Twitter tambem vendeu dados à Cambridge Analytica

Afinal não foi só o Facebook que esteve envolvido no escândalo. E a situação está a ter repercussões junto dos utilizadores.

Se pensavas que apenas o Facebook que esteve ligado ao escândalo da Cambridge Analytica, pensa duas vezes. Sabe-se agora que o Twitter tambem esteve envolvido e pior, mais do que com a cedência, com a venda de dados!

Se no caso do Facebook  os dados de 87 milhões de utilizadores foram comprometidos devido ao uso de várias aplicações que permitiram o uso desses dados, a realidade é que não foi apenas os utilizadores dessa rede social que foram comprometidos.

A informação do envolvimento do Twitter foi dada pela Bloomberg que conseguiu confirmar junto do próprio Twitter que dados desta empresa foram acedidos pela Global Science Research (GSR), empresa de Aleksandr Kogan, o mesmo criador da aplicação que recolheu os dados dos utilizadores do Facebook.

Ora segundo o Twitter, a Global Science Research pagou para ter acesso, de forma pontual, à API de uma amostra de tweets públicos publicados num intervalo de cinco meses, de Dezembro de 2014 a Abril de 2015. O Twitter refere no entanto que, apesar da venda, a empresa garantiu que a empresa de Aleksandr Kogan não teve acesso a dados privados dos utilizadores, algo que falta saber ainda se é verdade.



Na sequência do sucedido, o Twitter afirma que excluiu a Cambridge Analytica e entidades associadas de efectuarem os posts patrocinados que costumavam colocar na sua rede social.



Perante a conhecida ligação entre a Global Science Research e a Cambridge Analytica, os dados do Twitter terão igualmente ido parar nas mãos dessa empresa que os usou na definição de estratégias políticas, como aconteceu com a campanha de Donald Trump.

Apesar de lucros na ordem dos 90 milhões de dólares obtidos com publicidade, o Twitter entendeu que o acesso pago de dados de utilizadores à Global Science Research era uma receita adicional. E mesmo perante a garantia de que nenhum dado privado foi acedido, questiona-se o que leva uma empresa lucrativa a colocar em causa o seu negócio ao fazer algo que sabe à partida que, a ser conhecido, criará descontentamento?

As políticas do Twitter firmar que os apenas dados públicos definidos pelos utilizadores é que são divulgados, e que mesmo nesses casos, controla os fins para que são utilizados. É uma política que aparenta ser segura e na qual milhões de utilizadores confiam, mas as falhas e fraquezas no controlo dessas situações não deixam de ser algo que pode acontecer, e basta olhar para o Facebook. E apesar de o Facebook possuir dados muito mais completos que o Twitter, a realidade é que a imagem das duas redes fica colocada em causa.

Existe neste momento uma corrente de intenções que pretende a criação de redes socials com modalidades pagas e onde possam garantir que os seus dados não são partilhados com terceiros. A questão passa no entanto que mesmo com essa situação implementada nada garante nada, pois a ganância nos aumentos dos lucros, apoiadas na ideia que o que estão a fazer não será descoberto, leva a esta situações.



Posts Relacionados

newest oldest
Notify of
José Galvão
Visitante
José Galvão

A venda de dados devia ser ilegal, é um assalto à privacidade de cada um, usa-se e abusa-se dos dados das pessoas, é por causa disto que andamos a receber 3 chamadas por hora de empresas com as quais nunca falamos, já para não falar no spam que invade os nossos mails todos os dias.