Gamepass tem agora 10 milhões de subscritores

O número de subscritores do Gamepass aumentou graças à pandemia. Eles cifram-se agora em 10 milhões de utilizadores. Mas o que explica que o Gamepass não venda consolas, mas alcance estes números junto de quem já a tem?

A Microsoft veio a campo revelar alguns números interessantes:

• O Xbox Live tem cerca de 90 milhões de utilizadores activos.
• O Xbox Game Pass tem mais de 10 milhões de subscritores.
• O Projecto xCloud tem centenas de milhar de utilizadores activos na Preview.

Vamos analisar os dois primeiros números!

O Xbox Live tem cerca de 90 milhões de utilizadores activos.

Olhando para as últimas divulgações de utilizadores mensais activos na rede de 2019, vemos que o número estava basicamente estagnado desde o inicio do ano, até à altura em que deixou de ser divulgado em Setembro, entre os 64 e os 65 milhões de utilizadores.



Temos por isso aqui um aumento de basicamente 25 milhões de utilizadores. Um número significativo.

Agora o que convêm que se perceba é que estes números não derivam de um crescimento normal. Eles são uma anormalidade e que aparece devido a um maior uso das consolas e computadores devido a um confinamento que afecta a quase globalidade do mundo tecnologicamente mais avançado.

Ou seja, apesar de o número soar a um aumento impressionante temos de ter presente que o confinamento está a ocorrer a nível planetário afectando cerca de mil milhões de pessoas, o que nos coloca num outro patamar de compreensão deste aumento.

No presente caso, este aumento surge como consequência clara de um maior uso do hardware já existente, seja ele derivado do uso das consolas Xbox, ou do uso dos jogos e serviços Xbox no PC, Playstation (nos jogos Minecraft), ou na Nintendo Switch (Nos jogos Minecraft, Ori and the Blind forest e Cuphead), mas não como consequência de um aumento nos últimos tempos das vendas de consolas Xbox, que estão neste momento em mínimos históricos (ver aqui e aqui).

Daí que este número não surja como uma surpresa, e nem pode ser tomado como uma referência dada a anormalidade que o mundo atravessa. O que realmente é surpresa no meio de tudo isto é o facto de ele ter sido pura e simplesmente revelado.

É que em Setembro de 2019, a Microsoft dava a conhecer num comunicado que iria deixar de revelar o número de utilizadores activos na sua rede, aos investidores. E a situação foi justificada da seguinte forma:



A métrica do MAU apenas captura uma pequena quantidade das oportunidades na plataforma da Microsoft. Mais ainda, esperamos uma grande volatilidade na métrica daqui para a frente, com a introdução de novos conteúdos e serviços

Resumidamente, a métrica deixou de ser utilizada porque a Microsoft entendia que ela não mostrava a realidade de todas as oportunidades da Microsoft, e porque era um número volátil, ou não estável, que se tornaria ainda pior com a introdução de novos conteúdos e serviços.

Mas de repente, em Abril de 2020, subitamente uma métrica que estava ignorada por ser volátil, é usada para mostrar valores obtidos num período todo ele extraordinário e anormal. É extremamente curioso como a métrica não era fiável nas alturas estáveis, se revela agora interessante numa altura onde a volatilidade dos números apresentados atinge o seu maior pico!

Mas enfim… políticas! E cada um tem as suas. Torna-se necessário é que haja a decida contextualização.

O Xbox Game Pass tem mais de 10 milhões de subscritores.

Pela primeira vez desde que o serviço foi apresentado, a Microsoft deu a conhecer quantos utilizadores o Gamepass possui.

Infelizmente esta revelação surge numa altura em que o Gamepass abrange igualmente o PC, pelo que se torna difícil perceber a sua taxa exacta de adesão na consola. Mas enfim… é melhor do que o que se conhecia antes, ou seja, nada!



São 10 milhões de utilizadores. Basicamente 25% do número total de consolas vendidas, e um número extremamente relevante se compararmos com o último anunciado pela Sony para o seu serviço concorrente, o PS Now, que se cifrava em 1 milhão de utilizadores, ou seja, algo que se traduzia em menos de 1% do total de consolas vendidas.

Mas este número também tem um contexto! Naturalmente, este é um serviço que, tal como o caso anterior dos utilizadores activos, está inflacionado pela pandemia, mas esse não é o único motivo pelo qual o serviço tem tantos utilizadores activos.

Repare-se na seguinte questão que imediatamente surge! Perante as vendas de consolas (que linkamos em cima), e onde vemos que a Xbox está com uma média semanal de vendas de consolas de cerca de 55 mil unidades, um dos valores mais baixos de sempre (Compare-se com as vendas da consolas da Sony que está a vender em média 250 mil consolas por semana, valores ao nível dos melhores de sempre), como é que o Gamepass não se revela um fator de compra na consola, quando no seio dos seus utilizadores estes estão a aderir de uma forma tão maciça?

Face ao que se vê acontecer no serviço equivalente da Sony, não deveria a Xbox estar a vender melhor se o Gamepass se revela assim tão interessante?

Parte da explicação para estes 10 milhões de utilizadores podemos encontra-lo explicado na página oficial do Gamepass, que se encontra aqui:



A compra do Xbox Game Pass Ultimate atualiza automaticamente as subscrições Xbox Live Gold ou Xbox Game Pass existentes para o Xbox Game Pass Ultimate a uma taxa de conversão com base nos dias restantes.

Máximo de 36 meses de Xbox Game Pass Ultimate resgatados por conta de cada vez, incluindo o tempo convertido do Xbox Live Gold e/ou do Xbox Game Pass.

O que isto quer dizer?

Bem… é muito simples! Se alguém aderir ao Xbox Live Gold durante um período (máximo 36 meses), e for um utilizador novo do Gamepass, a compra de 1 mês de Gamepass Ultimate converte o seu Xbox Live Gold em Gamepass ultimate durante o período de duração do Xbox Live Gold, ficando o utilizador com direito a esse tempo, mais o mês adicional de Gamepass adquirido.

Ou seja, se comprarem até 3 anos de Xbox Live Gold, o que pode ser feito por menos de 150 euros, e aderirem a 1 mês de Gamepass Ultimate, o que pode ser feito por 12.99€, irão obter 37 meses, ou 3 anos e um mês de Gamepass Ultimate.

Isto perfaz uma despesa de 170 euros, para ter o serviço durante 3 anos e um mês. É o que se chama um negócio da China, pois quem quer mesmo gastar pouco consegue assim 3 anos de Gamepass a menos de 5 euros por mês, garantindo assim um fluxo de jogos constante por 3 anos, incluindo os exclusivos Microsoft, e sem a necessidade de gastar mais um tostão que seja.

Se dúvidas há sobre esta situação, nada como vê-la explicada pelos moderadores do forum da Microsoft.



O utilizador Vasilis23GR questiona:

Olá a todos. Comprei uma assinatura Gold de 12 meses. Gostaria de saber se ao fazer o upgrade da minha assinatura comprando um mês do Ultimate, isso atualizará meu Gold para Ultimate por um ano inteiro? Desde já, obrigado.

O embaixador Xbox NaZoooom responde:

Olá Vasilis23GR,

De acordo com as Perguntas frequentes do GamePass, quaisquer assinaturas existentes como o Live Gold serão atualizadas para o Ultimate por até 36 meses.

Portanto, seu Xbox Live Gold de 12 meses será atualizado automaticamente para o GamePass Ultimate e você não perderá qualquer tempo.

Depois de a sua conta for atualizada para o Ultimate, qualquer GamePass ou Live Gold adicionado estará sujeito a conversão e verifique as taxas de conversão nas Perguntas frequentes acima, para que você saiba. 🙂

Espero que isso ajude e escolha uma boa opção para atualizar 😀 qualquer dúvida, pergunte

O embaixador Xbox MindOfTim acrescenta:

Se nunca tiveste gamepass antes e atualmente possuis 12 meses de associação ao ouro, se comprares 1 mês de Gamepass Ultimate, na realidade, terás 13 meses de inscrição no Gamepass. Isso funciona apenas uma vez e pode funcionar por um total de 36 meses, por isso pode valer a pena comprar mais um ou dois anos de ouro antes de atualizar

Esta situação permite colocar os preços mensais a 4,77€, o que o coloca ao nível dos do PSNow (5 Euros por mês), evitando assim pagar-se o Xbox Live Gold em paralelo com o serviço.

Basicamente, tal como aconteceu em 2019 onde por 1 € a Microsoft permitia passar até 3 anos de serviço Gold para o Gamepass, agora a Microsoft continua a fazer a coisa de outra forma. Basicamente, para um serviço que deveria ter o preço de 12.99£ mensais, a Microsoft permite, de forma oficial, que se compre o serviço a menos de metade do valor por 3 anos.



Uma situação oficial que dura desde inícios de 2019 e que, ao forçar a uma adesão por 3 anos para este preço, serve apenas para aumentar os números de adesões, mantendo os utilizadores a cada nova contagem, e passando assim uma imagem de um sucesso superior ao que realmente poderiam apresentar se os utilizadores assinassem o serviço conforme as suas necessidades reais, mas a 12.99 euros e por mês.

Ora é fácil fazer contas. Se no PSNow, o custo do serviço é o mesmo, quem aderir não vai ter tão cedo acesso aos exclusivos da Sony. Já no gamepass, esses exclusivos estarão disponíveis no dia de lançamento. Ora se a Microsoft lançar o equivalente a 4 jogos AAA por ano, estamos a falar de 70×4 ou 280 euros poupados por ano, ou 840 euros em 3 anos. Ou seja, a Microsoft está a assumir, de forma oficial, que está disposta a potenciais perdas enormes, apenas para mostrar números de adesões.

A assim sendo, com a Microsoft a basicamente a dar o serviço (algo que sempre referimos que acontecia), e a permitir assinantes por 3 anos por uma bagatela, que se acumula nestas “promoções” desde 2019, o número de 10 milhões de utilizadores até soa a pouco. Torna-se claro que a Microsoft está a perder dinheiro aqui, em troca de números e de conseguir convencer as pessoas que o futuro passa por ali. Algo em que muitos, iludidos pelo oferecido, e quem sabe, no poderio económico da Microsoft, acreditam que pode ser mantido nestes termos.

Esperemos é que a Microsoft tenha consciência que esta acumulação de utilizadores da sua maior base fans pode, e vai certamente afetar a probabilidade de recuperação de eventuais prejuízos na venda sua Série X. A realidade é que estas adesões por três anos vão entrar pela nova geração, e no caso de a Microsoft assumir prejuízo na venda da Série X para melhores, preços, estas pessoas ao terem um fluxo de novos jogos que até se ajustam, sem custos extra, à consola usada, e sem exclusivos para a nova geração nos primeiros tempos, poderão sentir-se servidas com os jogos do serviço, não aderindo às compras de jogos Full Price no nível desejado para a recuperação do investimento.

Mas enfim, o que são mais uns milhões de euros.



 

 



89 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
bruno
bruno
1 mês atrás

A Microsoft conta como MAU da live jogadores de títulos seus noutras plataformas, neste caso Minecraft?

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Entao, estao basicamente a ir buscar utilizadores em todas as plataformas onde os seus jogos sao jogados.

No entanto nao explica tudo…

Viste esta imagem?

https://pbs.twimg.com/media/ES38lcJWsAAtGsJ?format=png&name=900×900

Isto foi depois da analise a 1.5 milhoes de contas, pode nao ser representativo…. mas, extrapolando aponta para 65 milhoes de users distintos na Xbox ONE.

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Sim, mas esse valor nao era relativo so a Xbox ONE, ou era?

Este estudo e de Marco 2020e cobre este periodo.

Marcos
Marcos
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

12 de março de 2020

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Nao Mario… nao me entendeste.

O diagrama e a distribuicao percentual de uma amostra aleatoria de 1.5 milhoes de utilizadores do live – nao sei se a fonte e a Microsoft.

Fazendo extrapolacao da 65 milhoes de users na Xbox ONE, considerando os 90 milhoes como base- eu bem acho isso estranho… mas e possivel. Contudo sao dados de uma amostra, e ate pequena.

nETTo
nETTo
1 mês atrás

Eu converti 2 anos de Live+1 ano de Gamepass, fiquei com o total 36 meses. Isso aí relatado é o que tem acontecido, as pessoas compram até 36 meses de Live Gold e depois compram o GPU por 1 real, dai ficam com seus 3 anos de GPU.

E realmente, ao menos o Xbox One não tem vendido, agora quando ao Xbox One Series X (Nas palavras do MajorNelson) kk, este ainda é cedo pra dizer.

Deto
Deto
1 mês atrás

Quero ver como vai ser o preço do sx.

dando serviço de graça, e não ganhando grana com jogos, quero ver ela subsidiar o console.

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Deto
1 mês atrás

Deve ser 499€ com um 1 ano de gamepass. Ou então 549€ com 1 ano de gamepass e Assasins Creed Valhalla.

João Silva
João Silva
Responder a  Deto
1 mês atrás

Deto e o que você perde com isso ?

Ja notou o que vocês estão fazendo ? Estão criticando uma puta vantagem ao CLIENTE ao jogador só pra hatear o console ou a microsoft.

Street of Rage 4 foi lançado essa semana aqui no Brasil a R$93,51 no PS4 e R$1,00 (Gampepass) no Xbox One caraca galera pensa no jogador é muita vantagem pra nós poxa ai vocês preferem criticar do que aproveitar analisar números fazer contas descobrir se a Microsoft ganha dinheiro ou não e dai ? Eu não sou acionista não tenho acoes nem da Sony nem da Microsoft se ela acha que da conta eu quero e aproveitar.

Eu por exemplo pra cortar custo e dado que eu só jogo exclusivos single player no meu PS4 ( não querendo me gabar mas tenho todos os AAA ) eu só usei os 2 meses que veio de brinde com o console não assino a Playstation Plus desde Junho/2018.

Rui
Rui
Responder a  João Silva
1 mês atrás

Eu percebo a ideia ou a teoria do sr Mário em relação ao GP é uma opinião válida, ainda que nao concorde totalmente.

O problema é que esta é uma opinião sincera em 10 opiniões que é dor de cotovelo a chamada cotovelite.

O GP esta a tentar cativar mercado, a Microsoft perde o que mais tem, dinheiro, e qual é o problema? Eu nao perco nada, ninguem perde nada.

É o argumento de que o GP vai destruir a indústria, eu gosto da xbox mas sinceramente este peso negativo sempre no mesmo ate fico sem vontade de rebater, enfim.

A nintendo tem um política diferente em tudo face a sony e Microsoft, tem um online da idade da pedra entre outras falhas mas é hábito bater sempre no mesmo, nao digo aqui atenção falo no geral.

Eu gosto do gp mas por vezes penso que sou um idiota, entao todo o mundo diz cobras e lagartos do gp e eu burrinho aprecio o serviço?

bruno
bruno
Responder a  Rui
1 mês atrás

O problema Rui, e que nem todas as empresas podem bancar isto, e manter a qualidade atual de jogos. A Microsoft faz-lo (e mesmo assim, faz-lo esporadicamente) porque tem bolsos largos.

Agora, claro que e fantastico. A qualidade do ofertado e a este preco? Quem e que iria recusar algo assim? Pois… mas isto e agora. Se ao Gamepass retirasses todos os AAA, com que ficarias? Achas que valeria a pena pagar por isso? E outra coisa, ja pensaste como seria se colocassem publicidade nos jogos?

Se o modelo e insustentavel do ponto de vista enconomico e a MS esta a perder dinheiro, e pela analise comparativa ao caso Netflix, e as contas da divisao Xbox onde apesar do enorme aumento referido pela MS em subscricoes, os resultados sao flat com variacoes de 2% no total neste periodo, a empresa definitivamente nao esta a ganhar dinheiro com isto…. a grande questao e saber que consequencias e que isto trara e que problemas ira gerar.

E para te responder de forma simples, o problema que o Gamepass tem, o grande perigo que representa, e um crash da industria com falencia de inumeras empresas, perda de direitos dos consumidores, perda de qualidade do conteudo e possivel fixacao de precos.

Porque crash?

Ora se o modelo nao e economicamente viavel que empresa, das atuais podem bancar isto nos moldes atuais? Empresas como Sony e Nintendo podem apostar em servicos semelhantes, adaptando-se, mas empresas como Ubisoft, Bethesda, 2K, Capcom, essas vao ficar em sarilhos. Nao sei se tens nocao, mas todos os outros servicos do genero pagam por numero de horas de jogo jogaveis. Com imensos jogos num servico e com essa forma de renumeracao, achas mesmo que AAA como os que temos sobrevivem? Obvio que nao! Alias, isto deixou imensos DEVs a pensar como sera o futuro:

https://twitter.com/jasonschreier/status/1138190822761934848

Isto implicara a falencia e fecho de imensos estudios, e perda de conteudo.

Porque perda de direitos dos clientes e qualidade?

Ate agora nao se nota, claro, porque o mercado ainda tem outras formas de renumeracao e no caso do Gamepass, a MS paga milhoes adiantados (e a unica empresa que o faz), para disponibilizar os titulos no servico por tempo limitado… (basta ver a Google e o seu Stadia para perceber, que sem esses milhoes adiantados, o suporte por parte de terceiros e minimo ou inexistente) Ora, quando o fisico nao pagar as contas, nem mesmo o digital, e o Gamepass for o standard de comercializacao, o que achas que ira ocorrer?

De forma sucinta, AAA tornam-se inviaveis, e os MMOs serao reis e senhores, com o eventual AA a ser lancado, e claro, titulos episodicos do tipo Telltale. E se duvidas tens, repara no que a MS tem anunciado nas ultimas conferencias e repara mesmo nas declaracoes oficiais sobre o output proximo dos seus estudios.

Porque fixacao de precos?

A MS introduziu o online nas consolas e a primeira coisa que fez foi introduzir paredes de pagamento. Em cada geracao, aposta imenso no inicio atraindo imensos clientes para a plataforma para depois cortar no suporte. Fez isto na 360, fez isto de forma muito mais notoria na ONE.
Se o servico chegar ao ponto que a MS espera, o que achas que a empresa vai fazer? Continuar com estas promocoes e a pagar milhoes adiantados para ter titulos no servico dia 1?

O problema e que, numa altura em que so o digital seja rei e senhor, as empresas podem fazer o que quiserem e acabaram-se as promocoes e descontos. Nos anos 90 em Portugal tinhas concertacao de precos nos videojogos. Atualmente tens imensos problemas de fornecimento de ram e memoria porque a fabricantes a nivel mundial se contam pelos dedos de uma mao. Se o mercado ficar reduzido a pucos servicos digitais nas maos das empresas como achas tu que sera? O mercado de usados e pirataria, permite que tenhamos promocoes e gamepasses a preco da chuva. Curiosamente, o gamepass nao ira permitir o mesmo.

Alexandre Oliveira
Alexandre Oliveira
Responder a  João Silva
1 mês atrás

É uma Puta vantagem se daqui as uns anos quiseres só battle royals e jogos pay to win vai ser optimo para ti….
Para mim que sou um jogador mais hardcore e da velha guarda vai ser péssimo, temos de ver mais além e não só o que está a frente dos olhos…mas nem todos têm essa capacidade admito.

Sephirot
Sephirot
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Mario,
Você tem razão na sua analise pela forma que você vê a coisa, mas na minha visão, essa não é a estratégia da Microsoft, você usou como exemplo a Netflix, então vamos lá, qual é o plano principal da Netflix, e ela fala disso abertamente e vem investindo bilhões de dolares para isso ? Simples, ela quer ter conteúdo 100% original Netflix, quando ela chegar nesse nível, ai sim ela vai começar a ganhar dinheiro de verdade de uma forma sustentável, mas por enquanto que ela esta produzindo filmes e seriados originais, ela precisa colocar filmes third party para oferecer uma biblioteca interessante, e lhe digo que assino a netflix a muito tempo, e grande parte da biblioteca de filmes e seriados dela já é proprietária das produções Netflix, filmes de outras produtoras estão tendo cada vez menos espaço lá, e o modelo de negócio da Microsoft é idêntico, e muito óbvio, o foco Microsoft é comercializar o Gamepass apenas com games Microsoft Studios, mas leva tempo até ela produzir essa biblioteca de jogos exclusivos Microsoft Studios, então ela precisa “perder dinheiro” colocando jogos multiplataforma para tornar o serviço interessante, até que o serviço sejá auto-sustentável com uma biblioteca apenas com os games da própria Microsoft. Isso é bom? É péssimo. Jogos “simples” e de baixa qualidade e jogos como serviço serão comuns vindo da Microsoft games studio por que a Microsoft precisa de quantidade para vender uma biblioteca de serviços por assinatura e não qualidade, e eu não preciso ser nenhum vidente para dizer isso, basta ver as produções de qualidade extremamente dúvidosa da Netflix, mas enfim é um caminho sem volta, não vejo a Microsoft voltando a ser uma rival tradicional da Sony e Nintendo, mas vejo que a Microsoft também esta sendo muito inteligente, e ela pode ser dar muito bem nisso, como você constumar dizer, temos ofertas distintas.

Livio
Livio
Responder a  Sephirot
1 mês atrás

Pois se este é o objetivo da Netflix pode ter a certeza que não assino novamente, há quase 1 ano troquei a Netflix Amazon Prime por 2 motivos, preço e catálogo ao qual a Netflix estava muito diferente da época ao qual assinei. Das séries originais poucas me chamaram a atenção e as que gostei foi feito um verdadeiro milking.

Um catálogo que continha conteúdo de vários estúdios que vem diminuindo a cada tempo que passa.

Ewertom
Ewertom
Responder a  Deto
1 mês atrás

Aonde que esta de graça @Deto?o serviço é muito atraente.mas longe de ser gratis.

By-mission
By-mission
Responder a  Ewertom
1 mês atrás

Ué 1 real por assinatura não é de graça?

Ewertom
Ewertom
Responder a  By-mission
1 mês atrás

ÉÉ………..faz tempo que não tem Xbox @By-mission.Tem que se atualizar.

By-mission
By-mission
Responder a  Ewertom
1 mês atrás

Opa aqui que tá meu amigo, tenho um amigo da PSN acabou de pegar o One ☓ veio todo cheio de onda mostrar o monte de jogos que ele tem por 1 real!

Seja como for agora ele tá puto pois vão retirar o GTA V coisas da vida, mas ele assinou por 1 real, um ano de gamepass ultimate.

Antes que venha me contradizer ele conseguiu um ano de Live Gold por 99.90 e assinou o gamepass por 1 real.

Traduzindo gamepass ultimate por um ano de GRAÇA!

Deto
Deto
Responder a  By-mission
1 mês atrás

e se ele tivesse assinado logo três anos de Live Gold teria três anos de gamepass por 1 real.

Ewertom
Ewertom
Responder a  By-mission
1 mês atrás

Não sei se neste caso @By-mission adiquirindo o console novo principalmente o One X ganha-se 1 ano de game pass ultimate”acho que não”,pelo que eu entendi,seu amigo comprou um ano de live gold e assiou o primeiro mês por 1 real totalizando 13 meses,pois aqui agora neste momento como tenho a Gold e caso aceite mudar para o game pass o meu plano já vai para o ultimate e pago apenas 1 real o primeiro mês e depois R$39,99 a cada mês ou seja total de R$441,00 anual,enfatizando como não sendo nada gratis,mas não sei sobre este caso de entregar 12 meses de game pass a cada compra de um console.😉

By-mission
By-mission
Responder a  Ewertom
1 mês atrás

@Ewerton
Caraca tá difícil!
Ele comprou o console USADO!
Como não tinha Xbox desde a 360 perguntou ao antigo dono “tu tens aqueles cartões de um ano de Live Gold?” Aqueles que tu compras na Americanas mesmo o cara falou “tenho um” e foi assim, um ano de Live Gold por 99.90 e o o gamepass por 1 Real, que agora são 1 ano de gamepass ultimate!!! Ou 13 meses sei lá…

Por favor leia o que tá escrito na matéria do Mário!👍

Agora se tu não achas que não foi de GRAÇA então não tem como fazer mais nada. Simplesmente é tu que não quer entender!

https://www.gamermaxx.com.br/Xbox-live-gold-12-meses-midia-digital?utm_source=Site&utm_medium=GoogleMerchant&utm_campaign=GoogleMerchant&sku=live-12-midia-digital-digital&gclid=Cj0KCQjw-r71BRDuARIsAB7i_QM8OlPjBhAQaykRgTXlvUYEeXbkO3y99-oNBWNFTEe8VsaL5dQiXycaAkDGEALw_wcB

By-mission
By-mission
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Ontem mesmo estava a ler um artigo sobre, o porque de se preocupar com o futuro dos jogos!

As pessoas dizem que o futuro é o streaming!

Bom o primeiro grande nome que se vê em mente é o Stadia que está a ver seu serviço a afundar e por mais que estes não queiram admitir já está num ponto sem volta. A Google está a dar 2 meses da assinatura Premium para as pessoas através de e-mail, sim tu quando faz a inscrição para o modo gratuito tem 3 meses de assinatura Premium e acreditem ninguém liga a ponto de a Google vir a te avisar por email!
Antes que te pense em fanboyce e coisas do tipo, Destiny um jogo com base no online se vê refém do Estadia pois não há jogadores online para manter o jogavel no serviço!

https://www.eurogamer.net/articles/2019-11-21-stadia-is-in-desperate-need-of-cross-play

O GforceNow da Nvidia, que toda a gente diz ser o melhor serviço de streaming, toda a semana perde um apoiador e seu tão badalado suporte a mil jogos agora conta com a Ubsoft e alguns indies pois todas as outras publishers já retiraram seus jogos!
Antes de que acusem de fanboyce, a própria Microsoft tinha jogos no GforceNow e bom retirou todos pois tem seu próprio serviço de streaming para sustentar então, sim estamos chegando no momento em que todas a publisher vão ter seus próprios serviços de streaming e subscrição.

https://www.polygon.com/2020/4/21/21229955/nvidia-geforce-now-publishers-developers-removing-games-warner-bros-microsoft

Agora olhando a Microsoft…

Tens o Gamepass que, a Microsoft não diz mas subscrição a 1 real, dólar ou euro, da um senhor prejuízo, mas somente a empresa mais rica do mundo a manter uma coisa destas.

Tens o console que, nas palavras do Phill Spencer vai competir em preço com a PS5 e sendo o console mais poderoso de sempre, a Microsoft assume que vai perder dinheiro em cada unidade vendida… Mas como dizem é a empresa mais rica do mundo!

E ainda tem o Xcloud… Ainda tem que subsidiar o Xcloud, jogos, servidores e bom toda a estrutura de rede e…
Adivinhem é a empresa mais rica do mundo então!!!

Ewertom
Ewertom
Responder a  By-mission
1 mês atrás

Cara acho que tu não entendeu ainda amigo @By-mission os dados e valores passados foram direto do meu xbox ou seja,os valores indicados são os que aparecem para mim e tenho certeza que aparece para seu amigo agora só sei de algo.Tem alguem mentindo ai e não sou eu.

Ewertom
Ewertom
Responder a  Ewertom
1 mês atrás

E nem um momento amigo @By-mission você citou que seu amigo adquiriu um console usado,ou seja não tenho como saber se tu não informar.portanto os valores indicados saõ caso queira adcionar o game pass a sua conta e sobre este bug se beneficiar dele acho errado,mas cada um com sua própria decisão
Apenas quero salientar que não tem nada de gratis nesta história e sim apenas um valor acessivel as massas
Agora sobre os valores na Europa citados pelo @Mário ai sim acho muito pouco,mas não moro na europa e cito a realidade do nosso pais que é onde vivo e muitos aqui

Luiz Barreto
Luiz Barreto
1 mês atrás

O grande ponto é: estão subsidiando o Game Pass. Vão subsidiar o Series X também? E outro ponto: na possibilidade do Series X performar mal em vendas, como a Microsoft vai fazer?

Estão indo por um caminho rumo ao fim da divisão Xbox.

Luiz Barreto
Luiz Barreto
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

A Microsoft não vai morrer, óbvio. A divisão Xbox (a qual eu me referi) já é outra história.

Deto
Deto
Responder a  Luiz Barreto
1 mês atrás

Se a MS desistiu de celulares, que é um mercado muitoooo maior que movimenta muito mais grana, imagine dos consoles?

Se ela não conseguir vender sx, já imagino em 2022 ela começando a falar que consoles morreram, que apostar em consoles é coisa de perdedor atrasado no tempo bla bla bla

vai começar aquele FUD maroto falando que Sony e Nintendo são coisas do passado e vão ter o mesmo fim do DVD… vários “contribuidores” da Forbes que vão ser replicados como “a Forbes disse” falando sobre como o futuro é nuvem, que a MS vai revolucionar o mundo e a MS vai prometer mundos e fundos da nuvem e vai ter um monte de “jornalista” hypando isso para ver se ganham ums viagens grátis da MS… Igual era na epoca do windows phone com o UWP que jornalista por ai hypava com delirio que o sujeito fazia Halo e iria rodar sem precisar de port no windows phone, PC e xbox.

Fernando Molina
Fernando Molina
1 mês atrás

Se será ou nao prejudicial para a industria, só o futuro dirá, mas hoje eu nao tenho como falar mal de um servico que te dá a oportunidade de jogar toda a saga Gears of War, toda a saga Halo, Forza Horizon 4, Streets of Rage 4, toda a saga Metro, PES 2020, NBA 2k20, Alien Isolation, Gta 4, Red Dead Redemption 2 e muitos outros por um preco baixissimo, nao tem como

Ewertom
Ewertom
Responder a  Fernando Molina
1 mês atrás

Eu não assino.mas não tem como negar o custo beneficio que o game pass traz ao consumidor nos dias de hoje e pela oferta vale muito,mas muito mesmo a pena.Concordo totalmente com o que dizes @Molina

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Atencao que o Netflix conseguiu isso, com esses utilizadores, 162 milhoes de lucro, e a corte de custos devido a paragem de muitas das suas producoes devido a quarentena.

Deto
Deto
Responder a  Fernando Molina
1 mês atrás

já esta sendo, para os fãs do xbox.

vai ser um halo, que no 5 já valeu como um AA, gears e forza; o resto vai ser orçamento indie/AA MP.

Edson
Edson
Responder a  Deto
1 mês atrás

Halo 5 AA, Deto? Mostre pra mim onde leu isso?

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  Edson
1 mês atrás

Cara, esse aí é só haterismo baseado em informações removidas de lugar algum. Comentários ao nível dos canais “milgrau” que existem no youtube.
No mundo dele, NIOH e Dreams são jogos AAA, e Halo, Gears e Forza são AA.

bruno
bruno
Responder a  Fernando Molina
1 mês atrás

Nem é preciso ir ao futuro. Basta ver as últimas conferências da MS.

andrio
andrio
1 mês atrás

O gamepass é um serviço interessante mas pra mim para por aí. Semana passada eu “discuti” com umas três pessoas sobre o gamepass. Eu falei q a ideia é legal mas n se sustenta para jogos triple AAA. Mas o pessoal distorceu oq eu falei e começou a dizer que eu tinha fala do mal do serviço. Uma das pessoas falou pra mim. Imagina jogar Tlous2 por um real? Eu n acreditei quando li isso 🤷🤦
Eu disse que isso seria ruim para a empresa ganhar dinheiro e investir em sequências e novas ips. Sabe oq eu escutei? Andrio é muito fanoby da sony, parece até acionista pra tá se preocupando com isso.

Ewertom
Ewertom
Responder a  andrio
1 mês atrás

Isso é muito complicado @Andrio,neste momento o game pass é um serviço de excelência pelo que é ofertado e isso é fato,mau para a industria,não sei,sei que o que se pintou aqui foi que este serviço traria games episódicos e afins e estou ainda esperando isso acontecer.
Falar mal de um serviço que oferta o que tem de melhor na industria no momento atual é burrice.

bruno
bruno
Responder a  Ewertom
1 mês atrás

Deves ter perdido os últimos anos de conferências da Microsoft.. Sim, não são episódicos, mas AA de baixo custo ou MMO de longa duração. Estes Tb foram referidos como produtos que manteriam o Gamepass e curioso, só pegaste nos episódicos.

Ewertom
Ewertom
Responder a  bruno
1 mês atrás

Sim @Bruno,pois este tipo de jogo acaba com tudo.Só isso🤦‍♂️

Ewertom
Ewertom
Responder a  Ewertom
1 mês atrás

E já tivemos este debate em matéria anterior onde foi colocado todos os fatos sobre o assunto e não convém perder tempo com isso👍

bruno
bruno
Responder a  Ewertom
1 mês atrás

Nao. Na materia anterior tivemos debate sobre FF VII, um single player AAA com mais de 30 horas de duracao, ser um mau exemplo, um mau produto, uma pessima iniciativa na industria e sobre o fundamento que tinhas para acusar a Sony de trazer os maleficios do Gamepass, para o quais tanto se alerta aqui, com este titulo…

Agora estou curioso sobre a tua logica que o Gamepass trazer MMOs e AAs e acabar com single player AAA nao e um problema, mas jogos episodicos sim..

bruno
bruno
Responder a  Ewertom
1 mês atrás

Portanto, na tua opiniao, esta tudo bem que o gamepass resulte num mercado so de MMOs e AAs indies mobile, desde que os jogos episodicos a la FF VII nao venham. Estes sim sao o fim de tudo para os jogadores…

daniel
daniel
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Concordo com você,e penso que um modelo de subscrição que poderia dar certo, tanto para o consumidor quanto para o produtor, é um meio termo entre o que é hoje o Gamepass e o Psnow. Pode-se manter os jogos indies, AA, mmorpgs, competitivos no gamepass, mas aos jogos triple A, basta que você dê um incentivo a quem assina o gamepass ultimate, digamos 20% de desconto, que já se tornaria vantajoso de maneira geral. Uma opção que seria muito interessante também seria liberar demos exclusivas aos assinantes, ou então o jogo full mesmo, mas por um tempo cronometrado, com o intuito de aguçar a compra desses jogos. Assim aparenta ser uma maneira muita mais sadia, beneficiando a todos.

Edson
Edson
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Mário, creio que não está olhando as coisas por completo. Estou de pleno acordo que o serviço não é rentável… Hj! Mas entendo que a comparação com o netflix é descabida e tendenciosa, mostrando um lado para defender seu ponto. O Netflix hj gasta absurdamente em suas franquias, mas as mesmas não são vendidas, ou seja, estão presas ao serviço, msm tendo outros conteúdos não netflix que já se pagaram. No game pass, não tenho dados para dizer o quanto a MS gasta por ano e quanto ela está disposta a gastar, tampouco duvido que gaste mais que um netflix, fora que jogos tbm são vendidos no varejo e que há conteúdos extras como dlcs, etc… O que me estranhou quando li comentários aqui foi que querem achar receita, lucro em investimento de médio e longo prazo. Citam o netflix com mais de 100 milhões de assinantes, mas esquecem que o serviço nascera em 97 e só em 2007 que ele decola. Falam da qualidade medíocre da Netflix, mas esquecem que a Disney está entrando forte nesse mercado disposta a gastar muito no serviço. Dias atrás foi injetado 1 bilhão e 100 milhões de dólares por um grupo de investimento na Nintendo com o intuito dela virar uma netflix ou disney plus por conta da riqueza de suas ips. Colegas, duas uma, ou vcs são os defensores da indústria e a própria indústria quer auto destruir ou vcs não possuem embasamento nenhum para falar ou escrever sobre, e na especulação, cospem besteiras! Pq quem lê aqui, acha que é um site de paladinos, defensores da verdade, da lei, da ordem, mas não vi aqui muitos se manifestarem contra as denúncias do senhor Jason com relação à ND, onde a maioria calou-se diante das atitudes escravagistas da ND e alguns até defenderam. Da Sony tudo pode! Duvido se o game pass fosse da Sony, teríamos tanto conteúdo demonizando o serviço. Não vi ninguém aqui Não vi ninguém falando da propaganda enganosa de Killzone 2 aqui,quando a sony falou naquela situação que estava rodando em tempo real no ps3, pq a memória é ótima para lembrarem de declarações de outrora de Phil Spencer e tantos outros. Tbm não vi ninguém dizendo que a Sony foi canalha com o consumidor por conta da promessa de driverclub ser dado no lançamento do ps4, além do uncharted atrasar 2 anos pós lançamento do ps4, com vários adiamentos, etc etc etc. Ou a culpada é a MS ou é a Nintendo! A primeira é inescrupulosa e quer destruir o mercado, a segunda é demodê, vive na idade da pedra, seus jogos são de criança e a empresa só não faliu por causa de suas ips. E a Sony? Adoro meu ps4, mas não tem problemas? É perfeito? Falavam que o ps5 seria mais poderoso, veio menos poderoso, mas… Agora o ssd salva! E pior… A memória do series X é um calcanhar de aquiles. Desculpe pelo desabafo, mas já está absurdo isso! Aqui virou um site de fanboy, onde só há matérias de playstation e quando há de outros, costumam ser depreciativas! Ah! E claramente há um bombardeio em pessoas que pensem diferente, que critiquem a Sony, independente do que seja. Aqui hj é democrático só quando fala bem do playstation e ironicamente, vire e mexe criticam os ianques por sempre serem citados por viverem na bolha de seu país, mas estão fazendo o msm, não entendendo a realidade de um País como o Brasil, salários baixos, índice de desemprego nas alturas, tripudiando de pessoas que usam o game pass pq só assim conseguem desfrutar do hobby de suas vidas dentro do seu orçamento familiar. Eu conheço o criador da frase mendigo pass que inclusive é meu amigo, mas quando ele usou a frase, foi para atacar àqueles que burlam a MS com esquema picareta, criando várias contas para jogarem por 1 real várias e várias vezes! Ele não usou para denegrir pessoas, debochar do poder aquisitivo, como muitos aqui o fazem, msm sendo brasileiros, conhecendo a realidade do País, sabendo que video game é artigo de luxo aqui e que quando estamos falando de ps5, xbox series X, Nintendo switch, no Brasil, a maioria tem um xbox 360, ps2, ps3.

Edson
Edson
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Mário, o game pass é composto pela maioria de jogos velhos e indies. Entram alguns triplo A que não saem bem no varejo ou que já entendem que chegaram no pico de vendas, onde a MS chega nessas empresas e oferecem um valor para esses jogos ficarem por meses no serviço. Não sei de onde tiras que o netflix é diferente do game pass nesse sentido. O netflix, como bem disse, os filmes se pagaram, mas os exclusivos netflix não! São exclusivos para o serviço. No game pass é a msm coisa! Vc já viu algum triplo A entrando day one no xbox, sem ser da MS? Os jogos exclusivos da MS entram, mas são jogos dela e ela faz o que bem entende com eles, além de historicamente, jogos exclusivos serem estratégicos. Além disso, entra alguns indies no serviço como foi o caso de Street of Rage 4 no day one e jogos que a MS ajuda a financiar. A pergunta que te faço é uma: será que é um modelo desses que pode arrebentar a indústria ou é o modelo da Sony, que utiliza seu poderio financeiro, aliado a seu poder de marketing para criar jogos tão caros na indústria que fica desleal a competitividade. Seria legal que refletisse sobre isso, até pq, a Sony sai de uma empresa que tinha alguns exclusivos, mas em uma geração somente, vira uma líder de jogos ultra caros, incapaz da indústria seguir e quem sabe, causando uma bolha. Sim, tivemos e temos AAA no mercado e sempre tivemos, mas duvido que tivemos das mãos de uma só empresa em tão pouco tempo como tivemos da Sony. Não estou reclamando, até pq, sou consumidor, mas se ela pode causar um desequilíbrio frente os outros por conta da sua força financeira, pq a MS não? Sonysta em larga escala, não consegue ver valor em produções AA, não consegue ver valor em indies, pq a Sony criou uma propaganda que valor só há em grandes investimentos. Muitos aqui vão dizer que isso é ótimo, eu vou dizer que isso é perigoso, causando um monopólio onde estamos vendo empresas quebrando por investirem em AAA pelo fato das pessoas acharem isso padrão, e a msm empresa não conseguir vender 4, 5 milhões de cópias e quebrar.

By-mission
By-mission
Responder a  Edson
1 mês atrás

@Edson
Desculpe a sinceridade, mas que raios se passa no seu entendimento dos mundo dos games?

Não sério, tô perguntando porque algo se passa? É quase um discurso bolsonarista, beira até aquele da terra plana!

Meu a Microsoft não está a competir ela está a massacrar os concorrentes, no sentido de que se fossem a Netflix e a Disney+ comparando o mercado atual, seria a Netflix com conteúdos próprios exclusivos contra uma Disney a lançar Vingadores DayOne no seu serviço e pela fração da assinatura do Netflix…

A Sony está criar uma bolha que as outras empresas não conseguem acompanhar, ficando desleal? Wtf

A Sony vende seus jogos a preço de mercado, 60 euros ou dólar e que se torna rentável (ela não os dá em um serviço ela os vende), a Sony mesmo já disse que a gestão do Wordwide estúdios é assim, que se pagam os jogos e exclusivos como God of War e Uncharted que rebentam em vendas financiam os outro jogos, um jogo como foi Spyderman financeiramente e capaz de sustentar 10 produções de outros jogos dos outros estudios da Sony, mas isto é que o problema?

E é ao contrário nenhum de nós pensou nisso, e é a Sony que está a rebentar a indústria dos jogos com exclusivos…

Sabe a pior parte disso, é que se fosse verdade, quem tem 1 trilhão de dólares é a empresa mais rica do mundo, como todo os caixetes gostam de dizer, a Microsoft tem mais que obrigação de ter uma rede de estúdios maior do que a Wordwide da Sony, o dinheiro despejado no Gamepass daria um excelente retorno em vendas se fosse usado para formar estúdios e financiar os jogos e os jogos trariam os jogadores de volta a Microsoft…

…/Yoshida revela que apenas 40% dos jogos da Sony fazem dinheiro!

E só 1 ou 2 grandes jogos cobrem os custos de todos os outros.
Shuhei Yoshida, o grande responsável pelos Sony Worldwide Sutdios, revelou que apenas 3 a 4 jogos em 10 que a Sony publica nas suas consolas geram dinheiro.

Numa entrevista com o GameReactor durante o evento Gamelab em Espanha, Yoshida acrescentou que são os outros jogos mais fortes que cobrem os custos.
“Esta é uma indústria conduzida pelos hits. Quando olhamos para os resultados financeiros, provavelmente 3 a 4 jogos em cada 10 fazem dinheiro e talvez apenas 1 ou 2 cobrem os custos de todos os outros. Temos de ser capazes de manter o rácio de hits num certo nível para podermos continuar no negócio, por isso tentamos sempre descobrir, suportar e ajudar para fazer crescer o talento. Esse é o trabalho mais importante em que eu acredito e que a nossa equipa administrativa está a fazer.”
Yoshida contou também que apesar de haver muitas oportunidades na indústria e muitos projectos e plataformas, os recursos e orçamentos têm um tecto, por isso apenas as equipas que têm grandes probabilidades de crescimento têm o apoio da companhia.”\…

https://www.eurogamer.pt/articles/2014-07-06-yoshida-revela-que-apenas-40-percent-dos-jogos-da-sony-fazem-dinheiro

Mas o bom mesmo é negar a realidade e é a Sony que está a rebentar com o mundo dos jogos com seus exclusivos…
E a Terra também é plana!
Vlw flws

Edson
Edson
Responder a  By-mission
1 mês atrás

Como disse ao Mário lá atrás! É só ter um pensamento diferente que já vem os ataques. Cara, primeiro que sou um democrata e como tal, me respeite, nunca lhe faltei com respeito e me chamar de Bolsonarista é sim uma falta de respeito com os meus pensamentos, defesas e lutas por uma causa mais justa. Entendo que o presidente é um fascista, mas não entro nos méritos políticos aqui e não, a terra não é plana! Com relação aos jogos, vc acaba de dizer o que eu estava querendo dizer. A Sony perde muito mais do que ganha com esses AAA, porém ela os continua alimentando por estratégia de mercado, para seu console vender e vender e assim as thirds entrarem lá com força, vender seus jogos e a Sony ganhar royalties, etc… Vc entende que se ela já perde com isso, ela poderia dar no serviço? Óbvio que a perda seria bem maior e talvez ela não tenha condição de manter, mas a MS tem, By mission. Empresas são assim ou vc acha se a Sony tivesse o poder financeiro da MS ela faria diferente? Quando falo dos AAA da Sony, quero dizer que são ótimos mas é sim uma bolha a ponto de Shaw dizer que a Sony diminuiria lançamentos AAA no ps5 ou que em alguns casos, iriam para o pc. Está certo que ele falou que a qualidade dos AAA seriam ainda maior,( quem sabe um AAAA?) mas nem a Sony está a manter os custos de produção com facilidade. Quanto aos serviços, a MS banca jogos day one pq ela pode, mas querendo ou não, está todo mundo entrando nessa, da Sony à Ubisoft.

By-mission
By-mission
Responder a  Edson
1 mês atrás

@Edson
Primeiramente pergunto de novo onde anda seu entendimento do mundo dos jogos?

Eu não entrei em política, só disse que o oque você afirma parece um discurso terraplanista ou bolsonarista! Voce consegue entender isso?
Só o disse pois é algo corrente nos nossos dias, por isso uma forma das pessoas compreenderem do que eu estou falando!

D I S C U R S O

Sabes do que estou falando, um discurso que independente de qualquer argumento, fato ou a própria realidade, o interlocutor não muda seu ponto de vista!
Em momento algum questionei sua posição política e por isso disse em seguida terraplanista…
Não importa quantos argumentos, números, fatos e etc… Você vai continuar com a mesma opinião!

A questão como vc mesmo disse é que tens um ponto de vista diferente e que bom que o tenha pois todos tem direito às suas opiniões.
Mas não é por ter direito a opinião, que vc pode mudar a realidade das coisas!

A realidade é um conjunto de fatos e contra fatos, não há argumentos!

Voltando ao assunto que aqui é sobre os jogos.

Vc diz que “a Sony perde mais com o jogos do que ganha”
Está errado, e o fato é que a maior parte dos lucros da Sony vem justamente da PlayStation. Isto é fato não é argumento.

Você diz que “se a Sony perde com isso ela poderia dar em serviço”
Está errado, e o fato é que ela não perde com a venda dos jogos ao contrário estes dão lucros absurdos, porque raios ela daria estes jogos em um serviço? Isto é um fato, não é um argumento.

Você diz “se a Sony tivesse o poder financeiro da MS ela faria diferente”
Está errado, e o fato é que ela não tem! Na verdade quantas empresas tem o mesmo poder financeiro da Microsoft, quantas vezes a Microsoft foi processada por usar esse poderio financeiro em concorrência desleal? Isto é fato não é um argumento.

Você diz “a MS banca jogos Dayone pq ela pode”
Está errado e o fato é que nem mesmo a Microsoft pode manter a quantidade e a qualidade dos jogos e enfiar Dayone no Gamepass. Olhe os números e ano após ano, a oferta dos jogos da própria Microsoft diminuído, compare vc mesmo, o número de jogos, ex: 2015 vs 2018 é diga que está tudo normal. Isto é um fato não é um argumento.

E em momento algum vou deixar de respeitar você, só porque pensa diferente do que eu penso, só não sou obrigado a discordar da realidade!

Terminando este comentário gostaria de dizer que não vou te responder mais, pois mesmo que eu descreva outros tantos fatos contrário ao que você diz, você simplesmente não os vai aceitar!

Então bom jogos a todos.

bruno
bruno
Responder a  Edson
1 mês atrás

@Edson eu sinceramente nao sei o que se passa, mas nao entendo a tua posicao de forma nenhuma.

Trazer o caso do cunch na ND (que foi severamente criticado nos comentarios se bem te recordas) para falar que nao ha criticas a Sony e so se critica o Gamepass como “implicacao”?

Afirmar que a Sony esta a criar concorrencia desleal e a “prejudicar” o mercado por fazer AAA de grande qualidade porque “mais ninguem os pode bancar”?!! Acreditas mesmo que a Sony produzir jogos internos, AAA single player, com grandes valores de producao e mau?!! Esta e a maior perola da montanha de barbaridades que escreveste! Andamos todos aqui preocupados com o perder dos jogos e nivel de qualidade a que estamosa habituados, a Sony foi das poucas a continuar a apostar nessas producoes quando toda a industria vendia a patranha que os “single-player” estao mortos e tu vens com essa! Incrivel…

Entao a EA nao acaba de entregar Star Wars Jedi Fallen Order? A Remedy nao fez “Control”? O Asobo nao fez “A Plague Tale”? A Square Enix nao acaba de entregar FF Vii remake, a Ubsoft nao entrega Assassins Creed e Watch Dogs? A Capcom nao veio com Resi 2 remake e DmC 5? Voltamos a antes de 2017 onde se afirmava a torto e a direito que AAA singleplayers nao sao viaveis (e depois foi provado que sim sao?). Nao tens estudios como a CD Projekt Red a investir em single players? Donde e que tiraste esse disparate de que a Sony fazer os seus exclusivos prejudica a industria? (eu ate imagino alguns foruns e canais de youtube por ai.. diga-se de passagem../.)

Pa, eu nao sei o que andas a ver, ou a ler, ou com quem andas a encontrar-te online… so sei apenas que tens que reflectir mesmo no que escreveste porque nunca vi tamanha quantidade de disparate junta. E no fim os teus comentarios so se resumem a uma coisa… queixas porque se critica o Gamepass,nao se elogia o mesmo (e com razao) e nao se anda a adar elogios apenas “porque sim”.

Entao, a MS nao e uma das maiores empresas do mundo? Nao tem dinheiro, como muitos se fartam de repetir? Porque e que a Sony que depende da divisao PS pode, e a coitada da MS cheia de dinheiro recorre a Gamepasses? Porque e que uma Sony a perder imenso dinheiro com uma PS3 ainda gastou rios de dinheiro em jogos e a Xbox com a 360 resumiu o seu catalgo ao que vendia… a Gears, Halo e Forza e Kinect?

O Netflix e uma comparacao injusta porque gasta em producoes proprias e a MS com o Gamepass… nao? Mas tu achas que a MS vai ter la os jogos como? Sem pagar por eles? Que Gears custou ar e vento a fazer? Que as outras empresas colocam la os jogos sem nada em troca? A MS paga milhoes para ter jogos la no servico a terceiros. E a Sony provavelmente faz o mesmo, mais recentamente, com o PS Now. Em que e que isto difere do Netfli que financia e custeia producoes proprias e paga pelos direitos das producoes de terceiros?

Mais uma vez, porque ja falamos e tu ignoraste completamente o link que aqui postei. O netflix tem fluxo negativo ate ao ano passado… E so durante o periodo de quarentena comecou a ter inlfuxo positivo – isto por dois motivos, mais 15 milhoes de subscritores, corte de custos devido a paragens nas producoes internas.

O Netflix esta aqui desde 1997, tens 167 milhoes de subscritores, 16x mais que o gamepass, vive a series e filmes e nao jogos e da prejuizo…

E nem somos nos aqui a comparar com o Netflix…. e a propria Microsoft eque o refere e quem la disponibiliza os jogos tb.

https://www.trueachievements.com/n38096/phil-spencer-interview

Repara nisto:

A common mistake that many people make is to compare Game Pass to services like Spotify and Netflix, as if they are “the same thing with the same business model.”

“Spotify pays you depending on how many times your song is played”Spotify pays you depending on how many times your song is played

“Netflix pays you a fixed fee, depending on what it thinks your TV series is worth. They are fundamentally different things, and that’s what you see [with Game Pass] as well.”

Paradox Interactive’s Fredrik Wester

Traducao: Wrester disse: Um erro comum e as pessoas compararem o Gamepass com servicos como o Spotify e o Netflix. O Spotify paga-te dependendo de quantas vezes a tua musica e reproduzida. O netfliz paga um montante fixo, dependendo no que ele pensa que a serie de TV vale. Sao coisas fundamentalmente diferentes, e isso [o netflix] que tens tambem [com o Gamepass].

Fonte:

https://www.gamesindustry.biz/articles/2019-07-08-xbox-game-pass-is-the-first-time-subscription-is-fair-for-developers

E depois acusas o site, porque nao gostas da realidade dos numeros de fazer comparacao tendenciosa ao comparar com o Netflix!

Sobre a Sony perder mais que o ganha, isso esta por ver-se. Nem todos dao lucros, mas quando tens titulos a chegar aos 16 e 17 milhoes de unidades, o que sao valores sobrerbos de vendas queres mesmo continuar com essa narrativa?

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

O Mário também coleciona Pops? 🙂

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Tenho um igual Ahaha.
Um dia tens que mostrar essa coleção 😉

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

E fazes tu bem! Os Pops é um vício

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Espetacular!!!
Depois vais ter que arranjar o próximo batmobile 😉

Edson
Edson
Responder a  bruno
1 mês atrás

Bruno, não entendeu! Disse em cima da lógica do game Pass. A Sony é a empresa que mais faz triplo A em maior escala, onde não há como competir com isso a nível de oferta. Se entende que o game pass é nocivo por a MS bancar o que ninguém pode, a Sony tbm o é para poder bancar o que a maioria não pode. Falo em cima da lógica criada por vcs, Bruno! Pra mim jogos são sobre criatividade, diversão, pra vc deve ser sobre ser ultra realista, gastar milhões de marketing, etc… Repito que a minha crítica sobre o PlayStation é uma alusão aos comentários sobre o xbox e o poder que a msm tem em fazer o que quiser. Empresas são sobre ganhar dinheiro e não há bom ou mau nisso e sim, negócios. O problema aqui é que há dinossauros idólatras que só vêem coisas ruins nos avanços futuros, mas são os msms hipócritas que atacam a Nintendo por ter um serviço online medíocre. Não vejo problemas em se investir no streaming, no game pass e não sei aonde mataria os jogos, onde que para vc assinar, tem que ter qualidade. ” Ah! Mas no futuro, tendo todo mundo, vai acabar com a qualidade dos jogos!” Será msm? E a concorrência? Ela não vale? Irônico é falar em queda de qualidade, onde a MS anda a investir como nunca em estúdios e jogos, com ofertas AAA de seus futuros projetos. Ah! Jogos AA não são sobre qualidade abaixo em gráficos, e sim, mais sobre menor longevidade e se citou plague tale da Asobo, saiba que ele é um AA! Possivelmente o Asobo já é da MS! Game pass VS Netflix_ Netflix fora lançado em 97, ou seja, 23 anos atrás! Game pass é de 2017, 20 anos depois, mas querem que tenha o msm número de assinantes do netflix ou que tenha receita por agora. Os custos do netflix são em séries exclusivas onde não há como vendê-las pelo que sei ( com algumas exceções). Games exclusivos da MS são vendidos, além de possíveis extensões como dlcs. Netflix tem valor de mercado de mais de 180 bilhões enquanto a MS tem próximo a 1 bilhão, ou seja, com um poder financeiro infinitamente maior, podendo assim, aguentar ter perdas financeiras maiores e menos impacto negativo. A comparação dos senhores é esdrúxula sobre os investimentos anuais de cada um em serviços, pois não temos números da MS, mas ouso a dizer que manter um game pass é menos custoso que um serviço como o netflix.

bruno
bruno
Responder a  Edson
1 mês atrás

Entendi sim…So questiono e de onde vem a logica que mais ninguem pode bancar AAA singleplayer, e que so a Sony o pode fazer e com prejuizo?

Quando tens imensos estudios e empresas a retornar ao genero, depois de nos tentarem pespegar com o MMOs durante o inicio da geracao, e a darem-se muito bem com isso!

Quando tens pequenas empresas como a Remedy a bancar Control ou a Asobo a bancar “A Plague Tale”. (Dizes que e AA, eu nao concordo, para mim e AAA…) Sobre se o estudio e ou nao da MS pouco importa. Como ja toda a gente te repetiu, agora a MS ainda faz Gears e lanca o mesmo no gamepass. Agora a MS tem uma Series X que quer vender e por isso faz o que tem que fazer.

Porque este e o teu fundamento, que o que a Sony faz so gera prejuizo e mais ninguem pode bancar. E eu questiono: isso vem de onde?

E depois continuas com essa de que para ti jogos sao criatividade e diversao e para mim, ou melhor, para quem defende AAAs nao sao?! E que criatividade e diversao tens em MMOs? Ou vais me dizer que Crackdown 3 e o pinaculo da criatividade e diversao?! E desde quando teres AAA significa que nao tens criatividade, inventividade?

Edson… os numeros nao mentem. Os jogos custam milhoes a fazer e dependem de vendas para arrancar. Como o Mario se fartou de te repetir, o problema nao esta num jogo com 4/5 anos de mercado ir parar ao gamepass tendo a MS pagado milhoes por isso… O problema esta na empresa lancar imediatamente jogos desses no servico, como o faz agora. O problema esta na criacao da expectativa que os jogos irao aparecer la. O problema esta em servicos como esse acabarem com outras formas de venda. Como ja te repeti imensas vezes, nem todas as empresas pagam adiantado… a MS fa-lo, isso sabemos, e a Sony talvez tb, mas nao sabemos. O artigo que postei indicava uma coisa relevante- os devs aceitam o gamepass – se lhes forem adiantados milhoes para disponibilizar la os jogos! Outros serviso semelhantes, e houve imensas iniciativas destas, so queriam pagar por horas de jogo jogadas e, claro, falharam, como o Stadia esta a falhar agora!

A questao e que isso e agora, como tu bem disseste em cima. Agora que o servico esta a comecar, agora que e preciso ter conteudo para angariar clientes. Mas no futuro, como e que a empresa aumenta as receitas? Reduzindo os custos com conteudo. E isto implica em apostar em experiencias que durem mais no tempo, e custem pouco… ou seja MMOs ou titulos episodicos como The Walking Dead que sao baratos de produzir, e lancam um episodio de mes a mes e podem fidelizar as pessoas. E a verdade e que essa iniciativa, por parte da MS ja estas a ver! E tu nao achas que isto acabara com obras como FF Vii Remake, um singleplayer de 33 horas que num par de meses e terminado?

Mais uma vez, a MS anda a investir sim… e que output tiveste ate agora?! AAs ()baixo orcamento) nas ultimas conferencias. Mais AAs prometidos para os proximos tempos pelos principais responsaveis. Eu ate acredito que, no inicio da geracao possamos ver mais titulos de elevada qualidade… mas como o passado ja demonstror isto e a MS a investir no inicio para depois ou vencer ou largar.

Mais uma vez, a historinha do Netflix vs Gamepass nao passa pela comparacao do numero de assinantes. Passa pelo facto de o valor mensal cobrado ser o mesmo, e o Netfliz com 16x mais subscritores dar prejiuzo.

E mais ainda, afirmas que o conteudo do netfliz nao tem outras formas de moentizacao.. e os jogos tem. Ok, e tu olhaste para as vendas dos exclusivos que a MS pos no servico dia 1? Podes afirmar com certeza que o jogo vende o mesmo sendo ou nao lancado no Gamepass?

Porque e tu acreditas nisso, mas nao entendes que, primeiro a logica aponta em sentido contrario (quem vai pagar pelo jogo full price se com a mensalidade tem esses e outros) e segundo que o Gamepass prejudica as vendas noutros meios ao ser uma alternativa mais barata e oferecer a expectativa de ter ali o jogo a baixo preco! O incrivel e tu acreditares que os dois podem co-existir como se nada fosse!… o Gamepass so nao lixou outros jogos porque ate agora nao se sabe se o titulo e lancado la ou nao. Basta a expectativa ser criada que tens vendas a descer!

Ha outras formas de monetizacao? Claro! Ja por isso andamos a reptir isto ha imenso tempo que venda de DLCs e a comercializacao de jogos esqueleto como Bleeding Edge e Sea of Thieves e um dos maiores problemas do Gamepass! Porque so assim o servico se torna viavel. Mas isto nao e uma vantagem que quem critica ignora, e uma critica que fazemos! O curioso e tu olhares para isso como algo sem problema!

Edson
Edson
Responder a  bruno
1 mês atrás

Bruno, MMOS? Qual o problema? Pra vc, é ruim um game ter ligação online com outras pessoas? Perfeito é um game não ter um coop, online, custando 60 dólares sem nenhum atrativo pós zeramento. ( por mais que eu adore os games exclusivos da Sony)Po Bruno, cara desde quando uma concorrência inferioriza a qualidade? Se no futuro, o game pass terá concorrência, a ideia é quem fazer melhor leva e não pior. Talvez se a Sony no futuro mudar de estratégia, colocando seus jogos day one no ps now, ai valerá a pena pra vc e o caminho será o certo.

bruno
bruno
Responder a  Edson
30 dias atrás

Depende do que consideras atractivo pos zeramento.

Mas deixa-me corrigir-te…

Perfeito e um jogo que custa 60 dolares, com uma historia, personagens, gameplay cuidada e efeitos fisicos, graficos e visuais que exploram o estado da arte nao se veem em mais lado nenhum, como milhoes de inimigos no ecra, uma perseguicao de um camiao ataque a disparar contra ti, uma boss fight frenetica, uma cidade enorme para explorar, hordas de zombies, e coisas do genero. Perfeito e jogar um titulo desses, com uma historia, terminar e passar para o proximo (sim porque ha vida para alem dos jogos), e nao ser forcado a metas impossiveis enquanto se joga sempre a mesma coisa.E nao, os jogos, ao contrario do que andas a dizer, nao ficam sem atractivo nenhum apos zeramento, podem e devem ser revisitados e ha imensos atractivos para isso, desde trofeus a propria historia, descoberta de segredos e muito mais. O ponto e que, a determinada altura, deve-se ir em frente e passar para outra e isto e algo que single player limitados permitem fazer – apreciar um bom produto, explorar e disfrutar novas tecnicas grafismo (sim, porque andamos a pagar centenas de dolares por maquinas mais poderosas para se ter grafismo e efeitos de topo, nao para ir jogar com amigos) e criar experiencias visualmente apelativas e inovativas na gameplay.

O que nao vale 60 dolares sao jogos que constituem apenas uma sucessao de arenas, com gameplay repetitiva e sempre o mesmo objectivo, em que passas de arena em arena sempre a fazer o mesmo, isto para alem de estar carregadissimo de microtransaccoes e DLCs na maioria dos casos, desenhados nao pelo valor da arte, mas para que tu te vicies e passes ali o grosso dos teus dias.

Por isso sim, entre Resident Evil 2 Remake, e Resident Evil Resistance, o primeiro sem duvida.

Entre Days Gone e Days Z, o primeiro sem duvida.

Sobre a concorrencia, tu tens nocao que um dos problemas mundiais relativo a RAM hoje e o facto de teres 4 ou 5 fornecedores a nivel mundial o que tem conduzido a precos elevados?

O Gamepass tera concorrencia Edson? E que concorrencia, e em que moldes? Se o servico nao se paga, e temos imensas provas que efectivamente nao se paga (caso Netflix, e pura logica simples) que empresas chegarao ao fim a concorrer com ele? Porque e preciso ver que as empresas precisam conseguir ter manter o servico ao longo do tempo. Logo, tu nao podes concluir que concorrencia gera mais qualidade…

Porque o Gamepass ganha dinheiro, e vence a concorrencia, de uma unica forma: angariando utilizadores que assiname se mantem por longos periodos de tempo. Neste momento, a MS anda a oferecer o gamepass, praticamente, a quem tem live e em caixas de cereais e com exploits pontuais como o que houve. Mas o caminho para manter as pessoas num servico e simples – criando produtos para os quais elas tenham necessidade de voltar. E dai tens os teus MMOs, criadores de vicio, arenas cujo objectivo e criar em ti a necessidade de teres pontos e de voltares sempre para jogares o mesmo uma e outra e outra vez. Jogos episodicos de baixo orcamento, lancados mes a mes de modo a que as pessoas mantenham a assinatura activa.

Logo sim, teras perda de qualidade com a concorrencia e nao ganho.

Edson
Edson
Responder a  bruno
30 dias atrás

Bruno, coloca palavras na minha boca! Cara, sou anos 90, tenho 37 anos! Vc acha msm que um cara que cresceu jogando jogos sem internet, sem online, vai se preocupar em um game ter isso? Não! Mas compreendo que um game completo,tem que ter tudo isso, porém isso não quer dizer que ele seja melhor ou pior. Vc acredita que Hellblade 2 será um MMO? Que um Project Mara tbm? Vc acha msm que um game como Forza Horizon é pior por ter ligação a net? Pq vc dizer que MMO é ruim e só terão isso, mas desconsiderar que a MS tbm fará single player, me soa a desonestidade intelectual. Mas sei qual será o próximo passo seu: ” Ah! Tudo jogo de baixa renda, etc…” Bruno, quase não tive xbox na minha vida em comparação aos outros. A minha empresa de eleição é a Nintendo por amar as franquias dela, depois vem a Sony quase em um empate técnico pra mim, mas os meus questionamentos contigo não é por sua opinião somente, e sim, por vc ser um hater da MS e falar de caras como Fernando, mas vc sendo ele, versão PlayStation. A diferença é que ele quase não comenta aqui e não é arrogante, enquanto vc sempre entra com sua arrogância para defender qualquer pensamento contrário ao seu. Acredite, nunca desmereci a sua inteligência, nunca msm, porém usa de prepotência, arrogância o tempo todo. Me corrigir? Me corrigir de q? Por eu ter um pensamento contrário ao seu? Amigo, então se eu tenho que me corrigir, paro por aqui para não ir para as ofensas! Abraços

bruno
bruno
Responder a  Edson
30 dias atrás

@Edson, desculpa, mas nao e desonestidade intelectual sugerir que a Sony esta a criar condicoes incomportaveis na industria por financiar AAAs e ao entregar jogos singleplayer com altos valores de producao?

Eu sinto que andamos aqui as voltas. Comecamos por questionar se servicos como o Gamepass conseguem suportar financeiramente titulos AAA como os que temos agora, damos o exemplo do Netflix a demonstrar que nao, damos o exemplo de numeros… tu assistes a tudo isto, dizes que a Sony e que e culpada por produzir AAA que afirmas serem incomportaveis e agora… vens acusar-me de desonestidade intelectual por dizer que a MS vai apostar cada vez mais em AAs e MMOs para o gamepass…

Um facto comprovado pelo output da empresa de 2016 a 2020, onde, fora os titulos que ja estavam em desenvolvimento de estudios internos (Gears 5, Forza) o que tiveste?…

Quando tens declaracoes oficiais de responsaveis por desenvolvimento da MS a falar que os principal output dos estudios sera AA….

https://wccftech.com/microsoft-round-up-portfolio-aa-games/

…Algo que se apoia na economia por tras do Gamepass, onde tivemos o trabalho de te demonstrar que o servico so sobrevive com adesao continua e adesao continua, isto e, utilizadores a aderir por varios meses e a pagar so se consegue com jogos que levem as pessoas a contnuarem com adesao ao servico e, claro, que sejam baratos.

E tu agora vens com essa?

Ora jogos baratos e de adesao continuam sao em 3 tipos… AA, episodicos AA tipo The Walking Dead eou MMOs tipo Bleeding edge que ate convidam ao gasto adicional em microtransaccoes.

Forza Horizon nao e um MMO. Bleeding Edge sim. Crackdown 3 sim. Day Z sim. Forza Horizon e Forza sao duas excelentes series da Xbox, que valem a pena e nao estou a criticar nenhum desses titulos. Ter online nao os torna MMOs!

Project Mara e Hellblade 2 sao jogos singleplayer? Sim (talvez!). Mas sao jogos singleplayer que revelam o compromisso da MS com o Gamepass ou existem porque a MS vai colocar a venda uma consolas de 12 Tflops e precisa de a vender?

Antes de me andares a chamar prepotente, ja reparaste que andas aqui as voltas, referes tudo e mais alguma coisa, e contradizes-te apenas porque continuas na tua?

Edson
Edson
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Não sei!

Edson
Edson
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Sim e pelo que sei, a Nintendo tem uma liquidez financeira absurda, por isso que esse grupo de investidor, colocou 1 bilhão e 100 milhões de dólares na Nintendo. https://youtu.be/ckGY95y904s se puder, assista esse vídeo que acho que irá gostar do conteúdo.

Livio
Livio
Responder a  Edson
1 mês atrás

Estava a escrever este comentário no mesmo momento que lia o seu “desabafo” e vi que alguns já responderam quase no mesmo sentido, porém venho com algumas perguntas:

Como quer boas vendas se o jogo é ofertado por míseros valores (assinatura) logo no dia do lançamento? Lembras de Gear 5 que teve vendas abaixo dos antecessores? Se não me falha a memória Forza também foi afetado.

Netflix só veio a ter concorrente há poucos anos, nem 5 anos no máximo, GamePass já nasceu com concorrentes como PSNow e Steam.

E no meu comentário de ontem não falei do catálogo da Disney que está desaparecendo da Netflix, se já não desaparecei pq estou há 1 ano sem acessar. Disney sabe da popularidade do seu conteúdo e se colocares lado a lado Netflix e Disney em uma pesquisa saberás qual terá maior escolha.

Porque denomina “modelo da Sony”? Só ela que gasta milhões para produzir seus AAA? Pelo que sei um A do triplo A remete aos altos valores investidos no jogo. Lembro de ter visto em uma das antigas revistas que colecionava e entrevista com alguém do ramo de games ao qual este afirmava que com mais tecnologia os jogos ficariam mais caros de se produzir.

Até reduzi a minha participação nos comentários, mas ainda os leio e já percebi que desde o assunto FF7(jogo que não tenho o mínimo interesse, embora tenha convivido na época do PS1) vens a querer colocar culpa em uma só palavra, SONY.

Legal jogar no ventilador disparates que a grande maioria de quem tem consoles PS não veem valor em indies, deve saber que alguns fizeram sucesso e assim foram para outras plataformas devido a publicidade nos consoles Sony, Rocket League que o diga.

Não estou a defender a marca e você pode atribuir culpa e/ou adjetivo ao que quiser. O que o Gamepass está a ameaçar não vai ser visto agora, vai demorar um tempo, quem saiba no meio/final desta geração começará a ver os impactos(caso consiga ir até lá nos mesmos moldes de hoje).

Livio
Livio
Responder a  Livio
1 mês atrás

A Sony é a empresa que mais faz triplo A em maior escala, onde não há como competir com isso a nível de oferta. Se entende que o game pass é nocivo por a MS bancar o que ninguém pode, a Sony tbm o é para poder bancar o que a maioria não pode.

Cara bancar jogos com qualidade é nocivo?? Que é isso? Agora repito o que andaram falando mais acima, a MS é uma empresa de trilhões não pode bancar isso também? Acabei de ler na Eurogamer que a MS pretende lançar Perfect Dark para o Series X até o final de 2021 (Phil disse que pretende até antes de completar 1 ano de vida) aí desci no comentário e uma pessoa comenta mais ou menos o seguinte: “colocar 2 jogos fps no lançamento do Series X, cadê a variedade?”. A MS não consegue lançar mais variedades de jogos? Fora que criando jogos AAA o que a Sony está matando? Outras developers??? Criando um monopólio de AAA? Sem sentido este teu pensamento.

O que se critica são as decisões da MS, não o gamepass, logo acima você comete um erro ao dizer que a Sony erra promovendo jogos de qualidade e que outros não podem fazer, ou seja, para vc nem a MS que tem mais valor financeiro que a Sony não pode fazer e é isso que criticamos, porquê não investiu em jogos com mais qualidade ao invés do gamepass? Porquê não investiu em novas ip’s para tentar reverter a situação do One ao invés de investir no One X? Percebe que só nestas 2 decisões a situação da MS não alterou na geração? Minto alterou sim, caiu para ser a terceira opção (ou quarta caso coloquem o PC) nesta geração de games.

Jogos não precisam ser ultra-realistas e, ao meu ver, quem defende isso é a MS com o slogan de console mais poderoso desde quando Xbox foi criado, ultimamente quem tá se destacando por serem mais criativos e por serem pontos fora da curva (não sendo a mesma coisa em diferentes versões) são os jogos da Sony e quando a MS tenta fazer isso ela falha em outra coisa, por exemplo o conteúdo de Sea of Thieves ou o poder da nuvem em Crackdown 3.

GamePass tem 3 anos e não tem nem 25% do total de vendas do Xbox, sendo que este número é a soma de Xbox + PC, estranho ter este valor visto que todos os comentários dos que defendem Xbox afirmam ser um serviço de qualidade, deveria ter mais né?

Lembrando que Netflix começou a se tornar mundial (assim como quase o GP é) há 10 anos quando expandiu para o Canadá e Brasil (PS2 vendido oficialmente no Brasil continha um disco com o software do serviço), antes era só um serviço dentro dos EUA. (A imaginar a Netflix entregando DVDs alugados aqui no Brasil). GamePass tem quase a metade da idade da Netflix no modelo de disponibilidade mundial.

Daniel Cardoso
Daniel Cardoso
1 mês atrás

Mário eu da Microsoft já não ESPERO grande coisa a nível de games, só vão ter o melhor hardware, do resto vai continuar como esta geração, games de baixo custo, a serem pensados como MMO para enviar para o Game Pass, e quem assina esse serviço devia agredecer a quem compra os games, por exemplo GTA 5 e Red 2 entraram no GP porquê já foram pagos a muito tempo, quando eles começaram a enviar todos os jogos day one para esse serviço, é que vamos começar a sentir as consequências para o futuro, ou seja vamos começar a ter jogos de baixo orçamento em todas as platafomas, porque games AAA não vai dar para pagar com serviços de 1 dólar/real/euro e mesmo o serviço a 10 dólares não vai da para pagar games que tiverem orçamento de 200+ milhões para cima, porque esses 10 dólares é para pagar todo o serviço e os games que estiverem lá… Só ESPERO é a SONY não seguir a tendência TAMBÉM, como esta a fazer com o HZD ao enviar para o PC, o ponto da Sony é válido se for mesmo para tentar criar entusiasmo na malta do PC para irem para a consola, ou então fazer o inverso e começar a enviar tudo para quanto é lado e começar a apostar em serviços, mas o serviço vai criar um cruch na indústria, atualmente esta todo mundo a tentar criar o seu serviço, até a AMD já vai criar o seu, e isso lá para frente vai ter consequências nos games AAA, ESPERO estar engando na minha visão de ver as coisas, mas atualmente é isso que ESTOU a começar a imaginar no Futuro. Desde já um obrigado por mais um exelente artigo 🙂.