O que vale a arquitectura RDNA?

Com os GPUs Navi surgiu a nova arquitectura RDNA. Mas o que vale este RDNA face às arquitecturas da Nvidia? E face às Vega?

A nova arquitectura RDNA da AMD tem como desvantagem sobre a Nvidia o facto de se encontrar já a 7nm (a Nvidia está a 12 nm). Mas tem como vantagem o facto que a AMD neste momento apenas lançou os seus GPUs Navi de gama média alta, guardando os seus GPUs mais potentes para uma futura resposta da Nvidia.

Os benchmarks mostram que a arquitectura RDNA trazida pela Navi é realmente inovadora em muitos aspectos. Mas o que vale ela realmente?

Foi isso que o site Alemão Computerbase tentou ver!

Como? Basicamente eles pegaram num GPU Navi e compararam-no com GPUs diferentes, tentando manter alguma congruência na comparação. Vamos ver o hardware testado e as condições de teste:



Navi vs. Turing : sistemas equiparados
RX 57002.304 SPs a 1.5 GHzGDDR6 a 7.000 MHz, 256 bits
RTX 20702.304 SPs a 1.5 GHzGDDR6 a 7.000 MHz, 256 bits

Como se vê foram comparados GPUs com o mesmo número de Shader Processors e a mesma velocidade de relógio. Por estes serem os sistemas actualmente concorrentes, a memória foi igualmente procurada estando à mesma velocidade, com a mesma abertura de bus, para garantir a mesma largura de banda e permitir uma comparação mais perfeita. A Navi usada foi a RX 5700.

Para além da comparação com a Turing, foram ainda comparadas as seguintes arquitecturas:

Navi vs. Pascal : vantagem Navi na largura de banda
RX 5700 XT2,560 SPs a 1,5 GHzGDDR6 a 7.000 MHz, 256 bits
GTX 10802,560 SPs a 1,5 GHzGDDR5X a 6.000 MHz, 256 bits

Aqui foi possível comparar-se GPUs com o mesmo número de Shader Processors, igualando-se a velocidade de relógio. As memórias nos GPUs antigos foram mantidas nas velocidades máximas obtidas nas respectivas arquitecturas. A Navi usada foi a RX 5700 XT para igualar os SPs.

Navi vs. Polaris : vantagem Navi na largura de banda
RX 57002.304 ULAs a 1.5 GHzGDDR6 a 7.000 MHz, 256 bits
RX 5902.304 ULAs a 1.5 GHzGDDR5 a 4.500 MHz, 256 bits

Com a Polaris o que aconteceu foi exactamente o que tínhamos no caso anterior. A Navi usada foi a RX 5700.

Navi vs. Vega : Vantagem Vega
RX 5700 XT2,560 ULAs a 1,8 GHzGDDR6 a 7.000 MHz, 256 bits
RX Vega 563.584 ULAs a ~ 1,3 GHzHBM2 a 875 MHz, 2.048 bits

Finalmente com a Vega esta teve as vantagens do seu lado, apesar de não conseguir atingir os 1.5 Ghz por problemas térmicos. A Navi usada foi a RX 5700 XT, mais uma vez pela questão dos SPs.

Os resultados foram surpreendentes, com a Navi a bater absolutamente todos os GPUs aqui indicados.



Eis os valores:

Navi (RDNA) vs.
Ganhos médios:
Turing​
+1%​ (basicamente um empate, apesar da vantagem da Navi)
Pascal​
+13%​
Vega​
+28%​
Polaris​
+39%​
De notar que esta situação mostra os ganhos criados pelas diferentes arquitecturas perante hardware basicamente equivalente, e não aquilo que o RDNA das Navi pode permitir obter-se.
Num exemplo bem simples, a comparação com a Polaris mostra 39% de ganho, mas se somarmos as novas velocidades de relógio que agora são possíveis, o que vemos na prática é são ganhos bem maiores.
Basicamente o que temos em cima é apenas uma situação que permite ver que ganhos há na arquitectura em si, e apenas aí.
Estas são performances obtidas com os Navi 10, que são excelentes. e a um nível que a AMD nunca tinha obtido. A Vega 64 nunca alcançou a performance de um GPU Nvidia, mas a RX 5700 com hardware equivalente passa-a em 1%.
Sabendo-se que a AMD guarda ainda os seus Navi 20, fica-se na expectativa do que ela terá para o futuro.


error: Conteúdo protegido