Sea of Thieves é um mar de desilusão. Muito à superficie, pouco por baixo dela.

Sea of Thieves era um jogo que prometia colmatar a lacuna dos exclusivos Xbox. Infelizmente, apesar da qualidade intrinseca e diversão oferecida, o jogo decepciona pela falta de variedade e conteúdo!

É com bastante decepção que escrevo estas linhas. Perante o marasmo no suporte First Party dado pela Microsoft à sua Xbox, esperava que Sea of Thieves pudesse ser um MMO de elevadíssima qualidade. Infelizmente, apesar de a qualidade da Rare ser inegável e estar presente no jogo, o mesmo não se revela o produto desejado e a imagem que tem passado de forma global nas análises a que o jogo tem sido sujeito é a de um jogo com um enorme potencial, mas basicamente incompleto e sem conteúdo.

As análises oficiais, como sempre, variam muito, havendo notas de 9 e notas de 4. Mas a média tem-se centrado nos 6 e 7, com a leitura geral a mostrar aquilo que se revelou um jogo que acaba por ser apenas mediano e que desperdiçou um enorme potencial criado claramente existente.

Note-se que este artigo não é uma review, e nem pretende ser, mas sim apenas dar a conhecer a recepção geral do jogo no mercado. Dessa forma o artigo não expõem qualquer opinião pessoal sobre a qualidade do jogo em si. Não é aliás nossa intenção analisar aqui este jogo!

No entanto, perante tudo o que lemos, e perante tanta expectativa, resolvemos escrever este artigo, sendo que não podemos deixar de recomendar que se estás a pensar aderir ao Game Pass por causa deste lançamento, o ideal é aderires aos 14 dias grátis para o testares por ti mesmo antes de fazeres qualquer pagamento, e isso nota-se pelas análises individuais dos utilizadores que possuem variações em toda a gama de notas.



Eis então um resumo do consensual entre as diversas análises oficiais de Será of Thieves:

Basicamente todas as análises elogiam os princípios base do jogo e há mesmo uma boa quantidade reviews que consideram o jogo como sendo muito bom e com um potencial excelente. Independentemente da nota dada nas diversas reviews, o jogo é consensualmente considerado como tendo criado uma base muito interessante e bem conseguida, elogiando-se ainda o mar dinâmico que é igual para os jogadores envolvidos, e que atrapalha a mira podendo mesmo interceptar tiros. Há todo um universo bem conseguido, com espírito de aventura e muito humor, onde a partilha com amigos do jogo se revela um ponto forte.

Acrescentamos ainda que a componente técnica é considerada extraordinária, com elementos únicos e muito bem conseguidos.

É assim consensual que o jogo, mal se pega nele, é muito divertido, cativante e interessante, tendo sido aqui criadas as fundações para algo de muito bom e com enorme potencial.

Mas após esta introdução meritória comum, as análises que vi acabam-se todas por focar no mesmo, aquilo que é considerado o problema deste jogo: o facto que ele, no seu presente estado, possui muito pouco conteúdo… e após cerca de 8 horas, percebemos que já vimos tudo o que havia para ver e que estamos a repetir o mesmo, esgotando-se o fator novidade e tornando-se monótono por estarmos basicamente a cada nova missão a fazer o mesmo, apenas com variações subtis.

Ao que A Rare indica este é um jogo que será melhorado com o tempo com a libertação de conteúdo adicional. E isso é optimo! Mas convenhamos… não é suposto serem todos? Não é essa a promessa mais comum que ouvimos atualmente, especialmente quando o conteúdo base decepciona?
Em que medida é que isso compensa o facto de atualmente o jogo não possuir conteúdo suficiente?

Infelizmente, mesmo aceitando-se que no futuro o jogo possa vir a ter mais, até podendo vir a ter muito, muito mais, a realidade é que actualmente as análises quase todas indicam que o jogo possui demasiadamente pouco! Tão pouco que mesmo que venha a ser libertado outro tanto como o que existe, algo que normalmente não acontece, pelo menos em tempo considerado útil, continuará a ter, mesmo assim, demasiadamente pouco. Serão precisos uma série de lançamentos de conteúdo adicional para que o jogo se venha a tornar verdadeiramente interessante e variado, algo que como é referido igualmente pelas análises, quando acontecer, pelo pouco que há, já terá criado total saturação do jogo.

E aqui convêm não esquecer que uma coisa é um jogador novo deparar-se com um jogo onde acaba de entrar, já devidamente equipado com um conjunto de situações acumuladas e lançadas ao longo de vários patches, outra é um jogador que se mantêm activo, acompanhando os diversos lançamentos, quando cada um deles possui pouco de novo. Nestas situações a facilidade de saturação pelo acumulado de tempo de jogo revela-se bem maior.

Numa das análises ao jogo, neste caso da Forbes, esta chega mesmo a fazer uma analogia na qual, na sua opinião, o conteúdo ali existente não configura sequer um jogo… Mas sim, 10% de um jogo!

Baseia-se para esta afirmação no conteúdo existente quando comparado com o que outros MMOs oferecem, e onde para apenas se igualar o mesmo, Sea of Thives tem ainda mesmo muito que acrescentar. As referências existentes são que o conteúdo é, comparativamente, reduzidissimo, e que basicamente as diversas missões são geradas aleatoriamente, mas baseadas em um número demasiadamente baixo de princípios de variedade, sendo por isso basicamente repetitivas e semelhantes.

Como dissemos no início, há tambem uma gama alargada de notas dadas nas análises individuais de jogadores, muitas delas extremamente bem justificadas. Torna-se assim interessante ver o que dizem as diversas pessoas que jogaram o jogo, mesmo tendo-se a plena noção que estas análises, por motivos conhecidos de todos, podem não ser totalmente imparciais, de forma a verificar uma realidade. Que quer tenham  gostado ou não do jogo, a critica sobre o conteúdo é uma constante.

Temos no entanto de analisar a coisa de uma forma imparcial e isso não é sempre possível. Eis alguns exemplos de parcialidade de notas de utilizadores no Metacritic.

Maxsweel – 10

O Jogo é TOP! O real problema é os fanboys que gostam de baixar a nota do jogo da outra plataforma, seja MS ou Sony

Ou seja… porque os fanboys gostam de baixar a nota… outros fanboys espetam um 10… Está certo!

Eis o oposto:

TigerRobocop – 0

Estou dando nota zero, para balancear as notas 10 falsas que foram dadas por fanboys fanáticos de XBOX, principalmente as ovelhas que vem da XBOX Mil Grau, que se quer tem o XBOX ONE e querem dar notas apenas por fanatismo!

É a mesmissima coisa.. Como uns fanboys dão 10… outros dão 0…

Estamos perante dois casos de “olha para o que eu digo e não olhes para o que eu faço”.

Nesse sentido, mesmo,que sabendo que poderemos cometer injustiças, para este apanhado de análises que se seguem resolvemos ignorar as notas de 0, de 1 e de 2, da mesma forma que ignoramos as notas de 10, de 9 e de 8. Desta forma, ao não se pretender avaliar o jogo, mas apenas mostrar que há pontos em comuns em todas as análises, independentemente das notas, optamos pela gama do 3 aos 7, por achar que estas serão as análises que poderemos tomar como mais imparciais. A ideia não é dizer que o jogo não possa merecer um 10, da mesma forma que não é dizer que não possa merecer um zero. É apenas, neste apanhado de ideias, afastar o fanboyismo mostrando, bem como mostrar que as queixas sobre o jogo existem em todos os casos e recaem sobre um ponto comum. Eis então exemplos de análises fundamentadas para todas as notas intermédias:

Zup421 – 3

Estava ansioso por este jogo… e após 8 a 9 horas percebi que era a mesma coisa… Tudo o que se faz é apanhar baús e recolher pilhagem, matar um esqueleto mais forte aqui e ali… Não há progressão, apenas cosmética, e na minha opinião é isso que mata o jogo. Quando não se pode melhorar o navio com canhões de maior alcance e morteiros… ESTE jogo não vale os 60 euros pois tem muito pouco conteúdo, e o pouco que há limita-se a repetir as mesmas três coisas. Não comprem, é uma perda de dinheiro.



BlakeDuff – 4

Cinco horas e não posso, de boa fé, recomendar a ninguém que compre este jogo, a não ser que A: Tenhas muito dinheiro e aches que 60 euros é pouco para umas horas de diversão, B: Não te preocupas com um jogo que te deixa muito pouco o que fazer e nenhuma razão para fazer o pouco que há, C: Não ligas aos aspectos técnicos que atualmente atingem o jogo (não há muitos).
Sea of Thieves não tem história, não tem multiplayer competitivo, não tem progressão das personagens (é tudo cosmético), e há muito pouco de jogabilidade de interesse. Se leres alguma análise que diz que podes fazer tudo neste jogo, mentiram-te, e o mesmo vale para frases como “experiências diferentes constantes”. TRETA. Há três fornecedores de missões e outras tantas lojas. As lojas só vendem itens cosméticos e nada mais. Os vendedores cada um tem um tipo de missão, mas todas as missões deles são essencialmente a mesma: Navegar pata uma pequena e pouco interessante ilha, matar esqueletos/capturar galinhas/escavar, trazer as coisas que isto aportar, e ser pago. Lavar, secar, repetir. É o grosso do jogo acompanhado de bugs ocasionais de fim de sessão, combate chato (apenas 4 armas), e muita repetição fazem com que diga que este é um jogo a esquecer por 60 dólares. Podia continuar – Há apenas um tipo de inimigo que podes lutar por mar e terra (tubarões/esqueletos), e nem vale a pena lutar com outros jogadores quando os encontrares, etc, mas não vos vou chatear com isso. É divertido navegar nos navios, mas só há dois e não os podes melhorar de forma significativa, apenas cosmética. Beber Grog, disparar-te de um canhão e navegar pelo mar, são extremamente divertidos, mas não valem, de forma alguma imaginária, 60$. Não digo que ninguem se possa divertir com este jogo, mas que a maioria se irá cansar rapidamente dada a natureza limitada das armas, inimigos, missões, tarefas e upgrades que a cada novo jogo se torna mais e mais difícil de ignorar. Repetir e repetir sem razão é apenas repetir e repetir sem razão — estética não é um pilar forte o suficiente para fazer isto durar. Não se esqueçam de No Man’s Sky e esqueça o Hype. Passem este jogo enquanto estiver a este preço, não vale o valor. Comprem-no quando estiver a 30$ e divirtam-se pelo que a esse preço oferece.

UnbiasedGamer – 5

Este jogo tinha tanto potencial e estava muito excitado a esperar por ele, mas no fim do dia ele realmente possui uma tremenda lacuna de conteúdo. Após cerca de 8 horas, já viste tudo o que é conteúdo e tudo o que resta é repetir e repetir missões repetitivas por itens de cosmética. Os itens de cosmética são o ponto principal deste jogo e mesmo eles são poucos. A Rare diz que mais conteúdo será adicionado, mas o problema é que deveria haver muito mais conteúdo com o lançamento do jogo. Mais e mais criadores estão a lançar jogos inacabados para que possam depois levar dinheiro por DLC e permitir que se usufrua da experiência completa. A parte triste é que Sea of Thieves até foi adiado, e mesmo assim não colocaram conteúdo que chegasse no jogo.

Duelcast- 6

Visuais muito bons, grande experiência multijogador mas o jogo tem falha de conteúdo e torna-se repetitivo sendo arranajar uma missão, ir para o navio, viajar para a ilha, pegar no tesouro, trazer, receber o ouro para comprar itens cosméticos. e depois repetir.

Muskrat147 – 7



Um sandbox interessante e colorido baseado em aventuras de piratas com um estilo de jogo semelhante ao falhanço da Hello Games, o No Man’s Sky, o Sea of Thieves é um dos jogos com um visual mais único que está por aí. Não deixem que a comparação com o título de mundo aberto de à dois anos vos assuste. Este jogo é muito melhor. Mas o jogo tem partes menos boas. Uma enorme falta de conteúdo no lançamento está a provar ser extremamente desapontante, dado que nada mudou em termos da estrutura do jogo desde as múltiplas Betas do ano passado. O jogo continua muito simples; Subir para o navio, roubar algum tesouro, e trazer o tesouro para casa. Isso pode parecer divertido, mas para um jogo de 60$, isso não é suficiente para satisfazer ninguem perante dinheiro que tanto custa a ganhar. Jogar com amigos é divertido, e há muitas oportunidades para um estilo de jogo Role Playing, mas jogar sozinho pode ser aborrecido. Os visuais são impressionantes, e o mundo aberto é bastante imersivo. As mecânicas são naturais e nada desajustadas, e a experiência do jogo ao se jogar com outros jogadores é bastante satisfatória. Mas com muito pouco para oferecer no lançamento, Sea of Thieves é um jogo que será melhor comprado dentro de meses – quando tiver mais conteúdo. Há aqui um incrível potêncial, e esperemos que a Rare tire partido da grande fundação que estabeleceram.

Basicamente que importa retirar daqui é o comum a todas as análises, boas e más… E aí fica quase consensual que o pouco conteúdo do jogo não vale o seu custo! Ao ponto de as pessoas se questionarem, de forma lógica, o que foi que a Rare fez com tanto tempo de desenvolvimento, e de surgiram piadas como a de baixo.

View post on imgur.com

Tom Beddall foi um artista que trabalhou 2 anos no jogo e que refere que durante o desenvolvimento a equipa teve consciencia que o jogo era superficial e sem grande conteúdo. Ele esperava que a coisa tivesse mudado, mas agora que viu o jogo percebe que não.

De notar ainda que um dos pontos mais fortes do jogo, o encontro com o Kraken revelou que a criatura em causa não é mais do que um conjunto de tentáculos:

Esta situação em nada altera a qualidade do apresentado, mas torna-se decepcionante e esta falta de cuidado se junta à falta de conteúdo leva realmente à questão do que andou a Rare a fazer este tempo todo.

Para uma excelente análise e que nos soa a isenta sendo que relata os pontos fortes e fracos deste jogo, vão aqui. (Site em Inglês).

Para um apanhado do que é dito em cima, vejam o video.



Posts Relacionados

  Subscribe  
newest oldest
Notify of
marcos
Visitante

Jogue e dê suas notas ao game (O GAME É FANTÁSTICO)
Jogue com seus amigos e será maravilhoso a história vc faz com sua tripulação.
Esse game é para durar e vai ser atualizado de 3 em 3 meses com mais conteúdo e opções. Assim como PUGB e outros do gênero. Mais uma coisa.
Não tem como avaliar o game como foi avaliado.
E por último. JOGUEM E NÃO DEEM ATENÇÃO A MÍDIA QUE DEU NOTA 9.5 PARA GRAN TURISMO E 6 PARA FORZA.
Se esse game tivesse capa azul seria “um marco na história dos games”.

José Galvão
Membro

Para ser sincero, nunca achei este jogo nada de especial desde o primeiro minuto que o vi, achei-o logo superficial e nada mais que mais uma tentativa frustrada da Microsoft em fazer um MMO para as consolas que pegue com o intuito, mais uma vez, de aumentar as subscrições Gold,

Já achava que era um jogo mediocre e agora tenho a certeza.

Lucas
Visitante

Esse jogo tem potencial e no meio de tanta tranqueira genérica ele trouxe algo que pelo menos se diferencia. ainda da pra salvar o projeto e acredito que a Rare já deve ter conteúdo pronto e vai soltar aos poucos pra manter os jogadores alimentando a game pass.

Nuno Pereira
Visitante

A Rare desde que saiu da Nintendo não acerta um!

Ewertom
Visitante

Apesar de o jogo ter um grafismo muito vivo e vibrante em seu estilo carton. Desde que a Rare nos mostrou o jogo pela primeira vez,percebi que ali ao meu ver seria um jogo sem muita profundidade(conteúdo)e que se mostrou ao longo destes dias que infelizmente eu estava certo,a cena do Kraken na visão inferior chega a ser para mim o cumulo do ridículo tamanha falta de respeito ao cliente,um jogo feito por pessoas experientes e ter esta situação e pela demora na sua produção……Chateante e fora que o resto(que deveria estar ali) vem por DLC,na boa Rare tu pisaste na bola e feio.
O jogo pode até ser divertido,mas para mim não é o estilo de jogo que quero no meu Xbox.
Como falei sempre aqui,sou contra jogos lançados ao meio e depois vem os remendos para tu costurar e juntar.