Sony está a banir definitivamente consolas PS5 da PSN e consolas PS4 por dois meses.

0 0 votes
Avalie o nosso artigo

Em causa está a venda de dados de utilizador que permitem a terceiros aceder aos jogos da PSN Collection na sua PS4!

Com a PS5 a Sony resolveu oferecer algo aos possuidores da sua nova consola. E essa oferta exista na forma do PSN Collection, um conjunto de jogos exclusivos da Playstation 4, que podem ser jogados na PS5 ou na PS4 da pessoa que comprou a PS5.

Ora esta situação deu origem a uma situação. Um conjunto de oportunistas que se desfizeram das suas PS4, viu aqui uma oportunidade de ganhar dinheiro. Se podem jogar os jogos do PSN Collection na PS4, mas não tem PS4, pois venderam-na para comprar a PS5, porque não ceder os dados da conta a alguém que tenha uma PS4, mediante um pagamento mensal, e dar-lhe acesso ao grande leque de exclusivos da consola, de forma a que esta pessoa não precise de gastar dinheiro nestes jogos?

E foi o que alguns resolveram fazer. Puseram à venda o acesso ao PSN Collection e cederam os dados da sua conta a utilizadores da PS4 que estavam interessados em aceder a esses jogos sem os pagar.

A questão é que, a Sony detetou o esquema. E imediatamente agiu!



A penalização foi severa… Os possuidores das consolas PS5 que foram detetados como tendo vendido os dados da sua conta viram a sua consola bloqueada de aceder à PSN e, apesar de tal não estar confirmado, refere-se que para sempre. Da mesma forma os possuidores de consolas PS4 que adquiriram esses dados viram igualmente os acessos à PSN bloqueados, apesar que se refere que neste caso, por apenas dois meses.

Apesar de acharmos um bloqueio vitalício (não confirmado), como algo exagerado, a realidade é que o que se tentou fazer foi uma trafulhice, prejudicando as receitas da Sony e, pior que isso, ganhando dinheiro à custa de serviços prestados por terceiros. E este último caso, devido à partilha de cartões de TV que se tornou vulgar pelo mundo fora, está neste momento coberto por legislação e dá direito às empresas de atuar desta forma quando estas situações são detetadas.

A situação está a levar a que apareçam no mercado consola PS5 a preços reduzidos, muitas delas sem sinalização de que se encontram bloqueadas, pelo que este alerta é necessário. Tenham nesta fase muito cuidado com a compra de consolas usadas, pois caso a mesma se encontre bloqueada, ela não será mais do que um pisa papeis, particularmente a edição digital.

Numa nota para tranquilizar, informa-se que quem tem uma PS4 e uma PS5, pode aceder aos jogos da PSN Collection na sua PS4 sem problemas. Basta que façam o download do jogo na PS5, e este aparecerá disponível na vossa PS4. Garantam só é que a PS4 já era vossa, e possuía os dados da vossa conta, antes da data de ativação da vossa PS4.

Numa outra nota, deixamos outro alerta: Não insiram os discos PS5 na PS4. A PS4 não consegue ler os discos da PS5 e tal pode levar a que o disco fique preso na drive sem ejectar dado que o leitor insistirá em tentar ler o disco.

 





0 0 votes
Avalie o nosso artigo
20 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Fernando Cardoso
Fernando Cardoso
10 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Já tinha lido sobre esse esquema mas com um método diferente. A pessoa que quer “comprar” a PS Collection fornece os seus dados (recomenda-se que altere a pass) ao prevaricador. Este faz login com os dados na sua PS5 e ativa a PS Collection para o “comprador”. O comprador passa a ter a collection na sua ps4 (repondo a password por questões de segurança).
Acho que o ban hammer definitivo é adequado, afinal lucraste ilicitamente. Se fosse temporário, ainda haveriam pessoas que o fariam para ganhar algum, sabendo que recuperariam a conta mais tarde.

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Mário Armão Ferreira
10 meses atrás

Mário assim como você acho que uma punição severa é a única forma de parar. Eu acho incrível o estado em que as pessoas estão, aqui no Brasil foram inúmeras pessoas que fizeram isso cobrando e o pior de tudo é que mesmo mostrando a elas que isto é ilegal e que elas assinaram e acordaram com os termos de uso, elas ainda se acham no direito e dizem que não fizeram nada de errado, inclusive vi uma destas pessoas dizendo que ia processar a Sony porque isso é contra o consumidor e muito abusivo da parte dela.
Honestamente com esse tipo de atitude não sei onde as pessoas vão parar.

Finn
Finn
Responder a  Mário Armão Ferreira
10 meses atrás

Em qualquer país com uma decente garantia de direitos básicos, os direitos do consumidor se sobrepõem aos TOS no que for aplicável. Isso porque os TOS são basicamente contratos unilaterais que não comportam modificações (a única manifestação de vontade existente é sobre sua adesão ou não) e que podem conter cláusulas abusivas ou mesmo ilegais. Agora, se no caso em questão, os direitos dos consumidores os protegem após praticar uma conduta que talvez seja até ilegal, não saberia dizer.
O fato é que essa punição permanente é demasiada severa, praticamente inutiliza a versão digital do PS5. Bastaria um banimento permanente da conta da PSN, junto da Plus e jogos.

Livio
Livio
Responder a  Daniel Torres
10 meses atrás

E você acha que grande parte lê todo o termo de uso, eu as vezes até tento, mas chega quase na metade já concordo e pronto

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Livio
10 meses atrás

Lívio é verdade o que você falou e eu seria um mentiroso se falasse que também leio os termos todos, mas o que faço é sempre manter o bom senso e se vou fazer algo que tenho dúvida procuro saber. Um exemplo disso foi quando minha namorada perguntou se poderíamos compartilhar nossas contas, como eu não sabia se era legal ou não procurei saber e vi que se for em apenas 1 console não tem problema e mesmo que me deem ban alegando que eu infringi alguma regra apenas procurarei saber se foi justo e se sim aceitarei (mesmo que fique com raiva, a culpa é minha).

José Galvão
José Galvão
Responder a  Mário Armão Ferreira
10 meses atrás

Já leste o artigo da Forbes acerca da Series X?

Consideram a consola da Microsoft, a maior desilusão de 2020, no que toca ao gaming. 🙁

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  José Galvão
10 meses atrás

No meu caso o Xbox é desilusão desde que comprei o One e agora com o SX se tornou praticamente repulsa.

Julio Esteves
Julio Esteves
10 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Não entrando no mérito da questão, mas olhando por outro aspecto, o PS5 com disco e sem internet mantém um funcinamento limitado em comparação com a versão đigital. Parece que a ideia de ter tudo via internet não é uma opção tão boa como muitos pensam.

Deto
Deto
Responder a  Mário Armão Ferreira
10 meses atrás

Sabe q eu comprei o PS5 digital, já zerei Demon’s Souls, e nem passou pela minha cabeça isso do banimento?

Bom, se eu tiver console Digital banido foi me queixar a justiça… Pelo menos isso aqui no BR a gente não copiou de ruim do EUA… Aqui o direito do consumidore é absoluto em cima de empresas.

Quase certo que eu levo o preço do console e mais danos morais.

Banir o console digital para sempre é abuso.

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Deto
10 meses atrás

Deto o direito do consumidor é absoluto quando você esta fazendo a coisa certa e a empresa te pune ou começa a te prejudicar de alguma forma.
A partir do momento em que você quebra ou distorce as regras, ou se aproveita de uma brecha no sistema para tirar proveito da situação você não esta coberto em nenhum ponto pelo direito do consumidor. Principalmente se o que você está querendo burlar são os termos de uso que você acordou e não são abusivos e só visam proteger o produto e os consumidores.
Lembre-se direito do consumidor, não é você fazer o que quiser e achar que esta certo, direito do consumidor é para proteger as pessoas em casos que as empresas, sejam elas quais forem estiverem se aproveitando ou denegrindo os clientes.
E em resposta ao Mário, sim aqui no Brasil fazer o certo é errado e o errado é considerado certo.

Livio
Livio
10 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Eu não acho exagero o bloqueio vitalício do hardware, aliás a MS faz isso desde o 360 devido a pirataria.

E no Brasil ainda reina a hipocrisia da onda de “limpar a corrupção ” desde por volta de 2016 mas na primeira oportunidade fazem o que critica. Tive ofertas gratuitas para isso e não aderi.

Nota sobre a nota: Lembro que no PS3 ao segurar o eject por mais de 6 segundos o console faz o force eject. No PS4 lembro que se o disco ficar preso, com o console a tentar ler, é só desligar o PS4 e ao inves de religar aperte o eject, com isso o console pode até religar mas irá ejetar o disco.

Livio
Livio
Responder a  Mário Armão Ferreira
10 meses atrás

SIm, esqueci da falar isso. Porém a localização depende do modelo

José Galvão
José Galvão
10 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Se por ventura algum de vós vender a PS4, não se esqueçam de ir às vossas definições de conta e desassociar a vossa conta da consola que vão vender a fim de evitar surpresas no futuro.

error: Conteúdo protegido