Phil Spencer reitera ser contra exclusivos de nova geração e diz que os jogos Cross Gen não prendem a geração

5 7 votes
Avalie o nosso artigo

Uma opinião é uma opinião. Tem mais valor quando é consensual, algo que o que Phil refere está longe de ser. Mais valor ainda quando o que é referido tem fundamento, algo que o que Phil diz não tem, e mais valor ainda quando não se contradiz, algo que, o que Phil diz, faz.

Phil Spencer… o que dizer deste senhor? Quando tomou conta da divisão Xbox tecemos-lhe rasgados elogios. Quebrou com as políticas anteriores, que tantas queixas causaram, acabou com o Kinect, desceu o preço da consola, prometeu suporte, e desmistificou o uso da Cloud que passou a denominar como “servidores dedicados”.

Foi uma entrada de rompante que tanto elogiamos.

Mas ao longo dos tempos as coisas mudaram… E a admiração por Phil Spencer foi caindo. O que vimos? Constantes contradições, anos de aparente falta de rumo na divisão, fraco suporte (estatisticamente é mesmo o pior da história da Xbox), encerramento de estúdios, cancelamento de jogos, e acima de tudo… uma postura que tenta encobrir as lacunas do seu produto, em vez de arranjar formas de as superar.

Há quem elogie Phil Spencer pelo que ele fez recentemente, com a aquisição de novas equipas para a XBox, mas quanto a isso… a realidade é bem diferente! É que se olharmos para 2013,  início da geração, a Microsoft tinha basicamente o mesmo número de equipas que tem agora. O que aconteceu foi que estas foram fechadas… e pela mesma pessoa que adquiriu as novas: Phil Spencer.



O artigo que se linka em cima tem todo o historial das equipas First Party da Microsoft, e… é algo incomum!

Agora, numa nova entrevista Phil Spencer veio, novamente (e fazemos ênfase no novamente pois os responsáveis da Microsoft vem falar a público quase todos os dias), falar. E com uma conversa que confesso, me chocou. Chocou porque vai contra tudo o que é coerente, tudo o que foi desde sempre assumido e afirmado, entrando por uma demagogia extrema, e tudo para, mais uma vez, tentar encobrir debilidades existentes.

Phil poderia ter vindo falar dos exclusivos de nova geração numa perspectiva de suporte continuado, com faseamento de mudança, e toda uma transição mais gradual, no sentido de para proteger os seus clientes existentes, dando a entender que a Microsoft procura uma transição suave, sem prejudicar nem os novos, nem os existentes… enfim, aquilo que se chama de bom Marketing e que teria como efeito uma mostra de preocupação com os seus clientes.

Mas não, Phil Spencer sabe que para o mercado a ausência de exclusivos de nova geração é uma lacuna da sua consola. Tê-la agora no mercado ou não é quase irrelevante pois sem exclusivos o que ela oferece é apenas os mesmos jogos, quando muito com algumas melhorias adicionais em cima. Daí que vem a publico com posições de demagogo, defendendo filosofias que se sabe à partida que são isso mesmo, demagogia, e tentando subverter um ponto que é uma lacuna na sua oferta e um ponto forte da oferta da concorrência, tentando tornar algo que é positivo em algo que deve ser encarado como negativo. E claro, perante isso a crítica tem de aparecer. Seria muito mau se tal não acontecesse!

Vamos começar por ver as suas palavras ditas recentemente:. Citando então Phil Spencer:

O Gaming é sobre entretenimento e comunidade e diversão e aprender novas histórias e novas perspectivas, e acho que isso (os exclusivos) são o total oposto do que e o gaming, ao dizer-se que há pessoas impedidas de experimentar aqueles jogos. Ou forçar alguém a comprar meu dispositivo específico no dia em que eu quero que ele o compre, para participar do que se trata de jogos.

De acordo com estas palavras, a Xbox série X não irá ter exclusivos vindos das suas equipas First Party. Nem agora… e nem nunca! E dizemos isto porque todos queremos acreditar que a verdade das palavras de Phil não vão variar de acordo com a disponibilidade de jogos exclusivos da consola. Ou será que mudam? Será que quando a Microsoft tiver a possibilidade de ter esses exclusivos eles vão aparecer, e Phil se vai revelar um troca tintas, sendo tudo isto uma valente patranha destinada a tapar o sol com uma peneira? A alternativa é Phil ser realmente um líder que procura ser credível, que é convicto no que diz, e nesse caso, dado que esse tipo de software é o oposto do que “o Gaming deve significar”, a Xbox série X nunca vai ter esses exclusivos vindos das suas equipas, e teremos as actuais consolas a manterem-se suportadas pela Microsoft por mais 8 anos…



Mas será que podemos acreditar nisso… Bem, analisando a realidade actual da Microsoft, o que vemos é:

  • Sabemos que a Microsoft adquiriu novos estúdios. – Fonte
  • Sabemos que eles foram adquiridos tarde (finais de 2018 e 2019). – Fonte
  • Sabemos que eles ou apenas agora começaram a trabalhar em novos jogos que possam ser exclusivos série X, ou ainda estão a trabalhar em jogos que tinham no portfolio. – Fonte
  • Sabemos que devido a isso a Microsoft anunciou que no lançamento da série X não haverão exclusivos. – Fonte

Basicamente, o que é possível ver-se é que aqui há um conjunto de dados que demonstram uma realidade. Mesmo que a Microsoft quisesse, dado que um jogo novo demora entre 3 a 5 anos a ser produzido, e a maior parte dos novos estúdios foram comprados em finais de 2018, ou já em 2019, tendo alguns eles libertado já jogos para a Xbox One, o grosso dos exclusivos que poderia ter em 2020 teriam de vir das equipas já existentes. Mas essas equipas são as que produzem Halo, Forza e Gears, jogos que não podem deixar de suportar a actual geração pois caso o fizessem deixariam de ser uma mais valia num outro grande investimento da Microsoft, o Gamepass.

Resumidamente, a Microsoft não tem, neste momento, possibilidade de ter exclusivos de nova geração, quer em quantidade, quer em qualidade, ao nível do que a Sony pode apresentar. E daí a frase de Phil Spencer que, tentando ser demagogo e agradar aos fans numa teoria de que, a sua empresa, a que possui actualmente a menor quota de mercado, tendo sido a que cativou menos público nos últimos 8 anos, é que percebe o que os gamers querem.
E vai daí, tenta pegar naquilo que é um ponto forte do oponente, e algo que sempre caracterizou as gerações de consolas, tornando o seu modelo um sucesso ao longo de 8 gerações, diga-se mesmo algo que tem vindo ser um dos elementos que dinamizam a industria ao estabelecer novas fasquias mínimas, e subverte-o de forma a se tentar passar uma ideia que tal é, afinal, mau para o consumidor.

O que é bom então para o consumidor Phil? É comprar uma Xbox série X e não poder tirar total partido dela? Não ver a empresa que a lança a dar-lhe um suporte que demonstre aquilo que só se conseguiria com ela, mas não com a geração anterior, fazendo mostrar o produto que ali está e o que pode fazer? O bom para o cliente é continuar a jogar os jogos concebidos para as especificações da Xbox One de 2013, e que já no seu lançamento eram datadas face ao PC, mas apenas com mais uns pixels e mais uns efeitos? É ver a consola concorrente a ser explorada com jogos exclusivos de nova geração, enquanto na Xbox não se tem isso? E se sim, isso vai ser bom até quando? Até daqui a um ano, quando tiverem já exclusivos para a consola? E depois, o que acontece? Quando as consolas anteriores foram finalmente largadas por já existirem jogos, os exclusivos geracionais tornam-se novamente algo de bom?

Foi por esse motivo que a Microsoft descontinuou já as consolas Xbox One?



Porque não entendo… não é bom para o consumidor ter jogos específicos para o novo hardware que compra, mas já é bom comprar uma nova consola e não ter jogos que explorem o hardware que se está a pagar na sua totalidade? E não é bom ter exclusivos geracionais, mas é bom ter exclusivos?

Afinal dentro do contexto daquilo que é referido, o facto de os exclusivos geracionais serem (na opinião da Microsoft) o oposto daquilo que o gaming deveria significar, que diferença há entre exclusivos e exclusivos geracionais? Não são ambos destinados a fazer comprar consolas de uma marca? E a Microsoft não fez um grande investimento a comprar estúdios para conteúdo exclusivo?

E porque motivo, se isso é assim tão vantajoso, não se impõem o Cross Gen às thirds também? A Microsoft como detentora da plataforma poderia fazer isso. Talvez porque elas não aceitem pois conseguem ver melhor que o líder da Xbox como o Cross Gen pode limitar um jogo?

O que é engraçado é que a Microsoft ao longo dos anos habitou-se a dizer seja o que for, desde que seja favorável ao seu produto. Por exemplo, em 2013… para a Microsoft o que era melhor para o consumidor, e para o futuro do Gaming, aquilo que seria do interesse de todos que compram consolas, era algo diferente. Era.. a TV!



Aliás a Microsoft dizia mais… Dizia à boca cheia que os jogos Single Player estavam mortos e que os multi eram o futuro! E todos sabemos como isso acabou.

Curiosamente, em 2013 Phil Spencer comentava o seguinte sobre a anterior geração prender a nova:

Ou seja, em 2013 Phil reconhecia que haviam vantagens nos exclusivos first party de nova geração. Aliás ele ressalva que “especialmente os first party”. E isto porque suportar as antigas consolas era não tirar total partido do novo hardware.

Mas agora o que refere é… exactamente o contrário. O que mudou para além do facto de a Microsoft não se ter preparado atempadamente para isso?



Será que o facto de agora as consolas serem ambas X86, algo que antes não acontecia, altera esse cenário? Claro que não! Torna a realidade algo diferente, mas não altera nada. Os criadores de Scorn estão a falar das actuais consolas e referem as mesmas limitações de sempre, visíveis no texto presente na imagem colocada em cima. O que limita um hardware superior é a necessidade de toda a concepção de jogo estar presa a um hardware de menor capacidade. Já o ser uma arquitectura igual ou diferente, tem peso, altera custos, mas não altera essa realidade.

Curiosamente esta nova falta de vontade de “se explorar o novo hardware ao máximo” surge  numa altura onde Phil Spencer até enviou recentemente um Tweet algo controverso a nível de interpretação, onde para alguns ele considera a Xbox Série X uma das maiores revoluções dos últimos anos:

Mas claro, tirar partido disso é o oposto do que o Gaming deve ser… E a geração antiga não prende a actual. Claro que não! Phil só mudou de opinião porque… razões! E perante um hardware que ele até considera ser uma revolução, a principal que salta à vista é não estar em condições neste momento de concorrer nesse campo com a Sony.

Ou será que, apesar do que Phil Spencer dizia em 2013, a experiência ao longo dos anos mostrou o contrário. Bem, que se saiba não houve novas gerações lançadas entretanto para se alterar essa percepção, mas se isso aconteceu e não vimos, temos de agradecer estarmos na presença de visionários que ao final de 40 anos e 8 gerações de sucesso de consolas perceberam algo que ainda ninguém tinha visto. Basicamente que o que os possuidores das consolas querem… é o modelo dos PCs.



É por isso curioso é que a Microsoft tenha optado por entrar num mercado que sempre se distinguiu do PC numa grande série de factores, que gerou mercado e sucesso por essas diferenças, que se tornou num nicho ultra lucrativo por todas essas diferenças, e o queira… tornar igual ao do PC.

Porque agora, os outros fazerem algo que se faz à mais de 40 anos, e que tornou as consolas o sucesso que elas são hoje, ao elevar as fasquias de qualidade e retirando limitações à base de concepção é, subitamente, algo mau! Bom passa a ser pagar 500 euros por uma nova consola que será limitada na concepção de jogo, e que se limitará a ter mais resoluções, efeitos gráficos, fps e menor tempo de carga no mesmíssimo jogo criando com os limites impostos por uma consola de 2013.

Questionado ainda sobre o Cross Play, Phil refere:

Como jogador és o centro da nossa estratégia. O nosso aparelho não é o centro da nossa estratégia, o nosso jogo não é o centro da nossa estratégia. queremos permiti que jogues os jogos que queres jogar com os amigos que queres jogar, em qualquer aparelho.

Ora se é assim Phil… se é tudo sobre jogos e os jogadores, e não sobre jogos ou consolas… Cá aguardamos pelo vosso suporte à Nintendo e Playstation! Será que novo Forza Horizon será anunciado para a PS5 já no dia 23? Ou será que a frase “qualquer aparelho” é na realidade “qualquer aparelho… desde que seja nosso”?

E diga-se… dizer que a consola não é o centro da estratégia e que os jogos não são o centro da estratégia é, a nosso ver, algo muito pouco pensado. Porque como se pode querer centrar o jogador servindo-lhe feijão com arroz mal optimizado e com a receita de 2013? Tal não me parece que vá cativar muita gente.



Porque se o jogo e a consola forem o centro da vossa estratégia, o jogador será certamente, por arrasto, igualmente o centro da vossa estratégia, pois o que eles querem são bons jogos e consolas bem optimizadas que lhes dêem jogos de qualidade durante 8 anos. E isso só se consegue com o centro nos jogos e nas consolas. O jogador vem por arrasto, atraído pela qualidade do produto e jogos. Sempre foi assim!

Mas pelos vistos o centro da estratégia está a mudar. Porque se agora Phil diz que o centro é o jogador,  e não a consola e nem os jogos, ainda há dias dizia que o centro eram os jogos:

Mas sejam os jogos ou o jogador, o que parece claro é que em nenhuma das afirmações a consola é considerada o centro!

Daí que, actualmente, é nossa opinião que Phil Spencer calado é… um senhor! Estiveste mal Phil… aqui estiveste mesmo muito, muito mal! Este conjunto de frases, estas contradições, apesar de diferentes, a nível de cativação de terceiros enquadram-se no que de “melhor” (leia-se pior) foi dito em 2013. É um tiro no pé de todo o tamanho!



Enfim, haveria mais do que dizer… mas esta altura é má para isso, daí que deixo só um link para a entrevista original, bem como uma recomendação para a leitura do nosso artigo de ontem que vos deixo para reflectirem, especialmente depois destas palavras de Phil.



5 7 votes
Avalie o nosso artigo
112 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
kisungan
kisungan
25 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Sinceramente, os engenheiros que projetaram o console estao de parabens, mas os executivos da divisao estao atirando atirando as cegas. E o pior, acertando quem nao deveriam acertar: os fãs de xbox.
Nesse momento, minha vontade de comprar um xbox é zero, afinal vou jogar no PC msm. Eu sinceramente nao consigo entender na posicao em que eles estao no mercado (perdendo feio pra concorrencia), como eles insistem no msm erro de sempre. Nao percebem que os melhores jogos da geracao atual sao multiplataforma ou exclusivos da Sony? Sera que eles nao conseguem correlacionar a derrota dessa geracao por falta de jogos ás? Quando apostaram nesse historia de console-pc em um e viram que nao deu certo, nao pensaram em mudar de estrategia? Nao da pra entender sinceramente.
O duro disso é que como a concorrente caga pela janela, a Sony vai continuar insistindo nos erros grotescos ja que ela esta ganhando essa disputa msm. Ex: suporte online abismal mesmo a psn sendo paga, taxa de download lentissimo que demora horas pra baixar…

Reinaldo
Reinaldo
Responder a  kisungan
25 dias atrás

Posso dizer para você que fiz download do COD WWII na PSN. São cerca de 84 GB. A componente single baixou rapidinho, mas tendo já acabado o jogo, a parte multi não baixou ainda. Leeeento!

kisungan
kisungan
Responder a  Reinaldo
25 dias atrás

Nao sei o qual é o criterio deles pra download. Nunca vou esquecer o dia em que cheguei em casa a noite depois da facul e trabalho e liguei o ps4 pra jogar COD infinite warfare e o jogo exigiu um patch de alguns gbs pra baixar antes de permitir jogar.
Resumindo: fiquei uma hora esperando, perdi a paciencia, nao joguei e fui domir puto por causa da carroça da psn kkkkk
E olha que estava usando cabo de rede com velocidade de 300mbps, fiz questao de medir na epoca pra ver se era problema do provedor

Fernando Cardoso
Fernando Cardoso
Responder a  Reinaldo
25 dias atrás

Desmistificando…da experiência que tenho com downloads da PSN, reparei que a velocidade de download baixa consideravelmente quando estás a executar um jogo, o que me faz sentido para não afetar a performance de I/O, processamento do jogo e do próprio lag.
Se não tiver a jogar, posso afirmar que o download consome a totalidade da largura de banda da rede. Quando tinha ligação de 100Mbit, fazia cerca de 12Mbytes/seg, agora tenho 200Mbit e os downloads fazem cerca de 22 a 25 Mbytes/seg.
Exceção foi durante o período de confinamento em que a própria Sony avisou que ia cortar as velocidades de download da PSN.

Não digo que a PSN não tenha problemas de velocidade de download, só partilho a minha experiência que é a que conheço.

bruno
bruno
Responder a  kisungan
25 dias atrás

Tens absolutamente 0 indicios de que os downloads serao lentos na PS5 logo estas a dizer por dizer.

Sobre o suporte online “abismal” o que entendes por isso? A ausencia do mesmo em jogos como TLoU, God of War, Horizon?

Estes jogos nao precisam de online. Estao bem sem eles. Se vier, que venha a parte, e nao inserido no disco do jogo a desperdicar espaco.

E depois da invasao do mercado de jogos “online’ que nao passam de clones uns dos outros,acrescento mesmo que a Sony so faz bem em investir em experiencias singleplayer e deixar esse lixo para outros.

Ao contrario da opiniao popular do lado Xbox, o onine esta longe de ser a oitava maravilha do mundo – so serviu de desculpa para experiencias repetitivas em que te colocam metas que consomem tempo, de modo a que tu nao tenhas tempo para jogar mais nada.

Nos nao precisamos de mais online, precisamos de menos. E de preferencia de modos que existam fora das entregas principais.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  bruno
25 dias atrás

Como seria lindo se todas as empresas grandes pensassem em single player de qualidade e sem enrolação desnecessária. Mesmo em single player, os caras tendem a colocar um monte de conteúdo inútil para dizer que o jogo tem mto disso. Triste.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  kisungan
25 dias atrás

Se suas reclamações são só essas contra a Sony, tá suave. Vai melhorar muito a psn na próxima geração. Minha bronca é com a comunicação da empresa com seus clientes, que hj é péssima.

bruno
bruno
25 dias atrás

Depois destas palavras de Phil Spencer fico a pensar, entao, o que quereria a MS dizer com isto;

https://www.theverge.com/2019/8/21/20826296/microsoft-xbox-exclusives-nintendo-switch-ps4-no-plans-comment

Afinal, se para Phil Spencer exclusividade e anti-consumidor… estara a MS a ser anticonsumidor?

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
25 dias atrás

Sim, e mais uma vez contradiz o que a MS disse antes. Bem, pelo menos é bom saber que este senhor considera que Gears, Forza e Halo devem estar disponíveis para a PS5. E bom saber que a MS é assim tão amiga do consumidor, especialmente aqueles que não lhes pagam subscriçoes.

Edson
Edson
Responder a  bruno
25 dias atrás

E os rumores estão fortes sobre o Xcloud no Nintendo switch.

bruno
bruno
Responder a  Edson
25 dias atrás

Já estavam fortes há mais de um ano. Só nunca houve lógica a Nintendo ir por esse caminho.

Marcoshaft
Marcoshaft
25 dias atrás

A diferença da Microsoft para as outras é que ela respeita o consumidor. Ela aprende com erros. Não me venha com essa de que um game atrasa a geração pois se fosse assim todos que tem uma rtx 2080 super como a minha vão ter que trocar de placa quando a 3080 sair.
A Sony veio a público com nenhum game rodando em 4k nativos a 60fps. Todos com 30 fps tirando Gran turismo. E com aspecto de ps4. Eles estão dando a oportunidade de todos jogarem. Mas melhor mesmo vai ser a Sony que pode apostar. Vai fazer vc comprar remaster de.jogo de 1 ano.
Agora a pergunta: se a Sony tivesse o windows, será que existiria PlayStation???
Será que os jogos dela rodaram apenas no PlayStation???
Console não dá dinheiro, jogos sim…
Importante é vender jogos e serviços e manter o ecossistema.

Equipa PCManias
Responder a  Marcoshaft
25 dias atrás

Não é minha intenção entrar em grandes diálogos, mas dado que aprovei o seu comentário, deixe-me só fazer-lhe umas perguntas.
A questão de respeitar o consumidor, onde vê isso? É ao vender uma consola/produto e não lhe dar suporte?
E questiono porque insiste em trazer a comparação com o PC dado que o assunto são consolas e o PC vive e sempre viveu exactamente de um suporte alargado a um grande número de máquinas superando lacunas pela força bruta.
E se entende que as consolas não dão dinheiro, como explica a Microsoft estar neste mercado, lançando aquilo que se prevê serem duas consolas? Poderia perfeitamente ser um mero publicador. Ou será que as consolas são a base de tudo, e assim sendo as suas vendas são relevantes?

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Marcoshaft
25 dias atrás

Uma dica: pense por você mesmo. Eu já ouvi isso “é uma empresa que respeita o consumidor” de racistas que tiveram o canal banido aqui no Brasil. A Microsoft não respeita nada, ela quer seu dinheiro como qualquer outra e é ainda pior, para ela vale tudo. Já demonstrou isso diversas vezes. Ela tenta acertar uma fórmula de game multiplayer infinito tipo fortnite que a faça ganhar dinheiro eterno. Mas nem nisso conseguem ter foco em ser os melhores.
O que vc me diz da empresa pró consumidor que não é pró donos de Xbox? Pois os últimos games deles estão saindo antes no Pc que no console! Gears Tactics chega quando para Xbox?
E quanto aos games apresentados no evento da Sony, eu lhe pergunto: você acredita mesmo, do fundo do seu coração, que o jogo que rodar a 30fps no ps5 vai rodar a 60fps no séries x? Sério, vc acredita nisso?
Enquanto pessoas como você continuarem aplaudindo a Micoroft cagando em suas cabeças, ela vai continuar a fazer o que bem entende a perder clientes cada vez mais. Se continuar nessa.pegada, o Xbox vira serviço e quero ver qual vai ser o papo de vocês quando isso ocorrer. No mais, a empresa pró consumidor não consegue vender metade do concorrente. O mundo é burro, espertos são os usuários de Xbox, que consomem quase tudo por valor muito pequeno ou até gratuitamente, não importando se estão a consumir lixo

Rui
Rui
Responder a  Marcoshaft
25 dias atrás

” se a sony tivesse Windows sera que existia a playstation?” Bem apontado e faz muito sentido, eu diria que sim a playstation existiria, mas os moldes seriam diferentes, a Microsoft é acima de tudo o windows e esquecer isto é esquecer as fundações da própria empresa, ja a sony era o n1 em eletrônica e tecnologia e hoje em dia tem de se agarrar à playstation para sobreviver.
Quanto ao pro consumidor na minha opinião nao há duvidas quem tem sido mais pro consumer nos ultimos anos no mercado das consolas mas pronto.
Quanto ao tio phill eu sou um fã dele e so tenho a dizer bem dele agora é um facto que as vezes entra em contradição isto acontece geralmente a quem comunica em excesso, está nos manuais, demasiada comunicação ainda que bem intencionada leva a incongruências por vezes.
Pergunto do lado da sony nunca houve contradições? Não cometem erros? Porque é sempre a Microsoft a levar no pelo?
Só uma nota final não acho muito bem haver respostas da “equipa pcmanias” quem respondeu? A quem cabe as afirmações? Cria se um vácuo e nem sabemos com quem estamos a falar, não é grave mas quem responde deveria “assinar”.
Falta pouco para o dia 23, vou estar muito atento a certos comentadores da pcmanias que tiveram tiradas deste género ” é assim que se apresenta uma consola, com gameplay, com qualidade não possível na anterior geração, aprende Microsoft”.
Se o big event da Microsoft tiver muitas novidades, muito gameplay, gráficos de nova geração gostaria de sentir um “love” equivalente.
Veremos.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Rui
25 dias atrás

“se agarrar ao PlayStation para sobreviver” Com base em que tu afirmas isso? Não é porque o playstation dá lucro que a Sony é só isso. Mto pelo contrário. Seu smartphone deve ter alguma peça fabricada pela Sony. A Sony é líder em tecnologia de sensores para fotografia e equipa até uma das melhores do mercado, a Nikon. E no mercado de celulares tb fabrica mtas peças e sensores para aparelhos. No cinema, não preciso nem falar né? Já a Microsoft, tira o windows e seus agregados e aí vemos o que tem a mais que isso? Azure? O que dá lucro de verdade a Microsoft é o Windows e a maioria das coisas que ela põem a mão fora disso, vai mal ou quebra! Olha o Mixer. Gastaram uma bela fortuna com Youtuber Ninja e outros que daria mto bem para fazer 2 triple A de qualidade. Para depois o serviço se acabar.
A empresa que tem um produto de extremo sucesso e depende dele para torrar dinheiro em coisas que logo depois é descontinuada é a Microsoft, não a Sony, meu caro.
E me explica como é ser pro consumidor? Existe empresa contra vendas? Pois ser contra consumidor é ser contra lucro.
Qual sua opinião sobre a empresa pró consumidor, que coloca jogos do Xbox antes no Pc, em detrimento do console? Como fica o consumidor de Xbox com isso?
A empresa pró consumidor não quer colocar Gears Tactics e Flight Simulator day one no gamepasss para console porque? Porque dá mais lucro no PC que no próprio xbox? Estranho demais isso.

Deto
Deto
Responder a  Sparrow81
25 dias atrás

pronto, agora até o sucesso do playstation na verdade é ruim

impressionante, daqui a pouco eles falam que vender consoles é ruim e vender jogos também.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Deto
25 dias atrás

Pensamento pequeno. Tem que ser pior do que a empresa adorada, mesmo que tudo seja uma merda. Aí ficam felizes. Sou do tempo que a turma vibrava com bons jogos, não interessando a empresa. Eu tinha snes, meu primo mega drive e revezávamos um na casa do outro e aproveitávamos o melhor dos dois. Hoje essa galera torce para o pior do concorrente para fazer frente a empresa querida, mesmo que seja tudo uma grande merda e se comemore jogos multi de qualidade minimamente superior. É triste e sem lógica alguma.

Rui
Rui
Responder a  Sparrow81
25 dias atrás

Eu penso que fui claro e acho que é do conhecimento geral que se a ps4 falhasse a própria sony estava em risco, não estou a inventar nada.
A sony como é sabido era a n1 mundial, devido a vários erros foi perdendo terreno e a playstation foi muito importante e é muito para a empresa no seu todo, eu sei que a sony ainda tem uma boa qualidade nas tvs, os sensores de imagem sao dos melhores do mercado tem ainda o cinema e a playstation, mas e nao tenho aqui os números a frente se a playstation falhar não sei o que pode acontecer com o resto da empresa.
Sim o mixer falhou e a Microsoft tem de arcar com as consequências.
Quanto a eu achar que é a mais pro consumidor, refiro me as políticas, desde a retro ao cross play, ao gamepass, ao smart delivery e suspeito que no preço das futuras consolas… etc
Por exemplo, a Microsoft podia muito bem fechar as portas do minecraft as rivais, já não é o jogo sensação que ja foi?, verdade, mas é ainda um jogo muito popular.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Rui
25 dias atrás

Então, se a playtastion falhar, a empresa ainda lucra mto em várias outras frentes… Aí que eu não entendo como pode o seu comentário… Pois se o windows falhar, a Microsoft sim estaria em maus lençóis. Pois é de lá que vem a maior parte do lucro e de lá que se tira para enfiar dinheiro em qualquer projeto e abandonar de uma hora para outra. Então porque só a Sony teria problemas caso PlayStation falhasse? O windows só não falhou ainda porque não apareceu um concorrente disposto a brigar nesse mercado, pois falha miseravelmente várias vezes e todo mundo é obrigado a engolir. Concorrência nunca é ruim.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Rui
25 dias atrás

Quanto a política da empresa, não seja ingênuo. A Microsoft é pró money! Que lógica teria tirar Minecraft do ps4, sendo que é a plataforma que vende mto mais que seu próprio console? Por isso o pro consumidor é só quando lhe convém né?
Quanto ao smart delivery, existe o mesmo em outras plataformas e isso não é a Microsoft que decide, é a dona da IP. Cadê o Cross gen de resident evil 8 então? Scorn? The medium? Ué, a empresa pró consumidor não pode garantir esses games no Xbox one pq? Falácia total e marketing totalmente forçado. Não consigo acreditar como alguém que pensa pode engolir isso como se fosse algo exclusivo da plataforma.
Quanto a preços de novo console, veremos. Mas deve ser mais barato que playstation mesmo. Porém, não dá pra acreditar que vocês se iludam que é porque a Microsoft é pró consumidor. É mais barato porque NÃO vende! Lei da oferta e procura. A Microsoft lançou seu one x e foi um total fracasso de vendas e agora parece que já vai ser descontinuado. O console foi lançado ontem e a empresa pró consumidor já vai eliminá-lo? Que lógica é essa? A lógica do mercado: O que não se vende, não dá lucro e se deixa de produzir…

Rui
Rui
Responder a  Sparrow81
25 dias atrás

Argumentos demasiado inflamados pro meu gosto e alguns nem são verdade, por isso, dou te a razão parabéns.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Rui
25 dias atrás

Bela argumentação… Pode me dizer onde inflamei?

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Rui
25 dias atrás

Se houver coisas boas, pode ter certeza que haverá muito “love” da minha parte 🙂
Aproveitando pra dizer que experimentei o Gears 5 e realmente é muito legal e muito bonito tecnicamente, sendo o enredo o ponto fraco.
Gostei bastante e mais um trabalho que posso elogiar da MS, é um bom jogo, pena que sofri do problema de não ter vontade de terminar, mas isso é comigo, o jogo é bom.

Deto
Deto
Responder a  Rui
25 dias atrás

pronto, agora até o sucesso do playstation na verdade é negativo, pq “só tem isso”

que baixo nível intelectual, por isso o xbox é o unico video game que tem SEITA lunática que vive de mentir na internet.

Rui
Rui
Responder a  Deto
25 dias atrás

Deto, deixa de ser incendiário e não ponhas palavras na minha boca, eu nao disse que o sucesso da playstation era mau, disse que a sony era a n1 mundial em varias coisas e em 2013 se a ps4 falhasse a sony muito provalvelmente acabava.
Passas aqui a vida a mandar postas, desde tweets, teorias da conspiração da digital foundry, ontem falavas em lunáticos masturbatorios e hoje voltas às seitas mentirosas lunaticas.
Eu ja perdi a conta à quantidade de coisas que ja chamaste e insinuaste a quem gosta da xbox, é proibido gostar da xbox? Quem gosta da xbox é obrigado a mudar e seguir a maioria?
E o burro sou eu?

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Marcoshaft
25 dias atrás

1) Microsoft respeita o consumidor por qual motivo? Gamepass? E quem comprou um Xbox clássico em 2002, e 3 anos depois viu seu console perder totalmente o suporte. Não foi desrespeitado? E quem comprou Kinect para o Xbox One, e logo depois o viu ser descontinuado. Não foi desrespeitado? E quem comprou remaster em 2013, 2014, sem saber que em 2015 a Microsoft lançaria a retrocompatibilidade. Não se sentiu desrespeitado? E quem comprou Windows Phone e depois perdeu totalmente o suporte? Não se sentiram desrespeitados?

2) Por enquanto sua RTX 2080 roda jogos que foram projetados no máximo para uma GTX 1060. Tudo o que você tem de vantagem no momento são presets melhores que são facilmente escalonáveis. Quem comprar um SeriesX terá os mesmos problemas com os jogos da XGS nos dois primeiros anos. Consoles não foram feitos para isso.. em 2007 o Xbox 360 deixava todos boquiabertos com Gears 1, Halo 3, Forza 2, jogos que exploravam o poder da nova consola.

3) Resolução e fps são presets que não determinam a qualidade next-gen. Minecraft com RT estava a 1080p. Gears 5 no SeriesX foi provado que estava com resolução dinâmica, caindo para 1440p. O trailer inengine de hellblade 2 estava a 24 fps. Se pegar River Raid do Atari e colocar a 8k 120fps, não o fará next-gen.

4) Sobre fazer comprar remaster, novamente voltamos para 2014 quando a Microsoft também vendia remaster. Por que não implantou a retro em 2013? Não é a empresa pró-consumidor? E de facto acreditas que o smart delivery é algo além de marketing? Quem define o cross-buy não é a Microsoft, mas sim a publisher do jogo. E o cross-buy só existe porque todos os games cross-gen estão pela primeira vez sob a mesma arquitetura CISC x86, ou seja, um Dirt 5 está na mesma arquitetura PC/Xone/SeriesX/Ps5/PS4. Xbox 360 e Ps3 trabalhavam sob outras arquiteturas.

5) Sobre sony ter windows, me desculpa, mas o que isso tem a ver?

6) Jogos dão dinheiro, mas precisa ter base de usuários para comprá-los. E como a maioria dos usuários da Xbox Live estão na consola, precisa vender consolas.

Deto
Deto
Responder a  Carlos Eduardo
25 dias atrás

windows phone:

“MS: todos os celulares vão ser atualizados para Windows Phone 10”

Depois: somente 50% dos aparelhos vão ser atualizados.

bruno
bruno
Responder a  Marcoshaft
24 dias atrás

Entao nao?

Temos imensas provas da forma como a MS adora “respeitar” o consumidor:

Xbox original – introduziu paredes de pagamento extra no live, para se poder aceder ao multijogador.

Xbox 360/Xbox ONE – introduziu necessidade de pagamento para se poderem aceder a apps de terceiros como Hulu ou Netflix – algo que era gratuito em todos os outros servicos. – foi terminado em 2014.

https://www.geekwire.com/2014/xbox-owners-can-now-access-180-apps-free/

Xbox 360/Xbox ONE – Titulos free-to-play so podem ser acedidos se pagar o Live Gold. Isso nao ocorre na PS4 nem na PS3.

Xbox ONE – perde todos os exclusivos que tambem ficam disponiveis no PC – pior, os jogadores PC para alem do jogos mais baratos e mais cedo, ainda tem acesso ao multijogador sem terem que pagar live gold. Aqui e que os clientes Xbox se devem sentir “respeitados”.

Xbox ONE – o kinect foi incluido no pacote da consola como sendo essencial para a experiencia Xbox. Apesar da empresa admitir ainda antes do lancamento que o Kinect nao iria ser necessario mais para a Xbox, por algum motivo consideraram que deveria ser vendido em conjunto com a consola ate setembro de 2014. Este foi o maior sinal de “respeito” da MS para com os clientes que adquiriram o sistema no primeiro ano da atual geracao.

Xbox ONE – nao nos esquecamos do DRM, a melhor estrategia de que a MS se lembrou para “respeitar” o consumidor.

“Ela aprende com os erros.”

Aprende?

2016 – fecho da lionhead e cancelamento de todos os projectos, fecho de project spark, adiamento indefinido de carckdown 3 e phantom dust, cancelamento de Scalebound.

2017,2018,2019 – phantom dust chega como remaster (e nao remake), crackdown chega no estado em que chega e 3 anos depois. Todos os anos prometem a melhor E3, com imensos exclusivos, um enorme suporte e a promessa de mostrar mais e mais jogos. Os eventos nao passam de montras de indies e de um ou outro multi. Hilariamente, temos o caso da revelacao do “monstro” a consola true 4k, que ate teve direito a specs na DF antes do evento, com noticias a hypar o evento de que teria que ser mais duradouro que o normal. O evento foi uma palhacada. Quase 30 a 40minutos a repetir o que foi escrito no artigo da DF, e fora, Anthem e AC Origins, tudo o resto foram indies, alguns 2D, outros a lembrar os 8 bits. Mas atencao, pelo menos anunciaram Minecraft a 4K a chegar a Xbox ONE X! Infelizmente foi cancelado e nunca chegou.

Isto e um enorme “aprender com os erros”, sim senhor!

Ah, mas espera! Como a MS adora “respeitar” o consumidor, ela lanca o gamepass, uma iniciativa que, tal como um cancro, pode levar a adocao de massas e e toxica na medida em que se levanta a questao se consegue sustentar o modelo AAA e de qualidade que as consolas sempre entregaram e para a qual os clientes desenbolsam 400-500$ pelo hardware de uma consola.

Este sim, e um enorme sinal de “respeito”! Cobrar 500 euros por um hardware e depois introduzir praticas no mercado que tornam as condicoes financeiras para o mercado AAA ainda mais impossivel, de modo a que o futuro seja o que? AAs e MMOs de qualidade duvidosa, com grafismo de telemovel.

Efectivamente aqui nao aprendeu com o erro. Apenas cimentou a estrategia que iniciou com o live gold – uma estrategia pensada unicamente para “respeitar” o consumidor.

“Steve Balmer and Bill Gates both had a vision of making premium download content and add-on that would attract many new customers.”

Traducao – Steve Balmer e Bill Gates tinham a visao de fazer conteudo para download premium e add-ons que iria atrair muitos mais clientes.

Efectivamente foi uma visao acertada. E podemos mesmo dizer que a unica intencao era “respeitar” o consumidor… como mais tarde se viu…

https://www.gamesindustry.biz/articles/2012-08-23-roundtable-the-dlc-problem

https://www.theguardian.com/games/2019/nov/22/loot-boxes-increasingly-common-in-video-games-despite-addiction-concerns

“Nao me venha com essa de que um game atrasa a geracao pois se fosse assim todos que tem uma rtx 2080 super como a minha vao ter que trocar de placa quando a 3080 sair”

E porque nao? As placas graficas nao permanencem topo de gama para sempre…

Em 2012, tinhas as a 7990 a rodar os jogos no settings maixmos sem problema… hoje essa placa mal da para correr a 1080p jogos da atual geracao.

Ou nao compreendes o conceito de “evolucao grafica” e precisas que te seja explicado.

“A Sony veio a publico sem nenhum game rodando a 4K…”

Veio? Porque o que vi foram trailers e sobre resolucao nativas…nada! Ou tu tens informacao que o resto do mundo nao possui?

“E com aspeto de PS4”

Sempre e melhor que o aspeto PS2 que a Xbox revelou no inside Xbox. Ou o aspeto de NES, N64 ou Sega Saturn que anunciou em 2017/2018/2019.

“Vai fazer voce comprar remaster de 1 ano, pode apostar”

Oh, queres dizer como ocorreu com Halo CE, que saiu primeiro na 360, depois na ONE?

Ou quereras dizer como o smart delivery, que e a escolha do fregues, sendo neste caso o fregues a empresa que faz o videojogo?

Agora a pergunta: “Se a Sony tivesse Windows exisitira PlayStation”?

Sabes, eu acho que exisitira – ha algo que nao entra na cabeca de Xbots de forma nenhuma. A filosofia Japonesa de fabrico e baseada sob um principio… qualidade.

A filosofia americana, como vimos no belo exemplo que dei antes e baseado num outro principio – lucros mesmo que se tenha que “respeitar” o consumidor no processo e entregar banha da cobra como se fosse locao capilar de alta qualidade.

O que veria a Sony fazer seria seguir estrategia igual a Apple caso tivesse um SO e colocar paredes de hardware, isto e requisitos minimos. E nesse caso sim, iria controlar o ecosistema e disponibilizar os jogos, mas fazendo no PC o que faz na consola com a mesma loja e tudo. Nao como o que tens hoje e salgalhada que e , em que os clientes da tua consola pagam mensalidades, os clientes PC recebem todos os jogos sem terem que pagar essas mensalidade, e ainda trazes cheaters, batoteiros e a melhor performance para a live da consola.

“Console nao da dinheiro, jogos sim. Importante e vender jogos, serivos e manter o ecosystema..”

Para mim, enquanto consumidor, o importante e receber o valor pelo dinheiro. Para tu compreendas, se eu compro um hardware por 400 euros ou mais, quero receber jogos que explorem esse hardware ao maximo e me entreguem experiencias unicas sendo demonstracoes tecnicas da arte e da programacao.

Mas ha quem pagar para no fim ter uma camara a ganhar po, pagar mais pelo online que outros e ver as vantagens que se tinha desse online irem parar a outros que nao so pagam menos pelos jogos como nao tem que pagar pelo online, e ver a empresa a investir em apenas esquemas de ganhar dinheiro de forma facil, ao inves de entregar a unica coisa que eu, enquanto cliente quero de uma consola… conteudo de qualidade.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  bruno
24 dias atrás

Bruno, bela colocação.
Mas estava pensando aqui: Se fosse em outro momento, quem sabe na década de 90 e já tivéssemos uma internet decente, creio que a Microsoft teria enterrado pra valer o mundo dos games. O público era mais jovem e o papo de que single player é coisa do passado, poderia enterrar a qualidade. Eu vejo uma garotada de menos de 18 anos, julgar games que tem apenas single player de lixo.
Já imaginou se comprassem essa idéia? A Sony sairia do cenário, pois os japoneses não vêem videogame como os Yankees e a gente estaria consumindo só merda hj. Merda atrás de merda (microsoft, epic, ubisoft, etc) e restaria a Nintendo, com 500 Mários, 300 zeldas, 100 pokémons e mais meia dúzia de RPGs… Ainda bem que esse papo foi nos anos 2010, onde mais adultos jogam e ainda resta uma empresa fabricante de consoles que faz jogos pensando nesse público.

Edson
Edson
Responder a  Sparrow81
24 dias atrás

A Nintendo tem um metroid prime com 97 de metacritic, os smash brothers na média de 90, animal Crossing com 90, além de games como Luigis Mansion, sendo 80+, Bayonetta que hj é um exclusivo nintendo com 90+, Astral Chain com 80+, etc… Se perceber não citei nem Mário nem Zelda aqui, mas… Para Sonysta fanático, a Nintendo só tem Mário e Zelda. Legal é que os tantos GOW, Uncharteds, GTs, Ratchets e Clanks, não contam, mas a Nintendo só tem Mário e Zelda.

bruno
bruno
Responder a  Edson
24 dias atrás

Edson deixando de moralismos podes me dizer de quando foi a última entrega de metroid?

Podes também ir ver a variedade de output da Nintendo em generos e facas etárias?

Já se falou aqui antes, os títulos Nintendo são maioritariamente voltados a um público mais jovem e de família.

Muito diferente da variedade da Sony que vai desde o juvenil, ao adulto passando por diversos generos, mecânicas e temas.

Foi isto que Sparrow referiu.

Edson
Edson
Responder a  bruno
24 dias atrás

Bruno, concordo plenamente que há marios e Zeldas, mas a impressão que dá no comentário dele é depreciativo. Bem, há anos sem um Metroid prime, porém há o 4 anunciado para o switch, além de Bayoneta 3. Temos um Arms como propriedade intelectual nascida no switch, além de um Splatoon nascida no wiiu. Das second partys, vimos a chegada de Astral Chain. Você pode dizer que a Nintendo faz game para criança, porém não há como negar que ela faz qualidade e que há variedade. Algumas franquias tem mais aparições na Nintendo, porém costumam ser master piece como Zelda e Mário, porém ignorar Xenoblade, Star Fox, Animal Crossing, Metroid, Bayonetta, Smash brothers, pikmin, etc… É desonestidade intelectual e doa a quem doer… É ainda a Nintendo que lidera o metacritic, não só com o game mais bem avaliado, além de ter o maior números de notas quase perfeitas. Com todo respeito, a Nintendo lança um mario 3d por console, com exceção dos Marios Galaxys no wii, mas se ela lançasse marios anuais com a qualidade que lançam esses em 3d, eu ainda ficaria feliz! Aqui nesse site, a sensação é que o xbox é uma porcaria e que a Nintendo é uma empresinha de joginhos para bebês. Eu creio que um gamer que se preze, não precisa amar a Nintendo ou os jogos da mesma, mas respeitá-la! Se há um mercado ainda de jogos hj, deve-se a Nintendo e como a msm ensinou a indústria a tratar os jogos… Como arte! E isso a Sony aprendeu bem!

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  bruno
24 dias atrás

Que bom que me fiz entender por alguém. Tenho um Switch aqui, mas não é a plataforma principal. Ele é mto usado pelo meu sobrinho de 7 anos.

Edson
Edson
Responder a  Sparrow81
24 dias atrás

Eu que peço desculpas! Não há como negar que a Nintendo está na zona de conforto e que a Sony é a que arrisca mais!

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Edson
24 dias atrás

Tudo certo, amigo. O que importa é mostrarmos nossas opiniões de forma respeitosa e não tentando impor. Discussões são para crescimento, não para embate. No mais, gosto de ser questionado. Não tenho problemas com isso. Abraço.

Edson
Edson
Responder a  Sparrow81
24 dias atrás

Abração, brother!!!

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Edson
24 dias atrás

Calma lá Edson. Eu fui Nintendista durante a minha vida toda. E não venha me falar coisas que eu já estou careca de saber. A Nintendo vem reciclando seus games algum tempo. Eu tenho um Switch aqui e joguei Zelda e Mario. Metroid chega quando no Switch? Vai ser mais do mesmo ou um jogo inteiramente novo? Mario é game que eu não aguento mais, mas respeito. Nota por nota, não me faz comprar games. Pois acho sim que há um exagero demasiado em valorização de certos games no metacritic. Eu jogo de tudo. Zelda tá longe de ser um nota 97 pra mim. É muito bom, é, mas nada de fantástico como falam. Ficar catando korok por 50 horas para encher o game de conteúdo é preguiçoso. O game não te dá dificuldades em vários desafios. Bem desiquilibrados nas bestas, etc. Mario é bem repetitivo. Mas eu entendo a proposta da Nintendo, é game para todos e a fórmula que deu certo. Por sinal, a Nintendo faz mais que a Microsoft e com muito menos. Agora se for para escolher entre Nintendo e Sony hj, não tenho dúvidas que vou de Sony. Deixei de ser criança algum tempo e a plataforma que me dá jogos mais adultos não é a Nintendo. Que bom que você citou as ips da Sony, pois só aí já se vê uma diversidade maior do que a proposta da Nintendo, não é mesmo? É só você olhar a quantidade de Zelda e Mario que existem. Inclusive remaster de Zelda para Switch, remaster de donkey Kong, etc etc etc… Não é possível que você veja diversidade grande no Switch.

Edson
Edson
Responder a  Sparrow81
24 dias atrás

Sparrow, a minha plataforma principal hj é o play e concordo com relação a um público mais adulto, inclusive perdi meu switch para a minha filha de 5 anos. Rsrs. O meu questionamento foi em relação a dizer que só há Mário e Zelda, coisa que não é verdade! Confesso que a Nintendo poderia focar mais em jogos adultos, quem sabe, até comprando uma Capcom ou um outro estúdio japonês, mas querem ficar em games mais infantis, porém as vendas são altas e não mudarão a sua filosofia.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Edson
24 dias atrás

O meu ponto e desculpe se não me fiz entender é que a Nintendo não é mais a mesma que fez me apaixonar no passado. Olha a quantidade de Mário que se tem hj e isso eu acho preguiçoso entende? Mas eu entendo a proposta da Nintendo, já que com um portátil tem que ficar no que deu certo para ela. Mas é a plataforma mais restrita em questão de games e com o Switch as coisas pioraram. Estão colocando o mesmo game de outras gerações na plataforma e vendendo a preço cheio! Se resume a alguns rpgs Chrono que estão reciclados tb, novidade é raríssimo e franquias que vendem o que vendem mais por nome e a criançada adorar do que qualquer outra coisa, né? Eu lamento, pois queria uma Nintendo como foi no passado. Por exemplo, na época eu não trocaria meu N64 por um playstation nunca.

Sparrow81
Sparrow81
25 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Eu acho é triste! Muito triste! E mais triste ainda é ver consumidores que não valorizam nada, só querem sugar a plataforma não pagando absolutamente nada para se divertir, aplaudindo e a Microsoft tendo como público alvo esse pessoal. A empresa que tem foco no falido, “games para todos”, não importa se a qualidade é uma merda, mas é game. O que importa é que o poderoso séries x vai rodar grounded e battletoads no day one, pois tem o smart delivery (termo que mudou de nome e era o antigo Cross buy, que agora a Microsoft reinventou a roda). Percebo que os usuários do Xbox, e aqui no Brasil são a maioria, comemoram mto quando não precisam pagar pra nada. Cobrar qualidade? Pra que? É como aqui falamos “cavalo dado, não se olha os dentes”

Deto
Deto
Responder a  Sparrow81
25 dias atrás

Não tem nada haver com pagar ou não.

não importa o que a MS faça, esses lunáticos de seita aplaudem.

xbox junto muitos lunáticos fracassados ao redor dele, e por causa dessa gente que faz um campo de distorção da realidade ao redor do xbox, o xbox nunca vai melhorar baseado em feedback do “consumidor”

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Deto
25 dias atrás

Joguei a toalha da marca já. Tinha esperanças, mas se um dia melhorar, vai demorar mto ainda para eu comprar seu produto. Os fãs da marca que menos vende no mercado e mais engana, são tão tóxicos que chega a desanimar. E são tóxicos com o apoio oficial dos cabeças da divisão Xbox.
Precisou um jornalista gringo para banirem o Xbox mil grau. A Xbox Brasil vivia citando frases de fanboy desses caras em página oficial e tudo mais. Então os fãs da marca, na sua maioria, pelo menos no Brasil, estão contaminados por esse pensamento de quem deveria dar exemplo, que são os que carregam o nome Xbox oficialmente. Não espero mais nada. É só desilusão mesmo.

Edson
Edson
25 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Mário, parabéns pelo artigo!

José Galvão
José Galvão
25 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

A mim não me estranha nada disto, quando muitos o elogiaram, eu afirmei que este tipo é um valente mentiroso e um hipócrita que muda o discurso conforme lhe convém.

Ele sabe perfeitamente que está lixado, sabe que não tem produto para competir com a Sony portanto joga a cartada do poder, também sabe que o modelo de negócio escolhido, o gamepass, exige todos os subscritores que conseguir, logo a conversa do suporte a todas as consolas Xbox One é para isso mesmo, para tentar capitalizar ao máximo a user base de mais de 30 milhões para alimentar a utopia de aalcançar os 2 biliões de subscritores.

Este tipo tem a lata de dizer que os exclusivos são um MEME criado por fanboys para alimentar a guerra das consolas, ou seja este vendedor de banha da cobra acha que toda a estratégia da Sony é um MEME… absolutamente hilariante… e ganha este incompetente um bruto ordenado para gerir uma divisão que mais parece um barco à deriva, um que não conhece norte à quase 8 anos.

Equipa PCManias
Responder a  José Galvão
25 dias atrás

Caro Leitor José Galvão
Recordo que de acordo com as regras da página, a adjectivação pejurativa a pessoas e entidades é proibida.
Queira fazer o favor de se refrear no uso das palavras.

José Galvão
José Galvão
Responder a  Equipa PCManias
25 dias atrás

Com certeza, apesar de toda a adjetivação estar correcta, podia de facto ter sido mais soft.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  José Galvão
25 dias atrás

Estou de pleno acordo com o Galvão. Único acerto do Phil na minha opinião, foi o Scorpio, mas como tenho o antônimo de afeto sobre o conceito de “meio de geração”, voltamos ao zero a zero.

Deto
Deto
Responder a  Carlos Zidane
25 dias atrás

e olha que nem nisso tem muitos méritos.

o que ele fez foi um PS4 FAT mais potente e silencioso.

copiou o pool de memoria unificada GDDR5
copiou a fonte interna.

com isso, digo que o xbox está meia geração atras do Playstation inclusive em arquitetura.

enquanto a Sony abandonou o TF com o PS4 PRO, apostando no futuro das técnicas de reconstrução pra resolução, a MS continuou apostando em TF e resolução.

enquanto a Sony hoje aposta em SSD, a MS continua apostando em TF.

Livio
Livio
Responder a  Carlos Zidane
25 dias atrás

Acho que o One X, vulgo Scorpio, não foi acerto, pois não vejo jogos FP a tirarem partido do console.

Rui
Rui
Responder a  Livio
25 dias atrás

A one X tem vários jogos aonde mostra toda a sua força a questão é e sempre será, a consola mais vendida é sempre a mais espremida a one X recebe o código e é ligeiramente otimizada para cima. E depois existe a xbox one e one S estamos a falar de um cpu mais lento, memória mais lenta, gpu mais lento 1.3 tf vs 6 tf e isto entronca no que o sr Mário tem vindo a dizer da xbox one e xbox SX, a mais poderosa é limitada pela mais fraca e isso também prejudica a one X, ter de existir a versão xbox one.
A one X é quase um salto geracional face a one original.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
25 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

É incrível, mas tudo que eles fazem no Xbox vai totalmente contra o que eu gosto e espero.
É um desperdício inacreditável.
Mesmo os que defendem nos fóruns, no fundo, acredito gostaria que fosse diferente, só não pode admitir pois se tornou questão de honra defender, nem que seja até o barco afundar de vez.
Bom que ainda tem a Sony a fazer um bom trabalho.
Mas é lamentável.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Carlos Zidane
25 dias atrás

Mendigada aplaude e eles adoram. Com essa política aí, a teta seca uma hora ou outra pra essa galera. O Xbox vira serviço e aí quero ver o que essa galera vai falar. A empresa pró consumidor vai dar um pé na bunda do seu querido cliente e eles falarão o que? Não duvido que fiquem animados por jogar games merda em celulares “gratuitamente”. Não vejo chances de um dia esse povo ser gamer.
Por sinal, a Microsoft já vem dando uma banana para os clientes Xbox né. Lançando jogos antes no Pc e não vejo ninguém reclamando disso. É rir pra não chorar.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Sparrow81
25 dias atrás

Esse negócio de jogos baratos pra gamepass, realmente tem alguém animado com isso? Não acredito
Grouded? Bleeding Edge?
Jogo grande: Hellblade? Pff
Jogar no celular?! Pff
Esses serviços levantam dinheiro relevante mesmo pra pagar os servidores e tudo o mais?
O preço vai subir e vão continuar nos indies AAAA?
Deve ser Nárnia o lugar onde vivem o Phil e os fanáticos

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Carlos Zidane
25 dias atrás

Estão animados sim. Aqui no Brasil, quando lançaram red dead 2 no gamepass, eles enlouqueceram… “Zoaram” um monte a concorrência por jogar um game de 2 anos atrás. É incrível hahaha

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Mário Armão Ferreira
25 dias atrás

Ok Mario.

Fernando Molina
Fernando Molina
25 dias atrás

Eu sou a favor desse senhor pegar o boné e vazar, unico jeito da divisão Xbox melhorar, do jeito que vai o poderoso Series X será um fracasso de vendas comparado ao concorrente

Andrio
Andrio
25 dias atrás

Aqui no brasil o Phill é considerado o salvador.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Andrio
25 dias atrás

Só pra fanboy’s e gente muito ingênua

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Andrio
25 dias atrás

É salvador por causa do gamepass. Eu tenho muito respeito pelo gamepass.

Mas me sinto no direito de questionar, de expor limitações, e dizer que não necessariametne é para qualquer tipo de público.

Acho o gamepass extremamente útil para quem não tem biblioteca de jogos. Um jeito fácil, rápido e barato de se adquirir uma biblioteca de imediato.

Entretanto, questiono suas limitações:

1) Quem assina livegold ou psn+ há alguns anos pode ter uma biblioteca grande o suficiente para não precisar do gamepass

2) Quem compra jogos em promoção, como uma summer sale da Steam, pode ter uma biblioteca grande o suficiente para não precisar do gamepass.

3) O gamepass pode conter jogos que não necessariamente sejam os que quero jogar no momento. Então posso ficar meses pagando assinatura de algo que não está me servindo, sendo que poderia ter investido esse dinheiro em comprar exatamente o que eu quero jogar.

4) Jogos XGS day one no gamepass é algo muito questionável, e ao que tudo indica, prevalecerão jogos indies e de baixo orçamento. E diante do nosso tempo limitado, prefiro investir o tempo livre em jogos de melhor qualidade.

Paulinho150
Paulinho150
25 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Um bocado triste o que se lê aqui, fiquei fã do site por os artigos e por os comentários mas estes exemplos de comentários não é muito bom de ler. O site marca pela diferença e este exemplo acaba por mostrar igualdade aos demais. Respeitem quem faz o site e suas regras e os “colegas” que aqui comentam. Sr. Rui, têm razão na altura a sony estava muito mal financeiramente e tudo indica que foi a ps4 a salvar as suas contas, foi um momento mau para a empresa espero que não volto acontecer, dou um exemplo que à vários anos foi a Marvel se n estou em erro que estava numa situação parecida ou pior e foi “salva” pela venda do homem aranha à Sony. Divirtam-se é o mais importante.

Rui Teixeira
Rui Teixeira
25 dias atrás

Sinceramente não percebo como este senhor ainda está a cargo do que quer que seja, as suas constantes mentiras, contradições, só dão uma má imagem à marca que representa. O seu marketing também é do pior, é do tipo de vender o peixe ao pescador, ou seja, vender o produto a quem já o tem, em vez de tentar chegar ao maior número de consumidores. Pelo que tenho visto por essa internet fora, os únicos que parecem mostrar interesse pela SX são os fãs da marca, e mesmo alguns desse já aparentam estar fartos das constantes mentiras, o seu paleio não chega a mais ninguém.

Também não entendo essa do pró-consumidor, amigo do consumidor, eu não considero ninguém amigo que me esteja sempre a mentir, a aldrabonar. E esta de não usar a total capacidade da nova consola para agradar a todos os clientes é ainda mais ridículo.
Vamos então brincar um bocadinho com a coisa, eu acabo de comprar o novo carro XPTO e vou a concessionária buscá-lo.
PhillS: Cá está o seu carro XPTO, com condução automática, eléctrico e até tem uns painéis solares que carrega a bateria quando está parado.
EU: Obrigado, vou já experimentá-lo.
PhillS: Só uma coisa! Desactivamos essas características novas para que os nossos clientes que compraram carros há 8 anos não se sentissem excluídos. Mas não se preocupe, daqui a dois anos passe por cá que nós activamos isso tudo, também tem de usar gasolina durante esse tempo.
EU: Fantástico, vocês são mesmo amigos dos consumidores. Não custa nada esperar dois anos para usufruir do meu carro XPTO que me custou 100 mil euros. Obrigado!
PhillS: Só mais uma coisa, ainda lhe damos esta nova funcionalidade, inventada por nós, da qual chamamos de Smart Close Doors, só tem de carregar neste botão no porta chaves para abrir e fechar as portas.
EU: Wow, isso é mesmo inovador.
Acham mesmo que algo do género é pró-consumidor?

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Rui Teixeira
25 dias atrás

É rir para não chorar.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Rui Teixeira
25 dias atrás

Bons pontos Rui.

Gostaria muito de queimar a língua e ver grandes jogos sendo apresentados no dia 23, usufruindo o máximo possível do potencial de 12 teraflops da nova consola.

Mas não estou nem um pouco otimista. Talvez só Forza 8 mesmo, esse acredito que pode impressionar bastante.

Daniel
Daniel
Responder a  Carlos Eduardo
25 dias atrás

Como eu gostaria de que ao término da apresentação de um Halo Infinite ou de um Forza 8, a microsoft viesse e falasse que so demos ou modo multiplayer de jogos triple A iriam para o gamepass. Eu reitero, acho ótimo, mas não dara um lucro satisfatório como uma franquia dessa merece. Flight simulator 2020, de alguma maneira, ja fora um pouco limitado quanto ao gamepass, e espero que de alguma forma, outros também venham a ser, pois a razão preço baixo / alta qualidade é muito dificil ser mantida por muito tempo, na minha opinião, claro.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Daniel
24 dias atrás

A divisão Xbox entrou num dilema que eles mesmos criaram: desmamar bezerros é difícil, ainda mais prometendo leite gratuito por um bom tempo. Estou curioso para ver como será essa mudança de atitude e se o fãs da marca são fiéis mesmo. Mas pode ocorrer que depois do desmame, os bezerros se revoltem e virem as costas para a mamãesoft.
Um exemplo é que estava vendendo jogos Xbox a preço de banana aqui no Brasil. Pensa que alguém quis sunset overdrive e Batman dark Knight por 30,00 reais cada? Não consegui vender em meses e isso é algo inédito pra mim. Acostumaram a receber tudo gratuitamente… Mesmo sendo de qualidade duvidosa, o que importa é pagar pouquíssimo ou simplesmente ganhar.

Deto
Deto
Responder a  Carlos Eduardo
25 dias atrás

vou dar o meu palpite de porque não tem JOGOS dia 23.

  • a MS continua com o marketing abobalhado, essa semana tinha o Greeberg com aquele twitte ridiculo de montagem do Phill Spencer “MONSTRÃO” sem camiseta.
  • dois dias atrás voltaram a falar novamente no nome de PR do SSD deles.
  • ontem apareceu boatos que a Sony vai aumentar em 50% os consoles fabricados para a janela de lançamento.

Todos isso ai que eu citei pra mim é indício que até a Sony sabe que o xbox tá flopado no dia 23.

Não faz o menor sentido hypar o inside xbox daquele jeito, sendo que era tudo FAKE, se vc sabe que um mês depois vai ter o evento gigante cheio de jogos (dia 23) e AGORA vc não hypa 50% o evento “true” que vai ter um monte de jogos?

Para mim, e puro marketing fake seguindo a lógica de Seita.

hypa um evento que vai ser fake, depois do flop do evento começa a hypar o próximo evento para continuar iludindo e alienado os “fieis” da tua seita.

e assim vai… substituiu um evento hypando que flopou, por outro hype de outro evento que quando flopar, vc substitui por outro hype de outro evento.

igual Trump e bolsonaro fazem, substituem a mentira atual pela proxima mentira.

seguiram essa logia na E3, o nível foi tão ridiculo que o Phill chegou, que chega a ofender a minha inteligência, que “o que eu estou mais animado foi o que a gente NÃO mostrou na E3”, claramente tentando vender “Esse evento flopou, espere o próximo”

David Martins
David Martins
25 dias atrás

O que queremos são jogos, se não consegue entregar exclusivos de qualidade, busque soluções com as opções que possui, se não, entregue remastered, se não, faça o port direto a 1080p 30fps estável, quantas oportunidades nas franquias da Rare, pega a versão do Enslaved do PC, coloca HDR, fantástico! até hoje acho revoltante não existir um remastered do Gears of War 2 e 3 Ultimate Edition, só depois de 6 anos completaram a coleção do Master Chief Collection com o Halo Reach…falta pró atividade, interesse, engajamento, boa vontade, iniciativa….triste…e piora muito mais o cenário entregando novo console a $100 mais caro, e $10 mais caro nos jogos, na maior crise financeira desta geração, vamos ter sérios problemas, até o PC pode ter vendas afetadas com exigências de super HD, vou fazer a transição mais tarde possível, estou muito temeroso quanto ao futuro.

Rui
Rui
25 dias atrás

Offtopic: 29 confirmado, Jesus Corona e Otávio os melhores da época.

Fernando
Fernando
25 dias atrás

Sim claro, com certeza é a melhor política do mercado subutilizar um sistema que ainda é capaz para forçar seus consumidores a comprar o novo console para jogar algo como Sackboy, que parece que poderia ter sido feito no PS3 com um pouquinho de esforço, ou o GT7 que parece até regredir nos visuais em comparação com o GT Sports. E sim, até vale comparar com a transição de um console de 2005 baseado em Directx 9 com capacidade de geometria extremamente limitada para um console de 2013 com hardware Directx 12, que ainda é uma API de baixa adoção até hoje.
Certamente a MS é anticonsumidor, e na verdade não é a Sony que é uma empresa arcaica presa em um modelo de negócios dos anos 90.
O que eu acho ainda mais engraçado é ver um monte de brasileiro que não vai ter dinheiro pra pagar os 8 mil reais que a Sony vai cobrar pelo PS5 passando o maior pano pra esse tipo de política, mesmo que os primeiros dois anos sejam extremamente miados de jogos de nova geração puros.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Fernando
24 dias atrás

1- PS4 tem jogos de sobra. Quem escolher o console hj, estará muito bem servido, muitos jogos continuarão a dar suporte ao console por um bom tempo. Te pergunto: qual a lógica de lançar um novo console se tudo tem que rodar na geração passada? Essa é nova.

2- Não é igual transição de PS3 para PS4. Estamos falando de limitações muito maiores da atual geração para próxima. Ou você é dos que acredita que SSD serve apenas para loads mais rápidos? Creio que sabe que não né?!! Pois frequenta aqui e deveria saber disso há mto tempo.

3- Quanto a geração atual ser capaz, depende. Capaz de rodar jogos nível grounded e battletoads ela é mto capaz. Mas em the last of us part 2 se mostrou que a geração atual não aguenta mais e se querem tirar partido de mais qualidade é preciso evolução de HARDWARE. Sempre foi assim.

4- Não vou nem entrar na questão que você levantou dos jogos ps5 rodarem no PS3, pois é pura loucura.

5- Quanto a jogos “miados” no início da geração, não é isso que a maioria dos devs vem mostrando. The medium não vai se limitar, scorn não vai se limitar, resident não vai se limitar. Agora eu pergunto: não vai se limitar pq querem ou por limitações da geração atual? Qual a lógica de desenvolvedores abandonarem uma base instalada gigante de usuários da atual geração para entrar numa geração com vendas muito limitadas inicialmente? O que você disse não tem lógica alguma de nenhuma perspectiva.

Livio
Livio
Responder a  Fernando
24 dias atrás

Sim claro, com certeza é a melhor política do mercado subutilizar um sistema que ainda é capaz para forçar seus consumidores a comprar o novo console para jogar algo como Sackboy, que parece que poderia ter sido feito no PS3 com um pouquinho de esforço

Legal e porquê a MS está descontinuando o One X e o One Digital Edition??? Se é pró-consumidor então porque não deixa tais modelos ainda disponíveis pois segundo suas próprias palavras são sistemas que ainda são capazes??

Minecraft RT a 1080p é um belo para comprar o Series X….

O que eu acho ainda mais engraçado é ver um monte de brasileiro que não vai ter dinheiro pra pagar os 8 mil reais que a Sony vai cobrar pelo PS5

Já viu isso??
https://www.ziliongames.com.br/sony-playstation-5–03-anos-de-garantia-zg-pre-venda-novembro-2020

Essa loja não é nova e fizeram o mesmo no lançamento do PS4, ofertando 3 anos de garantia. Tenho 2 amigos que compraram deles, um inclusive participa deste site.

Gosto deste teu modo mãe Dinah, (in)felizmente muitas das tuas previsões foram as mesmas dela, valem o que valem.

E de pensar que MS Brasil chegou a pedir 7.500 reais na edição Cberpunk do Xbox One X…..

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Livio
24 dias atrás

A empresa pró consumidor dele é só quando convém. Se a MS usasse da mesma política que a Sony está usando com a nova geração, você acha que ele não concordaria? Argumentos sempre fracos é o forte dele.

Reinaldo
Reinaldo
Responder a  Fernando
24 dias atrás

Você tem razão aqui Fernando… Como é que nunca ninguem viu? Ainda bem que temos você para nos dar a explicar isso.
Eu não queria comprar uma TV 8K por ela ser cara e não haver conteúdo que justifique, mas vendo sua explicação vou já comprar… temos de deixar de pensar em nós e pensar nas pessoas que tem TV inferior, e aguentar um pouquinho. O gastar dinheiro para nada tem de ficar em segundo plano. Afinal posso sempre ter 4K re-escalado.

Agora falando mais a sério, deixa de ser hipócrita (e aqui não insulto você dizendo que você é, apenas constato que isso foi o que aconteceu nas palavras que você usou). Você sempre teve isso, e nunca se queixou. Nesta geração era para ter isso e não se queixou. Está agora queixado porquê? Porque a liderança da MIcrosoft está catequizando vocês para essa ideia?

Me recorda que o Mário já tinha alertado para isso em 2017 quando a One X saiu. Ele questionou o timming do lançamento dado que se esperava novas consolas para breve (na altura até era 2019). E quem comprou, comprou mesmo assim. A Microsoft prendeu-se às suas decisões… lançou tarde, adquiriu estúdios tarde, e agora vem com moralismo barato e demagogo sobre o consumidor…

Uma empresa que vendeu uma consola baseada numa promessa demagoga como era o Cloud. Que enganou dando a entender que o directX 12 superaria tudo, que enganou dando a entender que a Cloud daria 6x a performance da consola, superando a PS4, que fechou os seus estúdios, que não deu suporte à consola, que queria DRM, que queria impedir a venda de usados, que obrigou a comprar um Kinect que depois pura e simplesmente matou, tornando num pisa papel, que tirou os exclusivos da consola, que quer apostar em serviço e streaming, abandonando o hardware, e você vem falar que essa empresa está a defender o consumidor?

Você acha mesmo que a Microsoft não vai abandonar as consolas antigas? Se sim, espera sentado!

bruno
bruno
Responder a  Fernando
24 dias atrás

“Com certeza e a melhor politica do mercado subutilizar um sistema que ainda e capaz para forcar os seus consumidores a comprar o novo console…”

Talvez. Mas para isso deves consultar a Microsoft, que nao tem revelado infelizmente numeros de vendas. Tiveste a Xbox ONE subutilizada, a ONE S subutilizada e pior, convecerem uns quantos patos pagarem 500$ para terem uma ONE X subutilizada que agora vem dizer que e preciso ser subtituida.

Seja como for, o facto de ja terem descontinuado o modelo SAD e o modelo ONE X, aponta que talvez nao tenha corrido bem.

“Sackboy parece que poderia ter sido feito no PS3”

Tu e eu relembramos a PS3 de forma distinta. Sobretudo as texturas que eram permitidas e a resolucao, sem esquecer a fisica. Mas nada como refrescar a memoria;

https://www.youtube.com/watch?v=xXKXMHXH0Ec

https://www.youtube.com/watch?v=mUwI6e-em3o

No entanto nao nos esquecamos desta perola que e o melhor exemplo de evolucao e tecnologia:

https://www.youtube.com/watch?v=kflKvqZEQ2I

“ou o GT7 que ate parece regradir nos visuais em compracao com GT Sports…”

UI, foi quase. Quase que mandavas a farpa! Mas enganaste-te no jogo de corridas. Pista: saiu para PS4, e superior a tudo o que foi lancado esta geracao no quesito grafico.

E nao, por acaso nao parece pior entre esses dois:

https://www.youtube.com/watch?v=bVmHa_Xxhlk

“Certamente a MS e anticonsumidor, e na verdade nao e a Sony que e uma empresa arcaica presa em um modelo de negocios dos anos 90.”

Modelo de negocio dos anos 90: jogos singleplayer, completos de 15 ou mais horas. Gastavas 50/60 euros por produto completo com principio, meio e fim.

Modelo de negocio inovador que a Sony nao segue, mas a MS segue: MMOs repetitivos em que se impoe sempre metas mais dificeis e impossiveis aos jogadores e nunca ha real progressao dado que o objectivo e durar para sempre. Colocar a progressao tao dificil e criar vicio para que se gaste mais que 6 consolas inteiras a conseguir progredir atraves de microtransaccoes e lootboxes, e nao se tenha tempo de jogar mais nada. Criar vicio em lotaria. Cortar conteudo do jogo e entregar como extra pago apos o cliente ter desenbolsado o mesmo que teria desembolsado nos anos 90 por um jogo completo.

Tens toda a razao… a Sony e uma arcaica e tolos sao aqueles que nao aplaudem este novo modelo de negocios… tao “pro-consumidor”!

“O que eu acho mais engracado e ver um monte de brasileiro que nao vai ter dinheiro para pagar os 8 mil reais que a Sony vai cobrar pelo PS5..”

Nao sei porque a surpresa. Eu vi um monte de pessoas… americanos, brasileiros, portugueses, a passar pano a uma empresa que achou bem cobrar 2200 reais por uma consola que incluia uma camara que foi anunciada como obrigatoria e depois foi inutilizada, subaproveitar essa consola, vender uma outra, desta vez para ter performance, a 3999 reais e subaproveitar tambem essa consola porque se esqueceu que tinha que fazer jogos para ela.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Fernando
24 dias atrás

Interessante que você se refere a modelo de negócios dos anos 90, sendo que o Xbox 360, a única consola de grande sucesso da Microsoft, teve exclusivos de peso nos seus primeiros 2 anos de existência (Halo 3, Forza 2, Gears 1, Bioshock).

E da mesma forma, me lembro de muitos brasileiros com PS2 em casa, mas desejando comprar um Xbox 360 vide a qualidade dos seus jogos.

Achas mesmo que o dono de um Xbox One X desejará investir em um Xbox Series X apenas por causa de presets melhores?

Deto
Deto
24 dias atrás

Acabamos esquecendo.

mas Age of Empires 3 remaster e Age of Empires 4 NÃO SAEM NO XBOX.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Deto
24 dias atrás

Eles estão priorizando o Pc. O Xbox é só marketing mesmo. Montaram o SX para ser marketing para o Pc. O que faz sentido, pq pelo que vem ocorrendo ao longo de anos aponta para Xbox virar um serviço. Eles só precisam do hardware ainda para divulgar o serviço e esse se espalhar…

Edson
Edson
Responder a  Sparrow81
24 dias atrás

E falo mais… Caso o lockhart seja bem sucedido, é o series X a próxima vítima de ser descontinuado. Provavelmente, um abocanhará o outro!

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Edson
24 dias atrás

Pois olha, se sai o séries s, eu acho muito difícil MTA gente engolir…. Você faz propaganda de 12 Teraflops e lança um que não tem nem metade para limitar em 1080p? Qual é a lógica da Microsoft? Não era ela a true 4k? Aí na geração seguinte fazem o caminho inverso? Isso demostra que a divisão Xbox está perdida, atirando para todos os lados. Não sei como pode defenderem ainda. É insanidade total e lamentável.

Ewertom
Ewertom
Responder a  Deto
24 dias atrás

Porque são jogos de pc e o seu mercado é no pc,quem vai jogar esse estilo de jogo no console,Não faz sentido algum?Já tivemos experiências no passado e foram flops gerais.

Deto
Deto
Responder a  Ewertom
24 dias atrás

mas o xonão não tem o suporte ao mouse?

pois é, agora vc esqueceu dessa FEATURE INCRÍVEL que torna o video game com crackdown melhor que o video game com Goty of War?

que coisa bizarra, agora até “esquecer” o suporte a MOUSE no xonão supremo os caras esquecem, pensei que esse era uma FEATURE FUNDAMENTAL que botavam na LISTA de Features junto com “play anyware” “suporte a APPs tipo Kodi” “o multitarefa”

pq lista de “features” é fundamental, lista de JOGOS não LOL

acho até engraçado, lembrei das “FEATURES” do xonão, que eram hypadas na internet…

  • APPs do “windows” no xbox, tipo Kodi
  • play anyware, que no HALO MCC não tem suporte.
  • “multitarefa”
Livio
Livio
24 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Olha aí a marca pró-consumidor!

https://www.theverge.com/2020/7/16/21327330/microsoft-xbox-one-x-s-digital-edition-discontinued

Cadê o Fernando?? Pois o One X ainda é capaz, não é o hardware mais potente da geração? Se o PS4 ainda é capaz, segundo ele, o One X também é!

Fim do conceito de gerações de consoles e retira o mais potente da geração para que possa comprar o novo hardware, não seria isso hipocrisia?

Edson
Edson
Responder a  Livio
24 dias atrás

Concordo contigo, Livio! Vão deixar o one S, mas tirar o one X para não causar uma possível confusão no consumidor comum em relação ao possível lockhart. Quem comprou o ” monstro” tem que vendê-lo o mais rápido possível, pq vai desvalorizar como nunca.

Livio
Livio
Responder a  Edson
24 dias atrás

e só lembrando que teve gente que gastou $500.00 no lançamento do One + $500.00 no lançamento do “monstro” e agora só observa o mais potente ser descontinuado para forçá-lo a mudar de hardware e gastar novamente o possível valor de $500.00.

Quem foi que disse que venda de hardware não dá dinheiro?? Fazer vc gastar U$500.00 a cada 3 ou 4 anos é muito bom!

Agora uma observação, os sites estão noticiando que eles deixarão de ser fabricados assim que o Series for lançado, mas não acredito nisso, lembram de um comentário meu ao Bruno em que dizia que não acreditava um lockhart a $250.00 ou $300.00?? Pois bem para construir esse meu comentário eu pesquisei o preço dos modelos One tanto no site oficial americano quanto na Amazon americana e em ambos os sites constava que o modelos estavam descontinuados, isso há 3 semanas. Quando começaram a perceber isso e a formar thread em fóruns a MS simplesmente mudou de Discontinued para Sold Out, para dar impressão que esgotou o estoque (Só que aqui no BR ainda tem e muito!)

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Livio
24 dias atrás

Ou seja, deve aparecer mesmo o séries S e o séries x passa a não fazer tanto sentido. Na verdade faz sentido para o marketing “o mais poderoso” e ser o “Pc” de topo no sistema “séries” do Xbox. Que o de cima será limitado pelo mais fraco, não sei! Mas dificilmente não será limitado se a specs vazadas dos séries s for próximo ao que ele vai ser no mundo real.

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  Livio
24 dias atrás

Mas aí se virá mesmo esse Series S, não tinha como continuar no mercado o One X, se querem mesmo lançar um Series S com valor baixo, descontinuar o One X era a primeira coisa a se fazer

Livio
Livio
Responder a  Fernando Molina
24 dias atrás

Sim e foi isso que comentei 3 semanas atrás, só faria sentido o Lockhart nessa faixa de valores caso o One X sofresse uma baita queda de preço e essa lógica eu acharia melhor nem que resultasse na saída de mercado do One Slim, deixando só os mais potentes disponíveis.

Agora indo para este ponto pode ser que o custo de fabricação do One X não permite uma queda brusca do valor de venda e por isso foi descontinuado, já o One S um hardware mais antigo teria mais folga na redução de valor, aliás acho que por aqui já falaram que teve uma promoção em que o One S estava por $99,00, se sim provavelmente este deverá ser o novo valor após o lançamento do Series

Marco Antonio Brasil
Responder a  Livio
24 dias atrás

Acho que isso praticamente confirma que vai haver um Series S.
Mas também me faz parecer que ele não será tão barato quanto alguns pensam.

Deto
Deto
Responder a  Marco Antonio Brasil
24 dias atrás

para mim, o xbox sx vai ser uns 600 USD.

não faz sentindo lançar dois consoles diferentes, para um ser o barato, se o mais caro não for realmente caro.

obviamente o SX vai ser mais caro que o PS5.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Deto
23 dias atrás

Pode sair o séries s a 400 dólares e o SX a 550,00.

Equipa PCManias
Responder a  Deto
23 dias atrás

Caro leitor.
Foi detectado um comentário com o mesmo nome de utilizador e um novo e-mail que ficou retido e não entrará.
Caso o comentário seja seu, tenha o cuidado de usar sempre o mesmo e-mail.
Se mudou de e-mail por qualquer motivo, por favor informe que isso aconteceu.

Marco Antonio Brasil
23 dias atrás

https://www.gamevicio.com/noticias/2020/07/gears-5-no-xbox-series-x-vai-alem-da-configuracao-ultra-no-pc/

Independente das falácias de marketing, acho que está ficando claro que a MS vai apostar, nesse primeiro momento, em jogos crossgen com presets “além do ultra” e +fps no Series X. É uma estratégia, pode dar certo ou não. Poderemos analisar melhor após o evento do dia 23, que será focado nos jogos.

Em relação à Sony, caberá a ela mostrar features nextgen nos jogos que saírem em 2021 para diferenciar sua estratégia.

Acho que vai ser um duelo interessante, temos duas boas máquinas, como o Mário sempre destaca, com propostas diferentes. Próximos meses prometem.

Deto
Deto
Responder a  Marco Antonio Brasil
23 dias atrás

imagine da 1h do dia 23 no xbox, 40min vai ser jogo da retro com melhorias?

Daniel
Daniel
Responder a  Marco Antonio Brasil
23 dias atrás

Eu acho essa estratégia da Microsoft muito arriscada. Se ela falasse que apoiaria o One/s/x pelo Xcloud, ok, mas ela pode acabar ficando no meio do caminho; entregar um jogo extremamente capado para a atual geração; e um jogo muito aquém dos jogos da Sony, dos multi next gen, e de jogos second party de estúdios menores como Scorn e The Medium que serão exclusivos da nova geração (aqui pode pegar extremamente mal se estes se sobressaírem tecnicamente sobre um Halo Infinite por exemplo, em algumas áreas). Mas para chegar no dia 23, desmentir o que ela disse pouco custa tmb, pq o trabalho de marketing deles é muito desorganizado, muita gente com lugar de fala, onde deveria ter somente um.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Marco Antonio Brasil
23 dias atrás

Isso aí me lembrou a Rockstar no inicio da apresentação do PS5 querendo enfiar mais GTA V goela abaixo dos jogadores

Livio
Livio
Responder a  Marco Antonio Brasil
23 dias atrás

Daí novamente comprarás um hardware para jogar games da geração anterior

Livio
Livio
23 dias atrás

Daí você vai hoje na Eurogamer e dá de cara com essas duas notícias:
1-Phil Spencer está farto das guerras de consolas e da toxicidade
2-Phil Spencer diz que os estúdios Xbox é que decidem se querem jogos cross-gen ou apenas na próxima geração
Daí entendo quando o Galvão excede ao falar do Phil com essa demagogia toda. Fala que está cansado do console wars mas seu subordinado direto, Aaron vive fazendo isso(esperando o que ele vai publicar após o hands-on do Dual Sense) e no segundo ponto dizia que o One teria suporte mas agora são as devs que decidem, que excelente empresa pró-consumidor

Livio
Livio
Responder a  Livio
23 dias atrás

Aí vc desce um pouco nas notícias e tem a terceira:
Jogos da Xbox Game Studios serão todos cross-gen durante os próximos anos
Que confusão, diz que todos serão cross, depois diz que cada estúdio Xbox é quem decide e depois vem e fala que todos serão cross-gen…

Não vou assistir ao evento do dia 23, assim como foi no último Inside, prefiro esperar as notícias

Deto
Deto
Responder a  Livio
23 dias atrás

Tudo para dar argumento para fanboy do xbox na internet.

“hurr durr PS5 anti consumidor, xbox crossgen respeita o consumidor, xbox wins, xbox bonzinho, phill é um cara super legal”

SX com exclusivos:
“hurr durrrr LIBERDADE para o desenvolvedor, xbox wins, xbox bonzinho, phill é um cara super legal”

Depois o cara vem dizer que é contra o console wars, TODO o marketing do xbox é voltado a dar argumento para console wars e mentiras.

“true 4k”, para fanboy do xbox falar grozelha do PS4 PRO na internet, no final quase TODOS os EXclusivos do xbox são “4k fake” no xoneX

“true crossgen”, para fanboy do xbox falar grozelha do PS5 na internet que é “anti consumidor”

“true next gen”, para o fanboy falar que é LIBERDADE pra o desenvolvedor, xbox wins, e ninguém falar que “segura a nova geração”.

ao inves de estar preocupado com entregar JOGOS, o xbox está preocupado em sustentar narrativas na internet.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Livio
23 dias atrás

É a casa da mãe Joana aquilo lá, eu como dono de xbox desde 2014 fico puto

Deto
Deto
Responder a  Livio
23 dias atrás

Simples.

Phill: “os jogos vão ser todos crossgen”

fiel da seita do xbox: isso ai, pró consumidor xbox bonzinho, Sony lixo lançando exclusivo de PS5

Phill: “o desenvolvedor decide”

fiel da Seita do xbox: isso ai, liberdade para os desenvolvedores, xbox bonzinho

Basicamente isso.

A sony lança exclusivo nova geração, é anti consumidor pq o xbox lança crossgen

Mas se a MS decidir lançar exclusivo SX, é bom pq é liberdade pra o desenvolvedor.

Daniel
Daniel
Responder a  Deto
23 dias atrás

Não acharia impossível da Microsoft, na prática, desistir do One antes da Sony com o PS4 ainda kkkk.
Primeiro, a Sony não falou em parar de produzir consoles ps4, e segundo sempre tem aquele jogo second party ou então um jogo ou outro de VR que irá surgir posteriormente. Exemplo clássico são os jogos japoneses como dragon quest e persona que, até 2016/2017, apareceram em ps3 e psvita.

Livio
Livio
Responder a  Daniel
23 dias atrás

e não duvido, para mim a lógica seria pelo menos deixar oOne X disponível e para a produção do S e suas variantes, mas não, encerra a produção do mais potente e do mais barato.

Rodrigo Barbosa
Rodrigo Barbosa
23 dias atrás

Que é isso Mário? Você não está de férias? Entrou aqui só para falar mal do Head do Xbox Phil Spencer? Que férias são essas? E a churrascada? Claro que isso é só brincadeira, você pode escrever sobre o que quiser. 😁

Helmer Silva
Helmer Silva
23 dias atrás

Off topic:
Deixo aqui um link para quem quiser ver uma entrevista( em inglês) de um YouTuber ao insider Jeff Grubb, em que falam da nova geração, especulação de preços, expectativas para o evento da Xbox, as políticas das duas empresas, assim como informações privilegiadas que ele possui , no caso praticamente confirmou a existência de um novo jogo da franquia Fable que tanto se tem falado, só não confirmou que o iremos ver neste evento, mas pronto quem quiser dê uma vista de olhos na entrevista que é bem interessante alguns pontos que ele mete em relação à nova geração de consolas

https://youtu.be/PFlL3CKil2Y

Livio
Livio
23 dias atrás

Pró-consumidor:
https://olhardigital.com.br/games-e-consoles/noticia/microsoft-remove-opcao-de-assinar-xbox-live-gold-por-um-ano/103673

*Por enquanto a opção de 12 meses ainda está disponível no Brasil

error: Conteúdo protegido