Rumores sobre as especificações das futuras consolas XBox acabam de vazar

0 0 vote
Avalie o nosso artigo

As especificações totais de todas as consolas Xbox de nova geração poderão ter sido reveladas.

Sinceramente não sei qual a veracidade deste tumor, mas resolvi publica-lo por ele ser extenso, por abranger a totalidade do hardware da consola, e por ser fresquinho e ainda não publicado em quase sitio nenhum.

O rumor pode perfeitamente ser falso, dado que o que alie está poderia facilmente ter sido feito em casa por qualquer pessoa. Mas quem o publica tambem não o publica como certeza, e explica como obteve (a lenga lenga do costume do amigo do amigo).

Basicamente a pessoa tem um amigo que trabalha num website europeu dedicado aos videojogos, e que terá recebido estes dados de uma fonte que lhe merece confiança. A informação não terá sido publicada por o que li estava parecer na altura demasiadamente exagerado, mas dadas as recentes declarações de Cerny a situação parece agora mais coerente. Na altura, devido às especificações foram pedidas mais confirmações que não foram dadas e como tal o conteúdo não foi publicado.

A ideia da fuga era acalmar relatos de consolas com 14 Tflops e consola com 4 Tflops. O facto de o conteúdo estar escrito à mão deve-se a que para análise dos dados foi pedido à fonte que relatasse tudo o que sabia por escrito para facilitar a análise e verificar contradições.



O conteúdo entregue foi de 11 páginas de texto 5 com esquemáticas. das quais a pessoa em causa apenas viu 5 com texto e 3 com esquemas, que resolveu publicar.

As partes rasuradas foram já entregues assim, pelo que ele não sabe o que ali estaria escrito.

O rumor seguirá de seguida, mas entretanto fica um resumo das especificações contidas no rumor:

Hardware usado

CPU: Zen 2  não alterado por compatibilidade com encomendas para a Cloud e Surfaces que serão em grande número para descer preços.

GPU: Navi alterado e alterado à mão para optimização máxima de performances.



RAM: Consistirá em GDDR6 para uso dos jogos e DDR4 reservada para as aplicações e sistema operativo.

RAY Tracing: Chiplet acelerador dedicado que funciona em paralelo com o GPU e ligado usando o inifity fabric.

Armazenamento: Solução hibrida com parte SSD e parte HDD.

Especificações das consolas

Basicamente a ideia do conceito foi duplicar tudo da X para a Anaconda. A Lockhart teria metade da Anaconda.



Lockhart

CPU: 2 chiplets Zen 2 para um total de 8 núcleos/16 Threads a 2,7 Ghz

GPU: Navi alterado a 1455 Mhz com 5.587 Tflops

Ray Tracing: 1 chip RCC com 1 Tflop

SSD: 256 GB M.2 SATA 3.



HDD: 2.5″ HDD 1 TB.

RAM: 12 GB GDDR6 num canal 192 bits. 336 GB/s

4 GB DDR 4 para o sistema operativo e aplicações

Anaconda

CPU: 2 chiplets Zen 2 para um total de 8 núcleos/16 Threads a 2,7 Ghz



GPU: Navi alterado a 1455 Mhz com 11.174 Tflops

Ray Tracing: 2 chips RCC com 1 Tflop cada

SSD: 512 GB M.2 SATA 3.

HDD: 2.5″ HDD 2 TB.

RAM: 24 GB GDDR6 num canal 384 bits. 672 GB/s



4 GB DDR 4 para o sistema operativo e aplicações

Dev Kit

CPU: 2 chiplets Zen 2 para um total de 8 núcleos/16 Threads a 3.2 Ghz

GPU: Navi alterado a 1455 Mhz com 11.919 Tflops

Ray Tracing: 2 chips RCC com 1.142  Tflops cada



SSD: 2 TB M.2 NVMe.

HDD: não

RAM: 48 GB GDDR6 num canal 384 bits. 672 GB/s

8 GB DDR 4 para o sistema operativo e aplicações

Xcloud



CPU: 2 chiplets Zen 2 para um total de 16 núcleos/32 Threads a 2.7 Ghz

GPU: Navi alterado a 1455 Mhz com 11.142 Tflops

Ray Tracing: 2 chips RCC com 1  Tflop cada

SSD: não

HDD: não



RAM: 24 GB GDDR6 num canal 384 bits. 672 GB/s

Sem memória para aplicações e OS

Eis as fotos publicadas:





Conclusões

As especificações aqui referidas batem todas certas com os rumores. Mais performance que a do stadia, e SSD presente na consola.

Depois a Microsoft usaria aquilo que referimos ser a solução ideal para os discos. Uma Scratchpad de mais de 100 GB, neste caso 256 GB na Lockhart e 512 na Anaconda, combinada com um HDD clássico. A ligação do SSD ao GPU não é referida!

O Ray Tracing é uma surpresa, sendo uma solução proprietária da Microsoft. Aqui, sabendo-se da aposta no Streaming, e nas subscrições, a solução não surpreende tanto, e a consola atrairá os utilizadores PC para a mesma, e para esse tipo de pagamentos. Não sabemos exactamente o tipo de implementação, mas se este chip RCC for transparente aos programadores, sendo totalmente gerido de forma automática, ele será uma aposta ganha e uma mais valia para a XBox.

Curiosamente, como irão ver amanhã na segunda parte do artigo da PS4, a solução dedicada de RT é a que entendemos como sendo a mais indicada e versátil ao não ser função fixa, mas sim um acelerador.

Neste momento, até porque estamos na Páscoa, não tenho possibilidade de estar agora a analisar o rumor com mais profundidade, mas resolvi fazer o esforço para o publicar, até porque será um bom tópico de discussão para os próximos dias.

Já quanto à sua fiabilidade é que nada posso referir.

Boa Páscoa a todos!



error: Conteúdo protegido