Uma breve nota sobre a apresentação da Xbox One na E3

Bem… após a Microsoft ter feito a sua apresentação da Xbox One na E3 fiquei com uma nova imagem daquilo que será a consola.

A XBOX ONE TEM JOGOS… e alguns deles serão… GRANDES JOGOS!

Redimindo-se da fraca apresentação realizada anteriormente foram apresentados títulos com qualidade e alguns deles extremamente interessantes. Particularmente fiquei com os olhos em Quantum Break que agora teve direito a um pedaço de jogo decente e que mostrou um grafismo impressionante.

Neste momento não me vou alongar muito, mas foi igualmente bom saber-se que Ryse já não requer o uso do Kinect o que poderá significar que a Microsoft prescindiu das reservas efectuadas ao seu hardware, permitindo que os jogos possam usar a totalidade da potência disponível na consola..

Igualmente bom foi ouvir que Battlefield 4, que sairá primeiro na Xbox One, correrá a 60 FPS, o que mais uma vez leva a crer que essas limitações referidas neste artigo estão ultrapassadas.

Menos bom foi saber o preço da consola: 499 euros, um preço exageradamente alto, bem com o uso de palavras e conteúdos machistas e com teor sexual na apresentação do jogo Killer Instinct que já estão a gerar uma onda de protestos das jogadoras femininas.



Posts Relacionados