Relato: Criador de Plants vs Zombies foi despedido pela EA por não suportar sistemas Pay2win

Fosse agora, após a polémica de Battlefront e a EA se calhar tinha pensado duas vezes.

As práticas para extorquir dinheiro da EA são conhecidas e nem sequer vem de hoje. Há muito pouco que sai dessa empresa que não seja feito com o intuito de, a curto, médio, ou longo prazo, obter mais dinheiro dos seus clientes. É uma realidade que tem levado a empresa, desde à anos, a ser extremamente criticada

Num podcast recente, que podem ver no Reddit, o designer de videojogos Edmund McMillen (Super Meat Boy, The Binding of Isaac) falou da controvérsia do pay-to-win, e nessa conversa o nome de Geroge Fan, criador de Plants vs. Zombies surgiu, sendo referido que este foi despedido por recusar implementar elementos de pay-to-win no Plants vs. Zombies 2.

Eis a transcrição do que foi dito, devidamente traduzida:

Querem ouvir uma história que tem a ver com a EA e um criador independente? Esta é uma história semi-desconhecida, e não me estou a por em bicos de pés com ela, mas sei que a posso contar… desde que a conte como algo “um pouco confuso nos detalhes”.



Envolve um amigo meu, o George Fan. O George fez um jogo chamado “Insaniquarium”.  Fê-lo à imenso tempo e ganhou uma quantidade de premios com ele, e devido a tal foi procurado pela PopCap. E a PopCap contratou-o, colocou-o com mais duas pessoas num pequeno escritório, e disse “hey, faz o jogo” e ele disse, “okay, vou fazer o Plants vs. Zombies.” E fez o Plants vs. Zombies, foi um grande sucesso ao ponto de terem sido comprador pela EA, que acabou por tornar o jogo um sucesso ainda maior.Então eles disseram, “okay, vamos-nos focar nisto e fazer uma sequela, vamos fazer spinoffs, e vamos fazer isto e aquilo”. E o George disse, “Porreiro! Tenho uma ideia para um segundo jogo!”. e ele desenvolveu este jogo de forma independente, com ideias independentes e uma pequena equipa de pessoas. Era pessoal. Conhecendo-o, posso ver que as personagens eram pessoais, e que cada pedaço do jogo eram algo dele. Era o seu bebé. E eles disseram assim “hey, já sei, vamos fazer esta sequela, começar a sequela, coloca-la nos dispositivos móveis, e vamos fazer isto pay-to-win.” E o George respondeu, “ah, não sei, não é uma boa ideia, E não quero fazer isso com o meu jogo”, ao que a resposta foi “Estás despedido.” E ele saiu. 

Podem ouvir a história no video, perto dos 40:55 minutos.

 



Posts Relacionados

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentario

O seu e-mail nao sera publicado.


*