Queres ter uma noção do que a PS5 te pode oferecer? Eis exemplos!

0 0 votes
Avalie o nosso artigo

A possibilidade de a nova consola da Sony poder levar alguns jogos mais antigos a resoluções até 8k, e o som 3D são novidades que aparecerão na consola. Eis o que poderemos esperar!

O audio

Uma das situações referidas por Mark Cerny e relativa à nova PS5 é o som 3D.

Repare-se que aqui não falamos de som posicional, ou seja os tradicionais efeitos 3D de posição do audio no espaço. Isso já existe à alguns anos tornou-se algo relativamente comum em codecs como o Dolby Digital, o DTS ou o Atmos.

Esse tipo de posicionamento do audio no espaço 3D pode ser ouvido no video de baixo.



O que aqui se fala é algo bem mais complexo e complementar ao de cima. Falamos acima de tudo de som dinâmico. Ou seja a alteração do som de acordo com o ambiente. Basicamente a afectação do som de acordo com os materiais usados, com os objectos e a oclusão e distorção que estes fazem às ondas audio. Trata-se basicamente de um processamento semelhante ao feito com a luz com o Ray Tracing, mas aqui aplicado ao som.

Aqui temos um exemplo relativamente básico que expande o de cima, ao obstruir o som com uma parede.

E aqui o efeito total, com o som a reflectir nas paredes, e a ser ouvido de forma indirecta, mesmo quando obstruído.

No entanto, o que terão na PS5 passa por muito mais do que isso. O tipo de material, a sua porosidade, a rigidez, possíveis aberturas, ressonância, etc, tudo será tomado em conta. Trata-se de um processamento que será bastante mais avançado que o que ouvem em cima.



É acima de tudo um resultado que não depende depois tanto da qualidade de os headphones poderem posicionar melhor ou pior o som no espaço 3D. Porque basicamente o som sai da consola já devidamente processado, sendo reproduzido com a distorção já calculada.

O que a Sony nos vai trazer é algo que não há ainda verdadeiramente nenhuma demonstração que o faça. Mas os vídeos de cima dão uma ideia ao mostrarem, de forma limitada o que pode ser possível. Trata-se de um processamento intensivo, um uso de Ray Tracing, que não é algo comum no mercado para efeitos de luz, e muito menos para audio.

Mas o que está em cima pode servir de aperitivo…

Os jogos 8K

Falar em jogos 8K é uma utopia… Basicamente o mercado que existe é 4K. No entanto a capacidade de processamento de jogos a essas resoluções está lá, e o downsampling pode sempre melhorar a imagem dos 4K.

Mas mesmo a 4K, um jogo PS2 pode melhorar de forma radica. Tornando-se basicamente num outro jogo, e sendo quase irreconhecível.



Para mostrar isso mesmo temos o seguinte video de GT4 a correr na resolução nativa e numa resolução acima de 4K. Comparem!

É incrível como um jogo que corria com 32 MB de RAM se pode tornar tão atraente com um simples aumento de resolução. E isto é algo que a PS5 deverá poder fazer.



error: Conteúdo protegido