Sem pompa nem circunstância… o Vulkan foi lançado!

Sim, o grande concorrente ao DirectX 12 e talvez o API mais esperado de sempre, o Vulkan acaba de ser lançado na sua versão 1.0

Sem grande pompa ou circunstância, ao contrário do que aconteceu em outros casos, a Khronos Group anunciou a imediata disponibilidade do Vulkan 1.0, o API aberto e sem royalties que irá equipar a quase totalidade dos sistemas informáticos desta geração criando uma homogeneidade como nunca existiu.

Espera-se que o API forneça uma eficiência ao nível do DirectX 12 (algo ainda a confirmar), sem limite de plataformas, com acesso à componente gráfica e de computação genérica dos GPUs que poderá ser usado em vários sistemas operativos e em hardware do mais variado, desde PCs, consolas, tablets e smartphones.

Este API desenhado a partir do zero para se adaptar às caracteristicas das placas atuais, irá complementar o OpenGL e o OpenGL ES 3D , permitindo o controlo directo do GPU para a máxima performance, bem como a redução da sobrecarga dos CPUs e uma eficiente distribuição de tarefas por todos os núcleos do mesmo.

Várias drivers para múltiplo hardware está já disponível, bem como diversos SDKs que permitem a criação de aplicações e motores com suporte ao Vulkan.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Gabe Newell, co-fundador e director da Valve, refere:

Estamos extremamente contente pela rápida execução do API Vulkan. Devido à sua disponibilidade em diferentes plataformas, alta performance e o facto de estar num eco sistema open source, esperamos a sua rápida adopção, de uma forma bem superior à adopção de outros APIs que estão limitados a certos sistemas operativos.

Uma clara piada ao DirectX 12!

O Vulkan é o resultado de 18 meses de trabalho de colaboração entre vários fabricantes de hardware, criadores de motores e detentores de plataformas, com significativas contribuições de todos. O Vulkan permitirá a portabilidade entre várias plataformas bem como entre os GPUs de secretária e os móveis.

Entre outros, o Vulkan estará disponível para Windows 7, 8, 8.1 e 10, e foi já adoptado como o API de defeito do Linux, Steam OS, Tizen e Android. Esta é no entanto a primeira versão disponibilizada, pelo que as performances e estabilidade deverão ainda estar longe de perfeitas. Seja como for não há nada no mercado que suporte ainda o API com excepção do jogo The Talos Prince, mas recorde-se que esse jogo saiu com suporte ao Vulkan ainda antes de ele estar pronto, tendo portanto uma implementação imperfeita e desactualizada.

A AMD já possui drivers Beta aqui. A Nvidia, aqui.

Publicidade

Posts Relacionados