Eis os jogos já confirmados para a E3

A E3 aproxima-se e alguns jogos já estão na lista de quase certos para serem apresentados na feira. Eis a lista:

Nota: os títulos antecedidos de um * não foram ainda confirmados, mas espera-se que apareçam.

2K Games

NBA 2K18 (PC, PS4, Xbox One, Nintendo Switch)

Activision

Call of Duty 2017 (PC, PS4, Xbox One)
Destiny 2 (PC, PS4, Xbox One)
Crash Bandicoot N. Sane Trilogy (PS4)

Bandai Namco Entertainment

Ace Combat 7: Skies Unknown (PC, PS4, Xbox One)
Project CARS 2 (PC, PS4, Xbox One)
*Tekken X Street Fighter (PS4, Xbox One, Nintendo Switch)
*Jogo de Tamagotchi sem nome ainda conhecido (Nintendo Switch)



Bethesda Softworks

Quake Champions (PC)
*The Evil Within 2 (PC, PS4, Xbox One)

Capcom

Marvel vs. Capcom: Infinite (PC, PS4, Xbox One)

CD Projekt

Cyberpunk 2077 (PC, PS4, Xbox One)

Codemasters

Dirt 4 (PC, PS4, Xbox One)
Micro Machines World Series (PC, PS4, Xbox One)
F1 2017 (PC, PS4, Xbox One)

Deep Silver

Kingdom Come: Deliverance (PC, PS4, Xbox One)
*Agents of Mayhem (PC, PS4, Xbox One)

Electronic Arts

Star Wars Battlefront 2 (PC, PS4, Xbox One)
Madden NFL 18 (PS4, Xbox One)
FIFA 18 (PC, PS4, Xbox One)
NBA LIVE 18 (PS4, Xbox One)
Need for Speed 2017 (PC, PS4, Xbox One)

Focus Home Interactive

Call of Cthulhu: The Official Video Game (PC, PS4, Xbox One)
Insurgency: Sandstorm (PC, PS4, Xbox One)
Vampyr (PC, PS4, Xbox One)

Konami

Metal Gear Survive (PC, PS4, Xbox One)

Microsoft Studios

State of Decay 2 (PC, Xbox One)
Forza 7 (PC, Xbox One)

Nintendo

Super Mario Odyssey (Nintendo Switch)

Sega

Total War: Warhammer II (PC)

Sony Interactive Entertainment

*Bloodborne 2 (PS4)
Days Gone (PS4)
Death Stranding (PS4)
Detroit: Become Human (PS4)
Dreams (PS4)
Gran Turismo Sport (PS4)
God of War (PS4)
Knack 2 (PS4)
*Resistance 4 (PS4)
Spider-Man (PS4)
The Last of Us Part II (PS4)
Uncharted: The Last Legacy (PS4)

Square Enix

Battalion 1944 (PC, PS4, Xbox One)
Final Fantasy VII Remake  (PS4)
*The Avengers Project (PC, PS4, Xbox One)
*Guardians of the Galaxy (PC, PS4, Xbox One)

Sucker Punch Productions

*Project Oscar (PS4)

Take-Two Interactive

Red Dead Redemption 2 (PS4, Xbox One)

Ubisoft

*Assassin’s Creed 2017 (PC, PS4, Xbox One)
*Beyond Good & Evil 2 (PC, PS4, Xbox One, Nintendo Switch)
*Just Dance 2018 (PC, PS4, Xbox One, Nintendo Switch)
South Park: The Fractured but Whole (PC, PS4, Xbox One)
*Tom Clancy’s Splinter Cell 2018 (PC, PS4, Xbox One)

Warner Bros. Interactive Entertainment

*Batman 2017 (PC, PS4, Xbox One)
Middle-earth: Shadow of War (PC, PS4, Xbox One)



Posts Relacionados

Readers Comments (76)

  1. Vai ter muita coisa boa pra todo mundo. O que não vai faltar é jogo de qualidade.

  2. Se resistance 4 aparecer, nossa vou ficar muito feliz, é um dos melhores FPS da geração anterior.

  3. #SONY
    Eu vi uma suposta lista dos jogos que vão aparecer no ps4 e não curtir muito.(tirando bloodborne 2) Não vi uma nova IP, Não que isso seja ruim, mas porque a sony sempre traz novas Ips.

    #MICROSOFT
    Bem, acho que essa vai ser a conferencia mais aguardada do evento.
    Até então não sabemos muita coisa sobre novas ips da M$ e com o cancelamento recente da maior que eles prometiam desde 2014 (se eu n me engano) todos ficaram com o Pe atrás.

    #NINTENDO

    Só precisa mostrar um suporte das third party e mostrar suas grandes franquias.
    Pois o switch já um sucesso.

    • Sony e Microsoft: Mas tu achas que nestas listas aparecem as surpresas? As novidades nunca são divulgadas, e se houver trunfos nos jogos, eles vão ser mantidos.
      Nintendo: a Nintendo tem muito jogo em desenvolvimento, mas a questão não passa pela quantidade, mas pela qualidade. A maior parte deles são indies.

      • Espero que sim. Lembro que ano passado no dia conferencia da micro tudo que ia rola na conf já estava na net, espero que esse ano seja diferente.

    • Shenmue 3, God of War, Days Gone, o novo IP do Kojima, The last of Us 2.
      Só com isso, já poderiam fazer uma E3 sem apresentar nenhum novo jogo. Se for anunciado uma sequência de Blodborne é melhor ainda. Eu não acho que é hora de anunciar novos jogos quando o desenvolvedor já admite que alguns desses games chegam só em 2019, como o The last of Us 2. E não é do feitio da Sony anunciar jogos que já estão prestes a serem lançados. Então, qualquer novo IP prometido nessa E3 corre grandes riscos de ficare para o PS5 que deve vir lá pra 2020.

      • Estas ultimas semanas tiveram fortes rumores de que Days Gone e Spider PS4 possam ser lançados ainda em 2017, sem falar que os de God of War também, caso isso se confirme, a sim a necessidade de se trazer mais jogos para o futuro da plataforma.

      • Sei não hein, a Micro vem com Scorpio e a sony tem que de alguma forma tenta ofuscar. 3 Jogos que foram anunciados ano passado estão cotados para sair esse ano. God of war (que se eu nao me engano, já está jogavel desde o inicio do ano), Days Gone e o Spider Man (esse eu acho que sai perto do lançamento do filme). Caso saia, essa teoria de que a sony não anuncia jogos com datas próximas vai para o saco.

        O caso do The last, eu já sabia que ia demorar, a ND estava focada em U4 e com sua nova DLC.

        Se esses 3 jogos saírem esse ano a sony precisa de algo faça as pessoas manterem o foco no PS.

        • Lançamento próximo é anunciar na E3 lançar no fim do ano. Se esses 3 games forem lançados ainda esse ano, eles terão sido anunciados a mais de um ano.
          A informação sobre o lançamento de Spider Man partiu da Marvel, a Insomniac correu para dizer que não tem nenhuma data para o jogo:

          https://twitter.com/insomniacgames/status/848961553940525056

          Dos outros dois jogos, seria novidade se saíssem esse ano. A Sony não gosta de “queimar” jogos do qual ela espera sucesso no período de lançamento do Call of Duty. Geralmente ela adia para o primeiro semestre do ano onde os lançamentos são mais mornos e ela pode causar mais barulho. Por isso eu chuto God of War para o primeiro semestre de 2018 e The last of Us 2 para o primeiro semestre de 2019.
          Para ganhar o status de vencedora da E3 a Sony não precisa fazer nada além de mostrar gameplays de jogos sem data. O resto os fans fazem por ela na internet.

          • God of War tem a tradição de ser lançado no mês de março.

          • No twitter Insomniac só diz que não tem data de lançamento anunciada, e não que eles desmentiram que não saira este ano e por este motivo ai tem.

            Call of Duty??? Qual??? Que eu saiba só a rumores de que a franquia vai voltar pras guerras do passado, mas jogo nem anunciado foi ainda.

            God of War ta com cara que vai sair na época de lançamento do Scorpio, afim de ofusca-lo, afinal o que importa no final é software e não hardware.

            Já Days Gone eu não acredito que lance este ano, mais vai que lança né.

            De toda forma a E3 tai pra dizer se os rumores são verdadeiros ou falsos.

          • Agora é software?

            2014, 2015 e final de 2016 não importou, o bom era poder jogar o Fifa e o Call of Duty no fim de ano, ter tempo para aproveitar multiplataforma, e a Microsoft era estúpida por que lançava muitos exclusivos perto.
            Agora que pela primeira vez na geração a Sony tem um período de exclusivos lançados um atrás do outro não tem problema nenhum, o que importa é o software.

            Todo mundo sabe que no período mais ativo da indústria de games tem um lançamento de Call of Duty. Eles ainda precisam confirmar alguma coisa?

            Amanhã vai ser um choro lascado na Internet, morre o assunto hardware começa o assunto jogos, se esquece completamente os últimos 2 anos e meio e se inicia a narrativa de que o xbox One morreu e começou a nova geração.

          • Pois é amanhã teremos inversões:

            se antes a resolução não importava e sim jogos, amanhã 4K serão totalmente perceptíveis em relação aos 1080p, mesmo que sua TV nem tenha HDMI2.1;

            Hardware potente não é tudo, o que importa são os jogos, mas amanhã, melhor dizendo, há 1 ano uma turma ali vem chamando um aparelho de monstro devido suas especificações e, os jogos, (que ainda não tem) ninguém fala.

            Antes a Sony fez burrada em lançar o Pro que só tem uma GPU melhor que o modelo base, mas amanhã a MS acertará em cheio com hardware totalmente melhor e ainda o declaram como meia-geração;

            Antes os jogos PS4 seriam prejudicados devido o Pro (Horizon mostrou o contrário), mas amanhã com o Scorpio não será, mesmo com as declarações de que os jogos para One ficariam a média ou baixas resoluções.

            É lindo quando se defende uma posição, não olhando para os seus erros mesmo que adote as mesmas práticas das outras concorrentes.

          • Amanhã a Digital froundry deixará de ser “Digital Sony” como alguns diziam e passará a ter respeito…uahuahahauauhauaha.

          • @Fe ta magoado desde 2013 com esse papo de hardware, ainda bem que o Scorpio está ai para alivio do mesmo, nem vou perder meu tempo em debate com o mesmo, fica só a brincadeira.

            PS: Verdade, a partir de 06/04/17 até o lançamento do PS5 a DF volta a ter importãncia e imparcialidade em suas análises, vai ser engraçado ver os que aqui a acusavam disso e daquilo agora que ela vai mostrar o obvio, assim como o fez referente a PS4 e Xone.

  4. Fernando, concordo que tenha muitos fãs da Sony que falavam isso que vc relatou, porém o problema não é ter jogos próximos, e sim, os mesmos jogos de sempre. Respeito muito a MS, gosto muito das marca Xbox, dos consoles, mas nessa geração, há uma discrepância de qualidade e quantidade de exclusivos a favor dá Sony, que nem msm vc pode negar. Não adianta querer tapar o sol com a peneira, querer desmerecer a qualidade de alguns games como vc msm fez com Uncharted dizendo que a estória do game está mais para a sessão da tarde, que as coisas não mudarão! Contra fatos não há argumentos e não havia como defender a MS no quesito jogos exclusivos nessa geração.

  5. Off topic: Curioso o resultado desta pesquisa feito pela Google a qual mostra que o Xbox é mais popular entre os adolescentes que o PS, sempre ouvi aqui que era o contrário, que o público da live é mais adulto e tals.

    http://www.eurogamer.pt/articles/2017-04-05-xbox-e-mais-cool-do-que-a-playstation-para-os-adolescentes-norte-americanos

    • Sem ter nada a ver com a Xbox ou PS4, eu já tinha visto isso, e não querendo muito questionar um suposto estudo sério da Google, parece-me que os resultados são um pouco estranhos.
      Mas dado que o estudo foi feito numa amostra de apenas 2 mil pessoas, localizadas exclusivamente nos Eua, tentando demonstrar os gostos de toda uma geração, certamente seria de aceitar que os erros são demasiadamente grandes pois a amostra é demasiadamente pequena para o que pretende alcançar.
      Mas infelizmente, mesmo assim há dados muito estranhos ali, e com certeza depois de te explicar o porquê, vais ficar a pensar.
      O estudo refere claramente logo no início que “mobile is still king”, algo que tu sabes perfeitamente ser verdade entre os adolescentes.
      Daí que quando vês a lista de produtos/marcas mais populares não te parece estranho, especialmente após o próprio estudo deixar isso bem claro, que o nome Apple ou Samsung (ou iPhone, iOS ou Android), não apareçam sequer?
      É que quer se queira, quer não, no mobile, estas duas marcas o grosso do mercado.
      Mas curiosamente… nem aparecem na lista.
      E depois, visualizando a lista estranho uma outra coisa, o Chrome!
      Com o devido respeito pelo Chrome, que sinceramente acho-o o melhor browser do mercado, parece-me esticar um pouco a corda que o mesmo esteja ali referido, especialmente depois das lacunas que referi em cima, e da referência do “mobile is still King”, sendo que os produtos iOS passam bem sem o Chrome.
      Os adolescentes conhecem bem marcas e vejo-os bem a falar das mesmas. Youtube, netflix, nike, oreos, Xbox, Playstation, sim, são termos que, uns mais do que outros, veem à baila regularmente nas conversas do dia a dia. Já o termo Chrome apenas surge quando se fala de browsers e da qualidade dos mesmos, não sendo algo que veja a ser usado nas conversas banais diárias.
      Ora perante estas suas situações, e acima de tudo a ausência de uma das grandes marcas de smartphones e tablets, apesar do estudo vir da google, e ser supostamente sério, eu nunca o colocaria aqui na PCManias, pois, perante a amostra pequena usada, questiono sériamente a representatividade real e consequente validade do mesmo.

  6. @Livio

    Tens toda a razão, hoje vira o discurso, hoje a resolução é novamente o factor decisivo, mesmo que a nível de jogos a Xbox esteja a levar uma autêntica ”surra” da PS4, o que importa é que seja a 4K, e nós os camelos da Xbox One, sim eu tenho uma, andamos a chuchar no dedo meses a fio, but wait, tivemos um RTS para mitigar o facto de que por causa do Escorpião, os actuais cliente tiveram que se contentar com jogos 3rd, felizmente tenho uma PS4, e essa não me tem dado descanso, aliás nem tenho tempo para jogar tudo o que tem saido exclusivamente para ela, já a min ha XO?
    Tive que a cobrir com um pano para a proteger do pó…

    Hoje é revelada a nova consola da Microsoft, temo que não seja o virar da página que a marca tanto precisa, espero que não seja mais do mesmo com melhores gráficos, espero que não seja um Forza 7 a 4k/60fps com o mesmo público de cartão, que não seja um novo Halo com gráficos bonitos mas com uma história ainda pior que a do 5, espero mesmo que a Microsoft perceba de uma vez por todas que não pode continuar a espremer as mesmas vacas de sempre nem se pode apoiar na filosofia do cheque em branco às Squares deste mundo, assim não pode ser, têm que criar variedade, escolha, fugir da treta competitiva para alimentar egos teen, (curiosamente os que acham Xbox mais cool), a marca tem que acordar para a vida, a PS4 está em grande, a Switch recomenda-se e não tarda nada temos ai uma PS5 que amanhã humilha os 6TB de hoje, altura em que mais uma vez, os jogos voltam a importar, e não é isso que interessa?

    • Pelo menos nesse mês liguei minha One para jogar o Ryse, que diga-se de passagem gostei ao jogar os primeiros 20 minutos(Na correria, nem HZD joguei nos últimos dias).

  7. Saiu gente: Xbox One Pro, ainda com jaguar e de certa forma a mesma diferença de poder entre PS4 e One. Decepção é a palavra pois esperava bem mais que isso.

    http://www.eurogamer.pt/articles/digitalfoundry-2017-project-scorpio-revelada

    • Ou seja, é uma Xbox One Pro, uma consola mid-gen, tal e qual a PS4 Pro, basicamente a montanha pariu um rato, e ainda andavam ai certos iluminados a dizer que isto era uma nova geração, desenganem-se meus amigos, os mesmos jogos das mesmas IP’s já esgotadas a correr com uma resolução maior e com um melhor framerate, hei, ao menos o próximo Forza deve ter clima dinâmico.

      Vem ai o monstro diziam, acho que é mais o bicho papão!

      • Lendo agora com mais calma, achei o projeto mais adequado do que o da Sony, aparentemente o Scorpio vai ter folego de sobra pra levar os jogos do One pra 4K, sem perda de fps, e qualidade gráfica, e além de tudo acredito mesmo que com estas especificações o console possa ser lançado no fim do ano a quem sabe 399,00, eu compraria sim.

        • Sendo lançado um ano depois, se não fosse melhor seria estranho não achas?

          Em relação a comprar, vou ter a mesma atitude que tive para com a PS4 Pro, NÃO OBRIGADO!
          Não sou cliente de segunda categoria, isso não devia existir no universo das consolas, vai contra muito do que representa uma consola, comprar isto é compactuar com o muito que vai mal nesta industria.

          Uma curiosidade, ainda me lembro da Microsoft criticar a Sony porque eles mostraram a ”caixa” enquanto a Sony mostrou um comando, e heis que a revelação da Scorpio é uma porcaria de uma peça da consola emoldurada num bocado de plástico, que falhanço de revelação…

        • Mas isso já foi dito aqui no PCManias.

          Para levar um conteudo de 1080 para 4K seria necessário, se não me engano, 4x mais potência.

          Calculando a diferença de 1.31TF para 6TF temos mais que o necessário, portanto todos os jogos One estarão aptos a rodar 4K no Scorpio.

      • Eu apostava mais como se fosse uma nova geração, mas pelo visto ficamos mesmo com uma mid-gen.

        Agora refaço umas perguntas que fiz meses atrás:

        Essa é a solução da MS para tentar dar uma reviravolta na geração e tentar vender mais que o PS4? É lançando um aparelho top de um modelo que vende abaixo da concorrência? Seria uma síndrome de não ter o produto mais potente e acabar com a atual geração estufando o peito de console mais poderoso?

        A atual geração seria diferente devido o ser a primeira vez que o hardware mais potente iria ser o mais vendido, mas pelo visto a MS não quis quebrar a tradição, ficando agora o hardware menos potente a ganhar, assim como aconteceu nas gerações anteriores.

        • Eu sinceramente não sei o por que de surpresa para alguns, as especificações estão reveladas desde a E3 do ano passado. A única curiosidade era como a Microsoft atingiria os resultados, quantos CUs, qual o clock, qual a solução para a memória RAM etc.
          Desde sempre eles diserram que era um console para levar jogos do Xbox One para 4K, sendo 900p ou 1080p. Fizeram personalizações para alcançar isso. Essa máquina certamente vai executar bem melhor que PCs de potência equivalente.
          As pessoas que fantasiaram que seria uma nova geração na esperança de um triunfal PS5 anunciado na próxima E3.
          Como eu sempre disse, o Scorpio é o rival do PS4 Pro e tecnicamente o melhor local para os jogadores entusiastas jogarem.
          Se eles escolherem o preço certo, o Scorpio aumentará em muito as vendas do Xbox.

          • Pois é né, pelo menos não fico na torcida por um novo hardware Sony, ela até já lançou (Pro) e muitos assim como eu negaram.

            Entretanto outros torciam por um novo produto para enfim ser o hardware mais poderoso da geração.

            Especificações não foram totalmente reveladas na E3, tinha o fator principal que era a CPU e a partir dela é que definiria em que situação ficaria o Scorpio.

          • Por quê a CPU definiria tudo?

            A única questão sobre a CPU é se ela seria capaz de lidar com 4K mantendo a mesma taxa de frames que o equivalente no Xbox One sem subutilizar a GPU.
            A primeira demonstração diz que sim. Provavelmente não será possível transportar jogos em 30fps do Xbox One para 4K 60fps. Mas isso nunca foi prometido. O que foi prometido era um hardware capaz de levar jogos do Xbox One para a resolução de 4K nativos, e nisso o Scorpio tem potência com uma sobra para melhorias.

          • Caso você tenha lido atentamente o artigo eles decidiram continuar com o Jaguar para promover 100% de compatibilidade com os jogos do One.

            Poderia colocar outra CPU? Sim mas a compatibilidade com o One poderia ser prejudicada, entretanto uma nova CPU habilitaria o Scorpio a fazer mais, poderia dar aquela inovação que muitos esperavam. A nova geração. Mas ainda bem que foram sensatos e decidiram pelo Jaguar para não aumentar os custos.

            E a tal saída True 4K? Pelo artigo ele usa HDMI 2.0, a não ser que irão seguir o exemplo da Sony e colocar um controlador atualizável.

            E porque uma triunfal PS5? PS4(base) ainda está rendendo bons jogos, veja HZD, dos amigos que testaram GT Sport disseram que o jogo está muito bom, tanto na física quanto gameplay e visual.

            A Sony tem motivos para segurar o PS4 até o final de 2019. Ou seja até o momento em que o Scorpio começar a ameaçar as vendas do PS4, pois duvido que em 2 anos a MS consiga vender mais que 27 milhões de unidades e a Sony sem vender nada.

    • Arrefecimento similar ao utilizado no PS3 Slim e no PS4 base, modelos barulhentos, máquinas de assar, como dizem.

      Esperar para ver.

      • Nota: comentário genérico e não como resposta.

        Só agora tive tempo para dar uma vista de olhos no artigo da Scorpio, e não sei quando vou ter tempo para escrever algo.
        Mas houve muita coisa que, dentro do não gostar, apreciei.

        Começo por explicar que abomino este conceito de consolas de meio de geração. Abominei a PS4 Pro e abomino ainda mais a Scorpio que leva o conceito ainda mais longe.

        Mas de resto a consola limita-se a seguir os passos da Pro, mas numa escala superior.
        O hardware continua o Jaguar no CPU e o GPU é uma polaris costumizada e pelos vistos muito bem engendrada.
        Isto qier dizer que os receios de um preço estupidamente alto poderão e eventualmente ser colocados de parte. Com este hardware, que será sempre mais caro pelas alterações, estamos dentro de algo para o qual se pode, eventualmente, conseguir algo dentro dos 400 (versão optimista), a 500 euros, mesmo que assumindo algumas perdas.

        Essa é a parte boa. A preocupante é que as diferenças face ao hardware geral da One são brutais e ao contrário da Pro, aqui não temos gargalos equivalentes. E isso quer dizer que as disparidades a 1080p podem ser gigantes, ao ponto de serem preocupantes.

        Mas assim que puder, exploro mais isto num artigo. Para já fica esta nota para os mais atentos à PCManias.

        • No aguarda do artigo, ansioso.

          Sobre o console, mesma opinião com relação ao PS 4 PRO, não comprei, como não vou comprar esse Scorpion. Nem terminei de pagar minha Panasonic para jogar Full HD, quanto mais uma tv nova.

        • Se vier custando 400 euros acho que ela n terá lucro, visto que o console é mais poderoso que o pro e tem um player 4k. A não ser que ela esteja disposta a perder dinheiro inicialmente.

        • Ninguém da Microsoft falou Polaris nem falou Jaguar.
          Para rodar Forza 6 Apex em 60fps em 4K no ultra, é necessário bem mais do que o Jaguar e pelo menos 100% de uma Polaris com clock máximo, o Scorpio fez com utilização de 88% da GPU. Executou o game com as mesmas configurações visuais do Xbox One com apenas 66% da GPU. As personalizações da Microsoft foram pesadas.

          • Na realidade quem escreveu tudo foi a Digital Foundry. E se vires os restantes artigos e videos, encontras a indicação do Jaguar e da Polaris,

          • Uma coisa que parece ter passado meio despercebido por todos foi que nem a microsoft, nem a DF falaram sobre a parte do VR nessa brincadeira. Sera que a microsoft abandonou essa ideia?

    • Ontem no meu twitter eu brinquei que só faltava colocarem um Jaguar OC no Scorpio, dito e feito.
      Por um lado deve ser bom pra não subir muito o preço, mas confesso que esperava algo mais moderno.
      O player 4k tá lá… legal. Enfim, acho que vai ser bom.
      Apesar de não concordar com meio de geração, continuo achando o Scorpio mais aceitável que o PS4 Pro.

    • Em relação ao PS4 Pro:

      Tem 1.8 Tflops a mais, que é o equivalente a um PS4 base;
      Tem 50% a mais de memória;
      Tem 49% a mais de largura de banda;

      Talvez a única similaridade seja que a GPU também possui hardware que auxilie com Checkboard Rendering caso necessário e possível que a CPU ainda seja baseada na mesma série Jaguar.
      De fato, perto do PS4 Pro ele é muito melhor e é o console mais poderoso alguma vez criado. O PS4 Pro nunca rodará nada com a mesma qualidade do Scorpio e a diferença entre eles é maior do que a diferença entre PS4 e Xbox One.
      Se o PS4 ganha na GPU, perde no CPU, praticamente empata na largura de banda e quantidade de memória, com uma leva vantagem por causa das questões da ESRAM, com o Scorpio é diferente, ele simplesmente ganha em tudo do PS4 Pro.

      Sua decepção deve ser com a Sony que fez um PS4 para o mercado 4K que não tem capacidade para atingir 4K.

      • Li a matéria da Eurogamer (bem detalhada a propósito) sobre as tecnologias empregadas no Scorpio. Realmente é bastante impressionante em se tratando de um console. O comando do Phil Spencer realmente parece entender o público gamer, embora muita gente torça o nariz (muito por questão financeira) acredito que junto ao PS4 padrão, será o setup perfeito, dependendo do preço claro, que se imagina é que não conseguiria montar um PC pra 4k na mesma faixa, e PC é terrivelmente mal otimizado. Aí é curtir os exclusivos da Sony e multiplataformas em 4k com mais substância que o famigerado PS4 Pro. Além dos próximos Forza que deverão vir sensacionais, mas sem novas IPs pode ser que nem um aparelho desse salve a marca. A falta de jogos bons exclusivos é medonha. Outra queixa que é o marketing, também continua, porém essa jogada com a Digital Foundry foi muito boa. Se houver uma versão 2 tb de HD deve ser essa a escolha porquê deverá lotar rapidíssimo. É uma preocupação constante o quanto custará essa brincadeira. Nos EUA deve ser um preço mais saudável, agora no Brasil é que a porca torce o rabo. :O

      • Não, vcs caixistas gritavam aos cinco cantos do mundo que o Scorpio seria o messias da Microsft, Ryzen, Vega e novas tecnologias, dai a Microsoft vem e mostra novamente e para um leve desapontamente frente ao hype criado um Jaguar, Polaris e muitas das coisas que o Pro desde nov/16 já traz, isso um ano depois, decepcionante amigo, pra vc talvez não, mas pra mim sim blz.
        No final é apenas um bom hardware para altura de seu lançamento. Agora vamos esperar os novos jogos né.

  8. Realmente um bom console porem sera caro, Outra decepcao? kkkk Deve ser por que a prorpia disse que nap é uma nova geracao sera que é por isso?

  9. O digital foundry ficou muito impressionado com o scorpio , a MS fez muita customização. no hardware , tanto que o forza 7 roda em 4k com os presets do One usando apenas 66% da gpu , sem ter feito as otimizaçoes, recomendo lerem o artigo inicial do digital foundry

    • O estranho seria se rodasse com gargalo. A diferença de potência entre Scorpio e One permite que o jogo rode a 4K 60fps sem complicações e ainda há uma margem de potência a ser utilizada, então é lógico o jogo estar rodando no Scorpio com uma certa folga.

      • A diferença pratica se mostrou além da diferença das especificações no papel. Para rodar Forza 6 em 1080p e 60fps cravados, a utilização de GPU do Xbox One fica em 90% constantes. Para atingir a mesma configuração gráfica mas rodando em 4K com mesmos 60fps cravados, a GPU do Scorpio apresentou utilização de 66%. Então eles mostraram outra demo, subindo os settings gráficos para o erquivalente ao Ultra do PC, e ainda sim a utilização de GPU ficou abaixo de 90%. Isso está referencido no artigo da Digital Foundry de hoje. É por isso que ficaram muito impressionados.
        Ou seja, o Scorpio tem poder para levar jogos que estejam em 900p no Xbox One para 4K, e os jogos em 1080p podem ser escalados para 4K com melhorias de ativos gráficos.
        Isso depende muito da otimização dos motores, mas indiretamente, isso significa que ele poderá vir a levar games que rodam em 1080p no PS4 para 4K.
        Em computação, vários fatores influenciam e matemática nem sempre é exata. Pela matemática exata, o Scorpio precisaria ter 7,7 tflops para igualar o resultado que teve no motor do Forza 6.

      • Na verdade, se os resultados práticos são o reflexo de eficiência da arquitetura do Scorpio e se manterem para o desenvolvimento multiplataforma, possivelmente existe a capacidade de levar jogos que estejam em 1080p no PS4 para 4K nativos com alguma melhoria de ativos gráficos.
        Só teremos essa prova quando o produto for lançado e houver comparativos.

    • Forza 6 amigo

  10. Acho uma aberração essa coisa de consoles de meio de geração, mas os fanboys da Sony devem estar incomodados, pois de fato o Scorpio é bem superior ao ps4 pro, ou pelo menos na comparativa de ps4/Xbox one e ps4 pro/Scorpio, o Scorpio faz bonito! De fato a MS cumpriu com a palavra de ter um console capaz de rodar games em 4k, mas o console aparenta ir além. É uma aula de engenharia da MS! A MS voltou a ser MS no quesito consoles tão ou mais poderosos do que os da Sony, e creio que o Scorpio veio para passar essa a mensagem que voltaram para a batalha dos tflops.rs

    • Analise superficial em, não tirando os méritos da Microsoft no desenvolvimento do Scorpio mas já era de se esperar que o mesmo fosse mais poderoso que o Pro até mesmo porque a mesma teve 1 ano pra deixar tudo como está, é tipo a Sony vir na E3 2018 e dizer o PS5 vai ser o console mais forte já lançado, soa muito obvio né.
      Outro ponto que penso diferente também é que, o PS4 e One foram lançados juntos já PS4 Pro e Scorpio com uma diferença de 1 ano, já não tem como comparar os casos também, e por ultimo sempre haverá essa disputa por TF, ano passado foi a Sony com o Pro, este ano é a Microsoft com o Scorpio, 2019 é a Sony novamente com o PS5, 2021 vem a Microsoft denovo.kkk

      • O artigo da Scorpio sairá amanhã de manhã. Lamento não poder colocar mais cedo, mas estou até às orelhas com trabalho.
        Adianto desde já que os fans da Xbox devem gostar muito do que vão ler.

      • A MS fez um grande trabalho com o scorpio, o mesmo que a Sony fez com o ps4. O console foi todo trabalhado minuciosamente. Acredito eu que ele
        já vinha sendo trabalho um pouco depois do lançamento do xone.

        Eu n apoio hardware no meio dá geração, mas nao tem como não reconhecer o trabalho.

        A Sony não precisava de outro hardware ela vacilou em ter lançado o pro,era só esperar a MS lançar outro console e depois lançar o seu.
        Enfim, se o scorpio tiver um bom preço e fazer sucesso, a Sony vai ter que rebolar para não perder o mercado.
        Eu espero nao ver um ps5 ano que vem.
        –‘

      • Netto, não esquecendo que o ps3 veio 1 ano depois do Xbox 360, e comeu poeira a geração toda nos jogos multishow. Óbvio que 1 ano faz bastante diferença, mas quando não faz um bom trabalho, a diferença não aparece! A pergunta que não quer calar? Como será definida uma geração hj? Nós PCs de fato isto não ocorre ou ocorre como estão fazendo com os consoles hj. Pensando nisso, me caiu uma dúvida: Será que o Scorpio terá hardware para aguentar até quantos anos pós ps5? Msm que no futuro, com games mais pesads, ele rode em resoluções menores. Já parou pra pensar nisso? Abraços…

  11. Pessoal acha que deve ser fácil lançar um console assim em segundos.
    PS5 vai acontecer mais não deve ser por agora, pois a divisão não esta nadando em dinheiro, outra a MS pode segurar com scorpion ate 2020 e depois lancar outro estará na vantagem em potencia.
    Parem de bobagem joguem e se divirtam

    • Foi o que eu disse acima, a Sony tem como segurar o PS4 até 2019. A preocupação dela é garantir que os números de venda fiquem igualitários e p/ isso vai fazer corte de preço(já que o PS4 dá lucro há muito tempo) e colocar seus jogos para saírem.

      27 milhões de unidades não são diminuídas em pouco espaço de tempo.

    • Gabriela, em que te baseias para dizer o que dizes?
      A Divisão de jogos da Sony é quem segura aquilo tudo. Investir nela não é apenas um investimento, é uma necessidade, diria mesmo, uma obrigatoriedade!
      Tens uma visão um bocado curiosa das coisas! Diz-me: Se tens uma empresa de roupa e o que te segura é um modelo de casacos, se a concorrência lançar um casaco novo que pode ofuscar as tuas vendas, o que farias? Deixavas as vendas descer arriscando quebras de receitas ou, mesmo que isso implicasse investimento, tentavas colocar um novo casaco no mercado para continuares nos lucros?
      Recomendo que vejas o filme de 1987, The_Secret_of_My_Success com o Michael J Fox.
      Para além do mais, uma PS5 deve estar a ser já preparada desde que a PS4 foi lançada… Isso aconteceu com a PS3 após o lançamento da PS2 e com a PS4 após o lançamento da PS3, não sei porque haveria de ser diferente agora.
      Data de lançamento? Depende da mossa que a Scorpio fizer. E acredito que possa fazer bastante…

      • A pergunta foi p/ mim?

        • Não.. para a gabriela… Este esquema de cores não ajuda muito a perceber isso.
          Editei o meu comentário.

          • Dá para perceber, até pq tem a “hierarquia” do posicionamento das mensagens. O problema foi o teor da frase, pois agora estou vendo que tem Gabriela no início da sua pergunta, mas antes eu não tinha visto.

      • Tenho uma visao e vc outra ai esta o ponto.
        Sim é uma divisão que da resultados e omo citado por você esra segurando as pontas, porem é uma das poucas que esteja dando lucro.
        Meu ponto de vista é que não é o momento para mesma investir e lancar em seguida um pS5 so para mostrar para concorrência algo melhor e a longo prazo levar prejuízo como já ocorreu em diversas marcas.
        O sucesso do PS4 foi devido justamente ter pensado em um produto que levasse a melhor experiência para o publico que exigia isso.
        Meu ponto de vista e opinião que a MS tem dinheiro para isso independente se a divisão dar lucros ou não pois é MS e tem grana para fazer isso.
        O que deixo na minha “Opiniao” é que o pessoal esta esperando aos 45 minutos do segundo tempo um ps5 para já achando queé fácil desenvolver um console e lanca lo, acha mesmo que não devem estar pensando como vamos vender o ps4 pro depois do anuncio de ontem? Isto se tornou patético pois lanca um ps5 a ms como já disse não lancou uma nova geração espersa o lançamento e lanca um novo console e não ter amis fim isso. Porem são duas empresas e dois caixas diferente analisando os fatos quem sera que esta disposta a gastar mais para levar esta guerra boba? Uma sabemos que tem de sobra outra já sabemos que precisa ter este lucro para se manter viva .

        • Não estava a criticar a tua opinião Gabriela, apenas a dizer que a mesma não me parece muito adequada à realidade da Sony.
          Tu nos negócios tens duas possibilidades, absorver prejuizos ou investir para renovar os lucros. Ambas as hipoteses tem prós e contras, e ambas são soluções a ponderar.
          Agora no caso da Sony acho curioso que penses assim pois sabes bem que absorver prejuizos não é alternativa, pelo que se a Sony tiver de investir, podes ter a certeza que investe. É isso ou ter prejuizos.
          Se a Scorpio saísse uma valente porcaria, até aceitava que nada se alterasse, mas a questão é que a Scorpio é muito, muito interessante (não quero falar muito mais, lês amanhã), e acredito que tem o potencial para fazer mossa à Sony. Daí que se se isso acontecer, acredito seriamente que veremos uma PS5 mais cedo do que possam pensar.

          • Já tô pensando em como vou arrumar dinheiro pro Scorpio, imagine então se vier um PS5 em breve. O problema nem é a Sony depender do sucesso do PlayStation, mas como nós mortais vamos bancar nosso hobbie. 😛

          • Esse é o problema. Detestaria ter de cortar o suporte a multiplas consolas para suportar só uma.

          • Então Carlos, se voce for aqui do Brasil feito eu, vamos ter que nos virar nos 30 pra ter esse console em casa, já to pensando em vender meu Playstation 4 Pro, meu Xbox One day one edition, meu Play 3, meu Xbox 360 e mais meu 3DS pra ver se dá kkkkkk

          • Espero que fiques com uma PS4 porque apesar de o hardware ser interessante, ele não vai fazer os jogos nascerem do nada.
            Convêm veres ambos os artigos este fim de semana.

          • Molina, adiciona um rim nessa tua lista pq só isso acho que não vai dar conta.

            TV 4k, PS5 e Scorpio. Acho que passa de 10mil em gastos com isso tudo.

          • Falando sério agora, do Playstation 4 não me desfaço enquanto não jogar o novo God of War, a expansão do Uncharted, Spiderman e principalmente o Last of Us part 2, e esse Scorpio aqui no Brasil vai começar a ficar viável depois de um ano do lançamento.

            Uma dúvida Mario, a diferença do Pro para o Scorpio é muito diferente do que a diferença do Playstation 4 normal para o One?

          • Fernando, sou sim do Brasil, e minha vida de jogador tem sido vender console pra comprar outro. Ainda temos esse “agravante” que será comprar a TV 4k, o bom é que tenho visto o preço delas cair de uma maneira que eu nem esperava nos últimos tempos.
            Outra preocupação é como o comércio brasileiro vai querer tirar vantagem disso (Scorpio).
            Edit: não vou vender o PS4.

          • Carlos, se pegarmos como exemplo o Switch, que saiu por 299 dolares e aqui tinha vendedor cobrando absurdos 3.000,00 reais, se o Scorpio não for fabricado aqui, chuto de 4.500 a 5.000 reais a brincadeira

          • Exato. Até hoje não esqueço o PS4 a 4.000
            Isso foi obsceno. E foi o motivo pelo qual tive um Xbox One antes.
            Se o Scorpio vier por esse preço que você falou, ai o 4k vai chegar aqui via PC mesmo kkk.

  12. E agora a Sony (que aprendeu com os erros do PS3) e a MS (que aprendeu com os erros do One Alpha) irão lançar hardwares minuciosamente estudados e projetados.

  13. Creio que alguns jogos sairão em simultâneo para ps4 e ps5 e The last of us parte 2 é o jogo que apostaria nesse formato.

    • Eu acredito que 2018 possa ser um bom ano para a PS5. Tal criaria condicionamento nas vendas da Scorpio é daria pelo menos um ano de vantagem à Sony, pois dado o lançamento da Scorpio agora, e o investimento a que está obrigou, a Microsoft necessita de lhe dar um ou dois anos.
      Mas creio que é prematuro falar disso. É mera especulação.

      • Mário, estava pensando em algumas coisas que não estava a me dar conta. A Microsoft alega que não teremos mais as gerações tradicionais, sendo que o Scorpio está a vir 4 anos depois do lançamento dos consoles ps4 e one, com um hardware que de certa forma poderíamos considerar como nova geração, porém ela faz com que o console tenha de fato retrocompatibilidade com games do Xbox 360 e do one, mas tendo, creio eu, algum gás para rodarem jogos que consideraríamos uma nova geração. Me dei conta que as thirds devem estar amando esse conceito da MS, pois como o console roda games mais antigos tb, como no PC, consegue-se a comercialização de games onde não ocorria antes por conta da própria mudança de geração. Aí vem a MS, garante avanços técnicos tanto nos games do Xbox 360 e principalmente nos games do one.Aí vem a Sony e lança o ps5, com um hardware mais robusto, porém até lá, penso que a estratégia da MS é vender o Scorpio mais barato, rodar os jogos vindouros com resolução menores( ele sendo uma espécie de Xbox one s comparado com o Scorpio) e criar 1 ano depois do lançamento do ps5, um outro console, com compatibilidade com todas as gerações passadas ( Xbox 360, Xbox one) me passou isso e posso estar falando uma besteira mas creio que a estratégia da MS pode ser essa.

        • O conceito de gerações como as entendias acabou. E isso porque a retro compatibilidade será uma realidade daqui para a frente, ou pelo menos assim se espera.
          Nesse conceito que se acredita venha a existir, uma PS5 ou uma Xbox Two não representariam um quebrar com as gerações anteriores. Apenas implicaria o eliminar da PS4 da lista de consolas suportadas. Basicamente tal como nos PCs, onde a compatibilidade está sempre lá, mas as máquinas mais antigas deixam de ser capazes de correr o software.
          Os jogos PS4 correrão todos na PS5, mas os PS5 não correrão na PS4, sendo que ambas as consolas podem continuar a ter suporte e a viver em conjunto algum tempo.
          A Scorpio, tal como a Pro, não teve um hardware escolhido à sorte. O CPU jaguar não foi escolhido à sorte. A questão é que um Ryzen tem timmings internos de funcionamento diferentes que obrigariam a patches a todos os jogos, ou a correr os jogos Xbox One por emulação. A escolha de um Jaguar era quase uma necessidade.
          No futuro isso acabará! Com uma PS5 ou Xbox Two, as consolas antigas terão mesmo de ser “emuladas” (dependendo no hardware, pode ser apenas no CPU, ou no CPU + GPU), mas a retro compatibilidade continuará.
          Agora aquilo que poderemos chamar de uma quebra geracional é uma inevitabilidade. O hardware evolui, e manter a compatibilidade com o anterior não é algo que se coadune com APIs de baixo nível. Daí que, quer na Microsoft, quer na Sony, um dia as gerações anteriores terão mesmo de correr num ambiente especial.

Os comentarios estao fechados.