Xbox One X terá certificação 2.1. Mas tal não significa que o seu HDMI seja 2.1.

Tal como prometido a Xbox One X irá ter suporte freesync/Vrr, algo que só ocorrerá após uma certificação HDMI 2.1. Mas quer isso dizer que o HDMI da Xbox One é efectivamente 2.1?

Explicamos em tempo que o HDMI 2.1 trará uma série de novidades face ao atual 2.0b, sendo que a maior delas será o aumento da largura de banda dos atuais 18 Gbps para os 48 Gbps.

Como também já demos a conhecer anteriormente muitas das novidades do HDMI 2.1 são software, e poderão ser ser implementadas nos actuais HDMI 2.0b, bastante para isso implementar o novo software nos mesmos e requerer a certificação HDMI 2.1.

Isso quer dizer que as novas características do HDMI 2.1 implementadas, entre os quais o Freesync e o VRR, um HDMI 2.0b adaptado é para todos os efeitos um HDMI 2.1.,apenas ficará limitado a nível da resolução que pode apresentar, pois o HDMI 2.0, mesmo o 2.0b, não pode aumentar a sua largura de banda. Para tal seria necessário novo hardware!



Esta foi uma explicação dada neste artigo.

Dado que nada leva a acreditar que a Scorpio possua um HDMI 2.1, uma vez que as especificações finais deste ainda não foram terminadas, o coerente é que o seu HDMI, anunciado atualmente como 2.0b sofra as referidas alterações no seu firmware para acréscimo das novas capacidades, mas não é credível que este HDMI seja um tipo de protótipo do 2.1 e como tal não deverá ter qualquer acréscimo de largura de banda.

Esta é assim uma actualização que qualquer outro hardware 2.0b pode igualmente levar. Por exemplo, a PS4 Pro da Sony! E como tal não vem comprovar de forma alguma que o HDMI da Xbox One X seja 2.1.

Após esta explicação que achamos relevante ser dada, fica então a notícia de algo que já se sabia vir a acontecer uma vez que a Microsoft anunciou desde sempre o suporte ao Freesync e VRR na sua Xbox One X: A Scorpio será submetida à certificação HDMI 2.1 assim que tal for possível. E tal é dito por Mike Ibarra.



Posts Relacionados

Readers Comments (21)

  1. Mario caso seja possível seria interessante uma matéria a falar da demo de Forza 7 que saiu recentemente e nos comparativos que estão sendo feitos entre a versão Xone e PC, já estou com a mesma em mãos e impressionado como melhoraram o AA em relação a Forza 5 então acredito que estes lançamentos anuais tem contribuído muito para aperfeiçoamento da Engine.

    • Forza 7 está um patamar acima, a versão Xbox One original está muito bem feita, parabéns a Turn 10, de longe a jóia da coroa da Microsoft..

      http://www.eurogamer.pt/articles/digitalfoundry-2017-forza-motorsport-7-demo-comparacao

    • Teria de sacar ambas para ver. Não prometo nada pois ando super atrapalhado com trabalho nesta altura.
      Não posso fazer mais do que dizer que vou tentar ver… mas sem promessas.

    • Esse jogo já era lindo no 6 (versão que eu tive)…
      Nos vídeos está muito bacana embora parecido, deve estar melhor a questão do clima dinâmico…
      No Scorpio a 4k deve estar de cair o queixo.

      • Joguei a demo no One e em relação ao FM6 nota-se logo que a qualidade gráfica é melhor até do que o Forza Horizon 3.

        Agora sobre o clima dinâmico foi o que ao meu ver desapontou, pois o dinâmico funciona da seguinte maneira: se a corrida vai ter chuva então começa com tempo nublado, começa a chover e depois acaba em um clima um pouco nublado. Outra coisa que notei na demo, a chuva sempre começa no mesmo setor. Se a corrida começa com sol ficará assim até o final.

        Gostaria de um clima dinâmico ao qual começa com sol e de uma hora para outra começa a chover e depois volta o sol novamente. Se na vida real essas alterações abruptas acontecem porque não simular isto também?

        Entretanto é só uma demo, mas uma demo de um jogo já finalizado, o que acho que o clima dinâmico não mudará nada para a versão completa(espero estar errado).

        • Interessante. Como vi pelo YouTube não dá pra dizer muito sobre a questão gráfica.
          Sobre esse clima que você descreveu me parece uma tímida mudança, que já ajuda, mas que pode até não ir tão longe pra não queimar munição pro próximo… Vai saber.
          Pensei que era mais aleatório pelo que tinha ouvido.

          • Permitam-me uma correção:

            Estava a jogar novamente a Demo e a chuva não começa no mesmo setor e sim sempre no mesmo tempo, fiz mais 3 testes, um em corrida na qual começou no mesmo setor e outras 2 parando o carro logo na largada e pelo que vi a chuva começa em torno de 50 segundos.

            Então onde digo que a chuva começa no mesmo setor na verdade ela começa sempre no mesmo tempo.

        • O clima é dinâmico, não maluco.
          Em Forza, a chuva tem um propósito, não é estética e não serve apenas para embassar a câmera como no driveclub.
          Na vida real, o dia chuvoso é nublado, e quando a chuva acaba continua nublado.
          A não ser que a corrida esteja ocorrendo em Interlagos no auge do verão de São Paulo, provavelmente um dos unicos lugares do mundo onde o tempo é louco o bastante para vir uma chuva torrencial apos um calor de 35 graus, seguido de uma nova abertura de sol, dificilmente um jogo de corrida que tenha por norma a simulação terá algo desse tipo.
          Até porque na Alemanha, o local da pista com chuva da demo, o clima não é tropical.

          • O clima não é dinâmico em Forza 7. O clima e mesmo a hora do dia são, isso sim, pré programados.. Começa a chover e/ou escurece quando chegas a uma parte da pista e vai sempre chover e escurecer quando lá chegas.
            Em driveclub a chuva não é meramente estética e afecta a manobrabilidade do carro e visualmente, o realismo da chuva de Driveclub continua sem paralelo em nenhum jogo, sendo que a única critica que lhe faço tem a ver com as intensidades das chuvadas.

          • Nem sempre amigo, há de acontecer chuvas fortes e do nada o sol aparece firme e forte.

            Se é simulação então pode estar previsto para tudo.

            E outra, antes de comentar fui também jogar Driveclub e embora o jogo seja um misto arcade e simulador a chuva lá não é só estética e influencia, embora pouco, o modo de dirigir.

            Por isso que é bom ter os 2 sistemas para poder opinar com mais certeza.

          • Um outro ponto, há corridas na Europa que chove, dá uma pausa e começa a chover novamente.

            No demo de FM7 começa a chover aos 50 segundos, pára uns 2, 3 minutos depois(nessa parte não decorei o tempo que a chuva encerra) e pronto, não chove mais mesmo que você deixe seu carro parado na pista.

          • João Magalhães 5 de Outubro de 2017 @ 0:43

            Fernando.A chuva de Driveclub não é somente estética…Ela altera radicalmente a digiribilidade,assim como a iluminação dinâmica afeta a visibilidade.Fica a dica,antes de passar desinformação.

  2. Forza por si só já dispensa comentários, o 7 está soberbo.
    Para aqueles que achavam que a versão do One viria capado por causa do X aí está a resposta.
    O que muda é a qualidade gráfica superior. Um primor.

    • Vendo o vídeo da análise da DF entre Xbox One e PC no máximo só da pra perceber diferenças praticamente com a imagem parada e com zoom.
      Sendo assim, o X não vai ver o meu dinheiro tão cedo, não vale a pena investir nele, nu
      HD externo e uma TV 4K.

  3. Off topic:

    Controle do Xbox 360 sendo usado pela marinha americana em submarinos de última geração.

    https://youtu.be/JLJPGuOwLXo

    ?

  4. [OFF] E para aquele que praticamente zombou do Mário sobre ele ter falado que RoTB no XOX não tinha campo de profundidade em relação ao Pro, olha o que a DF postou:
    http://www.eurogamer.pt/articles/digitalfoundry-2017-rise-of-the-tomb-raider-analise-xbox-one-x-completa

Os comentarios estao fechados.