Empresa americana cria ecrã dobrável com 0.01 mm de espessura que até abana ao vento.

Trata-se de um ecrã OLED, tem 0,01mm de espessura, e é perfeitamente dobrável.

A Royole é uma empresa Norte Americana, sediada na California, e que pretende apresentar no mercado um telefone fléxivel. Nesse sentido a empresa criou um ecrã OLED superfino, que espera ver integrado numa próxima geração de smartphones. É um ecrã de 0.01 milimetros de espessura, que pode ser dobrado, e que até abana ao vento.

Apesar de tal ainda não ter acontecido nesta altura, na data de publicação deste artigo o Smartphone da Royole já terá sido apresentado na Conferência IFA em Berlim, sendo que a visão da empresa é a de uma aparelho que pode ser usado como os aparelhos tradicionais, mas igualmente dobrado para ser colocado em torno do pulso.

Apesar de o ecrã não ser touchscreen, as primeiras análises mostram que as cores são vibrantes e que há uma densidade de 200 a 300 pixels por polegada, com boa intensidade de luz.

A empresa planeia ainda lançar em Novembro uma T-Shirt com ecrã flexivel, mas como podem ver, a um preço altamente desinteressante.



Os Finais de 2018 e todo o 2019 será certamente o ano dos ecrãs flexiveis. A Samsung trabalha num e a Huawey e a Apple também aparecem como empresas que se referem estar a trabalhar em algo do género.

Eis o ecrã a abanar ao vento:



Posts Relacionados