Sony fecha Manchester Studio… Mas será que fecha mesmo?

A Sony anunciou recentemente que pretende fechar o seu Manchester Studio, um estúdio que estava dedicado à criação de jogos VR. Mas algumas movimentações da Sony dão a questionar se este será um fecho efectivo, ou apenas uma reformulação.

Numa entrevista ao Gamesindustry.biz a Sony deu a conhecer que pretende fechar o seu estúdio de Manchester como parte dos seus esforços para melhorar a eficiência e a efectividade operacional.

O Manchester Studio, muitas vezes negligenciado quando se fala das equipas First Party da Sony, é um pequeno estúdio sediado em Manchester que se encontrava a programar jogos para o Playstation VR. O estúdio foi criado em 2015 com esse intuito.

Agora, de acordo com a Sony, o estúdio deixa de existir!

Relativamente a esta situação, há quem refira que a causa do fecho é o facto de o estúdio não ter produzido nada em 5 anos, sendo por isso apenas um peso para a Sony.



Basicamente esta ideia apoia-se na frase do Gamesindustry.biz que refere “Quer-nos parecer que a totalidade do estúdio tornou-se redundante”.

No entanto há uma outra corrente de pensamento que não diz o mesmo, dando uma outra interpretação ao que se entende como a redundância do estúdio.

Basicamente o que esta corrente defende é que a redundância referida deriva do facto que os jogos VR com equipas dedicadas deixam de fazer sentido no futuro, uma vez que a PS5 pode facilmente criar jogos para o VR, sem a necessidade de optimizações extremas e sacrifícios que obrigavam à criação de equipas específicas e programação dedicada. O passar um jogo 4K 30 fps para 1080p 120 fps não é problemático, e não requer os mesmos sacrifícios e dedicação de programação e recursos como no caso actual onde os jogos PS4 são 1080p 30 fps mas necessitam de algo como 1080p a 60, 90 ou 120 fps para o VR.

Assim, e ainda segundo esta corrente, o fecho efectivo do estúdio nesta fase não faz sentido por três motivos, usando esta notícia como base:

  • Porque, de acordo com a notícia, bem recentemente este estúdio estava a abrir postos de trabalho para novos elementos.
  • Porque, de acordo com a notícia, o seu projecto VR é quase um AAA para o estilo, e está basicamente pronto.
  • Porque, de acordo com a notícia, havia uma colaboração entre este estúdio e o London Studio para o Blood & Truth.

Esta corrente apoia-se ainda no seguinte:



A Sony alugou recentemente mais de 6 mil m^2, distribuídos por 3 pisos do antigo e agora totalmente renovado Echo Building, em Liverpool (ver foto abaixo).

Nesse sentido a Sony está a mover o seu quartel general da Sony Entertainement Europe, até agora localizado em outro local de Inglaterra para este local. Mais de 500 funcionários foram já deslocados para este novo edifício, tendo os seus recursos sido unidos.

Há assim quem refira que o fecho deste estúdio é apenas uma questão de re-estruturação, um bocado de acordo com as palavras da Sony. Basicamente o estúdio deixaria de existir, perdendo a sua identidade, mas para se juntar a uma equipa maior, numa partilha de recursos e despesas, quem sabe neste mesmo edifício.

O certo é que o centro de Liverpool fica a 1h e 5m de viagem de carro do centro de Manchester, pelo que a deslocação não seria tão problemática como isso.

A teoria apoia-se igualmente no que foi feito em tempos com os estúdios Japoneses que cresceram em dimensão pela junção de vários estúdios pequenos num só. A ideia passa pelo corte de redundâncias, e a criação da facilidade de deslocação de meios humanos entre diversos projectos, conforme são precisos, reduzindo os custos de operação.

Aqui refere-se como exemplo a Guerrilla Cambridge, que foi noticiada como sendo igualmente fechada à algum tempo, mas que na realidade não foi desbandada, mas apenas viu os seus recursos serem absorvidos pela Guerrilla e por outros estúdios Sony. Ou seja, os meios humanos não foram totalmente desbandados, e com excepção dos que quiseram sair, apenas foram re-integrados em outros locais onde eram mais necessários.

Naturalmente não estamos em condições de dizer qual das situações é a real. O certo é que o estúdio Manchester deixará de figurar na lista de estúdios da Sony.

 

 



newest oldest
Notify of
AlexandreR
Visitante
AlexandreR

Mais valia dizer isso em público. Daria uma melhor imagem em público que agora.
“Iremos fechar o estúdio Manchester, mas o pessoal irá todo para o de London”

Shin
Visitante
Shin

Foco em VR vai diminuir por parte da Sony pois eles não precisarão mais de desenvolvimento dedicado ao VR para criar esse tipo de jogo.

Jogos Não VR terão modo VR.

Livio
Visitante
Livio

off] E do lado da MS Rod Fergusson deixa a empresa e vai para a Blizzard

Fernando Molina
Visitante
Fernando Molina

Normal isso, se eu fosse da Microsoft tentaria trazer o Cliff Bleszinski pro lugar dele, faria um barulho e traria holofotes pro próximo Gears

Livio
Visitante
Livio

Dizem que foi Dan Houser (Não o conheço).

PS: Após pesquisar quem era Dan Houser e depois de ver quais pessoas comentaram logo coloco a informação como rumor/sonho.

Fernando Molina
Visitante
Fernando Molina

Cofundador e roteirista da Rockstar Games, anunciou sua saída essa semana se não me engano

Marcos
Visitante
Marcos

IGN Japan disse que o xbox series x será mais poderoso que o ps5

Andrio
Visitante
Andrio

[off] Rapaz, se o DS5 fosse assim ia ser lindo hein

https://www.youtube.com/watch?v=n4T3t0nCPJc&t=17s

bruno
Visitante
bruno

Mais uma sobre “lançar exclusivos no PC é bom para a Sony porque assim ela ganha mais dinheiro”…

https://steamcommunity.com/groups/steamworks/announcements/detail/1697229969000435735

A Steam teve 95 milhões de utilizadores mensais activos no ano passado. PC Gamers estão em festa porque são grandes números pelo que imagino que se não é recorde, Tb não é mínimo.

A Sony anunciou 103 milhões de MAU recentemente.

O mercado gamer PC não é assim tão maior que o das consolas. Pelo contrário, até pode ser que seja menor.

Livio
Visitante
Livio

Isso é a mesma conversa do CrossPlay, fizeram um alarde, agora nem se fala.

Brunoab
Visitante
Brunoab

era só empresa de picaretagem querendo aparecer em cima da Sony, se vitimizando como as coitadinhas defensoras dos gamers enquanto a Sony a gigante malvadona.

Bethesda foi exemplo máximo, ficou choramingando crossplay no twitter e a sony liberou pra os vagabundos arrotarem que “crossplay não importa, vamos socar microtransações no cagalhãOUT 76”

Nunca mais teve twitte do phill e da Nintendo hypando crossplay.

Fernando Molina
Visitante
Fernando Molina

Ah coitadinha da Sony, aprontaram pra cima dela, fiquei com dó agora

Fernando Molina
Visitante
Fernando Molina

Eu tento pensar em alguma justificativa pra Sony lançar seus exclusivos pra PC e não consigo encontrar nenhuma, não tem sentido a Sony lançar seus exclusivos pro PC, mas é aquele ditado, onde tem fumaça tem fogo, vamos aguardar

Livio
Visitante
Livio
Fernando Molina
Visitante
Fernando Molina
By-mission
Visitante
By-mission
daniel
Visitante
daniel

Uma pechincha, e basta um novo remake de ratchet and clank e versões ultimate edition + ray tracing de spiderman e sunset overdrive para o PS5 que já paga. Nem precisa de um Spider 2 para reaver o investimento.

Livio
Visitante
Livio

Parece que vai ter alguma novidade sobre Sunset, provavelmente o port para PS4