Sobre a situação atual da Bend Studios e Days Gone 2

5 7 votes
Avalie o nosso artigo

Tem-se vindo a referir que há um mau estar na Bend Studios que viu o jogo Days Gone 2 a ser cancelado, e que se viu indicada para servir de estúdio de apoio à Naughty Dog. Nesta rtigo vamos abordar esse tema e expor o que se está a passar.

Day Gone 2 terá sido colocado em pausa…

Tudo começou com um relatório da Bloomber que afirma que a Sony terá rejeitado Days Gone 2 que teria sido cancelado, mas questionado sobre esse assunto numa entrevista, Jeff Ross, ex diretor da Bend Studios até coloca a hipótese de Days Gone 2 não estar em desenvolvimento, mas no entanto nega que a Sony o tenha rejeitado. Basicamente o jogo poderá é estar em pausa, até ordem em contrário.

Este confirmou que sob sua liderança o jogo começou o desenvolvimento com aprovação da Sony e acrescenta qe quando saiu do estúdio este ainda estava a trabalhar em Days Gone 2. Apesar de tal, não podia confirmar se, atualmente, ele estava ou não cancelado.

O que ele afirma é que o segundo jogo seria uma melhoria do primeiro, com um modo online significativo, sendo que se o jogo efetivamente estiver pausado ou cancelado, o motivo teriam sido as suas vendas que ficaram aquém das espectativas para o orçamento.



No entanto reforçou que não estava em posição de poder confirmar ou negar se o jogo ainda estava em desenvolvimento ou não.</p >

O que ele confirmou foi que o estúdio tinha 45 pessoas quando iniciou o jogo, tendo-se expandido para 120 durante a sua realização. Ele confirmou ainda que o orçamento para o jogo era grande… bastante grande, mas que o mesmo foi ultrapassado, e que tal teria de ser o ponto de partida para a sequela.

Mas como ele refere, estes jogos AAA não são nada, mas mesmo nada baratos, pelo que estes jogos requerem vendas elevadas só para equilibrar as contas, pelo que uma coisa é apostar num jogo consagrado, outra num jogo que promete e outra num jogo que não teve as vendas desejadas:  “Há que haver alguma confiança na recuperação do capital uma vez que a Sony não pode perder dinheiro como a Microsoft, e como tal requer uma gestão muito ponderada, inteligente e focada num portfolio diverso“.

No entanto, há várias perspetivas de análise, e na de Jeff Ross, o jogo foi para ele um sucesso comercial. O motivo é que o jogo vendeu mais do que todos os jogos que o estúdio já tinha produzido… somados. E nesse sentido é um sucesso quer para ele, quer para a equipa da Bend.

Já no que toca à receção é feita uma comparação com a praia do desembarque aliado na Normandia. “foi um banho de sangue

Mas como ele refere, foi o primeiro jogo. Uma sequela iria resolver as falhas, e partir de pontos já conquistados pelo primeiro, melhorando e partindo de uma base bem mais sólida.



Eis a entrevista:

No entanto para a Sony a perspetiva será diferente. Uma nota média de 71, e uma má receção junto do público com baixas vendas, não colocarão o jogo no topo de prioridades da Sony. Este poderá vir ainda a sair, sim, mas não como prioritário.

Toda esta questão em torno do jogo surge devido a uma notícia da Bloomberg que refere que o Days Gone 2 teria sido uma vítima do foco da Sony em grandes blockbusters de venda mais garantida. E efetivamente tudo aponta nesse sentido.

Um Twitter que refere que Days Gone 2 terá sido cancelado em 2019,  algo não confirmado por Jeff Ross que saiu da Bend em 2020.
Sobre o foco da Sony em penas Blockbusters, este comentou que não tem actualmente ideia sobre o estatuto dos estudios mais pequenos na Playstation, mas que no entanto não entende como anormal que a empresa dê prioridade a jogos que possam ser sucessos comerciais, do que a mera boa vontade. As frases são complementadas alegando que a Sony sempre foi gerida de forma responsável, e que
…decisões que antecipem retornos de investimento são coerentes pois é esse dinheiro que vai servir para financiar o próximo jogo. É ingénuo acreditar-se que é tudo festa e boa fé.
Para a Sony tudo é sobre sobrevivência. Eles nunca nadaram em dinheiro pelo que tem de ser inteligentes. Acima de tudo os fans tens de entender isso, antes de começarem a disparar. No entanto apesar de eventuais conservadorismos, a Sony apoia bastante as equipas, e não se intromete na liberdade criativa das suas empresas.
Sempre assuminos que empresas como a EA e a Activision deixam as suas folhas de cálculo com a contabilidade tomar as suas decisões, mas tal nunca foi o experiência que tive na Sony. Somos todos inteligentes e percebemos que eles tem de criar produtos comerciais, ms eles nunca nos enfiaram isso pela garganta abaixo.
Os jogos são caros, os filmes são caros… e para se fazer mais, os anteriores tem de fazer dinheiro. Penso que se pensarmos demais numa coisa, estamos destinados a condena-la, e é por isso que aprecio o formato livre da Sony. Mesmo no relatório em causa, onde ele fala em aprtar mais as coisas, eles ainda mantêm uma confiança tremenda nas equipas.
Eis um resumo de tudo o que foi abordado (as notas entre parenteses (), são nossas:

– Saiu por motivos pessoais, idade, ideias futuras, não por causa de qualquer coisa naquele artigo
– Houve uma ideia para um Days Gone 2, houve mesmo trabalhos iniciais
– Nunca digam nunca sobre um Days Gone 2 não acontecer
– Days Gone vendeu bem, mais do que todos os outros jogos Bend combinados
– É um bom jogo do qual eles se orgulham, mas tem falhas
– O 70 de média no metacrítico e as reviews da crítica doeram



– Eles tinham ideias para um jogo multijogador online Global compartilhado do Days Gone (Sem remover o singleplayer)
– Days Gone começou com uma ideia para o modo cooperativo extra para 2 jogadores
– O desenvolvimento de Days Gone foi difícil e o estúdio mudou muito com o tempo, novas pessoas, nova estrutura
– A equipe e o orçamento basicamente dobraram ao longo dos anos ao fazer o Days Gone

– Os jogos PS5 vão custar ainda mais para serem criados do que os jogos PS4
– Mesmo usar estúdios terciários está ficando mais caro por causa de guerras de lances e número limitado de desenvolvedores.
– Ele entende a abordagem de negócios e relações públicas que a Sony está adotando

– Colocar jogos em serviços de assinatura mais tarde é porreiro, pode ajudar mais pessoas a jogar (E eu concordo)
– Ele gosta do Game Pass, mas tem dúvidas sobre a estratégia de negócios de longo prazo, dívida, conversão de usuários em lucros, etc. (Tal como eu)
– Não tem certezas se fazer o lançamento de jogos no dia 1 no serviço funcionaria (Nem eu)
– Dle está feliz que Days Gone vá para o PC para que mais pessoas possam jogá-lo.
– Colocar Uncharted Golden Abyss no PS Plus beneficiou diretamente o Bend Studio financeiramente (Como com qualquer jogo que venda pouco)

– A Sony está muito dedicada aos seus estúdios, não se preocupa apenas em perseguir dinheiro
– Shawn Layden, Scott Rohde, Shu Yoshida são todos ótimos de se trabalhar com, e adoram jogos
– Ele conheceu Jim Ryan uma vez em um evento de relações públicas em Londres e Jim Ryan ameaçou demitir qualquer pessoa que vazasse qualquer coisa
– Herman Hulst fez um bom trabalho liderando a Guerrila, e ele vai ficar bem.

– Ele adora The Last of Us e The Last of Us Parte 2 (ele gostou da história ousada e das ideias do 2)
– Ele gosta de Neil Druckmann e se divertiu quando conheceu o Troy Baker, que fez a voz de Joel
– A Bendtêm um bom relacionamento com a Naughty Dog, ajudando-se mutuamente apenas em alguns problemas criativos normais



– Quando saiu a Bend estava longe de ser um estúdio de apoio à Naughty Dog
– Ele acha que esse boato é falso
– Ele disse que o Bend estava a ajudar a Naughty Dog de uma forma muito limitada. Uma espécie de colaboração, como ele lhe chamou.
– Isso aconteceu para dar a alguns desenvolvedores do Bend algo para fazer enquanto eles não tinham mais nada a acontecer.

– Os criadores mais jovens gemem e queixam-se muito, e de tudo
– Chegar a um ponto de zero crunch é provavelmente impossível, mas tal pode ser ser melhor gerido e alguns pontos corrigidos
– Ele respeita o Jason (o jornalista) e leu seu livro, gosta de jornalismo de jogos sérios, e tal como os jornalistas os desenvolvedores devem ser responsabilizados

– Um novo jogo Siphon Filter não funcionaria hoje, não é moderno o suficiente, e não há novas ideias de design de jogo para alterar isso
– O design do jogo de mundo aberto precisa melhorar com NPCs e sistemas melhores
– Muitos jogos de mundo aberto são apenas um mapa cheio de ícones para se fazerem missões genéricas



5 7 votes
Avalie o nosso artigo
26 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Luis Fouto
Luis Fouto
25 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Como tinha comentado no artigo anterior, a sony não pode estragar dinheiro.
Quando as vendas de uma nova ip não correspondem devem ir logo para a gaveta marinar.

Eu preferia um days gone 2, isto de remakes de remasters é coisa que não me calha, não gosto nada de repetir as coisas. (rockstar, é para ti e para o teu gta 5).

Esperemos que devido á maior segurança isto dos remakes e remasters não seja coisa comum nesta geração. Se aprarecerem que seja gratuitos ou a menor preço no caso dos remakes.

Gervas69
Gervas69
25 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Notei uma certa azia por ter sido preterido ao Uncharter mas que no entanto não pode falar mal de quem lhe paga.
A Sony pode não ter o mesmo dinheiro que a Microsoft mas também não é nenhuma pobre, acho desnecessária a comparação.

nETTo
nETTo
Responder a  Gervas69
25 dias atrás

“falar mal de quem lhe paga” ou pagou algum dia. Este Sr é ex funcionário/diretor do Bend Studios, já não mais faz parte da Sony.

Sobre a comparação com a Microsoft, é um fato, a Sony é uma pobretona perto da Microsoft, não do Xbox, da Microsoft, e isso não tem feito grande diferença ao longos dos anos no que diz respeito a aceitação da plataforma da Sony, de seus jogos, serviços.

Gervas69
Gervas69
Responder a  nETTo
25 dias atrás

Por isso mesmo, foi um comentário desnecessário.
Além do mais a Sony no último relatório de contas apresentou um dos maiores lucros da sua história e ainda investiu mais na Epic.
Apenas a Sony trabalha de forma diferente da Microsoft, mas não é por falta de dinheiro

Livio
Livio
25 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

A Bend teve sorte de não ter o mesmo caminho da Evolution, ambas tiveram uma péssima receptividade inicial, mas depois de algumas correções o que se viu era que o jogo de ambas era bom.

nETTo
nETTo
Responder a  Livio
25 dias atrás

Esse é o ponto, a Sony parece não lidar muito bem com lançamentos aquém do esperado, Days Gone lançou com sérios problemas no PS4 Base, um Studio First Party o qual tem amplo conhecimento de sua máquina não deveria lançar um produto daquela forma, talvez está seja a percepção da Sony.

De todo modo, como é citado pelo ex Bend Studios, Days Gone ainda sim superou suas dificuldades iniciais e se tornou o maior sucesso do Studio, vendeu mais que a soma total de todos os outros jogos feitos por eles, algo ali nos 6/7 milhões, o que para uma nova IP é um resultado muito bom.

De todo modo, o que fazemos é apenas especulação para entender o que se passa.

Edit: para efeito de comparação, os Uncharted do PS3 tem média de vendas parecida com as de Days Gone, é a IP é um sucesso hj em dia. Eu acho e espero que o universo de Days Gone volte em algum momento desta geração.

Se eles afinarem as transições de Cutscenes/Gameplay, conseguirem uma boa performance, melhor o sistema de sobrevivência, algo alem de manter a moto em boas condições, só com isso já teremos uma sequência como potencial muito bom

Carlos Eduardo Santos
Carlos Eduardo Santos
25 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Bom dia.
Mário Days Gone foi o único AAA exclusivo da Sony em 2019, e como tal jamais deveria ter sido distribuído para a mídia especializada sem o devido polimento. No lançamento ao público foram implementadas muitas correções, ou seja, o jogo estava longe de estar concluído.
Pelo visto a Sony aprendeu com esse erro e adiou o lançamento de Tlous 2 e Ghost of Tsushima, e sim isso deu certo.
Agora está rolando um rumor de que a Sony rejeitou investir no próximo jogo da Kojima Productions.
Eu particularmente não fico impressionado com estas notícias, pois tanto Days Gone quanto Death Strading, foram verdadeiros “flops” se comparados a outros exclusivos da Sony como God of War e Spider Man.
E é notório que a Sony age assim a muito tempo, pois jogos AAA tem que ter retorno de jogos AAA.
Outro grande exemplo é um jogo que é idolatrado pelos fãs, e que vendeu muito pouco em relação aos outros AAA Sony, estou falando de Bloodborne. E muita gente ainda se pergunta o motivo de não ter se produzido uma sequência de Bloodborne até hoje.
Bom, acho que a resposta a gente já sabe…

Spider Man 20 milhões de cópias
GOW 2018 12 milhões de cópias
Uncharted 4 16 milhões de cópias
HZD 10 milhões de cópias
….

Bloodborne 2 milhões de cópias

*Números de quando estavam sendo vendidos a preço Full.

Luis Fouto
Luis Fouto
Responder a  Carlos Eduardo Santos
25 dias atrás

Há jogos que não deveriam ser exclusivos, os chamados jogos de nicho.
Bloodborne é um dos melhores jogos que já joguei, mas compreendo que é um jogo que não agrade ás massas. O mesmo com demons souls da ps3.

Se bloodborne não fosse exclusivo talvez tivessemos um bloodborne 2.

Luis Fouto
Luis Fouto
Responder a  Mário Armão Ferreira
25 dias atrás

Ofertado ou oferecido?

nETTo
nETTo
Responder a  Carlos Eduardo Santos
25 dias atrás

Death Stranding é da Sony também

Edson Nill
Edson Nill
25 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

A minha pergunta é: Vender 4 milhões com preço cheio? Pq a Sony barateia seus jogos dentro de 6 meses, então realmente não sei se o Ross estava referindo a vender 4 milhões no lançamento, quando é o boom das vendas de um game.

Luis Fouto
Luis Fouto
Responder a  Edson Nill
25 dias atrás

Deve baixar preços quando as vendas ficam estagnadas.

Rui
Rui
25 dias atrás

O days gone parece me um jogo bem porreiro nunca o joguei, nao tenho a ps4, mas a minha maior magoa do lado da sony é o fecho da evolution, um estudio na minha opiniao superior a polyphony e mais barato.

nETTo
nETTo
Responder a  Rui
25 dias atrás

Essa história é a mágoa se muitos.

Tinha grandes expectativas para um Motorstorm no PS4 e Driveclub mesmo com seu lançamento conturbado, ao longo do tempo se tornou dos melhores (na minha opinião tá hehe) jogos arcades dessa geração

Hiago
Hiago
25 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

De verdade eu não entendo isso de os valores para produzir jogos estarem maiores nessa geração, pensei que com os avanços das tecnologias seria mais eficiente a parte de criação. Acho que a industria precisa dar um freio nisso e procurar manerias para reduzir os custos de produção, porque isso está virando uma bola de neve e daqui a pouco ela entra em colapso. Se os custos são X o valor do produto terá que subir por exemplo para 100, 150, 200 dólares? Não acho que as pessoas estejam dispostas a pagar tudo isso em um jogo e serviços como o Game Pass tornam as coisas mais inviáveis ainda. Creio que o caminho seja algo como ter empresas especializadas em cada etapa da produção, essa questão de cada estúdio produzir sua própria engine deve ser subistituida pela a utilização de motores versáteis padronizados como a Unreal Engine e a criação de animações e modelos 3d de alta qualidade deveriam ser tercerizados, algo como as produturas indies fazem muitas vezes. Precisam descentralizar a produção dos jogos, não pode um estudio sozinho querer fazer tudo, os mundos virtuais estão ficando cada dia mais densos, e construir tudo isso leva tempo e tempo é dinheiro.

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Hiago
25 dias atrás

Concordo totalmente, Hiago!

Hiago
Hiago
Responder a  Mário Armão Ferreira
25 dias atrás

não sei exatamente se os custos sejam esses, na sexta geração de consoles já tinhamos bandas sonoras, as orquestas de God of War 1,2 já eram incríveis, não vejo algo que mudou muito nessa parte. Já o aumento no custo de produção possível já aconteceu na sétima geração, aqui fomos introduzidos ao motion capture e pela lógica da maneira como as tecnologias evoluem, algo quando é novidade normalmente é mais caro, logo ao passar dos anos tivemos avanços naturais dessas tecnologias, então não seria natural esses tipos de técnicas serem melhores e mais baratas doque no passado?

Andrio
Andrio
Responder a  Mário Armão Ferreira
25 dias atrás

Deu até vontade de ligar o ps e jogar de novo xD
Nesse jogo eu tenho umas 84hs

Alexandre Oliveira
Alexandre Oliveira
25 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Por mim podem fazer o Days Gone 2 e sem componente multiplayer.
Joguei tantas horas que acabei por platinar quase por acidente, quando fui dar uma olhada faltava-me 2 ou 3 trofeus.
E nem sou de andar atras de check list, mas neste jogo diverti me muito.
Está até na hora de iniciar o segundo gameplay aproveitando as melhorias da PS5.

Andei a explorar o update da PS5 e as melhorias são bem vindas principalmente na organização dos grupos e opções dentro deles e finalmente posso fazer shareplay com o pessoal que ainda tem PS4.

Também gostei do apontamento de ligar a PS5 no dualsense e a TV ligar logo também.
(se bem que acho que a minha tv já tem essa função para qualquer aparelho HDMI)

Gervas69
Gervas69
Responder a  Alexandre Oliveira
25 dias atrás

O multiplayer era o que daria dinheiro ao jogo, o que leva de volta ao debate das micro-transaçoes, e eles que não iriam conseguir fazer isso deve ter sido uma das razões para a Sony o meter na gaveta.

Alexandre Oliveira
Alexandre Oliveira
Responder a  Gervas69
24 dias atrás

Se depender de mim as micro transações não dão dinheiro a ninguém kakaka …(podem sempre fazer mais dinheiro com DLC se forem bons esses sim compro, desde que não os lancem um mês depois do jogo sair isso é sacanagem).
Acho que jogos a 70€ evita as microtransações (ou assim deveria ser)

error: Conteúdo protegido