Mapas preliminares dos expositores da E3 2018 aparecem online.

Os mapas com a disposição preliminar dos expositores da E3 2018 apareceu online. E a grande surpresa está na dimensão do expositor da Microsoft.

Apesar de os dados atuais não serem finais, e de existirem ainda expositores por ocupar, sendo que somente saberemos as ocupações finais dentro de algumas semanas, ou mesmo meses, a organização da E3 revelou os espaços atualmente reservados para os expositores.

Mas antes de vermos a atual disposição, por uma questão de enquadramento, relembremos como este espaço é e foi anteriormente ocupado.

Basicamente a E3 é constituida por duas grandes Alas de exposição, a Ala Oeste, considerada a principal da feira pela dimensão dos seus Stands, e onde por norma se encontravam representados todos os grandes fabricantes de consolas, e a Ala Sul, onde se encontram representadas todas as restantes empresas.

Apesar de algumas diferenças anuais, esta foi a disposição básica na Ala Oeste, a principal da feira, no período de 2013 a 2016!



Esta Ala, onde existem os expositores de maiores dimensões ganhou a sua fama pela presença dos grandes produtores de consolas, a Microsoft, a Nintendo e a Sony, e onde a disposição dos stands deu origem a uma das fotos mais carismáticas da feira.

No entanto, em 2017 a Microsoft desinvestiu na E3. Abandonou a Ala oeste indo para a ala Sul, ocupando um Stand de dimensões bastante mais reduzidas, e idêntico aos da Ubisoft ou Activision.

Esta situação não passou despercebida, e foi muito falada em sites e foruns, e inclusive considerada representativa do estado da Xbox e reflectida nos poucos jogos exclusivos da consola.

Vejamos então agora os dados preliminares divulgados para ocupação da E3 2018, começando pela Ala Oeste, a principal da feira.



Basicamente há poucas novidades aqui, exceptuando a entrada da Nvidia que ocupa agora a maior parte do que era o antigo espaço da Microsoft.

Vejamos a Ala Sul:

O destaque para as diferenças aqui são o crescimento dos espaços da Bethesda e da Square Enix, mas acima de tudo o reduzido espaço que a Microsoft reservou até ao momento!

Trata-se de um espaço 13 vezes inferior ao do ano anterior, e que se espera não seja o final. Tal significaria não um desinvestimento, mas igualmente um desinteresse total da Microsoft naquela que é a maior feira de videojogos do mundo, o que teria na opinião pública um efeito muito prejudicial à imagem da sua consola.

Nesse sentido a Microsoft por Aaron Greenberg veio já assegurar que os mapas divulgados não são totalmente completos.

Curiosamente Greenberg não refere algo mais preciso. Do género “os expositores X e Y tambem são nossos”, ou “A área final será maior”. Refere apenas que o divulgado não é totalmente correcto, o que no fundo não diz absolutamente nada.

Teremos de aguardar. Provavelmente a Microsoft ainda poderá alugar mais espaço, mas o certo é que até ao momento o oficialmente alugado pela Microsoft é o stand mais pequeno da sua história.