Vendas de Battlefront II estão abaixo do antecipado

A revolta contra o jogo parece ter surtido efeitos, e as vendas de Battlefront ficaram abaixo daquilo que se esperava.

 

As vendas de Battlefront parecem estar a mostrar o desagrado dos fans, e as vendas no Reino Unido demonstram-no, com as vendas a ficarem 50% abaixo dos valores esperados (nota às 15:50 de 21/11: novas fontes estão a apontar para 60%). Esse foi um valor que foi conhecido dado que as expectativas de venda dos retalhistas tinham sido reveladas à revista GamesIndustry.biz no mês passado.

Naturalmente que a relação causa efeito não pode ser efectuada assim de forma tão leviana, mas as comparações, essas são inevitáveis.

As vendas digitais devem ter compensado parte desta queda (pelo menos olhando para a performance de outros jogos este ano, essa é uma expectativa), mas seja como for, olhando para as vendas digitais da EA, isso certamente não será suficiente para compensar as quebras.

Neste momento, 55% das vendas de Battlefront II’s foram na PS4, 44% na Xbox One e 1% no PC (PC é o principal mercado digital).

Nesse sentido o Battlefront II só chegou a nº 2 (em unidades, porque em receita chegou a nº 1).

 



Posts Relacionados

Readers Comments (2)

  1. O tombo foi grande, mais poderia ser maior ainda…
    ———————————-
    “…Na última sexta-feira, data de lançamento do famigerado jogo, as ações da Electronic Arts registraram baixas de 2.5%. No acumulado do mês, o preços dos papéis da companhia ja caíram cerca de 7%…”

    Ainda hoje já começam com mais controle de danos com “especialistas” a dizer que os jogos são demasiados baratos, e é isso que está a virar a indústria, quando estes tipos começarem a dividir o mercado ainda mais, aí sim não teremos mais força alguma…

    “…Evan Wingren disse que os videojogos não são demasiado caros, contrapondo que na realidade são até baratos se os compararmos a outras formas de entretenimento. O analista remata ainda que a reacção da comunidade às microtransacções de Star Wars: Battlefront 2 é exagerada.

    “Os jogos não são demasiado caros, são demasiado baratos (e nós somos jogadores). Esta saga tem sido a tempestade perfeita porque envolve a EA, Star Wars, o Reddit e certos jornalistas de videojogos que são puristas e não gostam das microtransacções.”

    “Se recuares e olhares para os dados, uma hora de um videojogo ainda é uma das formas mais baratas de entretenimento. Uma análise quantitativa mostra que as editoras de videojogos estão a cobrar barato aos jogadores e deviam provavelmente aumentar os preços.”

Os comentarios estao fechados.