PS4 confirma sucesso com últimos números da Sony.

A Sony anunciou um total de 79 milhões de consolas despachadas. Pretende alcançar os 95 milhões em Março de 2019!

As vendas da PS4 confirmam o sucesso da consola. Apesar de os números revelados serem despachos e não vendas efectivas ao público, a realidade é que a nível de facturação da Sony essas consolas são para todos os efeitos consolas vendidas. E nesse sentido, a Sony vendeu já 79 milhões de consolas., o que implica que no último ano fiscal a Sony despachou 19 milhões de consolas.

O último número que foi dado a conhecer a nível de vendas efectivas ao público foi revelado em Dezembro de 2017, com um total de 70 milhões.

As previsões da Sony são agora de mais 16 milhões de consolas despachadas durante o novo ano fiscal que termina a 31 de Março de 2019, atirando o número global para 95 milhões de consolas! Relevante perceber-se que a Sony prevê uma quebra nas vendas de 3 milhões de unidades.

Estes números colocam a PS4 num patamar de sucesso extremamente elevado, e uma das consolas Sony melhor sucedidas. Mais do que isso, esta geração cimentou a posição da Sony, não só nas vendas, como igualmente na confiança do consumidor, o que lhe deverá permitir um bom arranque na próxima geração.



O sucesso da PS4, mesmo perante consolas como a Xbox One X, mostram que os fatores de venda que sempre existiram continuam a ser válidos e que, tal como sempre aconteceu ao longo de todo o historial das consolas, estas valem acima de tudo pela combinação hardware/software, sendo que os dois necessitam de andar sempre de mãos dadas, não valendo de nada um deles se o outro falhar.



Posts Relacionados

newest oldest
Notify of
Vitor Calado
Visitante
Vitor Calado

e legitimo criticar a MS no ponto de vista do utilizador, na verdade o que nós queremos são bons jogos e a Sony dá-nos bons jogos, agora em termos empresarias a MS faz aquilo que sempre fez desde o tempo do Win95, toda a gente contesta toda a gente critica mas a facturação deles vai sempre crescendo, a Microsoft vai reciclando as suas franquias, não investe em novos jogos, mas vai dando outras alternativas como os serviços a retro compatibilidade e sempre com os olhos postos na rentabilidade. O GOW é um jogo 10x melhor que o PUBG mas a MS é capaz de ganhar mais com o PUBG do que a Sony com o GOW e é nisso que a Sony perde…estão a apostar no futuro, a angriar clientes, talvez, mas já estava na hora de começar a capitalizar esse enorme investimento pois as suas produções são cada vez melhores mas os custos aumentam proporcionalmente, a Nitendo com jogos mais baratos e com uma base instalada 5x menor consegue vender mais exclusivos que a Sony e ter lucros bem mais aliciantes…

bruno
Visitante
bruno

Oh, Vitor… E tu ainda achas que do lado da Xbox as coisas estão melhores que nunca?!

Lê isto:
https://arstechnica.com/gaming/2018/05/report-ps4-has-now-sold-roughly-2-5-times-as-well-as-the-xbox-one/

A vantagem de 2:1 passou de 2.5:1. A PS4 controla 70% do mercado, ao considerar o mercado das consolas de mesa e ignorando a Switch. Dados da EA. Isto coloca, aproximadamente, o número de consolas Xbox vendidas abaixo dos 35 milhões que desde há uns anos para cá têm sido estimados. Isto com base nos números recentmente avancados pela Sony de 73,6 milhões. Ou seja, ao contrário do que se estimava, a Xbox até estava alguns milhões abaixo do que certos sites avançavam.

Está na hora de capitalizar o quê, exactamente? Seguir o mesmo caminho da MS? Achas que isso é capitalizar? Isso é destruir todo o trabalho que tem feito até agora, a destruir o nome que tem construido! A Sony está a capitalizar tudo o que deve e a seguir o caminho certo, tornando-se uma refª. Como certas pessoas, agora ausentes, costumavam dizer, a Sony vende pelo nome. Mas um nome constroi-se e é aí que está a capitalizar. Não precisa de capitalizar mais nada. Porque se mete nesses disparates em vez de capitalizar, descapitaliza. Um nome é a coisa mais importante que uma empresa deve cuidar. A capitalização que referes só em caso de desespero. Que é o que aconteceu à Xbox.

Além disso em que te baseias para dizer que as coisas estão sempre a melhorar, no lado da MS?

No ano de 2017 a divisão PS registou uma receita líquida de mais de 1,7 mil milhões de dólares e bruta de 17,7 mil milhões de dólares (ou biliões como vocês usam). A Divisão Xbox está inserida num conjunto de divisões que juntas tiveram uma receita de bruta 38 mil milhões e líquida de 8,3 mil milhões. Mas repara, nesta incluem-se o Windows OEM (receitas de Windows vendidos diretamente às fabricantes de portáteis e ao publico, que seguramente, dado que quase 99% deste mercado é Windows, será a maior fatia), Linked In, Surface, publicidade e anuncios de pesquisa (Bing e MSN), IoT, acessórios oficiais PC etc.

Basta ver que dificilmente a Xbox representa metade disto e a ver vamos se sequer chega a um quarto destas receitas, mas a PS por si representa quase metade da receita bruta. Outro dado importante, é que no mesmo relatório a MS fala em redução da receita de hardware por redução das vendas de consolas (não foi o único motivo) algo que compensou na venda de serviços (Live, GamePass) que só deu um aumento de 11%, maioritariamente graças aos third parties (que como vemos, vendem mais na PS, logo geram mais receitas nesta consola).

Achas isto um bom panorama?

José Galvão
Visitante
José Galvão

Pois é mas se calhar a Sony ganha mais com GOW mais outro ip qualquer dos muitos que tem, do que a Microsoft ganha com o PUBG.
A Nintendo é normal que tenha mais lucro por ip, mas num todo esquece lá isso, e depois existe a questão third partie que nas consolas Ni tendo não t comparação com o apoio que uma Playstation tem.

Já se sabe que és apoiante do capitalismo, que por ti eramos todos sugados até ao tutano em prol de uma corporação que até se está nas tintas para ti, mas felizmente a Sony tem uma mentalidade diferente, dentro do lucro qye precisa obter, consegue respeitar os seus clientes, e é assim que se anealha quase 80 milhões de consolas e se dá um valente bigode à concorrência numa geração.