Uma lista de jogos previstos para 2017 mostram que o PC terá suporte superior à Xbox One!

No primeiro dia deste ano publicamos uma lista (não oficial) de exclusivos que se acredita poderem vir a ser lançados em 2017. Agora, apesar de esta nova lista que publicamos neste artigo, ser igualmente não oficial e incompleta, a mesma completa-se ao incluir exclusivos e jogos de terceiros. É basicamente uma lista mais completa e que mostra o que já é conhecido e nos espera, a nível de quantidade, em 2017, para as diversas plataformas.

Curiosamente, não faz muitos dias, discutia-se nos comentários o facto que, perante as alterações atuais ao panorama dos videojogos, o PC, como máquina de jogos, estava muito mais apetecível do que a Xbox One. E nesse sentido nada como uma lista o mais completa possível de jogos a a serem lançados para 2017, para podermos averiguar essa situação.

O que se encontrou foi a lista que se segue, obtida do website Growngaming e que inclui os jogos previstos e já confirmados para 2017. Convêm referir que, tal como qualquer lista não oficial, esta não inclui a totalidade dos mesmos, particularmente no que toca às consolas portáteis e à Switch que aparecem aqui apenas com referências pontuais ou de forma sumária! Nesse sentido, e não sendo a lista completa, existem claras discrepâncias, quer para mais, quer para menos, com a lista de exclusivos prevista para 2017 que publicamos no dia 1, especialmente no que toca à PS4. Esta listas deve ser por isso encarada apenas como referência e como indicação para uma ideia geral do número de jogos totais anunciados para as três principais plataformas, PS4, Xbox e PC.

Note-se ainda que todos os jogos que não incluem data exacta de lançamento não podem ser efectivamente confirmados e como tal são apenas previstos, podendo os mesmos vir a ser adiados. Aliás, Shuhei Yoshida, devido às novas políticas da Sony que não pretende ter mais jogos adiados após o anuncio oficial do seu lançamento, teve uma chamada de atenção à Playstation UK que dava Dreams e Detroit: Become Human como certos para 2017, sendo que no entanto esses jogos não possuem data oficial de lançamento, e como tal estão nessa situação de serem apenas previstos, mas não confirmados. Tal não quer dizer que não saiam em 2017, mas no entanto a Sony prefere não se comprometer nesta fase com essa confirmação.

De notar ainda que os jogos exclusivos PSVR desta lista estão separados dos totais da PS4, sem deixarem no entanto de ser jogos para esta consola e poderem ser somados aos totais da PS4.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Jogos previstos para Janeiro de 2017

  • Dia 10 – Hatsune Miku: Project Diva Future Tone (PS4)
  • Dia 12 – Kingdom Hearts HD 2.8 (PS4)
  • Dia 13 – Pit People Early Access (PC, Xbox One)
  • Dia 13 – Rise & Shine (PC, Xbox One)
  • Dia 17 – Fate/EXTELLA: The Umbral Star (PS4, Vita)
  • Dia 18 (EU), dia 20 (US) – Gravity Rush 2 (PS4)
  • Dia 20 – Dragon Quest 8: Journey of the Cursed King (3DS)
  • Dia 24/27 – Tales of Berseria (PC, PS4)
  • Dia 24 – Resident Evil 7 (PC, PS4, Xbox One)
  • Dia 25 – Memoranda (PC)
  • Dia 31 – Conan Exiles – Steam Early Access (PC)
  • Dia 31 – Disgaea 2 (PC)
  • Dia 31 – Dynasty Warriors: Godseekers (PS4, Vita)
  • Dia 31 – Divide (PS4)
  • Dia 31 – Call of Duty: Infinite Warfare Sabotage DLC (PS4)
  • Dia 31 – Hitman: The Complete First Season (PC, PS4, Xbox One)
  • Com dia por anunciar, mas para Janeiro – Yakuza 0 (PS4)

Totais de Janeiro:

3DS – 1
PS Vita – 2
PC – 8
Xbox One – 4
PS4 – 11

Jogos previstos para Fevereiro de 2017

  • Dia 7 – Nights of Azure (PC)
  • Dia 7 – Atelier Sophie: The Alchemist of the Mysterious Book (PC)
  • Dia 8 (EU), dia 9 (UK) – Nioh (PS4)
  • Dia 14 – For Honor (PC, PS4, Xbox One)
  • Dia 14 – Sniper Elite 4 (PC, PS4, Xbox One)
  • Dia 21 – Halo Wars 2 (PC, Xbox One)
  • Dia 21 – Lego Worlds (PC, PS4, Xbox One)
  • Dia 21 – Ys Origin (PS4, Vita)
  • Dia 28 (US), 1 de Março (EU & UK) – Horizon Zero Dawn (PS4)
  • Dia 28 – Torment: Tides of Numenera (PC, PS4, Xbox One)
  • Com dia por anunciar mas para Fevereiro – Aaero (PC, PS4, Xbox One)
  • Com dia por anunciar mas para Fevereiro – Night in the Woods (PC)

Totais de Fevereiro:

PS Vita – 1
PC – 9
Xbox One – 6
PS4 – 8

Jogos previstos para Março de 2017

  • Dia 7 – Ghost Recon: Wildlands (PC, PS4, Xbox One)
  • Dia 7 (US), Dia 10 (EU) – Nier: Automata (PS4)
  • Dia 14 – Star Trek: Bridge Crew (PSVR (PS4), Rift, Vive (PC))
  • Dia 14 (USA), Dia 17 (EU) – Danganronpa 1 & 2 Reload (PS4)
  • Dia 21 – Troll and I (PC, PS4, Xbox One)
  • Dia 24 – Dreamfall Chapters (PS4, Xbox One)
  • Dia 28 – Kingdom Hearts HD 1.5 + 2.5 Remix (PS4)
  • Dia 28 – MLB The Show 17 (PS4)
  • Com dia por anunciar mas para Março – Routine (PC)
  • Com dia por anunciar mas para Março – Ultimate Marvel vs. Capcom 3 (PC, Xbox One)
  • Jogos de lançamento da Switch

Totais de Março:

PC – 5
Xbox One – 4
PS4 – 7, PSVR – 1
Switch – ?

Jogos previstos para o primeiro trimestre de 2017, mas sem mês ou data definida

  • Outlast 2 (PC, PS4, Xbox One)
  • The Wild Eight (PC, Xbox One)
  • Black the Fall (PC, PS4, Xbox One)
  • South Park: The Fractured But Whole (PC, PS4, Xbox One)
  • Styx: Shards of Darkness (PC, PS4, Xbox One)
  • Everspace – full release (PC, Xbox One)
  • The Fall Part 2: Unbound (PS4)
  • Syberia 3 (PC, PS4, Xbox One)
  • Friday the 13th: The Game – (PC)
  • Hollow Knight: Beneath and Beyond (PC, Wii U)
  • NeuroVoider (PS4, Xbox One)
  • The Division: DLC 3 Last Stand (PC, PS4, Xbox One)
  • Mass Effect: Andromeda (PC, PS4, Xbox One)
  • Mirage: Arcane Warfare (PC)
  • Robo Recall(PC, Oculus Rift)
  • Shadow Warrior 2 (PS4, Xbox One)
  • Verdun – (Xbox One)
  • Strafe (PC, PS4)
  • Impact Winter (PC)
  • Victor Vran (PS4, Xbox One)
  • Tekken 7 (PC, PS4, Xbox One)
  • The Church in the Darkness (PC, PS4, Xbox One)
  • Old Time Hockey (PC, PS4, Xbox One)

Totais de jogos sem data oficial para o primeiro trimestre

Wii U – 1
PC – 18
Xbox One – 16
PS4 – 14, PSVR – 1

Total de jogos anunciados e previstos para o primeiro trimestre:

3DS – 1
PS Vita – 3
WiiU – 1
PC – 39
Xbox One – 30
PS4 – 41, PSVR – 1

Jogos previstos para Abril de 2017

  • Dia 4 – Sniper: Ghost Warrior 3 (PC, PS4, Xbox One)
  • Dia 4 – Persona 5 (PS4)
  • Dia 7 – Bulletstorm: Full Clip Edition (PC, PS4, Xbox One)
  • Dia 11 – Yooka-Laylee (PC, PS4, Xbox One)
  • Dia 21 (EU) – SUDA51’s The Silver Case remaster (PS4)
  • Dia 25 (America Norte), Dia 28 (EU) – Dragon Quest Heroes 2 (PS4)

Totais de Abril:

PC – 3
Xbox One – 3
PS4 – 6

Jogos previstos para o segundo trimestre de 2017, mas sem mês ou data definida

  • Sonic Mania (PC, PS4, Xbox One)
  • Get Even (PC, PS4, Xbox One)
  • Gorogoa (iOS, PC)
  • Conan Exiles – Xbox Game Preview (Xbox One)
  • Lego City Undercover (PC, PS4, Switch, Xbox One)
  • Little Nightmares (PC, PS4, Xbox One)
  • What Remains of Edith Finch (PC, PS4, Xbox One)
  • Toukiden 2 (PS4)
  • Cuphead (PC, Xbox One)
  • Gas Guzzlers Extreme – (PS4)
  • Elite: Dangerous – (PS4)
  • Valkyria Revolution – (PS4, Vita, Xbox One)
  • Celeste (PC, PS4)
  • Agony (PC, PS4, Xbox One)
  • Arktika.1 (PC Oculus Rift)
  • Fallen Legion – (PS4, Vita)
  • Yonder: The Cloud Catcher Chronicles – (PC, PS4)

Totais de jogos sem data oficial para o segundo trimestre

Publicidade
Aproveite o código de descontos PCManias
Casetips

Retomando o nosso artigo

PS Vita – 1
PC – 11
Xbox One – 9
PS4 – 13
Switch – 1

Publicidade
Aproveite o código de descontos PCManias
Casetips

Retomando o nosso artigo

Total de jogos anunciados e previstos para o segundo trimestre:

PS Vita – 1
PC – 14
Xbox One – 12
PS4 – 19
Switch – 1

Jogos previstos até o final de 2017, mas sem mês ou data definida

  • Yakuza Kiwami (PS4)
  • Hello Neighbor (PC)
  • Wipeout Omega Collection (PS4)
  • Berserk (Omega Force IP) (PC, PS4, Vita)
  • Project Sonic (PC, PS4, Switch)
  • Cultist Simulator (PC)
  • Rock of Ages 2 – (PC, PS4, Xbox One)
  • Warhammer 40,000: Inquisitor – Martyr (PC, PS4, Xbox One)
  • Marvel vs. Capcom: Infinite – (PC, PS4, Xbox One)
  • Scalebound (PC, Xbox One)
  • Ace Combat 7 (PS4, PSVR)
  • Overkill’s The Walking Dead (PC, PS4, Xbox One)
  • Frozen Synapse 2 (PC)
  • Frostpunk (PC)
  • Nier: Automata (PC)
  • Gwent: The Witcher Card Game (PC, PS4, Xbox One)
  • Knack 2 (PS4)
  • Hellblade (PC, PS4)
  • The Culling full release (PC)
  • Sea of Thieves (PC, Xbox One)
  • Agents of Mayhem (PC, PS4, Xbox One)
  • Crackdown 3 (Xbox One)
  • Detroit: Become Human (PS4)
  • Rising Storm 2: Vietnam (PC)
  • Call of Cthulhu: The Official Video Game (PC, PS4, Xbox One)
  • Monster Boy and the Cursed Kingdom (PC, PS4, Xbox One)
  • Crash Bandicoot N. Sane Trilogy (1-3 remasters) (PS4)
  • Mount & Blade 2: Bannerlord (PC)
  • Farpoint – (PSVR)
  • The Elder Scrolls: Legends (PC, iOS, Android)
  • LawBreakers (PC)
  • Rime (PC, PS4)
  • Hob (PC, PS4)
  • Neopolis (PC, PS4)
  • Vane (PS4)
  • PaRappa the Rapper Remastered (PS4)
  • LocoRoco Remastered (PS4)
  • Patapon Remastered (PS4)
  • Nex Machina (PS4)
  • Ni No Kuni 2: Revenant Kingdom (PS4)
  • Dreadnought (PC, PS4)
  • Full Throttle Remastered (PC, PS4)
  • Absolver (PC, PS4)
  • Move or Die (PS4)
  • Uncharted: The Lost Legacy (Uncharted 4 standalone DLC) (PS4)
  • Windjammers (PS4, Vita)
  • Omen of Sorrow (PC, PS4, Xbox One)
  • Games of Glory (PC, PS4)
  • Polybius (PS VR)
  • Below (PC, Xbox One)
  • Space Hulk: Deathwing (PS4, Xbox One)
  • Lone Echo (PC, Oculus Rift)
  • State of Decay 2 (PC, Xbox One)
  • Lady Layton: The Millionaire Ariadone’s Conspiracy (3DS)
  • Gran Turismo Sport (PS4)
  • Pyre (PC, PS4)
  • Final Fantasy 12: The Zodiac Age (PS4)
  • Need for Speed title (PC, PS4, Xbox One)
  • Rain World (PC, PS4)
  • Star Wars: Battlefront 2 (PC, PS4, Xbox One)
  • Dawn of War 3 (PC)
  • Shovel Knight: Specter of Torment (PC, PS4, Xbox One)
  • Dauntless (PC)
  • Surf World Series (PC, PS4, Xbox One)
  • Guardians of the Galaxy: The Telltale Series (PC, PS4, Xbox One, Mobile)
  • The Signal From Tölva (PC)
  • Nidhogg 2 (PC, PS4)
  • Dino Frontier (PS VR)
  • Danganronpa V3: Killing Harmony (PS4, Vita)
  • Osiris: New Dawn (PC, PS4, Xbox One)
  • Seasons of Heaven (Switch)
  • Fe (PC, PS4, Xbox One)
  • Sea of Solitude (PC)
  • Days Gone (PS4)
  • Dark and Light – Steam Early Access (PC)
  • Injustice 2 (PS4, Xbox One)
  • Phantom Dust Remaster (Xbox One)
  • Tokyo 42 (PC, PS4, Xbox One)
  • The Last of Us Part 2 (PS4)
  • God of War (PS4)
  • Spider-Man game from Insomniac (PS4)
  • Metal Gear Survive (PC, PS4, Xbox One)
  • Fallout 4 VR (HTC Vive)
  • Doom VR (HTC Vive)
  • Quake Champions (PC)
  • Vampyr (PC, PS4, Xbox One)
  • Raiders of the Broken Planet (PC, PS4)
  • Prey (PC, PS4, Xbox One)
  • Kingdom Come: Deliverance (PC, PS4)
  • Sundered (PC, PS4)
  • Dragon Quest 11 (3DS, Switch, PS4)
  • The Legend of Zelda: Breath of the Wild (Wii U, Switch)
  • Red Dead Redemption 2 (PS4, Xbox One)

Total de jogos restantes previstos até final de 2017 sem data definida

PS Vita – 3
3DS – 1
Wii U – 1
Switch – 4
PC – 57
Xbox One – 29
PS4 – 61, PSVR – 2

Totais globais

PS Vita – 5
3DS – 2
Wii U – 2
Switch – 5+ jogos de lançamento
PC – 110
Xbox One – 71
PS4 – 121, PSVR – 3

Apesar de a lista em causa certamente estar incompleta, o seu conteúdo mostra uma realidade que, perante as novas políticas da Microsoft, se tem vindo a tornar clara. O PC, especialmente agora que tem direito aos jogos Xbox, tornou-se numa máquina a não ignorar para os videojogos, não só possuindo uma oferta superior à da consola Xbox, como a liberdade de periféricos e suporte VR o tornam desde já uma escolha primária.

Nota de última hora: Segundos antes de o artigo entrar online pudemos constatar que títulos como Phantom Dust Remaster e Crackdown 3 estão referidos na lista como saindo exclusivamente para a Xbox One, e como tal nas nossas contas foram apenas contabilizados para a Xbox. No entanto tal não corresponde à verdade e os mesmos foram confirmados igualmente para o Windows 10. O primeiro por comunicado oficial da Microsoft, e o segundo pelos criadores do jogo. No entretanto, Scalebound, foi confirmado como estando cancelado

Da mesma forma, Space Hulk: Deathwing  encontra-se indicado como exclusivo consola, o que também não corresponde à verdade, como podemos ver na página oficial do jogo. E isso quer dizer que a lista está em erro, e as contas contam com 2 títulos a menos no PC, face à Xbox One! No entanto, a esses totais haveria que se retirar um jogo quer ao PC, quer à Xbox One, pelo cancelamento de Scalebound

Infelizmente, com estas correcções, isso significa que, do conteúdo existente nesta lista (que recorde-se pode ser incompleta), a Xbox One conta apenas com 2 (Dois) títulos que não estarão disponíveis no PC, Injustice 2 e Red Dead Redemption 2! Já o PC conta com mais de 50 títulos, muitos deles em comum com a PS4, que não estarão disponíveis para a One. Note-se porém que, pelo historial da Rockstar, Red Ded Redemption 2 certamente aparecerá para PC, apenas sairá mais tarde e já não apanhará 2017! E o primeiro Injustice, apesar de ter saído tardiamente, também apareceu no PC, com os produtores a colocarem igualmente a hipótese de este jogo vir a sair para PC.

Chamamos também a atenção para os casos de Verdun e Conan Exiles que aparecem igualmente na lista com aparentes indicações de exclusividade para a consola Xbox, mas chamamos a atenção que a situação é apenas ilusória pois estes sairão igualmente para PC. Aliás Verdun está já disponível no PC e Conan Exiles, se for olhado com atenção, está na lista indicado duas vezes com a versão PC na lista de Janeiro e a versão Xbox a aparecer na lista do segundo trimestre do ano!

Porque não pretendiamos alterar uma lista que não foi da nossa criação, e estando o artigo prestes a entrar online, optamos por esta nota em vez de corrigir a lista.

Com mais ou menos erros, e podendo existir jogos aqui não indicados que possam vir a ser exclusivos da Xbox One, o panorama geral para 2017, no seu global, não se deve alterar muito, com a aposta dos produtores e da própria Microsoft no PC a ser cada vez mais evidente a cada ano que passa.

Fonte: Growngaming

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (31)

  1. Mário, não tem os games de realidade virtual que sairão para o PC?

    • Como disse, a lista poderá e deverá estar incompleta. Até porque para PC há muita coisa, muita de qualidade, que é lançada fora destes circuitos oficiais, incluindo jogos Free 2 play e outros.
      Não sei exactamente o que a lista inclui, e por isso mesmo não lhe quis mexer. Como referi, a lista não foi feita por mim!

  2. Outro dia eu debatia sobre a realide do conteudo exclusivo do One para 2017 em diante, e respeitando as opiniões contrárias as minhas eu neste artigo pude ver que as coisas estão piores que eu esperava, PS4 reina absoluto em conteudo multi e exclusivo para este ano e próximo talvez, o One hj em termos de conteudo é menos atrativo que o PC o que mostra a desacelereação da Microsoft em servir seu console atual, isso pode ser um indicativo de que alguns projetos passaram para o Scorpio e não serão lançados no One (este pode vir a ser descontinuado) assim como aconteceu quando o One foi anunciado, a partir dai a Microsoft moveu todos os projetos em andamento para a nova plataforma, jogos como ryse, killer, max e talvez até o forza 5 tiveram seus desenvolvimentos iniciados no X360, em 2017 começamos a ver um cenário muito parecido, não que o One não vá receber jogos, mas em comparação com o seu concorrente está perdendo de lavada, em comparação com PC está perdendo também, tudo isso pode ser apenas uma visão preciptada mas, quem sabe a Microsoft não vai vir com um console de nova geração mesmo, o CEO da 343 já disse que o console é mais forte do que esperado ¨(6TF) e agora essa redução no suporte vem a assustar os clientes da marca, Vamos ver o que vem pela frente.

    O ano começou tem 11 dias e já começa a ficar clara a estratégia da Microsoft, pelo menos pra mim, posso estar errado, posso, mas creio que vem nova geração mesmo.

    • Fora o que foi apontado ontem que nos últimos meses a maioria das notícias da MS são sobre o Scorpio, notícias do One praticamente só retrocompatibilidade, ou seja, muito foco no Scorpio e pouco no One.

    • Não teve redução nenhuma no suporte, todos os anos foram a mesma coisa desde o começo da geração.
      Sabe por que você não percebe, por que 95% dos jogos exclusivos que são lançados no PS4 beiram a irrelevância para nós do Ocidente e consumidores de games AAA, enquanto o Xbox One com menos jogos tem sempre um período de títulos mais contundentes.
      Esse ano de 2017 pode ser o melhor em jogos AAA do PS4, mas apenas pode, estão em sua grande maioria sem data.

      • Aí é que esta o problema, pois sempre generaliza que o Ocidente não gosta de jogos do OrFiente e que só compra jogos AAA.

        Há muitos jogos de baixo orçamento que são tão bons ou melbores que muitos AAA, já dei exemplo do Rocket League, esse mês gostei de jogar o This war is Mine, um jogo de baixo orçamento, simples e que prendeu a minha atenção. Deveriam parar com esse preconceito com os indies so porque possuem um orçamento baixo.

        Sobre a irrelevância dos jogos orientais acho estranho esse posicionamento, pois o Brasil possui a maior colonia de japoneses e há muitos adolescentes brasileiros(sem descendência oriental) que são fascinados por essa cultura, comprando revistas, musicas, videos e até games. Não é a toa que um dos maiores eventos que acontece anualmente em Fortaleza é o Sana Fest que a cada ano lota o Centro de Convenções, um dos melhores e maiores do país

  3. Elite: Dangerous foi lançado no Xbox One em 2014, está chegando no PS4 agora.

    DLC de Call of Duty infinite warfare não deve ser considerado um jogo, penso eu…

    Rime Será lançado no Xbox One também.

    Ace Combat 7 apareceu listado para Xbox One.

    Fora os exclusivos e contratos de exclusividade em consoles, muitos jogos são games para o público japonês que não faria sentido estarem no Xbox uma vez que a marca não é popular para esse público.
    Outros jogos são indies que provavelmente não passaram pela seleção do ID@Xbox que se tornou rígida na geração atual pois a Microsoft diz que a falta de uma política de controle permitiu que o Xbox 360 fosse inundado de games indies de baixa qualidade.

    No final está tudo na mesma de todos os anos. O PS4 começa o ano com trocentos exclusivos e no fim do ano 95% dos lançados são esses games para o público japonês que ninguém joga aqui no ocidente e os indies.

    Mas aí é o bastante para começarem as especulações de todo o começo de ano, O Xbox vai morrer, a microsoft vai lançar a nova geração, os projetos foram adiados para o novo console e assim estamos vivendo desde 2014.

    • Como disse Fernando, a lista tem imensos erros e não fui eu que a fiz. não querendo mexer nela. Limitei-me a contar as vezes que aparecia PS4, as vezes que aparecia One e as vezes que aparecia PC.
      E tens toda a razão no que chamas à atenção nas 3 primeiras linhas. Há lacunas para todos os lados. Basta ver que os jogos VR do PC não aparecem, e que a lista da PS4 está muito cortada face à que publicamos no dia 1.
      De resto Ace Combat 7 não está ainda confirmado na One, pelo que, nesta fase, nunca poderia aparecer.
      A parte dos jogos japoneses não interessarem a ninguem… é que são considerações tuas! Não fosse o facto de eu, Portuguesinho da Silva, ter uma conta na PSN de Hong Kong por causa dos jogos que só são lançados na Asia e que eu gosto imenso.
      Podia ter ido para a Japonesa que recebe ainda mais e mais cedo, mas como não percebo Japonês e a PSN de Hong Kong tem tudo em Inglês, fiquei-me por aí!

      • Estamos no tempo do apartheid gamer, no qual os jogos indies e japoneses não valem ser considerados bons jogos somente pela sua natureza. Triste que ainda existe esse tipo de coisa.

        • Curiosamente Inside é um jogo Indie e foi considerado por muitos o melhor jogo de 2016.

        • Não é questão de ser considerado, é questão de relevância. A Sony conhece o publico dela, a Microsoft conhece o publico dela também. os dsnvolvedores conhecem seu público também e onde eles estão. A Microsoft já tentou jogos japoneses no passado, não deu em nada. Que bom que existe um ou outro gato pingado no ocidente que gosta de games japoneses, são minoria abismal. A Sony tem um compromisso com seu público no oriente, ela tem essa demanda para atende-los.
          Os bons indies costumam pasaar na certificação do ID@XBOX. Inside dizem super bem, nunca joguei. Ori and The Blind Forest é um jogo ótimo, dos melhores de 2015.
          Tda a questão, sem desviar o foco para como eu estou enganado e na vrdade todo mundo joga os indies e adora os games japoness da Sony, é que tem gente, tipo o Netto usando do argumento de falta de suporte da Microsoft ao Xbox para justificar que o Scorpio é a nova geração.
          Falta de suporte?
          Nesses 3 anos de Xbox One 2017 deve ser o ano onde existem mais jogos confirmados desde o começo desde janeiro do que qualquer outro.
          A Microsoft geralmente deixa para revelar 2 ou 3 jogos na E3 que são lançados no mesmo ano.
          Me surpreende que alguém ache isso depois desses 3 anos onde a Sony tinha mais jogos anunciados em todos os anos e só reparam agora. Todo mes tem jogos novos no PS4, e a grande maioria são jogos de nicho ou que não mostram do que o PS4 é capaz.
          Você pode passar 364 dias do ano lançando jogos indies pixelados de plataforma que lembram games de SNES e FPS com a qualidade gráfica de Doom 64. Se no dia 365 você lançar uncharted, será lembrado apenas por isso.

          • “Que bom que existe um ou outro gato pingado no ocidente que gosta de jogos japoneses”
            “São minoria abismal”

            Final Fantasy 15
            Metal Gear Solid V
            Mario Kart 8
            DarkSouls 3 e Bloodborne

            Estes são todos jogos japoneses, e todos venderam milhões de copias, FF15 por exemplo em pouco mais de um mês vendeu mais de 6 milhões de cópias para 6 milhões de gatos pingados, é muita coisa em.

          • Outra coisa, ainda bem que jogamos jogos e não vendas, pois esse teu argumento de “venda” para aceitar que o Xone não recebe ou cancela tais jogos foi no mínimo sem rídiculo.

  4. Como os fans de PS4 generalizam!
    O Pc está mais atraente porque ainda não mudou para o PC, para a MS não vai mudar em nada se jogar no PC ou no One!
    MS deu liberdade de qual plataforma quer jogar, eu não tenho PC e nem pretendo, pra mim não vai mudar em nada!

    Engraçado enquanto muitos milhões estão jogando horas e horas com servidores cheios, meia dúzia de gato pintado ficam, chorando que não tem suporte!

    E claro geralmente essas pessoas são jogadores de youtube, ou só sabem criticar, em em oucos meses de vo ter mais gamerscore, do que muitos pseudo gamers!

    Mas é isso, enquanto uns choram por supostamente não ter jogos, outros alias 90% está jogando!

    Hater sempre existe em qualquer lugar!

  5. O mais engraçado aqui neste debate é as estatisticas que os Users usam sem qualquer dado oficial ou fundamento que os comprovem, 95% disso outro 90% daquilo, temos também os novos argumentos para aceitar a situação que são, servidor online, retro, outra coisa é que jogo bom mesmo são os Triple A os quais tem orçamentos e os quais valem falar sobre os mesmos e mais curioso é que em todo Goty de todos os anos tem aqueles joguinhos de menos de 100 mil dolares o qual é descriminado por determinados Users, tem também jogo pra japones, ué os jogos tiveram seu genesis neste pais, não mais hj temos de descriminar somente porque uma parcela de gamers fans de uma marca que não tem representatividade neste mercado, ta muito legal ver esse “damage control” que tem rolado por aqui.

    A esqueci do tal de id psn e gamertag pra provar que jogamos, kkkkk.

  6. ( Off topic) O canal francês gameblog noticiou que a Nintendo estaria comprando 100 porcento da platinum games. Será que sendo verdade, isto tem a ver com o cancelamento do exclusivo do one???

    • Tomara mesmo, lá eles vão poder fazer bons jogos vide bay2 starfox e wonderful 101.
      Esse cancelamento deve ter sido um desastre comercial para a Platinum, pra Microsoft que depende mesmo do windows 10 não faz diferença alguma, acredito que ela deve ter fica em maus lençois.

    • A ser verdade, pode ter. Mas normalmente os contratos existentes são para cumprir. A não ser que a Nintendo tenha pago à Microsoft qualquer compensação. Mas isso não é o que foi dito por Phil Spencer que afirmou que o jogo não estava a progredir na direcção desejada.
      Mas também te digo, se isso teve a ver e a Microsoft não fez força no sentido de manter o jogo, então algo está mesmo mal no interior da empresa.

    • Acredito mais na hipótese de que a Platinum quis dar um passo maior do que a perna e Scalebound era muito para o tamanho do estúdio, assim como Fable Legends foi muito para a Lionhead que teve orçamento que muito AAA não recebe.
      O orçamento do Scalebound deveria estar ficando alto demais e o trabalho sem evolução e a Microsoft não é besta. Ela não espera que um Scalebound venda 5 milhões de cópias e 2 milhões de consoles e outros hardwares. Nenhum JRPG que não tenha o nome Final Fantasy vende isso.
      Duas coisas que me fazem ter essa suspeita, o Phil Spencer dizer que não lançar o jogo foi melhor para os jogadores, nas entre linhas está dizendo que o jogo estava ruim. E a atitude do Hideki Kamiya de pedir desculpas aos fans em dizer que está surpreendido com as mensagens de apoio quando esperava ser atacado. Logo, fazendo uma meia culpa.
      Se tratando de Hideki Kamiya, se este tivesse razão, com o histórico que tem, certamente teria atacado a Microsoft.
      A Platinum não vai ser afetada, pelo menos com o público, como a Microsoft não é a queridinha da midia, as pessoas já a condenaram vilã da história.
      Entre as empresas envolvidas na indústria, provavelmente o máximo que acontecerá é que a Platinum nunca mais terá a oportunidade de tentar fazer um RPG enquanto financiada pelo dinheiro de outra companhia.

      • Os pontos que você citou sobre Kamiya tem sua lógica. Porém muitos acham que o problema não foi da Platinum e sim de mudança de objetivos do jogo, ou seja foi da MS, que inicialmente se mostrava ser single player e que no meio do caminho andaram a querer inserir o multiplayer. Infelizmente a verdade sobre o cancelamento poderá nem vir à tona.

        Como disse em outra resposta não gosto de RPG e não conhecia em que passos estava Scalebound, mas eu o achava promissor pelo simples fato de ser um dos jogos mais falados nos últimos meses, antes mesmo dessa notícia de cancelamento.

        • Ahh e tanto se fala que a MS deve anunciar algo grande na E3 para recuperar um pouco da imagem negativa criada pelo cancelamento e aposto que este grande anúncio pode ser uma sequência de Alan Wake.

  7. [OFF] Eita que essa semana tá agitada! Sony fecha estúdio Guerrila Cambridge.

    http://www.eurogamer.pt/articles/2017-01-12-sony-encerra-o-estudio-guerrilla-cambridge

  8. Sony fecha estúdio de Killzone, pra mim super normal coisas que acontecem no mercado!

    Mas se fosse da MS meu Deus, o que ia ter de Hater, falando de suporte, falta de respeito, falta de jogos, console morto etc!!

    Em 3,2, 1 vai ter Sonysta falando de outros estúdios para o fechamento desse, ou qualquer coisa parecida, afinal o vento sempre voa para um lado e a tempestade para outro!

    • Não colega, ninguém aqui vai ficar de demage control por isso não, é uma coisa ruim um estúdio ser fechado, assim como fui ruim o jogo ter caído cancelado.

      • Ena calma la… O que foi fechado foi uma subsidiária da Guerrila! Um ramo! O Gerrila Cambridge! Não foi a Gerrila!
        Este ramo nada tem a ver com Killzone ou Horizon. E sempre esteve ligado a jogos de segundo plano.

  9. No caso do Scalebound, tb me cheira que a MS fez o certo! Sou muito fã da platinum, mas eles não vem acertando a um bom tempo, vide tartarugas ninja e star fox

  10. Bom dia!
    Mario
    Sou nova no site e andei dando uma pesquisada em alguns post antigos e cheguei uma conclusão.
    • Vejo que você é bem técnico e fala sobre o assunto e pesquisa muito bem antes de dar alguma informação , acho isso extremamente valido visto que existe muita sujeira de informações em vários portais.
    • Observo que alguns temas se gera uma console Wars desnecessário, porem não pude deixar de observar alguns usuários que não ultilizam o mesmo peso e mesma medida para um fabricante e outro.
    • Por exemplo, o candelamento deste jogo da MS alguns sites fizeram a empresa uma vila sem a necessidade disso e eu acompanho alguns grandes portais de games e vejo que existe uma torcida idiota para que a empresa se afunde .
    • Assim como a NT/Sony cancelam jogos e natural se um projeto não esta no padrão que foi exigido e não se adequa ao nicho de mercado do produto e certo sim o seu cancelamento e explicações como foi da pelo PHill SP.
    • Gosto pessoal a parte e claro que sempre sera validado em opiniões isto e obvio porem alguns poucos usuários aqui extrapolam em comparações e falácias sem sentido, simplesmente para justificar sua compra.
    • Acredito que MS devera mostrar algo legal nesta E3 pois o cancelamento de um jogo que criou um hype e grave e deve ser compensado por algo grande e legal.
    • Aos usuários que aqui se fazem valer de suas opiniões vamos ser menos críticos com uma so empresa e ser mais realistas pois não é este mundo que vivemos e nem estas empresas.
    • Obrigada

Os comentarios estao fechados.