Dice promete um Battlefield 2021 em escala épica e destruição como nunca vista… ou talvez não!

5 4 votes
Avalie o nosso artigo

A promessa era de algo revolucionário e nunca antes visto. Mas agora a Dice anuncia que o jogo tambem sairá nas consolas da geração anterior, o que coloca em causa todas as promessas realizadas.

Pois é… a Dice prometia libertar o poder da nova geração com um jogo com uma escala épica, destruição como nunca antes visto, e momentos inesperados. algo que a nova geração permitiria!

E podemos concluir isto pelas próprias palavras da Dice que referia ” “trazido à vida com o poder na próxima geração de consolas e PCs”.

Daí que as expectativas eram grandes… um jogo a finalmente usar os CPUs Zen 2 poderia realmente cumprir com todas as promessas feitas.

Mas eis que agora a Dice vem anunciar algo que surge como completamente inesperado: Que o jogo sairá igualmente para as PS4 e Xbox One.



Basicamente esta revelação, pelo menos na parte que me toca, torna as palavras da Dice em pouco mais do que mero Marketing. Salvo diferenças radicais entre as versões, com jogos distintos para ambas, uma versão Cross Gen do jogo atira as potencialidades do jogo para os limites impostos pelo Jaguar… e consequentemente, estaremos longe de ver o real potencial das novas consolas. Porque afinal o jogo deverá ser, quando muito, “melhorado com o podem da próxima geração de consolas e PCs”, mas a parte do “trazido à vida”… essa parece ter “ido à vida”!

Esta é assim um anuncio que me retira o grande interesse que tinha no jogo, pelo menos até ver o que separa as versões das duas gerações.

E vocês? O que acharam deste comunicado?

 



5 4 votes
Avalie o nosso artigo
8 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Fernando Molina
Fernando Molina
5 meses atrás

Infelizmente pra quem ainda não conseguiu entrar na nova geração, já passou da hora do XOne e do PS4 serem esquecidos nesses novos lançamentos, comprei o Resident Evil Village pra jogar no Series X e testei no XOne fat e o game está feio demais nesse console, é claramente demais pra um sistema que já vai completar seus 8 anos,porém dá pra entender as produtoras que querem continuar com o cross-gen pela falta de estoque das novas máquinas, situação complicada

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Fernando Molina
5 meses atrás

Concordo. E ainda acho que se não é pra explorar o novo hardware era melhor nem ter lançado

Marco Antonio Brasil
5 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Eu ainda não entrei na nova geração. Mas sou a favor do fim dos jogos crossgen, ao menos para os grandes lançamentos.
Mas analisando o mercado e o comportamento das publishers até agora eu não espero jogos feitos para a nova geração antes do segundo semestre de 2022, quiçá 2023.
Curiosamente aconteceu com o BF a mesma coisa que com Village, não iria sair no Xone/PS4 porque o jogo seria “revolucionário” e no fim das contas era tudo conversa fiada kkkk.
Entendo a questão financeira e mercadológica, mas acho que também está faltando um pouquinho de ousadia às desenvolvedoras.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
5 meses atrás

Que banho de água fria. Espero que os crossgen acabem o quanto antes, quero ver a indústria avançar o máximo possível e pra ontem, não me importa se não tenho o console ainda, a tecnologia tem de avançar

Deto
Deto
5 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Se for um PORT para a geração passada feita por estúdio terceirizado, está ótimo.

Ter versão da geração passada não quer dizer limitado pela geração passada

Veremos se esse vai ser o caso do BF e do Horizon Forbidden West

Marco Antonio Brasil
Responder a  Deto
5 meses atrás

Sim, essa seria uma ótima solução.

Natanael
Natanael
5 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Concordo em partes,Battlefield 4 foi lançado pra o PS3 e PS4 em um cenário bem próximo do atual,na época as vendas de consoles next gen estavam boas e mesmo assim foi lançado pra ambas gerações com downgrade absurdo pelo menos no quesito gráficos,não acho que ainda é tempo de abondonar a geração antiga por mais que queira muito,os novos consoles estão em falta no mundo todo e apostar o jogo da magnitude de Battlefield só pra poucos milhões de consoles vendidos é burrice,torço pra o jogo ser inovador tecnologicamente nos novos consoles e deixe um gostinho de (preciso comprar um ps5/série) nos consoles da geração passada

Julio Santos
Julio Santos
5 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Se tivesse uma boa oferta de consoles a vender no varejo acho que a transição séria mais rápida. As empresas não vão querer largar o osso tão rápido. Pessoalmente acho uma pena, estou ansioso para ver grandes produções de jogos nos consoles atuais e PCs.

error: Conteúdo protegido