MisterXmedia desmascarado! Ultimo artigo refere dados fisicamente impossíveis.

Apesar de Albert Penello ter referido que o segundo GPU da Xbox não é uma realidade, MisterXmedia, o blogger responsável por muitos dos últimos rumores sobre a Xbox continua a sua cruzada. Mas acaba de cometer um deslize ao referir algo que não é fisicamente possível.

bullshit

Introdução

Não consigo compreender as paixões por um pedaço de hardware. Mesmo que me esforce muito!

Penso que é do interesse de todos que quando gastam o seu dinheiro, que tanto custa a ganhar, se o faça num produto que seja o melhor possível. E no caso das consolas, é nossa opinião que, sendo este um produto com uma vida útil de seis anos ou até mais, a performance deve ser um factor a tomar em conta. Afinal daqui a seis anos a consola estará completamente ultrapassada e necessitará dessa performance para se manter o mais actual possível.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Por esse motivo, quando anunciadas as especificações das duas consolas (Xbox One e PS4), recomendamos a PS4. A consola tinha especificações bastante superiores, e ainda hoje, com uma série de ajustes e melhorias anunciados do lado da Xbox One, vários criadores vieram a público referir diferenças de performance que podem chegar aos 50%.

E 50% é muito! É uma Xbox One e meia de potência! É algo que não deve deixar de ser pesado numa escolha, e nesse sentido não podemos fazer outra coisa que não aconselhar no sentido de que as pessoas tomem essa consciência.

Se esses 50% se traduzirão numa vantagem de igual valor, isso é algo que só o futuro dirá, mas para aqueles que pretendem investir numa consola no seu lançamento, esta diferença é o único dado palpável que possuem e terão forçosamente de o tomar em consideração. E por muito pouca diferença que possa vir a existir, ela certamente existirá.

Naturalmente que poderão considerar outros factores, e dependendo daquilo que cada um procura, o que pode chegar a ser um pormenor, qualquer compra será adequada. Mas no que toca a performance a escolha é só uma, a PS4.

Mas infelizmente existem fanboys. Pessoas que independentemente do que se diga, por muito técnico ou correcto que seja, se recusam a acreditar na questão da performance que está à frente dos seus olhos, sendo capazes de tudo para tentar desacreditar ou mesmo.

Mas o certo é que falamos de 530 Gflops de diferença de performance gráfica total… Há actualmente placas gráficas a serem vendidas que não possuem essa performance (A Geforce GT640 por exemplo só tem 414.7Gflops – 1440 Mhz * 144 pipelines * 2 comandos por ciclo = 414720), mas mesmo assim ainda há quem acredite na receita milagrosa. E isto são números oficiais de ambas as marcas (ver imagens oficiais de baixo), e cujas contas batem certas (800Mhz * 1152 pipelines * 2 comandos por ciclo=1843200 flops e 853 Mhz * 768 pipelines * 2 comandos por ciclo = 1310208 flops).

specsps4

O MisterXmedia e os rumores

Ora um desses supostos fanboys apareceu na internet com o nome de MisterXmedia. Um blogguer que, operando sob um nickname, e como tal sem dar a cara e assumir as suas palavras, resolveu inventar uma série de rumores sobre a Xbox One.

Este senhor ou é fanático pela Xbox e inventa entrando em ilusões demagógicas, ou é fanático pela PS4 e ri-se à farta com as pessoas que por ali passa. Mas certamente isento não é!

Seja como for, A questão é que este senhor não é um ignorante. Não senhor! Ele percebe do que fala e sabe fundamentar os seus argumentos.

E desta forma apresentou um dos falsos rumores melhor montados e estruturados que já vi: O rumor do segundo GPU!

Usando uma argumentação técnica coerente e baseando-se no exagerado tamanho do SOC da Xbox One (que possui essas dimensões devido à ESRAM), este apresentou teorias baseadas em tecnologias reais que levavam a crer que a Xbox One teria um segundo GPU. E não era um GPU qualquer, mas sim um GPU da futura geração de GPUs da AMD, o que tornaria a Xbox One num monstro de potência.

Infelizmente, a sua teoria apesar de bem montada possuía incoerências com outras situações:

– O custo para a Microsoft de tal hardware que de forma alguma era coberto pelo preço da consola
– O custo para a AMD de produzir produtos com especificações que a empresa actualmente não fabrica num produto que já de si possui margens esmagadas.
– Os problemas térmicos e de dissipação de calor de tal chip.
– O facto de a Microsoft nunca ter falado nada sobre o assunto, apesar de ter apresentado a sua arquitectura numa conferência.
– O desconhecimento dos programadores de tal GPU.
– As lacunas das larguras de banda internas que actualmente se revelam pequenas só para o actual GPU.

Mas MisterXmedia deu um pouco a volta a tudo tornando impossível afirmar-se categoricamente que mentia:

– Os problemas dos custos ignorou-os. Poderia até convir dar a ideia de que a Microsoft estaria disposta a perder dinheiro para agradar os clientes e impor a sua consola desse por onde desse.
– Os problemas térmicos evitou-os dando apenas a entender que os mesmos teriam sido pensados desde sempre.
– Referiu que a Microsoft nunca fora completamente honesta porque se encontrava presa a um acordo de não divulgação (NDA), e que o que tinha sido apresentado era apenas a primeira layer do CPU, não sendo assim dados falsos, apenas incompletos.
– O desconhecimento dos programadores de tal GPU foi explicado por secretismo que levava a que 80% deles não tivessem conhecimento do assunto.
– As lacunas da largura de banda foram eliminadas com a colocação de 2 GB de GDDR5 que teve o cuidado de referir que também estariam incluídas no SOC uma vez que se estivesse no exterior já teria sido visualizada.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Sem dúvida o homem sabia pensar. E escrevia supostos diálogos de longas dimensões com um informador. Muito bem montado!

O fim do rumor

Com esta dúvida o rumor pairava no ar. Mas eis que Albert Penello da Microsoft vem esclarecer! Não há um segundo GPU na Xbox One!

Mas o MisterXmedia não desiste! E alega que Penello têm razão! Não há um segundo GPU porque na realidade o GPU está dividido em dois. É, segundo MisterXmedia uma arquitectura estranha!

Mas havia ainda algumas incoerências a limar… De acordo com o rumor o segundo GPU teria 2 GB GDDR5, e isso seria pouca memória face aos 8 GB que a outra placa pode aceder! Mas para piorar isso a DDR3 usada não possui largura de banda para a total eficiência de um GPU, quanto mais para dois.

E é para tentar eliminar essa incoerência, dando ao mesmo tempo mais veracidade à sua afirmação de que Penello estaria a esconder a verdade que MisterXmedia entra ontem num novo campo onde se espalhou ao comprido.

MisterXmedia desmascarado

Numa das suas frases comparativas entre a Xbox One e a PS4, e recentemente analisadas, Albert Penello refere que a Xbox One possui 272 GB/s de largura de banda contra apenas 176 Gb/s da PS4.

Ora esta situação é completamente errada. Albert Penello soma o bus da DDR3 (68 GB/s) com o Bus da ESRAM (204 GB/s teóricos – 109 GB/s efectivos garantidos) para atingir esse valor máximo. E tal é uma incorrecção pois na realidade mais de 99% da RAM continua a ser acedida a 68 GB/s e não há nenhum componente da consola com essa largura de banda.

Ora MisterXmedia resolve então tentar criar um novo rumor baseado neste número que se enquadre na sua teoria. E é aqui que se espalha completamente.

Como sabemos o canal de acesso à DDR3 da Xbox One possui 68 GB/s de largura de banda. Mas MisterXmedia refere que na realidade não existe apenas um canal de ligação à RAM, mas sim quatro canais de 68 GB/s, o que perfaz 4*68=272 GB/s.

Sem dúvida o homem tem imaginação ;). E arranja aqui uma segunda visão para o número referido por Penello, e que lhe resolve todos os problemas.

Esta situação seria ideal para ele. A Xbox One teria então um acesso de 272 GB/s à DDR3 que se tornava agora uma memória fantástica e melhor que a GDDR5, resolvendo todas as incoerências que até agora existiam, e ainda por cima baseado nas palavras de alguém da Microsoft.

Desta forma MisterXmedia conseguia a sua intenção de dar a entender que Penello estava a esconder algo, e o rumor do segundo GPU ganharia nova vida!

Mas a questão é que tal… é falso.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

É falso porque é fisicamente impossível

Na realidade o que MisterXmedia refere é fisicamente impossível. Tentem acompanhar o raciocínio.

A largura de banda de acesso à memória DDR3 (68 GB/s) não aparece por acaso!

Os módulos DDR3 2133 Mhz são actualmente a DDR3 mais rápida existente, e são os módulos usados pela Microsoft na Xbox One. Ora como podem ver aqui, estes módulos possuem uma largura de banda máxima de 17 GB/s.

Quer isso dizer que para se obterem os 68 GB a Microsoft colocou 4 módulos de memória e que acede em simultâneo. Assim a largura de banda máxima obtida é 4*17=68 GB/s. Note-se que falamos da velocidade dos módulos de memória e como tal algo independente da capacidade dos mesmos, apenas no número de módulos usados. É uma tecnologia que nos PCs chamamos de dual-channel quando acede a dois módulos em simultâneo, triple-channel quando acede a três e quad-channel quando acede a quatro.

Como os módulos são de 2 GB, a memória da consola é assim de 8 GB.

 Isto confirma-se visualmente no esquema oficial da Microsoft.

Quer isto dizer que mesmo que a Microsoft acrescentasse mais 3 canais como MisterXmedia refere, a largura de banda continuaria a ser de 68 GB/s. E isto porque é a largura de banda máxima que se consegue obter com estes 4 módulos de 2 GB.  É uma limitação física deste tipo de RAM, e para mais velocidade com estes mesmo módulos teria de ser usado outro tipo de memória.

Isto é muito simples de se compreender. Se vocês possuem quatro bombas (os módulos de RAM) que debitam 17 litros cada uma, num total de 68 litros de água por segundo, se lhe ligam uma mangueira que é capaz de escoar esses 68 GB/s, a água vai-se toda. Mas se ligarem mais mangueiras não aparece mais água. Na realidade o escoado é exactamente  a mesma água, mas distribuída pelas quatro mangueiras. É tão simples como isso!

O facto é que a Microsoft usa 4 módulos (de 2 GB) e assim sendo há 4 conexões a esses 4 módulos, tal como se vê na imagem) que permitem debitar apenas 68 GB/s, não sendo fisicamente possível extrair-se seja mais o que for deste tipo de configuração de memória. E recorda-se que o quadro de cima é oficial da Microsoft.

Para o que MisterXmedia refere poder ser verdadeiro a Microsoft teria de usar mais módulos. e com quatro canais de 68GB cada um a Microsoft teria de usar 4 módulos em cada canal, ou seja 16 módulos de memória que para perfazerem os 8 GB seriam de 512 MB cada um. Infelizmente mais do que 4 conexões a módulos de memória tornariam o sistema caro ao ponto de a ideia ser arrumada e a GDDR5 ser escolhida. Daí a solução final se ter ficado pelos 4 módulos de 2 GB.

Por outras palavras, com a configuração que existe, o que o MisterXmedia refere é, pura e simplesmente, impossível.

Publicidade

Posts Relacionados