Playstation 5 será compatível com a maioria dos mais de 4000 títulos disponível para a PS4

A clarificação da Sony surge após Mark Cerny ter dito que a consola correria quase todos os 100 jogos mais populares da PS4, a Sony veio agora esclarecer que esse número não representa a realidade da compatibilidade.

Com a PS5, a Sony resolveu trazer uma retro-compatibilidade por hardware com as consolas anteriores. E apesar de um trabalho bem feito, algum código mais estranho usado em algum jogo pode quebrar essa compatibilidade presente no hardware, obrigando a um patch no jogo para corrigir a situção.

Em um dos vários casos em que não foi claro, durante a apresentação da consola, Mark Cerny referiu que Sony tinha de testar os jogos um a um para verificar se a compatibilidade existia, mas que podia indicar que dos 100 jogos mais populares da consola, quase todos eles iriam funcionar directamente.

Infelizmente esta situação deu azo a uma má interpretação que acreditava que apenas a maior parte desses 100 jogos seriam retro compatíveis, algo que a Sony veio agora esclarecer.

Na realidade a Sony espera que uma maioria esmagadora dos mais de 4000 jogos disponíveis para a PS4 corra sem qualquer alteração na PS5.



O comunicado da Sony, dá ainda a entender que o problema que leva aos testes individuais nem está em reais dificuldades com a retro-compatibilidade, e que a avaliação jogo a jogo a que Cerny se referia na realidade dizia respeito a um novo modo de boost que correrá os jogos às frequências da PS5, com melhorias de resolução e de fps.

Eis o comunicado original:

UPDATE: A quick update on backward compatibility – With all of the amazing games in PS4’s catalog, we’ve devoted significant efforts to enable our fans to play their favorites on PS5. We believe that the overwhelming majority of the 4,000+ PS4 titles will be playable on PS5.

We’re expecting backward compatible titles will run at a boosted frequency on PS5 so that they can benefit from higher or more stable frame rates and potentially higher resolutions. We’re currently evaluating games on a title-by-title basis to spot any issues that need adjustment from the original software developers.

In his presentation, Mark Cerny provided a snapshot into the Top 100 most-played PS4 titles, demonstrating how well our backward compatibility efforts are going. We have already tested hundreds of titles and are preparing to test thousands more as we move toward launch. We will provide updates on backward compatibility, along with much more PS5 news, in the months ahead. Stay tuned!



53 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Trevisan
Trevisan
8 meses atrás

Não teria como não ser não é ? A arquitetura é identica apesar de hardware diferente. Ponto positivo pra Sony.

Trevisan
Trevisan
Responder a  Mário Armão Ferreira
8 meses atrás

Creio que no Xbox será feito desta forma somente com o 360 e o primeiro Xbox né ? Demais títulos do One serão da mesma forma pela arquitetura.

Vitor Calado
Vitor Calado
Responder a  Mário Armão Ferreira
8 meses atrás

E vai ter que alterar o software na maioria dos casos, não existe compatibilidade por hardware quando um sistema é o dobro do outro em potência e velocidade, todos os jogos tem que ser testados, vai ter que haver afinações para não haver movimentos rápidos tanto na parte controlada por nós como na controlada pela IA, o sistema operativo vai ter diferenças devem ter instruções na programação que vão ter que ser adaptadas, etc…a Sony tal como a MS vai ter que colocar uma equipa exclusivamente para adequar os jogos de um sistema para o outro e não vai fazer isso de um dia para o outro, a Sony diz sempre aquilo que vcs querem ouvir e como resulta não vejo motivos para eles dizerem a verdade

Rui
Rui
8 meses atrás

Bem isto é porreiro sem dúvida mas é o mínimo expectável, neste aspecto a X esta a kms da ps.

Juntar varias gerações ou todas numa so consola e com melhorias nos jogos pessoalmente adoro esta feature, da parte da X temos todos os da one ou quase todos tirando os do kinect temos quase 700 da x360 e muitos poucos da xbox og, quero ver mais trabalho da Microsoft nesses, nao digo tantos como na x360 mas sao muito poucos..

nETTo
nETTo
Responder a  Rui
8 meses atrás

A Xbox One/Series X é compatível, veja, diferente de retro, com as gerações anteriores, se não me engano são 650 jogos do X360 e 50 dos primeiro Xbox.

X360 teve quantos jogos até o fim de sua geração, 4.000? E o primeiro Xbox quanto em 4 anos de vida?

bruno
bruno
Responder a  nETTo
8 meses atrás

Não deixa de ser um facto que a MS já apresentou muito mais sobre retrocompatibilidade que a Sony. Quando tens uma empresa a demonstrar títulos como o Gears original com RT, a Sony anunciar primeiro que nem consegue garantir retrocompatibilidade com os 100 Top da PS4 (sobretudo quando tens retrocompatibilidade quase total com o hardware) é muito, muito mau da parte da Sony.

Tudo bem que a empresa já anunciou que todo o catálogo será, quase na sua totalidade compatível, mas erro aqui foi da Sony.

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
8 meses atrás

Eu refiro a comparação entre as duas. A Ms já apresentou vídeos das de retro, a Sony meteu a pata na poça com a apresentação original e depois tiveste um comunicado. E não se sabe a que vem o boost mode.

Vitor Calado
Vitor Calado
Responder a  Rui
8 meses atrás

E quantos anos a MS levou para criar esses 700 jogos retrocompativeis?? a Sony falou que iria ter 100 e qualquer pessoa com dois dedos de testa percebeu que são os jogos que eles priorizaram para o lançamento da consolas, como a malta do apocalipse começou logo a fazer confusão, eles vieram dizer aquilo que o pessoal quer ouvir, compraram na China uma varinha mágica e de um momento para o outro os 4000 jogos da PS4 ficam todos a funcionar na PS5…nem precisam testar é só esfolar e meter ao lume

Vitor Calado
Vitor Calado
Responder a  Vitor Calado
8 meses atrás

Depois a Sony faz uma lista e mete lá 3500 jogos, e a confusão vai ser enorme e ela volta atrás e mais uma vez desdiz o que disse…lol já estou até a imaginar: Sony estive 43 horas a jogar o jogo xpto e agora cheguei ao boss final mas ele entra rápido na caverna e eu não o consigo impedir, é uma vergonha, tanto tempo perdido e etc e tal…não vou conseguir terminar, blá. blá. blá…vamos ver

Julio Esteves
Julio Esteves
8 meses atrás

Mário, bom dia.
No título está escrito 400 e o correto é 4000.
Quanto ao assunto, Tenho ainda ainda esperança de que a retro compatibilidade se estenda aos outros playstations.

Fernando Molina
Fernando Molina
8 meses atrás

Então nesse caso, tenho que vir aqui me desculpar por ter falado tão mal dessa retrocompatibilidade do PS5, me precipitei, ainda bem que estava errado

nETTo
nETTo
Responder a  Fernando Molina
8 meses atrás

Nada mano, foram os portais a tirar conclusões e levar as pessoas ao erro

bruno
bruno
Responder a  nETTo
8 meses atrás

Por acaso, foi o Mark Cerny a dizer coisas erradas e a levar as pessoas ao erro. Ele é que referiu que dos 100 mais populares, quase todos (ou seja, não todos), conseguem correr na PS5. Onde deixa isto os restantes 3900?

Mais, uma vez a Sony cometeu uma asneira enorme. Não há segredo nenhum com a retro que valha à pena ser mantido a sete chaves, logo o silêncio da empresa não se explica a não ser que as coisas não estejam a ir bem.

Daniel Cardoso
Daniel Cardoso
8 meses atrás

Mário off topic:

É meus amigos mais um funcionário que praticamente fundou a divisão PlayStation com os demais a deixar a companhia, se um senhor que esteve na divisão PlayStation durante 25 anos, que praticamente viu os primeiros passoas da divisão a andar para a frente esta a sair, é sinal que algo de mau esta a acotecer com a sony, principalmente na divisão PlayStation.

https://www.eurogamer.pt/articles/2020-03-27-playstation-perde-o-vice-presidente-da-sony-interactive-entertainment-worldwide-studios-europe

ISTO esta a me fazer lembrar a quando a perda em massa de funcionários importantes pra a Samsung, e a sony desde ai comecou a perder muito terreno no setor dos eletrodomésticos, e a divisão PlayStation encaminha para algo do gênero. Que saudades da nostalgia do Kaz Hirai e do Yoshida-san, e de alguns outros que nao me lembra dos nomes agora, mas um que tambem fica na memoria é o Andrew House 🥺🥺🥺🥺.

Daniel Cardoso
Daniel Cardoso
Responder a  Mário Armão Ferreira
8 meses atrás

Mário é muita saída ultimamente de nomes que praticamente foram a origem da PlayStation, o Kaz ainda é naquela, passou o testemunho a outro, mas uma pessoa não pode negar em menos de meio ano, a sony perdeu muitos nomes sonates da divisão PlayStation, se isso vai prejudicar a divisão PS, eu não sei, mas que vai prejudicar um pouco, acredito que vá, agora infelizmente eu não posso aprovar nada o que disse, mas uma coisa você também não pode negar, a sony esta a peder muitos nomes importes na divisão PlayStation, isto era a mesma coisa como voce passar o site para um outro funcionário qual quer, e não ter a simpatia e solides e nostalgia que voce passa, eu já acompanho este site a 5 anos em média, mas só no último ano é que comecei a frequentar mais a parte de comentários, e a verdade é uma, este site já é uma parte da minha vida, e se você agora saise meio era como se perde-se algo importante, não sei se estou a passar a massagem correcta.

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Mário Armão Ferreira
8 meses atrás

Mário assim como Daniel, eu posso dizer que esse site hoje faz parte de meu dia a dia literalmente todo dia eu abro o site em busca de novas notícias e gosto muito da forma profissional como aborda e ao mesmo tempo em uma linguagem simples que da para uma pessoa que não tem conhecimento técnico entender dito isto.

Isso que vou falar agora é apenas minha opinião, ao meu ver todas essas mudanças da Sony tem me deixado com a pulga atrás da orelha, primeiro foi o presidente novo que veio da divisão online se não me engano, mas deixei queto, depois a saída de diversos nomes importantes ai vem o Hermen que mete literalmente o pé na porta e diz olha esse exclusivo não vai ser mais exclusivo e é um teste sendo que outros jogos também podem chegar (ele deixa isso claro no áudio, coisa que na parte escrita da reportagem foi deixada de fora).

Para mim parece que a Sony essa nova geração quer seguir os mesmos passos do Xbox nessa geração só que ela esquece que ela não é uma micro e sem um playstation ela tá em muitos maus lençóis, já que foi dito que o motivo da Sony hoje em dia estar bem financeiramente foi o ps4.

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Mário Armão Ferreira
8 meses atrás

Bem, eu já acompanho este site há 8 anos e é dos melhores sites que conheço! O Mário é a alma deste site isso não há dúvidas! É graças a ele que percebemos certos termos técnicos que nenhum outro sítio o consegue fazer como também é uma pessoa excelente e acessível para nos ajudar e tirar dúvidas.
Já tive o prazer de falar com ele pela Psn e foi uma conversa muito agradável sobre consolas, jogos como também futebol 😉
Relativamente ao Hermes Hulst, não acho que tenha sido uma má escolha. Tem a experiência de liderar um grande estúdio, e se conseguir transmitir o seu conhecimento pode ajudar os outros a crescer.

Rodrigo
Rodrigo
Responder a  Mário Armão Ferreira
8 meses atrás

Já que a rotina de todo mundo agora está afetada por causa desse surto, você vai poder passar mais tempo criando e mantendo os ótimos artigos da Pcmanias. Em Portugal o surto de Covid infelizmente já ultrapassou 5.000,00 casos. Tem que tomar cuidado. Nesses tempos de restrição você tem jogado mais o que Mário? No Nintendo Switch?

Rodrigo
Rodrigo
Responder a  Mário Armão Ferreira
8 meses atrás

Ele sempre foi um político problemático, da extrema direita. Já arrumou confusão com vários líderes mundiais, como os da França, Alemanha, por exemplo. Conseguiu chegar ao poder usando principalmente a enorme influência que conseguiu nas redes sociais. Ele é contrário às políticas de quarentena, afirma que a economia não pode ser afetada pelo que ele chama de “gripezinha”, um vírus que é perigoso e extremamente contagioso. Mas essas afirmações dele já viraram motivo de chacota, zombaria. Pelo menos tem o poder judiciário, que tem impedido algumas das ações dele. Alguns legisladores estão tentando abrir o processo de impeachment contra ele, mas até agora sem sucesso.

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
8 meses atrás

@Mario, podes elaborar?

Já não é a primeira vez que te vejo a criticar o facto de a Sony mudar as decisões para o USA. E já há bastante tempo atrás criticaste algumas das “mentes” que estavam lá a tomar decisões. E o mesmo sobre o Helman Hulst. Estás informado de alguma coisa, ou é somente baseado nas últimas decisões da Sony?

Eu por acaso quando soube que ele foi nomeado até achei bem, porque tinha vários anos a liderar a Guerrilha um estúdio que tem dominado o hardware das consolas como nenhum outro e tem sido cpapaz de um grande output, mesmo com os jogos a não venderem por aí além..

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
8 meses atrás

Humm.. concordo.

Só acrescento que relativamente ao ganho… ele é uma incógnita. Com a qualidade dos jogos, eu não duvido que eles vendam. Talvez o dobro do que venderam até agora. Mas a que custo? Porque lançar para o PC não são só ganhos.

E vende cópias, pode perder utilizadores e relativamente a levá-los a trazê-los para a plataforma, isso está por ver-se.

Rodrigo
Rodrigo
8 meses atrás

É muito bom ver a Sony mostrar seus planos para a PS5, compatibilidade com versões anteriores logo no início do processo. Se agente lembrar um pouco, começou bem com o PlayStation 2, que continua a ser um destaque por sua capacidade de jogar quase todos os jogos do PlayStation original e até mesmo usar acessórios originais PlayStation como controladores e cartões de memória.
Então as coisas ficaram estranhas com o PlayStation 3. A versão de lançamento do console teve apoio e compatibilidade com versões anteriores completas para os dois consoles originais, PlayStation e PS2, mas nas versões posteriores foi retirado o seu apoio para PS2, continuando com os títulos do PlayStation original. Então o PS4 veio e restaurou a compatibilidade com versões anteriores. Em seguida, a Sony começou a portar certos jogos de PS2 para PS4 com melhores resoluções e taxas de quadro, e a trazer versões não modificadas de outros jogos de toda a história do PlayStation para o serviço de streaming de PlayStation Now. Com a compatibilidade do PS5 claramente definido agora, a Sony mostra que esta geração terá uma abordagem muito mais considerada, abraçando a história PlayStation.

Deto
Deto
8 meses atrás

Mario, apareceu no neogaf um video do youtube do Moore’s Law Is Dead falando sobre o PS5 e SX, e com todas as fontes third party dele.

vou deixar os links para os posts, no post já tem o tempo exato que ele fala, já que é uma live de 1h e meia.

Dev say that the Tempest Engine can be used as a backup processing unit if they don’t wanna go deep in 3D audio:

https://www.neogaf.com/threads/next-gen-ps5-xsx-ot-speculation-analysis-leaks-thread.1480978/page-1616#post-257576955

Addressing the Microsoft superior compression BS:

https://www.neogaf.com/threads/next-gen-ps5-xsx-ot-speculation-analysis-leaks-thread.1480978/page-1616#post-257577267

Developers say XSEX SSD cannot be used as a virtual RAM the way it is used in the PS5 SSD. Those custom chips and I/O tweaks to remove all bottlenecks that Cerny did is not present in the XSEX.

https://www.neogaf.com/threads/next-gen-ps5-xsx-ot-speculation-analysis-leaks-thread.1480978/page-1616#post-257578047

“No developers say they will not program for the special things in the Playstation… DICE is going to… DICE said they will.” “… the third party games are gonna use the Playstation 5 to its best ability.”

“All my sources are third party devs.”

“It’s not about the loading times.”

https://www.neogaf.com/threads/next-gen-ps5-xsx-ot-speculation-analysis-leaks-thread.1480978/page-1616#post-257578347

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Mário Armão Ferreira
8 meses atrás

Esse CU colocado a parte dedicado ao Tempest, será que tambem chega aos 2,23 ghz??
E se eventualmente poderem usar esse CU para calculo. Estaríamos a falar de quantos Tfops ?
Digo isto porque, se for um gimmick ou algo somente usado pelas frist party, podera ser um ligeiro bust

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  AlexandreR
8 meses atrás

É que eu ainda não percebi as vantagens do sistema de áudio da PlayStation 5. E sendo esse CU versátil é uma mais valia. Porque se o sistema de som não chegar a ser utilizado poderá sempre ajudar o Gpu nos cálculos

bruno
bruno
Responder a  AlexandreR
8 meses atrás

Não faz parte do GPU, creio eu. E o CU é o Tempest Engine, não é algo versátil que posse ser dedicado a outras coisas.

Vitor Calado
Vitor Calado
8 meses atrás

É por isso que eu prefiro a xbox, todos tem defeitos mas a postura da Sony não é nada com que eu me identifique, resumindo:

Na apresentação da PS5 o Mark Cerny disse e bem que no lançamneto iriam ter cerca de 100 jogos dos mais jogados da PS4 retrocompativeis com a PS5, como houve logo uma grande agitação por esse mundo fora, a Sony veio logoa a correr rectificar mas com aquelas palavras em que pensam que estão a falar para crianças, nós esperamos, nós acreditamos, LOL…para mim nada mudou, eles vão ter cerca de 100 jogos no lançamento e vão preparando e testando mais durante toda a geração…a Sony que assuma sem rodeios as coisas que diz e que faz, eu acredito que o pai natal possa existir e espero que este ano vá visitar a minha casa…LOL..sejam homens e digam logo ou tem ou não tem…afinal els tem a faca e o queijo nas mãos…se eles acreditam eu tenho a certeza, no lançamento vai ter apenas uma pequena parte da biblioteca da PS4 disponível…

error: Conteúdo protegido