Será que o Halo Infinite que vimos em 2018 corria no motor do jogo?

5 3 votes
Avalie o nosso artigo

O teaser de 2018 corria no motor do jogo? Perante o que foi referido pela 343 Industries e mostrado recentemente, a resposta é um claro não!

Com a recente apresentação de cena de jogo de Halo Infinite, e as declarações da 343 Industries presentes na outra notícia colocada hoje, e que refere elementos inacabados e por polis, percebemos algumas situações que nos levam a questionar: Será que o que nos foi mostrado em 2018 estava a correr no motor do jogo?

Vamos analisar algumas das situações que foram percebidas existirem ou estarem em falta nesta última apresentação, e comparar com a demo de 2018. E passamos a citar:

1. Ausência de luz volumétrica e raios crepusculares (God rays).
2. Ausência de ambient occlusion,
3. Texuras de baixa resolução em personagens.
4. Cenários com baixa contagem de polígonos e basicamente quadrados.
5. Ausência de sombras nos NPCs.
6. Cores deslavadas e com pouco contraste.
7. Mundo morto, sem árvores ou relva a abanar, repetitivas, e com a vegetação a não reagir à passagem de pessoas e veículos.
8. Resolução variável em vários elementos do cenário.
9. Ausência de Ray Tracing (que se afirma será acrescentado à posteriori).

Poderiamos ainda apontar outros problemas como:



10. Sons inadequados no Warthog – O som deveria ser de um camião com tração às 4, como nos Halo anteriores, e não o de um Subaru Impreza.
11. Falhas nas animações – Quando Master Chief lança uma granada esta não aparece na sua mão enquanto é lançada.
12. Bugs diversas – Por exemplo a arma de Master Chief aparece reflectida na água mal ele sai da nave, e fica lá fixa.
13. Resolução variável em vários elementos do cenário.
14. Os inimigos geridos por IA apenas ficam no local quando se dispara contra eles.
15. Problemas de pop in. (Algo que pode não existir na consola devido ao Velocity Engine, pois aparentemente a demo corria num PC).

Mas estes últimos pontos não serão referidos pois a ideia e comparar o que vimos nesta última apresentação com o que foi mostrado em 2018 e estes últimos pontos não são comparáveis por ausência dos mesmos.

Vamos então ver o video de promoção ao jogo, mostrado em 2018:

Se o visualizaram percebem claramente o seguinte:

1. A luz volumétrica e os raios crepusculares estão visíveis logo nos primeiros segundos do video.
2. O Ambient Oclusion existe e é eficaz.
3. As texturas aparentam ser de alta resolução.
4. Os cenários são mais variados, com a geometria a não ser quadrada e o número de polígonos a ser maior.
5. Os NPCs criam sombras sobre o mundo.
6. As cores são mais vivas e variadas (pode ter a ver com a hora do dia).
7. Apesar de não se poder confirmar se as árvores abanam, a relva mexe ao vento. No entanto não aparenta ser afectada pela presença dos NPCs.
8. 4K fixos.
9. Ray Tracing no capacete de Master Chief



Perante isto a conclusão parece ser clara. Se a 343 Industries refere que a “build” mostrada tinha apenas umas semanas, e estava sem aqueles efeitos implementados, o que vimos em 2018 não estava a correr em tempo real. Era uma amostra pré rendida de um resultado que se pretendia alcançar.

Se não for assim, como se explica que em 2018 houvessem capacidades que agora não estão lá, incluindo uma, o RT, que em 2020 ainda nem existe e será acrescentada ao jogo à posteriori?

 

 



5 3 votes
Avalie o nosso artigo
guest
4 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
nETTo
nETTo
2 dias atrás

Eu tenho as minhas hipóteses

O jogo tem tido muitos problemas no Desenvolvimento, teve pessoas importantes saindo do projeto e as diferenças entre o conteúdo de 2018 com o de 2020 me fazem pensar em duas possibilidades. Reinício a pouco tempo talvez 2018 ou mesmo um projeto remendado, o qual já deu um baita preju e a 343i está fazendo de tudo pra lançar o melhor possível.

Sparrow81
Sparrow81
2 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

O trailer de Hellblade parece equivalente a esse de Halo 2018. Só que temos que ver que a equipe da Ninja Theory é mais talentosa que dá 343 e pode ser melhor.

A questão é orçamento disponibilizado para os Studios. Mas Halo não era um projeto de 500 milhões de dólares? O que ocorreu? Mentiram? Roubaram a Microsoft? Gestão errada? Falta de profissionais capacitados?

Ontem vendo o trailer de Battletoads, até achei bem legal o game, dentro do possível. Mas uma coisa não me sai da cabeça: A Rare, com certeza, podia fazer um jogo fantástico se o orçamento fosse compatível com um triple A. Ela já fez coisa melhores num passado não tão distante. O que acontece? A MS compra Studios para os colocar numa posição de todos serem nivelados por baixo?
Que poderia ser de encher os olhos, poderia, mas NUNCA é! O problema não é talento, é colocar pessoas talentosas trabalhando com limitações absurdas.

Marco Antonio Brasil
2 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Não é o mesmo jogo! 😂 Esse é o vídeo do Halo do SX, o mostrado na apresentação foi por engano 😂

Sparrow81
Sparrow81
2 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Off Topic – “Xbox gamepass” foi alterado oficialmente para apenas “gamepass”.
É a Microsoft tentando desvincular o nome do console do serviço.

error: Conteúdo protegido