Jogos Xbox One apresentados na E3 podem ser bem diferentes do produto final

Durante a apresentação dos jogos Xbox One na E3 correu o rumor de que os mesmos não estariam a correr em consolas Xbox mas sim em PCs equipados com placas Nvidia GTX. Apesar de tal ser apenas um rumor, a situação foi confirmada pela Microsoft que explica agora que se tratavam de kits de desenvolvimento.

A demo de Battlefield 4 mostrada na apresentação da E3 da nova Xbox One era clara. Via-se no ecrã indicações para o pressionar de teclas que não existem na Xbox, e daí que tenha ficado no ar a possibilidade de a demo estar a correr num PC e não na consola.

Mas se tal até nem seria muito chocante, uma vez que a nova geração de consolas são basicamente PCs, jornalistas que viram essas demos nos bastidores afirmam que viram jogos crashar e que o que lhes foi possível ver depois era que os jogos estavam efectivamente a correr em PCs. Mas não PCs normais, mas sim topos de gama equipados com o windows 7, e… Placas gráficas GTX 780. Ou seja, hardware muito superior ao da consola

Essa foi uma notícia que na altura vimos, mas que não publicamos uma vez que tal não possuía nenhuma aparente lógica. Os produtores dos videojogos recebem dos produtores das consolas os chamados Kits de Desenvolvimento, que basicamente são consolas em tudo iguais ao produto final, com excepção de duas situações: A caixa nada tem a ver com o produto vendido ao público, e a RAM é, normalmente, superior.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Diga-se aliás que foi isso mesmo que foi usado na apresentação da PS4, hardware de desenvolvimento que apesar de possuir uma caixa muito menos interessante, possui as mesmas características do produto final. E essa situação foi confirmada por muitos dos criadores que expuseram os seus trabalhos.

Mas com a dúvida no ar, o site Israelita NGOHQ resolveu contactar a Microsoft. E receberam a resposta de Galit Motai, relações públicas da Microsoft Israel, que lhes referiu:

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Temos uma variedade de kits de desenvolvimento da Xbox One com funções diferentes para diversos tipos de aplicações, incluindo kits que se assemelham a PCs. Nesta etapa – meses antes do lançamento –  as nossas equipas e parceiros estão focados na criação de jogos e na melhor experiência de jogo, não no aspecto físico dos kits. Neste período e até ao lançamento, podem ver uma série de caixas físicas que não reflectem o que está a correr dentro.

Para todos os efeitos a resposta é clara ao não dizer nada. Não sabemos assim explicar o motivo pelo qual o que foi visto nada tem a ver com uma Xbox.

No entanto no que que toca ao uso do Windows 7, Michael Wilford, designer principal de Forza Motorsports admite a sua existência, alegando apenas que essa situação foi uma decisão da equipa.

Sistema operativo diferente, processador diferente e uma placa que só por sí é mais cara e mais potente que a Xbox One e a PS4 juntas… Se isto são kits de desenvolvimento, então uma coisa é certa: Os jogos Xbox One PODEM  (não quer dizer que tal aconteça) nada vão ter a ver com o apresentado.

E como a foto de baixo tirada na E3 comprova, efectivamente esse hardware era uma realidade.

gtx

Fonte:

Publicidade

Posts Relacionados