Será que a Sony vai levar os seus exclusivos para o PC?

As decisões da Sony só serão conhecidas da actual direcção. No entanto podemos tentar aplicar aqui um bocado de lógica e tentar perceber, por coerência, se isso acontecerá, ou não?

Porque motivo existem as consolas… e porque motivo existem os exclusivos?

As consolas apareceram como uma forma de receita. Basicamente elas criam uma plataforma fechada onde o detentor da mesma ganha royalties sobre tudo o que é vendido associado à plataforma, seja software, seja hardware. E essa formula, que resultou ao longo de 40 anos ainda na actual geração se revelou lucrativa. Permitiu à Sony um enorme sucesso, e permitiu inclusive que a empresa saísse do enorme buraco financeiro em que se encontrava.

Os exclusivos surgem depois. Com o aparecimento de consolas concorrentes que pretendiam competir pelo mesmo mercado, os detentores das plataformas entendem apostar na criação de jogos que apenas poderiam ser jogados na sua consola. Tal garantiria mais adesões e consequentemente mais receitas.

Estas duas situações tem vindo a definir o mercado das consolas por 40 anos. É certo que o mercado evoluiu ao ponto de o hardware já não ser uma verdadeira fonte de receita, tomando o software e a venda de serviços e periféricos maior preponderância financeira que as consolas em si. Ao ponto de podermos efectivamente dizer que o negócio actual das consolas já não está nas consolas, mas sim nas royalties, serviços e software.



Da mesma forma, apesar de os exclusivos serem uma grande fonte de atração para a plataforma, os custos de desenvolvimento tornaram quase necessário que os mesmos, tal como qualquer jogo, vendam em quantidade. Não porque eventuais prejuízos não possam ser compensados pelas restantes receitas da consola, mas porque os prejuízos poderão ser significativos e como tal não desejáveis.

Ora tendo colocado a coisa neste ponto, o que vemos é que atualmente as consolas são uma enorme fonte de receita. As vendas dos exclusivos, as vendas de jogos Third Party, a venda de serviços, a venda de periféricos, tudo, mas absolutamente tudo, criado pelo detentor da plataforma, ou não, rende dinheiro aos mesmos mediante o pagamento de licenciamentos de uso da sua plataforma, as royalties.

É um negócio de largos milhões, um negócio lucrativo, e um negócio que não interessa largar.

Nesse sentido, seria producente a Sony colocar os seus jogos no PC?

Claro que não!

Sony e Microsoft ocupam actualmente lados opostos numa balança… a Microsoft tem em mãos uma consola que perdeu mercado face à geração anterior. A Sony em mãos tem uma consola que ganhou mercado face à geração anterior.



A Microsoft tem em mãos a consola que na sua história, na relação anos de vida/vendas, menos vendeu. A Sony tem nas suas mãos uma das consolas que, na relação anos de vida/vendas, mais vendeu.

São totais opostos… opostos que obrigam a políticas diferentes no sentido de alargar o seu mercado e de manterem as suas receitas.

Aqui não está em causa se alguma das duas empresas tem prejuizos. A realidade é que com a venda de jogos, de serviços e outros, ambas as plataformas podem, em escalas diferentes, dar lucros, isto apesar de notícias de 2018 que dão conta que só a PSN deu mais lucros à Sony do que tudo o que a Xbox e a Nintendo arrecadaram com a totalidade dos seus negócios.

Esta situação só para se perceber a diferente realidade das duas empresas, e como tal, as diferentes políticas.

A Microsoft, perante a sua menor base de utilizadores, e num intuito de aumentar receitas, optou por levar os seus jogos para o PC. Acima de tudo começou por o fazer de forma fechada, com o controlo das vendas, tentando assim alargar a base de clientes, mas manter o controlo sobre a totalidade das percentagens de lucro dos seus jogos. Mas quando isso falhou, abriu as portas a lojas de terceiros, abdicando assim de receita, com o intuito de vender mais.



A Sony não tem essa necessidade… Os seus produtos vendem bem e pagam-se na sua consola! Mas no entanto há uma outra realidade… o mercado PC está lá, e pode aumentar essas receitas, algo que nenhum empresa no seu perfeito juízo abdicaria.

A grande questão é que levar os Exclusivos para o PC traz consequências. E isso derivado de algumas realidades de mercado:

  • O mercado PC e consolas é muitas vezes partilhado. Ou seja, há utilizadores com consolas… e com PCs! E colocar o jogo nos dois não aumenta as vendas na mesma percentagem do aumento de mercado. Isto porque estes utilizadores ou compram de um lado, ou compram do outro, mas dificilmente comprarão dos dois.
  • Abrir os exclusivos ao mercado PC é retirar à sua plataforma um ponto de atracção. Tal pode ser amenizado com algum desfasamento entre o lançamento na consola e no PC, mas mesmo esse desfasamento pode ser suficiente para o mercado consola perder clientes. Se é certo que o cliente mais hardcore poderá não estar disposto a esperar pelos jogos no PC, a realidade é que as consolas duram 7 anos e esgotam esse público nos primeiros tempos. As restantes vendas são de pessoas que, muito certamente, se tiverem um PC que corra o jogo, mesmo que com menor qualidade, optarão por jogar aí em vez de adquirir a consola.

Estas situações implicam a possibilidade da destruição do eco-sistema. Basicamente o PC não aceita pagamentos como a PSN ou o LIVE, e essas fontes de receita fogem. Depois, com os jogos que só haviam nas consolas nos PC, as pessoas podem deixar de comprar a consola. E não comprando a consola, deixam de pagar os serviços da mesma.

Pior ainda, essas pessoas deixariam de comprar igualmente jogos das Thirds na consola, comprando-os igualmente no PC. E isso implicaria a perda das royalties das vendas.

Basicamente, e num cenário extremo, esta medida pode desmoronar completamente aquilo que é o eco-sistema de uma plataforma que tão bem tem servido a Sony.



E mudar isso após uma das gerações de maior sucesso de sempre, não parece algo coerente! O mercado está longe de mostrar que não quer o modelo que tão bem o serviu durante mais de 40 anos! E quem mais está a beneficiar com isso? A Sony!

Mas eis que recentemente, um rumor, anteriormente negado pela Guerrilla, volta a ressurgir. Um que diz que Horizon: Zero Dawn, um exclusivo Sony, e criado por uma das suas equipas First Party, irá para o PC.

Naturalmente não sabemos se há ou não veracidade nisso. Na realidade pode não passar de um boato infundado. Mas a realidade é que o rumor ressurgiu e em força, sendo acompanhado de outros rumores que referem que este será apenas o primeiro de muitos jogos Playstation que passarão para o PC.

Daí que perante o exposto anteriormente, será que há alguma coerência nesta situação?

Na realidade… há!



A posição da Sony tem sido até ao momento a de 0% dos exclusivos no PC… Já a sua competidora, a Microsoft, tem a posição totalmente oposta, com 100% dos exclusivos no PC.

Ora esta situação, apesar de não aparentar trazer desvantagens à Sony, na realidade traz. O mercado PC é potencialmente muito grande, e é a esse mercado que as consolas são buscar os seus clientes. Isto quer dizer que, apesar de a Sony não precisar, e nem sequer ter grandes vantagens em entrar nesse mercado, está a perder num campo para a Microsoft. O campo de promoção da sua consola junto destes utilizadores.

Isto quer dizer que a Sony pode perfeitamente ter optado por uma posição que nem é o 8 nem o 80… é algo intermédio. Algo que lhe pode permitir manter a sua posição, mas ao mesmo tempo promover os seus jogos e a sua consola junto dos consumidores PC.

E isto não passaria pela colocação de 100% dos seus exclusivos no PC, mas passaria pela colocação de alguns exclusivos no PC. Alguns exclusivos com algum tempo no mercado e que foram um sucesso, mas já não vendem na consola. Tal e qual como Horizon: Zero Dawn, que esgotou o seu potencial de vendas e está agora disponível por apenas alguns trocos.

A vantagem em usar um jogo nesta posição como potencial publicitário do que a Playstation pode oferecer soa assim a algo bem maior do que as receitas que o jogo pode ainda angariar, sem lhe retirar a vantagem de ter sido exclusivo. E desta forma a Sony marca igualmente presença no mercado PC, não deixando a Xbox obter todos os focos ali existentes.



Depois, com uma escolha que não englobe todos os jogos nesta situação, tal não garante a passagem do jogo A ou jogo B para o PC, o que impede as pessoas de deixarem de pensar na consola, esperando jogar os jogos, mesmo que tardiamente, no PC.

Basicamente este é um raciocínio que nos soa a lógico e coerente. Porque se não for assim, porque motivo a Sony não deixa os seus exclusivos de peso manterem-se para sempre no PSNow, um serviço seu? A Sony impede os possuidores PC de aceder aos seus exclusivos num serviço seu, e depois permite o acesso aos seus jogos vendidos em lojas de terceiros (sim, porque a Sony não tem uma loja implantada no mercado PC, e se a tivesse, enfrentarias os mesmos problemas que a Microsoft dada a popularidade do Steam).

Naturalmente estamos a teorizar. A Sony mudou muito a nível estrutural e de chefias. E aquelas decisões sensatas e ponderadas que vinham do Japão, podem agora estar intoxicadas pelas ideias dos Estados Unidos, podendo colocar a empresa numa rota de colisão com os seus fans, enterrando a Playstation.

No entanto, tal não é expectável, e nem temos dados que levem a que se pense assim. Daí que neste sentido, a haver realmente a entrada de exclusivos da consola no PC, e sem mais dados, a lógica de coerência soa à que aqui expomos.

 



 

 



77 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Brunoab
Brunoab
5 meses atrás

Pensei tb e não vejo por onde isso faça sentido.

Pq a Sony, a Lider da geração vai copiar a MS, a lanterna da geração?
Se vai sair no PC para concorrer com a PS NOW no PC?
Vai liberar ~30% da arrecadação para o STEAM?

Stadia ai falando em “trocentos exclusivos em 2020” ai a Sony vai lá e libera um jogo exclusivo da PS Now no STEAM?

Eu não vejo onde isso faça sentido e pra mim parece até rumor plantado.

Também não faz sentido “ir para o PC concorrer com a MS”, vai concorrer com a MS dando mais motivos para as pessoas usarem Windows da MS?

Danilo Marciel
Danilo Marciel
Responder a  Mário Armão Ferreira
5 meses atrás

A que se refere as “loucuras do gamepass” ?

José Galvão
5 meses atrás

Na minha opinião a Sony continuará a manter o equilibrio entre manter o modelo tradicional e explorar outros modelos, ou seja não fazer como a Microsoft que publica tudo em ”todo” o lado mas sim publicar no PC jogos que já esgotaram o filão na consola, podem haver algumas excepções como o MLB the show mas acredito que seja por ser um titulo de desporto ao qual se acrescenta a despesa da licença, faz todo o sentido mas de resto é como referi e como o artigo também refere, aliás isso já é feito atraves do PS Now em que nem todos os jogos da PS4 chegam ao serviço da própria Sony quanto mais ao PC.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
5 meses atrás

Se eu sou o dono da Sony, nunca colocaria os exclusivos no PC

Não creio que a vantagem que terão será maior que o prejuízo. A Microsoft o fez porquê, basicamente não tinha pra onde correr, mas como a Sony tem a faca e o queijo na mão, não acho isso uma boa ideia.

Se o PS5 for tão potente pelo que os rumores dizem, e pelo preço que deverá ser, está ainda sendo melhor negócio que um PC bom, especialmente pelos jogos que só alí tem e que são de enorme qualidade.

Será que a ganância vai matar outra galinha dos ovos de ouro?

O negócio deles estaria ameaçado se não fizerem isso?! Duvido muito.
O público Console é enorme e o Playstation é o rei desses consoles, aceitem alguns ou não.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Mário Armão Ferreira
5 meses atrás

Mário, isso foi uma FIGURA DE LINGUAGEM. Me tomou como idiota agora. Meu pai tem mania de fazer isso, tanto que chegou ao ponto de eu ter que ser específico com ele e eliminar: brincadeiras, ironias ou humor um pouco mais complexo etc.
Sei exatamente como funcionam essas empresas, até porquê já participei de algumas.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Mário Armão Ferreira
5 meses atrás

Tá bom kk

Lucas
Lucas
5 meses atrás

Parece que a coisa é séria mesmo. na minha opinião la se vai o único argumento que poderia justificar a compra de um console. levando em consideração que o “online” no PC é gratuito não existe justificativas para usuários PC obterem um console seja sony ou microsoft.

http://www.pushsquare.com/news/2020/01/dreams_sounds_like_the_next_pc-bound_ps4_exclusive

https://www.pcgamer.com/media-molecules-dreams-and-the-games-made-in-it-could-come-to-pc-co-founder-says/

Lucas
Lucas
Responder a  Mário Armão Ferreira
5 meses atrás

Sera que as vendas de Death Stranding teriam sido melhores se tivesse sido exclusivo PS4?

Após o anuncio para PC, diversos jogadores PC que possuem uma PS4 disseram que iria esperar a versão PC.

Vitor PG
Vitor PG
Responder a  Lucas
5 meses atrás

@Lucas pode apostar que sim, as vendas de Death stranding teriam sido muito superiores, prova disso é Spider man q é um exclusivo de PS4 vendeu mais que qualquer jogo Batman série Arkham q saiu pra xbox,PlayStation, PC e até pra Wii-U. Isso se dá ao fato do PC ter muita pirataria, as pessoas raramente compram jogos no PC, elas baixam o jogo de graça, muito dificilmente um jogo sem multiplayer online vende bem no pc

Brunoab
Brunoab
Responder a  Vitor PG
5 meses atrás

vende bem no PC depois que sai por 10 reais no STEAM.

Lucas
Lucas
Responder a  Lucas
5 meses atrás

Outro exemplo é Death Stranding, eu vi em diversos forums muitos jogadores PC que possuem PS4 dizer que vão esperar para o jogar no PC.

Brunoab
Brunoab
Responder a  Lucas
5 meses atrás

Eu tb esperaria tranquilamente jogar no PC.

1080p 60fps > 4k 30fps
1440p 60fps >>>>>>>>>> 4k 30fps

Eu só compro uma plataforma por geração, e obviamente por causa dos exclusivos estou no Playstation.

Mas se sai no PC eu troco para o PC e espero tranquilamente 1 ano… e ainda sai o jogo completo com todas as DLCs.

Na geração do PS2 eu passei toda jogando no PC, não me custa nada na geração do PS5 passar no PC.

Inclusive eu posso tirar umas férias de jogos até 2024, montar um PC mid que vai rodar todos os jogos 4k 30fps de console em 4k 60fps.

Lucas
Lucas
Responder a  Lucas
5 meses atrás

Mario, pode apagar esse comentário? pensei que tinha caído em alguma coisa de spam do seu site. por isso postei outro parecido o qual você já respondeu.

bruno
bruno
Responder a  Lucas
5 meses atrás

Exacto. E como consequência… As vendas na consola não tem sido famosas.

bruno
bruno
5 meses atrás

Algumas coisas que acrescentaria…

A partir do momento em que se colocam first party no PC, e digo first party não second party, está o caldo entornado..

A malta PC é Tb aquela que mais participa em fóruns. E é nos fóruns que, mesmo sem fundamento, mais se especula.

Desde que a QD lançou os seus títulos anteriores no PC que a narrativa e rumores se iniciaram sobre os exclusivos no PC. Com muita gente a afirmar que os exclusivos vão chegar todos ao PC.

Mas até agora se safou apenas porque a QD terminou oficial mente a parceria com a Sony.

Lançar HZD é confirmar que todos sem exceção vão chegar.

E apartir daí quem tem PC vai aprender a esperar e aguardar. Esse público estará automaticamente perdido.

Pior, são aqueles que por toda a força querem convencer toda a gente que um PC vale muito mais a pena que a consola e isto é um argumento enorme a favor deles.

Logo não há 8 nem 80s. Lançar um é como lançar todos e a pressão para isso só cresce. Tentar convencer a malta ApC dessa forma a comprar consolas só tem o efeito oposto: vai convencê-los é a largar as consolas.

Aos moralistas que acham que com isto só se ganha e pensam que não há mal nenhum em partilhar jogos com PC reflictam nisto..

A Sony em média ganha 1400 euros por user da PS4 ao longo dos 7 anos da geração. Estamos a falar de um ganho, em média de quase 2 mil milhões por ano em royalties de vendas e serviços como a PSN…

Lançar no PC vai afectar este número e de que maneira.

Mário Armão Ferreira
Responder a  bruno
5 meses atrás

Concordo que o risco existe… Aliás concordo contigo.
Mas o mercado das consolas é o mercado PC. É lá que vais buscar os jogos.
Por isso é que defendo que os exclusivos… só os que já não vendem. E mesmo esses, nem todos.
Porque isso promoveria a consola, mas não daria a certeza da passagem para o PC.

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Mário Armão Ferreira
5 meses atrás

É caso para dizer, que a Sony vê consumidores que os quer atrair para a sua esfera.
Para a Sony n há fans de pc ou fans de Xbox, há simplesmente consumidores

By-mission
By-mission
Responder a  Mário Armão Ferreira
5 meses atrás

De que adiantaria gastar balurdios para comprar a Insomaniac games para depois lançar na Steam e pagar os 30%…

Não foi o @tidux a dizer que Sony estava a negociar comprar mais estúdio e não foi o diretor da da Remedy a curtir o Twitter dele?
Pará que investir na Remedy para sair tudo no PC?

Mário Armão Ferreira
Responder a  By-mission
5 meses atrás

Tudo lógico…
Agora insisto… A SONY disse que a PS5 tinha um elemento diferenciador de todas as restantes consolas.
Se a merda for a mesma da Xbox… OLÁ PC!
Mas digo uma coisa… se isso acontecer passo a achar os responsáveis da Sony dementes. Porque isto é copiar a formula menos bem sucedida quando a que tinham na mão era bastante superior.
E digo mais… uma noticia destas antes do lançamento da consola pode teóricamente ou passar ao lado ou ter um impacto igual às merdas que a Microsoft disse que a lixaram na geração passada. Tudo depende de muita coisa!

By-mission
By-mission
Responder a  Mário Armão Ferreira
5 meses atrás

Ontem mesmo estava conversando com o Livio, pois vendi minha PS4 por um bom preço e juntei um bom dinheiro pegar a PS5 no lançamento.
Mas se for para ir tudo no PC, vou montar logo um PCgamer. Jogo tudo da ps e tudo da Xbox

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
5 meses atrás

Há um bom comentário na Eurogamer de um user.

É mais ou menos isto:

“É a primeira vez que vejo a empresa em primeiro copiar a estratégia da empresa em terceiro, que só serve para mascarar números e ter algum lucro.”

E está tudo dito.

Vitor PG
Vitor PG
Responder a  bruno
5 meses atrás

User perspicaz, falando o óbvio que ninguém percebeu

bruno
bruno
Responder a  By-mission
5 meses atrás

Tens os IPs, mas realmente é estupidez.

Sephirot
Sephirot
5 meses atrás

Mario,

Eu sou jogador de PC, assim como meus amigos, e não temos consoles, e não vamos comprar consoles, justamente por sermos um público diferente, é claro, apenas eu e meus amigos é uma amostra muito pequena, porém jogadores de PC são públicos diferentes, e não gostamos de consoles justamente por seu sistema extremamente fechado, gostamos de jogar da forma que gostamos e ponto, pelo visto realmente HZD vai chegar aos PCs, é uma fonte muito segura da KOTAKU quem afirmou isso, e tenho certeza que os especialistas da Sony fizeram um estudo minucioso antes de tomar a decisão de levar seus exclusivos para o PC, e como vc mesmo disse, esses exclusivos antigos já não vendem tanto como os primeiros anos, ora o que vende anualmente Uncharted 1 por exemplo, qual seria o potencial de venda não explorado desse jogo em outra plataforma, o erro do Xbox esta em levar seus exclusivos para o PC day one, enquanto o console deveria ser prioridade e o PC pudesse receber o titulo posteriormente, não tem como a Sony ficar de braços cruzados vendo a Microsoft fazer fortuna com Halo Reach na Steam um jogo de 2010, olha o potencial brutal de fazer fortuna que essas empresas tem em mãos, elas não podem abrir mão desse dinheiro em nome do saudosismo, saudosimso e nostalgia são sentimentos muito bons, mas não fornece dinheiro Mario, projetos e investimentos precisam de dinheiro, hora que diferença faria para o PS3 se a Sony lançar GOD OF WAR 3 ou The last of us para os PCs ? os jogadores já vão jogar via emulador de qualquer forma, o emulador de Xbox estava quase rodando de maneira razoavel Halo Reach, a Microsoft se antecipou a isso e lançou antes de forma nativa nos PCs em uma jogada muito inteligente, na questão de ter os jogos no PC afetar as vendas do console, eu acho isso um mito, basta vermos o caso da Nintendo, temos emuladores de nintendo que rodam os jogos dela a anos, e com melhor qualidade e resoluções superiores e de graça sem precisar comprar o jogo, e nem por isso ela parece se abalar com as vendas, enfim essa é minha opnião, a Sony não deve e nem pode deixar a Microsoft abocanhar uma plataforma nova sem nenhuma concorrencia.

bruno
bruno
Responder a  Sephirot
5 meses atrás

Onde estavas na era GameCube e Wii-U?t

Sephirot as respostas aos teus argumentos estão nos comentários já postados.

Tu és o caso do jogador PC que só tem PC. Mas há muitos mais que tem PC e compram uma ou outra consola. Steam por Steam, uma consola com retrocompatibilidade combate os emuladores no PC.

Porque podes jogar os títulos da PS3, mas não jogas os da PS5.

Aliás, o mais inacreditável disto tudo é a Sony tomar esta atitude incrívelmente estúpida, qd a MS já voltou atrás relativamente ao lançar jogos noutras plataformas que não Xbox.

Seja quem for a mente por trás disto, foi o maior erro de contratação em toda a história da PS.

AlexandreR
AlexandreR
5 meses atrás

Como referi no artigo anterior, para min faz sentido, de maneira a impulsionar a ps5 e eventualmente a receita da Sony, onde na ps4 o jogo já esgotou o potencial de vendas.
A Sony já faz isto na ps4!
Por exemplo, ainda há um mês deram o The last of us na ps+
E os consumidores ao experimentarem pela primeira vez, se a maior parte gostar do jogo, é uma vitória para a Sony!
Pois o TLOU2, ao sair no início do ano, vai atrair os consumidores que jogaram e compraram, como também os que beneficiaram da oferta na ps+
E com isso há mais vendas!
Aqui acontece igual com o HZD e eventualmente um GOW, lançando o jogo para o PC, antes da sequela sair na ps5, exclusivamente. Sendo pago no Pc e sendo oferecido na ps+
Isto irá fazer com que o pessoal que tenha Pc e que ainda não entrou na nova geração de consolas, tenha preferência optar pela Ps5, devido a sequela na ps5 sair em pouco tempo! (claro precisam de comprar o jogo)
Para min só terá sucesso no caso do HZD e GOW, devido ao lançamento das sequelas na ps5 e ao peso que os jogos tem.
Mas se a Sony optar por fazer o que referi, terá que expor que são situações únicas e que não serão praticadas futuramente!
E que os próximos exclusivos são meramente para a ps5, e que está política é meramente para atrair novos clientes para a Ps5!

HENNAN SANTOS CARVALHO
HENNAN SANTOS CARVALHO
5 meses atrás

Seria uma ótima estratégia no curto prazo. Mas péssima no longo prazo. Vamos ver o que vai ganhar, a ganancia ou a sabedoria. Meu sonho era que a Nintendo fizesse isso e para ela faz até mais sentido do que para a Sony. Enquanto isso ficarei obrigado a ter um Switch, com games que poderiam oferecer muito mais em um hardware superior. Já imaginou um Breath of Wild desenvolvido para um sistema mais potente.

Vitor PG
Vitor PG
5 meses atrás

A SONY não é burra igual a microsoft, ela sabe o que faz e acho esses rumores bem estapafúrdios, a SONY depende muito da linha PLAYSTATION e sabe q fazendo isso perderá consumidores

Marcos
Marcos
Responder a  Vitor PG
5 meses atrás

O que dá lucro é venda de jogos e não consoles

Vitor PG
Vitor PG
Responder a  Marcos
5 meses atrás

O que vende consoles são exclusivos,é diferente. Se os exclusivos da SONY forem pro pc, não importa se levarem 3 anos depois do lançamento, ninguém vai comprar mais PLAYSTATION e a SONY daria um tiro no próprio pé

Brunoab
Brunoab
Responder a  Marcos
5 meses atrás

o que da lucro é ganhar 30% de multiplataforma e psn plus.

bruno
bruno
Responder a  Marcos
5 meses atrás

Pelo contrário.. os jogos são feitos PARA vender consolas. As consolas vendidas representam quase 200€ por utilizador, por ano de geração. É aqui que está o grosso da receita. O resto são extras.

Vitor PG
Vitor PG
Responder a  bruno
5 meses atrás

Exato Bruno, exclusivos são feitos para vender consoles e se consoles não desses lucros a SONY acabaria com divisão PlayStation e focaria só em fazer jogos pra todas as plataformas

João Mario
João Mario
Responder a  Vitor PG
5 meses atrás

Perder qual consumidor se a lista dos jogos mais vendidos são multiplataformas.
ela lucrou muito mais com os 30% dos multiplataformas do que com exclusivos.

Daniel Cardoso
Daniel Cardoso
5 meses atrás

E começou o rage daquilo que temia, já ah inquérito a perguntar se vão comprar a ps5, Pesquisa na Puch Square, diz que 30% das pessoas que comprariam o PS5,vão deixar de comprar caso a Sony faça isso. Se forem a ver com a base de hoje da ps4 que são 106 milhões, equivaleria a 30 milhões de usuários, agora se deses 30% 5% forem pagante plus, vai começar o declínio da sony, muitos não percebem a consequência que isso vai ter… Mas pronto, cada um com a sua opinião.

By-mission
By-mission
Responder a  Daniel Cardoso
5 meses atrás

Me incluo nesses 30%

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Daniel Cardoso
5 meses atrás

Se os exclusivos forem todos pro PC adeus PS5 pra mim, 1080p 60fps e todas as outras utilidades do PC…

Uuuu Goodbye my friend!

Vou levar meses após o lançamento pra colocar as mãos no PS5, nessa janela dá pra comprar até uma NVidia Ampere se bobear kkk
A Sony não deve ser tão tonta

HENNAN SANTOS CARVALHO
HENNAN SANTOS CARVALHO
Responder a  Daniel Cardoso
5 meses atrás

30% é pouco. Vgchartz está quase 50%. E também me incluo nesse grupo. A boa noticia é que se ocorrer esse ano, terei evitado de comprar o ps5. Para quem tem o minimo conhecimento, não há sentido em gasta num hardware limitado, podendo jogar os mesmos games em outro livre.

Ewertom
Ewertom
5 meses atrás

Por mim podem lançar tudo de todas as plataformas que nem ligo.Compro consoles.
Do pc passo longe,console sempre foi e sempre será custo beneficio e enquanto existir,haverá jogos exclusivos para ele.Podem me dar até um PC parrudo de graça que eu pego,mas só para vender e comprar mais consoles.Kkkkkkk

João Mario
João Mario
5 meses atrás

Não faz diferença.
a Lista dos jogos mais vendidos dos últimos 20 anos não tem 01 exclusivo PLAYSTATION.
Microsoft tem 03 Halos na lista
Nintendo tem 02 Jogos

Essa Historia de que Exclisvo vende console é mentira

Ewertom
Ewertom
Responder a  Mário Armão Ferreira
5 meses atrás

@Mário me responde uma coisa!Gta V vende bem aonde,é um jogo multi,tem no PC e tem muito jogador que comprou console por causa dele.A base deste jogo esta em qual plataforma,console ou Pc?
Exclusivo vende console,mas não é o fator determinante do mercado gamer.
Tem pessoas que não gosta de Uncharted,God of war e mesmo assim tem console Sony,pra jogar Call of Duty,Fifa e afins e te pergunto o porque estas pessoas não vão pro PC,ali não tem o on-line pago,jogos mais acessíveis e afins e te pergunto o porque não jogam em pcs?

Ewertom
Ewertom
Responder a  Mário Armão Ferreira
5 meses atrás

Stadia? o que é isso?Não conheço:conheço consoles,agora isso não sei o que é

Shin
Shin
5 meses atrás

A Microsoft sabe que não pode ganhar gerações, ela sabe que não pode combater nem o PlayStation e nem o dispositivo portátil da Nintendo então ela iniciou uma campanha de deterioração a partir da mídia.

Informers, analistas, algumas pessoas da imprensa estão estabelecendo notícias de índole pessimistas em relação a uma verdadeira nova geração. Veja que pela primejra vez desde sempre uma nova geração está sendo tratada como um problema, uma nova geração ao invés de ser sobre uma nova etapa está se estabelecendo como uma submontagem do que já está estabelecido.

A “Indústria” não está satisfeita com o domínio da Sony, a “Indústria” ela quer uma dualidade entre Sony e Microsoft e essa dualidade significa dissolver consoles em um contexto absoluto e generalizar em um contexto universal. Por isso, a Indústria articula nos bastidores, políticas de conteúdo plurais entre diferentes plataformas e articula o desenvolvimento de jogos planificado.

Vocês viram que a Sony tomou as precauções para que houvesse o mínimo de vazamento de sua plataforma, mas ela não está tentando omitir isso dos jogadores mas sim dos agentes da Indústria. A estratégia da Sony não será manobrar as mentes de seu rebanho a uma determinada condição mas sim não deixar espaços para a atuação de seu rival que está agora muito mais alinhado com a Indústria do que em outras épocas.

Portanto, a posição da Sony hoje é um pouco parecida com a da Nintendo pós Nes era, a indústria da época não queria cartuchos, queria o CDROM. A Indústria atual não quer mesma articulação de antes mas sim deseja implantar um espaço mais planificado com o objetivo de se manter ganhando em várias frentes por isso, essa indústria, percebendo uma certa discordância em relação as ações da Sony, precisa apelar para fakenews.

Sony nunca confirmou jogos no PC e nem vai e a razão é simples,os jogos explanados já estão acessíveis nos PCs via PSnow. Qual o sentido da Sony vender jogos já disponível em um modelo de negócio? Em outro negócio? Não faz sentido. É fakenews, mas a indústria precisa manter esse discurso para deteriorar a imagem e a Sony não pode desmentir abertamente ainda pois o ato a levaria a uma antecipação. E como eles estão se resguardando diante do rival, eles ficam em silêncio.

A Sony está jogando e escondendo suas cartas, sua estratégia é levar o rival a uma linha de não retorno para então apresentar um resultado mais favorável dentro desse contexto. Por isso estão cozinhando.

Brunoab
Brunoab
Responder a  Shin
5 meses atrás

O que vc falou parece 2013 com a MS e EA querendo o bloqueio de usados e sempre on line.

Só se a ideia é acabar com as plataformas fechadas e cada empresa ter o seu proprio launcher.

Outra, se o que vc falou esta certo, as fake news podem ter sido plantadas até pela Sony para empurrar a MS para o ponto de “não retorno” que é anunciar os seus jogos no switch e PS5.

Do mesmo jeito que a Sony em 2013 não apareceu para desmentir a Patente de bloqueio de usados e sempre on line que acharam dela… Esperou a MS confirmar a trava de usados e sempre on line dela para anunciar oficialmente que não teria.

Então vamos ver se a MS anuncia Halo MCC para Switch e PS5/4 em breve.

Ewertom
Ewertom
Responder a  Mário Armão Ferreira
5 meses atrás

E mesmo com estes problemas do PC para se jogar,pois não adianta o jogo ser bom se ser crackado,hackeado e zoado tira ao meu ver toda a arquitetura para qual foi criado(divertir)e mesmo assim só porque um jogo foi anunciado e poderá ter mais no futuro adianta ainda ter um Pc master racer para se “divertir” com tudo que hpá de ruim no pc,somente um gamer de console desinformado cai numa armadilha destas,por isso repito a Sony levar seus jogos no pc nada implica para ela somente amplia seu mercado junto ao consumidor final.
Pois repito para mim console é console e pc passo longe.

Brunoab
Brunoab
Responder a  Mário Armão Ferreira
5 meses atrás

Desde que saiu esse Rumor eu fiquei meio desconfiado, depois achei que era verdade e agora não faz nenhum sentido e acho que é fake.

o Rumor dizia que HZD iria aparecer no PC em fevereiro… É mais fácil terem portado o HZD para o PC e testado para avaliar a Engine e acabou ai… um faxineiro da Guerrilla viu isso e espalhou… o cara da TI da GG viu rodando no PC e confirmou… e assim alguém viu o HZD rodando no PC para testar e já achou que a Sony iria lançar o jogo.

Inclusive podem ter portado para PC e testaram com SSD para testar patch de update no PS5.

E com o que vc falou, posso até ver um funcionário da GG indo com um notebook com HZD rodando para mostrar como é fácil produzir um exclusivo temporário de PS4/5 e depois postar para PC.

E claro que dizer que “sony mostra HZD rodando no PC para parceiros” não da a mesma audiência que “HZD no PC mês que vem”.

Capaz de na engine já ter até o Steam Works integrado para os parceiros.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Shin
5 meses atrás

Faz sentido

Vitor PG
Vitor PG
5 meses atrás

Que eu sou sonysta não é segredo pra ninguém aqui do blog Pcmanias mas se a SONY lançar seus jogos pra PC eu não invisto mais em PlayStation, sou fanboy mas não sou burro igual ao chief da xbox mil grau q tudo q a ms faz é lindo e maravilhoso( acho que se ele ver o philha spencer matando os seus pais ele ainda defende a ms) a única razão de eu investir em um console é porque no mesmo tem jogos que só encontro nele, pode demorar 5 anos do lançamento pro jogo ir pro pc que mesmo assim eu espero sair no pc

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Vitor PG
5 meses atrás

Partilho de sua opinião e ainda acrescento algo, mesmo se demorar 5 anos para sair no pc, vai sair o jogo com todas as dlc’s e ainda bem mais barato, porque se alguém pensa que o horizon vai see vendido a 60 dólares esta muito enganado, acredito no máximo em uns 40 ou menos.

Brunoab
Brunoab
Responder a  Vitor PG
5 meses atrás

Sempre falei que a MS fazia os fãs do xbox de bobos, liberando Gears5 no PC com on line grátis enquanto eles tinham que pagar on line, e pode ter certeza que eu falo sério e não vou cair nesse conto.

Sony liberar tudo no PC nem é tão ruim… já até me lembrei das vantagens que eu vou ter se voltar a jogar no PC:

Jogo “velho” em 4k 60fps ultra, vi uns videos do Dead Space 1 e 2 rodando assim e nossa, segura perfeitamente um comparativo com jogos dessa geração.

Vou poder jogar HZD em 1440p 60fps, que é muito melhor que 4k 30fps igual no PS4 PRO.

Mas sério, eu larguei o rumor… Conforme foi passando o tempo eu fui achando cada vez mais estranho esse rumor.

Simplesmente parece estranho… Se Detroit não teve vazamento que é um jogo praticamente third party, pq HZD 100% first party vai ter?

Alex
Alex
5 meses atrás

Na minha opinião a Sony tem exclusivos que fazem vender consolas… É por isso mesmo que tenho uma PS4.

Vitor PG
Vitor PG
Responder a  Alex
5 meses atrás

Alex faço das suas palavras as minhas,assino em baixo e ainda rubrico. Oq a SONY vai lucrar com os exclusivos no PC não é nada perto doq ela vai perder com hardwares encalhados e fanbase destruida

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Alex
5 meses atrás

Estou certamente no grupo. Detesto o PS4 enquanto hardware, mas o software, é o que mais me atrai nas plataformas disponíveis.

Livio
Livio
5 meses atrás

Só espero que o Shin esteja correto em relação aos jogos não irem para o PC:

https://www.eurogamer.pt/articles/2020-01-20-oferta-de-emprego-da-naughty-dog-sugere-the-last-of-us-2-no-pc

Diferente da geração atual eu não irei comprar o PS5 no primeiro ano, quem saiba o segundo, sendo o mais certo no terceiro caso os jogos continuem no console sem a disponibilidade no PC.

Meu desktop já vai fazer 11 anos, o notebook com linhas na tela, ou será o PS5 ou será desktop + note(para a patroa usar tb). Vai depender da Sony.

Brunoab
Brunoab
Responder a  Livio
5 meses atrás

agora pq o editor da Eurogamer acha que o futuro é “sem plataforma” ele ta bem louco postando idiotices.

os caras querem alguém que saiba fazer jogos, e não APENAS jogos para playstation e já virou “last of us part 2 no PC”. Deviam ter botado “experiência apenas fazendo jogos para playstation, se fez jogo para PC ou Xbox não serve viu”

parece até jornalista falando de ciência.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Livio
5 meses atrás

Lívio, estamos quase na mesma então. Só aguardando pra ver esse negócio dos exclusivos pra ver se vai ser Playstation 5 ou PC minha next gen.

Fernando
Fernando
5 meses atrás

O público do console não é o mesmo público do PC. Vocês que aqui comentam são uma migalha de nada perto da quantidade de pessoas que poderia jogar no PC os mesmos jogos que estão jogando em multidões num Playstation ou num Xbox. Como ja disse outras vezes, eu tenho varios amigos que só compram um PS4 para jogar Fifa e nem sabem o que é um Uncharted ou um Horizon Zero Dawn, e tenho outros que jogam os jogos populares e um ou outro exclusivo aleatoriamente apenas por estar na plataforma.
Se eu junto 10 pessoas num.local que compartilham da mesma opinião que eu, isso parecerá uma verdade absoluta. Veja a seção de comentários do Xbox mil grau. Tudo isso é uma migalha perto da realidade.
A mudança de postura da Sony terá 0 impacto na vida real. Jogadores de console não são os jogadores de PC e parabéns pra Sony que tem analistas dr mercado sérios e não fanboys com falácias que não se sustentam com fatos.

bruno
bruno
Responder a  Fernando
5 meses atrás

Meu Deus…

Se tu estás certo…

…porque será que os analistas de mercado da Xbox não concordam contigo?…

https://www.theverge.com/2019/8/21/20826296/microsoft-xbox-exclusives-nintendo-switch-ps4-no-plans-comment

Brunoab
Brunoab
Responder a  Fernando
5 meses atrás

quem joga no PC pode jogar no console e esse mesmo jogador de console que veio do PC pode voltar ao console.

exatamente os 20 milhões ai que colaram como fonte para vc.

é puro delírio achar que um sujeito que joga no PC não consegue jogar no console.

alias, de 1998 até 2007 eu joguei no PC, joguei a geração inteira do PS2 no PC.

sabe pq eu voltei para os consoles? pq o PS3 rodava 720p e estava a par com o que eu rodava no meu PC em 2008 que já estava obsoleto e precisando de upgrade.

EU SOU UM JOGADOR QUE PODE TROCAR ENTRE CONSOLE E PC.

TODO JOGADOR DE PC PODE JOGAR NO CONSOLE SE QUISER.

Danilo Marciel
Danilo Marciel
5 meses atrás

Vou dar minha humilde opinião aqui !

Sabe porque vai sair pro PC porque Sonysta se gaba mas não compra simples assim !

Eu que sou um cara MultiPlataforma (PS4, Xbox One X e PC) posso dizer que tenho mais exclusivos no meu PS4 do que qualquer jogador que se diz apaixonado pelo Playstation !

Porque ? Porque eu só comprei o PS4 pra jogar os exclusivos dele e tenho todos. Agora a galera fala tanto que ele vende mais pelos exclusivos mas nunca um jogo do PS4 atingiu nem 20% da base instalada é obvio que os cara quer ganhar dinheiro poxa !

Vou dizer uma coisa solta um God of War no PC pra ver o estrago vai no minimo triplicar o numero de vendas em relação ao PS4 !

https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_jogos_mais_vendidos_para_PlayStation_4

Edson
Edson
Responder a  Danilo Marciel
5 meses atrás

Compra não, quem compra é caixista e pcista pirateiro! Vai lá para o mundo da fantasia e para de dizer baboseiras por aqui.

bruno
bruno
5 meses atrás

Para quem continua a achar que levar exclusivos para o PC é uma enorme vantagem devido a vendas e não afecta a plataforma eis isto do Matt Piscatella:

https://mobile.twitter.com/MatPiscatella/status/1220392554312556544?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1220392554312556544&ref_url=https%3A%2F%2Fs9e.github.io%2Fiframe%2F2%2Ftwitter.min.html%231220392554312556544

Basicamente, os maiores retalhistas mundiais são as lojas digitais first party.

error: Conteúdo protegido