Broken Age (Double Fine Entertainment)
  • Brut@l (Stormcloud Games)
  • Caladrius Blaze (H2 Interactive)
  • Calvino Noir (Calvino Noir Limited)
  • Candlelight (Pixel Maverick Games)
  • Capsule Force (Klobit)
  • The Castle Game (Neptune Interactive)
  • Catlateral Damage (Manekoware)
  • Cel Damage HD (Finish Line Games)
  • Chaos Code: New Sign of Catastrophe (Arc System Works)
  • Color Guardians (Fair Play Labs)
  • Counterspy (SIE)
  • Crazy Strike Bowling EX (Corecell Technology)
  • Crimsonland (10tons)
  • Crystal Rift (Psytec Games)
  • Croixleur Sigma (Playism)
  • Crypt of the NecroDancer (Brace Yourself Games)
  • Curses ‘N Chaos (Tribute Games)
  • Cyber Danganronpa VR: The Class Trial (Spike Chunsoft)
  • Dariusburst: Chronicle Saviours (Degica)
  • Darkest Dungeon (Red Hook Studios)
  • Daydreamer: Awakened Edition (Atlus)
  • Daylight (Atlus)
  • Day of the Tentacle Remastered (Double Fine Entertainment)
  • DC Universe Online (Daybreak Game Company)
  • The Deadly Tower of Monsters (Atlus)
  • Dead Nation: Apocalypse Edition (SIE)
  • Dead Star (Armature Studio)
  • Death Tales (Nine Tails Digital)
  • Dino Dini’s Kick Off Revival (The Digital Lounge)
  • Divide (Exploding Tuba Studios)
  • Dogchild (Animatoon Studio)
  • Doki-Doki Universe (SIE)
  • Don’t Die, Mr. Robot! (Acttil)
  • Don’t Starve (Klei Entertainment)
  • Double Dragon IV (Arc System Works)
  • Downwell (Moppin)
  • Dragon Fin Soup (Grimm Bros.)
  • Dragon’s Dogma Online (Capcom)
  • DrawFighters (WildBit Studios)
  • Drawn to Death (SIE)
  • Dreamals (Xiness Games)
  • Dreamals: Dream Quest (Xiness Games)
  • Dream Club: Host Girls on Stage (D3 Publisher)
  • Driveclub Bikes (SIE)
  • Drive! Drive! Drive! (Choice Provisions)
  • Dungeon Defenders II (Trendy Entertainment)
  • Dust: An Elysian Tail (Humble Hearts)
  • Dying: Reborn (Oasis Games)
  • Dynasty Warriors: Godseekers (Koei Tecmo)
  • Ender of Fire (Xiness Games)
  • Energy Hook (Happion Laboratories)
  • Enter the Gungeon (Red Hook Studios)
  • Entwined (SIE)
  • Escape Goat 2 (Double Fine Productions)
  • Escape Plan (SIE)
  • Ether One (White Paper Games)
  • Everybody’s Gone to the Rapture (SIE)
  • Everything (David OReilly)
  • Fat Princess Adventures (SIE)
  • Figureheads (Square Enix)
  • Filthy Lucre (Fabrik Games)
  • Final Fantasy VII (Square Enix)
  • Final Horizon (Eiconic Games)
  • Firewatch (Campo Santo)
  • The Flame in the Flood: Complete Edition (Curve Digital)
  • Flame Over (Laughing Jackal)
  • flOw (SIE)
  • Flower (SIE)
  • Fluster Cluck (LOOT Interactive)
  • Flying Bunny (San Games)
  • Flywrench (Messhof)
  • Foul Play (Mediatonic)
  • The Four Kings Casino & Slots (Digital Leisure)
  • Furi (The Game Bakers)
  • Futuridium EP Deluxe (Mixed Bag)
  • Galak-Z: The Dimensional (17-bit)
  • Gal Gunvolt (Inti Creates)
  • Garou: Mark of the Wolves (SNK Playmore)
  • Gauntlet: Slayer Edition (Warner Bros.)
  • Ghostbusters is Hiring: Firehouse (Sony Pictures)
  • God Eater: Resurrection (Bandai Namco)
  • Grim Fandango Remastered (Double Fine Entertainment)
  • Grow Home (Ubisoft)
  • Gundam: Battle Operation Next (Bandai Namco)
  • Guns Up! (SIE)
  • Hardware: Rivals (SIE)
  • Harmonix Music VR (Harmonix)
  • Hatoful Boyfriend (Devolver Digital)
  • Hatoful Boyfriend: Holiday Star (Devolver Digital)
  • Hatsune Miku: Project Diva Future Tone (Sega)
  • Hatsune Miku: VR Future Live (Sega)
  • Headlander (Adult Swim Games)
  • Headmaster (Frame Interactive)
  • Heavy Rain (SIE)
  • Helldivers (SIE)
  • Here They Lie (SIE)
  • Hitman GO: Definitive Edition (Square Enix)
  • Hohokum (SIE)
  • Home (Benjamin Rivers, Inc.)
  • Honor and Duty: Arcade Edition (Strange Games Studios)
  • Hotline Miami (Devolver Digital)
  • Hotline Miami 2: Wrong Number (Devolver Digital)
  • How We Soar (Penny Black Studios)
  • The Huntsman: Winter’s Curse (Desert Owl Games)
  • Hustle Kings (SIE)
  • Hustle Kings VR (SIE)
  • Hyper Void (Inframez)
  • I Am Bread (Bossa Studios)
  • I Am Setsuna (Square Enix)
  • The Idolmaster: Cinderella Girls Live Revolution (Bandai Namco)
  • inFAMOUS: First Light (SIE)
  • In Space We Brawl (Forge Reply)
  • Inversus (Hypersect)
  • Invisible Inc. Console Edition (Klei Entertainment)
  • Invokers Tournament (StormBasic Games)
  • Ironclad Tactics (Zachtronics)
  • Jamestown Plus (Final Form)
  • Jazzpunk: Director’s Cut (Necrophone Games)
  • Jikkyou Powerful Pro Yakyuu Success Special (Konami)
  • JoJo’s Bizarre Adventure: Eyes of Heaven (Bandai Namco)
  • Journey (SIE)
  • Joysound.TV Plus (Joysound)
  • Kholat (IMGN.PRO)
  • #killallzombies (Beatshapers)
  • Kill Strain (SIE)
  • Killzone: Shadow Fall Intercept (SIE)
  • Kitten Squad (PETA)
  • Klaus (La Cosa Entertainment)
  • Knock-Knock (Ice-Pick Lodge)
  • Knot (Warlock Arts)
  • KOI (Oasis Games)
  • Korix (StellarVR)
  • Krinkle Krusher (Ilusis Interactive)
  • Kung Fury: Street Rage (Hello There)
  • Laser Disc Defenders (Excalibur Games)
  • The Last Blade 2 (SNK)
  • The Last of Us: Left Behind (SIE)
  • Lara Croft GO (Square Enix)
  • Let It Die (Grasshopper Manufacture)
  • Lichtspeer (Lichthund)
  • Life Goes On: Done to Death (Monkeys Entertainment)
  • Linelight (My Dog Zorro)
  • Lithium: Inmate 39 (CanuArts)
  • Loadout (Edge of Reality)
  • Loot Rascals (Hollow Ponds)
  • Lost Orbit (PixelNAUTS)
  • Loud on Planet X (Pop Sandbox)
  • Love Revenge (TGL)
  • M3 The Dark Metal: Mission Memento Mori (Bandai Namco)
  • Magicka 2 (Paradox Interactive)
  • Magnet Knights (Coconut Games)
  • Malicious Fallen (Alvion)
  • Mercenary Kings (Tribute Games)
  • Metal Slug 3 (SNK)
  • MilitAnt (Xibalba Studios)
  • Minutes (Red Phantom Games)
  • Miko Mole (EnsenaSoft)
  • Monster Loves You! (Radial Gmes)
  • Moon Hunters (Kitfox Games)
  • MOP: Operation Cleanup (EnsenaSoft)
  • Mother Russia Bleeds (Devolver Digital)
  • Motor Strike: Immortal Legends (FiveXGames)
  • MouseCraft (Curve Studios)
  • Mutant Mudds: Super Challenge (Nighthawk Interactive)
  • My Night Job (bitComposer Interactive)
  • Mystery Chronicle: One Way Heroics (Spike Chunsoft)
  • N++ (Metanet)
  • Nano Assault NEO-X (Shin’en Multimedia)
  • NebulaRealms (Xaloc Studios)
  • Neverending Nightmares (Infinitap Games)
  • Nidhogg (Messhof)
  • Night in the Woods (Infinite Fall)
  • Nikoli no Puzzle 4: Bijutsukan (Hamster)
  • Nikoli no Puzzle 4: Hashi wo Kakero (Hamster)
  • Nikoli no Puzzle 4: Heyawake (Hamster)
  • Nikoli no Puzzle 4: Kakkuro (Hamster)
  • Nikoli no Puzzle 4: Mashu (Hamster)
  • Nikoli no Puzzle 4: Number Link (Hamster)
  • Nikoli no Puzzle 4: Nurikabe (Hamster)
  • Nikoli no Puzzle 4: Shikaku ni Kire (Hamster)
  • Nikoli no Puzzle 4: Slither Link (Hamster)
  • Nikoli no Puzzle 4: Sudoku (Hamster)
  • Nikoli no Puzzle 4: Yajirin (Hamster)
  • Ninja Senki DX (Tribute Games)
  • Nom Nom Galaxy (Q-Games)
  • Not a Hero (Devolver Digital)
  • Nubla (Gammera Nest)
  • Nuclear Throne (Vlambeer)
  • Octodad: Dadliest Catch (Young Horses)
  • Oddworld: New ‘n’ Tasty (Just Add Water)
  • OlliOlli (Roll7)
  • OlliOlli 2: Welcome to Olliwood (Roll7)
  • O! My Genesis VR (XPEC Entertainment)
  • One Upon Light (Rising Star Games)
  • One Way Trip (Michael Frauenhofer)
  • Orc Slayer (Cooply Solutions)
  • Organ Trail: Complete Edition (The Men Who Wear Many Hats)
  • Outlast (Red Barrels)
  • Paperbound (Dissident Logic)
  • Paragon (Epic Games)
  • PaRappa the Rapper Remastered (SIE)
  • Party Golf (Giant Margarita)
  • Perfect Universe (Will Sykes Games)
  • Phantom Breaker: Battle Grounds Overdrive (5pb.)
  • PieceFall (Steel Minions)
  • Pillar (MichaelArts)
  • Pirates: Treasure Hunters (Virtual Toys)
  • Pixel Gear (Oasis Games)
  • Pix the Cat (Pastagames)
  • PixelJunk Shooter Ultimate (Double Eleven)
  • PlanetSide 2 (Daybreak Game Company)
  • The Playroom (SIE)
  • The Playroom VR (SIE)
  • Poltergeist: A Pixelated Horror (Glitchy Pixel)
  • Primal Carnage: Extinction (Circle 5 Studios)
  • Prismatic Solid (Playism)
  • Psychonauts in Rhombus of Ruin (Double Fine Entertainment)
  • Push Me Pull You (House House)
  • Q*Bert Rebooted (LOOT Entertainment)
  • Qurare: Magic Library (IO Games)
  • Race The Sun (Flippfly)
  • Rack N Ruin (LifeSpark Entertainment)
  • Rain World (Adult Swim Games)
  • Rally Copters (Depth First Games)
  • Randal’s Monday (Daedalic Entertainment)
  • Rainbow Moon (EastAsiaSoft)
  • Rayon Riddles: Rise of the Goblin King (bitComposer Interactive)
  • Resogun (SIE)
  • Retro City Rampage DX (Vblank Entertainment)
  • Retsnom (Somi)
  • Rez Infinite (Enhance Games)
  • Risen 3: Titan Lords Enhanced Edition (Deep Silver)
  • Risk of Rain (Devolver Digital)
  • Road Not Taken (Spry Fox)
  • Rock Boshers DX: Director’s Cut (Tikipod)
  • Rocketbirds 2: Evolution (Ratloop)
  • Rocket League (Psyonix)
  • RocketsRocketsRockets (Radial Games)
  • Rogue Legacy (Cellar Door Games)
  • Rollercoaster Dreams (Bimboosoft)
  • Rollers of the Realm (Atlus)
  • Ronin (Devolver Digital)
  • Runner2: Future Legend of Rhythm Alien (Gaijin Games)
  • Salt and Sanctuary (Ska Studios)
  • Saturday Morning RPG (Mighty Rabbit Studios)
  • Score Rush Extended (Xona Games)
  • Scram Kitty DX (Dakko Dakko)
  • Second Chance Heroes (Rocket City Studios)
  • Secret Ponchos (Switchblade Monkeys)
  • Seraph (Dreadbit)
  • Shadow of the Beast (SIE)
  • Shadwen (Frozenbyte)
  • Shantae: Risky’s Revenge Director’s Cut (WayForward)
  • She Wants Me Dead (Hello There AB)
  • Shu (Coatsink Software)
  • SingStar (SIE)
  • Siralim (Thylacine Studios)
  • Skullgirls 2nd Encore (Lab Zero Games)
  • Skulls of the Shogun: Bone-A-Fide Edition (17-bit)
  • Skyfrorge (My.com)
  • SkyRide (Mutan)
  • SkyScrappers (Ground Shatter)
  • Snow (Poppermost Productions)
  • Soft Body (Zeke Virant)
  • Solbrain: Knight of Darkness (Lightning Game Studios)
  • SOMA (Frictional Games)
  • Sound Shapes (SIE)
  • Space Overlords (Excalibur Games)
  • Speakeasy (Super Soul)
  • Spelunker World (Square Enix)
  • Spelunky (Mossmouth)
  • Splice (Cipher Prime)
  • Sportsfriends (Die Gute Fabrik)
  • Square Heroes (Gnomic Studios)
  • Stardust Vanguards (Zanrai Interactive)
  • Stealth Inc.: A Clone in the Dark Ultimate Edition (Curve Studios)
  • Star Ocean: Second Evolution (Square Enix)
  • Stories: The Hidden Path (Spearhead Games)
  • Summer Lesson: Hikari Miyamoto Seven Days Room (Bandai Namco)
  • Super Blast Deluxe (Raptus Games)
  • Super Exploding Zoo (Honeyslug)
  • Superhypercube (Polytron Corporation)
  • Super Mega Baseball (Metalhead Software)
  • Super Meat Boy (Team Meat)
  • Super Motherload (XGen Studios)
  • Super Stardust Ultra (SIE)
  • Super Stardust Ultra VR (SIE)
  • Super Star Wars (Disney)
  • Surgeon Simulator: Anniversary Edition (Bossa Studios)
  • Surgeon Simulator: Experience Reality (Bossa Studios)
  • Switch Galaxy Ultra (Atomicon)
  • Sword Art Online Re: Hollow Fragment (Bandai Namco)
  • Table Top Racing: World Tour (Playrise Digital)
  • Talisman: Digital Edition (Nomad Games)
  • Tennis in the Face (10tons)
  • Tethered (Secret Sorcery)
  • Tharsis (Choice Provisions)
  • That Trivia Game (The Game Room)
  • Thief Town (Glass Knuckle Games)
  • Thumper (Drool)
  • Tiny Brains (Spearhead Games)
  • Tiny Troopers: Joint Ops (Kukouri Mobile Entertainment)
  • Titan Invasion (Curve Studios)
  • Titan Souls (Devolver Digital)
  • The Tomorrow Children (SIE)
  • Toren (Versus Evil)
  • TorqueL (Playism)
  • Total Jigsaw (Hooded Gaming)
  • Tottemo E Mahjong Plus (Arc System Works)
  • Touhou Double Focus (NIS America)
  • Touhou Scarlet Curiosity (XSEED Games)
  • TowerFall: Ascension (Matt Thorson)
  • Trans-Galactic Tournament (Kiz Studios)
  • Transistor (Supergiant Games)
  • Tricky Towers (WeirdBeard Games)
  • Trine 2: Complete Story (Frozenbyte)
  • Trine 3: The Artifacts of Power (Frozenbyte)
  • Tumble VR (SIE)
  • Ultra Street Fighter IV (Capcom)
  • Ultimate Marvel vs. Capcom 3 (Capcom)
  • Umbrella Corps (Capcom)
  • Unearthing Mars (Winking Entertainment)
  • The Unfinished Swan (SIE)
  • The Vanishing of Ethan Carter (The Astronauts)
  • Velocibox (LOOT Interactive)
  • Velocity 2X (FuturLab)
  • VEV: Viva Ex Vivo (Truant Pixel)
  • Viking Squad (Slick Entertainment)
  • Volume (Mike Bithell)
  • VVVVVV (Nicalis)
  • Wander (Wander)
  • Wanderjahr (Corecell Technology)
  • Warframe (Digital Extremes)
  • Warhedz (Atom Republic)
  • War Thunder (Gaijin Entertainment)
  • Wayward Sky (Uber Entertainment)
  • Wick (Hellbent Games)
  • WinKings (Lemodo Entertainment)
  • Woah Dave! (MiniVisions)
  • Wonder Boy Returns (CFK)
  • World War Toons (Reload Studios)
  • The Witness (Tekla)
  • Zen Pinball 2 (Zen Studios)
  • Zombie Vikings (Zoink Games)
  • Zotrix (UFO Interactive Games)

Jogos retalho a serem lançados e já anunciados (79)

Publicidade
Aproveite o código de descontos PCManias
Casetips

Retomando o nosso artigo
  • 428: Shibuya Scramble (Spike Chunsoft)
  • 13 Sentinels: Aegis Rim (Atlus)
  • A Certain Magical Virtual-On (Sega)
  • Akiba’s Beat (XSEED Games)
  • Anonymous;Code (5pb.)
  • Birthdays the Beginning (NIS America)
  • Blue Reflection: Sword of the Girl Who Dances in Illusions (Gust)
  • Chaos;Child: Love Chu Chu!! (5pb.)
  • Cladun Returns: This is Sengoku! (NIS America)
  • City Shrouded in Shadow (Bandai Namco)
  • Crash Bandicoot N. Sane Trilogy (Activision)
  • Cyberdimension Neptunia: 4 Goddesses Online (Idea Factory International)
  • Danganronpa Another Episode: Ultra Despair Girls (NIS America)
  • Danganronpa V3: Killing Harmony (NIS America)
  • Dark Rose Valkyrie (Idea Factory International)
  • Days Gone (SIE)
  • Death Stranding (SIE)
  • Detroit: Become Human (SIE)
  • Digimon Story: Cyber Sleuth Hacker’s Memory (Bandai Namco)
  • Disaster Report 4 Plus: Summer Memories (Granzella)
  • DJMAX Respect (Neowiz Games)
  • Dollhouse (Soedesco)
  • Dragon Quest Heroes II (Square Enix)
  • Dragon Quest XI: In Search of Departed Time [Console Ver.] (Square Enix)
  • Dreams (SIE)
  • Earth Defense Force 5 (D3 Publisher)
  • Exile Election (NIS)
  • Farpoint (SIE)
  • Final Fantasy VII Remake (Square Enix)
  • Final Fantasy XII: The Zodiac Age (Square Enix)
  • Genkai Tokki: Castle Panzers (Compile Heart)
  • God of War (SIE)
  • God Wars: Future Past (NIS America)
  • Granblue Fantasy Project Re: Link (Cygames)
  • Gran Turismo Sport (SIE)
  • [Pending | English] Gundam Versus (Bandai Namco)
  • Hakoniwa Company Works (NIS)
  • Hakuoki Shinkai: Fuukaden (Idea Factory)
  • Happy Manager (D3 Publisher)
  • Hotch Kiss (TGL)
  • Itadaki Street: Dragon Quest and Final Fantasy 30th Anniversary (Square Enix)
  • Killing Bites (Nex Entertainment)
  • Kiss Bell (TGL)
  • Knack 2 (SIE)
  • KonoSuba: God’s Blessing on this Wonderful World! Judgment on this Greedy Game! (5pb.)
  • The Last of Us Part II (SIE)
  • The Legend of Heroes: Trails of Cold Steel III (Falcom)
  • Megadimension Neptunia VIIR (Compile Heart)
  • Musou Stars (Koei Tecmo)
  • New Hot Shots Golf (SIE)
  • Nights of Azure 2: Bride of the New Moon (Koei Tecmo)
  • Ni no Kuni II: Revenant Kingdom (Bandai Namco)
  • Omega Labyrinth Z (D3 Publisher)
  • Project Awakening (Cygames)
  • Re:Zero – Starting Life from Zero- Kiss or Death (5pb.)
  • Samurai Warriors: Spirit of Sanada (Koei Tecmo)
  • Senran Kagura: Peach Beach Splash (XSEED Games)
  • SG/ZH School Girl/Zombie Hunter (D3 Publisher)
  • Shenmue III (Ys Net)
  • The Silver Case (NIS America)
  • Song of Memories (Pure Wish)
  • Spider-Man (SIE)
  • StarBlood Arena (SIE)
  • Sudden Strike 4 (Kalypso Media)
  • Summon Night 6: Lost Borders (Gaijinworks)
  • Taiheiyou no Arashi: Shijou Saidai no Gekisen Normandy Goubousen! (SystemSoft Alpha)
  • Tokyo Xanadu eX+ (Aksys Games)
  • Touhou Kabuto V: Burst Battle (NIS America)
  • Uncharted: The Lost Legacy (SIE)
  • Urban Legend in Limbo (Twilight Frontier)
  • Utawawerumono: Mask of Deception (Atlus)
  • Utawawerumono: Mask of Truth (Atlus)
  • V! No Heroes Allowed! R (SIE)
  • WipEout Omega Collection (SIE)
  • The Witch and the Hundred Knight 2 (NIS)
  • Yakuza: Kiwami (Sega)
  • Yakuza 6: The Song of Life (Sega)
  • Ys VIII: Lacrimosa of Dana (NIS America)
  • YU-NO: A girl who chants love at the bound of this world. (5pb.)

Jogos digitais a serem lançados e já anunciados (101)

  • Absolver (Devolver Digital)
  • Accel World vs. Sword Art Online: Millennium Twilight (Bandai Namco)
  • Airship Q (Cygames)
  • Avicii Vector (Hello There)
  • Battle Garegga Rev.2016 (M2)
  • Bot! (Playism)
  • Boundless (Wonderstruck Games)
  • Brawlhalla (Blue Mammoth Games)
  • Cook, Serve, Delicious! 2!! (Vertigo Gaming)
  • Crashnauts (Fueled By Rockets)
  • Crossing Souls (Devolver Digital)
  • Damascus Gear: Operation Tokyo HD Edition (Arc System Works)
  • Dangun Feveron (M2)
  • Dead Secret (Robot Invader)
  • Death’s Gambit (Adult Swim Games)
  • Deep Down (Capcom)
  • Defenders of Ekron (In Vitro Games)
  • Dino Frontier (Uber ENtertainment)
  • Distance (Refract Studios)
  • Dreadnought (Yager Development)
  • EarthNight (Cleaversoft)
  • Eitr (Devolver Digital)
  • Fallen Legion (Acttil)
  • Fantasy Strike (Sirlin Games)
  • Fate/Grand Order VR feat. Mashu Kyrielight (Type-Moon)
  • Fault Milestone One (Sekai Project)
  • Fire Pro Wrestling World (Spike Chunsoft)
  • The Forest (Endnight Games)
  • Full Throttle Remastered (Double Fine Entertainment)
  • Future Unfolding (Spaces of Play)
  • Games of Glory (Lightbulb Crew)
  • Gang Beasts (Double Fine Entertainment)
  • Godling (Solfar Studios)
  • Golem (Highwire Games)
  • GNOG (KO-OP)
  • Gunship X (Hidden Elephant)
  • Guns of Icarus Online (Muse Games)
  • Hellblade (Ninja Theory)
  • Henka Twist Caper (OriGaminc)
  • H-Hour: World’s Elite (SOF Studios)
  • Hob (Runic Games)
  • Hollowpoint (Paradox Interactive)
  • Home Improvisation (The Stork Burnt Down)
  • Iconoclasts (Joakim Sandberg)
  • Jenny LeClue (Mografi)
  • Kingdom Under Fire II (Blueside)
  • Knights and Bikes (Foam Sword)
  • Kyn (Versus Evil)
  • LocoRoco Remastered (SIE)
  • Magical Battle Festa (Comet Design Works)
  • Maihana Soumakyou (Souvenir Circ.)
  • Manifold Garden (Willy Chyr)
  • Masquereda: Songs and Shadows (Witching Hour Studios)
  • MatterFall (SIE)
  • Miegakure (Marcten Bosch)
  • The Modern Zombie Taxi Co. (SIE)
  • Monsters & Monocles (Retro Dreamer)
  • Move or Die (Those Awesome Guys)
  • Muse: Together Is the New Alone (Pygmy Studio)
  • Myriad (Bitfrost Entertainment)
  • Narcissu 10th Anniversary Anthology (Sekai Project)
  • Neopolis (Omni Systems)
  • Nex Machina (Housemarque)
  • Orcs Must Die! Unchained (Robot Entertainment)
  • Patapon Remastered (SIE)
  • Pavilion (Visiontrick Media)
  • Postal Redux (Running With Scissors)
  • Pyre (Supergiant Games)
  • Rabi-Ribi (Sekai Project)
  • Randall (We The Force Studios)
  • Ray’s The Dead (Adult Swim Games)
  • Ready to Run (Beatshapers)
  • Revolver360 Re:Actor (Playism)
  • River City Melee: Battle Royal Special (H2 Interactive)
  • Samurai Gunn (Teknopants)
  • Savant: Ascent (D-Pad Studios)
  • The School: Swan Song (ROI Games)
  • Sentris (Timbre Interactive)
  • Shin Futuridium VR (Mixed Bag)
  • Skytorn (IndieHouse)
  • Small Radios Big Televisions (Adult Swim Games)
  • Stifled (Gattai Games)
  • Strafe (Devolver Digital)
  • Sundered (Thunder Lotus Games)
  • Super Impossible Road (Wonderful Lasers)
  • Tinertia (Candescent Games)
  • Tooth and Tail (Pocketwatch Games)
  • Ubusuna (M2)
  • Vane (Friend & Foe Games)
  • VizionEck (VizionEck)
  • Wattam (SIE)
  • Way of the Passive Fist (Household Games)
  • What Remains of Edith Finch (Annapurna Interactive)
  • White Day: A Labyrinth Named School (ROI Games)
  • WiLD (SIE)
  • Windjammers (DotEmu)
  • World End Economica (Sekai Project)
  • World of Warriors (SIE)
  • Xing: The Land Beyond (White Lotus Interactive)
  • Yonder: The Cloud Catcher Chronicles (Prideful Sloth)
  • Ys Origin (DotEmu)

Temos assim um total de:

Sony Playstation 4

164 jogos retalho, 435 jogos digitais

anunciados

99 jogos retalho, 101 jogos digitais.

Numa tabela comparativa:

Jogos Retalho Jogos digitais Anunciados Retalho Anunciados Digitais Totais
Switch 4 10 15 11 40
Xbox One 30 163 9 23 225
PS4 164 435 99 101 799

Esta realidade, que muitos fanboys preferem ignorar, insistindo que se trata de má vontade dos media, é um dos motivos do sucesso da PS4, e algo que a Microsoft necessita corrigir se quer realmente que a Scorpio seja um sucesso. Afinal uma consola potente é algo muito bom, mas uma consola com grande variedade de escolha a nível de jogos exclusivos acaba por ser bem melhor. E o número de jogos no retalho para a Xbox One, especialmente se não contarmos com os Franchisings anuais, é anormalmente baixo, senso que pelo anunciado, a Switch prepara-se para em poucos meses ter metade dos exclusivos retalho que a Xbox One amealhou no prazo de 4 anos.

Publicidade
Aproveite o código de descontos PCManias
Casetips

Retomando o nosso artigo

Apenas como comparação, a Xbox 360 foi lançada em 2005 e foi substituída em 2013 pela One, tendo tido um período de vida de 10 anos (2005-2016). Na sua vida útil a consola apresentou 283 jogos retalho e 323 jogos digitais. Comparativamente, a Xbox One em apenas 3 anos passou a metade dos jogos digitais da Xbox 360, mas a nível de retalho ainda está nos 10.6% do suporte da 360.

Apesar de se esperar que haja um aumento do nível e volume de suporte, caso a consola mantivesse este ritmo a Xbox One atingiria os valores de jogos digitais da 360 perto finais de 2019, mas precisaria de chegar a 2041 (num total de vida de 28 anos) para igualar o suporte retalho da Xbox 360.
E isto demonstra como a Microsoft atualmente não está a dar à sua Xbox One um nível de suporte equivalente ao que deu à Xbox 360!

No caso da Sony passa-se o contrario: No que toca à PS3, a consola foi lançada em 2006 e substituída igualmente em 2013 pela PS4, tendo tido um período de vida igualmente de 10 anos (2006-2017). Na sua vida útil, a consola apresentou 376 jogos retalho e  329 jogos digitais. A nível de jogos digitais a PS3 já foi ultrapassada em menos de 3 anos pela PS4. No que toca aos jogos retalho, em 3 anos, a PS4 atingiu já os 43,6% do suporte da PS3.

Apesar de tal como com a One fazermos previsões de aumento de suporte, como referido a PS4 precisou de menos de 3 anos para superar os valores de jogos digitais da PS3, e a este ritmo superará a PS3 a nível de jogos de retalho antes do final de 2020 (num total de vida de apenas 7 anos).

Naturalmente os fanboys não veem nada disto, ignorando os factos e preferindo chamar a media de tendenciosa. Mas se abrissem os olhos, faziam um melhor serviço à comunidade. A Microsoft tem agora uma consola invejável, a Scorpio, e se o suporte dos jogos subir, pelo menos para o nível da 360, auguramos-lhe um bom futuro. Mas uma consola com exclusivos em quantidade vende mais… e nesse campo, esta realidade mostra que face à concorrência a Microsoft tem de se mexer.

No entanto, tendo visto o excelente trabalho que foi feito com a Scorpio, aguardo a próxima E3 com bastante ansiedade e esperança que as coisas mudem daqui para a  frente.

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (60)

  1. Que diferença abismal, mas mesmo assim não vai mudar a mentalidade de fanboys e outros que tais, essas pessoas só vêm o que querem ver, mesmo que para levar a sua avante, falem mal do muito bom que está a sair para a PS4 no primeiro trimestre do ano, já considerado o melhor de sempre, e com o que é que a Microsoft contribuiu para isso?
    Um spin-off de Halo…

    A Microsoft só se está a deitar na cama que fez, não investe em estúdios pois prefere passar cheques aos outros, e o resultado disso é que está a apanhar pó na casa das pessoas que têm mais que um sistema de jogos, como é o meu caso, um pisa-papeis de 300€…

    Já a minha PS4?
    Opah…coitada nem descanso tem, ele é Nioh, um jogo absolutamente fabuloso, ora é Horizon ZD, que mostra como deve ser um novo IP (coisa estranha para os lados de Redmond), ou ainda Nier, um autêntico jogo de autor vindo de um regresso à forma por parte de umas melhores produtoras de jogos de acção, e claro, Persona 5, um jogo absolutamente arrebatador, um novo marco nos JRPG, tarefa quase impossível, são jogos de elevada qualidade uns atrás dos outros, e a Xbox One?
    Tem um Halo RTS e um ”chip” numa caixa de acrilico para mostrar…

    O monstro está chegando…pena é que só como palha mais que mastigada…

    Uma coisa é certa, a Xbox One foi a minha última consola destes tipos, qualquer coisa de interessante que venha daqueles lados sem ser mais do mesmo para alimentar egos teen, jogo no PC, de forma mais barata e com melhor qualidade.

  2. José, eu sou um que crítico abertamente a postura da MS quanto aos exclusivos, ou melhor a falta da quantidade deles, mas vc dizer que seu Xbox está a pegar poeira como se não tivesse games, aí é forçar a barra! O console por mais que sofra ultimamente pela falta de exclusivos, pelo menos por agora, pois anos atrás o ps4 que estava a sofrer, mas as coisas mudaram e os estúdios Sony se mostraram de valor como na era do ps3, e blindou-nos com belos games no começo do ano, porém os games thirds estão na caixa tb, há muitos games, há a retrocompatibilidade, há sim um console de valor e com muitos jogos. Os games que vc citou podem ser ótimos, mas há muita gente que não encheria os olhos por eles, eu msm, fã da Sony e possuidor de um ps4 , não me interessei por nenhum deles, mas estou aguardando ansiosamente por god of War, The last of us parte 2 e a trilogia remasterizada do Crash Bandicoot. Entendo onde quis chegar, mas discordo humildemente de ti, pois por mais que sim, games exclusivos são importantes, os games thirds são os que mantém a plataforma, e nisso o Xbox one está bem servido, não esquecendo tb que o console tb tem ótimos exclusivos. Abraço e ótimo domingo!

    • Apesar de perceber o que dizes Edson, e de concordar com o que dizes, tenho de te corrigir. É que o que referes não corresponde à verdade e tenho-o repetido inúmeras vezes. O que se passou, isso sim é que a One tinha mais exclusivos AAA, mas nunca, em nenhum ano essa superioridade em número foi superior a mais do que um jogo.
      Agora com jogos mal recebidos como The Order, e com muitas pessoas a não darem grande valor ao resto da oferta, a coisa parecia traduzir-se efectivamente em números vantajosos para o lado Xbox. A piorar a coisa a Sony adiava muitos exclusivos prometidos e isso dava efetivamente essa ideia.
      É só uma questão de corrigir as coisas para o que realmente é pois de resto dou-te razão, mas não era nem nunca foi uma questão de maior oferta, mas sim de maior qualidade na oferta.
      Seja como, insisto, dou-te razão no que dizes, as consolas andaram equilibradas e até com vantagem (qualitativa nos AAA, não quantitativa global) para a Xbox, e isso só mudou desde 2016 onde a PS4 começou a dominar em qualidade e quantidade.
      E mesmo com menor quantidade atualmente, a oferta Xbox continuou a ser merecedora de atenção, só tendo decaido mais seriamente agora em 2017.
      Mas aguardo pela E3 pois depois de conhecer a Scorpio não me admiraria que a Microsoft tivesse guardado os trunfos para 2018.
      Não é e que concorde com isso, se é que aconteceu, mas acima de tudo há que se ter a consciencia que as empresas querem é ganhar dinheiro e não agradar aos clientes. E se eles acharam que adiando jogos eles poderiam ser mais rentáveis…
      A E3 vai tirar muitas dúvidas.

      • Mas se jogos exclusivos vendem consoles, são os AAA. No mundo real, uma pessoa ve uma coisa como LocoRoco Remastered como um bônus e não conhece 10% dos jogos exclusivos dessas listinhas aí.
        Essas listinhas servem apenas para artigos de justificação pra falar o y tem mais que x.

        • Não Fernando. O correcto é que os AAA são os que vendem mais consolas. Mas não são só eles que vendem consolas. A quantidade da oferta e a diversão oferecida é o que vende consolas. Tenho um primo que comprou uma PS4 pelos Indies. Ele só joga jogos que deem para perder pouco tempo e sejam divertidos, e escolheu a PS4 pela maior oferta. O irmão fez o mesmo mas desta vez não foi para ele, mas para poder comprar jogos para os filhos que fossem mais baratos.
          Se tiveste uma Wii percebes isso. A Wii vendeu 100 milhões e a maior parte das vendas foi pelos mini jogos divertidos e fáceis de se aceder.
          Se entre duas consolas tens de escolher uma e tens os mesmos multi e tanto gostas de Uncharted como de Halo, não te parece que o tamanho da listinha acaba por ser decisivo?
          Outra coisa importante é o entrar numa loja e ver o tamanho da prateleira de cada marca. Se expusesses os jogos exclusivos todos de ambas as marcas não achas que ficava a ideia que a Xbox está ao abandono.
          Ainda ontem entrei na CEX, uma loja de compra e venda de usados. A prateleira da PS4 usava uma parede inteira com uma variedade enorme de jogos. A outra parede era partilhada pela One, 360, PS3, WiiU e Switch.
          Tudo isto conta… absolutamente tudo!

    • Pra mim só existe esses jogos no PS4:

      The last of us Remastered
      Bloodborne (o melhor de todos)
      Uncharted 4
      Horizon ZD
      NIOH

      Eu tenho muitos, mas muitos amigos com PS4, eu tenho meu mano, eu convivo o tempo todo com jogadores do PS4, muito mais do que com pessoas que jogam Xbox, e geralmente eles estão jogando o seguinte:

      FIFA, 15, 16, 17
      BATTLEFIELD 4, 1
      Star Wars Battlefront
      Gta V Online
      The division
      Destiny
      Call of duty BO3, IW
      Resident Evil 7
      Final Fantasy XV
      Doom

      Geralmente, as pessoas que eu conheço pegam jogos como Uncharted 4 e zeram em uma semana, ou uma tarde dependendo da disponibilidade, e vendem ou trocam nas lojas por outros jogos mais duradores.
      Essa narrativa dos exclusivos maravilhosos e cheios de arte, jogos japoneses adorados em todo o globo, ou enredos sentimentais que arrebatam corações mundo a fora, é uma coisa que eu só vejo na internet, nos fóruns e em artigos de opinião pessoal.
      Eu ainda não conheço ninguém do mundo real que comprou um PS4 por esclusivos.
      Eu costumo ver argumentos do tipo vagos, como por exemplo que o console é mais legal, que tem mais amigos jogando nele, ou que viu uma notícia falando bem etc

      • Prazer Neto, comprei PS4 pelos exclusivos.

        • Netto, podes dar o teu ID da PSN, só por curiosidade gostaria de ver quantos dos jogos que jogas-te na PS4 são exclusivos..60% 50%..10%? é que no meu caso ando abaixo dos 5%

          • Não, já fiz isto uma vez a pedido de um caixista pois o mesmo alegava que eu não comprava e nem jogava os exclusivos do Ps4, quando ele viu que eu estava a dizer a verdade mudou o teor do debate, passou a me atacar dizendo que eu tinha poucas platinas, por este motivo não passo mais minha Psn Id, mas pra lhe responder 50% dos meus jogos são exclusivos.

          • OPa ai sim cade as id? Para falar com tanta propriedade deve passar, e sem esta de argumento de caixitas etc,

          • @ Vitor Calado

            É normal que estejas abaixo dos 5% na PS4, não és tu que tens uma quantidade absurda de gamerscore?

            Andas sempre a pedir as ID’s do pessoal, gostas muito de medir egos à base de achievments, julgas o valor das pessoas pelo gamerscore que têm, e isso diz muito de ti próprio.

            Mas se me permites a hipócrisia, vou dar uma de Calado e concluir que pelo teu gamerscore, menos de 5% até é surpreendente, nem deves ter tempo de ir ao wc quanto mais dedicar tempo a exclusivos de outras consolas que não a Xbox.

          • Perfeito José.

          • É incrível como todo mundo se sente ofendido quando alguém pede que comprovem o que falam sobre os games com IDs.
            No fundo todo mundo deve ter aquela ID cheia de troféus do Call of Duty e do FIFA que contrariam totalmente o que falam na Internet.

          • O que vejo aqui é a falta de reciprocidade, por exemplo pedem o ID de outro usuário, mas a pessoa que solicita não informa sua ID.

            Um exemplo clássico foi o Igor, que fez uma briga pedindo ID e foi prontamente atendido pelo Galvão, mas quando o mesmo foi questionado pela divulgação de sua ID se fingiu de cego, surdo e mudo.

            Então sejam justos, solicitem a ID de outro usuário mas divulguem o de vocês também.

      • Deixa-me perguntar uma coisa. Se a Xbox não tivesse Halo, Forza, QB, etc, vias exactamente o mesmo interesse?

        • Desculpem, mas esse comentário é um “turn down for what!”
          Desculpem, não resisti.

      • Eu comprei PS4 pelos exclusivos.
        Mais especificamente, Horizon Zero Dawn (já esgotado por mim), Gran turismo, Day’s Gone, Death Stranding (esse é mais uma aposta e feeling positivo) God of War, The Last of US P2. Talvez esqueci algum.
        Scorpio quero pelo multiplataforma 4k e os 2 Forza.

      • @ Fernando

        Não conheces ninguém do mundo real que tenha comprado uma PS4 por causa dos exclusivos?
        Tens que sair mais à rua então, larga o teclado, sai detrás do monitor, sai da bolha, existe todo um mundo lá fora onde existem milhões de pessoas que têm dois dedos de testa e que percebem que para jogar multi a PS4 é melhor além do facto de que tem dezenas de exclusivos a mais que a concorrência já para não falar na variedade.

        Não sei se é uma dificuldade cognitiva da tua parte, mas trata-se de uma simples conta de matemática, 225 contra 799, DUZENTOS E VINTE E CINCO, contra SETECENTOS E NOVENTA E NOVE…

        É o que pessoas como eu, com uma abertura cultural chamam de, ”No Brainer”…

        • Abertura cultural?

          Pra mim você é uma pessoa com preferências acima de qualquer coisa pois se tivesse o mínimo de abertura cultural não escreveria as patifarias que escreve.

    • @ Edson Nill

      Eu vou pegar no exemplo do restaurante que o Mário deu mais abaixo, encara a XO e a PS4 como restaurantes, e pode ser que percebas o meu ponto de vista.

      Vais ao restaurante XO e pedes a ementa, tem bife de vaca, bife de porco e frango, quanto ao peixe tens atum e salmão, tens ainda um prato vegetariano e claro, tens o tipico vinho, pão e sobremesas.

      Vais ao restaurante da PS4 e pedes a ementa, também tens o mesmo bife de vaca mas em várias formas, o mesmo frango mas sem ser só assado, toda uma variedade de peixe, pratos vegetarianos e até veganos, no entanto tens igualmente o vinho, o pão e as sobremesas, a diferença?

      Variedade de escolha!

      Não podes dizer que a XO não tem variedade, nem que não tem jogos, tem todos os géneros representados mas é só isso, tem pouca variedade dentro de cada género, podes jogar com o pão e vinho mas isso todos os outros também têm.
      Já a PS4 não tem uma simples e básica ementa, tem toda uma carta gastronómica que abrange todos os tipos de gastronomia, tem alguns dos melhores pratos do mundo e feitos pelos melhores Chef’s do mundo, e para todos os gostos, a ementa da XO é basicamente composta por pratos do dia, não passa daquilo, já a da PS4 é algo que me enche o olho e o estômago, além de contribuir para o meio como forma de arte.

      Quase 800 jogos contra 200 e picos é uma diferença abismal, 800 jogos não é uma ementa, é um festim, e ai é que reside a diferença, e tendo eu opção de escolha, é natural que a minha XO seja literalmente um pisa-papeis de 300€ a apanhar pó, pois já estou farto de mastigar mais do mesmo, fast food é porreiro de vez em quando, mas faz-te mal ao intelecto caso seja a tua alimentação base, e eu não gosto de estupidificar na arte que consumo.

      O mais hilariante disto tudo é que vocês não reconhecem isto, MESMO que o principal responsável pela Xbox o reconheça, a isto chamo negação.

      • José, talvez vc não quis entender onde eu queria chegar, ou msm o que eu queria dizer, mas não discordo de sua opinião, somente cito coisas que vc, aparentemente um apaixonado pelo PlayStation, não levou em questão. Não precisa ter o maior dos intelectos para entender que a variedade de games do ps4 são maiores, e que há games de imensa qualidade, porém a sua analogia não é válida a meu ver, pois vc simplesmente pode amar um jogo, msm o msm não tendo nada artístico ou no mínimo preferi-lo ao um game artístico. Gostos são gostos, e defendo a democracia de escolhas, respeitando as mesmas sem debochar de alguém, ou de sua pouca cultura simplesmente por a pessoa ter um gosto ou opinião que diverge da minha. Se leu o que eu disse no texto que enviei a ti, verás que eu disse: Tenho um ps4, ou seja, não estou aqui para fazer defesas do Xbox, simplesmente quero colocar coisas que vc não quer levar em conta. Por ex: sim, os games no ps4 rodam melhor do que no one, como tb os games no Xbox 360 rodavam melhor do que no ps3, e msm assim, duvido que em algum momento vc preteriu o console da sony na época, agora com o one, esses argumentos valem? Será que por mais que o ps4 tenha uma variedade de games maior e rode melhor, não conta uma live mais robusta? Não conta um EA access, não conta a retrocompatibilidade, ou seja, os serviços não contam em uma eventual escolha? E outra… Será que um consumidor é obrigado a jogar ou admirar ” as obras primas ” da sony, não podem gostar mais de um Halo frente a um The last Guardian, não pode gostar de games online, frente a games off msm que tenham muita qualidade? Bem, eu não gosto tanto de games online, amo muitas franquias da Sony e Nintendo e compro consoles por conta dos exclusivos, mas não tenho dados para dizer que sou maioria ou minoria que faz essa escolha, só sei que conheço muitos que compram por conta de preço, ainda mais no Brasil onde as coisas são tão difíceis que vcs portugueses não conseguiriam entender por simplesmente não viverem a nossa realidade. Ah! Talvez não tenho base para analisar muitas coisas e sei que aqui são opiniões e toda a opinião é válida e merece respeito, crendo que quando Mário dá essa oportunidade, ele não pede diplomas e nem grau de cultura. Desculpe pela franqueza, mas por mais que aparenta ter uma cultura respeitável, joga ao ralo quando quer usá-la para querer desmerecer pessoas como não só fez com o Fernando aqui, mas em outros posts. Divergência é válida quando há respeito! Abraços desse inculto jornalista!

        Nota: Comentário editado com erro de escrita indicado pelo utilizador, corrigido pela moderação.

        • Bom ponto de vista, concordo com vc, a Microsoft tem grandes diferenciais como a Live e Retrocompatibilidade, álias esses assuntos já são tão velhos e mesmo assim ainda o debatemos pois sempre tem gente que vem e tenta diminuir o que cada empresa tem de melhor.

          PS: Noticia quentinha da Eurogamer diz que Remedy até então estudio second da Microsoft está portando sua Engine para o PS4, o que para mim indica que eles agora vão apostar mais em games multiplataformas do que Exclusivos, e também indica um enfraquecimento ainda maior dos estudios que fecham com a Microsoft, Remedy sempre foi dos melhores estudios perto da Microsoft e perde-la assim vai ser tenso.

          • Sim, a MS tem que fazer algo, pq as coisas não andam boas para o lado de Redmond.

          • Foi mesmo?

            Em 12 anos lançaram duas franquias, 2 jogos grandes e um mini jogo, sendo que Quantum Break é criticado em todos os terrenos pelos Sonystas que nunca nem chegaram perto do game.
            Agora é um enfraquecimento da divisão?
            Vai todo mundo suportar o próximo jogo da Remedy ou é apenas argumento para falácias?

          • Fernando, ver vc falando assim da Remedy hj e lembrar o que vc dizia na época do desenvolvimento de Quantum Break da mesma deu nó na minha cabeça, parece duas pessoas diferentes, será que pra vc ela virou um dev qualquer a partir do momento que vai lançar jogos no PS4?

            Sobre Quantum Break a mídia em si não recebeu bem o game, tem até caixista daqui do PCmanias que fala mau do jogo então e por tudo isso acho que continua sendo um jogo de medio pra ruim, mas isso é apenas o meu feeling sobre este game que nunca toquei e só vi.

  3. A diversidade é importante e não há duvida que a PS4 têm mais, agora pessoas a dizerem que a xbox ONE é um pisa papéis é muito relativo, a minha PS4 também é um pisa papéis mas é por que eu assim o decidi, não é concerteza por falta de jogos, e uma coisa curiosa dos 10 jogos mais vendidos para a PS4 9 são multi, ou seja podem ser jogados na xbox ONE, uma coisa tenho a certeza, nunca mais vou ter duas consolas na mesma geração, e outra coisa, eu não escolho os jogos por serem exclusivos ou não de determinada consola, escolho aqueles que me parecem ser interessantes para o meu gosto, nesta geração joguei o forza 5 e o Ryse que comprei com a consola e depois disso apenas mais um exclusivo que foi o dead rising 3 e irei comprar o halo wars 2, na PS4 joguei o killzone que comprei com a consola (recusei-me a comprar o knack e comprei o fifa 14 como 2º jogo) e depois disso apenas comprei o infamous e o uncharted e irei comprar o Horizon e o persona 5, os exclusivos são importantes para as empresas que vendem consolas, para mim é completamente indiferentes se os jogadores de xbox one, PS4 ou Switch também podem jogar o que eu estou a jogar…completamente irrelevante

    • Engraçado… parece que sou o único que dá uso à consolas que compra, pois não considero nenhuma uma pisa papeis e distribuo o jogo por todas.
      Mas claro, é sempre por fases. Neste momento não tenho jogado muito na Xbox por culpa do Horizon Zero Dawn que estou a adorar e me ocupa o tempo livre todo.

      • Comigo aconteceu o seguinte: Comprei o Horizon Zero Dawn com espectativa moderada, comecei a jogar e me apaixonei perdidamente. Terminei a campanha e fui pras side missions, mas não demorou muito apesar dá beleza do jogo e do gameplay incrível com armas rústicas, os caldeirões, o traje tecelã escudeira e canhão lacerante usados por longas horas… E agora, não vejo objetivo ou ânimo no jogo, vai ficar guardado por tempo indeterminado. N tenho vontade de começar de novo. Foi de certa forma cansativo. Em The Last of US eu terminei e comecei imediatamente de novo, assim como alguns outros como GTA. Espero a sequência e ver o que Silent vai aprontar, mas o ponto é: a paixão durou 75 horas aproximadamente. Agora estou totalmente indiferente. Jogo fantástico, mas, cansativo.

  4. Eu tb comprei o ps4 e agora o Nintendo switch pelos exclusivos!

  5. Resumindo, Ps4 e Xbox One estão bem servidos, com o Switch iniciando sua trajetória, que acredito que será de sucesso.

    Só as experiências que tive com Ori, Sunset Overdrive, Halo e Forza Horizon já valeram o investimento no Xbox One (ainda quero comprar outros como Quantum break e Recore), que somados a outros excepcionais multiplataformas como The Witcher 3, me garantem uma jogatina equilibrada e de qualidade.

    Eu avalio um console dentro da relação do que gosto, posso comprar e efetivamente jogar (esse é o mais importante), e nesse tocante é só alegria com o Xbox One. Vamos ver o catálogo pra 2017, porque de 2015 pra cá tenho curtido bastante, embora eu entenda que devam melhorar a perspectiva.

    • Nunca ninguem disse que a Xbox está mal servida, apenas que a PS4 está muito melhor.
      A questão importante aqui é associar essa realidade ao sucesso da consola. A 360 foi o que foi pelo suporte que teve. A One está a cair em vendas, porque não tem o mesmo suporte.
      É um pouco como,se fores a um restaurante. Podes até comer bem nos dois, mas não te podes admirar que o que tem mais variedade tenha mais clientes.
      A Scorpio é um passo tremendo na direção certa por ser uma consola que está muito bem conseguida e se acredita terá um preço acessível.
      Correr Forza 6 a 4K 60 fps com 88% dos recursos não é para todos, e mesmo um PC requer uma GTX 1080 para isso, uma placa cujo custo não é baixo.
      Agora vês o passado e percebes que, com excepção da atual geração, nunca a consola mais potente ganhou, e isso porque o importante não é só a potência, é a mesma associada ao suporte.
      E nesse aspecto a Microsoft tem de melhorar. Phil Spencer é o primeiro a dizer isso!
      Agora vamos ver o que sai daqui. A consola já cá está, e muito bem conseguida, pelo que a próxima E3 será fundamental para ver o que o futuro reserva a nível de suporte.
      Ah sim, e torna-se necessário ver o que a Scorpio traz de vantagens a 1080p.
      Esse é um equilibrio precioso! Ela, pelo menos nesta fase, não pode deixar mal a One. Os clientes da mesma merecem respeito e a Scorpio veio para melhorar a experiência a quem a compra, mas não para piorar a experiência a quem tem a One.

      • A variedade que realmente vale pra mim é a que quero comprar e jogar, e nisso o Xbox me atende, de jogos japoneses (sim, ele tem jogos japoneses) a aventura. Apenas o ps4 tem MAIS variedade por conta de títulos japoneses e outros menores, o que conclui que ambos tem variedade suficiente para o gamer sempre ter o que escolher.

        Dizer que o Xbox não tem exclusivos, poucos exclusivos ou seus jogos são ruins seria como eu dizer que a “psn vive off” por exemplo, como já vi fanboy da caixa afirmar. Em ambos os casos, se trata de uma forma de pensamento extremista e que não reflete a realidade. Temos que ver as coisas com mais razoabilidade.

        Mas numa perspectiva mais ampla de mercado, o Xbox precisa melhorar em 2 pontos:

        – Perspectiva pra 2017/2018: E3 e Gamescom serão fundamentais nessa projeção de futuro.

        – Trazer mais jogos que agradem outros nichos, como japoneses, que o ps4 está em vantagem, agregam número a biblioteca.

        Não estou tirando a razão de quem reclama, cada jogador que avalie o que é melhor pra si, só estou usando o espaço pra dar minha opinião, afinal, tudo o que fazemos aqui são meras opiniões.

  6. Mario
    Muito melhor é questão de opinião referente a quantidade tes razão o PS4 esta mais servido, porem quantidade basta?
    Para mensurar e saber se mais da metadade da base dos ultilizadores da consola jogam todos este jogos precisaríamos de dados e porcentagens.
    Acredito que a mídia, jogadores expressam muitas das vezes opiniões sobfre tais argumentos, porem esta é sua visão de que esta muito melhor, espero que se refira a quantidade e não qualidade.
    Não me refiro para há você mais estou vendo muitos justificarem que a consola X não tem jogos, isto na minha opinião e balela.

    • @Gabriela.
      Bem, pelo menos da minha boca ouviste dizer que a Xbox não tem jogos, ou que eles não tem qualidade. Porque eu não sou maluco ao ponto de negar que jogos existem. e bons! Aliás nem compraria a Xbox se assim não fosse pois não devo nada a empresa nenhuma que me crie obrigações para com ela.
      A questão é que nem é com a PS4 que deves comparar. É com a 360! E a 360 teve o suporte e o sucesso que teve, sendo que uma coisa está ligada à outra.
      Se a One estivesse com o mesmo nível de suporte da 360, e quanto apostas que neste momento os números de quota de mercado eram diferentes.
      Agora não vale a pena é negar a realidade, pois o próprio Phil Spencer reconhece isso e expressa o desejo de melhorar. Algo que eu espero que aconteça, particularmente agora que a Microsoft poderá estar no caminho certo com a Scorpio. A 360 foi excelente e adoraria ver a Microsoft a dividir novamente o mercado lado a lado.
      Mas infelizmente os reais fanboys olham para o artigo de cima e acusam-me de ser eu fanboy. Quando o que está em cima nem sequer é opinativo, é factual!
      Houve mesmo um comentário que não entrou pois entrava em insultos, que dava os parabens ao Phil Spencer por preferir a qualidade acima da quantidade. Vê lá ao que isto chega! Quando o Phil Spencer é o primeiro a dizer que tem de copiar a estrutura e o modelo da Sony, melhorando o suporte… é doentio!
      Para além do mais, nem pela questão da qualidade podes entrar, pois basta ires ao Metacritic para veres. Para teres um jogo abaixo de 75% precisas de ir para aposição 361 na PS4, ao passo que na Xbox One ele está na 222º posição.
      E jogos com médias de avaliação superior a 90, na PS4 tens 18, na Xbox One tens 9.
      Não julgues com isto que estou a cascar na One… Porque não estou, estou apenas a mostrar que a variedade não contaria para nada se for apenas surrapa, mas na realidade estás com mais variedade, mas em todos os níveis de qualidade.
      E na 360, isto não era assim. O suporte da Microsoft era fantástico e ao nível da PS4. Porque raio isto custa a ver… ultrapassa-me!

      • Mario
        Por este motivo afirmo todos possuem opiniões e fatos sobre o que lhe agrada mais em um console x ou y.
        Ms na minha opinião realmente não deu muitas escolhas de jogos nesta geração, ate penso que a mesma segurou investimentos e fez a retro compatibilidade para justamente não produzir games .
        Eu particularmente estou a jogar mais no pc Overwatch do que qualquer outro game, e realmente depois destas patifarias de consoles de meia geração fiquei totalmente desmotivada com tudo em relação a consoles.

  7. @Jose Galvao

    o Vitor nao esta errado na sua colocacao assim como qualquer um nao esteja tambm quando nao se passa a iD para o publico realmente verificar se existe base no que se afirma ou so falacias como se ve muito por aqui. Pode falar xingar ou dizer que isto nao prova nada, porem prova sim que para justificar que jogou e fez uso de tal jogo e conquista. Volto afirmar ninguem é obrigado a passar porem é valido quando existe provas e nao apnas palavras e achismo.

    • @ Gabriela

      Desculpa mas essa de, ”se não tens um gamerscore minimamente decente, não sabes a realidade da consola”, isso comigo não pega, posso muito bem jogar a um jogo do principio ao fim e acabar com um gamerscore baixo por não tive paciência para repetir N coisas, N vezes, logo quando vejo o argumento ”então mostra lá a tua gamertag”, já sei onde é que a coisa vai dar.

      Eu não não falo do que não sei, eu critico a Xbox mas atenção, tenho-as todas, e todos os melhores e mais sonantes jogos de todas, e compro-as no lançamento, há ali um acompanhamento de cada consola desde o berço, e se digo que a XO é neste momento um pisa-papeis de 300€ a apanhar pó é porque não existe nada de novo como toda a gente sabe, os multi que são o santo gral de quem só tem a XO, é que lhe vai matando a sede, mas para esses tenho uma PS4.

      E quando pergunta, quantidade basta?
      Por si só não basta, mas isto não é uma questão de poucos, mas bons no caso da XO, ou de mais é menos no caso da PS4, a XO tem poucos e não são grande coisa, salvo o Horizon 2 e 3 ou ainda Ori, o que tens é mais do mesmo com claros sinais de fatiga, já na PS4 tens uma relação de quantidade / qualidade com um paralelo que só consigo encontrar na PS2, aliás, acho que a PS4 é a PS2 da era moderna, uma consola com jogos de tudo, para todos.

      E já agora:

      https://www.trueachievements.com/gamer/Mr+Tuga?registered=1

      • Jose Galvão

        Gametag é Gametag e sua função não muda.
        Um critico ou analista so pode se basear em argumentos e provas tal , como você ira analisar algo sem ao menos ter provado?
        Criticar qualquer um pode porem sustentar afirmações sem comprovar que tais justificativas se sustentem sem provar ai meu amigo a situação é delicada.
        O que se verifica hoje e principalmente aqueles que criticam um produto x ou y é o achismo e avelha birra meu é melhor que o seu.
        O Mario sempre afirma que provas e fontes é o caminho para ter um discussão saudável agora achismo não cola. Depois que foi solicitado muitos games tag de analistas de games caiu por terra muitas analises de youtubers etc, muitos ate tiraram seus vídeos pois foram exposeds na redes e a vergonha foi tremenda.

        • Gabriela… com o devido respeito… Isso é parvoice!
          Quando vais à padaria e te recomendam um pão pedes comprovativo do curso de padeiro?
          Quando vais ao talho e perguntas se o bife é bom, pedes comprovativo do curso de talhante?
          E podia dizer mais:
          Pilotas carros de competição? Então porque falas de formula 1?
          Jogas futebol? Se não jogas porque falas dele? Como te atreves a criticar?
          Achas que os jornalistas desportivos alguma vez ocuparam cargos em clubes? Mesmo que fosse como carregador de toalhas?
          Sabias que o José Mourinho nunca jogou futebol? Será que a opinião dele não presta para nada?

          Deixem-se de tretas. A privacidade é um direito consagrado na constituição e ninguem tem de provar nada. Quem não gosta… mude-se!
          Nesse aspecto acho que o Galvão fez mal em revelar a sua gamertag! Não porque tenha algo a esconder (e eu sabia a sua pontuação pois tenho-o como amigo na Live e na PSN), mas porque pura e simplesmente não o devia fazer porque nem ele, nem ninguém, tem de provar nada a ninguém!

          • Com todo respeito Mario aponte em que momento alguem questiona a privacidade de algum usaurio? ID esta ali para sua funcao ou vai me dizer que voce analisa ou critica algo sem ter provado? COmo dise espero que tenh lido em minhas resposta e tenha entindido ninguem forca a ter sua privacidade porem devemos afirmar algo quando temos certeza, achismo todos temos, VOce aqui no seu blog nao se baseia em suas analises em achismo traz fontes por que sabe que ira ser questionado, porem como afirmo gametag esta ali pois tem sua funcao. Por favor me aponte em meu este aonde se questiona a noa privacidade estou curiosa para saber aonde vc interpretou isso pois no texto nao fala nada.

          • Respondo da mesma forma Gabriela… Em que parte é que eu aponto que foste tu que disseste isso? 😉
            Eu disse isso, não disse que tu disseste! 😉

        • Boa tarde.
          Concordo plenamente com Gamertag, ID.
          Como tudo isso é opinativo, pra mim para meu gosto pessoal a grande maioria desses jogos são descartáveis não jogaria nem de graça, muitos jogos que são dados na Xbox live, como Envolve eu não tenho o trabalho de baixar, quanto mais gastar dinheiro e perder tempo com listinha de jogos descartáveis para meu gosto pessoal.

          Se tem público que gosta ok, cada um tem um gosto, mas não acho que é uma ofensa achar esses joguinhos extremamente descartáveis, pretendo adquirir Xbox Scorpio junto com uma TV 4k, espero que tenha novos jogos, novas franquias AAA, essas sim eu acho valido.

          E concordo 100% com as pessoas que pedem Gamertag, ID, porque muitos enchem a bola de jogos medíocres desculpa a palavra mas é isso que eu penso, mas não sabe nem qual jogo que é, também gostaria de ver se essas pessoas realmente jogam, esses joguinhos, ou só falam da boca pra fora.
          Porque pra mim números nunca foi e nunca será qualidade.

          Xbox Scorpio/One precisa sim de novos jogos porém de qualidade.
          Uma nova franquia AAA pra mim vale mais do que a listinha inteira de joguinhos de celular.

          Tudo isso é minha opinião, se esses jogos existem é porque tem quem gosta.
          No entanto pra mim, totalmente descartável.

          OBS: Gamertag , ID, não serve para ver números, e sim para provar se jogou ou é apenas uma pessoa que só fala e não joga.

          • Boa tarde Carlos

            Como referi hoje temos um software que analisa a validade dos e-mails de forma aleatória (ou seja, não analisa em todos os comentários).
            Apesar de o teu não ter sido analisado, e como tal o teu comentário não foi rejeitado automáticamente, submeti-o a análise manual e ele foi dado como inexistente.
            Se é assim, alerto que mais cedo ou mais tarde este e-mail será detetado e rejeitado pelo sistema. Nesse sentido, solicito que o troques se queres continuar a comentar.

        • Num aparte, e uso o teu comentário para isso, pois de certa forma está relacionado, estão a aparecer uns artigos anti scorpio com os quais não concordo nada. É certo que a Microsoft ainda tem de revelar o preço e acertar políticas (entre outras coisas temos os exclusivos e como disse a Scopio tem de trazer algo mais, mas não pode ser responsável por a Xbox One passar a apresentar menos), mas estar a especular, pela negativa, sobre algo que ainda não aconteceu, e não se sabe se acontecerá, ou como acontecerá daqui para a frente é realmente preocupante e parece dar alguma razão a quem se queixa da parcialidade de algum media.

      • Galvão.. Eu compreendo que a tua gamertag e a tua pontuação cala muita gente, mas como creio que já falamos, inclusive ao telefone, isto é uma estupidez, e não devias ceder a estas cenas e dar a tua Gamertag…
        Isto é o mesmo que se valorizar um trolha sobre um engenheiro só porque o trolha é que sabe colocar os tijolos e a massa e o engenheiro se calhar não os coloca direito. Cada macaco no seu galho!
        Essa cena não tem pés nem cabeça… É uma estupidez, e tu sabes disso! Para além do mais, por 50 euros trazes uma continha cheia de pontos que podes depois meter como conta familiar e transferir os pontos.
        É só ir aqui (e como este há vários sitios no género na net):
        https://www.playerauctions.com/xbox-live-account/

        • Porque que ao invés de discutirem sobre gametarg ou PSN ID o interessado que solicite a adesão aos grupos/comunidades do PCManias no PS4/One e veja as qualificações dos usuários por lá? Mas faça a adesão e se identifique.

          Ahh também há o fórum do PCManias.

  8. Por isto da minha pergunta , em que momento alguém aqui afirma que ID é obrigatória passar?
    Opinar ou criticar é normal todos “POSSUEM O DIREITO DE FAZER” Porem afirmar e ter conficao da sobre o assunto eminente ai precisa provar em fatos e não so em falar.
    Como disse depois muitos analistas e formadores de opiniões de games tiveram que rever tais analises depois que foram exposto gametag, um famoso youtuber brasileiro foi questionado justamente por isso.
    Agora se vc paga por pontuações etc ai já se encaixa em outros porens, mais o jogo quando se joga esta la é isso não tem como negar, ou me mostre ao contrario que da para se comprar gametags de outros usaurios ai sim a questão é diferente.

    • Nesse aspecto estamos de acordo Gabriela… Mas pelos vistos estamos a falar de coisas diferentes.
      O que eu estava a referir, num exemplo simples, é que um comentador desportivo não tem de alguma vez ter sido jogador ou treinador, mas o que referes é realmente mais grave, o comentador falar sobre um jogo que não viu!
      E nesse aspecto dou-te toda a razão, pedindo desculpas por não ter percebido que esse era o teu ponto desde o início. Mas o Português e o Brasileiro escrito são um pouco diferentes e dão azo a esses mal entendidos!

    • Bom Gabriela, penso que esta questão da Id se divide de 2 modos:

      – Jogador casual, que tem videogames como entretenimento puro, sem compromissos.

      – profissional dos games, que não só joga profissionalmente como também vivem do jornalismo de games com artigos, opiniões e sugestões que impactam milhares ou até milhões de leitores/consumidores com suas informações, que nem sempre são precisas ou conferem a verdade.

      No caso do jornalismo de games, o mínimo que se pode exigir é um respaldo, que em nada tem a ver em expor a vida pessoal do indivíduo, pois a ID e jogos jogados nada tem a ver com isso. Colocar publicamente a ID, nesse caso, apenas mostra publicamente que o profissional que está a fazer uma análise está devidamente respaldado a falar sobre aquele respectivo jogo. Traz segurança para a audiência determinado artigo ou matéria. Não vejo coerência jornalística em analisar algo que sequer jogou.

      Mas deixo claro que publicar a ID não deve ser tratado como algo obrigatório ou com peso de lei, mas sem dúvida confere um respaldo para quem vive profissionalmente de AVALIAR JOGOS. E nesse seguimento, tão importante quanto a informação em si, é o respaldo de quem a passa, trazendo vantagem competitiva. Isso vale inclusive pra vida.

  9. Aos que estão aqui a defender o suporte dado à One, sério mesmo que voces estão contentes com o mesmo??? Voces já se esqueceram do suporte espetacular dado ao 360??? Criticar o suporte fraco dado ao One não é ser fanboy ou querer criticar o console, é enxergar a realidade e não aceitar isso, queremos o suporte dado ao 360 já, não podemos e não devemos nos contentar com pouco

  10. Sobre o assunto dos exclusivos venderem consoles, só digo o seguinte, Xbox 360.

    Ninguém comprou o Xbox original, ninguém imaginava uma geração em que o Playstation não dominaria de forma inquestionável, nenhum exclusivo do Xbox 360 vendeu 85 milhões de cópias.

    Como eu disse, fora da internet, tirando a meia duzia que comenta aqui, não conheço ninguém pessoalmente que comprou um Playstation 4 por que acha essencial jogar game de japonês virgem, ou jogo de amizade entre criança e um cachorro galinha gigante ou que acha dispensável jogar online.
    Eu conheço pessoas que sempre jogaram games de futebol, shooters, corrida e compram o console que parece mais interessante, seja por recomendação, seja por boa propaganda, seja por preço, seja por que é a plataforma que tem mais amigos jogando.
    As pessoas que compraram o Xbox 360 eram os mesmos que jogavam no PS2. As pessoas que compraram o PS4 foram os mesmos que jogavam no Xbox 360.
    Os jogadores fieis a plataforma e exclusivos são e sempre foram a grande minoria.
    Eventualmente algum exclusivo vai vender muito, principalmente quando a propaganda é forte. Halo 3 vendeu 15 milhões de cópias, quantos ficaram na plataforma Xbox para comprar Halo 5? Talvez um terço ou um pouco mais.
    Quando você já está na plataforma, é mais fácil para adquirir um exclusivo, já está ali mesmo.
    Caso o Scorpio tenha a propaganda certa sem um preço abusivo, existe o risco de equiparar vendas com o PS4 nos principais mercados do mundo por que as pessoas jogam em sua maioria games multiplataforma.
    Ve por exemplo, For honor nos Estados Unidos, que na primeira semana vendeu mais que a estreia de Horizon Zero Dawn apenas contando unidades vendidas no PS4.

    • Fernando, lá em cima, quando disse que as coisas não estavam muito boas para a MS, referia somente a necessidade de uma melhora de vendas e mais exclusivos, fora isso, msm sendo um consumidor do ps4, o one é de longe o console com os melhores serviços, com grandes jogos e longe de se pegar poeira na casa de quem GOSTA DE JOGOS.

    • Se exclusivos não vendem consoles só pergunto como o WiiU sobreviveu por tanto tempo?

      E porque muitos saíram do PS2 para o 360?

      Podemos ter muitas respostas, mas o que muitos apontarão como resposta principal deve ser o lançamento 1 ano antes da concorrência. Na época PS2 já tinha em torno dos seus 6 anos de vida e caminhando para sua etapa final com hardware a ser utilizado no limite. E aí para a transferência dos consumidores para o 360 podemos colocar o online(que não era novidade na época) e um assunto bem polêmico, a pirataria. Você sabe que no Brasil se um console tem tendência a ser desbloqueado ele terá excelentes vendas.

    • Perdão Fernando? Não percebo!

      O Xbox 360 apareceu e esteve um ano no mercado como a única consola next gen. Logo vendeu!
      Quando a PS3 apareceu a consola arrancou com sérios problemas. Era cara e com problemas de performance. Logo a X360 vendeu.
      Esta situação que se arrastou por pelo menos 3 anos da vida da 360 permitiu à consola consolidar terreno e implementar alguns exclusivos de elevada qualidade. Eles cimentaram a posição da consola!
      Naturalmente sendo a Microsoft mais recente na corrida as pessoas poderiam esperar pela PS4, mas a Microsoft combateu isso com suporte exclusivo. O número está aí referido no artigo, e é bem superior ao da One.
      Esse suporte manteve a consola lado a lado da PS3, mesmo quando esta desceu finalmente o preço e acertou com as performances. E depois as virtudes da 360 fizeram o resto.
      mas quereres convencer alguem que a 360 não vendeu pelos exclusivos que tinha… não venhas cá com essa!
      Os exclusivos PS3 mais vendidos foram:
      1. Uncharted 2 = 4.55 milhões (850,023 na primeira semana)
      2. Metal Gear Solid 4 = 5.16 milhões (1,772,489 na primeira semana)
      3. Killzone 2 = 2.61 milhões (756,245 na primeira semana)
      Na 360 foram:
      1. Gears of War = 6.133.687 milhões (910,931 na primeira semana)
      2. Gears of War 2 = 6.195.180 milhões (1,945,524 na primeira semana)
      3. Halo Reach = 8,172,783 milhões (4,049,971 na primeira semana)
      4. Halo 3 = 11.426,057 milhões (3,815,444 na primeira semana)

      E tu vens com a cantiga que os exclusivos não vendem consolas… Certamente nenhuma das pessoas que compraram os jogos de cima o fizeram pelos jogos da listas, mas queres-nos fazer acreditar a Xbox 360 vendeu pelo lindo anel vermelho que exibia junto ao botão, não?

      E depois tu confundes vender consolas com “vender mais consolas”. Nunca ninguem disse que um exclusivo vendia mais consolas que um multi. Apenas que os exclusivos vendem consolas. (PONTO FINAL)

      O que me choca mais nesta conversa é o ter a certeza que tu tens consciência disto, e que se fosse para defenderes uma posição em defesa da Xbox, estarias a usar o argumento a teu favor.

      • Não esquecendo que na época o Xbox 360 vendeu essa quantidade absurda de exclusivos msm com a pirataria.

    • Fernando

      Pois eu na vida real aqui pessoalmente não conheço um ser humano que defenda o Xbox One. Aliás tanto jogadores quanto os lojistas o consideram um fracasso. Nem querem trazer os jogos pois encalha. Uma locadora conhecida aqui dá cidade começou a geração com 6 PS4 e 6 Xbox One, hoje tem um (vai que aparece alguém) ele está sempre desligado e o dono o chama de “desgraça”, pra vender o meu eu quase tive que entregar de graça. Ninguém queria. Nem assim consigo ficar desmerecendo o One. Ele tem qualidade, só não está agradando.
      Você tem um bom conhecimento, é inteligente, pra que ficar desmerecendo o PlayStation?
      Como diria o Franklin de GTA (já que é um site de jogos e tecnologia);
      – “I got respect for reality” – Tá faltando isso só.

  11. Só pra avisar, começou hoje as promoções da Live, tem muito jogo com preço muito bom lá

  12. Nota sobre os comentários:

    Infelizmente fomos obrigados a posturas mais fortes no que toca aos comentários que se encontravam no website. Alguns utilizadores, ignorando o post colocado ainda hoje, e as regras do website, continuaram a conversa e atiraram mesmo acusações de parcialidade sobre a nossa postura (oh novidade!).

    Nesse sentido não só resolvemos apagar absolutamente todas as conversas off topic que deram origem à discussão existente, como também passar a exercer maior controlo.

    Assim, qualquer comentário que não sê seguimento a conversas, ou que possua julgamentos de caracter sobre outra pessoa, será impedido de entrar.

    Relembra-se igualmente que as regras do website permitem que a moderação apague ou edite comentários a pedido de quem se sinta ofendido pelo teor de uma mensagem, e nesse sentido, perante a reação pública do visado e a nossa análise ao sucedido, o comentário foi editado.

    Recorde-se que não somos juristas, mas entendemos que a situação em causa poderia, mediante uma queixa, levar a investigação da situação, por a mesma se poder enquadrar no código penal Português.
    http://bocc.ubi.pt/pag/estado-portugues-codigo-penal.html

    Nesse sentido, para protecção dos intervenientes, e a criação de eventuais chatices, o comentário foi editado.

    Mas curiosamente, há quem veja nisto uma protecção ao visado, quando na realidade a protecção foi feita a quem colocou o comentário.

    Esta situação será apenas referida aqui nos comentários, pelo que não esperem ler isto em mais nenhum sitio.

  13. “Jogos como Zelda e Horizon Zero Dawn chegam e têm uma boa prestação, mas não têm o mesmo impacto de antes, porque os grandes jogos por serviços estão a capturar uma grande quantidade da audiência.” – Tio Phill

    Traduzindo prefere-se jogos multiplayer(o que não é novidade na MS), DLC e microtransações.

    fonte: http://www.eurogamer.pt/articles/2017-04-28-phil-spencer-promete-reforcar-o-investimento-nos-estudios-internos

Os comentarios estao fechados.