Microsoft e o futuro da Xbox.

Qual o futuro da Xbox? Analisando as palavras da Microsoft, que são directas e claras, o futuro da Xbox é algo que dá o que pensar.

A Microsoft acaba de lançar a sua Xbox One X. A consola mais poderosa de sempre… e até anuncia um investimento em jogos First Party e novas equipas de desenvolvimento.

Tudo parece bem encaminhado!

Não fora pelo facto que lendo pequenos trechos do referido por Phil Spencer há frases que poderão ser algo alarmantes face ao que será o futuro da Xbox.

É que na mesma entrevista em que Phil Spencer refere o investimento em equipas de desenvolvimento e em jogos First Party há uma nota a uma referencia do mesmo que diz:



In the longer term, Spencer also says that Microsoft will probably introduce a game streaming service that doesn’t require a console “in the next three years”

Traduzindo:

A longo prazo, Spencer tambem diz que a Microsoft irá provavelmente introduzir um serviço de jogos que não requer uma consola “nos próximos três anos”

Ora isto seria uma situação em que a Microsoft deixaria de precisar de vender as suas consolas Xbox. Basicamente a acontecer isto, as consolas Xbox, tal como as conhecemos, teriam mais 3 anos de vida e depois a Microsoft lançaria um serviço de jogos por streaming, sendo que elas seriam provavelmente as primeiras a suportar o serviço, mas no entanto deixavam de ser absolutamente necessárias para o mesmo.

A comprovar esta ideia temos o Wall Street Journal que publicou este artigo (caso não o consigam ler, porque vos pede para assinarem o jornal, vão por este link do facebook, clickando sobre “Microsoft hopes for videogame turnaround with Xbox One X”), e onde refere que Phil Spencer recebeu ordens para pensar em alcançar os Gamers em todas as plataformas, em vez de usar o Gaming para fazer o windows ter mais sucesso.



O jornal adianta ainda jornal refere que Phil Spencer referiu que entre os mercados a eventualmente alcançar com jogos First Party Microsoft se encontra o maior mercado de consolas atual, o da Playstation, tal como acontece agora com o Minecraft.

Ora caso a Microsoft venha realmente a ter uma plataforma de jogos que não requer ter um hardware específico para vender os seus jogos, a necessidade específica da Xbox como peça de hardware suportada como até agora desaparece e até se torna incongruente existir (seria um mercado dentro do mercado, uma concorrência interna a um produto igualmente seu). E associando a notícia dessa plataforma que não é presa a um hardware às frases de Phil onde este refere ter recebido ordens para alcançar os Gamers em todas as plataformas, o colocar esta plataforma de streaming acessível no mercado Playstation seria apenas um passo lógico nessa estratégia empresarial.

Naturalmente isto podem apenas ser palavras soltas, mas há que recordar que, ao contrário da Sony a Microsoft não é, e nem nunca foi uma empresa de hardware, mas sim uma empresa de serviços software, sendo que as suas incursões no mundo do hardware deram quase todas para o torto. A excepção foi os tablets surface e a consola Xbox.

A grande questão é que, como a Microsoft reconhece (e a Sony também reconheceu recentemente), os serviços na consola dão mais dinheiro do que a consola em si, Daí que a ideia da Microsoft pode ser manter essa fonte de receita com uma rede e vendas jogos por streaming, mas sem ter necessariamente uma consola, não tem nada de disparatado.

Naturalmente que o aqui referido não é uma certeza. Ninguem, excepto a Microsoft, sabe o que fará no futuro… Mas o que aqui é referido, não só é proveniente de frases reais de Phil Spencer, como é uma realidade de negócio que pode até, um dia, englobar a própria Sony. recorde-se que os rumores de que a PS5 não seria uma consola, mas sim um serviço são já antigos. E isso quer dizer que a Sony pode estar a pensar o mesmo, mesmo que não seja para tão cedo!

Agora se a Sony está a pensar o mesmo, está calada… A Microsoft é que, como é habitual, fala cedo demais… e numa altura onde tem de vender a sua Xbox One X, sair-se com estas frases que deixam a pensar sobre que futuro a consola poderá vir a ter, é que não deveria acontecer.

 



Posts Relacionados

Readers Comments (50)

  1. Não sei o que esses imbecis estão querendo fazer, mas não soa nada bom.

    • Carlos… insultos não… É uma empresa, e está aqui para ganhar dinheiro. Convençam-se que nenhuma empresa é vossa amiga, e eles só querem o vosso dinheiro, mais nada!

      • Isso é algo que a maioria se esquece, que uma empresa só quer o nosso dinheiro, no entanto penso que a questão da honestidade não deve ser posta de lado, se uma empresa se guiar por alguma honestidade e acima de tudo respeito pelos seus cliente, até tem benefícios pois não só tem um cliente como um publicitário gratuito.

        O que estas empresa fazem é ter uma atitude de puro cinismo para com os seus clientes, por vezes de forma descarada, é perfeitamente possível uma empresa querer o meu dinheiro sem esfregar as partes intimas na minha cara, até na guerra cuja finalidade é matar o inimigo, existe respeito pelo adversário, nod negócios não morre ninguém logo um pouco de dignidade é o minimo esperado.

        E depois há outra questão muito importante, a parte da arte em si, eu quando critico estes tipos de forma dura, não é só pela quebra consecutiva de confiança mas mais pelo denegrir constante que estes ”senhores” estão a provocar na arte em si.

      • Ok Mário, reformulando;

        Não sei exatamente os detalhes mas sou totalmente contra isso.

        Estão se aproveitando que há muitas pessoas com mais dinheiro do que consciência, (isso pra não dizer inteligência).

        Se acontecer a culpa maior é de quem apóia.

        Um artigo com um tema desse parece uma realidade alternativa, onde se caminha pra um cenário de horror.

  2. Nã sei o que pensar em uma situação dessas. Com certeza não gosto nem um pouco.

    O fato é que se uma fizer e der certo, provavelmente a outra vai atrás e faz o mesmo. Daí já era!

    Sem concorrência, no mínimo vão vender os consoles pelo preço que der na telha.

    Não gosto nem um pouco desse futuro que se desenha onde tudo é digital. Adeus mídia física e adeus consoles.

    Tomara que isto não ocorra, mas pelo rumo que as coisas estão tomando hoje em dia, tudo é possível.

    Infelizemente.

    • Falas de uma situação muito importante… A concorrência!
      Se a Sony se apanha sozinha aqui… estamos desgraçados. Começam as atitudes prepotentes e as queixas. É algo habitual na falta de concorrência!
      Acredito que isto um dia seja o futuro… mas espero que não! Gostava de manter o atual formato por mais tempo!

      • Mário…

        Atenção que eu não sou adepto de monopólios, mas o historial da Sony não indica, pelo menos até ao dia de hoje, que estejamos desgraçados caso domine o mercado por completo.

        A Sony dominou o mercado na geração 32bits com a PS e ainda mais na geração 128bits com a PS2, pode-se dizer que detinham o monopólio do mercado dada a distancia face à concorrência, e no entanto foram provavelmente as consolas mais memoráveis e mais bem servidas de jogos da história.

        É certo que na PS3 deram uma de arrogantes mas ainda assim conseguiram inovar e mais uma vez, jogos não faltaram, com a PS4 isso acentua-se ainda mais, a Sony praticamente ruma sozinha para o pódio com não sei quantas voltas de avanço e no entanto tem uma biblioteca de jogos absolutamente fantástica e é actualmente a empresa com as melhores práticas na industria, ainda melhor que a Nintendo, é garantidamente a empresa que mais faz os videojogos evoluir como forma de arte.

        Portanto não estou minimamente preocupado com um eventual monopólio por parte deles, prefiro sim que tenha concorrência para dar ainda mais ao litro mas preocupado não, preocupado estaria caso fosse a Microsoft, ai sim estaria-mos literalmente desgraçados.

        • São outros tempo Galvão…
          O dinheiro atualmente sobrepõem-se a tudo!

          • Pois… mas é a pensar assim que se perdem valores, não é isso que eu quero ensinar ao meu filho, que o dinheiro se sobrepõe a tudo, inclusive valores.

            Isto pode ser um pouco cliché, mas be the change you want to see in the world.

          • Foi exatamente o que pensei Mário.

            Os tempos são outros.

            Tudo muda.

            Como se diz em investimentos:

            “Ganhos passados não são garantia de ganhos futuros.”

            Quem sabe se deixassem de ser uma empresa e tornassem uma ong.

            Quem sabe!?

            Daí até poderia acreditar nessa benevolência.

    • Mas é para isso que todos estão a trabalhar, para cortar intermediários e maximizar lucros, no fundo querem um mercado onde têm total controlo, é o sonho molhado destes tipos.

      Apesar dos serviços digitais terem as suas vantagens, são mais as desvantagens, a partir do momento em que compras um produto digital perdes o direito de propriedade no verdadeiro sentido da palavra, não é algo palpável, algo que te dê retorno, tipo vender.

      Repara que tem sido através do mercado digital que todos estes abusos a que temos assistido, têm sido possíveis, isto já para não falar do facto de que me faz uma confusão enorme ter uma biblioteca inteira de videojogos, dependente de um simples mail e pass.

      • Por isso eu evito ao máximo comprar jogos em mídia digital.

        Mas se levarmos em consideração que hoje em dia a grande maioria dos jogos são lançados com vários problemas e incompletos exigindo a instalação de incontáveis atualizações, patches e toda essa porcaria que exige o download de gigas e mais gigas, quando compramos um jogo em mídia física o que estamos adquirindo de fato não passa de um passe.

        Quantos jogos já existem onde as atualizações já são maior do que o conteúdo existente no disco?

  3. O título da matéria deveria ser:

    “Qual o Futuro dos Consoles”

    Todo mundo pode entrar nessa dança.

    Até porque foi a Sony a primeira a “testar” esse tipo de coisa nos consoles.

    • Sim e não… Porque a Sony nunca se manifestou sobre essa situação. O que havia sobre a PS4 eram rumores!
      E aqui o que está em causa e é abordado no artigo são as declarações recentes de Phil Spencer.
      Daí que até poderia ser… mas seria esticar mais a corda pois estaria a falar sobre projectos dos outros que eles não admitiram.
      Aliás se houve algo que o PS Now provou é a dificuldade em se conseguir implementar um sistema desses com qualidade. As diferentes qualidades das ligações em diversos paises, as diferentes leis aplicáveis a vários países, direitos de autor locais, regras de protecção de dados, custos de largura de banda, etc, etc.
      A Microsoft nesse aspecto está melhor posicionada pois o seu mercado é maioritariamente o dos EUA. E aí tem a sua Azure a dar cartas!
      A Sony teria mais dificuldades!

  4. Só pra avisar a galera do Xbox, 1 mes de Live Gold ou 1 mes de Game Pass tá 1 real na Live brasileira

    • Acabei ver isso!

      É por essas e por outros que pelo menos no Brasil a Microsoft não tem concorrente.

    • Fui seco tentar extender minha assinatura até janeiro mas infelizmente quem já é assinante destes serviços não pode se beneficar deles, como tenho live gold ativa até dez/17 o preço na hora que coloco minha conta no link automaticamente alterar o valor pro preço normal de 29,00, ja o game pass como não sou assinante está por 1 real mesmo.

  5. A Sony foi pioneira no streaming de jogos nas consolas, e se o futuro for esse a Sony já lá está. mas não acredito que o PS NOW substitua a PS5 ainda é demasiado cedo para isso.

    A microsoft se começar daqui a 3 anos, a única coisa que significa é que ainda teremos 10 anos ou mais de consolas xbox, pois esse tipo de serviços precisa de infraestruturas que ainda são pobres e vai levar ainda muitos anos até ser para todos, sim a MS têm a rede mas os provedores de internet ainda só abrangem com qualidade as grandes cidades, muitos milhões ainda não têm uma internet para streaming de jogos nem irão ter nos próximos anos, pelo que esse negócio nos primeiros anos será repartido com as consolas tradicionais e depois se pegar então as consolas vão desaparecer

    • Grandes verdades Vitor… Mas quando tens uma Microsoft que em 2013 acreditava poder implementar jogos processados na Cloud, que acreditava poder criar serviços TV para a Xbox em todos os países do mundo, e que lança uma consola para isso tudo, achas que ela vê problemas em avançar forte daqui a 3 anos?
      Ali a utopia quando pega… pega forte! E os fans acreditam…

  6. Que maravilha, queria ver como isso iria funcionar com as franquias de dados, você lá fazendo aquele streaming bolado de um game a 4k com texturas maravilhosas, downloads de fundo e sem lag…
    Opa! acabou sua cota de 1 terabyte, compre outra já!
    Se melhorarem a internet a esse ponto, aí já até prevejo outro público, que invés de jogar, iria assistir os jogos serem jogados por terceiros ou mesmo competições ao vivo no YouTube… Seria mais viável pra muita gente. QUE BELEZA.

    • Lembro das mães dizendo; “pára de jogar essa coisa! Isso vicia menino!”

      Pobres mães, isso era um vicio em algo como maconha, agora na era do streaming, vai ser o equivalente ao vício em crack, você terá um prazer intenso mas curto, e logo terá de pagar pra ter mais!
      E lá se vai mais e mais grana!

      – “Mãe, me empresta o cartão?”
      – “De novo Jorginho?! Desse jeito vamos ter que vender o carro pra você continuar jogando! Toma seu Rivotril e vai socializar um pouco.”
      – “Mas mãaaaae! É a nova DLC!!!!! Buaaaaaaaaa!”

      Porquê as empresas são feitas pra ganhar dinheiro! Mesmo que tenha que levar o cliente a falência.
      Is just business

  7. Igor…

    Engraçado que vamos ter um fim-de-semana com online gratuito na PS4, Live nem vê-lo, o meu argumento é o mesmo que o teu.

    • A Microsoft faz isso sempre, direto ele disponibiliza Live Gold grátis em finais de semana.

      Agora quero ver a Sony colocar a PSN a R$1,00 por um mês inteiro. Lembrando que o Xbox Game Pass também está por R$1,00 por um mês.

      Já nesse último caso nem que a Sony quizesse ela poderia fazer isso por que ela simplesmente não tem um serviço desse nível, nem de longe.

      É por essas e por outras, que no Brasil a Microsoft não tem um concorrente a sua altura.

      • Pois é meu amigo, mas isso do Gold a R$1.00 por um mês tem muito que se diga, também aderi a isso uma vez e percebi da pior maneira.

        Se quiseres usufruir dessa promoção, só o podes fazer de uma maneira, e é através de cartão de crédito, cartão esse que fica associado à tua conta e que por defeito, renova o Gold automaticamente sem te avisar, e sem saberes andas a pagar Gold todos os meses, a não ser que te apercebas pelo extrato.
        A mim aconteceu-me isso, aproveitei e não liguei mais ao assunto, quando me apercebi já tinha pago 4 meses de Gold, e neste caso tem cuidado porque se aderires ao Gold e Game Pass, ou retiraras o CC da tua conta ou andas a pagar todos os meses um dos dois ou os dois serviços.

        Tudo o que venha de barato destes tipos tem sempre um senão, são do mais esguio que existe nesta industria, não chegam aos calcanhares da Sony no que toca a transparência nos seus serviços.

        • Sinto muito a franqueza José, mas esse foi um erro seu não da Microsoft.

          Já assino a Live a alguns anos e nunca tive esse problema, a minha mesmo acabou de vencer agora, fiz de um ano como sempre faço e dessa vez quando fiquei sabendo dessa promoção não renovei de um ano e não tive problema nenhum para fazer isso, fui muito simples e rápido.

          Logo que acabar esse de um mês por 1 real não renovo e volto a fazer de 1 ano com certeza.

          No meu caso sempre fui avisado que a assinatura estava para vencer e seria renovada e caso desejasse ela poderia ser suspensa.

          Eu pelo menos não vejo problema nenhum em usar cartão, mais de 90% das minhas compras são feitas com cartão, principalmente na internet e nunca tive problema, até prefiro que seja assim, é muito mais prático e rápido, é só tomar as devidas precauções e sempre acompanhar as faturas.

          Para mim quem não chega aos pés é a Sony em relação a Microsoft, isso no Brasil por que eu sou cliente e estou muito satisfeito com os serviços e assistência prestados por ela.

          • Problema Igor é que és cliente apenas da Microsoft e passa a realidade sua aqui, eu como assinantes dos dois serviços não vejo essa de “não tem concorrência”, pra mim são muito equivalentes.

          • @Igor e Gustavo

            De facto não há volta a dar, a culpa é minha, fui eu que não li as condições, da mesma forma que devia ter lido algures antes de carregar a carteira do Live, que a mesma não dá para comprar os jogos da 360 na One ou os da Xbox original, dinheiro esse que ainda tenho lá empatado, com a Microsoft tenho aprendido assim, aos poucos, e a culpa é de facto minha, quer dizer minha e da Sony, que me habituou a um nível de transparência que não existe no Live, porque nas minhas consolas PlayStation, não tenho que andar preocupado com pormenores contratuais, porque a Sony, ao contrário da Microsoft, sabe o que é um carteira unificada, uma carteira digital que carregas com dinheiro real e que dá para comprar qualquer coisa digital, isto na PS, porque numa Xbox tens um pagamento para comprar jogos da One, outro para o Gold, outro para o EA Access, outro para o Game Pass, outro para os jogos da 360 e outro para os jogos da original, ufa…

            Em suma, a culpa é minha, minha por dar dinheiro a estes tipos, mas o que me dá mesmo vontade de rir são pessoas como vocês que seguem a cartilha da marca à risca, logo correm a desculpar a marca e a crucificar quem cai nesta autêntica teia de esquemas.

          • José,

            Eu só posso lamentar que isso tenha ocorrido com você, mas eu particularmente nunca tive problema com a Microsoft.

            Se a minha experiência não foi ruim como a sua, por que eu haveria de criticar?

        • Nossa José você que é todo esperto não prestou atenção, você não leu quando assinou que todo mês renova a live, ual como deixou isso acontecer.
          Ontem eu assinei game pass por um real, mas como eu li, vi que seria renovado todos os meses, mas em menos de 20 segundos eu coloquei não renovar automaticamente, 20 segundos acho que não devo ter levado menos de 10 segundos.
          È por essas e outras que as vezes você tenta passar de intelectual mas na verdade, não presta nem atenção no que assina.
          Então caro colega a próxima vez que for assinar qualquer coisa, leia o que está comprando, você levaria menos de 10 segundos para por não renovar automaticamente.
          =)

      • Assino em baixo Igor.
        Os serviços prestados na Live BR é muito bom.
        Não tenho o que reclamar.

      • Ou vivo desatualizado ou vejo as news erradas, mas live disponibiliza direto a Gold grátis nos finais de semana?

        Nem nos principais canais sobre o Xbox, nem nos secundários(aqueles que falam das 2 plataformas) vejo noticiarem a live grátis, o que eu vejo geralmente é algo anunciado na Live e ao mesmo tempo a PSN tem algo similar e vice-versa.

        Quem saiba eu assine esses 30 dias a 1 real, pois não renovei a Live, mas provavelmente não pois só terei mais tempo livre na 2ª metade de dezembro.

        • A live por 1 real é só pra quem não tem a mesma ativa na conta. Ou seja, só pra quem não é Gold, no meu caso como a minha vence agora dias 17/12 não vale esse preço, sai pelos 29 reais normais.

          Ratificando, essa promo é só pra quem não está assinando o serviço

      • Todos os fins de semana são grátis na live? De certeza?

        Isso é uma excelente oferta!

        Seja como for uma correcção – a PSN+ está grátis durante 5 dias, não só fim de semana.

        • Onde você viu alguém dizer que a Live é grátis todos os finais de semana?

          • Igor – 16 de Novembro de 2017 @ 18:37
            “A Microsoft faz isso sempre, direto ele disponibiliza Live Gold grátis em finais de semana.”

            As palavras “faz isso sempre” e “direto” levam a interpretação de que todos os fds são grátis, pelo menos no Brasil levam a esta interpretação

          • E em Portugal também.

            Mas, @Igor se não era isso que querias dizer, então por favor explica-te e também esclarece porque é que quando o Galvão te falou no fim-de-semana de PSN+ gratuito a tua resposta foi essa.

          • Não!

            Se fossem todos teria colocado TODOS.

            Dito isto, que cada um interprete como quiser, já não é problema meu.

          • Igor… O escrito é diferente do falado. Realmente davas a entender. Mas basta explicar e está explicado.

          • Mário,

            Na verdade não querem explicação, mas sim confusão.

            Por isso nem perco meu tempo.

          • @Igor não é querer confusão.

            Você sabe que as palavras utilizadas refletem para a interpretação de “todos”, e esta interpretação é reforçada quando se vê que o comentário foi digitado por um usuário que defende a MS a todos os custos e que o comentário digitado foi em resposta ao do Galvão por não deixar o outro lado por baixo. E porquê que digo que foi uma resposta para não deixar o outro lado por baixo? Porque já teve um outro user aqui na PCManias, de mesmo nick que o seu, que ao rebater características dos HDs(internos/externos) do 360/One contra PS3/PS4 e não ficar por baixo chegou a dizer que o HD interno do PS3 não era removível e que a troca era impossível, algo que foi prontamente rebatido(rezava a lenda que este antigo usuário tinha consoles PS)

            É por isso que digo tanto aqui quanto em outros sítios, utilizem bem as palavras para não causar diversidade de interpretações. No meu primeiro comentário discordei logo de cara, pois não vejo com frequência notícias a respeito.

            Só colocar no google a pesquisa “sempre significado” que o primeiro resultado diz:
            2. a cada instante, sem exceção; constantemente, continuamente

            Substituindo:
            A Microsoft faz isso SEM EXCEÇÃO, direto ele disponibiliza Live Gold grátis em finais de semana.

            A Microsoft faz isso CONSTANTEMENTE, direto ele disponibiliza Live Gold grátis em finais de semana.

            A Microsoft faz isso CONTINUAMENTE, direto ele disponibiliza Live Gold grátis em finais de semana.

            Se depois dessa você ainda discordar que seu comentário não leva a este tipo de interpretação então nao sei o que dizer/digitar.

          • Ahh e esqueci de falar de direto que é igual a “sem rodeios”, “sem escalas” e “sem interrupções”

            A Microsoft faz isso CONSTANTEMENTE, SEM RODEIOS ele disponibiliza Live Gold grátis em finais de semana.

            A Microsoft faz isso CONSTANTEMENTE, SEM ESCALAS ele disponibiliza Live Gold grátis em finais de semana.

            A Microsoft faz isso CONSTANTEMENTE, SEM INTERUPÇÕES ele disponibiliza Live Gold grátis em finais de semana.

  8. Mário, lendo sua matéria e vendo algumas notícias o futuro do xbox me preocupa um pouco, pois hoje vi uma notícia que um produtor de wolfenstein 2 disse que espera que o desenvolvimento dos jogos por várias empresas tenham por base o xbox one x, isso quer dizer que adeus a jogos que rodem bem nas consolas normais.

    E na minha opinião, se hoje é só um que pensa dessa forma, amanhã podem ser dois e assim por diante.

    • Daniel… Quando ouvires um produtor a elogiar uma consola verifica se as seguintes condições são aplicáveis.
      – O jogo mais recente por ele criado ou em desenvolvimento é exclusivo ou está em regime de exclusividade com a empresa da consola elogiada.
      – O jogo mais recente por ele criado ou em desenvolvimento tem contrato de marketing e distribuição com a empresa da consola elogiada.
      – O jogo mais recente por ele criado está a ser vendido bastante abaixo do preço normal na loja da empresa da consola elogiada.
      – O jogo beneficiou uma consola de forma clara, mesmo que isso tenha implicado cortes mais severos em outras consolas de terceiros ou especialmente da mesma marca, e nomeadamente no modelo com maior mercado e que venderia mais.
      Qualquer destes casos demonstra pagamentos e uma anormalidade de mercado. E sendo assim o que estás a ouvir é claramente publicidade indireta.
      Tu acreditas mesmo que num mercado de 100 milhões de consolas PS4 e One, alguém vai prejudicar esse mercado para fazer jogos optimizados para uma consola acabada de lançar e que, especialmente quando sabes que o que tens aqui não é uma nova geração e que como tal não terás exclusivos?
      Eu sou fanático por jogos, e não tenho uma Pro ou uma X. Não tenho porque não só discordo do modelo como não tenho TV 4K. Planeio apenas mudar de consolas dentro de 1 a 2 anos mal saia uma nova geração e as TVs 4K estejam totalmente prontas a suportar os 4K em 4:4:4 com HDR a 60 fps.
      A maior parte dos leitores da PCManias são fanáticos por jogos. São Gamers na total ascensão da palavra, possuem multi consolas e compram jogos e franchising sempre que podem. É quantos mudaram para a Pro ou X? São fans, não fanboys ou malucos… E tem consciência no que devem e no que não devem investir.
      Eu mais depressa deixava os videojogos do que entrava nesta loucura de upgrades. Porque consigo, sou can, não fanboy, não inconsciente e não maluco. Se as empresas acreditam mesmo que o mercado vai todo atrás que olhe para o lançamento da One é para o Star Wars Battlefront II. O mercado não vai no que eles querem…

      • Entendo Mário e concordo com tudo o que você falou, eu também apesar de ter uma tv 4k com esta modelo HDR 4:2:2, não aderi ao pro e nem me interesso por ele.

        Mas a questão que me preocupa, sendo propaganda ou não, é como fica o xbox base e se ele fala desta forma não duvido que outros pensem da mesma maneira dele e os “fãs” caiam neste pensamento apoiando esse tipo de coisa.

        • O maior perigo da industria não são as empresas. São efetivamente os fanboys e aqueles que só olham para o seu umbigo.
          Essa malta é que tem levada à criação de práticas que agora se instalaram. Ao suportarem serviços e situações sem pensarem nas consequências dos mesmos.
          A culpa aqui não é de EAs ou outros. É de que, suporta essas coisas e que passa a mensagem que tal é aceitável.

  9. Bom dia Mário

    Me desculpe por o meu primeiro post aqui ser um offtopic, mas como verá, não há um local exatamente adequado para o que lhe vou dizer.
    Sou Português, mas dada a minha atividade profissional basicamente vivo no Brasil há mais de 15 anos.
    Tal como a maior parte dos seus leitores, dedico muito do meu tempo aos videojogos, sendo que a minha consola de eleição sempre foi a Xbox.
    Em 2013 comprei a Xbox, tal como sempre fiz, e fiquei a conhecer o seu website nos foruns da UOL, onde os seus artigos eram referenciados como sendo de um fanboy Playstation (não se preocupe, não acho isso).
    Visitei alguns dos links colocados e li alguns dos seus artigos, e confesso que nessa altura fui na onda do que era dito. Mas achei que eles eram interessantes e bastante tecnicos, pelo que, discordando de você, continuei a visitar o seu sitio.
    Conforme os anos foram passando mudei totalmente a minha opinião de você. Agora que a consola tem 4 anos, o que vejo é que o único sitio que visitava que realmente alertava de uma forma realista e consciente para a realidade do que iria acontecer, tendo acertado em tudo o que foi dito, foi o seu. Entendo agora que você se limitou a dar a conhecer algo que a maior parte das pessoas não queria ver, e isso levou os fanboys da Xbox a pegar você de ponta.
    Ao contrário desses outros locais que visito, você não mentiu, e tudo o que referiu, se concretizou.
    Perdi a ideia de que você era fanboy quando li alguns artigos a elogiar certas medidas da Microsoft. Nenhum fanboy faz isso, e acredite, eu lido com eles nos foruns aqui do Brasil.
    O que eu vejo agora em você é realmente uma pessoa isenta e que tenta dar a conhecer aquilo que você, com seus conhecimentos técnicos, consegue ver, e que escapa à maior parte das pessoas. Você é bem informado e fundamenta sempre o que diz com situações reais que aconteceram, apresentando os links.
    Passei a adorar a PCManias! Mas tal como você refere, cada qual deve gostar do que gosta e não deixar que os outros alterem a sua forma de ver, e nesse sentido continuo a adorar a minha Xbox.
    Mas recentemente você abordou o assunto da Xbox One X, e isso me tocou.
    Tal como você, não vejo estas coisas com bons olhos. Tenho a minha mulher e filho para cuidar, e trocar consola e TV apenas para ter melhor gráfico, não está em conta. Esse tipo de melhoria não mexe com a minha vida e nem me priva de jogar os melhores jogos. Já o gastar esse dinheiro inutilmente mexe.
    Mas sendo alguém que adora videojogo, mas não ao ponto de qualquer coisa me agradar, tenho sentido falta de algum investimento da Microsoft, e gostava de algo diferente. Daí o motivo porque lhe escrevi esta mensagem. Acabei de adquirir para o Natal a minha primeira Playstation, uma PS4 das originais! Foi uma consola usada, e um bom negócio, que dava para comprar quatro Xbox X, e para a qual já comprei uma boa quantidade de exclusivo que vou agora desfrutar.
    Obrigada pelo seu site e todas as informações que coloca nele Mário… continue assim! Bom trabalho!

  10. Off mas nem tanto assim, alguém aqui do PCmanias já está com o Xone X em casa?

    Agora sim Off total: “Exclusivos não são relevantes”
    Na escolha dos melhores do ano e mais esperados de 2018 dos 5 indicado 3 jogos são exclusivos do PS4, como que faz agora já que os exclusivos não importam ou tem relevância?

Deixe um comentario

O seu e-mail nao sera publicado.


*