Rumores sobre as futuras consolas Xbox continuam sem fazer sentido

Rumores para a PS5 e Xbox tem aparecido em quantidade. Mas se os rumores da PS5 são apenas rumores algo banais, uns com uns valores de velocidades mais altos, outros com uns valores mais baixos, uns com um tipo de memórias, outros com outros, os da Xbox são bem mais elaborados, mas infelizmente, apresentam dados que levantam tremendas dúvidas.

Tem existido muita conversa sobre as futuras consolas da Microsoft, mas, tal como em 2013, torna-se dificil separar o que é real do que é mero paleio bem elaborado, com muito desejo à mistura.

Quer se queira, quer não, os fanboys aparecem nos foruns e inundam os threads de discussão de contra informação inútil, sendo que, há semelhança do que aconteceu em 2011 e 2012, os fanboys Xbox são os piores. Desde a deturpação de informação com troca de significados, ao criar de rumores baseados em situações que permitiriam ultrapassar os limites da tecnologia, mas que se revelam pouco credíveis, estes fans fazem lembrar o sucedido em 2012 e o infame MisterXmedia, que tão mau serviço prestou à marca com os seus rumores que só serviram para a criação de falsas expectativas.

Nesse sentido, dados concretos sobre a Xbox, e que possamos aceitar como possíveis que possamos colocar aqui na PCManias… tem existido poucos! E mesmo o pouco que há, obriga a que se olhe para ele de forma desconfiada.

Por esse motivo, do que tem existido, após análise, salvo os casos já publicados, que nos pareceram poder ter alguma coerência, e em que achamos que a situação merecia destaque, acabamos por optar por não cobrir tudo o que é dito, pois ao lermos esses rumores temos colocado questões pertinentes que são basicamente dúvidas coerentes sobre a sua veracidade, duvidas essas que tem parecido fazer sentido dado que esses rumores se tonaram pouco credíveis e já quase não são referidos. Basicamente, e apesar de tal ser em outro formato, isto é um deja vu dos tempos do MisterXmedia em que este inventava tecnologias todos os dias, e aqui se desmentia mostrando que o que ele referia não era coerente. Em 2013 tivemos mesmo o caso em que, após um artigo que desmentia, comprovando-o, a viabilidade de uma das tecnologias exposta por este senhor, o próprio, provavelmente alertado por alguem, veio a este website comentar com uma suposta explicação técnica para a tecnologia, tudo no sentido de nos fazer acreditar no que escrevia (Infelizmente os comentários apagam-se após um ano, pelo que só posso questionar: lembram-se disso?)



Vamos dar um exemplo do que falamos, citando um rumor recente que apareceu e que descartamos imediatamente,

Se bem se recordam, não faz agora muito tempo apareceu um rumor, que foi publicado na PCManias, que referia as seguintes especificações para as consolas da Microsoft, e que referia:

Lockhart

CPU: 2 chiplets Zen 2 para um total de 8 núcleos/16 Threads a 2,7 Ghz
GPU: Navi alterado a 1455 Mhz com 5.587 Tflops
Ray Tracing: 1 chip RCC com 1 Tflop
SSD: 256 GB M.2 SATA 3.
HDD: 2.5″ HDD 1 TB.
RAM: 12 GB GDDR6 num canal 192 bits. 336 GB/s
4 GB DDR 4 para o sistema operativo e aplicações

Anaconda

CPU: 2 chiplets Zen 2 para um total de 8 núcleos/16 Threads a 2,7 Ghz
GPU: Navi alterado a 1455 Mhz com 11.174 Tflops
Ray Tracing: 2 chips RCC com 1 Tflop cada
SSD: 512 GB M.2 SATA 3.
HDD: 2.5″ HDD 2 TB.
RAM: 24 GB GDDR6 num canal 384 bits. 672 GB/s
4 GB DDR 4 para o sistema operativo e aplicações

Dev Kit

CPU: 2 chiplets Zen 2 para um total de 8 núcleos/16 Threads a 3.2 Ghz
GPU: Navi alterado a 1455 Mhz com 11.919 Tflops
Ray Tracing: 2 chips RCC com 1.142  Tflops cada
SSD: 2 TB M.2 NVMe.
HDD: não
RAM: 48 GB GDDR6 num canal 384 bits. 672 GB/s
8 GB DDR 4 para o sistema operativo e aplicações

Naturalmente não havia muitos dados que pudéssemos usar para contrariar estas informações, mas apesar de termos optado pela publicação do rumor, algo nele não soava bem, e isso foi referido no artigo quando da sua publicação, aceitando que se tratava de uma má interpretação de algum dado.

A questão era: Porque motivo a Microsoft iria usar dois chiplets de 4 núcleos quando a AMD fabrica Chiplets de 8 núcleos?

Poderia alegar-se que tal aconteceria por questões de compatibilidade, uma vez que o que temos nas actuais consolas são efectivamente dois CPUs de 4 núcleos e não um de 8, mas mesmo isso teria pouca lógica. Os Zen são radicalmente diferentes dos Jaguar a nível de arquitectura e tal requer que a compatibilidade seja trabalhada. E assim sendo, se é necessária adaptação e é, qual o problema em se usar 8 núcleos reais em vez de 2×4. Esta é uma lógica que faz menos sentido quando para os jogos de nova geração um único chiplet de 8 núcleos pode ser mais eficiente, bem como mostrar-se mais barato, a longo prazo, do que 2 chiplets de 4.

A lógica para tal pode existir, não se pode negar, mas não é de directa compreensão, o que dificulta a aceitação do rumor. E este é o tipo de questão que, curiosamente, nunca apareceu num rumor PS5. Podem haver questões mais polémicas, outras menos polémicas, mas questões como esta, desenvolvidas a este ponto, mas que não aparentam fazer sentido, seja no aspecto tecnológico, seja no económico, não são muito comuns! Os rumores falsos da PS5, por norma basicamente limitam-se a referir velocidades ou performances estapafurdias, mas não entram no pormenor de descrever a composição do hardware, ou de referirem combinações do mesmo pouco credíveis.

No final acabamos por publicar o rumor, não querendo descredibilizar a situação, até porque aquela era uma combinação de hardware que acabava por ser teoricamente possível! Acima de tudo temos a consciência de que não temos conhecimentos sobre o que rodeia a concepção das novas consolas, seja a nível de decisões, de tecnologias, de custos, etc, pelo que não podemos afirmar com todas as certezas que tal é falso ou verdadeiro. E nesses casos, o que fazemos é, perante o conhecido e público, questionar a lógica das coisas, e dar a conhecer dentro deste rumor, aquilo que não parece fazer sentido.

Mas esse rumor não foi caso único, e este tipo de situações continua, agora num novo rumor que apareceu há algumas semanas, e sobre estas mesmas consolas, e que não publicamos. Eis o mesmo:

Basicamente, apesar de este rumor não fugir muito do conceito do anterior, o que lhe dá alguma credibilidade adicional, há aqui algumas alterações face ao rumor inicial:

O CPU passou para 3.2 Ghz, 16 Threads, igualando-se ao da PS5 e, coerentemente,  deixou de lado toda e qualquer referência s serem 2 chiplets de 4 núcleos.

De referir que este rumor é anterior ao que publicamos à dias e que refere a possível presença de um CPU Zen 3, pelo que não estranhamos a ausência à sua referência. Aliás, como puderam ler em artigo já publicado, apesar de acreditarmos na possibilidade do uso desse CPU, vemos o grande interesse nele apenas na Dante e pouco na Anaconda ou Lockhart.

Face ao rumor anterior em que este se parece basear, a Lockhart passaria a ter 32 CU em vez de 30, mas a velocidade de relógio desceria para 1250 Mhz, descendo a sua capacidade global no GPU para 5.51 Tflops.
A sua memória subiria para 16 GB, e a largura de banda para 446 GB/s. Este é um valor que parece exagerado para uma consola que não deverá correr os seus jogos em 4K nativos (e tal nem é uma questão de performance, é uma questão que há outra consola com o dobro da performance que irá correr a essa resolução, e caso essa diferença não seja gasta em resolução, criará um hiato visual gigante não aceitável em duas consolas da mesma geração)
O chip dedicado ao Ray tracing mantêm-se referido, mas sobe de 1 para 1.2 Tflops!



Comparando apenas com o rumor anterior, apesar de algumas alterações, não temos nada de questionável. Tudo é possível.

Mas eis que surge a Anaconda

Na Anaconda o CPU tambem passa a 3.2 Ghz, sendo que o GPU mantêm a mesma velocidade de relógio que no rumor anterior, mas desta vez com 64 CUs e 12 Tflops. Tudo o resto mantêm-se igual ao anterior rumor, com excepção dos núcleos de Ray Tracing que em vez de 2 Tflops passam a 2.4 Tflops.

O grande problema deste rumor é que o GPU se encontra dividido em 2… O autor do rumor refere assim que a consola possuirá um GPU com 64 CUs, passando assim ao lado das questões de aproveitamento de fabrico (que obrigam a alguns CU desligados), ao ter não um GPU, mas sim dois GPUs de 32 CUs cada um!

Infelizmente, aqui a porca torce o rabo! Apesar de tal ser teoricamente possível, a ideia que fica é que estamos perante uma ideia pouco ponderada, e que quem inventou isto acreditava que desta forma poderia explicar, ou pelo menos evitar falar sobre como é que a Microsoft contornava o problema do aproveitamento de produção da consola, ao não ter um GPU no limite, mas sim dois de 32 CU cada um.

Mas se formos a ver, a questão do aproveitamento do hardware que sai da linha de montagem é relevante, independentemente da dimensão do GPU. A Microsoft na geração anterior trabalhou com 2 CU desactivados por cada 20 activos, ou seja, com uma margem de 10%, sendo que a sua X tem 40 CUs activos e 4 desactivados, e a One tem 2 desactivados e 12 activos, o que lhe dá uma margem de segurança ainda maior.



Ora com 64 CUs não teríamos margem de segurança nenhuma uma vez que estaríamos no limite, dai que, na cabeça de quem inventou este rumor, ao termos não um GPU de 64 CU, mas sim dois Chiplets de 32 CU cada, esse problema estaria ultrapassado, e teríamos os mesmos 64 CUs sem problemas de produção.

Esta solução parece realmente a ideal! Eis as vantagens:

Vantagem 1 – Ao fabricamos chiplets com 36 CUs (4 desactivados), a Lockhart usaria um, a Anaconda 2. Tal permitia um volume de encomendas maior, o que poderia descer preços.

Vantagem 2 – Os chiplets da Dante, com 40 CUs (4 desactivados), que saíssem defeituosos poderiam ser usados em determinadas séries da Lockhart ou Anaconda. Tal permitiria poupar algum, ao usar-se os chiplets danificados em vez de os deitar fora.

Vantagem 3 – O limite de 64 CUs deixa de existir, e com 2 chiplets poderíamos teoricamente ir aos 128, e poderiamos garantir os 64 sem problemas.

Este rumor é muito bem criado pois traz estas vantagens todas à mesa. Ele mostra aquilo que é uma aparente solução fantástica!

Mas esta solução não teria só vantagens…. As desvantagens também existiriam. Eis as mesmas!

Desvantagem 1 – Ao trabalharmos com uma margem de 10% de segurança para garantir o aproveitamento dos chiplets que saem da linha de produção, estamos com 4 CUs a mais em cada GPU produzido. Numa Anaconda, com 2 chiplets de 32 CU, que faria os 64, estaríamos com 8 CUs inactivos. Se considerarmos que a Xbox One tem 12 CUs, temos aqui 2/3 dos CUs de uma XBox One inutilizados. Estamos a falar de um aumento de custos com a parte inactiva do chip que é duplo. De notar que tal pode ser evitado com a ligação dos dois GPUs (binning), mas tal nunca foi realizado em consolas!
mas com binning ou sem ele, Temos ainda outra situação, pois ao trabalharmos com dois chiplets temos aqui basicamente 2 GPUs completos. Apesar de alguns elementos poderem ser colocados fora do chiplet, para a total eficiência, toda a sequência de controladores, infinity fabric e outros, deveria estar duplicada, e isso traria um aumento de custo que só por si supera ganhos que possam existir com aumentos de encomendas.

Desvantagem 2 – Por uma questão de fisica, um chiplet com mais CUs é, naturalmente, maior! Isto quer dizer que os chiplets com 40 CU da Dante seriam maiores que os da Anaconda e da Lockhart com 36 CUs. Isto implicaria que a serem usados nas restantes consolas, o silicone resultante seria diferente, e maior. Isso implica uma revisão da motherboard para suportar um GPU maior, bem como do sistema de refrigeração que teria agora de cobrir mais área. Esta situação não anula a vantagem 2, mas esbate-a.

Desvantagem 3 – Se é verdade que dois chiplets eliminariam o limite de CUs, eles trariam outras desvantagens. A primeira seria o consumo energético, uma vez que todas as partes que apareceriam em duplicado estariam a consumir energia. A segunda seria o aumento da área já referida na desvantagem 1 que aumentaria o custo. A terceira, e esta é a mais importante, é que, de acordo com a AMD, e este é o motivo pelo qual a AMD não está a usar a tecnologia Multi GPU, é que mesmo com o Infinity Fabric dois GPUs não obtémo mesmo rendimento que um, sendo que as ineficiências de um sistema Crossfire ainda se mantêm.
Naturalmente esta situação pode ter sido minimizada na Navi, ou até na revisão da Microsoft, mas tal é questionável e mesmo desconhecido, sendo que não há qualquer rumor no sentido de uma Navi multi GPU. E tal anulará a vantagem 3.

Perante o de cima creio que não preciso de escrever muito mais para se perceber a dúvida que salta imediatamente à cabeça! Perante estas realidades, esta solução, apesar de poder ser viável e possível, não é das que aparenta fazer mais sentido!

Como comparação, implementar isto é basicamente criarmos novamente as condições que foram criadas pela eSRAM da Xbox One. É uma solução menos standard que vai ter problemas com inúmeros motores que não são pensados para estas situações, falhando nas performances. Se a PS4 com o checkerboard rendering tem motores que não o conseguem implementar, ficando-se por isso pelos 1080p, imaginem com 2 GPUs distintos. É um complicar de algo que os programadores cada vez mais querem simples.

Naturalmente a ideia tem algum mérito, e este é o tipo de rumores é o que tem aparecido na Xbox. Situações bem pensadas e teoricamente possíveis, mas que quando analisadas a fundo levantam dúvidas muito grandes quanto à possível veracidade. Ao contrário da PS5 onde a maior parte dos rumores se baseiam apenas na performance ou velocidades de relógio, os rumores da Xbox tem tendência a serem mais elaborados. Infelizmente quando analisados, eles demonstram congruência, mas levantam dúvidas quanto à sua possibilidade de execução, seja pelo custo, pela técnica, pela térmica, pelos consumos, ou por outras questões.

Isto é exactamente o que se passava em 2013, com as tecnologias que o MisterXmedia ia referindo para a One.  Tudo tecnologias possíveis, já teorizadas, em preparação, mas que ou levantam questões sérias, ou não podem ainda ser usadas. Daí que a questão que fica é pertinente: será que isto poderá ser verdade, ou o MisterXmedia anda activo de novo?



Posts Relacionados

15
Deixe um comentário

avatar
5 Comment threads
10 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
Livioeduard08Mário Armão FerreiraBrunoabRodrigo Silveira Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest
Notify of
Edson
Visitante
Edson

Parabéns pelo artigo, Mário! Sensacional!

daniel
Visitante
daniel

Excelente artigo Mário.

Brunoab
Visitante
Brunoab

Não é muito difícil notar quando um rumor é criado por fanboy do xbox…

No restera tem tal “insider” que já divulgou que o anaconda vai ser mais poderoso que o PS5, o tal que todo mudo um pouco inteligente estranha “um insider com especificação de PS5 e anaconda ao mesmo tempo?”

o rumor:

– PS5 8TF
– Anaconda 12TF

fácil né? Sony e MS vão dobrar o upgrade do meio de geração, faz sentido para pessoas menos cultas que não conseguem pensar muito além do fanboylismo…

o que precisa esquecer para isso fazer sentido:

– xoneX chegou um ano depois do PS4 PRO, e custa 100 USD mais caro, para ter ~50% a mais de poder.

Que é exatamente o que os fanboys do xbox gostam de gritar na internet… falando como se o xoneX tivesse sido lançado ao mesmo tempo do PS4 PRO e custasse a mesma coisa…

a MS vai lançar o Anaconda 1 ano depois e mais caro para ter 50% a mais de poder?

Já vi o tal “lock e anaconda um mais fraco e barato que o PS5, outro mais forte e caro que o PS5, MS vai esmagar a sony assim, quem quer barato pega um lock, quem quer forte pega um anaconda”

e me diga como isso está dando certo no xoneS, mais fraco e barato que o ps4, e xoneX, mais forte e mais caro que o PS4 ?

Eles sempre gostam de citar fatos da MODA, limite de 64CU em consoles é inviável, e criar outras teorias em cima, sem nenhum conhecimento técnico:

-64CUs é inviável para consoles.

ai o fanboy do xbox, com seu conhecimento de tecnologia limitado a PR de empresas:

“tem o tal crossfire, que eu nunca vi e não tenho ideia de como funciona, e se a AMD fizer isso para o Anaconda e botar duas GPUs 32CU?”

exatamente o que abordou o teu artigo.

E se vc procurar o tal misterXmerda, ele esta lá no forum dele… apagou o site obviamente para não mostrar como ele é lunático, e agora tem o forum no lugar onde ele segue produzindo os seus delírios.

Mário Armão Ferreira
Visitante

Brunab…

Não podes dizer que um rumor é falso só porque não gostas dele!

O facto dele dizer que a PS5 é 8 TF e a Anaconda 12 pode-te levar a desconfiar, até a duvidar, mas não o podes tomar como falso por isso.

Mais dados para duvidares disso é que o hardware mais referido é igual para os dois, pelo que não há pelo que haver uma diferença de 4 Tflops.

Eu não publicaria esse rumor. A coerência é pequena. Mas apesar de poder dizer que ele é pouco credível, não posso afirmar só com esses dados que ele é falso!

Quanto aos 64 CU…

Num único GPU é inviável (esqueçam isso)… em 2 chiplets não se sabe… tudo aponta no sentido que não é, mas não se sabe (o artigo de cima trata de um caso desses)! Apesar de que a coerência de tal não é grande devido à Latência, performance, compatibilidade, consumos energéticos, e largura de banda do Infinity Fabric, numa solução de 2 chiplets, podes dizer que tudo aponta no sentido de que tal não é uma solução. Mas apesar de poderes duvidar não a podes descredibilizar e dar como falsa.

Quando necessitas de separar o trigo do joio, tudo o que possas usar para o fazer deves usar. Mas tens de ter cuidado com as palavras!

Não podes vir dizer que algo é falso quando algo é possível. Não estás na industria, não sabes que avanços tem ou vai ter a tecnologia, não sabes custos, não sabes nada.

Daí que uma coisa é dizer que algo é pouco credível, outra é dizer que é falsa.

Para dizeres que é falsa precisas de dados palpáveis… ERROS que comproves…

Cuidado com as palavras!

eduard08
Visitante
eduard08
Livio
Visitante
Livio

Ontem fez 6 anos da famosa revelação do TV, TV, TV… e mesmo tendo assistido na época resolvi rever e percebi que muitas coisas que prometeram não chegou a ver a luz do sol, sim sei que com a remoção do Kinect muitas características morreram por ali mas tem alguns pontos que gostaria de citar(e que na época nem me toquei):
1- logo na apresentação do evento, antes mesmo do Matrick entrar, já apregoavam o Cloud Powered.
2- Phil Spencer, sim este mesmo que comanda a divisão Xbox, diz que:” a MS planeja lançar 15 jogos exclusivos no PRIMEIRO ano do One, destes 8 são novas franquias”. Pelo visto os 15 jogos, sendo estes 8 novos IPs se perderam, ou estes eram jogos para Kinect?
3- Phil ainda diz que naquele momento a MS tinha aumentado o investimento e que eram muitos jogos em desenvolvimento em relação a qualquer período dos consoles anteriores. Ao ver esta parte começo a recusar a desculpa de que a falta de novas ips do Xbox seja do Matrick, ora bolas o Phil estava lá comandando os estúdios da MS e ele mesmo falou isso.

Fora isso tem mais 2 pontos, a palavra TV já foi citada na apresentação é a primeira imagem de jogo para o console aconteceu em torno dos 35 minutos com Forza 5, lembrando que o evento teve em torno de 62 minutos de duração.

Ahh teve um momento que escutei water cooler mas não quis voltar para ver o que era.