Fans de Halo não estão satisfeitos com o estado do jogo.

5 6 votes
Avalie o nosso artigo

As queixas são de que é inaceitável o estado incompleto em que o jogo está, algo que nunca deveria ser aceite num jogo AAA.

Nota: Este artigo não pretende ser uma critica ao jogo Halo, ou à sua qualidade, mas sim abordar algo bastante mais genérico e uma praga atual: O de editoras, cada vez mais prestigiadas, lançarem jogos incompletos para o mercado. Halo é um porta estandarte e nesse sentido, talvez um dos últimos jogos onde este tipo de coisa fosse espectável de ser visto.

Neste artigo pretendo dar a conhecer algumas das queixas dos utilizadores do jogo Halo Infinite. Basicamente a queixa não é sobre o jogo ou a sua qualidade em si, mas pura e simplesmente pelo facto que o jogo foi lançado… incompleto. A piorar as coisas os fans entendem que o mesmo se subverteu a Microtransações de situações que antes eram gratuitas.
Note-se que este artigo não reflete, ou deixa de refletir a minha opinião sobre o assunto, mas a realidade é que sendo Halo, oficialmente, um produto inacabado, não posso deixar de postar a queixa aqui, no sentido de promover o debate sobre este tipo de situações.

Assim deixo um apanhado de comentários de um utilizador sobre o estado do jogo, devidamente traduzidos:

Comentários de 01011001 em Neogaf



Vamos apenas olhar para factos objetivos, e isso deverá ser suficiente para explicar porque as pessoas estão a cair em cima da 343i:

O Halo Reach lançou com mais de 10 playlists e dezenas de modos, um dos quais era um modo completamente novo chamado Invasão. O Firefight voltou do ODST e foi evoluido loucamente.

O Halo Reach foi lançado com centenas de peças de personalização de armaduras, todas elas desbloquevais simplesmente jogando o jogo.

O Halo Reach foi lançado com modo COOP e com um modo Forja plenamente funcional

O Halo Reach foi lançado com uma carrada de mapas

O Halo Reach foi lançado com um editor de jogo perfeitamente funcional



O Halo Reach foi lançado com um modo de análise do estado da carreira que tinhas todas as estatísticas disponíveis para serem vistas.

Agora vamos ver o Infinite:

O Halo Infinite possui apenas 3 playlists com um total de 8 modos de jogos.

O Halo Infinite possui uma personalização extremamente limitada por conceção, e altamente monetizada, apesar de vender a campanha por 60€

O Halo Infinite não possui modo coop no lançamento (será necessário esperar 6 meses), e tambem sem modo Forja (será necessário esperar 9 meses)



O Halo Infinite possui o menor número de mapas de todos os lançamentos Halo

O halo Inifinite possui um editor de jogo EXTREMAMENTE limitado (estamos a falar em algo pior que o Halo 2), e totalmente cheio de problemas.

Não há qualquer possibilidade de análise do estado da carreira

Todas as pessoas que defende o Infinite só apresentam 3 argumentos
1: “mAS É GRatuiTO!!”
2: “eLEs vÃo EvenTUAlmENte CoRRIgiR iSSo!!!”
3: “MaS A joGabILIdadE é BOa!!!”

E a resposta a isso é simples:
1: Não, não é! Custa 60€/$ com um modo MP cortado e adulterado
2: Altamente! Vamos criar um jogo por 6 anos, atrasa-lo 12 meses, e mesmo assim lançar um produto inacabado!
3: A jogabilidade de QUALQUER HALO É BOA… isso não é uma desculpa para o que está a acontecer…
e qual o Halo que possui a melhor jogabilidade é algo puramente subjectivo. Alguns dizem que o Halo 3 ainda é rei, outros adoram o Reach, alguns até gostam do merdoso Call of Halo 4… e outros gostam do estilo Power Rangers no espaço Halo 5.



Este comentário é complementado com outro mais tarde que refere:

Este é o real problema, estamos a aceitar mediocridade… Este lançamento é um desastre, mas as pessoas só referem “pois, mas eles vão corrigir isso”.
Não… parem com isso. Este lançamento é uma piada comparando com qualquer outro Halo em existência. E todos os jogos Halo possum boa jogabilidade, não há nada de especial neste jogos.

As pessoas que não se se baixam para serem lixadas pelos publicadores AAA são agora patéticas para quem defende estas situações. E o resultado é que temos um cenário de jogos AAA modernos lançados com a mentalidade “Eles vão corrigir isso depois”, e que leva a aberrações como o Cyberpunk, a Trilogia GTA e o Battlefield 2042. E o “mas vocês não tem de comprar os extras”, que levam a tretas como o Battlefront 2.

Vamos apenas ignorar que todos os Halos desde o 3 tiveram melhores características no lançamento. Vamos ignorar os factos objectivos! Nah! Seus chorões patéticos. Os chorões patéticos que querem produtos acabados que pelo menos atinjam o nível de acabamentos e de riqueza de conteúdo dos seus antecessores… 

Perante as defesas ao jogo, alegando que:



1 – Jogos diferentes, motores diferentes, eras diferentes

2- O Halo Reach usava o mesmo motor do Halo 3, ao passo que aqui estamos perante um reboot da tecnologia.

3 – No lançamento as pessoas detestaram a jogabilidade do Halo Reach

4 – Tens de parar de jogar o jogo. Claramente detestas tudo no jogo e tens de voltar ao MCC. É lá que está o Halo clássico.

A resposta foi:



1: QUE RAIO É QUE ISSO IMPORTA? O jogo tem em falta caracteristicas básicas que irão demorar pelo menos 9 meses (ou mais), a serem repostas.

2: O motor Splipspace não é novo. Usa o motor do Halo 5 como base, e penso que isso foi confirmado oficialmente.

3: As pessoas detestaram o Reach por factores objectivos como o balaço do jogo e a mudanças das abilidades. NÃO É COMPARÁVEL.

4: Querem acabar com isso? Isto não tem a ver com jogar jogos de Halo “Clássicos”, é sobre o criadores AAA lançarem os jogos num estado lastimável e sem conteúdo, e as pessoas como vocês dobrarem-se para lhes lamberem as botas como se fossem parte da empresa e tivessem algo a perder.
Se lhes querem lamber as botas, força, mas são pessoas assim que são responsáveis por lançamentos como estes. Lançamentos sem características comuns, sem conteúdo, e que possuem micro transações que envergonham os jogos de telemóveis.
“vai jogar jogos antigos” é a coisa mais estúpida de ser dita quando se apresentam factos OBJECTIVOS que claramente mostram como o Halo Inifite está despido de conteúdo. O argumento é tão estúpido como o argumento dos nacionalistas sem cérebro que nos dizem “Se não gostas sai do país”. QUE TAL NÃO? QUE TAL QUE EU QUEIRA QUE AS COISAS SEJAM BOAS?

Realmente questiono qual foi o momento exacto em que a maior parte dos jogadores, como um colectivo decidiram começar a aceitar todo o tipo de porcaria que os criadores nos servem num prato dourado de micro-transações (e essas funcionam bem… havendo bastantes! Porque será?)



“Não… eles vão corrigir”
“eles vão melhorar”
“eles vão lançar mais”
“É APENAS UMA BETA!!!”
“Não compres os extras se não gostas!”
“Vai jogar os jogos antigos!”

Pois… porque esperar que os jogos novos superem os antecessores? Que ideia estúpida a minha… Desculpem..

E vocês? Perante a realidade cada vez mais comum de lançamento de jogos inacabados e com problemas, quem concorda com esta posição? Quem discorda?

Espera-se debate nos comentários.



5 6 votes
Avalie o nosso artigo
56 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
HENNAN SANTOS CARVALHO
HENNAN SANTOS CARVALHO
1 mês atrás

Eu já desisti. A parte ruim da indústria venceu e só vai piorar. Faça uma critica a qualquer game e você será lixado pelos ditos fãs. O que vejo hoje é a monetização determinado o design de games pagos. Seja no fato do Halo Infinite ser incompleto para prender o jogador ao serviço ou o aumento na dificuldade para obter dinheiro e experiência em Tales of Arise. Tudo isso com apoio da mídia que está mais preocupada em encher o bolso do que fazer seu trabalho. Acho que nunca vou esquecer um review elogiando a péssima IA do Deathloop porque tornava o game mais acessível. Esse é o belo futuro dos games.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
1 mês atrás

Estou até gostando do jogo.
Edit: óbvio que ele está muito atrás do que já vimos em outros títulos. Não quero ser ofensivo mas, Halo Infinite parece um jogo infantil de certa maneira.

Eraser
Eraser
Responder a  Carlos Zidane
1 mês atrás

Tambèm ratchet e não é por isso que deixa de ser bom.
O forte de halo sempre foi a gameplay, com destaque para a IA.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Eraser
1 mês atrás

Não sei, acho que Halo quer ser mais sério, mas o gameplay é pobre comparado a outros jogos do gênero. Não houve evolução. Ratchet teve uma baita evolução.

Perai, você elogiou a IA do Halo?! Não vou discutir isso, mas não concordo, não vi nada de especial alí.

Deto
Deto
Responder a  Eraser
1 mês atrás

o forte do Halo não é nada, é viver de passado quando ele não tinha concorrência em FPS de consoles e como não tinha nada para comparar ele era muito bom.

FPS de PC já humilhava Halo uns 10 anos antes de Halo existir.

se duvidar Unreal Tournament 99 (isso mesmo, de 1999) no BR tem mais gente ativa jogando que Halo 5.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Eraser
1 mês atrás

Ah cara. Na moral, tu não tem vergonha de comparar ratchet & Clanck com essa aberração de Halo? Por favor! Não vamos perder a sanidade.

Juca
Juca
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Bem vindo ao modelo de jogos como serviço, onde pra manter o interesse na plataforma por mais tempo as coisas são soltadas aos poucos.
O erro das pessoas está em acreditar que as coisas não irão ter de se pagar de uma forma ou de outra.
Mais uma vez a Microsoft usa a velha estratégia de nomes pra fingir que tudo é uma coisa só.
Halo Infinite Campanha é um jogo à parte e que só existe pra não chatear os fãs do game original.
Halo Infinite multiplayer, um f2p, voltado a monetização, um modelo obviamente diferente os halos anteriores e o foco principal de trabalho pela MS.
Games como serviço são isso, as pessoas assinarão um serviço pra ter acesso a jogos que serão f2p e ficarão aguardando por novidades continuadas e pagas por fora.
E dêem graças pois com o tempo a campanhas nem devem existir ou ficará tudo ao estilo Destiny, com DLCs pagas por fora e muitos, muitos cosméticos, e arminhas que fazem o mesmo e parecem ser diferentes…
Hoje o consumidor deve consumir os games da MS como serviço, é um erro comprar um game como Halo, pois além de ter de pagar por outro serviço pra jogar (mesmo a campanha precisa de online para alguns casos) o jogo em disco sem acesso a internet não é jogável. Não tem porque comprar Halo a menos que apenas se queira doar dinheiro pra Microsoft.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Juca
1 mês atrás

Acredito que tem muita gente que dá valor aos games como eles deveriam ser, e por isso esse modelo não vai acabar com o mercado tão cedo, o maior exemplo que vejo é o PlayStation, que faz um tremendo sucesso e tem jogos referência que são games que as vezes se joga uma vez, como foi o caso pra mim em TLoU 2 e GoW, e acho que valeu muito a pena, então mesmo que como um nicho.. e um baita nicho, os jogos do jeito que a gente gosta ainda vão longe.
Não vejo motivo pra “pânico”, a EA por exemplo, quando pesou a mão, ela tomou uma cacetada dos jogadores. E se um jogo não for bom, ele não sobrevive e com essas monetizações, menos ainda.
Eu acredito que as pessoas não são de todo estúpidas e em algum momento elas dizem: opa, isso aqui não!

A geração que chega agora que é pouco mais preocupante, são muito ansiosos e vivem nessa cultura de ostentação, de imagem, juventude altamente egocêntrica e podem até dar mais poder a esse tipo de produto. Mas mesmo eles, não caem todos nessa armadilha, além de uma hora eles crescem.

Caso eu esteja errado, estou totalmente aberto a ouvir o contrário.

Juca
Juca
Responder a  Carlos Zidane
1 mês atrás

Você está certo, mas um serviço que reúne muitas opções, e é barato, é muito mais danoso que simples jogos independentes lançados como um serviço, isso porque simplesmente a pessoa tem muito tempo presa a testar vários jogos até de que se perceba que é muito do nada.

Essa captura pelo preço e quantidade com esses clientes presos por maior tempo a diminuírem o consumo do outro modelo, e com essa queda de renda, as empresas buscarão imitar a concorrência, pois passam pela percepção de que como caiu sua renda aquele outro modelo precisa ser copiado para oferecer rivalidade, é o que acontece agora com os rumores da reformulação da Plus frente aos serviços do Gamepass, Stadia, Luna…

É uma porcaria de negócio que se alimenta do feedback negativo das faturas. Uma desgraça que não dá tempo pra mostrar que não é bom porque pelo número de games na oferta mantém cada usuário cooptado por um tempo até ele voltar a consumir de forma normal no mercado tradicional.
Isso fora a ganância da empresas de conquistarem o mundo, os jogadores de celular, de PC, e de também terem sua “mesadinha”.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Juca
1 mês atrás

Concordo. A Nintendo tem tido personalidade nesse campo, e eu a parabenizo por isso.
A Sony deve ter muito medo de perder participação de mercado ou sua posição de lider, então apostar nas duas coisas pode até dar certo pra ela… Ou não.
Não sei o que virá, mas alcançamos um ponto tão bom, que dói ver iniciativas pra por a coisa que é um sucesso, em check pra nós, que apreciamos jogos de qualidade, com variedade etc. E no meu caso, Hardware de qualidade, como estava vendo o Edson falar do famigerado xCloud.

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Carlos Zidane
1 mês atrás

PlayStation líder? É uma bom debate, Carlos! A Nintendo é a líder de vendas de hardware e software há quase meia década. Quando ela entrou no mercado com o switch em março de 2017, o ps4 e o one tinham um pouco mais de 3 anos, onde que desde então, a Nintendo domina comercialmente falando. Então a pergunta que eu faço é: O que é ser líder de mercado? Confesso que como um fã assumido da Nintendo, a Nintendo vem me decepcionando muito e quando penso que o Switch vai estagnar.. Ele vende mais e mais! Parece que o fã tem um certo masoquismo, seja de qual plataforma for. Ah! Estava analisando sobre o gamecube ontem, pois estou com o emulador do mesmo no PC e fui ver a biblioteca do antigo console da Nintendo. Foram anos as pessoas dizendo que o console falhou por conta da mídia escolhida e tal… Cheguei a conclusão que não! O Cube teve quase todos os grandes games das thirds da época, com algumas exceções, sendo o GTA e o Final fantasy os mais relevantes. Fora isso, senti a ausência do Max Payne que não era um vendedor de consoles, pra ser sincero. Porém, Medal of Honor, COD, Fifas… Ele teve muitos desses, fora outros tantos games como os Residents Evils, Splinter Cells da vida, Prince of Persia, etc… O Cube falha… Nos seus exclusivos! Foi uma época de experimentação e não deu tão certo. Pikmin foi um game que falhou comercialmente, mas poucos pessoas falam, pq o game era do Miyamoto. Os Zeldas foram criticados, msm sendo bons! O Mário Sunshine foi o pior dos Marios 3ds, Luigi’s Mansion era bom, porém era novo e bem curto! Ela acerta msm no Metroid Prime, mas não vendeu bem assim e no Smash Bros Melee por conta do nascimento dessa cena mais competitiva. Mário kart Double Dash era bom, porém esquecível! Então o gamecube é uma das maiores façanhas da Nintendo, conseguindo ser o pior e o melhor no msm console. Foi de longe o melhor em hardware e em suporte das thirds e o pior na qualidade FP da Nintendo!

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Edson Nill
1 mês atrás

Não… Nada a discutir, você está certo, contra fatos não há argumentos.
O que eu quis dizer, é que o PlayStation é o lider dos consoles de mesa no seguimento dos jogos hardcore. (Espero ter me feito entender rsrs)
E acho que não há muitas dúvidas sobre o quanto a Sony tecnicamente não tem paralelo com suas produções no que toca a jogos avançados deixando de lado coisas subjetivas como o que é mais ou menos divertido e seu hardware (em se tratando de console).

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Carlos Zidane
1 mês atrás

Sem dúvidas, Zidane! Não há como negar que o ps5 é disparada o console mais desejado, graças a tecnologia mesclada a games de hiper qualidade. Muitas pessoas ficaram embasbacadas com a qualidade da Unreal engine 5 com a demo de Matrix, mas quando a ND, Guerrila, Santa mónica, Sucher punch, Insomniac, etc.. aparecerem com suas grandes produções, o pessoal entenderá que aquela demo é apenas um bom petisco.

Elton
Elton
1 mês atrás

Até hoje se espera o modo facções do premiado tlous 2 e que provavelmente será vendido a parte e todo monetizado. Virou padrão da indústria querer achar seu fortinite.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Pior que isso, está mais pra “possivelmente” que é algo que PODE acontecer, embora a chance as vezes seja minúscula ou quase nula. Agora “provavelmente” já é algo praticamente certo, dependendo apenas de algum imprevisto maior pra não se concretizar.

Não vejo essa mentalidade na Sony até então, o comentário do colega parece ter somente o intuito de tentar sujar a imagem da Sony com práticas reprováveis de outros. Ela pode até aderir, mas não é a norma.

Juca
Juca
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Como bom “Xeroque Holmes” eu diria: Elementar, meu caro Mário. “Provavelmente” pra passar panos quentes em Halo f2p! Rsrs
Brincadeira, Mário, apenas não me contive! Rsrs

Juca
Juca
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Mário, saiu uma matéria com um dos desenvolvedores ainda tendo a cara de pau de dizer que o jogo ainda não está finalizado mesmo após o adiamento e o lançamento.

Cito: “The main reason is because, being a more open game and a nonlinear game, it became incredibly challenging. It’s not that it doesn’t work, it’s just that it’s not finished.”

Fonte: https://stevivor.com/features/interviews/halo-infinite-campaign-level-select-replay-missions/

Deto
Deto
Responder a  Elton
1 mês atrás

e por isso que fã do xbox tem o que tem e merece.

tá ai falando de um jogo AAA com mais conteúdo de gameplay que uma geração inteira da MS.

é por isso que vcs merecem aquele hellblade 2 scriptado sem MP, quando não estão hypando as carniças GaaS do xbox.

não vejo a hora do xbox virar aplicativo de p2w no celular, pq é isso que vcs merecem.

em 2025 vc vai estar aqui falando que vender jogos e video game é anti consumidor e bom mesmo é jogar GaaS p2w no celular alugando “jogos” no xcloud.

Elton
Elton
Responder a  Deto
1 mês atrás

O MP foi cortado ou não do jogo?

Tu ganharias o que o xbox virando um app p2w, é algo para massagear o ego e dizer que teu brinquedo venceu”?

Juca
Juca
Responder a  Elton
1 mês atrás

Acho que virando app todos que apoiam as medidas ditas “pró-consumidor” da MS ganham em “acessibilidade” e “economia”, pois não precisarão mais comprar uma plataforma dedicada para jogar o mesmo com seu smart, ou outra plataforma de sua conveniência.
Agora, p2w acho que ele falou mais de que no sentido de pagar para ter conteúdo já que é o que acontece no Halo Infinite, apesar de não ser ainda para “Win”.
Mas a ideia está lançada e em prática, jogos como serviços e que nem precisam de plataforma dedicada (xCloud).

Deto
Deto
Responder a  Juca
1 mês atrás

A MS transformou Halo em um GaaS e o abobalhado tá aí defendendo.

Pq não vai defender quando a MS transformar o GaaS Halo em p2w de celular?

E principalmente, se ela transformou Halo em GaaS e os caixistas estão aqui na internet defendendo, pq a MS vai parar aí? O cara apiou GaaS, então a MS vai pensar “e se a gente transformar em p2w”

É o mesmo princípio do on-line pago, esse bobalhão passou 2006-2013 defendendo isso então pq “não dobrar o preço?”

Elton
Elton
Responder a  Deto
1 mês atrás

Acredito que vc seja um ferrenho crítico da PSN Plus e não deve assinar, tambem não deve comprar os upgrades liberados dos jogos do PS4 para PS5 e nem comprar remasters

Deto
Deto
Responder a  Elton
1 mês atrás

A MS transformou Halo em um GaaS carniça e vc está aqui defendendo

Quando ela transformar o GaaS-Halo em Halo-p2w para celular no Xcloud, vc vai defender, é isso que vc faz por merecer.

Vc faz por merecer Halo ter virado um GaaS, e tenho certeza que vai continuar fazendo isso até a MS transformar Halo em p2w de celular.

É como um mendigo comendo do Lixo querendo botar defeito em quem paga um filé gigante com fritas, falando mal pq a sobremesa não está incluída no preço do filé com fritas.

Elton
Elton
Responder a  Deto
1 mês atrás

Onde estou defendendo Halo? Só joguei o Reach e os Halo Wars.

Tu que tá defendendo a ND removendo algo de TLOU 2.

Deto
Deto
Responder a  Elton
1 mês atrás

halo carniça = mas e o last of us?
podemos mudar de assunto?
não vamos falar da imundice do halo tá?

eu vou te dar uma dica, ignorar a realidade mudando de assunto não vai fazer o problema se resolver.

só serve para mostrar como tem gente lunática do lado do xbox.

imagine como deve ser triste ser uma pessoa que muda de assunto toda vez que tem um problema, vc nunca vai resolver o teu problema.

“sou virgem e sozinho”
“ah, mas e o last of us 2? ele não tem MP”

Elton
Elton
Responder a  Deto
1 mês atrás

E vocês? Perante a realidade cada vez mais comum de lançamento de jogos inacabados e com problemas, quem concorda com esta posição? Quem discorda?

Como o autor deixou claro que isso é sobre a indústria e eu só acrescentei mais um jogo ao cenário que ele falou, quem tá com problemas aqui é você e outros fã boys de plástico.

TLOUS 2 teve MP arrancado e isso é um fato e tudo caminha para que seja lançado e cobrado a parte já que os fã boy de plástico estão aceitando pagar por melhoria de jogo velho.

E a indagação de Mário sobre o cenário de jogos incompletos é respondida por você: estaremos aceitando qualquer coisa desde que seja da marca que eu gosto

Elton
Elton
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

https://meups.com.br/noticias/naughty-dog-confirma-the-last-of-us-part-ii-tera-multiplayer/

O ponto de ter falado sobre TLOUS 2 foi que o multi havia sido prometido e depois tirado, não por ter problemas técnicos no jogo que saiu. Conheço algumas pessoas que gostam muito do modo facções do primeiro jogo e estão ansiosas pela continuação.

O que vejo aqui é que algumas pessoas não leram que tu falaste de indústria e pegou Halo como exemplo pq é um lançamento recente. Eu falar de TLOUS gerar toda essa comoção só mostra que pra muitos aqui a guerra de console é algo pessoal e esse lorota que é o outro lado que só tem fanáticos é mentira.

Infelizmente aqui no PCMANIAS tem aparecido muitos.

AlterX
AlterX
Responder a  Elton
1 mês atrás

Sim

Edson Nill
Edson Nill
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Testei o Halo ontem pelo Xcloud. Achei o game divertido, gráficos ok, mas obviamente está longe das super produções, ainda mais se tratando da maior franquia do Xbox, porém o que me chamou atenção msm foi a estabilidade do xcloud, pelo menos onde eu moro ( Moro no Estado do Espírito Santo, vizinho do Estado do Rio de Janeiro, onde estão os ditos servidores da MS. Não tive problemas de Lag com Halo, nem com Wolfestein 2, Plague Tale, GTA San Andreas, Psychonauts 2, art of Rally, Aragami 2… O Forza Horizon 5 rodou hiper bem, msm com alguns pop in. A qualidade gráfica estava super ok de todos os jogos, tirando os problema com o Psychonauts 2 e com o Aragami 2 no som, pois ficou sem som na gameplay de ambos os games. Eu realmente não senti falta de ter um console xbox com a experiência que tive. Obviamente estava em 1080p e com qualidade abaixo do series X em tudo, mas em performance, ouso a dizer que em alguns momentos, esteve até acima do Series S ou do msm nível. O Halo Infinite estava rodando em 60 FPS acho eu, pois estava muito liso! Para fechar, os loadings foram praticamente inexistentes em todos os games. No Plague Tale que eu morri algumas vezes, o loading era praticamente instantâneo. Foi uma experiência de horas muito bem sucedida onde fiquei impressionado com as melhorias no cloud dentro desses meses. Estava em horário de pico e não enfrentei fila nenhuma e na madrugada, rodou muito bem! O console xbox, principalmente o series S, talvez esteja com dias contados.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Edson Nill
1 mês atrás

Esse negócio de xCloud é que me “preocupa” um pouco. Eu já acho Gamepass, como vou explicar… Terceirização demais pro meu gosto. Esse Spotify de games então… É quase um pesadelo.
Como o pessoal do fórum econômico mundial disse (e não pegou muito bem) “você não terá nada, mas será feliz”, isso não me agrada nadinha.
Talvez em um mundo ideal, sem grandes problemas, mas sabemos como são as coisas aqui.

Recentemente consegui colocar uma internet bastante decente aqui em casa, mas não irei experimentar isso tão cedo, se tem uma coisa que eu não apoio nesse mundo gamer, é streaming de jogos.
Mesmo músicas e filmes eu faço download, meu Spotify é local, só assino streaming como Netflix pois esse são conteúdos pra lá de descartáveis, mas pra jogos e música, prefiro ter a posse desses arquivos.

Nada contra quem usar, só digo que esse é o tipo de evolução que parece um tremendo passo pra trás.
Mas só se percebe dia que a infraestrutura falhar ou alguma empresa começar a ficar meio titânica ou um hacker estiver num mal dia ou mesmo o governo achar que deve meter o nariz em algum ponto que afete essa infraestrutura. Isso sem contar o desconhecido.

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Carlos Zidane
1 mês atrás

Carlos, entendo todos os males disso, concordando completamente contigo, mas como tecnologia é incrível! Eu me supreendi com a funcionalidade daquilo. Eu não tenho xbox há anos, mas assinei o gamepass para testar o cloud. Quando lançaram aqui, estava com muitas filas, mas agora… O negócio está insano e foram apenas meses de ajustes desde o lançamento. A sensação que me dá é que a MS realmente quer dar finish nos seus consoles.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Edson Nill
1 mês atrás

Pois é. E eu lamento muito isso (a parte de abandonar o hardware local). Vou correr o quanto eu puder disso.

Juca
Juca
Responder a  Carlos Zidane
1 mês atrás

Somos dois.

Juca
Juca
Responder a  Edson Nill
1 mês atrás

Quantos games estão passivos de streaming na xCloud, Edson, você saberia dizer? É todo o catálogo do Gamepass? São poucos títulos?

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Juca
1 mês atrás

Da EA quase nenhum, mas dá Zenimax, quase todos, Juca! Os games que vem saindo, fora os da EA, Estão entrando no Game pass, com exceção do Flight Simulator 2020 até o momento.

Juca
Juca
Responder a  Edson Nill
1 mês atrás

Flight Simulator não está na xCloud?! Pensei que todos os lançados pela MS no Gamepass ao menos estavam.

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Juca
1 mês atrás

Ainda não, mas está para chegar!

José Galvão
José Galvão
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Fanboys que defendem as marcas com unhas e dentes, mesmo que prejudicados, então em todas as plataformas, mas a Microsoft goza de um protecionismo por parte da sua comunidade, sem paralelo.

O que mais me indigna é um jogo destes ter 9’s com fartura e estar com cerca de 87 no metacritic, mas eu sempre achei que este jogo ia ser literalmente levado ao colo pela critica.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  José Galvão
1 mês atrás

Estou jogando e posso assegurar que quem der 87 pra esse game está no mínimo sendo suspeito. E deverá ter dado 99 pra Destiny e 180 pra Warzone então por coerência.

HENNAN SANTOS CARVALHO
HENNAN SANTOS CARVALHO
Responder a  Carlos Zidane
1 mês atrás

Na época do Destiny, principalmente do primeiro a critica levava seu trabalho a sério. O game tinha sérios problemas, mas seu gameplay era superior ao atual Halo e tinha um excelente conteúdo pós campanha. Ainda assim, recebeu uma média de 76. E olhe que era tecnicamente top na sua época.

netto
netto
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Argumentos de quem curti e conhece a Franquia.

Halo Infinite é sem dúvida uma decepção para estes.

Eu tô jogando o single, nunca fui um fã fanático da franquia, já joguei quase todos os games, menos o 2 e Guardians, e diante de minha experiência é um jogo ok até onde pude jogar da Campanha. O Múltiplayer eu nem vou tocar pois não é a minha praia, mas a julgar pelos relatos de fãs o jogo veio muito capado pro tempo e orçamento dedicado ao mesmo.

Sempre terá aquele que tentarão defender a todo custo, infelizmente a situação do jogo é justamente causada por estes que aceitam um produto de qualquer forma.

Eraser
Eraser
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Para mim a culpa destas coisas são dos consumidores.
São impacientes e depois toleráveis com o modelo de se ir resolvendo com o tempo através de patches.

Juca
Juca
Responder a  Eraser
1 mês atrás

Eles iam era lançar um ano antes e ainda pior! Não dá pra culpar as pessoas que gostam de uma franquia pelo mau trabalho da uma empresa.
Mas infelizmente tem gente que adora apoiar jogos em Early Acess, mas ao menos isso é às claras.
Halo nem isso foi, foi adiado sobre a pretensão de que precisava de mais trabalho e fatiaram o jogo para entregar um Gaas f2p e outro inacabado como se ambos fizesses parte de uma mesma experiência.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Eraser
1 mês atrás

Também acho que a culpa é dos consumidores. Ver um jogo com esse nome e feito desse modo ultrapassado e inacabado pra ir lá e elogiar?! Sim, aí tem que ser culpa da galera.
Eu critiquei lá nos videos deles, se quiserem meu feedback tá lá, não vou dar um tostão dentro do game. Estou testando pois estou no meu direito como assinante do serviço, embora não esteja de todo mal não, seria injusto da minha parte, mas acho que Halo merecia muito mais. O Xbox merecia mais.

Luiz Siqueira
Luiz Siqueira
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

https://www.eurogamer.pt/articles/2021-12-09-producao-de-halo-infinite-foi-caotica-e-dois-tercos-do-jogo-foram-cortados-da-versao-final

Nessa matéria explica o descaso da Microsoft com sua franquia principal e o que fizeram para tentar reverter. Estou jogando e até onde joguei, estou curtindo, mas não tem como reconhecer que não deram o devido cuidado. Todas as críticas aqui e na matéria são bem vindas, pois não podemos tolerar esses descasos. E se o serviço se tornar porta de entrada para jogos com esses descasos, tudo tem limite e até eu posso acabar desistindo de pagar pelo GamePass. Espero que a Microsoft aprenda com esses erros, pois concorrência é benéfica, pois se o boato da Sony está querendo oferecer um concorrente ao GamePass da Microsoft fez a mesma se mexer, o que houve com o Halo Infinite sirva de exemplo para a Microsoft levar mais a sério suas poucas franquias e o investimento que fez com a compra de estúdios rendam bons jogos e não mais esses descasos, pois já não basta os erros com a Lionhead Studios que hoje reconhecem que erraram na gestão. Se não fosse o dinheiro que possuem, já tinham fechado as portas. Grande abraço a todos.

marcos
marcos
1 mês atrás

Parem de chorar e joguem.
Melhor halo que joguei des de o reach.
Até amigos que não gostavam de halo por ser game de tiro futurista estão amando o game e acreditem ( me ligando para falar ).
Halo estão tão ruim que ganhou como game do ano na game informer e foi a escolha do público na TGA.
A jogabilidade é fantástica.
Gráficos ótimos para um game cross gen.
Esperando a sony mostrar algo no nível de hellblade 2.
Depois de HB2 qualquer coisa que a sony mostrar tem cara de ps3

error: Conteúdo protegido