Ori and the Blind forest corre melhor na Switch do que na Xbox. Não terão os possuidores Xbox direito a um patch?

Este é um jogo de uma third, mas publicado pelos Xbox Game Studios, e isso levanta uma questão… Como é que a Microsoft permite que um jogo publicado por si, corra melhor nos produtos da concorrência, quando as optimizações que permitem isso estão a um patch de distância. Não deveria a Microsoft solicitar o mesmo para as suas consolas?

A situação que iremos descrever seria chocante se este fosse um jogo de uma equipa first party da Microsoft, o que não é. A Moon Studios é um estúdio independente. No entanto o seu jogo, Ori and the Blind Fored teve o apoio dos Xbox Game Studios para a publicação do jogo.

Antes de desenvolvermos este tema, e para que se perceba o que implica ser publicador de um jogo, convêm que fique claro o que isso significa.

Eis uma tradução livre da definição presente no wikipedia:



Um publicador de jogos é uma empresa que publica no mercado jogos que foram ou desenvolvidos internamente pelo próprio, ou externamente por um terceiro. Tal como os publicadores de livros ou DVDs, os publicadores de videojogos são responsáveis pelo controlo do processo de fabrico e pelo marketing, incluindo pesquisa de mercado e todos os aspectos de publicidade.

Na maior parte das vezes o desenvolvimento do jogos é financiado pelo publicador (chama-se a isto desenvolvimento externo), ou por uma equipa de um estúdio interno. A maior parte dos grandes publicadores também distribuem os jogos que publicam, sendo que os mais pequenos contratam uma empresa de distribuição. Outras funções do publicador incluem o pagamento de licenças que o jogo requeira, pagar por localizações de legendas e audio, pagar pelos design e impressão e até a escrita dos manuais e embalagens, bem como a criação de elementos de design das caixas dos jogos.

Os maiores publicadores fornecem mesmo formas de melhorar a eficiência dos jogos para equipas de desenvolvimento externo, fornecendo-lhes serviços como design de som, e pacotes de código para executarem funções de funcionalidade mais comuns.

Dado que o publicador por norma financia o desenvolvimento, este tenta gerir o risco de desenvolvimento com uma equipa de produtores e gestores que monitorizam o progresso do criador, criticam partes do desenvolvimento e oferecem assistência se necessário. Os video jogos criados por equipas externas são pagas com avanços periódicos em royalties. Esses avanços são pagos quando o criador atinge determinadas etapas de desenvolvimento pré definidas.

Como vemos, apesar de o jogo não ser First Party, o facto de ser publicado pela Microsoft implica que ele foi financiado por eles na posição de publicador. Naturalmente essa posição não lhes garante qualquer exclusividade ou direitos sobre o jogo e escolhas de plataformas onde o lançar, e são até comuns os casos de jogos de publicadores como os Xbox Game Studios ou a Sony Interactive Entertainement que, mes o tendo plataformas próprias são publicados nas consolas da concorrência.



Naturalmente que tudo o que um publicador como um destes dois detentores de plataformas próprias pode tentar garantir é que haja uma optimização para a sua plataforma. Mas de forma alguma ele pode garantir que a sua plataforma seja a que tem melhores performances ou a única a receber o jogo. Isso depende de muitos factores, nomeadamente a performance do hardware. E só esse factor pode fazer com que um jogo, mesmo que publicado por um detentor de uma plataforma, possa correr melhor na plataforma concorrente.

Mas o que se passa no caso de Ori é algo diferente. Aqui o que vemos é que o jogo corre melhor na Switch, uma plataforma com performances e capacidades inferiores às das consolas da plataforma do publicador, sendo que isso acontece meramente por questões de software.

Eis as frases dos criadores do jogo, que explicam isso:

Tenham presente que temos trabalhado no nosso motor há uns bons 10 anos e que já tivemos múltiplos lançamentos e agora uma sequela. Uma série de optimizações que fizemos para o “Will of the Wisps” – A sequela de The Blind Forest – lcabaram na versão da The Blind Forest version para a Switch, o que foi um excelente efeito secundário.

Uma das coisas que as pessoas não vão notar imediatamente é que os sprites de Ori foram animados a 30 fps na Xbox/PC, mas que na Switch as animações foram actualizadas para 60 fps dadas as optimizações, pelo que tecnicamente, o Ori anima um bocadinho melhor na Switch do que nas outras plataformas. 🙂

Ora até aqui nada de estranho… A versão Switch é uma versão mais recente, e consequentemente beneficia de melhorias de optimização que entretanto foram sendo feitas ao motor.

Daí que a ideia não deste artigo não é tentar ver algo de anormal na situação, mas apenas questionar uma situação:



Dado que o aumento das performances é significativo (30 para 60 fps), será que Ori and The Blind Forest vai ter na Xbox um patch para o acréscimo das funcionalidades de performance da Switch?

A questão torna-se pertinente ao ser este um jogo publicado, e consequentemente financiado pelos Xbox Game Studios. E vistas as questões de financiamento e partilha de custos que a posição acarreta, o que me parece é que ter uma versão 60 fps na Switch, ao mesmo tempo que a versão Xbox e PC, as plataformas preferenciais deste publicador, se mantêm a 30 fps, tudo por uma questão de software, soa a algo pouco compreensível.

Sendo a Microsoft a publicadora, (com os devidos pagamentos e financiamentos), parece apenas coerente que, existindo o mesmo motor melhorado na sua consola, a mesma deva exigir que as alterações criadas para a versão Switch que permitem os 60 fps, sejam aplicadas também à Xbox e PC, ou não vos parece?

Opiniões nos comentários.

 



 



14 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Fernando
Fernando
11 meses atrás

Mas o jogo já é 60fps em todas as plataformas. Como mencionado, apenas as animações foram alteradas para 60fps. Além disso, a versão switch corre com menos resolução e esse jogo foi lançado no primeiro semestre de 2015. Acho que está todo mundo bem com suas versões.

Felipe Leite
Felipe Leite
11 meses atrás

Mário, entrei neste artigo apenas por ser o mais recente.
A WIRED revelou vários detalhes sobre a ps5, gostava imenso de ver um artigo sobre isto aqui no pcmanias.com.
Entre outras coisas, chamou-me a atenção o comando, acredito que seja uma boa novidade.

Felipe Leite
Felipe Leite
Responder a  Mário Armão Ferreira
11 meses atrás

Não faz mal algum, nem todos possuem o domínio total da língua inglesa, apenas isto já bastaria.
Mas tenho a certeza que terás coisas a acrescentar!
Entre outras coisas, elucidar o que é na realidade o comando haptico.
Tentarei estar mais activo no site de agora em frente. Creio que é sempre bom, alimentar boas discussões (nada de fanboys).

Vitor Calado
Vitor Calado
Responder a  Felipe Leite
11 meses atrás

(nada de fanboys)…lol …boa sorte para isso, eu gosto mais da Xbox tenho uma X e jogo nela todos os multis, e ultimamente exclusivos de consolas apenas tenho jogado os da PS4, neste momento estou a jogar o Dragon Quest 11 que saiu agora na Swtich mas eu estou a jogá-lo na PS4 4 e estou a gostar bastante, portanto embora a minha inclinação seja pela xbox até me considero uma pessoa razoável em termos de fanboismo, mas aqui sou constantemente atacado por ser caixista fanático…lol desde 2018 que praticamente só jogo exclusivos da PS4 antes de sair a X era a melhor consola do mercado adoro alguns dos jogos da Ps4 mas sou fanático, entretanto esses senhores que tanto me criticam nunca os vi fazer um elogio á xbox, nem um, será possível que a PS4 e a SONY sejam melhores em tudo tudo tudo e a Microsoft e a xbox só tenham defeitos e desvantagens…isso existe só na mente desses tais iluminados que não suportam uma critica por muito pequena e inocente que seja????
Se deres os parabéns á Sony pelas vendas conseguidas nesta geração mas se referires que a PS4 vendeu bem apesar da xbox one x ser superior…isso apesar de ser uma evidência e um facto incontestável és logo acusado de tendencioso e fanático…ahahaha … que tempos estes que atravessamos…eu entretanto aposto que tenho mais jogos exclusivos jogados na PS4 do que qualquer um desses que me acusa de caixista fanático…porque na verdade eu gosto é de jogar

Reinaldo
Reinaldo
Responder a  Vitor Calado
11 meses atrás

Sim Vitor… Você gosta de jogar. Mas mais do que isso, você gosta de pagar!
Você gosta de pagar por DLC, por Micro transação, por serviço. Acha tudo bom!
E gosta tambem de pagar 1000 euro por duas consolas na mesma geração. Porque uma X e uma One são menos parecidas em resolução que uma Xbox One e uma 360.
É se a One e a 360 se igualam por vezes nos 720p, a X corre a 4K. Mas você acha bem que o mercado seja dividido com dois produtos nas extremas, um na mais baixa e outra na mais alta. E deve ser por isso que você quer dar os parabéns! Por os fans Xbox terem de gastar 1000 euros numa geração para poderem ter os resultados… quase de duas gerações.

Eu cá acho isso fantástico… Daí que, como você quer, dou os parabéns!

bruno
bruno
Responder a  Vitor Calado
11 meses atrás

Nunca vi ninguem te acusar de seres caixista fanatico… mas sim um fanatico de microstransaccoes e defensor de tudo o que esta errado na industria. Eu ja suspeitei que estivesses aqui somente para trollar com a tua insistencia sobre o streaming, mas agora vejo que afinal e devido a Xbox.

Seja como for, obrigado por a informacao que acabas de postar. E frequente em fanaticos, quando perdem nos argumentos a favor da plataforma favorita, ir buscar outras coisas completamente nao relacionadas para ganharem discussoes. Agora percebo todas as tuas insistencias.

Livio
Livio
Responder a  Vitor Calado
11 meses atrás

aposto que tenho mais jogos exclusivos jogados na PS4 do que qualquer um desses que me acusa de caixista fanático…porque na verdade eu gosto é de jogar

Que legal, infelizmente não estou em casa para também mostrar alguns jogos tão rejeitados como Knack, The Order e The Last Guardian(pois gosto de mídia física), porém lembrei que pela net dá para mostrar, não vai ser todos mas verá as últimas adições na lista de troféus(inclusive os de mídia digital):

https://photos.app.goo.gl/Ps6ov7tyQVm5a2J96

PS: Logo acima há a inicial da minha PSN id para não ter dúvida da veracidade.

Ewertom
Ewertom
Responder a  Livio
11 meses atrás

@Livio não tô conseguindo inserir anexos aqui.você pode me ajudar.Obrigado
Obs:as imagens são do celular que estão salvas no Ps4 e no Pc

Livio
Livio
Responder a  Ewertom
11 meses atrás

Salve as fotos no Google Photos, crie um álbum compartilhado, pega o link e coloca no texto.

Agora se for para colocar a foto diretamente na resposta, só o Mário pode dizer se permite ou não(bem como dizer como colocar a foto).

daniel
daniel
Responder a  Mário Armão Ferreira
11 meses atrás

Uma dúvida Mário, mas agora sobre as gpus AMD. Alguns rumores de que uma NAVI maior será lançada esse ano ainda, talvez as rx5800/XT. Só que o RDNA 2.0 está programado para chegar somente em 2020 (junto com o Ray tracing). Será que o Ray Tracing será uma feature somente de uma provável RX 5900 no ano que vem, ou será uma linha nova de placas de video, fazendo a uma alusão ao que foi a Polaris (no caso NAVI 1, que subiu um pouco de patamar), e as Vega (no caso as NAVI 2 para a linha high end brigando com as series 80/80 Ti da rival, e somente estas inicialmente com Ray Tracing). Fica parecendo que o mainstream verá algo de Ray Tracing primeiro nos consoles de nova geração, e somente em 2021 as placas chegariam para as massas, falando pelo lado da AMD.

error: Conteúdo protegido