Um volante para a Playstation

O artigo que se segue mostra as etapas da execução de uma alternativa caseira para um micro volante para a PS4.

Convenhamos que nos jogos de carros não há nada que chegue a um volante. eles não só nos dão um controlo com os pedais e embraiagem que não só possíveis de outro modo, como a sensação de “virar o volante” é algo que o uso dos analógicos não oferece.

No meu caso até tenho um volante compatível PC e PS4. Mas infelizmente não tenho é o espaço para o ter sempre montado, e vai daí que, por norma, este está dentro da caixa e dá o seu trabalho a montar.

A piorar a coisa, se no PC é fácil prendê-lo na secretária e jogar no monitor, na PS4 não tenho nada em frente ao sofá que me permita isso, e como consequência uso-o poucas vezes.

Daí que me lembrei de experimentar uma coisa. Uma experiênciazita que vi alguém fazer e que podia replicar. A criação de algo diferente, algo muito básico e muito “home made”, mas que podia dar de forma muito simplificada, aquela sensaçãozinha do uso do volante!



E dado que estou de férias, aproveito e partilho isto com vocês.

Note-se que não tomo os créditos pela ideia ou pela construção das peças, pois elas são ideia e concepção de Brent Scott, morador em Nova Yorque, Estados Unidos e que gentilmente cedeu ao domínio público as mesmas.

Daí que o artigo segue as etapas para a construção deste “micro volante” cuja ideia é criar uma adaptação aos analógicos que permite usar um volante para inclinar os mesmos.

Para isso precisamos de algumas coisas, algo que não existe na casa de todos:

  • Uma PS4 com um DualShock 4
  • Um clipe
  • Um rolamento de 22mm com buraco interior de 8 mm e 7mm de altura
  • Uma impressora 3D.

E com tudo isto em mãos… o projecto começa!

Passo 1: Fazer uma peça que prenda todo o adaptador ao DualShock 4. Optei por uma impressão de qualidade “Rascunho” (Draft) com camadas de 0.2 mm.

Ao fim de 54 minutos, a peça estava praticamente pronta.

Altura de imprimir a segunda etapa. O volante, o sistema de engrenagens e o adaptador para o analógico.

E começa:



Ao fim de uns extra 41 minutos, tudo estava pronto. Foram 95 minutos de impressão.

Notem que nas fotos que se seguem montei imediatamente o sistema para as fotos, sem lixar as peças com lixa de água, motivo pelas quais elas podem parecer um pouco brutas.

Eis o conjunto todo:

Da esquerda para a direita temos o DS4, o adaptador para o analógico, o rolamento, o adaptador, o clipe (fininho), o volante com as engrenagens, e a engrenagem que transmite as rotações do volante ao controlador.

O primeiro passo é colocar o adaptador no analógico:

Depois, colocar o rolamento no espaço previsto para ele no adaptador:

E colocar o adaptador sobre o DS4. Note-se que, apesar de não ser visível, ele possui uma abertura em baixo para garantir que o botão PS não é pressionado com a sua colocação.

A etapa seguinte é colocar a engrenagem na calha existente no adaptador e onde vai passar a correr, sendo que ela depois vai prender ao adaptador com o clip por meio de furos ali existentes com a medida correcta.

Finalmente, mete-se o volante no furo do rolamento, e insere-se o clip no furo, dobrando-se e cortando o excesso.

A ideia é colocar os polegares sobre os dois círculos do volante, rodando-os. Aqui tive de o fazer com apenas uma mão ao mesmo tempo que esta segurava no DS4, dado que estava a segurar no telemóvel com a outra.

Garanto-vos… Funciona muito, muito bem! Depois das peças limpinhas, lixadinhas e tudo afinado, o analógico chega a ter força para puxar o volante para a posição central. Muito porreiro!

 



Posts Relacionados

newest oldest
Notify of
Livio
Visitante
Livio

O que a pessoa faz para não comprar um volante!!!

Colocando a brincadeira de lado é uma excelente ideia!!