Playstation 5 está a ser um grande sucesso de vendas

5 5 votes
Avalie o nosso artigo

Foram 3.4 milhões de consolas vendidas em apenas 4 semanas.

Lançada a 19 de novembro a PS5 tem-se revelado um sucesso de vendas.

A comprova-lo estão os dados recentemente vindos a público, que revelam que a consola terá vendido algo como 3,4 milhões de exemplares no período de apenas 4 semanas.

A procura aliás supera a oferta, e se mais consolas a Sony tivesse, mais venderia. Nesse sentido a Digitimes refere que a marca espera colocar em 2021 algo entre 16 a 18 milhões de consolas no mercado para suprimir uma procura que já existia desde a fase de pré venda.

Com stocks esgotados em todo o mundo, a PS5 foi mesmo a consola que mais vendeu na história dos lançamentos de consolas nos EUA. Um valor que não só foi recorde, como surpreendeu ao bater claramente a Xbox no seu próprio território.



Estes valores cimentaram a posição da marca Playstation como a marca de consolas de maior sucesso da história, e com o aumento de produção para 2021 os fans que não conseguiram a consola não terão de desesperar. 2021 verá um grande número de consolas a entra no mercado, muito certamente suprimindo as carências atualmente existentes.

Numa outra nota, com as vendas na última semana, os globais estimados de vendas da PS5 são de 4,192,807 unidades.

Como comparação, a Xbox série X e série S terão vendido em conjunto um total de 2,242,928 unidades nas úlimas 5 semanas.



5 5 votes
Avalie o nosso artigo
guest
97 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Hiago
Hiago
17 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Fico feliz pela Playstation, mas não suporto olhar para esse Jim, tenho a impressão que ele é um dos principais responsáveis pelo abandono da Sony ao Japão e as políticas de aumento de preço dos jogos.

duarte
duarte
Responder a  Hiago
17 dias atrás

Verdade, o Jim é responsável por se cobrar 80 euros por God Fall e por um Remake!
Quanto ao abandono do Japão penso que tem sido uma coisa gradual de longa duração fruto do gosto dos japoneses.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Hiago
17 dias atrás

Pegaram o cara pra Cristo. Ele está na empresa desde o PlayStation 1! E faz tempo que toma decisões importantes lá dentro, não é de agora.
Sinceramente, em sã consciência, você acha MESMO que o Jim vai dar as cartas dentro da playstation e os japoneses apenas aplaudem um ocidental no comando da empresa? É MUITA INGENUIDADE achar que os japoneses pedem benção para o Jim. Por favor!

Quanto ao abandono ao Japão, que abandono? Olhar para o mundo e como os gamers querem os jogos diferentes do que o público japonês gosta é abandonar o Japão? Por favor… Fala sério! Se não abandonar o público japonês é virar uma Nintendo, fazendo o mesmo jogo a 30 anos e aquela galerinha lá aplaudindo, a Sony é que está certa. O mercado de games é muito, mas Muito grande para ficar apenas pensando em agradar japonês. Por sinal, nenhuma empresa expandiu e é o que é hoje graças ao Japão apenas. Veja a história da Nintendo e sua expansão para o ocidente.

Edson
Edson
Responder a  Sparrow81
17 dias atrás

Sparrow, a Nintendo faz jogos iguais por 30 anos? A Nintendo cria de 1 ou 2 franquias por geração, mas pra vc, ela faz a mesma coisa. Quantos anos tem gran Turismo, será? Quantos consoles da Sony já teve GOW? Será que a Nintendo usa mais tempo as suas franquias, pq simplesmente ela é a mais velha do mercado? Será tbm que suas franquias estão em alto nível há décadas e décadas, pois ela não tira a mão da qualidade, com isso as pessoas ainda compram bastante? Se a Sony fizer um TLOU por 30 anos, vc achará ruim? Sabe seu problema, vc é tão fanboy que seus argumentos se perdem, tamanha paixão cega por tudo que a Sony faz, como se a mesma fosse infalível. Jim Ryan está décadas na Sony, mas o mesmo não tinha o poder de decisão que hoje tem, pois ele era presidente da divisão europa, mas agora é presidente da divisão Playstation global, mas realmente ele não decide nada né! Nomeação de Helmen Hulst, o defensor de games no pc. O convite a “retirar-se” que Shawn Layden recebeu msm com ótimos serviços prestados, saídas de grandes desenvolvedores de jogos dos estúdios japoneses da empresa, um atrás do outro, como noticiado pela Bloomberg, não é nada tbm! A empresa liga um “foda-se” para o Japão, como se o Japão não tivesse nenhuma importância comercial e cultural para os jogos, o cara transforma o playstation em uma espécie de xbox, com políticas anti consumidoras, enfiando goela abaixo jogos por 70 dólares, dizendo que retro não é importante, colocando jogos no PC, matando o desenvolvimento dos jogos japoneses da empresa, em prol dos games Estadunidenses, mas… “Tadinho do Ryan, pois ele é mal compreendido!” Homem aranha está sendo um fracasso comercial por conta do alto preço do game a ponto de Ryan vir com discurso de voltarem a analisar preços dos jogos, etc.. O fato do ps5 estar vendendo bem, deriva-se muito mais do legado do ps4 e do insucesso do xbox series, além de estar faltando series X no mercado, que agrava mais ainda o problemado da MS. Não estou dizendo que o ps5 é um produto ruim, longe disso! Estou querendo dizer que as vendas dele estão a acontecer muito mais por demérito da concorrência do que dos méritos dele, até pq, quase não há games que o justifique no lançamento.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Edson
17 dias atrás

Já tivemos essa discussão. O que vende Nintendo até hoje são jogos de 30 anos. Mario de tudo que é jeito e algumas franquias enterradas. Eles não escondem isso oficialmente, cara! “Não queremos jogos mais adultos, violentos”. Eu sou fanboy? Você não me conhece! Aqui em casa entraram TODOS os consoles Nintendo até hoje.
E sim, a Sony está vendendo ps5 como água por culpa da concorrência, não pela sua line-up de primeiro ano mais rica e forte de todos os tempos. E eu que sou fanboy! Hahaahahah
Quanto a criar duas novas franquias por geração, já viu a Sony quantas criou com o PS4? Não há a mínima comparação nisso. Continue jogando Mario e Zelda a vida toda, eu vou desfrutar do melhor da indústria, dos melhores exclusivos para o público adulto e da empresa que investe em novas ipsz.seja triple A ou em Studios indies.
Quanto ao Jim, eu disse que ele não apita nada? Ora, me chama de fanboy e se comporta como um, acusando eu de falar algo que não falei para seu argumento fazer sentido. O Jim tem grande poder de decisão na empresa sim! Mas se você acha que ele é um ditador e vai tomar todas as decisões sozinho, não deve conhecer o mínimo da história do PlayStation.

Edson
Edson
Responder a  Sparrow81
17 dias atrás

Não disse que ele é ditador, e sim, que como presidente, ele toma decisões e entendo que andou falando demais! Quanto à lineup do ps5, só há um único game até o momento que está no ps5 que é o Demons Souls, que inclusive deve ter sido um flop em vendas, muito pelo preço abusivo de 70 dólares. A Sony tem muito menos franquias do que a Nintendo, inclusive seus estúdios amadurecem na geração ps3 e é depois dali que nascem as maiores franquias do PlayStation. A Nintendo faz console desde os anos 80, tendo obviamente mais jogos e necessitando menos de criar novas franquias, pois ela além de ter várias, as que mais usam, fazem sucesso. Com relação à jogos infantis, isso é relativo! Sim, os jogos dela na maioria dos casos, atendem mais as famílias e costumam ter gráficos mais infantis, porém jogos não são somente gráficos e quando vc olha para os games da Nintendo, nota-se capricho em todos os quesitos técnicos. Continuar jogando Mário e Zelda? Argumento de fanboy chororô! Switch fará 4 anos em Março desse ano e já colocou no the game Awards para concorrer a game do ano,além de Mário e Zelda, Animal Crossing e Smash bros. Lembrando que Bayoneta 2, exclusivo do wiiu concorrera antes, além de Metroid prime. Hades que concorreu esse ano, nos consoles só o encontra no switch, fora Xenoblade Clonicles que sempre concorre como melhor RPG. O próprio Luigi’s Mansion e Astral Chains ano passado, poderiam tranquilamente concorrer a games do ano, pois em nota de metacritic estavam acima da maioria, inclusive de Death Stranding. Mas nintendista vive de Mário e Zelda e o Sonysta só de franquias novas… 2 Uncharteds na geração ps4 fora os remasters, GOW 3 remaster e mais um GOW, mais um TLOU, etc… O que a Sony entregou de novo no ps4 de tão relevante foram 2 jogos ( Horizon Zero Dawn e Ghost of Tsushima) quanto a Spiderman, é o msm herói de sempre, da mesma forma de sempre, porém com maior qualidade, mas é o ” Mário ” do playstation, já tendo 2 jogos e umas 3 dlcs, porém Spiderman pode ne!

duarte
duarte
Responder a  Sparrow81
17 dias atrás

O que vende nintendo são os seus jogos muito bons, que as pessoas adoram e se divertem com eles.
´

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Edson
17 dias atrás

Edson aqui lendo seu comentário sinto que também tenho que me posicionar a respeito disso.
Eu concordo em partes com o seu comentário e quero dizer que não tenho nada contra você ou ao user Sparrow, mas por diversas vezes tenho evitado de comentar aqui sobre críticas que tenho a respeito desta nova postura da Sony, sou um dos que não vai com a cara desse Jim Ryam e é só olhar o blog americano e ver que as pessoas não vão com a cara dele e nem com a do Helmen e sempre que falo algo contraa Sony, o user Sparrow sempre aparece com argumentos mais acalorados para defender a Sony que sempre é a melhor e a Nintendo e Microsoft só fazem besteiras. Acredito que isso foi um dos motivos que cansaram o user Bruno de comentar aqui, coisa que sinto falta.
Digo também que nunca vi o user Sparrow faltar com respeito a ninguém aqui, mas que seus argumentos mais “animados” possam tornar a conversação um pouco difícil e cansativa.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Daniel Torres
17 dias atrás

A culpa do Bruno não estar aqui é minha então? Ora, ele cansou de falar coisas em que nem se fazia sentido e aí ao ser rebatido, não consegue lidar com isso? Não fui eu apenas que rebati o que ele disse, foram vários frequentadores, inclusive o próprio Mario! E o Bruno sim, várias vezes, nas sua últimas participações foi ácido com outros frequentadores, inclusive com o Carlos Eduardo, o reepreendendo de algo totalmente sem sentido, onde o próprio Mario teve de intervir! O que acontece é que o que o Bruno disse aqui antes do lançamento dos consoles, está a acontecer o contrário!
“AMD não vai chegar nas Nvidias”, chegaram!
“Ps5 e SX são lançados mais defasados que o PS4 e Xbox One em relação aos PCs de cada época”, NAO SÃO E isso está a se provar!
“Eles teriam que lançar os consoles só para ano que vem, já com jogos do nível unreal 5” Puro delírio, pois o que se mostra por diversos meses e na entrevistas recente com a epic, não é assim que funciona!
TUDO ISSO QUE ELE FALOI FOI DEBATIDO COM O MAIOR RESPEITO, INCLUSIVE SENDO REBATIDO PELO PROPRIO MÁRIO!

E EU SOU O CULPADO POR ISSO? HAAHAHA

Olha, se for para o bem do pcmanias e dos utilizadores aqui e para o todo querido de todos BRUNO volte, eu precisar ser banido do site, que assim seja!

Por favor Mário, se foi esse o motivo do Bruno se retirar daqui, então pode me banir. Continuarei acompanhando, mas sem ler os comentários. Apenas lerei seus textos, pois são esclarerecedores e enriquecem.
Quando um utilizador antigo pode falar o desparate que quiser sem ser questionado, não faz sentido algum continuar aqui a debater por nada. É só perder tempo!

Quanto ao Jim, tudo bem não ir com a cara dele, mas meu ponto não foi esse! Está bem explicado no comentário acima! Não há possibilidades do Jim ser um ditador na PlayStation e fazer o que bem entende sem que os japoneses que lá participaram de toda a contrução do PlayStation fiquem a aplaudir. É ingenuidade pura achar que as decisões não passam pelos japoneses. Ou apenas não conhecer da história do PlayStation e dos japoneses que lá estão e já estiveram afrente como presidentes.

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Sparrow81
17 dias atrás

Sparrow em nenhum momento eu disse que o principal motivo do bruno não participar era só você e eu não estou pedido que o Mário ou ninguém tome uma atitude contra você, pois você não fez nada de errado ou quebrou as regras. Agora em defesa do Bruno ele seempre foi um membro que tecia ótimos comentários com um ótimo conteudo que por várias vezes o Mário compactuava, teve vezes que o Mário ate modificou alguns artigos baseado nas informações que o Bruno trazia, eu honestamente não sei dizer o que aconteceu a ele pois os últimos comentários foram bastante infelizes.

Agora você vê o quando eu refiro ” comentários mais acalorados ou neste caso irritadiços”? Veja o tom na escrita que você utilizou para falar comigo e o Edson. O que você me passa (pode não ser sua intenção) é que aqueles que tem um opinião diferente da sua estão automaticamente errados ou que não tem o direito de criticar a Sony.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Daniel Torres
17 dias atrás

Quanto ao Bruno, nada contra! Só contra ele ir rebater outro utilizador com certa soberba e não aceitar não estar certo. É isso. Essa é minha critica e até falei a ele no momento. Era um utilizador que ajudava sim, mas quando falou besteira, outros debateram com educação e ele não gostou? Ora, aí é demais pra minha cabeça mesmo.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Mário Armão Ferreira
16 dias atrás

Desculpa, Mario. Eu vi sim e não só eu. Ele foi extremamente deselegante com o Carlos Eduardo. Super infeliz o repreendendo de algo absolutamente desnecessário e após várias pessoas falarem que foi infeliz, ficar insistindo que estava certo foi muito sem noção. Achei até que ele era dono da pcmanias em certo ponto. Não fui só eu que falei, mas vários frequentadores o repreenderam nesse episódio.

Mais afrente teve várias análises equívocadas de vários aspectos… E eu cobrei ele, pois não aceitava naquela altura que o questionassem. Então quando a realidade se mostra diferente do que afirma, creio que um pouco de humildade e dizer que errou vai bem, né?

“Os consoles PS5/SX estão mais defasados frente aos PCs que a geração Xone/PS4”
“Mais uma vez a Nvidia dará surra na AMD”
“Geometry Engine muleta!”(ESSA É UMA PÉROLA e vindo de uma pessoa tão inteligente como ele, só tive a certeza que andava já azedo com tudo e falava coisas até sem sentido)
Etc etc…

Quando se fala certas coisas com muita convicção e se é questionado e não aceita, quando se concretiza diferente disso e se é questionado novamente, o que seria o esperado? Se irritar ou assumir que errou? Então…

Em tempo, esse assunto é superado. Só é chato todo esse mimimi pelo Bruno. Eu nunca vi NINGUÉM faltar com respeito a ele. Esse papo que fanboys afastaram o Bruno do Pcmanias? Por favor, vamos sejamos um pouco mais sensatos, né??

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Mário Armão Ferreira
15 dias atrás

Mas nesse aspecto todos já sabiam. Estamos falando em referir de força bruta mesmo, onde disse que não daria para acompanhar e…. Bom, sabemos bem.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Mário Armão Ferreira
16 dias atrás

Coisa que nunca vi o Bruno fazer, por exemplo. Voltar atrás de suas convicções. Ao menos no tempo que frequento o Pcmanias

Livio
Livio
Responder a  Sparrow81
17 dias atrás

Sobre o Jim eu não acho que ele comande a Sony por um todo, que os japoneses sejam submissos a ele, mas uma coisa é certa, ele comanda a divisão mais lucrativa da Sony, aquela que a salvou da beira da falência.

É notável a diferença da gestão do Jim em relação ao Layden, Treton, Yoshida e/ou Hirai. É a primeira vez que vejo os usuários mais ligados a plataforma PS não gostarem de um gestor. Sei que carisma não leva uma empresa ao sucesso, mas a falta dela também afasta as pessoas e só remete a tempos nada bons que foram os anos iniciais do PS3 com a Sony bem arrogante.

Já sobre o Bruno não sei qual o verdadeiro motivo da ausência, mas em uma coisa concordo com o Sparrow, ele não aceitava alegações contrárias a dele, mesmo ele estando em uma posição não correta, aquela discussão com o Carlos Eduardo foi um exemplo onde quase todos os comentários de outros users a dizerem que ele foi infeliz ao criticar um user e ele sustentando a crítica realizada. Fora que tantos outros comentários em que, ou era do modo dele ou era do modo dele, dificilmente via algum comentário dele a dizer que mudou de opinião em relação a resposta de outro.

Eu mesmo concordo com ele de que o PS5 e Series deveriam ser lançados no final de 2021, mas devido aos jogos e não ao hardware(como ele defendia).

Sei que Sparrow e Deto tem modos únicos de escreverem, não atacam ninguém, mas escrevem de um jeito que nem todos gostam, retratam a realidade da maneira deles e isso chateia alguns, mas atrelar a saída de um ou de outro devido a eles não é o correto.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Livio
17 dias atrás

Pois eu prefiro esperar pra ver do que apenas não gostar por não gostar, entende?
Eu já estou puto com certos patchs do ps4 para ps5 que fazem os jogos rodarem piores do que sem os patchs “next gen”. Isso a comunidade tem que gritar mesmo.
Agora, esse cara, tão demonizado por tantos foi o que permitiu a criação do que muitos falam ser o console mais revolucionário e bem feito da história. Deu respaldo ao Cerny.
Então não vejo só o lado ruim das coisas.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Mário Armão Ferreira
16 dias atrás

Boa reflexão, Mario.
No que tange discordarem do que eu digo aqui nos comentários, não vejo problema algum… O problema que vejo é que quando existe algum tipo de discordância e embate, já citam o Bruno e blá blá blá… São viúvas agora? EU NÃO JULGO aqui Nenhum utilizador melhor que o outro! Ponto final! Se ele em todo comentário vinha retrucar, vou responder na mesma moeda TB. Inclusive tentar perguntar se as previsões que fez sobre AMD levando novamente surra da Nvidia se concretizaram… O meu estilo de escrever pode ser mais direto, muitas vezes comparando para chegar a alguma conclusão, mas nunca ofendi ou faltei com respeito com alguém aqui. Enfim, assunto superado da minha parte. Por sinal, me chamam de fanboy, mas se comportam muitas vezes pior! Como pode ver acima. Eu não sou fanboy de marca, só um baita de um fanboy de videogames durante toda minha vida. Tenho uma história com videogames. Essa porra dessa guerra de consoles dá no saco as vezes! TUDO é narrativa para ser fanboy agora? Se eu crítico a Nintendo e a Microsoft pela abordagem delas que eu não gosto hoje, sou fanboy Sony? Só porque hoje eu prefiro ter um PlayStation em casa que um Switch ou Xbox? Façam o favor, senhores! Muitos aqui já pessoas de meia idade se comportando de forma infantil… “ah mas quando é a Sony… Ahhh se falar da sony aqui..”” meus amigos, a porta da rua é serventia da casa! Se não está feliz com comentários ou críticas nos comentários, vaza, passa batido, passa reto. Não é porque há critica que existe adoração.
Não é porque gosto de PlayStation hoje, que vou gostar amanhã! Não é porque Nintendo entrou em todas gerações na minha casa que vai entrar mais. Por sinal, as vezes a gente é trouxa de insistir em uma marca que não entrega mais o que a gente procura. Porém, defender já é um certo grau de loucura.

Quanto ao Jim e líderes da Sony, fez um ótimo contraponto.
Jim Ryan é demônio hj, por causa dos preços, do mercado japonês não valorizado pelo PlayStation, etc etc…
E ele não é um dos responsáveis por dar carta branca para o Cerny fazer o que bem entendia com o Hardware novo, que o console tão elogiado por muitos devs e citado como revolucionário é obra apenas do engenheiro contratado? Da line-up mais forte de todos os tempos do primeiro de um console é culpa de quem? É aquela coisa: Demonizar é fácil, elogiar é MUITO mais difícil!

Quanto ao Japão: O mercado japonês é muito peculiar… A Sony nunca teve seu foco nele e vem diminuindo a fatia de mercado lá geração por geração… Qual empresa é sucesso lá? Nintendo e SOMENTE ELA!
POR QUE? Bem, tenho alguns aspectos a serem levantados sobre, e me corrijam se estiver errado:

– Os japoneses enxergam games diferente de nós ocidentais. Eles olham como entretenimento livre e para jogar minutos de horas vagas. Não gostam daquele compromisso com histórias e narrativas. Veja os jogos da Nintendo e se entende como o Lúdico e a história quase inexistente ou de fácil compreensão é o que pega o público. Salvo quando se é uma história com o tema JAPÃO! Aí é sucesso de vendas. Ou um game que tem um Kojima da vida afrente do projeto, sempre venderá bem lá. É um público que olha muito pro tradicional.

– Japoneses são tradicionalistas e orgulhosos. São como os americanos do oriente. Eles vendo a Sony mudando suas políticas e tendo um presidente que não é japonês, que claramente não prioriza o mercado japonês, tendem a não gostar muito. Não se enganem, eles são muito educados, mas orgulhosos ao ponto de fecharem os olhos para outras culturas clássicas no mundo: Grega, Nórdica, etc etc…

– Jogos com narrativas longas e histórias abrangentes sobre outras culturas que não o Japão tem difícil aceitação por lá. God of War não é para japonês, The Last of Us pior ainda. Eles adoram abordagem de heróis, longe da realidade, etc.

Eu prefiro a Sony “abandonando” o Japão do que valorizando demais, como é o caso da Nintendo. Sou ocidental e não oriental. Minha preferência por games é com histórias ricas, sobre culturas variadas e imersão profunda nesse mundo. Não algo superficial de entretenimento para minutos e tanto faz se jogo pouco ou muito.

Edson
Edson
Responder a  Daniel Torres
17 dias atrás

Eu o entendo! Sparrow é um cara legal, mas não consegue esconder seu entusiasmo pela marca playstation.rsrsrs Aqui é proibido falar qualquer coisa contra a Sony! Quando ela comete algum erro, relativizam! Quando ela faz algo bom, exaltam e quando as outras empresas erram… São massacradas! Vc nunca vai me ver criticando a qualidade dos jogos do play aqui e ouso a dizer que sou mais fã da marca do que muitos, pois o verdadeiro fã a critica quando a mesma faz merda, não passa panos quentes como muitos! O Bruno batia na tecla da Hipocrisia do Jim Ryan, das falas dúbias, mas muitos aqui, o atacaram! Ele atacou o Carlos? Sim, além de ter feito isso comigo várias vezes, porém o problema com ele nem foi o atacarem, e sim, o atacarem em coisas que ele estava certo e que estão se mostrando com o tempo. Vi um comentário do Shin ( que também sumiu daqui) a respeito que o ps5 é um ps4 pro 2.0 e que os jogos estariam mais bonitos no ps5, mas o hardware dele apareceria só daqui há 2 anos. Coincidentemente, o Horizon do ano que vem ( que provavelmente não virá ano que vem) mais o GOW novo do ano que vem ( que tbm poderá não vir) são jogos que estarão no ps4. O primeiro já foi confirmado, enquanto o último, a Sony deixou entender que estará no ps4 tbm, ou seja, ou Shin e Bruno estavam certos ou… Esses games serão adiados para usarem de forma melhor o hardware do ps5 e a Sony dará desculpa que foram adiados para polimento, onde obviamente os minions fanboys aceitarão de mão beijada e olhe que eu nem falo da turma da Europa, EUA, Canadá que estão apostando em um console de 500 dólares/ euros, um preço justo, e sim, da turma brasileira que deu 5000 reais em um console que é um trambolho e certamente terá uma versão slim dentro de 2 anos, além de ter meia dúzia de jogos exclusivos até 2022, caso eles venham, msm o histórico da Sony mostrando que não!

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Edson
17 dias atrás

Edson, quando você diz “trambolho” nesse formato depreciativo (como alguns fanboys de outras plataformas o fazem), você está agindo exatamente da mesma forma que acusa o Sparrow de ser, mas do outro lado da moeda, agindo como hater.

Outra coisa que me desagrada nos seus argumentos é que você costuma construir “quase afirmações”, provavelmente sem embasamentos sólidos para se apoiar.

1) Qual fonte você tem que provavelmente Horizon Forbidden West será adiado?

2) Quem disse que GOW vai sair para o PS4?

3) Quem disse que certamente daqui 2 anos terá PS5 slim? Eu sei que um dia virá, mas em 2 anos? Qual Playstation teve sua versão slim 2 anos após lançada?

4) Quem disse que terá meia dúzia de jogos exclusivos até 2022?

O tempo dirá se as alegações acima irão ou não se confirmar. Mas quando você argumenta colocando excessiva ênfase, me soa mais uma torcida para que isso aconteça, tipicamente de hater.

Repare que em GOW você disse

que tbm poderá não vir (em 2021)

Nesse caso você colocou um tom de dúvida, e você está mais do que certo questionar, já que não vimos nada além de um logo.

Agora existe muita diferença entre colocar um tom de dúvida como dito acima, para as quase afirmações que você usou nos 4 itens que citei, como “provavelmente”, “certamente”.

Edson
Edson
Responder a  Carlos Eduardo
17 dias atrás

Carlos, vou por partes: Trambolho pq é enorme! Não quis ser depreciativo aqui, e sim, falar que é um trambolho pelo tamanho, inclusive cito até um possível ps5 slim. Quando diz minhas afirmações sao sem embasamentos sólidos e pergunta a fonte dos adiamentos, me surpreendo da afirmativa. A Sony adiou inúmeros jogos exclusivos desde o lançamento do ps4, indo de Uncharted 4 à TLOU 2, passando por Ghost of Tsushima, GOW, etc e vc me pergunta qual fonte? Quer uma fonte melhor que o histórico da empresa? Outra coisa: Desde quando eu confirmei que seriam adiados? Eu disse PROVAVELMENTE! Quem disse de GOW sai para o ps4? Primeiro que não afirmei, segundo que o Jim Ryan disse ao site Telegraph que não poderia confirmar se o GOW novo seria exclusivo para o ps5, ou seja, não sou eu que tenho que afirmar nada, mas “para bom entendedor, meia palavra basta!” Quanto à meia dúzia de jogos exclusivos, refiro-me ao que foi anunciado e questiono se todos sairão no msm ano, voltando a citar que PELO HISTÓRICO DA SONY, não virão todos provavelmente. Para finalizar, a única fez que usei a palavra CERTAMENTE, foi para dizer que o ps5 slim virá! Sabe pq usei o CERTAMENTE? Pq desde o ps1 temos uma versão slim. Carlos, vc ou qualquer outra pessoa tem todo direito de vir aqui me questionar, mas percebo que se doem por coisas que falamos sobre a Sony. Qualquer coisa aqui sobre a Sony é exaltada, e quando tem um pensamento contrário, vêm todos contra a msm pessoa, muitos com deboches, coisa que não é o seu caso. Não venho colocando fontes pq não consigo colar nada no pcmanias há tempos! As coisas que eu digo, podem estar erradas, mas tento ser lúcido e não me prender à paixões. Creio que não seja preciso dizer que alguma coisa do ps5 será adiado, e não torço por isso, tampouco me importa se um game virá agora ou não, mas há de concordar que todos os últimos lançamentos da Sony AAA foram adiados e se isso não credibiliza meu argumento, não sei oq mais. Muitos podem alegar que jogos adiados é para gerar marketing, outros que é para refinar, ou que a Sony quer refinar ao máximo. Eu, um mero leigo penso que é desorganização! Ainda bem que pelo menos, são jogos incríveis, ao contrário da MS, que msm atrasando games, entregou coisas ao nível de Crackdown 3, dentre outras pérolas da mediocridade.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Edson
17 dias atrás

Não Edson, não é questão de se doer. O problema é que neste caso você construiu argumentos forçando afirmações diminuindo ou aumentando as coisas, tudo para fazer com que suas palavras tenham mais força. E eu não acho legal conversar dessa forma. É só isso.

Quer um exemplo? Ninguém está questionando se o PS5 terá um console slim. Sempre foi assim. Mas para seu argumento ganhar força, você cravou que será lançado em 2022, ou seja, 2 anos após lançado. E também usou isso para dizer que até 2022 serão lançados 6 jogos exclusivos. Daí eu te pergunto: qual console slim da Sony foi lançado 2 anos após o FAT? Então se você conhece a história como disse, por que você constrói seu argumento sobre algo impŕovável?

Então usando de uma narrativa mais realista, um PS5 Slim poderá será lançado em 2023, 3 anos após o FAT ( até dois também, vai que acontece…rss ). Serão 6 exclusivos até lá? Quem sabe? Todos os jogos divulgados são para até o final deste ano. Pode ter adiamentos? Talvez.. Pode ser que nenhum exclusivo novo seja lançado em 2022 e 2023? Pode. Quem sabe?

Podemos usar o histórico para prever situações, construir possibilidades. É muito sábio conhecer a história do nosso respectivo assunto de interesse. Mas acho válido todos nós termos mais cautela com certas afirmações.

Edson
Edson
Responder a  Carlos Eduardo
17 dias atrás

Carlos, sinceramente vc se dói e essa sua resposta é a prova. Não te desrespeitei em nenhum momento, nenhum msm! Meus argumentos foram baseados aqui em entrevistas do Jim Ryan e no histórico de atrasos da Sony e foi nele que argumentei. Eu retifico um ponto em específico: O ps4 slim em 2 anos foi erro meu, pq na verdade, a Sony o lançou em quase 3 anos, mas o ps3 slim foi lançado em menos de 2 anos do modelo fat então vc não está tão bem informado quanto a esses lançamentos. A minha cravada nos 2 anos foi por conta do tamanho do console que prejudica um possível sucesso no mercado Japonês, por exemplo. Agora se eu te dou argumentos em cima de históricos, falas de presidentes e datas e ainda não me atenho à realidade, então e vc? Carlos, todos nós aqui especulamos, pois tudo ainda é novo sobre esses consoles, mas eu não tenho o direito de usar a palavra PROVAVELMENTE pq vc a entende como certeza. Bem, se não quiser dialogar mais, tudo bem! Ficaria chateado pq gosto de vc, mas a escolha é sua! Talvez eu seja mais um arrogante e que não entenda nada de games.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Edson
17 dias atrás

Que atrasos e adiamentos? Com data de lançamento prevista já? A Sony adiou quantos jogos por quanto tempo apos data revelada? Adiou por 2 anos? 1 ano? 3 meses?
A Sony está longe de prometer um game para 2021 e só lançar em 2023. Pode me recordar quando foi que ela adiou seus jogos com data já anunciada por tanto tempo? Se gow sair em 2022, será absurdo?

Edson
Edson
Responder a  Sparrow81
17 dias atrás

Uncharted 4 seria lançado em 2014 e só foi em 2016. Quanto 2023, eu em nenhum momento disse isso Sparrow. Falei que ela tem um histórico de adiamentos de jogos, por acredito que alguns anunciados para esse ano não chegarão! Talvez vc tenha entendido 2023, pq eu ainda estou com 2020 na cabeça, esquecendo que estamos em 2021. Eu não creio que GOW virá esse ano, por ex. Posso me enganar? Posso, mas é um palpite meu pelo histórico de atrasos recentes da Sony com seus AAA.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Edson
17 dias atrás

Uncharted 4 realmente teve atraso, mas a primeira data era 2015. Fonte: https://venturebeat.com/2016/03/02/a-timeline-of-uncharted-4s-many-delays/

Esse é o ponto Edson. Quando você afirma 2014, você realmente não sabia a data e falou errado, ou você “aumenta” o argumento de propósito?

Não me importa a resposta. Guarde para si. Só te digo que quando isso ocorre de forma recorrente, cansa o outro lado que lê os seus textos.

Edson
Edson
Responder a  Carlos Eduardo
17 dias atrás

Não errei a data propositalmente, Carlos! Confundi com 2014 msm, porém por mais que eu tenha errado, meu argumento foram nos sucessivos atrasos dos lançamentos. Não sei ao certo quanto foram, mas se não estou errado, foram Uncharted 4, Days Gone, Tlou 2, Ghost of Tsushima, agora não me redordo de Death Stranding e GOW se foram ou não.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Edson
17 dias atrás

O maior adiamento até hoje foi de Uncharted 4, prometido para 2015 e lançado em maio de 2016. Que grande histórico de adiamentos é esse? Enganar fãs adiando jogos por 3 ou 4 meses? Você afirmou um comentário que os fanboys aplaudirão se gow for adiado, todos felizes… Ora, se for adiado por 3 ou 4 meses, tá suave demais! A indústria sempre fez isso e o planejamento quase nunca é preciso. A Sony adia sim seus jogos, mas está longe de.um histórico ruim disso, pois na verdade é a que menos fica atrasando lançamentos First party.
Se o fanboy trouxa de Sony se contenta e fica feliz com adiamentos de 6 meses, imagino então fanboy de outras empresas? O que são? Imagino como é defender Nintendo então, vivendo de 90% de jogos reciclados de outras gerações, defendendo a empresa e batendo palmas em fóruns, alegres que o Switch é um sucesso de vendas! No mínimo tosco!

Edson
Edson
Responder a  Sparrow81
17 dias atrás

Sparrow, sim Uncharted 4 foi lançado em 2015 como o Carlos bem salientou. Quanto ao GOW, não estou nem aí se os fanboys aplaudirão e creio que isso não prejudicará a Sony em nada! Games ruins mancham a reputação de uma empresa e não, adiados! Quanto à ser a que menos atrasa seus jogos… Não sei, mas talvez seja proporcionalmente ao que lança. Em relação à Nintendo, ela causa algo similar ao que a Apple causa e as vendas do Super mario 3d all stars me causa estranheza tbm. A Nintendo viveu de alguns games reciclados como a Sony com o ps4, de TLOU remaster à GOW 3 remaster, etc.. O problema da Nintendo é que ela cobra alto por esses jogos e isso não me desce. Cobrar 60 dólares por New Super Mario Bros U é obsceno e pior… Por Captain Toddy!

nETTo
nETTo
Responder a  Edson
17 dias atrás

Nunca foi afirmado que Uncharted 4 seria lançado em 2014 o caro padawan, de onde vc tirou isso hehehe

A NaughtyDog em 2014 estava ocupada com o Remaster de Tlou, e pra vc ter uma noção da bobagem que falou, Uncharted 4 em seu primeiros Teaser foi dar as caras somente em 2015.

Já foram 3 correções, melhor pesquisar antes de fazer afirmações como os colegas tem explanado a vc

Edson
Edson
Responder a  nETTo
17 dias atrás

Confundi 2014 com 2015, Netto! Eu comprei o meu ps4 em 2015 por Uncharted que é a minha franquia predileta do Play, mas fiquei p da vida com o atraso. Quanto às correções, elas são válidas pq de fato eu confundi as datas, mas não o contexto e é legal vc corrigir falhas, mas, fazer oq….Errei a data do Uncharted? Sim, porém o mesmo foi adiado e eu abordava isso. Errei a data de 2 anos dos modelos fat? Sim, mas não demoraram 3 anos para serem lançados e sim 2 anos e alguns meses. Porém, Falta eu me atentar às datas e talvez, um refutar melhor de algumas partes e pra vc ver como confundimos datas, ele foi anunciado no final de 2013 e o teaser em 2014, ou seja, aqui não fui eu que falei bobeira.rs

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Edson
17 dias atrás

Edson, o PS3 slim foi lançado no segundo semestre de 2009, ou seja, 3 anos após o FAT lançado no segundo semestre de 2006.

Sua ligação de 2 anos com o tamanho do console não tem lógica. A maior preocupação com console slim não é reduzir tamanho, mas sim reduzir custo de produção. A redução de tamanho vem como consequência de fazerem uso de uma menor litografia sem aumentar o “horse power” do chip. Por falar nisso, agora que estão saindo os primeiros modelos de 5nm. Será que é suficiente ou esperarão até os de 3nm? Não sei, prefiro esperar por fontes mais sólidas, seja da Sony, TSMC ou AMD. Acho mais razoável só levantar possibilidades do que construir afirmações.

Sobre se doer, vou usar uma palavra mais exata. Eu fico incomodado, porque eu não entro no pcmanias para brigar por causa de videogame, pouco me importa a preferência pessoal de cada um. Eu entro para aprender, e até por isso também sinto certa falta do Bruno e do Shin porque eles tinham algumas informações interessantes que me ensinavam as coisas.

Não estou a dizer que você não tem nada a ensinar, muito pelo contrário. Já modifiquei um ponto de vista meu com textos seus, como por ex Flight Simulator existir só no PC pq sempre foi feito para o PC. Você mudou meu ponto de vista. Mas acho que nessa discussão aqui em específico, você quer muito provar o seu conceito estabelecido, enquanto que eu estou mais interesssado é em modificar o meu conceito estabelecido, ou seja, aprender. Mas quero aprender com fatos ou argumentos construídos com uma dosagem razoável de realidade. Então está incompatível.

Abraços. Tudo de bom pra vc.

ps: editei meu comentário anterior enquanto você digitava sua resposta. Achei que foi um pouco agressivo e não gosto desse tom. Foi no calor. Perdão.

Edson
Edson
Responder a  Carlos Eduardo
17 dias atrás

Carlos, a fonte que olhei falava em 2008 e vc estava certo, pq foi em 2009, msm não fazendo 3 anos fechados. Quanto à Uncharted eu me equivoquei na data, mas o meu intuito era mostrar que atrasaram e se não me falhe a memória, foram 2 adiamentos. Quanto à brigas, em nenhum momento eu briguei contigo. Eu não fico brigando por videogame, Carlos, só não dou amém a tudo que as empresas fazem. ( Não estou dizendo que vc faz) na verdade, vc colocou coisas que eu não disse, como se eu usasse certamente o tempo todo, quando na verdade, foram usadas provavelmente em cima de projeções por conta dos últimos acontecimentos. Quanto ao tamanho do console, não sei se chegou a ver o Sakurai( criador da série Smash Bros e Kirby) quando falou da experiência dele com o ps5. Ele elogiou o console, mas criticou o tamanho, pois no Japão eles não são muito adeptos de coisas grandes por conta do pouco espaço. Eu suspeito que o sucesso do switch por lá deve-se muito mais a portabilidade ( pq tbm não costumam ter mais de 1 tv nas casas) do que propriamente pela qualidade do console, não que seja um produto ruim. Quanto à aprender, eu tbm aprendo muito mais do que vc, até pq, conheço muito menos, principalmente de hardware, por isso quero bater na tecla que não estava “guerreando” contigo em nada e peço desculpas caso tenha pensado isso. Acredite… Vc é um cara que admiro pelo seu vasto conhecimento, principalmente na área de hardware e peço desculpas caso tenha o ofendido ou algo do tipo.

nETTo
nETTo
Responder a  Edson
17 dias atrás

PS4 slim saiu em 2016, praticamente junto ao PS4 Pro.

4 anos após o PS4 Fat

nETTo
nETTo
Responder a  Edson
17 dias atrás

Em 2021 já estão confirmados

Ratchet &Clank Rift Apart
Destruction All Star
Returnal
Horizon Forbiden West
GT7
GOW

Aqui já temos 6 de 6 que vc fala que terá até 2022 (que pode vc bem pode está se referindo ao início, mas pelo seu comentário da pra sacar que detona o fim de 2022). É uma aposta ousada zha

Edson
Edson
Responder a  Mário Armão Ferreira
16 dias atrás

Celular, Mário!

Edson
Edson
Responder a  Mário Armão Ferreira
16 dias atrás

Nunca foi a minha intenção, Mário!

Ennio Rafael
Ennio Rafael
Responder a  Edson
16 dias atrás

Perfeito. Melhor comentário.Sobre o Bruno, bom, ele aprendeu na prática o que é não “endeusar” a Sony por aqui. É só uma empresa, erra, acerta, erra…como qualquer outra. Só que existem pessoas que ao citar isso vira heresia imediata, Bruno só estava do outro lado da moeda, mas deve voltar, sempre o achei dos mais inteligentes e com as opiniões mais sensatas. E entendo o golpe que foi o Horizon Zero Dawn sair no PC.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Ennio Rafael
16 dias atrás

Não tem NADA a ver com endeusar x ou y, cara! Isso é chato pra cacete! Não é porque existe critica que é fanboy de outro lado. Vocês precisam ser mais maduros com isso. Com o Bruno aconteceram outras coisas e você nem sabe para falar. Não vi vc participando daquele momento por aqui. Faz assim, veja meus outros comentários acima e entenda. Ele foi extremamente arrogante com outro utilizador, sem motivos! Depois não aceitava que ninguém dissesse que ele estava errado e o que disse não fazia sentido! Ele não saiu daqui por causa de fanboys e sim porque TUDO que falou que aconteceria (prever coisas é sempre complicado), deu ao CONTRÁRIO! E eu fui um que discuti com ele sobre isso e eram coisas técnicas, não de endeusar x ou y. Quando não se aceita o debate, se quer razão de tudo e se afirma que é aquilo e depois se prova que aconteceu o contrário, fica como? Humildemente reconhece que errou ou se irrita? Por favor.

Ennio Rafael
Ennio Rafael
Responder a  Sparrow81
16 dias atrás

Bom estou por aqui já tem alguns anos. Leio quase todos os artigos e bastante comentários, tão tal que li todos esses aqui. Sei muito bem o que aconteceu com o Bruno. Mas deixa pra lá, simplificando pra você: “Sony is God”. Feliz agora?? Pois para mim continua sendo só uma empresa, que irá nos alegrar e nos decepcionar também.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Ennio Rafael
16 dias atrás

Não, não é Sony is god. E repito que você não sabe o que está falando. O Bruno não parou aqui por defenderem a Sony.
“AMD será engolida pela NVidia”, não foi.
“Geometry Engine é bengala”, não é por aí e Devs falam sobre isso.
“Cortes no chip principal” what?
“Os consoles são mais defasados hoje em relação ao PC do que ps4/Xone na sua época” Não é isso que está se provando com comparativos até o momento, sem ao menos utilizar das principais features de next gen.
“PS4 tinha mais a dar, TLoU 2 é a prova disso”. Isso sem ao menos entender que a ND é um ponto fora da curva e o PS4 já deu o que tinha e se fazer uma nova geração já era mais do que necessário? Ok, opinião dele, mas eu e muita gente não concorda.

Tudo isso foi discutido com ele, com pessoas não concordando. Não sabe lidar com o contraditório? O que fala é regra agora?

Deto
Deto
Responder a  Sparrow81
16 dias atrás

o Bruno deu uma despirocada aqui pq ele defendia a sony, ai a sony liberou o HZD no PC e para ele isso virou uma ofensa pessoal e a partir disso ele começou a só falar mal da sony.

isso é o que eu lembro.

provavelmente parou, melhor pra ele.

Edson
Edson
Responder a  Mário Armão Ferreira
16 dias atrás

Peço perdão pelo ocorrido, Mário e não farei mais!

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Mário Armão Ferreira
16 dias atrás

Sem problema algum, Mario. Seguimos…
Quanto ao Bruno,espero que tudo se resolva o mais rápido possível. Apesar de discordar muitas vezes dele, sempre enriquece a discussão e não fica acusando pessoas sem ao menos conhecê-las.
“Ain, mas o Bruno saiu daqui por causa dos fanboys”. No mínimo, subestimaram a inteligência do rapaz. Abraço

Edson
Edson
Responder a  Ennio Rafael
16 dias atrás

Obrigado, Ennio! Vc que está aqui muito tempo, sabe como são alguns ne!rs

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Edson
16 dias atrás

Que ironia é essa, camarada? Não vou tolerar isso de “sabe como são alguns”, se colocando em situação de superioridade… sou adulto e me comporto como um! Exijo respeito no diálogo e nunca o faltei com você, Edson! Cresce!

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Daniel Torres
17 dias atrás

Mas é exatamente esse o ponto! Animal Crossing, Mario, Luigi, Yoshi, Kirbi, etc etc… Quais jogos voltados a público da minha idade a Nintendo tem hoje? Eu sou fã de jogos, brother, não de plataforma! E se hoje vou pender pra Sony é que ela me dá uma variedade que a Nintendo não chega nem perto Hoje. Você que deve desconhecer isso. Until Dawn, Little Big Planet, Spider, Gow, Horizon, Ghost of Tsushima, Days Gone, Death Stranding, Bloodborne (esse acho que você nem encontrou né, pois é uma das ips mais acalmada da geração ps4), são todas IPs NOVAS SONY dentro de UMA geração… E não estou citando tantas outras…
Agora eu lhe pergunto, de IP NOVA, o que a Nintendo apresentou pro Switch até o momento? Entende minha critica a Nintendo? Eu não odeio a Nintendo, eu a amo e gostaria que ela voltasse para sua época de ouro! Como foi com Super Nintendo por exemplo.

Quanto a line-up de lançamento de console você está considerando day one apenas? A maioria não considera só isso como line-up de lançamento!

Jogos que virão agora em 2021:

Kena (nova IP)
Rachet and Clank
Returnal (nova IP)
Horizon 2
God of War
Gran Turismo 7
Etc etc etc…
Isso pra primeiro ano e fora o que nem citei, que é muito mais que isso.
A Nintendo fez isso quando? Não me lembro de tanta coisa para o primeiro ano de um console Nintendo e no Switch que ela não foi que ela fez isso.

Agora, entram outros fatores para escolha de um console, além dos jogos já demonstrados, é a expectativa! E você como utilizador aqui da pcmanias deveria saber que muita gente está comprando ps5 não por line-up de lançamento, mas pelo histórico do que a Sony entrega e TB por um detalhe que você não está levando em consideração e eu considero: MUITA GENTE da indústria falando que o console é mais revolucionário já feito, perspectivas do que está por vir, etc…
Um console não vende só por jogos, o próprio Switch mostra isso.

Edson
Edson
Responder a  Sparrow81
17 dias atrás

Sparrow, volto a repetir! Jogos de família, ou seja, incluem adultos tbm! O fato de terem uma temática infantil, não o fazem menos jogos do que aqueles que possuem sangue, violência, etc… Quanto à lista, citei games novos do ps4 que fizeram sucesso e vc citou alguns que não fizeram, além de games que nasceram no ps3 como LBP. Volto a repetir: A Sony necessita de criar mais franquias, enquanto a Nintendo já as criaram pois tem maior tempo no mercado. Quanto à comparação aos tempos do Snes, eu entendo que o Switch está muito acima do snes! O switch recebe tantos jogos “adultos” como o snes recebera, o switch tem os mesmos jogos ” infantis” quanto o Snes em seu tempo, inclusive com a Nintendo pedindo para fazerem mais games violentos para o switch. O Switch faz mais sucesso do que o snes em seu tempo tbm. O problema é que todo mundo que não gosta mais da Nintendo, pelo menos no Brasil, vem com a famosa desculpa da era snes, onde que naquela época, o Mega já fazia games mais ” adultos ” do que a Nintendo. Eu respeito o gosto das pessoas e não quero impor aqui pra vc quem é pior ou melhor, mas quando usam argumentos que no Snes era diferente, sendo que não era, ou a pessoa não estava naquele tempo, ou esqueceu ou ouviu dizer. A Nintendo nunca mudou o seu modus operandi. Pode não gostar de nada dela, mas ela não mudou, pelo menos não em jogos!

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Edson
17 dias atrás

Days Gone, Ghost of Tsushima, Horizon Zero Dawn, Bloodborne são todas franquias de grande sucesso no PS4, inclusive todos com ótimas vendas! Não existe isos que a Nintendo não necessita criar mais e a Sony tem obrigação. Existe é que a. Intendo se acomodou no seu nicho e boa. Nem concorre com a Sony mais, essa é a verdade. Saiu do console de mesa clássico e foi explorar um nicho que se dá bem e é imbatível. Se vocês estão felizes com isso, ok! Só sei que enquanto a Nintendo não mudar, não darei mais dinheiro a ela, pois basta das mesmas franquias em todo console lançado e sem arriscar em nada. Na zona de conforto total. Criar novas ips demanda dinheiro e coragem! E isso a Sony tem de sobra e a Nintendo quase NADA nos dias de hoje. Se no passado a Nintendo era a que eu mais gostava e defendia, hoje a que eu mais gosto e defendo é a Sony! Pois é ela que arrisca, faz coisa nova e tem uma diversidade que a Nintendo não chega nem perto. Esse é o ponto. Como disse, continue jogando Mario Kart, Mario, Zelda, animal Crossing, Luigi, Yoshi e alguns rpgs já vem conhecidos de todos. Eu fico com o que a Sony tem hoje e com a certeza que ela vai criar muita coisa nova no ps5 e não viver só do que já tem.

Edson
Edson
Responder a  Sparrow81
17 dias atrás

Bem, adoro muitos desses games! Então que viva feliz cada um dentro de seus respectivos nichos!

Deto
Deto
Responder a  Sparrow81
16 dias atrás

o que eu tenho certeza é que a Nintendo tem passe livre para fazer coisas q seriam o fim do mundo se a Sony ou MS fizessem.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Deto
16 dias atrás

É por aí mesmo. Na nintendo é lindo, se Microsoft e Sony adotam, seria o fim do mundo.

Edson
Edson
Responder a  Mário Armão Ferreira
16 dias atrás

Mário, sou um grande fã da Nintendo e olha que não curto muito Zelda, mas respeito muito a franquia e o que a mesma representa e vc aborda bem o que eu queria dizer ao Sparrow com relação a Nintendo. Os jogos são cartoons, costumam ter essa roupagem infantil, mas são de muita qualidade e profundidade. Ah! Uma notícia fresquinha aqui: A Nintendo acaba de anunciar a aquisição da Next Level Games, o estúdio Canadense que fez o ótimo Luigi’s Mansion 3. Creio que seja o segundo estúdio ocidental da Nintendo, juntando-se ao Estadunidense Retro Studios.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Edson
16 dias atrás

Mas ninguém estava a falar que a Nintendo não tem qualidade, muito pelo contrário. Eu conheço a qualidade Nintendo desde o meu primeiro Nintendinho e por todos os seus consoles.

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Mário Armão Ferreira
16 dias atrás

Eu também achava os comentários do Bruno de extrema valia e posso dizer que eu aprendia muito com vocês dois se contra argumentando.

Mas digo que os últimos comentários dele faltando com o respeito eu não podia concordar e peço assim como o Mário, Bruno se você esta lendo, volta a comentar mas de cabeça fria e aberto a novas opiniões.

Hiago
Hiago
Responder a  Hiago
16 dias atrás

nossa, o comentário rendeu discussões, que bom, mas uma coisa que queria mencionar, Jim assumiu o comando da divisão em 2019, por coincidência na PSN desde 2019 não teve nenhuma adição (não que eu me lembre, se alguém souber confirme isso) de clássicos de PS2 e olha esse comentário.

“Eu estava em um evento recente de ‘Gran Turismo’ no qual eles tinham os jogos de PS1, PS2, PS3 e PS4, e os jogos de PS1 e de PS2 pareciam antiguidades. Por que alguém jogaria isso?,”

Fonte: httpsss://www.google.com/amp/s/www.uol.com.br/start/ultimas-noticias/2019/02/12/jim-ryan-e-nomeado-novo-presidente-da-sony-interactive-entertainment.amp.htm

Eu sinto que o Jim é aquele tipo de executivo que só pensa em lucros, não tem o menor respeito pela história de uma marca, ele é cheio de declarações arrogantes, além da declaraçao sobre a retro e fato do time do estúdio do Japão ter sido dissolvido e o PS5 ter chegado depois no Japão e com os botões com padrões
ocidentais (logo no Japão que são super conservadores) com tudo isso é inocência achar que ele não inflencia bastante, ao meu ver de forma negativa, as ações que a divisão Playstation anda tomando

Deto
Deto
Responder a  Hiago
16 dias atrás

com o que vc mesmo escreve vc se contradiz

diz que o sujeito não gosta de “ps classic”

depois diz que ele so pensa em dinheiro.

então, ps classic não dá dinheiro ou o jim não gosta de ps classic?

retro é tudo nicho dentro de nicho.

reparou que a MS parou de falar em horas jogadas na Retro? pq vc acha que isso aconteceu?

quando eles divulgavam, EU dividi as horas jogadas pelo tempo q existe a retro e o numero de usuários do xbox…. sabe quando deu? mais ou menos 1 MINUTO POR SEMANA DE USO DE RETRO

isso com os dados que a MS arrotava com “incríveis”

pq vc acha q eles pararam de falar das horas jogadas na retro?

vc acha que é pq ninguém mais esta usado pq já enjoaram de “baixar o jogo de x360 da gold, testar por 5min e nunca mais jogar”

não importa se é feio ou bonito, NINGUÉM USA e ninguém compra.

Hiago
Hiago
Responder a  Deto
16 dias atrás

A maneira como fala é arrogante assim como o Jim e se ninguém usa então porque eu uso? Vou falar que realmente não são todos que jogam, a maioria dos meus amigos gostam de FIFa e Call of Duty, nem os exclusivos de PS4 eles jogam, só que uma boa parte pode não jogar, porém esses jogos tem seu nicho, como você mesmo disse, um exemplo, mesmo sendo minoria dentro do meu ciclo de amizades eu tenho mais dois amigos, um primo e meu próprio irmão que adoramos jogos clássicos, entre nós posso afirmar que todos temos a coletânea de GTAs para PS4 e tudo em conta separa, apenas meu irmão que costumamos compartilhar as contas. Esse é um exemplo, tem mais jogos que adoraria ver no PS4, como a saga Silent Hill e particularmente adoraria ver no PS4 a saga Ace Combat de PS2, na época que tive um PS2 acabei deixando passar e joguei apenas o 5. Tem muitos jogos que envelheceram bem e valem a pena ser jogados, então como disse é muita arrogância falar que jogos antigos ninguém liga, sempre vai existir um mercado para eles, um outro grande exemplo é RE4 que é aclamado pelos fans, uns dos Resident mais vendidos até hoje pela Capcom.
Não consigo ver grandes problemas em aumentar a biblioteca de classicos, quando já sabemos que a retro do PS4 utiliza um emulador de código aberto, a Sony não gastou um tostão para rodar aquele emulador no PS4, outros custos para ter jogos que já foram produzidos seria apenas renovação das licenças, coisas como bandas de músicas e licenças de marcas de carros por exemplo, isso sim pode ser um problema, porém dito isso nada impede que pelo menos clássicos de terror, jogos de plataforma, aventura possa ser revendidos na PSN, dificilmente vão ter algum tipo de licença que possa ter um custo adicional para ser comercializado, se tiver custos saram mínimos, e com os lucros que teriam com a venda para esse público mais de nicho seria possível sim, sem contar que agrega valor a marca e ainda pode ser utilizado como marketing, você diz que não, mas uns dos fatores que pontuam para a aquisição de um Xbox, além do gamepass está a retro. Vejo que só não acontece por causa das políticas da Sony e junto com aumento de preços e jogos sendo lançados para PC demonstram sim uma falta de apreço dessa administração nova com a marca, o objetivo é lucro acima de tudo.

Rui
Rui
17 dias atrás

Desde que ambas vendam muito a mim não me interessa nada quem vende mais sinceramente.

AlexandreR
AlexandreR
17 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Estou ansioso por ter a ps5! Aproveitei a altura natalícia para vender a minha ps4 pro a um bom preço, agora é esperar que haja stock

Livio
Livio
17 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

O surpreendente é a alta procura pelo PS5, não sei o que a Sony fez para que tenha pessoas a pagar praticamente o dobro de valor pelo console isso em um período que na minha opinião não tem jogos apelativos para justificar a compra.

Eu que acompanho a plataforma PlayStation desde o PS1 não tenho interesse de comprar o PS5 antes do segundo semestre de 2021. Aí contrário do PS4 que tinha um Driveclub que me fez pegar uma unidade no sétimo mês de vida do console.

A geração já inicia com a proporção de 2 por 1, caindo por terra a alegação de que só os entusiastas por tecnologia comprariam o aparelho nos primeiros dias de venda. Se na passada a proporção foi igual por um período de tempo e que só depois foi para quase 2 por 1 imagina agora que é o dobro logo no início, MS deve investir em jogos e para ontem senão vai repetir o que aconteceu na geração PS4/One

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Livio
17 dias atrás

Lívio, a Microsoft pode investir pesado em jogos pra amanhã que não será a diferente em vendas NUNCA. Pois o foco não é o console. Não há exclusivos Xbox mais. Tudo day one no PC. Com a proposta do Xbox sendo uma alternativa ao Pc, não vejo como isso faça crescer vendas de Xbox tanto assim. Por sinal, eles nem querem isso pelo jeito, pois tem um artigo do Mario aqui mostrando o silício encomendado por Sony e Microsoft e já dá uma boa ideia de que a Microsoft não tem seu foco no Xbox. Coisa que eu vejo desde 2015 e alguns ainda relutam em achar que será diferente com o SX, quando tudo mostra o contrário.

Andrio
Andrio
Responder a  Livio
17 dias atrás

Um amigo que mora em portugual conversando com ele, ele me disse que comprou no lançamento por 500 euros zerou o spider e depois vendeu o ps5 por 850 euros lol.

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Andrio
17 dias atrás

Eu faria igual, lol
Eu vou esperar até haver stock

Danilo Marciel
Danilo Marciel
17 dias atrás

Vendeu sim ! Tudo pra hackers !

Pra jogadores mesmo não deve ter chegado 1/3 disso.

Aqui no Brasil ninguém consegue um.

Na minha cidade Rondonópolis – MT tem em loja fisica a R$10.000,00 isso equivale a 1577 Euros e o pior conseguiram vender varios ainda absurdo !

Vou ter que esperar uns 6 meses pra poder comprar.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Danilo Marciel
17 dias atrás

Acabei de conferir em algumas lojas do Paraguai (www.comprasnoparaguai.com.br), e o PS5 continua acima de 1000 dólares. Sinal de que ainda está bastante escasso.

Xbox Series x a 980 dólares, e o Series S a 470 dólares.

Espero que normalizem até o próximo mês. Tomara.

Danilo Marciel
Danilo Marciel
Responder a  Carlos Eduardo
17 dias atrás

Pois é eu sinceramente to muito revoltado. Acho que é a primeira geração da minha vida aonde eu tenho condições financeiras pra adquirir os dois consoles de uma vez e simplesmente não acho pra comprar porque uma cambada de mercenario foi lá e comprou centenas de unidades pra revender 3x mais caro do que o preço normal.

Sem precedente isso.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Danilo Marciel
17 dias atrás

Complicado. Lembro direitinho da geração PS4/Xone.

Em dezembro/2013 o PS4 estava custando 720 dólares no Paraguai, e 4000 reais aqui no Brasil. Nos EUA 399 dólares. Já o Xbox One estava cerca de 2600 reais no Brasil, 550 dólares no Paraguai e 499 dólares nos EUA.

Ou seja, o problema na época não era escassez, mas sim que o preço do PS4 ficou super elevado no Brasil, então o pessoal lá no Paraguai se aproveitou e também subiu o preço. Como o preço do Xbox One estava razoável no Brasil, o Paraguai teve que vender por um valor compatível para conseguirem competir.

Já neste começo de geração o jogo virou. Se as consolas não estivessem em falta, talvez o Paraguai venderia o PS5 entre 550 a 600 dólares (3000~3500 reais) para se manter competitivo com o preço dos sites brasileiros.

A boa notícia é que na geração passada os preços se normalizaram em fevereiro/março de 2014. Vamos torcer para acontecer o mesmo nessa geração.

Syegrayn
Syegrayn
17 dias atrás

O PS5 continua com um ritmo de vendas superior ao Switch comparando o mesmo período inicial de vendas (6 semanas):
https://www.vgchartz.com/article/446833/ps5-vs-xbox-series-xs-vs-switch-launch-sales-comparison-through-week-6/

eduard08
eduard08
17 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

E o problema de nao haver stock na europa e devido ao sucesso no mercado americano, o que por um lado compreendo, mas por outro lado nao acho bem do lado da Sony, pois deixa um pouco de lado um mercado que lhes deu muito desde a primeira PlayStation, mas como disse compreendo pois para eles deve ser um “premio” enorme bater a Microsoft em “casa deles” e acima de tudo o que conta e os $$$, pois aqui na europa sao poucos que vao mudar de consola so porque nao ha stock, por isso haver consolas agora ou mais tarde e quase igual

marcio
marcio
17 dias atrás

Gostaria de compartilhar um Link: https://www.gamesradar.com/were-able-to-show-the-difference-from-whats-possible-today-with-whats-possible-tomorrow-inside-epics-unreal-engine-5/

O pessoal da Epic falando sobre a arquitetura da PS5 e do UE5 e as possibilidades, vem coisa boa por ai..

eduard08
eduard08
Responder a  marcio
17 dias atrás

Eles mostraram um video dos jogos que estao a ser feitos neste momento no UE5

https://youtu.be/O6j-FZEEovg

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  marcio
17 dias atrás

Essa entrevista foi muito boa. O trecho abaixo resume bem a discussão.

Renderizar micropolígonos resultantes de uma cena de 20 bilhões de polígonos é difícil o suficiente. Mas conseguir colocar esses dados na memória é um desafio crítico. E, como resultado dos anos de discussões e esforços que levaram a isso, foi uma oportunidade perfeita fazer parceria [com a Sony] para mostrar esse esforço finalmente se concretizando com pixels na tela.

Essa questão de “comunicação” é crucial, tem matérias interessantes sobre isso da NVIDIA. Tem um vídeo do Coreteks onde ele mostra a questão de comunicação a partir do minuto 17: https://www.youtube.com/watch?v=PW-7Y7GbsiY

A idéia é que CPU e GPU tenham sempre o menor custo possível de acessar o dado e realizar seus cálculos. E ao mesmo tempo, sempre tenham de imediato a disposição imensas quantidades de dados para processar (como por ex 20 bilhões de polígonos).

Então nisso entram as novas consolas (em especial o PS5) que tem um tempo de comunicação extremamente veloz para entregar um chunk de assets lá do SSD até o espaço de endereçamento da GPU no cache.

Isso é basicamente um fluxo de trabalho (pipeline)

1) Assets no SSD colocado rapidamente na RAM, e diretamente no espaço de endereçamento da GPU (motores de coerência).
2) Geometry Engine que faz o culling de geometria selecionando apenas os polígonos necessários em determinado frame
3) GPU renderiza os polígonos resultantes acessando os dados em seus caches que possuem optimizações (cache scrubbers) para que a taxa de hits seja maximizada e a espera de dados na RAM seja a menor possível.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
17 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Tem alguns comentários interessantes nesta thread sobre o PS5 e XSX deveriam ter sido lançados em 2021 ou 2022 ao invés deste ano. Eu tenho um ponto de vista à respeito, e irei escrevê-lo abaixo. Estou estudando sobre o assunto, então é um ponto de vista que está em construção. Sintam-se à vontade para acrescentar, discordar, citar fatos, argumentos, contrapontos.

Para isso, vamos ignorar a questão mercadológica, e supor que Sony e Microsoft poderiam simplesmente lançar suas consolas quando quisessem, independente da situação de mercado.

Recentemente o pessoal da Epic disse que começou a colaborar com a Sony no PS5 há 4 anos. Ou seja, vamos colocar que o PS5 começou a ser desenvolvido em 2016. Se o PS5 fosse programado para 2022, será que seu desenvolvimento começaria em 2016 ou 2018 (gap de 4 anos)?

Hipótese A) Se fosse em 2016, a vantagem é que os times de desenvolvimento receberiam os devkits alguns bons anos antes do lançamento, e teriam muito mais tempo para refinarem ao máximo seus motores, para entregarem em 2022 o verdadeiro salto geracional que estamos querendo.

Hipótese B) Se fosse em 2018, a vantagem é que provavelmente Sony e Microsoft conseguiriam usar as features mais atuais possíveis, como litografia 5nm, arquitetura RDNA 3, Zen3, etc.

Repare que o mundo ideal seria unificar as vantagens das hipóteses A e B. Mas eu *suspeito* que isso não seja possível. Ou seja, se aderir a hipótese A, não se pode incluir nada de tão diferente do que já foi entregue nos devkits (ou pode, mas o impacto no desenvolvimento dos motores seria tão grande que talvez não os refizessem tão cedo, logo não aproveitaria as novas features em tempo). E se aderir a hipótese B, os devs receberão os devkits relativamente tarde da mesma forma, mas com tecnologias mais novas.

E ainda poderíamos incluir uma hipótese C) E se tivessem começado o desenvolvimento do PS5/XSX em 2014? Caso sim, talvez essas consolas teriam GPUs RDNA 1, lutando em performance com 5700 e 5700XT. Logo, neste caso creio que dificilmente sobreviviriam até 2027.

Então eu enxergo tudo isso como uma questão de equilíbrio. De fato os primeiros jogos next-gen lançados são bastante GPU bound, e o que estamos vendo de ganhos em CPU (modos 120fps) e SSD (loadings mais rápidos) são migalhas perto do que essas peças de metal podem fazer. Além disso, features como Ray Tracing, Mesh Shaders/Geometry Engine mal foram arranhadas. Recentemente li o engenheiro sênior da Playground compartilhando algumas impressões dele sobre as BVH structures nos Ray Accelerators. É plausível de se pensar que todos estão em uma curva de aprendizagem sobre as novas features, e caso o desenvolvimento dessas consolas tivesse começado antes, talvez essas features nem existiriam nos novos consoles.

Diante disso surge uma questão interessante: mas então por que do PS3/X360 para o PS4/Xone teve salto geracional tão grande, sendo que a mudança também foi drástica? (RAM/VRAM unificada, CISC x86 architeture).

Para responder isso, eu tenho duas hipóteses:

1) Sair de RISC do PS3/X360 para CISC no PS4/Xone foi uma mudança muito mais radical, ao ponto que se as engines não fossem reescritas rapidamente para a nova geração, não teriam jogo disponível em dezembro/2013 para nova geração. A Guerrilla mesmo se virou em 2011, escreveu a Decima Engine do zero e lançou seu Killzone Shadow Fall. Isso difere desta geração, porque o que temos agora são melhorias sobre o que já se tinha, não obrigou os times de desenvolvimento a reescreverem seus motores do zero.

2) A hipótese 1 faz parecer que todos os devs estão preguiçosos hoje em dia. Mas não é bem assim. Não se pode comparar o tempo e o custo de desenvolvimento dos jogos de hoje em dia com aquela época. Na geração PS3/X360, o ciclo de desenvolvimento era bem mais rápido, com cada estúdio lançando de 3 a 4 jogos naquela geração. Nessa geração, alguns não conseguiram nem lançar 2 jogos (Santa Monica por ex). Então para um Red Dead Redemption 3 sair em 2020, com todas as features sendo exploradas ao máximo, esse desenvolvimento teria que ser começado por volta de 2014, 2015. E naquela época nem sequer existiam várias destas features do PS5/XSX. No passado o ciclo de desenvolvimento dos jogos era mais curto, logo aproveitava-se mais rápidamente as features desde o início.

Claro que tem outros pontos, vemos por exemplo o quanto os jogos de 2007 evoluíram graficamente até 2013 (por ex, comparar Assassin’s Creed 1 com o Black Flag). Mas penso que isso tem mais a ver com a arquitetura RISC desses consoles, e a imensa possibilidade de optimização ao longo do tempo, se comparado à arquitetura CISC do PS4/Xone. Prova disso que jogos de 2013 como Killzone e Ryse não parecem tão datados graficamente se comparado aos de 2020.

Claro que esse argumento tem um contraponto. Se o ciclo de desenvolvimento da última geração foi tão demorado, por que conseguiram terminar Killzone e Ryse em um intervalo curto? Eis a questão. Há de se colocar também que são jogos com campanhas curtas. Podem ter enxugado em alguns pontos. Talvez o primeiro grande jogo em conteúdo da geração PS4/Xone foi The Witcher 3.

marcio
marcio
Responder a  Carlos Eduardo
16 dias atrás

Antes de mais nada, obrigado pelo seus comentarios aqui no site Carlos, sempre tento acompanhar agrega muito.

Entendo o seu pensamento, acho que esse timing é bem abordado pelas as empresas, pois como as coisas no mundo da tecnlogia defasam rapidamente e a consola é projetada para durar por uns 7 anos eles devem balancear o maximo possivel…mas o ponto é que se as empresas forem esperar sair sempre uma ‘nova versão’, uma arquitetura ou uma nova litografia eles nunca o lancariam, acredito que os consoles são lançados com um tempo de vida util em mente, e com otimizações (tanto em hardware com software) para renderem bem durante a vida, como sempre vimos em todas a gerações.

Uma coisa que vimos nessa geração que difere da geração ps3/x360 alem claro da diferença de arquitetura e a impossibilidade de aproveitar os motores na geração PS4/ XBOX ONE, o que vemos agora é o suporte tanto da Sony como da MS para a atual geração veremos por quanto tempo, eu particularmente sou contra esse suporte, gostaria de ver os studios focados totalmente no hardware novo para tirar maximo proveito do mesmo.

Segundo pessoal da Epic na nova geração o tempo de desenvolvimento podera ser otimizado devido as tecnologias da nova geração, veremos.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  marcio
16 dias atrás

Creio que assim que os motores tiverem todos devidamente otimizados para aproveitarem i/o e todas as features next gen fica inviável dar suporte a geração anterior. O que não faz sentido é agora abandonar a geração anterior com os motores não podendo dar o máximo na próxima geração. Então se equilibra.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  marcio
16 dias atrás

Oi Márcio, obrigado pelas considerações.

Creio que na geração PS3/X360 era mais complicado de construir games cross-gen, pois o reaproveitamento de código seria menor entre os SKUs do PS4 e PS3, assim como também entre XOne e X360. Alguns games cross-gen como Rise of the Tomb Raider e Forza Horizon 2 foram portados para o X360 por times independentes, mantendo o time principal 100% focado na versão do XOne. No caso de Killzone Shadow Fall por exemplo, eles teriam 3 tarefas: 1) Construir a Decima Engine 2) Construir o game Killzone Shadow Fall para o PS4 3) Portá-lo para o PS3 (ou tentar né lol). Considerando que começaram em 2011, talvez daria tempo de concluir apenas os dois primeiros itens até o lançamento do PS4. E também creio que queriam mesmo abandonar o PS3, até porque os jogos já não vendiam tão bem por lá (de acordo com o vgchartz).

Já nesta geração, como as consolas, os devkits e os motores são evoluções da geração passada, um game GPU bound (usando CPU e i/o para funções básicas como loadings mais rápidos) tem mais possibilidades de também ser portado para a geração passada com maior reaproveitamento de código. E o que estamos vendo até agora são games essencialmente GPU bound.

Claro que não estou aqui a “passar pano”, mas sim em tentar entender o que acontece. Vamos pensar um game como Spiderman Miles Morales, e supor que seu desenvolvimento começou em 2018, ou seja, um ciclo de 2 anos. Creio que o devkit tenha chegado nestes estúdios por volta de 2019. Talvez fosse pouco tempo para vencer a curva de aprendizagem e reescrever parte do motor visando suportar novas features como a Geometry Engine e entregar um game pronto em 2020. É verdade que conseguiram implementar Ray Tracing, mas creio que já havia um mínimo de conhecimento prévio do assunto graças às implementações da NVidia. E também já li alguns relatos sobre como implementações de Ray Tracing facilitam a vida dos desenvolvedores, já que substituem outras implementações como GI, SSR e outros (se bem que o Spiderman tem as duas implementações de reflexos lol).

Tem outro ponto interessante nisso, é que geralmente o game sofre um downgrade entre o que está rodando no computador do desenvolvedor para a consola. Eu já programei bastante para celulares, e é comum o preço do pedido carregar em 100ms nos meus testes com meu ambiente de desenvolvimento aberto, e lá no celular demorar mais de 1 segundo. Já vi relatos de desenvolvedores jogando alguns games até em 8k nos “pcs da nasa” que eles tem para desenvolverem, testarem. Então neste caso, pode ser que muito do que estamos vendo no PS5 são predefinições dos jogos semelhantes ao que eles testam no PC, claro que com novos assets, melhoria na modelagem, como no Spiderman Remastered. Uma palestra interessante que mostra isso é um lead developer da Insomniac mostrando lá no GDC sobre o desenvolvimento de Spiderman (link: https://www.youtube.com/watch?v=KDhKyIZd3O8). Repara em quanto de conteúdo, tamanho de tiles, etc.. eles cortam para conseguir fazer o jogo rodar no PS4.

Mas também entra em jogo as questões comerciais. Demon’s Souls foi um game feito só para o PS5, com texturas de altíssima qualidade, e até onde se saiba, não faz uso da Geometry Engine, e nem de Ray Tracing. É verdade que se trata de um remake, logo não precisaram construir um novo storytelling, mas mesmo assim portaram a versão do PS3 para o PS5 reconstruindo diversos assets de altíssimo nível, o que leva muito tempo. E por ser um game 100% dedicado ao PS5, foi o que apresentou melhor qualidade visual até agora.

Seja mais ou menos fácil de portar para o PS4, fato é que isso gasta certo tempo, que talvez poderia ter sido investido em aprimorar mais a versão next-gen, mesmo que sem usufruir tanto assim do potencial. Então creio que este aspecto comercial (vender mais) pesou sim, o que concordo com vc e também sou contra como consumidor.

Eu fui um dos que critiquei o Phil Spencer por ter dito sobre 2 anos de suporte ao Xbox One, e também critico a Sony por fazer isso. Só que baseado no que foi dito acima, é possível termos certa “compreensão técnica” do que acontece. Preferiram vender nas duas gerações de consolas ao invés de refinar um pouco mais a versão next-gen. Mas fato é que portar do PS5 para o PS4 não gasta tanto tempo assim se comparado do PS4 para o PS3, e dificilmente esse refinamento seria tão melhor do que temos hoje. Demon’s Souls é lindo, mas eu espero muito mais do que isso.. quero ver o “Lumen in the land of Nanite” na prática lol.

Tem uma palestra interessante da Naughty Dog mostrando o sofrimento que foi portar Last of Us do PS3 para o PS4 (link: https://www.gdcvault.com/play/1022186/Parallelizing-the-Naughty-Dog-Engine). Repare que o problema não é o PS4, mas sim reescrever em uma nova arquitetura todas as particularidades do PS3. É até por isso que eu acredito que será mais fácil vermos remakes ou reboots de Metal Gear Solid 4, Killzone, Infamous, Resistance, Socom, do que ver o PS3 funcionando via retro no PS5. Talvez seja uma tática, refaz os jogos mais relevantes do PS3, e tira-se um pouco da importância da retro (o que também não concordo lol é só uma tentativa de entender como os outros estão vendo as coisas).

marcio
marcio
Responder a  Carlos Eduardo
16 dias atrás

Sim, era mais dificil porque teriam que fazer 2 jogos praticamente um para cada geração, o que tornaria inviavel, e se fosse mais ‘facil’ portar jogos em gerações que esta sendo nessa, aposto que teriam apoiado esse cross-gen desde a gereção ps3/x360, e que como consumidor a gente descorda, mas a base de usuarios da atual geração (principalmente ps4 +100m) é algo a se considerar, até porque devido a pandemia os fabricantes não conseguem suprir a demanda, então um jogo produzido para as 2 gerações a margem de lucro é bem maior.
Sim e ainda acrescento no caso de KILLZONE SHADOW FALL a Guerrilla tinha acabado de lançar KILLZONE 3 (2011) no mesmo ano que começou a produzi-lo, foi um projeto feito as pressas (uma pena pois eu sou apaixonado pela franquia e o modo single me decepcionou ).

Do restante concordo com voce, apesar dos bons lançamentos ainda falta um verdadeiro jogo next-gen, como a demo da UE5 com visual de cair o queixo.

Gostaria de saber de voce, na entrevista foi falado que o tempo para produzir um jogo usando a UE5 sera mais rapido, devido aos dev não terem que se preocupar com barreiras tecnologicas que tinha nessa geração, como LOD dentre outras, voce acredita que ciclo de desenvolvimento para jogos na nova geração demorara menos/mesmo/mais tempo que pra geração ps4.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  marcio
16 dias atrás

Marcio, você tocou em um ponto delicado, e eu tenho vários achismos/hipóteses sobre isso. Mas vou compartilhá-los.

Nessa história eu vejo 2 fatos:

1) O ciclo de desenvolvimento e o custo de produção dos jogos tem se mostrado cada vez maior.

2) Existe uma potencial optimização no desenvolvimento, importando diretamente modelos do zbrush para o game, além da nova estrutura de i/o que certamente minimiza bastante diversas optimizações. Por exemplo, em Spiderman (game de 2018), precisaram duplicar diversos assets do jogo (lixeiras por exemplo) para serem armazenados de modo sequencial no HDD, consequentemente possuindo um tempo de busca menor e mais constante (desconsiderando os seeks do HDD). Tudo isso é ganho de tempo no desenvolvimento.

Em cima dos dois itens acima, entro com um questionamento.

1) Como de fato funciona o ciclo de desenvolvimento de um jogo? Será que a redução no tempo de optimizar a construção de modelos sem LODs é de facto o processo mais demorado? Talvez existam outros factores no desenvolvimento do jogo que demoram mais tempo, e a cada geração isso tem se tornado cada vez mais complexo. Por exemplo, a elaboração da história do jogo, a captura de movimentos dos personagens, dentre outros.

E por fim, considero 3 achismos/hipóteses.

1) Talvez as optimizações no desenvolvimento ajudarão a estabilizar o crescente custo e tempo de desenvolvimento. Sem aumentar, mas também sem reduzir. Novas optimizações junto com um hardware muito mais poderoso implicam em diversas novas possibilidades a serem construídas. E a competição é extrema entre os estúdios. Uma CPU bem mais poderosa pode permitir uma física muito melhor nos jogos, assim como novos algoritmos de IA. Um i/o mais rápido permite construir mundos gigantescamente mais detalhados sendo atualizados imediatamente aos olhos do jogador. Isso tudo gera muito mais trabalho para os devs lol

2) Talvez investirão em mais remakes, visando reduzir o ciclo de desenvolvimento do jogo, com histórias já contadas.

3) Talvez técnicas de Deep Learning poderão ajudar a reduzir o custo de desenvolvimento de jogos, como a ferramenta JALI (https://wccftech.com/cdpr-talks-gi-vs-rt-illumination-in-cyberpunk-2077-and-using-jali-to-automate-facial-animation/) usada em Cyberpunk, que constrói animações faciais de NPCs evitando captura de movimentos. E potencialmente isso tem potencial de expandir bastante no futuro, com Deep Learning sendo usado em tempo real para diversas técnicas inclusive de desenvolvimento.

marcio
marcio
Responder a  Carlos Eduardo
16 dias atrás

Realmente, o que a gente espera sendo otimista que gastem o tempo que era necessario para essas otimizações seja gasto em outras partes do jogo…penso que agora com novo hardware e especificamente o SSD há novas possibilidades para serem exploradas e que consome tempo de desenvolvimento, como interiores de prédios em jogos com COD Warzone ou GTA, além de ter mais modelos e mais npc, mais animações, ambientes que mudam radicalmente a geometra dentre varias outras coisas que agora o hardware permite, e seria muito decepcionante se não tirassem proveito, um exemplo para mim é RE2:Remake, os zumbis aleatorios (não os chefes) parecem todos igual, não sei se era limitação de hardware ou levaria muito tempo para criarem mais modelos, mas é decepcionante um jogo daquele com varios npc iguais, o contra ponto disso é justamente o tempo para realizar tudo isso, essa geração os studios conseguiram produzir 1 ou 2 jogos para geração, gostariam de ver mais jogos da ND, Santa Monica, Rockstar entre outros, mas temos que por na balança tambem a qualidade porque não adianta prometer jogos e o devs não tiverem tempo de produzirem com a qualidade esperada vide Cyberpunk 2077 que foi lançado claramente inacabado independente da versão, ou ate mesmo Star Wars:Jedi Fallen Orderm que faltou um polimento final…a gente tem visto que a Sony por exemplo tem aumentado a equipe de seus studios para 2 equipes por studio acho que visando diminuir o tempo de lançamentos de seus jogos e a MS agora com a aquisição da Bethesda aumentando a sua oferta de firstparty acredito tambem visando diminuir o intervalos de lacamento de jogos.

Veremos o que vira durante essa geração, tambem acredito que a IA e deep learning ajude os devs.

error: Conteúdo protegido