Samsung relembra os seus clientes que os seus smarttvs podem ouvir as suas conversas.

De forma a se proteger, a Samsung alerta para este facto. Mas não seria mais simples e directo, se realmente se quer proteger os clientes, esta situação vir desativada de fábrica?

A Samsung ficou recentemente na defensiva quando foi noticiado que as políticas de privacidade das suas smarttvs possuem avisos deveras preocupantes. É que nelas lê-se claramente que as pessoas não devem ter conversas pessoais junto da TV porque estas estão a escutar e podem transmitir informação pessoal.

Este alerta apenas se aplica às TVs Samsung que possuem sistemas de escuta de voz sempre ligados. Uma caracteristica que se calhar muitos utilizadores desta TV até possuem, mas desconhecem.
Estas TVs normalmente possuem um micro no comando que permite o envio de comandos de voz para a TV após se pronunciar uma palavra específica que acorda o sistema, ou premindo um botão.

A questão é o que acontece aos dados de voz? De acordo com a política de privacidade da Samsung eles são enviados para um terceiro onde poderão ser ouvidos, de acordo com esta frase ali presente:

Por favor tenha consciência se as palavras proferidas incluem informação pessoal ou sensível, pois essa informação estará no meio dos dados capturados e transmitidos para um terceiro.

Este tipo de paleio pouco claro das políticas provavelmente faz a coisa soar a algo pior do que realmente é. Afinal tal como com todos os sistemas de reconhecimento de voz a recolha de voz só ocorre quando é ativada ou pelo uso do botão ou pelo pronunciar de uma palavra chave. Até lá o processamento é local, sem envio de dados!

Mas porque não fazer então isso para todos os comandos. Porque uma coisa é ativar um sistema perante uma palavra, outro é reconhecer vários comandos para várias funções. O reconhecimento de voz é algo complexo e que requer bastante processamento, pelo que processar o mesmo remotamente é uma solução mais eficaz.

Sabe-se agora com o esclarecimento que o terceiro que recolhe e processa os comandos é a Nuance Communications, a empresa pode detrás dos produtos de reconhecimento de voz “Dragon”, e que são utilizados em muitos outros aparelhos, e perfeitamente de confiança.

Seja como for, foi bom a Samsung ter vindo dar a conhecer quem era esse terceiro e que a empresa tenha vindo clarificar as suas políticas. Afinal há quem fique logo preocupado com estas coisas.

A propósito, caso queiram desativar a função terão de ir às configurações da TV. ir às características de SMARTTV e colocar o reconhecimento de voz em off.

Pena é que isto não venha desativado por defeito, apenas ativando quem efetivamente quer. Isso sim é que seria correto cara Samsung pois assim evitava-se andar a prestar esclarecimentos.

Publicidade

Posts Relacionados