E se de repente as restrições térmicas presentes nos chips, desaparecesse?

5 4 votes
Avalie o nosso artigo

Desaparecer nunca desaparecerá, mas uma nova tecnologia permitirá poupar no uso de transistores dos CPUs e GPUs, descendo os consumos, a térmica gerada, e permitindo assim maiores velocidades de relógio.

Eis uma notícia que poderá ser verdadeiramente revolucionária para o mundo da informática. Uma equipa de investigadores da Universidade de Viena está a estudar uma tecnologia que poderá revolucionar o mundo dos circuitos integrados.

A tecnologia baseia-se no uso do do elemento Germânio (Ge), que lhes permite a criação de um transistor adaptável e que pode alterar a sua configuração em tempo real, consoante os requisitos de carga de trabalho exigida no equipamento.

Eis a explicação dada pela equipa:

Conectamos dois elétrodos com um fio extremamente fino de germânio, por meio de interfaces extremamente limpas e de alta qualidade. Acima do segmento de germânio, colocamos um elétrodo controlador como os encontrados nos transístores convencionais. A diferença é que o nosso transístor possui um outro elétrodo de controlo colocado nas interfaces entre o germânio e o metal. Ele pode programar dinamicamente a função do transístor.

Com esta tecnologia as operações aritméticas que requerem 160 transistores poderão passar a ser realizadas com apenas 24. São apenas 15% dos transistores atualmente usados, ou uma poupança de 85% no número de transistores.



A grande vantagem é que desta forma, não só se podem construir chips mais pequenos, e consequentemente mais baratos, como reduzir os consumos e temperaturas de operação, o que por sua vez poderá permitir subir as velocidades de relógio e fornecer outra liberdade de performances até agora impossíveis de serem alcançadas.

Caso esta tecnologia consiga ser implementada, ela tem tudo para revolucionar a tecnologia atual, e permitir processadores com performances extremas. E nesse sentido será algo a que no futuro estaremos atentos.



5 4 votes
Avalie o nosso artigo
40 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Rui
Rui
20 dias atrás

Quando vejo este tipo de notícias desconfio logo que a ser verdade eles arranjam forma de ser uma tecnologia porreira mas impossível de usar… Porque assim já nao podem cobrar 2000 por uma placa.

Hennan
Hennan
Responder a  Mário Armão Ferreira
20 dias atrás

Tem algum horário em mente?

AlterX
AlterX
20 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Celulares com desempenho de i9 12900k + RTX 3090ti seria maneiro

AlterX
AlterX
Responder a  Mário Armão Ferreira
20 dias atrás

A evolução tecnológica sempre dá um jeito
O Snapdragon 8 Gen 1 deve ser muito mais poderoso que um i7 e uma GTX XX80 de 2010

Mas a evolução nos celulares de fato só acontece quando as inovações chegam nos intermediarios (nos Androids pelo menos), que é onde a grande massa está

AlterX
AlterX
Responder a  Mário Armão Ferreira
20 dias atrás

Pelo o que eu vi nos fóruns, esse Motorola é muito mal construido na parte térmica

Tinha alguns testes com o Xiaomi Mi 12 que a temperatura era consideravelmente menor, no caso o Xiaomi tinha um sistema de resfriamento melhor

https://www.tudocelular.com/curiosidade/noticias/n184240/xiaomi-12-pro-supera-1-milhao-de-pontos-no-antutu.html

Deto
Deto
Responder a  Mário Armão Ferreira
20 dias atrás

já que o sujeito ai falou em 3090TI e i9…

me lembrou uma coisa que me frustra no PC, os jogos não escalam bem.

vc dobrar a GPU e CPU não dobra o FPS ou resolução por ex.

claro, tem jogos que escalam bem… mas a maioria não.

Juca
Juca
Responder a  Deto
20 dias atrás

escalam muito, muito mal, uma 3090ti vai perto dos 40TF e nem passa perto de 3x o desempenho de uma placa como a 2080 que é uma placa de 10… é 4x os tflops pra 50% a 70% mais de performance.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Juca
20 dias atrás

É só ver a 2080TI vs a 3070, onde a 3070 com 20 teraflops tem uma diferença marginal sobre a 2080ti de 13 teraflops.

Nesse aspecto, a AMD faz um trabalho muito melhor, pois ao invés de olhar pra poder como forma do famigerado marketing, faz um melhor uso energético e melhora o rendimento interno dos seus produtos.

Nvidia virou o Xbox do PC, enquanto a AMD é o Ps5 do PC.

Juca
Juca
Responder a  Sparrow81
20 dias atrás

Sim a AMD é menos “ordinária” no Marketing. Mas é difícil não nos sentirmos enganados depois de tanta propaganda. 🤣

Juca
Juca
Responder a  Mário Armão Ferreira
20 dias atrás

Claro que você está certo, Mário, mas é que meio frustrante ver uma GPU marketear o seu poder e os resultados práticos passarem longe disso. Mas obviamente um sistema é um conjunto e que seu resultado passa pelo desempenho do conjunto e não de partes isoladas. 🤣

AlterX
AlterX
Responder a  Deto
20 dias atrás

Um jogo que escalona bem é o Doom Eternal
Id Tech é absurda

Mas de fato, no geral não escalona bem

Juca
Juca
20 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Mário,desculpe minha ignorância, mas entendo que o uso de cada transístor de modo mais eficiente e inteligente permita o consumo de energia mais racional e até o aumento do limite dos clocks, pois desperdiça menos energia de forma térmica e por isso permite que um chip chegue a um maior clock com a mesma temperatura limite dos processadores menos eficientes, mas me pergunto o quanto isso é interessante para uma carga máxima de trabalho sobretudo para processadores extremos, já que ao que parece, não é a tolerância do material que muda, e sim a regulação do trabalho, o quanto a barreira de um clock poderá realmente ser quebrada em processadores que já trabalham em carga máxima, por exemplo, já que a quantidade de transístores maior também colabora para o aquecimento e não existe chip que não perca energia de forma térmica?
Fica parecendo apenas que teremos chips com menos transístores com a mesma potência computacional de chips com mais transístores, mas que o limite “superior” computacional ainda mudará muito pouco pois esse ganho de eficácia para chips com maior quantidade de transistores mudaria muito pouco.
Esse estudo já sugere algum grau de aumento da eficácia ou já mostrou algum nível de clock na prática, pra termos ideia do que pode melhorar?
Me desculpe se falo besteira, mas é o que me veio a cabeça quando li o artigo, de o quanto os limites computacionais realmente podem ser quebrados, ou se é so uma questão de diminuição de custos pra obter um mesmo grau de desempenho em processamento.

AlterX
AlterX
Responder a  Mário Armão Ferreira
20 dias atrás

Infelizmente nos smartphones há essa corrida “armamentista” por clocks cada vez mais altos
Eu não me importaria de ter um Snapdragon 8 gen “2” que só foquem em eficiência, tipo, as melhorias sejam totalmente na eficiência saca

A gente sempre ouve, “tal processador é 30% mais rapido e 20% mais eficiente”
Imagino se não dessem esse aumento de clock, quem sabe essa eficiência aumentasse pra 50%, 60% ou até mais

Juca
Juca
Responder a  Mário Armão Ferreira
20 dias atrás

Ok, Mário, obrigado pelo esclarecimento!
imagino que você quis dizer que foi o que fez a Sony “não” optar na PS5 por frequências fixas e consumos fixos, não?!

Juca
Juca
Responder a  Mário Armão Ferreira
20 dias atrás

Então a frequência da GPU do PS5 está sempre na mesma frequência, e consumindo sempre o mesmo? Ou quando você fala de frequência fixa e consumo fixo é a possibilidade do programador determinar esses valores pra obter um resultado desejado?

Deto
Deto
Responder a  Mário Armão Ferreira
20 dias atrás

E na minha opinião a solucao do PS5 é muito mais elegante e melhor para um console.

O PS5 nunca vai ter super aquecimento.

O Xbox pode ter.

Juca
Juca
Responder a  Mário Armão Ferreira
20 dias atrás

Perfeito, Mário! Desculpe-me fazẽ-lo atrasar de seu compromisso!

Deto
Deto
20 dias atrás

off:

Comeceu a jogar Dirt da Plus no PS5, como é bom pegar um jogo “colorido” e “animado” para distrair a cabeça dos problemas.

andei jogando Returnal e Death Strading, tô para dizer que esses jogos tem um clima muito triste para o momento atual da minha vida.

Juca
Juca
Responder a  Deto
20 dias atrás

Só pus na conta, mas vou baixar, gosto de games de carro e espero que ele seja divertido, sempre alterno meus rpgs com games mas softs e coisa que espero que Dirt seja!

Deto
Deto
Responder a  Juca
20 dias atrás

Achei bem bom.

E arcade mas precisa usar freios… Não gosto de arcade que vc aperta o botão do acelerador do início ao fim e só precisa regular o tanto que vai virar a curva com o analógico.

Marcio
Marcio
19 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Mario, uma pergunta totalmente off do assunto, gostaria de saber o que podemos esperar a respeito de I.A para nova geração, acho que é o que eu mais espero melhorias para nova geração, seria muito frustante termos NPCs com a mesma I.A dessa geraçao, que geralmente cegos e surdos, acha que devemos ter melhorias significativas nessa area tambem?

marcio
marcio
Responder a  Mário Armão Ferreira
19 dias atrás

Assim espero! Obrigado.

AlexandreR
AlexandreR
19 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Bastante interessante essa descoberta! Mas dai a ser posto e prática e a ser vendido em grandes massas, estamos muito longes.
É como o caso das baterias de grapheno, falou se a tanto tempo e vai se falando de vez enquantoz mas ainda nada. (Referente aos telemóveis)
Estas descobertas são sempre boas notícias, mas o grande problema continua a ser a produção ou a aplicação em grande escala.
E sim, gostava que houvesse uma geração de Chips que fosse só eficiência.

error: Conteúdo protegido