Microsoft aposta forte na E3

É já no dia 9 que a Microsoft aparecerá na E3… E a sua participação promete ser a maior de sempre.

A Microsoft anunciou que a sua conferência na E3 terá duas horas de duração. Esta é uma grande aposta da Microsoft no certame!

Pela primeira vez a Microsoft não tem de competir pela atenção do público com a sua concorrente Sony, sendo assim a figura dominante na E3 2019. Daí que a Microsoft deve estar a ter a atenção de todas as empresas que querem mostrar os seus jogos multiplataforma nas consolas e que antes podiam ter uma apresentação no espaço da Sony. Daí que a conferência da Microsoft terá 2 horas de duração, e contará com jogos das 14 equipas da empresa, num lineup que se promete ser o maior alguma vez apresentado e que certamente terá de deixar os fans entusiasmados.

Mas a realidade é que a Microsoft bem precisa desse tempo, uma vez que tem muito do que falar. Desde jogos Multi a jogos Exclusivos de todas as suas equipas, a sua nova plataforma de streaming de jogos, O XCloud que concorrerá com a Stadia da Google, e mesmo as suas futuras consolas.

Os rumores referem que a Microsoft mostrará imagens do novo Forza, de Halo Infinite, e do novo Fable, para além de Gears 5, que deverá ter um pedacinho de Gameplay, bem como a apresentação do novo jogo da Ninja Theory. Tudo rumores, claro, pois oficialmente, nada foi revelado!



A parte que concentrará mais expectativas será a esperada apresentação das suas futuras consolas, uma conhecida pelo nome de código Anaconda, a versão mais potente, e a outra como Lockhart, a versão mais acessível. Pessoalmente espero ansiosamente por esta parte na expectativa de poder ter alguns dados concretos sobre o hardware destas consolas, bem como, potencialmente ver alguns jogos já a correr nelas.

A apresentação terá lugar às 21:00 em Portugal continental, 17:00 em Brasília, no dia 9 de junho.



Posts Relacionados

20
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
16 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
10 Comment authors
Mário Armão FerreiraVitor PGdanielRodrigo SilveiraLivio Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest
Notify of
José Galvão
Membro

Qualquer coisa que a Microsoft faça, é sempre a maior de sempre da sua história e depois meh, mas confesso que o potencial vislumbre da nova geração me deixa com hype!

Vitor Calado
Visitante
Vitor Calado

Isso faz parte da natureza humana, num jogo entre o sporting e o benfica, os benfiquistas vem o jogo de uma maneira os sportinguistas vem o oposto enquanto que a realidade é algo entre os dois, para os fans da Microsoft vai ser sempre melhor do que é e para os fans da Sony vai ser sempre meh…ninguém é imparcial, mesmo aqueles que se dizem neutros tem sempre uma preferência ou por um jogo, ou pelas cores das consolas, ou pelo formato do comando…existe sempre qualquer pormenor que nos puxa mais para um dos lados, por muito insignificante que seja ou sejam

A minha avó contava uma história que ilustra bem o que eu estou a dizer:
– Esta lagostinha é para mim ou é para o pai??
– É para o pai.
– Xiiii que grande lagostão.

Traduzindo:
– Esta super apresentação é da Sony ou da MS?
– é da MS
– Xiii que apresentação mais meh

Vitor Calado
Visitante
Vitor Calado

É o poder da sugestão, uma equipa de psicólogos fez uma experiência que foi o seguinte:
Fizeram dois bolos com a mesma massa, metade da massa deitaram numa forma redonda, a outra metade numa forma quadrada, montaram um quiosque na rua e marcaram o preço da fatia de bolo, o redondo custava 1€ a fatia o quadrado custava 2€ a fatia, depois começaram a pedira o opinião sobre os bolos, tipo a fazer um inquérito a população, as pessoas provavam o bolo redondo de 1€ e o bolo quadrado de 2€, resultado em mais de 300 pessoas não HOUVE UMA ÚNICA que gostasse mais do bolo redondo de 1€…NENHUMA, apesar dos bolos serem excatamente iguais…LOL, as nossas preferências muitas vezes não têm nada a ver

bruno
Visitante
bruno

Pois, mas o que o Galvão refere vai além da mera opinião pessoal.

Vai a performance da MS na E3 em 2016 e 2017. 2018, já se safou bem.

Nesses dois anos tbm iria ser a E3 mais espetacular de todos os tempos. Aliás 2017, ano da grande revelação da ONE X tb tinha não sei qtos exclusivos e tempo extra porque, de acordo com Phil Spencer, nem conseguiam colocar lá tudo o que queriam apresentar.

E depois tiveste o vomitar das mesmas coisas que já tinham dito a Digital Foundry, Anthem e AC Odyssey, dois títulos third party. De exclusivos a vender o poder do monstro tiveste Minecraft a 4k e mais um forza.

Só para comparar, nesse ano a Sony deu a mostrar, Detroit, Spiderman, Uncharted the lost legacy, Days Gone, God of War e apresentou o Remake de Shadow of the Collossus, a grande surpresa da Noite.

Fez.mais a Sony para vender um sistema com 4 anos que a MS para vender o monstro.

Vitor Calado
Visitante
Vitor Calado

Desculpem o triplo post, para terminar a pior conferência da MS em 2013 ano da saida da Xbox ONE :
Hideo Kojima apresentou Metal Gears Solid V
Novo modelo da xbox360 fpi apresentado
World of tanks na xbox 360
Jogo indie Max na 360
Dark souls II na 360
tio Phill apresentou o Ryse num trailer espectacular
Sunset overdrive trailer espectacular
Forza 5 com gráficos espectaculares
minecraft para ONE
Quanton Break num trailer espectacular
Jogo indie D4
Project spark
Apresentou o smart glass (o smartphone a comandar a xbox)
Killer instinct para ONE
Crimson dragon
Dead rising 3
The witcher 3 trailer espectacular
Battlefield 4
Below jogo indie espectacular
343 industries mostraram um trailer espectacular do HALO
Titanfall com trailer espectacular fechou a conferência

https://www.youtube.com/watch?v=fSXicnwHgss

Numa hora e meia, apresentou o novo modelo da xbox360 e o smartglass para teres iteração entre a xbox e o smartphone, o resto foi só jogos, jogos, jogos…mas na memória dos fans da Sony foi uma conferência desastrosa em que a MS praticamente não mostrou jogos, mais uma conferência meh

bruno
Visitante
bruno

Estas a confundir alguma coisa certamente.

Essa conferência foi um desastre não devido ao conteúdo apresentado, mas devido as declarações que rodearam a Xbox.

A Xbox ONE já vinha queimada de:

– Escândalo da NSA – o teu Kinect a espiar-te;

– #Dealwithit: a célebre declaração do Twitter a responder alguem que salientou que o Always On era uma imposição injusta. Da parte de um funcionário da MS.

– TV, TV e TV: a apresentação da Xbox ao mundo salientando o qto era boa para ver TV, e fazer estatísticas em tempo real de jogos rugby, basquete e similares. Para americano ver.

E depois tiveste estas pérolas:

-Always On e DRM: sim, diz adeus aos usados, agora precisas de uma ligação constante a internet para poder usufruir dos teus jogos. Ah! E não podes vender ou doar a alguém sem usar o programa que a MS impôs para isso.

Queres uma consola que funciona sem isto? Tens a 360. By Don Mattrick

Kinect- sim a consola custa 500€, e tens de gramar com isto, porque apesar de na realidade não ser preciso a MS concebeu o sistema de modo a ser preciso.

Foi por isto que foi um desastre.

Eles sozinhos lidaram as expectativas futuras da consola.

Brunoab
Visitante
Brunoab

O outro Bruno já te respondeu.

Mas ele não citou o nome disso que vc está fazendo: vitimismo

Nega a REALIDADE do sempre on line, TV TV, consome MAIS caro e mais fraco, para se vitimizar da “opressão sonysta”.

Vitima é quem sofreu dummping da MS, igual a Netscape.

Livio
Visitante
Livio

Para isso é só recomendar a conferência do dia 21/05/2013, mas muitos negam em rever pq sabem o que foi falado. Uma conferencia de apresentação de um console com 62 minutos de duração e o primeiro jogo apresentado, Forza 5, apareceu aos 34 minutos.

Fora isso foi TV, HBO, CBS e Cloud Powered(sim a promessa começou em 2013)

Livio
Visitante
Livio

E para complementar, nessa conferência de 21/05/2013 o próprio Phil disse que a MS Studios estavam com o maior investimento e com um alto número de jogos em desenvolvimento nunca antes visto na história do Xbox, seriam 15 exclusivos no primeiro ano de vida, deste 8 eram novas IPs.

Chega 2019 e são 14 jogos de estúdios Microsoft (que muitos, não sei por qual motivo, dizem não ser exclusivos). Você relembra os anos anteriores e fica com pé atrás.

Vitor PG
Visitante
Vitor PG

Essa E3 vai ter beeem menos público,visto que é sempre a SONY quem sempre dominou a E3 inteira, com jogos AAA, relevância e IPs novas.ms vai apresentar indies e mais serviços, ms é peixe pequeno, estou bem mais animado pra E3 da Bethesda, um novo The Elder Scrolls é muito mais empolgante que qualquer coisa q a ms mostrar

marcos
Visitante
marcos

vimos isso na E3 passada
O melhor da sony foi a flauta

Rodrigo Silveira
Visitante
Rodrigo Silveira

Que o evento E3 perde sem a presença da Sony, isso é inegável. A ausência da líder de mercado não é só um desrespeito ao seu consumidor (na minha opinião), mas também uma falta aos seus estúdios perceiros. Mas o evento em si não tem nada a ver com isso. A relevância da E3 está relacionada com o crescimento do mercado de jogos, que está em alta; e em final de geração a expectativa por novos jogos e novos consoles aumenta ainda mais; logo o evento em si está mais relevante, é preciso dizer. E quem se mostra “irrelevante” não é o evento, mas a Sony em si. Não queira inverter a ordem das coisas, caindo em falácias de blogs e sites parciais por aí.

Rodrigo Silveira
Visitante
Rodrigo Silveira

Meu palpite para os 14 jogos do XBOX GAME STUDIOS: Halo Infinite, Gears 5, Gears Tatics, Ori 2, Battletoads, Age of Empires 4, Fable 4 (Playground), Bleeding Edge (Ninja Theory), The Outer Worlds (Obsidian), Halo MCC (???), Wastelands 3 (InXile) e provavelmente DLCs de FH4, Sea of Thieves ou Cuphead (???) e Minecraft. Estes podem ser os 14 conteúdos de estúdios first-party da XGS; além, é claro, de jogos de estúdios third-party; projeto xCloud; e novos consoles. A MS fala que “conseguiu segurar os vazamentos até agora”, então talvez tenhamos surpresas e seja algo um pouco diferente do dito acima. Caso contrário, este meu palpite parece ser muito bom. De qualquer forma a MS tem uma ótima apresentação em vista.

daniel
Visitante
daniel

Cuphead não entra na lista, pois diferente de ORI, sua IP não foi adquirida(até agora kkk). Brian Fargo ( inxile head) deixou a entender que além de wasteland 3, wasteland 1 remaster também vai aparecer. Halo MCC não deve contar pois já foi lançado no One. A novidade é estar presente no pc, além de incluírem o Halo Reach. Contar dlcs também não acho que vem ao caso, também excluiria. Da sua lista, chuto que 12 de 14 estão bem encaminhados. Os dois restantes eu coloco algo da rare, pois não é possível que uma empresa esteja com 250 empregados só pra cuidar de sea of thieves, e uma surpresa inesperada de algum estúdio adquirido. Mas o que mais me interessa é se veremos algum second party. Acredito friamente que a surpresa da conferência vai vir de alguma parceria exclusiva, até pq jogo da playground,da rare e da ninja theory já são esperados de alguma maneira.

Rodrigo Silveira
Visitante
Rodrigo Silveira

Mas é um bom palpite pelos rumores que vimos até o momento. E você complementastes muito bem em tudo que disse.