Huawey bate recordes e ultrapassa a Apple.

0 0 votes
Avalie o nosso artigo

Em 2018 a Huawey vendeu 200 milhões de smartphones, fixando-se como o segundo maior fabricante mundial de smartphones.

Se tens acompanhado as notícias, saberás que os últimos meses não têm sido exactamente fáceis para a Huawei. A empresa está acusada de espionagem para o governo Chinês, e vários países estão a insistir em remover esta empresa como fornecedora de equipamentos.

Mas mesmo assim, a Huawey usou 2018 para se impor no mercado dos smartphones, vindo anunciar que bateu os seus anteriores máximos, ao colocar 200 milhões de smartphones no mercado em 2018.

O crescimento da Huawey nos últimos anos tem vindo a ser notável, e em 2018 passou do terceiro para o segundo lugar dos maiores fabricantes do mundo, relegando a Apple para o terceiro lugar.
Vendor2Q18 Shipments2Q18 Market Share2Q17 Shipments2Q17 Market ShareYear-Over-Year Change
1. Samsung71.520.9%79.822.9%-10.4%
2. Huawei54.215.8%38.511.0%40.9%
3. Apple41.312.1%41.011.8%0.7%
4. Xiaomi31.99.3%21.46.2%48.8%
5. OPPO29.48.6%28.08.0%5.1%
Others113.733.2%139.540.1%-18.5%
Total342.0100.0%348.2100.0%-1.8%
Source: IDC Worldwide Quarterly Mobile Phone Tracker, July 31, 2018

Basicamente a Huawey teve uma crescimento de 40,9% na sua quota de mercado, um valor só superado pela Xiaomi que também se aproxima agora da Apple.

A Huawey aposta numa gama completa de produtos, e não só topos de gama, apesar de o seu P20 ter vendido 16 milhões de unidades, e o seu novo Mate 20 Pro, talvez o melhor smartphone actualmente no mercado, vendeu 5 milhões.



Na gama média é de se registar a venda de 65 milhões de unidades com a série Nova a liderar as vendas.

Veremos se em 2019 a marca consegue manter os valores e afirmar-se efectivamente no segundo lugar.



error: Conteúdo protegido