Cara Sony… retirar jogos da PSN+ percebe-se… mas sem nada a compensar?

0 0 votes
Avalie o nosso artigo

A Sony tinha anunciado que a PS3 e a PSVita iriam de deixar de ter direito a ofertas de jogos no PSN+. E isso percebeu-se dada a idade das consolas! Agora a realidade é que quando uma mensalidade dava direito a jogos para todas as consolas, perder quatro jogos e não ver nada a melhorar na oferta restante é algo que não agrada.

A realidade é só uma! Com um pagamento de uma anuidade do PSN+ até ao momento, um cliente como eu, tinha direito a um total de 6 jogos por mês! 2 para a PS Vita, 2 para a PS3 e 2 para a PS4! E usasse a oferta ou não, a realidade é que ela estava lá!

Ora faz agora mais ou menos um ano, a Sony anunciou que a PS3 e a PS Vita iriam deixar de ter suporte no PSN+, e isso até se percebeu! As consolas estavam em final de vida, e como tal, não havia verdadeiramente justificação para que a Sony investisse recursos em jogos para as mesmas! E nesse sentido, até porque tal certamente significaria um maior investimento nos jogos PS4, tal não era visto com maus olhos!

Mas eis que chega o primeiro mês de ofertas sem as duas consolas acima referidas, e o que se vê???

Bem, algo tão simples como isto: Os jogos PS3 e os PS Vita desapareceram! E isso é tudo! Não há qualquer aumento da oferta em número dos jogos PS4 (nem um indiezito), e nem sequer há qualquer melhoria significativa no valor do que se mantêm ofertado. Nada!



Na realidade, há novidades! Nada que tenha aparecido especificamente este mês, mas que foi sendo introduzida. O armazenamento na Cloud da Sony aumentou o espaço de 10 para 100 GB! Mas convenhamos… será que isso compensa a remoção dos jogos? Será que essa oferta é algo que interessa da mesma forma? Claro que não!

Diga-se aliás que o aumento da capacidade de armazenamento na Cloud nem sequer pode ser visto como uma oferta. Ele era uma necessidade! Não é com serviços mancos e incapazes que a Sony pode esperar concorrer com a concorrência, e este aumento tem de ser visto mais como uma necessidade, do que uma real benesse, apesar de, claro, ambas as coisas estarem, neste caso, intimamente associadas!

O que se pode dizer é que, caso a coisa se mantenha, e numa alteração ao que existia, o PSN+ se tornou um investimento bem pior do que o Live Gold onde ainda se oferecem 4 jogos por mês.



error: Conteúdo protegido