A boa programação de Forza Horizon 2

Sinceramente tenho ficado fascinado com o que se tem lido sobre alguma da programação actual. E curiosamente tem vindo a ser Drive Club e Forza Horizon, dois jogos de carros que mais tem revelado uma excelente programação.

ForzaHorizon2

Lembram-se de um artigo que mostrava a qualidade e a atenção do pormenor criada usando leis de física reais e colocado em Driveclub?

Pois bem, não é o único. Forza Horizon também desce para 30 fps por bons motivos. A excelente programação e atenção ao detalhe ali colocada.

Eis alguns pormenores que foram revelado e que fascinam, mostrando imensas semelhanças com o jogo da consola concorrente:

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Já vimos os efeitos de tempo em acção em Forza Horizon 2. Este será um sistema completamente dinâmico, e que não será “fingido”. Há toda uma simulação de efeitos atmosféricos real.

A equipa explica que no jogo o ceu não é azul porque a equipa assim o pintou de azul, seja definindo uma cor ou colocando uma textura. Tal como na realidade, o céu é azul porque é essa a cor que aparece no ceu devido à forma como a luz se separa no ar quando interage com as partículas de água. E tal como na realidade essa física existe e esses cálculos são quem fornece a cor ao céu.  Dessa forma a cor do céu muda de acordo com vários factores ajustando-se à realidade climática de forma dinâmica.

Com as condições correctas, o jogo chega mesmo a criar arco-iris. Mas mais uma vez tal não é aleatório, mas acontece quando, tal como na realidade, as condições para o seu aparecimento estão presentes.

Com programação como esta, e sabendo-se que esta equipa soube optimizar o seu motor às realidades da Xbox One… os jogos prometem!

Fonte: Examiner

Publicidade

Posts Relacionados