PS4 Pro está a apresentar problemas de optimização em jogos que a tornam pouco atractiva para TVs 1080p

ps4-pro

A situação pode eventualmente ser corrigida com patches. Mas a PS4 Pro está a ter dificuldades em manter as performances da PS4 e subir a resolução para 4K. Se numa TV 4K os ganhos podem compensar os benefícios, numa Full HD as perdas não compensam!

As vantagens da PS4 Pro

Os jogos adaptados à PS4 Pro possuem código adicional acrescentado que tira partido da sua performance extra para atingir a resolução 4K, seja ela nativa ou reconstruida pela método de chequeredboard rendering (ver explicação do método aqui).

E como tal, a ideologia por detrás da concepção desta consola foi fornecer ao seu hardware a performance adicional suficiente para que pudesse correr o jogo já existente para a PS4 base, em condições gráficas e de performance iguais ou superiores, mas nesta resolução superior.
Já para quem tivesse uma TV Full HD ou 1080p, a promessa era de melhorias gráficas e/ou de performances adicionais face à consola base!

As melhorias até agora vistas pela PS4 PRO

Analisando a realidade atual, eis os benefícios conhecidos trazidos pela PS4 Pro:

  • Os ganhos oferecidos aos possuidores de TVs 1080p são, na sua maioria, um downsampling da resolução 4K.

Esta situação permite uma melhoria geral da qualidade de imagem, mas não é verdadeiramente nenhuma revolução até porque as soluções AA da PS4 base são por norma já muito boas. É alias uma melhoria que dificilmente é percebida excepto analisando os resultados lado a lado com a versão base, uma vez que a situação acaba por se traduzir apenas num AA ligeiramente melhorado, mas com idêntica definição.
No entanto, há uma pequena percentagem de jogos que, em detrimento deste downsampling, apresentam outras melhorias que certamente serão mais desejadas, tais como como: Melhor Anisotropic Filtering e maior densidade de vegetação, ou aumento da resolução nativa dos 900p para os 1080p.
No entanto, diga-se que mais de 90% dos jogos com suporte anunciado até ao momento, a opção de melhoria face á PS4 base foi o downsampling da versão 4K.

  • Os ganhos oferecidos aos possuidores de TVs 4K são melhorias na resolução para algo que nativamente ou reconstruido, tire partido do seu televisor, bam como o suporte HDR.

Até aqui nada de digno a assinalar. Com maiores ou menores benefícios, e sendo essas as vantagens para o lado dos 1080p que se desejava ou não, e que deixam ou não a desejar face ao oferecido perante uma TV 4K, a Pro traz supostamente vantagens para ambos os lados!

Mas infelizmente nem isso tem vindo a acontecer com todos os jogos!

Os problemas da PS4 Pro

Tem vindo a ser registadas uma série de situações com problemas de performance da PS4 Pro quando a trabalhar com os 4K. E com eles a Pro  não está a conseguir manter as performances da consola base ao subir a resolução.

Eis aqui um extracto pequeno de alguns dos jogos que estão a apresentar problemas!

The Last of us e Mantis Burn Racing

Dos exemplos são os jogos The Last of us e Mantis Burn Racing. Ambos correm a 1080p 60 fps basicamente bloqueados na PS4 Base, mas na versão Pro, subindo a resolução para os 4K e acrescentando o HDR os jogos tem perdas de performance pontuais que vão entre os 2 aos 5 fps (situação mais vincada em The Last of us, quer em frequência, quer no valor das perdas).

Esta é uma situação que vai contra as regras guias da Sony. Não pode haver diferenças de performance entre as consolas! Mas certamente não será algo de que os possuidores se queixem muito! Afinal ter os benefícios de uma resolução 4K com HDR com perdas pontuais de 2 a 5 Fps não é certamente nenhum drama e parece uma troca aceitável!


Mas infelizmente não o é!

E isso porque estes jogos jogo, tal como a maior parte dos jogos com patches para a PRO, numa TV 1080p oferecem como única vantagem o downsampling dos 4K. E isto quer dizer que esses utilizadores vão ter uma imagem melhorada face aos 1080p standard, mas vão igualmente ter as perdas de performance dos 4K. E ainda por cima, dada a falta de suporte HDR das TVs 1080p, sem essa benesse extra.

Resumidamente, face à PS4 base, e numa TV 1080p, estes jogos apresentam um AA melhorado, mas piores performances. E isso é algo que não devia e nem podia acontecer!

Dado a Pro ser um produto Premium, ela só deveria apresentar melhorias e não casos onde piora o que já existe!

Aqui não temos dúvidas que esta situação vai ser estudada e eventualmente corrigida, mas não deixa de ser um problema que existe atualmente e digna de registo e de conhecimento.

Até porque há casos piores!

Skyrim e Deus Ex: Mankind Divided

Um dos maiores problemas de performance da Pro está ligado ao cálculo de transparências, os efeitos alpha, e que ocorrem por exemplo em fumos, neblinas e outros.

E estes dois jogos possuem estes efeitos em quantidade!

Skyrim até e de destacar uma vez que quer a 4K, quer a 1080p oferece ganhos adicionais face à versão base da consola! Para além de mais resolução 4K ou do downsampling (1080p), há mais vegetação e mais profundidade de imagem.

Mas infelizmente, quando há efeitos com transparências alpha, há grandes quebras de performance. E isso é algo de que a PS4 base não sofre!

Ou seja, mais uma vez, para quem tem uma TV 1080p, há uma situação com impacto na jogabilidade superior à trazida pela melhoria gráfica, tornando a versão base preferível.

E Deus Ex segue o mesmo caminho. Em situações onde a PS4 Base corre a 30 fps, a Pro, perante estes efeitos de transparência,cai para os 20 fps! Se numa TV 4K há uma resolução superior e HDR, a 1080p, sem essas benesses só ficamos com quebras que afectam tremendamente a jogabilidade e que são inaceitáveis para um produto vendido como Premium!


Note-se porém que no global a Pro até melhora as performances da PS4 base neste jogo, mas isso não é algo digno de registo, é algo que só se esperaria como normal! O anormal é quando a consola premium fica abaixo da base!

Nota a 16/11/2016 – Watch Dogs é outro jogo que apresenta o mesmo problema, apresentando piores performances na Pro do que na PS4 normal.

Conclusões

Apesar de não sabermos se estas situações podem ou não ser corrigidas, o certo é que a imagem que passa é a de alguma falta de cuidado com as optimizações para a versão Pro, E essa é uma situação que se compreende uma vez que a base de utilizadores é, nesta fase, muito pequena. E a ser tal, estes problemas podem ser resolvidos.

Mas no entanto não temos como comprovar essa situação, e nesse sentido fica o alerta, especialmente para aqueles que estão a pensar no upgrade, tendo uma TV 1080p. É que apesar de os problemas não serem em todos os jogos, eles existem, e a trocarem nesta fase, poderão não passar forçosamente para algo melhor!

Agora, dado que muito vai ter de ser revisto, fica a proposta à Sony de meramente autorizarem o desbloqueio da performance da Pro nos jogos PS4. Sem acréscimo ou alteração de seja o que for, apenas desbloquear a performance, garantindo que os jogos correm numa TV 1080p, todos eles sem qualquer problema de performance ou quebra de fps.

Fonte: Eurogamer

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (46)

  1. Luciano S. Carvalho 15 de Novembro de 2016 @ 9:16

    É, parece que a Sony deu um tiro no pé!

    • E a Sony não tem nada a ver com isso. Qualquer jogo sai com bugs. E estes patches possuem problemas.
      Daí que tiro no pé não é com certeza! É um problema que certamente pode ser resolvido!

      • Luciano S. Carvalho 15 de Novembro de 2016 @ 19:50

        Quis dizer com tiro no pé o fato de ter lançado esse console quando a geração já estava ganha por ela, não havia nenhuma necessidade disso.
        Quanto aos problemas que todos insistem em dizer que podem ser resolvidos com um simples patch tirando toda a responsabilidade da Sony, sendo que um desses jogos com problema de desempenho é um first party e já foi remasterizado duas vezes e é da geração anterior.
        Vai tentar explicar isso para alguém que deixou de comprar o PS4 base e ficou esperando para comprar o PS4 Pro na expectativa de ter uma experiência “superior/premium” e se depara com jogos piores, expectativa essa baseada na promessa da Sony que os jogos não teriam diferença de desempenho.
        E os problemas não acabam por aí, há vários relatos de problemas com o HDR, fora o problema de superaquecimento e alto consumo de energia.

        http://www.forbes.com/sites/johnarcher/2016/11/13/ps4-pro-suffering-widespread-tv-connection-failures-and-everyone-is-blaming-everybody-else/#46b5b5df3662

        • Superaquecimento é duvidoso que seja problema genérico pois as medições indicam que a consola raramente passa s 35 graus. Mas o resto é muito bom e merece um artigo.
          Achei igualmente engraçado o facto de o autor desse artigo ter um estilo de escrita muito semelhante ao meu (mas em inglês, claro)

        • Mais atenção no que escreve porque tanto eu quanto o Mário interpretamos a mesma coisa: tiro no pé devido a problemas de performance.

          Enfim no quesito hardware a meia geração concordo contigo.

          Em [OFF] mas não querendo gerar polêmica, saiu uma fala do Phil que ele reafirma que o Scorpio é console premium e que será mais caro que o One S(é claro!).

          • Luciano S. Carvalho 15 de Novembro de 2016 @ 22:38

            Isso é óbvio!

          • É o óbvio, mas a colocação do Premium (não é a primeira vez que acontece na fala dele) leva a interpretação que pode ser mais caro que o preço atual do PS4 Pro.

            E um dia antes um outro funcionário MS diz “As pessoas que gastaram centenas de dólares num PC de topo estão a ter esse tipo de experiência. Como podemos fazer o mesmo com uma consola de videojogos?”

            Tá todo mundo curioso no preço que irão cobrar, mas as falas deles dão a entender que o preço não estará a nível do preço de lançamento dos atuais consoles

    • Se o problema acontecesse com todos os jogos concordaria que a Sony tinha dado um tiro no pé, porém há análises que elogiam o BF1, Fifa17 e Ratchet & Clank, pois não apresentam problemas citados no artigo acima.

  2. Essa geração, geração e meia… Sei lá… é um pesadelo. Meu PS3 nunca me deu um problema sequer, bons tempos… O jeito agora é ficar com o One por tempo indeterminado 🙁

  3. E pelo que tem se noticiado na eurogamer, muito menos atrativo ainda para TVs 4k, onde a performance está inferior ao ps4 comum em jogos badalados. Essas e outras coisas fazem questionar o propósito desse console por parte da Sony.

    • Leste o artigo?
      Os jogos a 1080p são processados maioritariamente a 4K e downsampled!
      Mas nas TVs 4K tens 4K e HDR! Perder entre 2 a 5 fps, apesar de não desejavel é uma troca aceitável! Mesmo ter quebras pontuais de 10 fps poderia ser considerado aceitável perante os ganhos. Seria uma questão de opinião!

      Já a 1080p é uma perda clara!

  4. Falta de Otimização para o Console?
    Hj em dia com essa tendencia de consoles em meio de geração (Pro/Scorpio) é cada vez mais perceptivel que as devs cada vez mais tem deixado de otimizar os seus jogos como faziam até a geração passada, não são todas que agem assim mas a maior parte delas hj em dia lança jogos com grandes problemas de performance, quando lembramos das duas ultimas gerações PS2/Cube/Xbox e PS3/X360 e vemos os jogos que estas geraram ficamos de boca aberta face ao hardware que tinham a disposição.
    Sobre este problema do Pro, não se iludam, sempre vai ser assim de agora em diante, as devs querem saber de lançar o jogo na maior número de plataformas possíveis não importando o estado de seus respectivos games, pensem que temos jogos que em PCs ditos da Nasa ainda sim rodam com performance questionável devido a falta de otimização que dirá em consoles fechados cujos hardware não são de ponta, enfim, esperemos para ver se os mesmos problemas serão resolvidos por patchs.

  5. Netto, não consigo entender esta insistência em dizer que o Scorpio é de meio de geração. Não concordo com a idéia do console sair em 4 anos, não o comprarei, mas nada garante que ele será de meio de geração ou não! Na verdade, creio que é de Nova geração, algo que não é tão comum, mas que não seria a primeira vez, haja visto o msm já fora feito pela própria MS com o primeiro xbox, colocando o xbox 360 4 anos depois do lançamento do xbox original, e feito pela Nintendo com o cube e o wii, lançando o wii 4 anos depois do Cube. Por mais que eu não goste do Scorpio, gosto ainda menos deste pro, pois ele não é uma nova geração, foi lançado em menos de 3 anos completos do ps4 base, e ainda com problemas, e por mais que tenham como serem corrigidos, é uma vergonha ao meu ver um console ter desempenho inferior sendo que é bem mais potente.

    • Exatamente, vale lembrar mesmo que o Xbox 360 foi lançado 4 anos após o xbox original, e não me recordo de ninguém se queixar de que foi lançado antes do tempo ou que a “geração” do xbox 1 estava acabando. O Xbox 360 foi um sucesso absoluto para o mercado e microsoft.

      Quanto ao Scorpio, vai depender do que a Microsoft irá oferecer como equipamento e como irá trabalhar nele, pra não se deparar com os mesmos problemas que teve no início do xbox one. Por outro lado, ao que se vê, o planejamento da Sony com o ps4 PRO foi de ruim pra péssimo, tal qual de algumas desenvolvedoras. Planejamento, essa é a palavra.

      Essa conversa de nova ou velha geração, considero um tanto raso, velho e ultrapassado. A questão pontual é sobre quais avanços o novo console realmente oferece na prática, para que realmente valha a compra.

    • A consola não tem um desempenho superior. Os jogos, ou melhor alguns jogos, é que estão a ter.
      Isso é problema do código e não da consola! Se os outros conseguem, estes tambem tem de conseguir!

  6. Jogos que são portados( na gambiarra) para o lançamento do console,então estão todos em correria…nada que um bom Patch não resolva…e as vezes a diferença é de 2 ou 3 frames…

    é bom a Sony ficar atenta e exigir maiores cuidados das produtoras claro,mas apartir do momento que o console vai se estabelecendo,jogos realmente pensados nele como Horizon e Days Gone devem fazer a diferença como exemplos a ser seguidos.

  7. Em contrapartida o Frostbite parece estar indo muito bem.
    http://www.brasilgamer.com.br/articles/digitalfoundry-2016-bf1-e-fifa-17-frostbite-brilha-no-ps4-pro

    Qual site vocês pegam venda de jogos, queria ver qual está vendendo mais se é BF1 ou Cod iw.

    • VGchartz é muito utilizado para acompanhar as vendas, mas no momento não tem os dados de vendas de software do início de novembro.

      http://www.vgchartz.com/weekly/42666/Global/

      • Obrigado Lívio!
        Mas fiquei meio passado com alguns números que está nesse site, eles englobam vendas digitais, se não, quanto será que aumenta em vendas digitais uns 30%?

        Batlefield 1, está vendendo muito, 2 milhões no ps4 e um milhão no Xbox One, caraca é muita coisa, mas vendeu super pouco no PC, Batlefield não é um jogo que super recomendado para PC, e vendeu pouco assim, achei estranho, será que jogam pirata?

        Fifa 17 vendeu 6 milhões no PS4 wtf, Uncharted 4, vendeu 4 milhões, eu não sei dizer se é bom ou ruim, um jogo de futebol que sai todo ano, vender mais do que Uncharted 4, isso não pode ser normal…

        Fifa 17 vendeu bem menos no Xbox One 2 milhões mesmo assim vendeu mais do que Gears 4 que nem 1 milhão chegou.
        Eu vejo vocês discutindo por causa de exclusivos, mas perdem em vendas pra jogo de futebol, que é igual ao do ano anterior.

        Votando assunto do artigo, WD2 ficou ruim na PS4 pro
        http://www.brasilgamer.com.br/articles/2016-11-15-watch-dogs-2-tem-pior-performance-no-playstation-4-pro, está estranho, fifa 17, bf1 ficou bom, wd2, ficou ruim..

        • O PC possui dois problemas que nomeio:

          – Pirataria – Baixas vendas
          – Cheaters – Afasta as pessoas

          Daí que, ao contrário do que muitos desejam, de unir os jogadores de PC com os das consolas, o que eu mais desejo em jogos online, é fugir do PC! Apesar de o PC ser a minha plataforma preferida, qualquer jogo que planeie jogar online… compro para as consolas.
          Estas duas situações tem prejudicado e muito o PC! Ao ponto de as pessoas estarem a fugir dele neste tipo de jogos!

          Naturalmente depois há aqui duas visões. A da Sony que quer proteger os seus clientes disto, e a da Microsoft que quer manter o PC como máquina de jogos, usando para isso a sua consola.

          Naturalmente que quem pensa por si sabe qual das duas posturas é efectivamente a que mais o defende. Quem pensa pela marca… toma o outro partido!

        • VG pelo que li engloba vendas Fisicas e nao digitais, e la nao é atualizado sempre, nao torne la como parametro 100% confiavel em valores reais.

  8. Tem um monte de video no youtube que mostra uma coisa temerosa nos jogos multiplayer, o ps4 pro mostra-se mais “estável” que ps4 old, as quedas de frames são menos pronunciadas, isso dá uma clara vantagem para quem tem o pro .

  9. Esses problemas já desmentem o Mark Cerny que diz que os desenvolvedores precisam de só 1% a mais de trabalho para converterem os games para o PS4 Pro.
    É desapontador também que a maioria dos jogos considerados complexos não estão chegando nem em 1800p. O maiores benefícios do Pro são visíveis para quem ainda está na TV full hd, com o anti aliasing gratuito e alguma melhoria gráfica.
    Na verdade, quem diz que não se importa com o 4K por que ainda está na TV full hd, está compactuando com a ideia de fragmentação do PS4 e quem pretende comprar o Pro por causa da TV 4K, vai receber um console ineficiente na tarefa de levar uma experiência de games em 4K.
    Por mais que a sony seja uma empresa arrogante, seus produtos sempre tiveram algum diferencial, mesmo o PS3 apresentando muitos jogos com visuais inferiores ao 360, ainda tinha o Blue Ray como um recurso premium.
    Analisando o PS4 Pro e como ele foi vendido, para o que o console propõe, certamente esse é o produto mais medíocre que a Sony já criou e para os consumidores isso não é bom, pois quanto pior esse console for, maior será a margem que isso dá para a Microsoft elevar o preço do Scorpio. Se o consumidor aceita pagar 100 dolares a mais por porcaria nenhuma igual está sendo agora, a lógica é que aceita pagar uns 200 a mais por um console true 4K.

    • Fernando… a competência das equipas e a complexidade dos motores varia. Nada tem a ver com a consola!
      Um firewatch a correr a 30 fps com soluços numa PS4 não se justifica quanto tens um Uncharted 4 a correr no mesmo hardware com os mesmos fotogramas.
      Daí que não atires as culpas para a consola ou para a Sony porque o expectável é que na Scorpio, mais ou menos, vás ter o mesmo! Independentemente do preço!

    • Luciano S. Carvalho 16 de Novembro de 2016 @ 8:19

      Esse Mark Cerny não sabe mais o que fala, a cada pronunciamento novo ele contraria o anterior.
      Não sei onde a Sony estava com a cabeça para lançar esse console.
      A relatos de pessoas que esperaram para comprar a Pro mas diante dos acontecimentos decidiram levar a PS4 normal.

    • Ironico dessa opinião do @Fernando é lembrar dos argumentos que ele usava para defender o fato do One rodar a maioria de seus jogos em 720/900p com frame rate questionável e custar 499,00 por quase três anos, usando como muleta que os jogos eram mais importantes naquela altura, agora temos o Pro com os mesmos problemas de resolução e performance só que de forma muito mais branda pois aqui se reclama que o console perde de 2 a 5 frames em relação ao PS4 mas com mais efeitos e resolução superior a este ultimo e aqui duvido muito que ele se convença do argumento jogos, ou seja, qual a diferença do One e seus 720/900p e jogos até 14fps no seu lançamento para o Pro com seus 1440/1800p e jogos até 26fps? Talvez a diferença esteja na fabricante do hardware.

      • Luciano S. Carvalho 16 de Novembro de 2016 @ 18:55

        Tirando de lado a sua birra com o Fernando, a diferença com a Pro é gritante.
        A Pro é um console Premium feita e pensada com o objetivo de entregar uma experiência superior a da console base e não pior, chegaram a indicar dois ou três jogos que tem bom desempenho nela mas isso não é mais que a obrigação e não deveria ser exceção mas sim a regra até porque foi o prometido pela Sony e era o mínimo que todos esperavam de um console “premium” e não só isso, a Sony disse que ele também foi feito para competir com o PC, que o PC era seu principal concorrente.
        “De forma mais branda”, Deus Ex Mankind Divided chega a ter quedas para 20fps não 26fps, isso está longe de ser brando ainda mais vindo de um console com mais que o dobro da potência do console base. “Frame rate questionável”, você tem certeza que não quis dizer Pro ao invés de One!?
        Como sempre exagerando para pior no Xbox ao falar que a maioria de seus jogos rodam à 720p o que é uma tremenda mentira e suavizando o outro lado.
        Quedas mais brandas em um console remasterizado com etiqueta premium só pode ser piada. Que tipo de desculpa é essa!?
        Isso é indefensável, seja na Pro ou Scorpio caso venha ocorrer e não duvido disso.
        Você não vai conseguir diminuir ou consertar os problemas da Pro falando dos problemas de outro console que nem é um concorrente direto, sendo este pelo menos três vezes menos potente.

        • Sinceramente espero que a Pro se de mal… mesmo mal. E desejo o mesmo à Scorpio. Já que os utilizadores não são bons consigo mesmo ao boicotar estes produtos, ao menos que sejam eles a revelar que afinal não valem a pena.
          Tenho é receio que a Scorpio possa ter sucesso. Ela é mais poderosa. E se o for estamos condenados a consolas de meio de geração.

          • Luciano S. Carvalho 16 de Novembro de 2016 @ 21:57

            Concordo totalmente com você Mário, nenhum desses consoles deveriam existir, sequer deveriam ter imaginado eles.
            Se não se tocam por bem, então que aprendam por mal.
            Mas infelizmente, não acho que isso irá ocorrer. Só mesmo o tempo dirá.

          • Nota porém que na PCManias manterei a minha inparcialidade, falando do bom e do mau.

        • Luciano, eu quando falo do One é porque o tenho desde abr/14 viu, meus primeiros jogos foram Deadrising 3 e Ryse, o primeiro jogo rodava a 720p e em determinados momentos até 14fps, já o segundo em 900p e até 20fps, esses jogos foram lançados junto com o console e portanto não eram sinonimos de indignação pelos amantes do Xbox, não via isso aqui no PCmanias, eu percebo que vc participa aqui a pouco tempo, mas eu desde antes do anuncio do PS4 em Fev/13, então quando eu falo, falo com propriedade, esse caso ai do Deus Ex que vc cita, de quem é a cupla, do console ou da dev? porque battlefield 1 que tem gráficos infinitamente superiores e um multiplayer massivo rodam de forma excelente no console? me diga então de onde vem o problema, pra mim está claro que isso é uma questão da dev otimizar seu jogo para ele poder usufruir dos beneficios do Pro, mas como eles cagam no código do jogo pessoas como vc e outros daqui vem se aproveitar para falar da plataforma. Outra coisa, desde o ínicio da geração passada que os jogos são assim, lançados aos pedaços e com problemas gráficos de performance, quem não lembra de Driveclub, ou mesmo de Halo MCC, AC Unit, The Witchter 3 entre muitos outros jogos que são lançados com algum tipo de problema, Gears 4 mesmo foi lançado com problemas em seu multiplayer, Uncharted 4 também teve alguns problemas no multi, enfim isso é o padrão daqui pra frente, Scorpio, PS5, Swicth todos eles também terão estes problemas, mas quando não for conveniente tenho certeza que não verei as mesmas criticas de vc e outros. abc.

          • Luciano S. Carvalho 17 de Novembro de 2016 @ 9:19

            Netto, me responde uma coisa: Porquê quando um jogo tem problemas no PS4 a culpa é sempre da dev e quando é no Xbox One é diferente. Que parcialidade é essa!?
            Você não consegue, é incapaz de admitir que a Sony possa cometer erros, fica parecendo que para você nada que venha da concorrência possa ser melhor do que a Sony faz, e na impossibilidade de não ter como negar algum problema em um jogo do PS4, você usa qualquer coisa, argumento ou desculpa para dizer que no Xbox é sempre pior.
            Sobre se aproveitar da situação, nada haver o que você disse, a notícia é sobre a Pro e seus problemas que são reais e que estão ocorrendo na maioria dos jogos e fora deles, ninguém está inventando nada, e não importa de quem é a culpa, um console que se diz Premium concebido para entregar uma experiência superior tendo como principal concorrente o PC (palavras da própria Sony) apresentar problemas que não ocorrem no console base é demais, se tivesse o mesmo desempenho já seria ridículo, com desempenho inferior é lamentável, vergonhoso.
            E para derrubar de vez toda essa desculpa de que a Sony não tem responsabilidade nenhuma sobre tudo isso e que a culpa é toda das devs, vale relembrar o que o próprio engenheiro responsável pelo console disse poucos dias antes de seu lançamento, em resumo ele disse que não haveria dificuldade para os desenvolvedores trabalharem com o PS4 Pro afirmando que teriam apenas 1% de trabalho extra.
            Se o engenheiro responsável pelo console, o cara que criou o aparelho diz uma coisa dessas e é contrariado por grandes devs do mercado que dizem exatamente o oposto, como a responsabilidade não é da Sony.
            Se você tem preferência pelo PS4 e a Sony e não consegue admitir que eles não são perfeitos, como nada nesse mundo é, beleza, mas não tente passar isso como verdade para todos desmerecendo aqueles que não concordam com a sua visão seletiva.
            A tempos atrás você desmereceu e foi sarcástico até arrogante com outro user que discordou daquilo que para você é regra (Sony e Playstation sempre superiores), só para prevalecer as suas ideias.
            Na boa, você acha mesmo que vale à pena essa atitude!?
            Mais uma coisa, dá uma olhada nos links nos comentários abaixo para ver se Battlefield 1 está assim tão bom mesmo como você diz.
            Por fim, se você tem mesmo certeza de que a Sony é tudo isso que você acha e que nada é culpa dela, dá uma olhada no post mais recente da PCManias falando a respeito do novo problema apresentado pela Pro, olha lá a atitude da Sony, a gratidão dela para com aqueles que a salvaram da possível falência.
            A Microsoft e a Nintendo também fazem cagada, todas fazem, eu pelo menos nunca neguei isso. Abs!

          • Eu parcial, fala sério colega, deixa eu ver se eu entendi, pra vc se a Ubisoft caga no desenvolvimento do Watch_Dogs 2 e o multiplayer sai com problemas, é culpa da Sony???WTF, sabe o que seria problema da Sony, um caso semelhante ao 3RL/Ylod isso sim é culpa do fabricante do console, o que eu tento dizer e vc como um super garoto fan da Microsoft não aceita é que nem Sony, Nintendo e Microsoft não tem controle sobre o que é feito para o plataformas delas, principalmente quando o mesmo game ainda é de third, e por este motivo a esmagadora parte dos jogos desta geração saem com algum tipo de problema, enfim isso aqui é muito claro, o Pro não está com problemas de hardware (o que seria culpa da sony) mas sim de software (jogos os quais tirando Tlou são dev’s thirds que desenvolve), se eu precisar desenhar pra vc caso ainda sim não entenda, eu desenho.
            Vamos ao outro ponto que vc me acusa de fechar os olhos pras cagadas da Sony, negativo novamente, eu por exemplo sou um dos que não vou aderir ao Pro, tenho o PS4 aqui desde 2014 e sim é um excelente console, faz um pouco de barulho, esquenta um pouco mas ainda sim é excelente, tenho o One FAT também, silencioso, mas muito grande e com controle a pilha infelizmente, mas mesmo assim um baita console, eu por exemplo não compro os jogos de PS2 no PS4, reclamo quando a PSN está fora do ar ou da joguinhos de celular na PLus, assim como também reclamo da Live ter subido para 179,00, reclamo do Os do One ser muito bugado, enfim sei enxergar os defeitos sim, vc por acaso já tem o PS4? não né, por motivos obvios, enfim. Pra terminar vamos falar sobre a declaração do Mark Cerny, caso vc não saiba o Mark além de engenheiro de Hardware da Sony também é Dev e isso já tem tempo, agora me diz ai, digamos que vc precise de uma informação exata sobre o desenvolvimento de jogos, com quem vc buscaria essa info? com um colega de blog ou com um dev, a resposta é clara né, eu penso que quando ele declara estes 1% que é aumentar a resolução e trabalhar a performance para ficar no mínimo igual ao PS4 padrão pode ser porque ele entende do assunto, ou também pode ser marketing, enfim tens de encarar de uma forma ou de outra, de declarações de marketing nesse mercado estamos cheios e de todos os lados é só procurar e vc acha.

  10. Luciano S. Carvalho 16 de Novembro de 2016 @ 21:46

    Olha aí a consideração e respeito que a Sony tem para com os mais de 40 milhões de donos de PS4 que a ajudaram a escapar da falência.
    Lembrando que isso de “não deverá haver diferença de performance com a console base” foi uma condição prometida por ela para os jogos na Pro.

    http://www.eurogamer.pt/articles/digitalfoundry-2016-battlefield-1-mais-suave-melhor-resposta-na-ps4pro

    Ou seja, para melhor ou para pior, a Sony parece não estar nem aí com os seus clientes.

  11. @Luciano concordo parabens pela resposta, porem to de acordo com o que o Mario disse espero que tanto a Sony e MS se dem mal com esta coisa de console em meio geracao.

    • Janaina.
      Para responderes directamente ao Luciano, clicka no botão “Responder” por baixo da mensagem dele.
      Depois escreve e envia.
      A tua mensagem ficará encaixada na dele e não assim perdida como esta!

    • Luciano S. Carvalho 17 de Novembro de 2016 @ 15:20

      Obrigado Janaína!

      Mas para você ver como são as pessoas, além de se alterar e continuar tendo as mesmas atitudes rotulando as pessoas e chamando-as de fanboy, ainda insiste em tapar os olhos apontando os defeitos dos outros como se isso fosse amenizar ou resolver os problemas da Pro.

      Então vamos por partes:

      1 – “sabe o que seria um problema da Sony, um caso semelhante ao 3RL/Ylod isso sim é culpa do fabricante do console.”

      Pois bem, sendo assim então já temos um caso, o problema de conexão com os televisores, a não ser que você também faça como a Sony e jogue a culpa nos fabricantes de televisores, assim a culpa não seria dela. Mas espera aí, os televisores Sony também estão apresentando problema. Ooops, deu merda!
      Sinto muito, mas dessa não tem como se safar, a culpa é dela mesmo.

      2 – “o Pro não está com problemas de hardware (o que seria culpa da sony)”

      Sério mesmo, você tem certeza disso. Sugiro que você de uma olhada na matéria mais recente da PCManias que explica o problema de conexão com os televisores, pode abrir os seus olhos, literalmente. Há, e não precisa desenhar não, não gosto desse tipo de “arte abstrata*”.

      3 – “tenho o One FAT também, silencioso, mas muito grande e com controle a pilha infelizmente”

      Novamente, continua fechando os olhos mas agora para não ver uma vantagem no Xbox, mostra um lado e ignora o outro, é a mesma ladainha de sempre a respeito do controle com pilhas do Xbox.
      Você como possuidor do Xbox deveria saber que além de pilhas ele também tem baterias recarregáveis, e caso precise trocá-las não precisa abrir o controle e correr o risco de danificá-lo e perder a garantia.

      4 – “assim como reclamo da Live ter subido para 179,00”

      Então, se você não sabe ou simplesmente prefere ignorar, a PSN também subiu, claro o valor de 129,99 é inferior ao da Live mas o serviço também é inferior como você mesmo citou em relação a ficar fora do ar e os jogos de celular, além de maior vulnerabilidade sendo hackeada com certa frequência tendo dados sigilosos dos usuários expostos com sérios prejuízos para os mesmos.
      Ainda tem o estudo da firma de pesquisa independente IHS Markit que demonstrou que a Live tem performance superior a PSN sendo a melhor plataforma para jogar online.

      5 – “o Mark além de engenheiro de Hardware da Sony também é Dev e isso já tem tempo” / “pode ser porque ele entende do assunto, ou também pode ser marketing”

      Para finalizar, se ele é dev os caras da Square Enix, Bungie e CD Projekt Red também são e provavelmente mais experientes que ele, devs de três das maiores e mais respeitadas desenvolvedoras do mundo, que não acham assim tão fácil trabalhar na Pro, com certeza não a ponto de terem somente 1% de trabalho extra, tanto que The Witcher 3 e Destiny não terão patch e FFXV não terá melhorias significativas.
      No caso da CD Projekt Red eles declararam o seguinte: “converter The Witcher 3 de um jogo full HD para 4K seria um processo que iria consumir muito tempo e recursos”.
      O diretor de FFXV também disse algo no mesmo sentido dizendo que significaria colocar muito tempo e esforço para que o jogo tivesse melhor aspecto e corresse melhor.
      Então, você ainda realmente acha que ele entende tanto assim do assunto, com certeza ele entende infinitamente mais do que você ou eu, isso é indiscutível.
      Agora se como você diz ser uma questão de marketing, então é marketing enganoso e isso é totalmente condenável e antiético, inclusive prática esta proibida pelo código de defesa do consumidor. Veja o que diz o primeiro parágrafo do código e como caracteriza bem o “marketing” de Mark Cerny:
      “§ 1º É enganosa qualquer modalidade de informação ou comunicação de caráter publicitário, inteira ou parcialmente falsa, ou, por qualquer outro modo, mesmo por omissão, capaz de induzir em erro o consumidor a respeito da natureza, características, qualidade, quantidade, propriedades, origem, preço e quaisquer outros dados sobre produtos e serviços.”

      Não tem como argumentar a favor de atitudes como essas que prejudicam o consumidor final.

      *A arte abstrata ou abstracionismo é geralmente entendido como uma forma de arte (especialmente nas artes visuais) que não representa objetos próprios da nossa realidade concreta exterior.

      Não preciso desenhar, não é!?

      Para mim essa conversa já deu!

      • Vamos lá Luciano nem tanto, é um problema com hardware, é sim, aparenta ser problema de comunicação entre equipamentos mas não a ponto de tornar um equipamento inservível por exemplo o YLOD/3RL.

        A exemplo dos problemas que aconteceram com One S estes do Pro aparentam ser solucionados futuramente por atualização do firmware, já que até agora ninguém não tem relatos de estudo no hardware para apontar que o problema seja mesmo causado por um componente, portanto teus itens 1 e 2 não estão totalmente corretos.

        Os pontos 3 e 4 nem vou comentar porque sempre haverá o loop de respostas,pois o bom de um lado é o ruim do outro, e vice-versa, mas só insiro 2 pontos: as baterias recarregáveis não saem de graça e nem sempre os problemas são da PSN e sim da sua provedora local.

      • @Luciano e nETTo

        Vamos acabar com estes diálogos que estão a ser inflamatórios. Até porque se querem discutir um com o outro, respondam ao comentário directamente e não metam terceiros ao barulho!
        Mas vamos esclarecer aqui umas situações para acabar com a discussão! E isto não é dar razão a um ou a outro. Apenas dizer o que realmente é!

        1 – O facto de as Tvs da Sony também darem problema não significa que seja problema da consola. Apenas significa que também há problemas nas TVs Sony!
        Não estou a dizer que o problema não pode ser resolvido apenas com um patch na consola, estou apenas a dizer aquilo que todos que não sabem exactamente o que se passa, mantendo uma posição de imparcialidade, deveriam dizer: Que não se sei onde está o problema, e que uma coisa não tem nada a ver com a outra, podendo o mesmo estar só num lado, ou em mais do que um!

        2 – A pro não está com problemas de hardware. E isso é um facto! Um problema físico no hardware impedia o HDMI de funcionar, não o fazia funcionar numa TV e em outra não! Daí que a PS4, quando muito, e se o problema for efectivamente apenas do seu lado, está com problemas de software e/ou firmware do HDMI. Acredito que o problema não será muito diferente do que aconteceu com a Xbox One S! E nessa altura não viram ninguém vir dizer que havia problemas de hardware.

        3 – Ter pilhas que podem ser substituidas por algo recarregável não é um problema. Aí concordo! Mas convêm não esquecer que esse é sempre um custo extra! Agora discutir isso nesta fase parece-me ridículo. Isso era discussão para 2013, não para consolas que estão à 3 anos no mercado e onde essas situações já são aceites como normais!

        4 – Quanto ao Live ser superior ou inferior, não vou sequer argumentar. Já o disse que essa é igualmente a minha opinião, e creio que é mesmo algo factual que a ser discutido no seu global é apenas para encher chouriços.
        Já quanto à segurança… Não sei dizer. Ambas as redes tiveram a sua dose de hacks!
        http://www.nbcnews.com/id/44961943/ns/technology_and_science-security/t/microsoft-freezes-xbox-accounts-after-credit-card-hack/#.WC3YHPmLSUk
        http://www.cinemablend.com/games/Why-Lizard-Squad-Hacked-Xbox-Live-PSN-69163.html
        http://www.techtimes.com/articles/23288/20141228/hackers-release-13-000-passwords-credit-card-information-for-amazon-playstation-network-xbox-live-and-more.htm
        Eu diria com toda a certeza que, quando muito, uma rede teve mais azar que a outra, o que levou a uma fama de maior segurança de um lado que do outro. Mas mais do que isso, não sei dizer, pois ambas já foram hackadas!

        5 – Eu diria que nesse campo de conhecimento do hardware específico da PS4 poucos devs estarão ao nível do Mark Cerny. Não fosse pelo facto de ele ter sido quem concebeu a consola. Ele mais do que ninguem sabe como ela funciona, ao passo que os restantes devs por norma programam de forma generalista para todo o tipo de hardware!
        Seja como for, não entendo porque as pessoas procuram ver sempre mais do que é efectivamente dito. O que o Mark Cerny referiu foi que para se tirar partido da PS4 Pro obrigava apenas a mais 1% do trabalho. E nesse aspecto ele referia-se a mudar a resolução e activar o checkerboard rendering. Isso permite explorar a performance extra da consola de forma simplificada.
        Mas Mark falava do trabalho mínimo, não do máximo! Se alguem quiser fazer mais com o hardware, usar a largura de banda extra, o resto do CPU, ou o resto do GPU, especialmente para ganhos no modo 1080p, claro que isso ocupa mais!

        O certo é que se o Mark percebe mais ou menos do que os devs da Square ou da CD Project, isso não sei! Sei que nem eu, nem mais ninguém aqui, está habilitado a julgar isso, quanto mais não seja pelo simples facto de nem conhecermos a pessoa e não sabermos efectivamente o que ele sabe!

        Para terminar peço-te desculpa Luciano por seres o sacrificado aqui. respondi na tua mensagem por ela ser a última, mas a resposta é para os dois. Quero é que acabem com a conversa que já está a descarrilar, e para não haver respostas por parte de outros, respondi eu!

        Só para terminar e desta vez é mesmo dirigido ao Luciano…

        Questiono quantas vezes esta geração usaste essa referência ao Marketing enganoso. Porque oportunidades não faltaram.
        Fizeste-o quando a Microsoft removeu o Kinect até então dado como obrigatório?
        Quando a Sony tenha prometido Driveclub no lançamento e ele só dai mais de um ano depois?
        Quando a Microsoft resolveu não implementar a gravação de TV prometida desde o lançamento da consola, e cancelado meses depois de se mostrar que a aplicação estava quase pronta a ser lançada?
        Quando a Sony disse que Watch Dogs era 1080p 60 fps e saiu a 900p 30fps?
        Quando a Microsoft apresentou a S com dimensões menores que o normal?

        Espero que a tenhas usado em todos estes casos e muitos outros. E não apenas agora por uma questão de… preferências pessoais! Porque isso mostraria muiiita parcialidade!

        No meu caso… achei publicidade enganosa a tudo o que está em cima, e os artigos estão aqui na PCManias que o comprovam que não achei nada disto correcto. Espero que no teu caso tambem o tenhas feito!

        Seja como for, diga-se que usar essa referência a palavras de alguém que explicava a situação técnica de forma simplificada a um jornalista e não a realidades ou questões oficiais (como as de cima)… É preocupante!
        Espero que não me venham dizer que eu também estou a usar marketing enganoso quando tento explicar as coisas com exemplos mais terra a terra que vocês entendam, que são parecidos, mas não iguais!

        Agora acabem lá com a discussão e com conclusões que não podem tirar!

  12. È complicado desejar mal para PS4 pro, porque quem ainda não tem nenhum PS4 é mais vantagem comprar a pro, alguém aqui que não tivesse a PS4 normal, iria comprar a pro ou a normal, eu acho que a grande maioria iria preferir a pro..

    A Sony foi gananciosa espero que aprenda que em time que está ganhando e de lavada não se mexe!!

    E o problema maior dos jogos saírem ruins pra mim 80% culpa da Sony, ela é dona do console, para lançar eles precisam autorizar, eu já li não lembro onde, que os patchs sempre chega por ultimo no Xbox One, porque a MS demora para autorizar…
    Se WD2 está com problema na pro, a Sony deveria mandar seus engenheiros para ajudar a equipe da Ubisoft, e não deveriam aceitar jogos que está com porte ruim!!
    As empresas só querem ganhar dinheiro, pra Ubisoft tanto faz se está ruim ou bom, o dinheiro está entrando de qualquer jeito, a Sony que precisa por os pingos nos I afinal o console é dela, se o porte está uma merda e mesmo assim ela autorizou paciência.

Deixe um comentario

O seu e-mail nao sera publicado.


*



*