Spider Man: Miles Morales – PS5 vs PS4

5 2 votes
Avalie o nosso artigo

Se é certo que a PS5 tem efeitos de nova geração conseguidos usando o Ray Tracing, a realidade é que a PS4 aparenta ter um jogaço entre mãos.

Circula pelo youtube um video que mostra uma suposta comparação entre o Miles Morales na PS5 e na PS4.

O video é na sua maior parte constituído por sequências de animação, o que impede que sejam mostradas as reais diferenças entre as versões, uma vez que estas cenas, ao serem fixas, são alvo de enorme cuidado no sentido de se tornar as mesmas o mais detalhadas possível.

Eis o video:



O curioso deste vídeo é que ele possui uma comparação que vários websites gostariam de fazer. Mas no entanto, a maior parte deles, incluindo a Digital Foundry, refere não terem conseguido aceder à versão PS4 do jogo. Nesse sentido, apesar de não termos dados para confirmar se o video é real ou falso, deixamos aqui apenas essa nota.

O que o video possui então de interessante?

Bem, ele mostra três versões do jogo, duas a serem executadas na PS5, e uma numa PS4 (referida apenas como PS4, e não como PS4 Pro). As versões PS5 são a fidelidade (30 fps + RT), e a performance (60 fps), ao passo que a versão PS4 deverá ser 1080p, 30 fps.

O vídeo encontra-se a 1080p, 60 fps.

As imagens que se seguem, mostram algumas das diferenças que encontramos entre as três versões do video, sendo que pela sua resolução algumas das situações que referimos podem não ser perfeitamente percetíveis, pelo que se recomenda que, caso não as percebam, as tentem visualizado no vídeo.

Foto 1:



A foto de cima mostra dois locais onde as diferenças são visiveis.

O mais notório visualmente é a gola do casaco do Miles, claramente mais detalhada na PS5 no modo fidelidade, apesar de estar bastante boa na PS5 no modo performance. Já na PS4 o efeito é igualmente conseguido, mas à custa de muita perda de detalhe dos fios individuais do pelo da gola.

Menos notório dada a resolução a que colocamos a imagem é o cabelo de Miles. A versão Fidelidade da PS5 possui o cabelo ultra detalhado, sendo que na versão performance é usada uma versão mais simplificada do cabelo. Apesar de tudo as versões são aproximadas.
Já na versão PS4 o cabelo não reflete a maior parte da luz na sua envolvente, possuindo um modelo ainda mais simplificado.

De igual forma a versão fidelidade apresenta alguns pelos nas orelhas e a orelha translúcida. A versão PS5 corta nos pelos, mas mantem o efeito translucido. Já a PS4 corta as duas coisas.



Foto 2

Nesta imagem chamamos a atenção para a manga do casado no braço mais elevado e para a mão que segura no telefone.

O que vemos é algo semelhante ao que tínhamos visto em cima com o cabelo. A luz não reflete na envolvente dos objetos, o que poderá significar um modelo de luz mais simplificado.



Foto 3

A situação da luz é mais uma vez notória nesta foto que se segue:

Repare-se na diferença na iluminação da face do personagem. Toda a envolvência da luz está ausente!

De se notar que os três vídeos não estão 100% sincronizados, pelo que a iluminação da rua ainda não acendeu em duas das imagens. Não é uma diferença!



Na imagem de cima é mais uma vez notória a enorme diferença na qualidade do pelo da gola.

Foto 4

A foto que se segue mostra um caso contrário a todos os anteriores, e onde a PS4 mostra uma reação à luz equivalente às versões PS5. Aparentemente o efeito é dinâmico, ativando-se ou desativando-se confirma a performance disponível na consola.

A foto permite no entanto ver bem a diferença no cabelo entre a PS4 e a PS5, com a zona rapada a não conter reais pelos.



As texturas da personagem estão iguais em todas as versões, e com uma qualidade fabulosa.

Foto 5

Mas já que falamos de texturas, a qualidade das mesmas é assombrosa… mas quando aplicada a NPCs, a PS4 corta nas mesmas.

Repare-se nesta personagem:



E vamos ver o seu capuz com  mais pormenor:

Apesar do maior detalhe parecer estar na versão Performance da PS5 (a do meio), ela é equivalente à da versão fidelidade (como referido os fotogramas não estão 100% sincronizados, pelo que não apanham a mesma imagem). Mas a versão PS4 já usa uma textura diferente e de menor qualidade (culpa da menor memória).

Foto 6

A versão PS4 conta ainda com um menor número de NPCs no ecrã



Foto 7

Bem como menor densidade de partículas.



Aqui o que vemos é que as partículas são superiores no modo fidelidade, decrescendo no modo performance, e decrescendo ainda mais na PS4.

Foto 8

Apesar de o jogo ser um colosso visual no que toca a mostrar Ray Tracing na PS5, a realidade é que os efeitos visuais falsificados à basse de SSR e Cube Maps estão muito bem feitos na PS4. E visualmente a consola mais antiga da Sony acaba por encher igualmente o olho.

Eis um exemplo onde o SSR é usado de forma excelente, e até fica a dúvida se o modo performance da PS5 faz o mesmo, ou usa RT.



Repare-se nos reflexos das montras junto ao chão, conseguidos com um excelente efeito em todos, apesar de muito provavelmente o modo fidelidade usar RT e os restantes Screen Space Reflexions (SSR).

Foto 9

Essa situação repete-se na foto que se segue, onde a PS5 no modo fidelidade usa RT (e podemos ver as tabuas verticais amarelas da parede refletidas no vidro), ao passo que o modo performance e a PS4 usam um Cubemap genérico.

Foto 10



Temos depois alguns casos mais flagrantes, onde o modo fidelidade mostra reflexos ao passo que o modo performance e a PS4 não mostram absolutamente nada.

Repare-se na lateral do autocarro que reflete o cenário conforme se move.

Conclusões

Não é de admirar que surjam afirmações que Miles Morales não apresenta um grafismo de nova geração. E olhando para o video o que podemos dizer é que, realmente, as diferenças que ali são visíveis não são algo que justifique investir numa Playstation 5.

A grande questão é que se efetivamente com o avançar da geração vamos ver o grafismo a evoluir, há que se ter a noção que atingimos com a PS4 um patamar de qualidade, onde as evoluções colocadas em cima disso não serão tão visualmente notórias como o que aconteceu até aqui.

A realidade é que a procura pelo foto realismo nos gráficos obriga a efeitos cada vez mais realistas e pesados, mas que visualmente já existiam, calculados de forma “aldrabada”. E isso quer dizer que uma inovação como o RT, uma situação extremamente pesada e que só se tornou possível de ser calculado em tempo real bem recentemente, poderá não ser algo que destoe graficamente face a um efeito bem aldrabado usando SSR ou Cubemaps devidamente calculados.

Mas a realidade é que a PS4 no seu modo fidelidade está a mostrar-nos reflexos reais, e ajustados à posição do jogadores, com maior densidade de partículas, melhores efeitos gráficos, melhores texturas, e maior resolução e/ou fps.

Isto pode não agradar a muitos, especialmente quando a versão PS4 consegue efeitos tão bons como os aqui mostrados, mas efetivamente isto é o que a próxima geração nos vais mostrar nos primeiros tempos. Agora a realidade é que com jogos assim na PS4, nesmo visualmente inferiores, quem não fez a passagem para a PS5, nestes jogo, não está a perder grande verdadeiramente nada de super relevante pois o essencial do jogo e a jogabilidade, essas estão intactas na PS4.

Acréscimo de ultima hora:

A situação ainda é mais notória no Remaster de Spider Man.

Aqui, apesar do Ray Tracing, que torna os reflexos bem mais realistas e é um efeito de nova geração, bem como a iluminação melhorada, torna-se bastante evidente que o jogo, como jogo, pouco ou nada ganha com isso. A versão PS4 mantêm intactas todas as caraterísticas do jogo e um visual impressionante.

Nesse aspeto, e por ter discordado, em comentários, do nosso leitor Bruno nesse aspeto, acabo aqui a dar-lhe razão. Por muito next gen que sejam estes efeitos, o global não tem muito de next gen. A versão de Spider Man para a PS5 é apenas a versão PS4 com o floreado do Ray Tracing, que por muito impressionante tecnicamente que seja, pelo custo de performance que tem, não aparenta compensar verdadeiramente e ser, só por si um motivo suficiente para um upgrade.



5 2 votes
Avalie o nosso artigo
guest
23 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Daniel Torres
Daniel Torres
16 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Falando em comparações a digital foundry fez um vídeo comparando o Ps5 e o SX em Devil May Cry 5 e seus modos disponíveis: https://www.youtube.com/watch?v=GIIhJqTERls&ab_channel=DigitalFoundry

E olha só o Ps5 tem ligeiramente mais desempenho em 120 fps que o SX e o SX ligeiramente mais desempenho com Ray Tracing, o que para mim só mostra o quanto os consoles são equivalentes em desempenho, como o Mário sempre falou aqui no Pcmanias.

José Galvão
José Galvão
16 dias atrás

Continuo a achar que ele não tem razão, ele acha que o hardware é decepcionante e que o lançamento devia ter sido adiado, isto baseado em comparações como esta, de um jogo projetado para correr na PS4 e que na PS5 voa um pouco mais alto, e isso eu não concordo.

Mais uma vez vou frisar, o salto geracional a nivel visual será cada vez menor, negar isso só monta o cenário para a desilusão total.

Eu gostava que daqui a um ano, com jogos lançados de raiz para a PS5, que se reveja as declarações do Bruno, se de facto ele tem razão.

Nuno Sousa
Nuno Sousa
Responder a  Mário Armão Ferreira
16 dias atrás

Certo Mário
A questão é o que fazemos com uma rtx 3080 ou 3090?
O que é que essas placas de relevo trazem a mais do que aquilo que já existe no mercado. Mais fms e melhorias aqui e acolá? Será então também suficiente para uma compra?
Por esta via o melhor é continuarmos sempre com o hardware do passado pois hoje e no futuro não vai haver mudanças significativas logo de raiz.
Estamos a comparar software desenvolvido para um hardware já sem segredos para outro que está no início. Os próprios desenvolvedrores afirmaram que estão a arranhar o potencial.
Perante isto o que fazemos? Não compramos. Esperamos 2,3 anos com a consola que se tem a bufar por todos os lados? E depois temos a vida útil. 5-7 anos reduzimos 2-3 anos porque orgulhosamente não compramos no início, o que temos?

Nuno Sousa
Nuno Sousa
Responder a  Mário Armão Ferreira
16 dias atrás

Não me fiz entender
O exemplo da 3090 era isso mesmo. Foi um exemplo que dei comparando-o ao argumento que a compra de uma ps5 face a uma ps4 não é muito válido pelas alterações verificadas. Queria fazer ver que mesmo um placa de mil e tal euros, por esse mesmo entendimento, também não seria válido pelos apontamentos que referes

Nuno Sousa
Nuno Sousa
Responder a  Nuno Sousa
16 dias atrás

3090 vc 2080 ti também não justificaria a compra. Ou seja não há nada que justifique então a compra se estamos à espera de mudanças radicais. Era só essa a questão. Ficará pelo critério de cada um se vale a pena ou não. Cada um deverá ver a utilidade\custo de cada equipamento e decidir

Marco Antonio Brasil
Responder a  Nuno Sousa
16 dias atrás

Bom argumento.
Acho que a nossa expectativa para o que representa a nova geração que precisa ser ajustada, até porque não houve uma ruptura em termos de continuidade de arquitetura.

PS: Metro Exodus com RT em 4K é incrível, para mim uma mostra do potencial da nova geração.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Nuno Sousa
16 dias atrás

Exatamente isso… Estão a arranhar a superfície. Daqui a 2/3 anos a coisa vai estar fervendo creio eu.
Mas pra já já vermos jogos PS4 correndo a mais de 100 FPS pra mim já é o suficiente pra já comprar e além disso, carregar um jogo em poucos segundos não tem preço

Nuno Sousa
Nuno Sousa
Responder a  Carlos Zidane
16 dias atrás

Totalmente de acordo contigo

Rafael
Rafael
Responder a  Nuno Sousa
16 dias atrás

Penso eu que nenhum hardware recém lançado deve ser encarado como compra obrigatória. Isso é apenas para quem é entusiasta.
O melhor exemplo que tenho é o Uncharted. o PS3 foi lançado em 2006 e o primeiro uncharted em 2007. Ele é claramente um jogo de PS2 com algumas melhorias que talvez não pudessem ter sido executadas no PS2. Em 2009 lançaram o Uncharted 2, e olha a diferença que tivemos, é uma experiência totalmente diferente e melhorou em todos os sentidos, não tem como comparar os 2. Isso só aconteceu pois foi um jogo pensado em explorar o hardware novo. O mesmo acontece agora, quem já tem um PS4 não precisa correr para comprar o novo, pois todo início de geração é a mesma história, faltam títulos exclusivos e nenhum jogo consegue explorar de forma satisfatória o novo hardware.
Temos outras questões tbm:

  • PS4 tem uma base muito grande de consumidores, não deixariam de dar suporte a ela só por ter lançado um console novo, sendo que a maioria dos jogos foi desenvolvido para ele.
  • Essa geração vai ter a transição mais suave que já vimos, por conta da retrocompatibilidade. Por mais que Sony tente convencer do contrário.
  • Por mais que tenha mantido o padrão X86, teremos interações bem diferentes entre SSD/MEMORIA/CPU/GPU, que vai demandar tempo para os desenvolvedores aprimorarem e utilizarem todo o potencial.

Esse exemplo que o Mario nos passou é muito interessante, só vem a reforçar que não temos a mínima necessidade de comprar o hardware novo se estivermos pensando nos jogos de lançamento. Compra agora o entusiasta ou quem não tem um PS4 e quer comprar um console agora (me incluo nesse grupo, pois vendi meu PS4 no início do ano já pensando em comprar o novo no lançamento, tem vários jogos que ainda não joguei).
Em relação as placas de vídeo, mesma coisa, tivemos o lançamento da NVIDIA com as RTX2000, e apesar de ter RT dedicado, não tivemos muito jogos que explorassem inicialmente e o hardware tbm não tinha o mínimo necessário para uma experiência em RT. Agora com a linha 3000 com hardware mais potente e mais jogos explorando as capacidades (alem do dlss), com certeza teremos um nível bem melhor, que justifique a compra de uma vga por conta do RT. Isso não quer dizer que vale à pena comprar lançamento, apenas um indicativo de que hardware/software estão mais otimizados

Rafael
Rafael
Responder a  Rafael
16 dias atrás

Melhorias são sempre bem vindas, más eu não faria muito hype encima disso, custei a ver alguma melhoria aqui ou ali nesse jogo, precisamos pausar o vídeo e em cenas específicas para poder prestar atenção aos detalhes. Talvez o vídeo em 4K possa trazer maiores diferenças, porém é pouco ou quase nada pra justificar. Nova geração virá somente quando olharmos pra um jogo e notar diferenças como as que vimos entre Uncharted 1 e 2. Mesmo que não sejam tão gritantes, más tenho convicção que será bem perceptível.

By-mission
By-mission
Responder a  Mário Armão Ferreira
16 dias atrás

Segundo o o ResetEra o dono da Xbox que está a fumegar já está em contato com o call-center sendo que, se o tradutor não estiver em erro os mesmos já estão em vias de substituir a unidade do vídeo.
Bom eu não acho que se enviaria uma console para avaria só para se ter um vídeo sendo aqui onde ele perderia a garantia da console e talvez um processo judicial… Então sim acho que é um caso real, não FUD como muitas pessoas estão a elaborar. Ele mesmo escreveu que está admirado com a quantidade de pessoas a falar do assunto e que entende que sendo um produto recente e provável se ter alguns problemas com algumas unidades tanto do Xbox quanto da PS5.
https://www.neogaf.com/threads/next-gen-ps5-xsx-ot-speculation-analysis-leaks-thread.1480978/post-261073109

Livio
Livio
Responder a  By-mission
16 dias atrás

Foi algo que estive a comentar via MP com algumas pessoas daqui. Naqueles 2 links do Twitter, um foi apagado e o outro continuar no ar com vários tweets informando que a MS entrou em contato e que ele espera novas recomendações. Por isso acredito que a pessoa não se sujeitaria a levar adiante uma mentira com o perigo de levar um processo judicial.

Não é o fim do mundo, ali é problema de fonte, pode ocorrer om qualquer um. O que achei errado foram diversos sites de games definirem como fake o caso se baseando num vídeo de uma conta não oficial do Xbox que já mentiu sobre as memórias do Series. Deveriam ficar em cima do muro até que mais informações apareçam. Vai que tenham mais vídeos com problema na fonte, como ficam tais sítios? Vai declarar tudo como fake?

By-mission
By-mission
Responder a  Livio
16 dias atrás

Eu mesmo tive problemas com a velinha PS2 no lançamento, e entendo que e algo que aconteça, logo todos já caíram dizendo que é fake chega a ser engraçado.

Livio
Livio
Responder a  By-mission
16 dias atrás

O que achei mais curioso é que em um desses sitios(sites) há um fanboy Xbox conhecido, que sempre defende a MS, mas nesse caso ele não acha um fake justamente devido o cara ter relatado que a MS entrou em contato, mas os outros…..

eduard08
eduard08
Responder a  Mário Armão Ferreira
16 dias atrás

Em todo o caso problemas sempre podem acontecer, seja nas primeiras ou seja mais tarde, eu mesmo tive problema com a minha ps4 que comprei quando saiu, e mesmo alguns meses depois de ter sido reparada pela sony, voltou a ter problemas, sao coisas que acontecem e a mim que tenho praticamente todas as consolas da sony e Microsoft, foi a unica que teve problemas

Ja agora do lado da ps5, ja houve um caso confirmado por um “influenciador” que foi um dos primeiros a recever a ps5 pela parte da sony, pelos vistos tudo começou com problemas de reconstrução de armazenamento, depois problemas mais importantes, ate ter problemas de rede e ao ligar, o gajo estava em contato com a sony para resolver os problemas mas entretanto a consola ficou completamente inutilizável

https://twitter.com/JeremyPenter/status/1326213249088434177

José Galvão
José Galvão
Responder a  Mário Armão Ferreira
16 dias atrás

Acreditavas se alguém viesse dizer que comprou uma Xbox com um lado desencaixado, a drive avariada, o comando com um botão viciado e a esponja do headset rota?

Edson
Edson
Responder a  Mário Armão Ferreira
16 dias atrás

O problema é que de um lado é uma pessoa desconhecida, onde que do outro, é a empresa das 3rl e da credibilidade zero!

Andre gt
Andre gt
16 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Mario, esse vídeo eu gosteo muito de ver o comparativo e pra mim deixou a mostra que o ps4 não conseguiu trazer esse nível de fidelidade visual e efeito cinematico no modo 4k com RT. Apesar de concordar que no ps4 esta muito bom, mas o ps5 da o toque e a experiência final.

A ign se superou nesse vídeo e pra mim ele demonstra melhor as diferenças:

https://youtu.be/BvKHvkE1Fp4

error: Conteúdo protegido