Remedy sobre a PS4 Pro: “Não é uma nova geração, ao contrário da Scorpio. É mais uma forma de permitir acesso aos 4K”

Scorpio4

O Chefe de Relações Públicas da Remedy, Thomas Puha comentou no Twitter as suas ideias sobre a nova PS4 Pro.

Desde que surgiram os primeiros rumores que os relatos referiam que a PS4 não era uma nova geração. Era isso sim uma atualização a meio da geração da PS4, sendo que os dois modelos continuariam a receber suporte e seriam mantidos em paralelo, com os jogos a continuarem a serem desenvolvidos para a plataforma base, e com melhorias na consola mais potente. E daí que até surgiu a referência à consola como sendo uma PS4.5.

Apesar de a ideia de consolas de meio de geração não são e nem nunca foram do agrado de todos, por se entender que criam uma fragmentação do mercado, com clientes de primeira e clientes de segunda, onde antes todos eram iguais, a realidade é que a Sony foi insensível a tais queixas e a PS4 Pro está aí e é uma realidade.

Thomas Puha, relações públicas e chefe de comunicações da Remedy comentou sobre a consola referindo que a mesma existe mais como uma forma de permitir render resolução a 4K, mais do que verdadeiramente potência de hardware. E claro não pode igualmente deixar de referir que muito do que a consola faz tem princípios base semelhantes aos usados pela Remedy em Quantum Break (apesar de uma qualidade de resultados completamente diferente e superior).

Quando do aparecimento dos rumores desta PS4.5, Phil Spencer veio a público referir que não é um fan da Xbox 1.5, referindo que a a empresa a avançar, o faria em números maiores. E eis o anuncio da Scorpio, anunciada como “A consola mais poderosa de sempre” na E3 deste ano.

Da consola conhece-se que terá 6 Tflops de potência gráfica que prometem 4K reais e sem compromissos (apesar que 4K 60 Fps com esta consola não se conseguem sem compromissos face à qualidade dos jogos atuais).

Basicamente a Scorpio aproxima-se muito mais do conceito de uma consola de nova geração do que a PS4 Pro. E é exactamente essa a ideia que Puha possui. A PS4 não é uma nova consola, mas sim uma PS4 melhorada, ao contrário da Xbox Scorpio.


Puha não é exatamente uma pessoa qualquer. A empresa para a qual trabalha está intimamente ligada à Microsoft e é responsável por Quantum Break, um dos grandes sucessos da Xbox One e um dos jogos mais carismáticos lançados para a consola. Daí que cremos poder tomar as suas palavras como algo mais do que um mero palpite.

Ora se é certo que a PS4 Pro como consola de meio de geração não caiu bem, uma nova geração apenas 4 anos depois do lançamento da consola original é algo um pouco justo e que certamente tambem não agradará muitos.

No entanto, já o referimos em outros artigos, o avanço da tecnologia é neste momento de tal forma que mais do que nunca as gerações necessitam de encurtar. E 4 anos até nem é uma novidade no mercado das consolas. Daí que, pelo menos para nós, 4 anos até nem nos choca, sendo que a atitude da Sony com consolas de meio de geração nos choca bastante mais.

A ser uma nova geração a proposta da Microsoft, que já soava superior à da Sony a nível de performances, soa igualmente melhor pelo facto de ao menos a empresa encarar a realidade de frente e trazer uma nova geração.

Com a performance da Scorpio, e usando metodologias sem tudo semelhantes às da PS4 Pro, a Scorpio possui performance para dar e vender por vários anos e, dependendo do preço, aparenta ser uma proposta irrecusável.

Agora a questão é que certamente o lançamento da PS4 Pro em 2016 não foi casual, pelo que esperamos uma resposta da Sony na forma de uma PS5 para pouco depois (afinal meio de geração não significa que seja exatamente 50-50). Uma resposta que certamente não deixará de ter uma contra-resposta da Microsoft, e por aí fora,  com nova resposta da Sony, e nova da Microsoft, etc, etc, que nos deixará daqui para a frente com basicamente consolas novas a cada ano e meio/2 anos.

E vocês o que acham de tudo isto? Acham que a Scorpio será uma nova geração? Acham que passaremos a ter novas consolas em curtíssimos espaços de tempo? Respostas nos comentários!

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (39)

  1. O comentário do Fernando foi simplesmente perfeito, e qualquer um há de concordar com o que ele diz. Ao final das contas continuamos reféns do gametag.. Este é o Resogun a 4k Wow…. Este é agora The Last of Us a 4k Wow… Este agora é Uncharted 4 (mídi specs) até pior que em 1080p… Wow…. São a 4k… A que custo?

  2. Luciano S. Carvalho 15 de Setembro de 2016 @ 11:53

    Tudo vai depender da aceitação dos consumidores, eu acho que a tendência são as vendas caírem, a maioria não vai querer se arriscar e irá demorar mais tempo para adquirir um novo console que em pouco tempo poderá ficar ultrapassado. Essas vendas astronômicas que ocorreram com o PS4 não voltarão a ocorrer tão cedo, talvez nunca mais se as coisas ficarem do jeito que estão se desenhando. Quem sabe!?

    • Não vejo a coisa assim!
      Há dois tipos de clientes. Quem já tem a consola, e quem não a tem!
      Caso não houvesse uma Slim e um Pro, as vendas da PS4 continuariam normalmente, apenas alcançando novos clientes. E todas as previsões de vendas efetuadas ainda antes de qualquer anuncio apontavam para a continuação do crescimento.
      As novas consolas são apenas mal vistas por quem já tem a PS4. Porque quem não a tem, agora tem duas ofertas! A normal, mas mais barata, e uma mais potente, ao mesmo preço a que estava a PS4.
      Daí que não vejo motivo porque as vendas possam quebrar! Já no que toca à Xbox One, essa sim, vejo-a em pior posição.
      É que a diferença de preço para a PS4 Slim, deixou de existir, mas a diferença para a PS4 Pro é de apenas 50 euros (comparando modelos de 1 TB). MAs a Pro é mais de 3X mais potente!
      Basicamente a S possui como grande argumento o facto de ser uma Xbox, a retrocompatibilidade, a capacidade de output a 4k, e o leitor de UHD. Mas face à One Standard apenas o Output (não nativo) e o leitor UHD são mais valias. E face à PS4 Pro, apenas o leitor UHD pode ser visto como real vantagem.
      Realisticamente, e sem cores nos óculos, esta parece ser a realidade do mercado atual.

    • O maior problema pra Sony e também será para a Microsoft, é convencer as pessoas que não tem uma TV 4k a comprar o console por vídeos do Youtube. Sem alguma melhoria gráfica que seja aparente, as pessoas pensarão que é a mesma coisa. Em horizon Zero Dawn é possível ver melhorias para quem já viu o jogo ao vivo no PS4 como eu, mas em Tomb Rider, além de algumas texturas mais nítidas, é a mesma coisa. Esse é o maior desafio, e eu acho que também é um dos motivos pelo qual a Microsoft diz que pra quem não tem uma TV 4K, o Scorpio não vai fazer tanta diferença.

      • Vai fazer mais que a Pro… Porque com mais RAM podes ter melhores texturas! E a PRO nesse sentido não muda nada face à PS4!

        • Mas esse aspeto, é um ponto positivo a favor da Pro.

          Que faça o mesmo que a PS4 mas a 4k – infelizmente não foi isso que pareceu quando o trailer do Horizon foi lançado. Estou curioso para ver isso.

      • Mas ai é que tá, esses novos consoles (One S, 4 Pro e Scorpio) são como uma imposição ao 4K, como se fossemos obrigados a mudar nossos televisores e é aqui que mora as principais barreiras, eu mesmo neste momento vou ficar com meus consoles atuais, não vejo motivo neste ano para vendelos, em 2018 eu vendo meu One e pego o Scorpio, em 2019/20 eu vendo ou fico com meu 4 e pego o 5, e assim será, sinceramente para quem já tem estas plataformas acho eu desnecessário vende-las para pegar as novas.

        • Eu mais do que me chocar as empresas tentarem vender, choca-me que as pessoas adiram como carneirinhos.
          E onde podiamos ter consolas a cada 5 anos vamos passar a ter a cada ano, ano e meio. E porque?
          Porque as pessoas aderem a tudo sem pensar que com isso elas é que destroem o que tinham. Não são as empresas… São os clientes que se matam a eles próprios.
          Salvo problemas com a minha consola, a Pro não irei alimentar.
          A Scorpio é outra história, mas como este natal conto melhorar o meu PC, passando de forma clara os 6 Tflops, dado que agora tenho os jogos da consola no PC, ela ficará certamente de lado tambem. Mas como ela ainda nem existe, não me adianto a dizer a coisa de forma definitiva.

          • A Scorpio não é outra história, é a mesma ou talvez ainda pior. Será lançada ainda nem 5 anos se passaram do lançamento da ONE.

            Para o negócio ser viável, são necessárias gerações de 7/8 anos. Mas isso é algo que estas empresas irão aprender com o tempo. Sobretudo a Sony.

          • 4… para o ano a One terá 4 anos.
            Quanto aos anos, as gerações nunca foram fixas. Já houve com várias dimensões a nível de tempo. Mas 7 e 8 neste momento parece muito.

  3. Luciano S. Carvalho 15 de Setembro de 2016 @ 14:14

    Viram o que o Michael Patcher falou sobre a PS4 Pro. A maior parte do que ele disse não deixa de ser verdade, só não acho que a Microsoft vá vender a Scorpio por aquele preço, quase impossível, mas se o fizer irá matar de uma só vez todas versões de PS4 e a PS5 antes do lançamento.
    http://www.eurogamer.pt/articles/2016-09-15-pachter-o-preco-da-ps4-pro-deixa-a-microsoft-num-lugar-apertado-com-a-scorpio

    • Sabes que aqui na PCManias criticamos muito a Xbox One no seu lançamento. Mas o motivo não era ser um pouco menos potente que a PS4. O motivo era que a consola não só não representava essa diferença no preço como, para cúmulo da situação, era mais cara.

      Essa situação está neste momento ultrapassada, com a One a mostrar-se, por média, mais barata. E isso repôs a realidade do mercado! Uma consola mais fraca, mas mais barata, continua a ser um produto interessante.

      A PS4 Pro foi lançada a um preço muito interessante face à performance. E para o ano pode vir a descer para algo como 250 ou até menos.
      Ora a Scorpio, a não ser que vendida com prejuizo, terá dificuldade em competir com esse preço!
      Isso não quer dizer que não venda bem… porque vai. Mas tambem permitirá à Sony manter-se com a Pro por um aninho até à PS5.

      Mas nem gosto de falar disto… porque para mim isto é uma tristeza… estar a falar de novas consolas e consolas ainda mais novas nesta fase… vai contra o meu conceito de consola?

  4. Mas o Xbox Scorpio não é mesmo um Xbox One 1.5, seria algo como 1.8 ou até 2.0, mas é esperar a apresentação ano que vem. Eles vem falando em compatibilidade total de jogos e acessórios.

    Uma questão pessoal que coloco: Me sinto um jogador fidelizado no Xbox One, ou seja, mais não somente pelo console em si, mas principalmente pela Xbox Live. Então vou jogando, tranquilo, curtindo os diversos jogos lançados, sejam novos ou pela retro, até chegar o momento adequado pra migrar de equipamento. O Xbox one atualmente oferece mais opções para turbinar a experiência dentro do próprio console, com o controle elite, controles customizáveis e revisados, e serviços de assinatura paralelos como o EA access.

    Quanto ao ps4 pro, o preço dele, tendo em vista o hardware que tem, é atrativo para quem ainda não tem o ps4. Acho que a M$ terá de adotar uma estratégia mais agressiva com o Xbox One S e cortar o preço da versão de 1tb, que atualmente é de somente 50$ face ao ps4 pro.

    Mas a Sony vai ter um desafio e tanto em comunicar as vantagens do ps4 pro para o jogador médio, ao passo que o mais entusiasta talvez não esteja tão entusiasmado assim, esperava mais do equipamento, que nem chegar ao 4k nativos consegue.

  5. Eu concordo com a rapaz da Remedy em partes. Para uma geração focada em 1080p, sim o Scorpio seria uma nova geração. Para ir com jogos em 4K nativos, seria a mesma coisa de um Xbox One preparado para 4K reais.
    Quando os jogos do PS4 Pro em 4K fake tiverem melhores gráficos que os jogos do Scorpio em 4K nativos, se lembrem que um dia eu disse que se a geração atual tivesse segurado 720p ou 900p como resolução máxima, teríamos o verdadeiro salto gráfico e é por isso que Ryse e Quantum Break no Xbox One tem gráficos melhores que pelo menos 90% dos jogos 1080p dessa geração.

    • Eu não sei o que o rapaz quer dizer… Mas o rapaz está intimamente ligado à Microsoft e pode querer efetivamente dizer que o Scorpio É uma nova geração.
      Mas isso vou deixar à vossa interpretação pois não sei exatamente o que ele quer dizer.

  6. A PS4 Pro pode ser um produto interessante para os utilizadores que tenham
    uma TV 4k, sempre podem vender a PS4 standard e pagar a diferença para a Pro.
    Ou seja ficam com uma maquina nova a bom preço e vêem a garantia renovada por mais 2 anos.
    Choca-me mais a Slim do que a Pro…
    Em todo o caso prefiro o “velho” ciclo de vida das consolas 5 a 7 anos a Slim pelo meio dispenso não apresenta novidade nenhuma de relevo…

    Mário Ferreira cumprimentos e ainda bem que mantém a pagina, embora eu não comente tanto, continuo a passar por cá diariamente.

    • Mas porque te choca a slim?
      É algo normal no ciclo de vida das consolas. Versões reduzidas a menor custo.
      PS: Obrigado

      • Chocar talvez não seja bem o termo,é verdade que a Slim oferece redução no tamanho e menor custo mas não oferece novidades na experiência de jogo propriamente dita.
        Entre a Slim e a Pro vou preferir sempre a Pro pelas novidades “oferecidas”(caso tenha uma Tv 4k), caso não tenha mais vale ficar com a standard a não ser que queira jogar pelo seguro e renovar a garantia comprando a slim.
        Isto para ver o lado positivo da coisa, porque como disse prefiro o ciclo de vida anterior 5/7 anos. (Compro sempre a 1º versão das consolas salto sempre a Slim)

        Parece-me que isto é um assunto delicado e com muitos ângulos de visão, como se diz ainda vai correr muita tinta..

        • A ideia da Slim é oferecer a experiência PS 4 a menor custo. É o conceito base que vem de trás. Aí não vejo o que criticar. A Pro reconheço as vantagens mas por ser um quebrar com a unicidade da plataforma não a suporto nem a tiro. É algo a meu ver indesejável.
          Mas claro, tens direito à tua opinião e eu respeito-a.
          Mas tambem te digo. Se a Pro se limitasse a trazer os jogos para 4K sem melhorias nos jogos 1080p, eu aplaudia-a.

  7. Mário , a scorpio como uma consola de meia geração , é muito poderosa , mas se a microsoft decidir fazer o scorpio uma nova geração e ter jogos exclusivos pra ele , já não acho tão poderoso . Se a microsoft focar em 4k com o scorpio e ser uma nova geração , não iríamos ter melhoria gráfica , apenas na resolução

    • Não concordo exactamente. Estás a falar de uma consola mais de 5x mais potente

      • Mas a potência vai ser usada quase toda na resolução e os ganhos em outras coisas vai ser minimo

        • Isso é algo com o qual não concordo.
          Para começar, mesmo reconhecendo que 4K é superior, acho que os 1080p oferecem a resolução ideal na relação de qualidade de imagem e necessidade de uso de recursos.
          Preferia 1000x que uma placa 4x mais potente me desse melhorias gráficas 4x melhores do que me desse exactamente o mesmo, mas com 4x mais resolução.
          Por isso, para mim, fazer esforços para 1080p sim. Para mais… Prefiro a potência usada de outra forma.

          • Eu também concordo com você , também prefiro que o foco seja em melhoria gráfica do que resolução mas a microsoft tá fazendo muito marketing dos 4k , então vai sobrar pouco hardware pra melhoria em iluminação , textura etc . . . já que a microsoft vai focar em 4k , apesar de ela dar a opção aos devs de rodar a 1080 ela vai focar em 4k

          • Apesar de tudo, nesse aspecto tenho mais receio da Sony do que da Microsoft.
            Ao aproximar a consola do PC, simultaneamente espero que aproxime o PC da consola.
            E nesse aspecto, nos PCs, a resolução sempre foi opcional. Daí que cao venhamos a ter menus de detalhe e resolução como nos PCs, a coisa fica à escolha do freguês.

    • Não concordo. Com melhorias no CPU os resultados globais podem ser 5 ou mais vezes superiores aos da One. E isso qualificaria-a bem como uma nova geração.
      Para além do mais, isso daria azo a que a Microsoft permitisse liberdade no uso da performance fazendo jogos exclusivos a 1080p para a consola que poderiam ter uma qualidade incrível.

      Mas não sei se é uma nova geração ou não. Pessoalmente não gosto do conceito de consola x.5 e o Phil Spencer em tempos tambem disse que não era fan.
      Daí que via com melhores olhos uma nova geração com retro compatibilidade do que uma consola destinada a correr os jogos da One com melhores gráficos. Assim como não vejo com bons olhos esta Pro.

  8. Para mim o maior problema da Sony é a PRO não ser nem peixe nem carne, a minha PS4 até avariou, mas como tenho uma ONE prefiro comprar uma scorpio em 2017 e uma PS5 em 2018, e entretanto vou jogando na ONE, e se em 2020/2021 sair uma PS5 PRO também vou passar e comprar apenas consolas que garantam um salto qualitativo que mereçam o dinheiro investido…já com as franquias anuais (ou quase anuais) faço a mesma coisa, comprei o forza 5 não comprei o 6, vou comprar o 7 quando sair, os AC também compro 1 sim 1 não, etc

  9. Já agora o Forza 7 na scorpio deve ser qq coisa de espectacular e eu cá estarei para o jogar…:)

  10. OFF Topic: Saiu os resultados de vendas do mês de Agosto pela NPD, novamente o One se saiu vencedor nos EUA mas agora colocando uma diferença para mais de 100k unidades no PS4, detalhe interessante é que 1/3 desse resultado foi o bundle do One S com HD 2TB que sai por $399, assim sendo já são dois meses que o One vence em sua casa do seu principal concorrente, seria isso uma nova tendencia? ou foi apenas uma consequencia do anuncio das novas plataformas da sony, os meses seguintes estão ai pra nos dizer o que esta havendo.

    Interessante notar que o bundle mais vendido foi exatamente o que tem o valor do Pro, e com o PS4 perdendo terreno nos EUA seria o caso da Sony anunciar queda de preço no slim, afim de diferencia-lo do Pro.

    • O mais correto seria esperar os próximos 2 ou 3 meses para ver se é uma nova tendência devido a alguns fatores (até já explicado por outros leitores do PCManias):

      1- Modelo original do One vendido a um preço mais baixo, com promoções para esgotar o estoque antigo.

      2- Um produto novidade sempre vende, One Slim é mais bonito visualmente, é menor e tem fonte interna, além de ter o sistema de troca no qual vc repassa seu One original e ganha crédito/desconto para comprar o One Slim

      3- Não foi consequência dos anúncios da Sony pois isso somente ocorreu em 07/09 e as vendas foram para o mês de agosto.

      • Mais aí vc desconsidera os rumores e até a confirmação do evento o qual se destinava a revelação do Neo.

        • Ao meu entender não. Se fosse pela previsão do anúncio do Slim e do que poderia ser o Pro(naquela época ninguém sabia se seria um PS4.5 ou se seria já um possível PS5) as vendas do One Slim poderiam ter sido menores, a exemplo daquele que estão guardando $$ para a compra do Scorpio.

          Em setembro é que saberemos parcialmente se os rumores/confirmação e a definição do desastroso evento contribuirão para aumentar as vendas do ecossistema Xbox(já que o número de vendas envolve outras coisas).

    • Vamos ver este mês. Uma nova vitória agora seria significativa.

  11. Mário , vi uma matéria no gamingbolt que falava que as vendas do ps4 no japão foram horríveis . , vendeu perto de 560 unidades
    http://gamingbolt.com/ps4-sales-are-disappointingly-low-in-japan-according-to-latest-media-create-numbers

    • Oh pá, eu não quero dizer que a PCManias é perfeita, até porque não é, muito, mas mesmo muito longe disso.
      Mas ao menos quando leio uma notícia procuro ler várias fontes que falem da mesma de forma a tentar ver outras perspectivas e perceber exactamente a situação, não querendo falar por falar.
      Porque nessa notícia foi exactamente o que se passou. E a Gamingbolt devia ter pura e simplesmente vergonha de publicar isso. É por esse motivo que o jornalismo está com a imagem que está.
      É que o motivo porque isso está a acontecer tem uma razão muito simples e que nada tem a ver com más vendas.
      É que segundo relatos das lojas, a PS4 esgotou… E a Sony não repôs stocks dado o lançamento da Slim e da Pro.
      Verdade ou mentira, isso não é referido nesse artigo.
      Eis uma notícia mais completa sobre o assunto.

      http://www.playstationlifestyle.net/2016/09/07/japanese-sales-chart-ps4-sales-drop-2000-witcher-3-goty-debuts-2nd/

Os comentarios estao fechados.