A primeira demonstração do que será a próxima geração foi mostrada. É o Unreal Engine 5, e a correr… numa PS5.

É a primeira verdadeira demonstração das potencialidades da nova geração. E é demonstrada numa PS5.

Nova geração… muito mais do que meramente resolução. E após verem o que a Unreal usou para demonstrar a nova geração e a sua nova versão do seu motor… perceberão o porque!

WOW.



222 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
bruno
bruno
6 meses atrás

Ja se sabe a quanta resolucao e a quantos fps isto esta a correr?

Tb estou curioso para saber se Death Stranding/HZD acabara na Epic Games Store.

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  bruno
6 meses atrás

@bruno segundo a DF esta a correr em 1440p a 30fps.

By-mission
By-mission
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Eles só sabem que é resolução dinâmica, porque a Epic lhes disse…

“…Penwarden também confirma que o sistema de acumulação temporal visto no Unreal Engine 4 – que essencialmente adiciona detalhes de quadros anteriores para aumentar a resolução no quadro atual – também é usado no UE5 e nesta demonstração. A transparência aqui da Epic é impressionante. Passamos muito tempo analisando uma série de capturas de tela PNG descompactadas de 3840 x 2160 fornecidas pela empresa. Eles desafiam a contagem de pixels, com a resolução como uma métrica praticamente sem sentido, por exemplo, para um filme em Blu-ray. Mas a acumulação temporal faz muito mais pelo UE5 do que apenas anti-aliasing ou reconstrução de imagem – ela sustenta o sistema Lumen GI…”

By-mission
By-mission
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Além da resolução a quantidade de poligonos é insana!

“…Que tipo de nível de detalhe estamos falando aqui? A demo ‘Lumen na Terra de Nanite’ inclui um close de uma estátua construída com 33 milhões de triângulos com texturas de 8K. É exibido com a máxima fidelidade dentro da cena, sem a necessidade de informações do desenvolvedor. Passando para a próxima sala, a demo nos impressiona com quase 500 dessas estátuas no lugar (485 para ser mais preciso), todas exibidas na mesma qualidade máxima. São 16 bilhões de triângulos no total, funcionando perfeitamente na cena. Parece impossível, mas o que a nova geração oferece são as ferramentas para oferecer uma visão de renderização antiga que parecia inatingível – até agora. Juntamente com outros meios de comunicação, fomos pré-informados pela Epic Games e tivemos a chance de fazer perguntas ao CEO Tim “Sweeney, ao CTO Kim Libreri e ao vice-presidente de engenharia, Nick Penwarden…

Shin
Shin
Responder a  By-mission
6 meses atrás

16 bilhões de triângulos significa que é feito para o PS5 rodando a 2GHz, 2x4x2=16 bi poly cull.

Este é o desempenho medio do PS5 em tessellation.

Shin
Shin
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Sempre irá exibir a máxima de polymesh que o hardware é capaz de exibir, a solução não pode extrapolar as limitações do hardware, apenas manter elas mais próxima do seu desempenho máximo.

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

E uma demo que demonstra bem a importancia do SSD sobretudo naquilo que a DF referiu no video e no que nos ja dissemos: o LOD que e brutal. Quando a personagem comeca a voar tu basicamente vez o cenarios sem problemas de carregamento, virtualmente. E neste aspeto as consolas deixarao os PCs atras.

E nao tem nada a haver com o GPU (tem, em parte, claro) mas so e possivel com o SSD e com o carregar de quantidades absurdas de informcao.

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  bruno
6 meses atrás

Você realmente acredita que era o SSD que estava fazendo a diferença nisso que foi mostrado e não a combinação de transferência rápida, memória RAM e GPU, que inclusive limitou o que foi mostrado a 1440p?

nETTo
nETTo
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Engraçado é que pessoas com predileção pelo Xbox tem de todos os modos tentado diminuir a gameplay demo da Epic.

Kkkk

Se o PS5 foi capaz, em algum nível seja acima ou abaixo o XSX também é. Essa necessidade de se incomodar quando falam bem do PlayStation está ficando ridícula.

Livio
Livio
Responder a  nETTo
6 meses atrás

Vai lá na eurogamer, o que tem de fã do Xbox chateado pq a tech demo não foi no XSX

Marcos
Marcos
Responder a  nETTo
6 meses atrás

mas isso não foi gameplay

bruno
bruno
Responder a  Marcos
6 meses atrás

Pelo contrario, ate foi mais alem do que o gameplay, dado que podias controlar a demo com a PS5.

nETTo
nETTo
Responder a  Marcos
6 meses atrás

A Epic diz que a Demo é jogavel.

De onde tu tirou que não tem gameplay lá?

Shin
Shin
Responder a  nETTo
6 meses atrás

Tudo isso vai está no XSX de alguma forma, lembro que alguém tinha publicado algo sobre micropolygon no Twitter. Os recursos da UE5 tbm serão usados em futuros jogos XSX. A diferença é mínima.

A Sony tem apenas vantagem em jogos exclusivos onde ela pode mascarar loadings, criar entrada instantânea, suspender vários jogos para acesso instantâneo, e Streamar virtual texture com leitura constante. Devemos lembrar que ainda existe um espaço finito e cada Mega Atlas pode ser tão pesado que uma área pode ocupar 20GB.

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Ela vem do disco, onde é transferida para a Memória RAM e processada pela GPU. O SSD sozinho não fez nada.

bruno
bruno
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

O SSD sozinho alimenta RAM e GPU. O SSD sozinho tem tacxa de transferencia tao grande que poupa na memoria RAM e permite ao GPU processar aquele nivel de detalhe com imenso LOD, enquanto navegas pelo cenario de form quase instantanea.

E so isso que o SSD faz.

Shin
Shin
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Na verdade o que usa e noise procedural e ele é mais eficaz que as texturas displacement virtual.comment image

Shin
Shin
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

O SSD permite que todas as etapas vistas no gameplay estivesse ligadas. Sem SSD isso ai ficaria como se fosse Half Life, com loadings.

Seria necessário 32GB de memória GDDR6 pra replicar o que o PS5 está fazendo. Do ponto de vista da magnitude seria melhor 32GB que o SSD, mas o SSD não serve apenas para ampliar o número de componentes requisitados pela GPU, ele serve para que este seja um fluxo contínuo por todo o game então a solução da Sony acaba sendo a que mais agrega melhorias.

João Magalhães
João Magalhães
Responder a  Shin
6 meses atrás

Shin,e o que aconteceria com um SSD com a metade da performance do PS5?Quais os cortes?

Shin
Shin
Responder a  João Magalhães
6 meses atrás

Com metade da perfomance diminui pra metade a taxa de bitmap na memória. Pense em um sistema de vídeo, se você quer 8K de vídeo você precisa de uma taxa de byte rate compatível com o formato ou, usar um formato mais comprimido que entregue o mesmo só que pior. Lembra que logo quando a Sony revelou o SSD do PS5 apareceu um engenheiro de software no Twitter dizendo que a Microsoft tinha um formato de compactação de textura melhor? É bem isso que ocorre, se você não tem a Specs, você comprime e faz o mesmo só que pior.

bruno
bruno
Responder a  Shin
6 meses atrás

E como chegaste a esse valor?

Deto
Deto
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

acho curiosa a diferença de postura.

“sonystas”: SX vai ter mais resolução, ~20% mais

“caixistas”: SSD não faz nada.

custa aceitar a realidade?

provável que os texturas vão ter metade da qualidade e nem vai dar tanta diferença assim no SX, e qual a dificuldade de admitir que o PS5 é melhor nisso?

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Como ja suspeitava. Curioso para ver o artigo Mário…

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Também estou curioso! Já se sabia que a Ps5 tinha mais pistas que a concorrente, 12 comparativamente a 4. Como também a velocidade era 2x superior.
Não nos podes dar um cheirinho do que se trata? 😉

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Pois, é uma situação um bocado complicada. Porque não invalida que o SSD da ps5 também tenha algo equivalente ou igual.

Shin
Shin
Responder a  bruno
6 meses atrás

Isso pode ser feito em um sistema com HDD, só vai precisar de mais memória reserva para diminuir requisições ao disco. A parte final que nos lembra do SSD do PS5 e sua capacidade de ligar sessões enormes de cenário de maneira instantânea sem comprometer a velocidade.

bruno
bruno
Responder a  Shin
6 meses atrás

Será que pode Shin? De quanta memória falamos?

Shin
Shin
Responder a  bruno
6 meses atrás

Se os games estão rodando em sistemas de 16GB significa que a renderização não custa mais de 12GB, portanto mesmo uma GPU de 16GB, pode disponibilizar 4GB extra de texture cache, onde ambas tanto Nvidia como AMD possui soluções para enfileirar textura. Então o que ocorre e que você precisará de mais memória principal, uns 32GB, para o sistema fazer a pré leitura.

Mesmo assim você ainda vai precisar de um big loading inicial coisa que o PS5 com certeza vai camuflar.

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Mário eu concordo com tudo o que vc disse, com essa qualidade para mim os 4k são totalmente dispensáveis

Marcos
Marcos
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Agora imagina se fosse o XBOX rodando a 1440P 30fps…IMAGINA…

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Eu nem quero imaginar o próximo God of war….
Ainda por cima a lutar contra o Thor!

Livio
Livio
Responder a  AlexandreR
6 meses atrás

Se eu não tivesse zerado dias atrás eu iria te agradecer

Shin
Shin
Responder a  AlexandreR
6 meses atrás

Já foi revelado

Raising of Kratos embora seja um Prequel do atual GOW ele roda no que sempre foi o Setup de nova gen.
https://youtu.be/i176OFFGvV4

bruno
bruno
Responder a  Shin
6 meses atrás

O que é suposto este vídeo revelar?

Marcos
Marcos
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Mário esqueceram de Hellblade 2??
Vc viu como a mídia fez com AC Valhalla??
Até chamar a microsoft de mentirosa chamaram.
Falaram que ela voltou atrás no que disse após Aaron Greenberg
falar que o xbox tinha como padrão 60fps más o desenvolvedor tinha liberdade de fazer da forma dele.
Sempre tive todas as plataformas possíveis.
Más é notório como fazem para desmerecer o XBOX.
A microsoft vem fazendo tudo certo atualmente.

nETTo
nETTo
Responder a  Marcos
6 meses atrás

Mas aí tu está distorcendo as coisas

A Microsoft marketeou o Inside Xbox como o primeiro vislumbre de GAMEPLAY de nova geração no XSX. Passado o Inside todos ficaram perplexos pois não teve nem gameplay e muito menos gráficos nextgen.

Quanto ao Aeron Green, se me lembre bem a Eurogamer noticiou no dia 8 e nas palavras dele “4K60fps serão o padrão, mas podemos ir até os 120fps”. Daí veio o Inside, vimos que Assassins Valhala tem aspecto gráfico dessa geração e ficamos a saber que não rodava a 60fps no XSX, logo, no dia seguinte lá vem o Sr Aeron desdizer o que havia dito, colocando a responsa agora nos devs.

Exposto tudo, a Microsoft deu 2 tiros no Pé quase em sequência, e hj a Epic veio e deu mais um tiro no pé da Microsoft mostrando um Demo gameplay nextgen no PS5.

Sobre Hellblade 2, basta dizer a palavra TEASER

Se souberes do que se trata, terminarmos por aqui.

Só mais uma coisa, o TEASER de Hellblade 2 rodava a 70% de 4K nativos e 80% de 30fps, ou seja, nem 4K 30fps era, não tinha gameplay algum, rodava In-Engine, foi dito que em tempo real na nova máquina, mas vai saber né

Shin
Shin
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

100% dos jogos PS5 terá;
– ou Resolução Dinâmica
– Framerate variável
– ambos

A razão é o Clock variável.

Shin
Shin
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Clock da GPU do PS5 é variável e você sabe disso, ninguém pode assumir um renderizador fixo com a GPU variando clock, ou escolhe-se o menor denominador que no caso foi os 2GHz ou simplesmente deixe a renderização correr solta como ocorre nos PCs. Portanto o jeito de fixar framerate é usando DSR.

nETTo
nETTo
Responder a  Marcos
6 meses atrás

Ó kkk tô dizendo kkkkk

O que tem o XSX haver com a Demo da Epic?

Os jogos apresentados no XSX até o momento em sua maioria rodará a 4K60fps, com gráficos da velha geração e alguns com graficos de PS3(PS2 pra alguns). Ainda sim é um feito e tanto.

A Demo gameplay de hj é sobre a nova geração, do que se pode esperar dos novos consoles. Rodar em sub 4K 30fps está de bom tamanho visto que o Teaser de Hellblade 2, veja bem TEASER, nem gameplay era, rodava In-Engine a sub 4k 24fps.

E o que eu mais vejo é caixista exaltando o TEASER de Hellblade2

Marcos
Marcos
Responder a  nETTo
6 meses atrás

Amigo os jogos apresentados do Seriex X São de geração atual com melhorias. isso foi falado no início do evento inclusive que jogos da nova geração só em julho.
Parece que vcs assistiram outra conferência.

bruno
bruno
Responder a  Marcos
6 meses atrás

Nem e preciso imaginar. Se vai rodar AC Valhalla a 4K 30 fps, provavelmente terminara a rodar esta nas mesmas condicoes da PS5.

Shin
Shin
Responder a  bruno
6 meses atrás

Não. PS5 será resolução dinâmica com 30fps setados.

Shin
Shin
Responder a  Marcos
6 meses atrás

O PS5 pode rodar a mesma qualidade do demo a 2160p30 o demo foi feito a 1440p para garantir desempenho.

Pra 2160p o PS5 precisa usar DDC que poderia comprometer algumas amostras dependendo do ângulo.

Lucas
Lucas
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Sim é bem bonito mas o preço foi bem alto e olha que nem usaram ray tracing, gostaria de ver como essa mesma demo ficaria no Series X, sera que chegaria a 4k?

Marcos
Marcos
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Cara na boa!
Eu trabalho com 3d de animação a cenários e não fala isso.
Respeito muito vc pelo seu conhecimento e vc sabe que o RT muda demais o visual do game.
Lembro que quando comecei a renderizar em RT as vezes levava horas para fazer uma cena e ficava imaginando isso em jogos.
Pensava que nunca seria capaz de ver rodando em Full Time.

Fernando Molina
Fernando Molina
6 meses atrás

Agora sim, imagino um Gears 6 rodando nessa engine, PQP

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  Fernando Molina
6 meses atrás

Vamos ser realistas, Gears 6 estará em busca de 60fps, usará algum tipo de ray tracing e terá vários inimigos na tela com comandos de baixa latência. Espere esses gráficos para o Hellblade 2 por que é esse tipo de jogo, mas não para o Gears.

nETTo
nETTo
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

Por falar em Hellblade 2, o TEASER rodava em sub 4k 24fps

Mas assim como a Demo gameplay de hj, serve pra termos um vislumbre da próxima geração

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  nETTo
6 meses atrás

Não serve pra nada pra falar a verdade, não é realista, nem isso de hoje, nem o Hellblade 2. Qualquer coisa com essa qualidade visual será extremamente limitada e um exemplo de recursos empregues nos lugares errados.

Marcos
Marcos
Responder a  nETTo
6 meses atrás

Entenda pq isso!
cinemática pré-renderizada.
A microsoft fez um video de apresentação. Apenas isso!

Daniel Torres
Daniel Torres
6 meses atrás

Eu fiquei sem palavras com essa demonstração, e quando o produtor falou sobre os modelos das estátuas serem importados diretamente do zbrush e cada uma tem milhões de polígonos fiquei de boca aberta.

Depois dessa apresentação a nova geração me parece bem melhor kkkkk.

Uma dúvida na digital foundry falaram que ela esta correndo a 1440p a 30fps, alguém saberia dizer se seria possível manter essa qualidade usando ao invés do lumen o ray tracing?

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

What????????????????????????

Foi sério Mário? A diferença não é brutal?

LOL, eu queria saber o que você falaria se fosse o Xbox SX que tivesse deficiência para o RT e não o PS5.

nETTo
nETTo
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Kkk

Eu lembro das teses do Fernando que o PS4 tinha problemas com jogos de mundo aberto, isso lá em 2014.

Essa tese deve ser a de 2021 em diante kkk

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  nETTo
6 meses atrás

Me relembra esse asssunto por que eu nunca disse que o PS4 tinha problemas com jogos de mundo aberto. Fale mais sobre isso.

nETTo
nETTo
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

Vc se baseava em jogos com má performance como Assassins Unity e The Witcher 3.

Dizia que diferente do Xbox One o Ps4 não aguentava jogos do tipo, que jogos tipo infamous só eram bonitos daquela forma porque haviam poucos NPCs no jogo e coisitas mais

Deto
Deto
Responder a  nETTo
6 meses atrás

isso me lembro a narrativa do “mundo aberto deserto”

Era isso que eles diziam do PS4, que tudo era deserto e não tinha NPC.

Não sei se foi o fernando que falou isso, pq nem estava ai… Mas em outros foruns era uma narrativa dos fãs do xbox.

curioso que no mundo todo o papo é o mesmo, assim como era o clock fake bla bla bla

nETTo
nETTo
Responder a  Daniel Torres
6 meses atrás

São 486 estátuas nessa cena

Todas hyper detalhadas

Daniel Cardoso
Daniel Cardoso
6 meses atrás

Agora sim isto tem cara de nova geração, vi o trailer em 4k, e o que posso apurar é que isto é uma evolução do que se tem atualmente, mas muito longe de ser uma revolução… Mas é aquilo que você Mário tem sempre falado nos seus posts últimamente, a maior revolução vai ser o SSD, o que mais chama a vista é os detalhes das texturas das paredes, a luz as partículas etc, o SSD vai proporcionar fazer todas essas coisas e muito mais com muita fluidez.

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Não processa mesmo, e nisso a demo ficou devendo, não teve nenhum tipo de interação, não teve combate, não teve IA envolvida, não foi nenhum demonstrativo de mundo aberto, não teve 60fps, não teve RT e ficou limitado em 1440p.
Uma bela tech demo direcionada aos fans de gráficos, igual o trailer do Hellblade 2.

bruno
bruno
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

Nao deves ter visto o mesmo video que eu. Nao deves ter visto as pedras a ciar realisticamente no chao sem desaparecerem. Nao deves ter visto os enxames de insectos e morcegos com consciencia individual, nao deves ter visto a personagem a escalar o penhasco e a forma como se movia, e muito menos deves ter visto a parte de animacoes contextuais quando a personagem atravessa a porta.

Mas a verdade e que ha pessoas que escolhem o que ver e o que nao ver.

Daniel Cardoso
Daniel Cardoso
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Eu acho que me expressei mal, o que queria dizer era a renderização de cenário.

Marco Antonio Brasil
6 meses atrás

Simplesmente sensacional! Imagino quando teremos jogos nextgen com esse visual.

Marcos
Marcos
6 meses atrás

Não caio mais nessa.
Não vi grandes diferenças a não ser A Global I e ambiente O aprimorados.
Sem Ray tracing.
Até hoje espero jogos com gráficos de SAMARITAN da UE3

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Um jogo onde não aconteceu nada, não teve IA, não teve combate, não teve interação com objetos, não é mundo aberto. É um corredor com belas vistas e uma ótima fotogrametria. Um belo exemplo de recursos técnicos gastados de forma direcionada para impressionar visualmente.
Esse exemplo é bastante “Unreal”.

bruno
bruno
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

Nao teve IA? Escapou-te a parte dos enxames que tem consciencia de cada elemento individual e do espaco onde estao? Do movimento da personagem adaptado a realidade do cenario?

Eles indicam e falam nisto no video!

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
6 meses atrás

Boa tarde Mário.

A tech demo em si foi bastante impressionante. Agora a parte onde o personagem voa sobre o cenário, com incríveis detalhes de texturas, mostra claramente a que veio o SSD. Atualização rápida, mantendo uma qualidade de ambientação impressionante.

nETTo
nETTo
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Acho que ela é impossível no XSX neste nível de detalhes visto que seu SSD só tem 50% da performance do SSD do PS5

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Alias, parte das tecnologias presentes nesta demo, a MS ja as indicou no primeiro trailer da Series X. Vejam o que ocorre quando a onde de luz atravessa as rochas e se nao vai de encontro a tecnologia revelada nesta demo.

O XsX tem o ser hardware e nao sabemos quais as perdas e quais os ganhos. Sabemos somente que e diferente e que a RAM aparenta ser menos eficiente – chave para o “aparenta”.

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  nETTo
6 meses atrás

Menos amigo, bem menos, nao se empolga tanto assim…

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Essa coisa de tal pessoa gosta ou nao da Microsoft é papo de fanboy, coisa que eu nao sou, errou o Fernando hein Mario

Edson
Edson
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

E não gosta msm! Mas, quanto ao hardware do ps5, ele disse a verdade!rsrsrsrs

nETTo
nETTo
Responder a  Fernando Molina
6 meses atrás

Kkk ok

By-mission
By-mission
6 meses atrás

“…Com algum nível de decepção após a revelação da jogabilidade do Xbox Series X da semana passada – que parecia não apresentar a Série X ou realmente muito na maneira de jogar -, havia alguma preocupação com o futuro dos jogos de última geração: para que até que ponto os novos consoles dariam um salto dramático sobre os jogos que jogamos hoje? A demonstração tecnológica do Unreal Engine 5 (na PlayStation 5) nos dá uma resposta enfática – um novo nível de detalhe e fidelidade que nunca vimos antes – e, aparentemente, há muito mais por vir…”

Trevisan
Trevisan
6 meses atrás

Lembrei de TOMB RAIDER nesta demo. Muito bacana. Que venha logo esta próxima geração !!!

Rui
Rui
6 meses atrás

E3 2005 a epic teve uma apresentação personalizada para a ps3, em 2013 na apresentação tiveram uma versão modificada do ue4 para a ps4 e agora para a ps5 o ue5.

A epic e a sony aparentemente dao se bem, paragon exclusivo ps4 por ex.

E o tim sweeny nunca gostou muito da Microsoft.

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  Rui
6 meses atrás

E a Microsoft é a empresa que mais contribui para o desenvolvimento do Unreal Engine com a Coalition, vai entender.

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Estou mencionando sobre o Tim Sweeny não gostar da empresa que é o maior cliente dele. Ele já demonstrou várias vezes não se dar bem com a MS, acho que deve ter ficado alguma rusga pelo Gears of War.

bruno
bruno
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

A Microsoft e a empresa que mais contribui? Coitados entao da Rocksteady…. nao deve ter contribuido em nada. Ou a Dontnod. Ou a Ubisoft ou a 2K que ate publicaram muitos mais jogos com o motor que a MS alguma vez o fez.

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_Unreal_Engine_games

Deto
Deto
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

EPIC escolheu a Sony, pela contribuição dela no projeto do hardware, para apresentar a UE5.

sim, quem mais deve ter contribuido com a EPIC foi a Sony, sabe como? escutando a EPIC no projeto do PS5.

a EPIC não precisa de contribuição de software da MS ou Sony, ela precisa ser escutada no desenvolvimento do hardware.

nETTo
nETTo
Responder a  Rui
6 meses atrás

Só fizeram umas das 3 principais franquias do Xbox, eles não devem gostar mesmo

bruno
bruno
6 meses atrás

Ok, este video esta melhor e mais completo. Esta demo e completamete jogavel e mesmo os efeitos sao controlaveis, incluindo a iluminacao:

https://www.youtube.com/watch?v=ON9McY8OsjE

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
6 meses atrás

1440p, 30fps, sem Ray Tracing. Isso é decepcionante para nova geração. Com RT a diferença do que foi mostrado, principalmente na iluminação dentro da caverna seria como a diferença da água pro vinho, e 30fps é algo que não deveria ser deixado de lado. Esse tipo de visual com um cenário 100% estático deveria estar em 30fps somente se utilizasse RT ou 4k Nativos, os visuais bonitos podem mascarar o quanto o essa apresentação não está demonstrando nada do que é a nova geração, apenas uma fotogrametria bonita em um ambiente super limitado.

By-mission
By-mission
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Ele já sabe de tudo Mário!
Bom mesmo é o gameplay do Inside Xbox…..

nETTo
nETTo
Responder a  By-mission
6 meses atrás

Kkkkk
Fernando ativou novamente o modo fã de Xbox

Esperem pelos próximos anos kkk

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Vi, importante notar que o gameplay acontece até uma parte, a partir do salto da caverna não é mais gameplay. Não vi nada durante esse gameplay que me mostre como minha experiência de nova geração será impactada além de gráficos. Eu tenho certeza que as cutscenes da nova geração serão ótimas, mas eu não vi um jogo real sendo jogado, vi algo que eu poderia fazer com uma mão no controle e outra no balde de pipocas.

Se quiser ver mais ou saber mais, a epic explica:

https://www.youtube.com/watch?v=d8B1LNrBpqc

By-mission
By-mission
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Parem com isso os dois, se não ficam sob moderação…
Não pera 😝

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Claro que sim… ate ser exclusivo temporario Xbox, ai ja passa a ser jogaco!

Lucas Diogo
Lucas Diogo
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

Foi confirmado que a partir do salto que não é gameplay?

By-mission
By-mission
Responder a  Lucas Diogo
6 meses atrás

Ele está aziado… O próprio pessoal da Epic já esmiuçou o Digital Foundry, lê lá a matéria completa!

https://www.eurogamer.net/articles/digitalfoundry-2020-this-is-next-gen-unreal-engine-running-on-playstation-5

Lucas Diogo
Lucas Diogo
Responder a  By-mission
6 meses atrás

Eu sei, só estava a perguntar para saber de onde é que ele tira
a informação que não é gameplay sendo que ele nem sequer tem certeza do que fala. Só de ver os posts dele já se vê que ele não sabe do que fala e se não for a falar bem da Xbox então é tudo mau. Essa atitude dele irrita-me.

bruno
bruno
Responder a  Lucas Diogo
6 meses atrás

Nao. E nao ha nada que permita dizer isso, pelo contrario, tendo em conta que a personagem se desvia de obstaculos ate aponta em sentido contrario.

Isto e uma techdemo,

bruno
bruno
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

A parte da personagem a desviar-se de obstaculos enquanto navega do ar, tb te faz crer que nao e gameplay?

bruno
bruno
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

A parte de 16 mil milhoes de poligonos deve-te ter passado completamente ao lado…

Pelos vistos gostarias do Vampire Bloodlines, desde que tenha Ray tracing e Minecraft 4K com Raytracing entao deve-te encher as medidas.

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
6 meses atrás

Impressionado com os que caem nas tech demos da Epic ainda. Se voltar uns 7 anos no tempo, você vai ver que nem os gráficos da demo infiltrator foram alcançados pelos jogos em tempo real, e agora o pessoal acha que isso são os gráficos da nova geração?
É totalmente irrealista. ME lembra aquelas tech demos do inicio do PS4, Dark Sorcerer, Deep Down…

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Jogável até um momento x, a partir disse é só cutscene.

bruno
bruno
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

Sim, ate ao momento em que aterra em frente do portal. Tens razao… grande vigarice da parte deles!

nETTo
nETTo
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Batman Arkhan Night já é superior a Demo Infiltrator, em um mundo aberto por sinal

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  nETTo
6 meses atrás

Batman não é nem comparado a demo infiltrator, acho que você quis dizer sobre a demo Samaritan de 2011. A demo infiltrator é essa:

https://www.youtube.com/watch?v=3EJC1edU3Y4

Não consegui achar um vídeo com compressão de imagem menos agressiva.

bruno
bruno
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

Correto. Mas Final Fantasy VII remake, ja pode ser comparado… e nao se aguenta nada mal:

https://www.youtube.com/watch?v=bHe8rPZzPRE

E essa demo ja foi esmagada por um jogo em tempo real…

Death Stranding:

https://www.youtube.com/watch?v=Jdz6QgI_8PE

bruno
bruno
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

Jogaste Detroit? Joga e depois vem cair em cima de Dark Sorcerer.

Jogaste God of War?

Eu acredito que nao, porque para isso precisarias de uma PS4.

E como digo, muita gente nem comecao por ter nocao do nivel de qualidade que a PS ja entregou.

Rui
Rui
6 meses atrás

Vi agora o video no telemóvel e fazendo esta ressalva, nao achei nada de fenomenal, ou eu estou demasiado exigente ou essa tech demo nao era nada de especial, ja vi techdemos mais apelativas.

A do infiltrator na altura fiquei impressionado, e o killzone na e3 2005, entre outras, esta fez me lembrar um tomb raider mais polido.

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
Responder a  Rui
6 meses atrás

Assisti em 4K na TV com HDR, É bonito mas tem vários poréns, e aí fico extremamente incomodado com o excesso de hipérbole que está ocorrendo por aqui por um único motivo, tem o nome PS5 associado a essa demo, só isso.
Não é exemplo de algo que eu espero como gameplay da nova geração, não tem RT, limitado a 30fps, a animação das pedras e dos morcegos as vezes parece estar até com frame rate menor que os 30 frames da demo. A reconstrução temporal é agressiva, os objetos a distância em 4K parecem muito granulados. A Água na canela da personagem é muito a geração atual. O modelo da personagem não parece nova geração, cabelo, texturas de pele são muito atuais. A parte dentro do templo, ou caverna, quando tenta mostrar a iluminação me lembrou muito a geração atual. As texturas são bonitas, e a parte que eu acho realmente impressionante é o que foi mostrado em forma de custscene, que seria a transição rápida pelo mapa sem loadings, mas não foi mostrado em gameplay jogável.
As texturas 8K são só um desperdício de recursos e provavelmente não serão utilizadas nos jogos, 4K já dão qualidade bacana.
Em 2020 a ponto de entrar na nova geração, eu teria ficado impressionado se o que tivesse sido mostrado fosse 4K pelo menos. 1440p 30fps, aceitaria se pelo menos utilizasse Ray Tracing.

bruno
bruno
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

Que tu afirmas que e curtcene. E que nao e cutscene.

E nao e excesso de hiperbole. Tens 16 mil milhoes de poligonos em cena.

Tu nao tens esse nivel de detalhe em mais lado nenhum. E nao so texturas. Tens muito mais que texturas.

De resto concordo. A agua, o detalhe da personagem foram as duas unicas coisas off. A personagem nao esta muito melhor do que se faz atualmente. Mesmo o lenco em volta do pescoco e os enxames ja a Sony o conseguiu em UC3.

Mas a palavra chave aqui e que estes enxames de insectos estao cientes da geometria que o rodeia e estao cientes um dos outros.

Se reparars nos mesmos efeitos em outros titulos como Plague ou UC3 eles travessam paredes e atravessam-se uns aos outros. Um pequeno detalhe, mas um detalhe que nem por isso deixa de ser importante.

nETTo
nETTo
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

Percebo uma coisa lendo o seu relato e a matéria da DF sobre a Demo.

Falam de coisas diferentes, a DF só tece elogios a Demo, diz “Isso sim é Nextgen”, fala bem da reconstrução temporal, fala bem da geometria e texturas em 8K, de streaming de dados e benéficios do SSD, o qual eles dizem ser “O deus dos SSD”.

Mas dai venho aqui, e vejo criticando tudo, absolutamente tudo, sem base técnica alguma, apenas porque sim, “porque não gostei”, porque pra mim deveria ser de outra forma.

Quanta indignação.

Parece que vc tem pré conceitos Fernando, mas quem é mais antigo sabe bem porque.

Rafael
Rafael
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

Fernando, acredito que nem PC consegue rodar em 4K 60FPS com essa qualidade. Acho que você está exigindo muito de um console. E não adianta falar que um PC faria isso se você tiver que comprar um i7 com 32GB de RAM e uma RTX2080TI
Este vídeo é sensacional. Não faço ideia se a nova geração vai apresentar gráficos deste nível em gameplay, pois estamos falando de uma demo, que apesar de sensacional, foi feita para impressionar…
Esse vídeo serviu pra aumentar ainda mais minha ansiedade pela nova geração. Espero que a Sony traga mais jogos e gameplay quando vier apresentar o design do console.. e não fazer como a Microsoft que deu um tiro no pé com esses jogos bem meia boca. Tem hardware e condições de ser até melhor que a Sony.

Deto
Deto
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

pq vc citou “HDR” se o video é do youtube sem HDR?

curioso isso, parece apelo a autoridade “eu tenho TV fodona, sei do que falo”

E sim, achei ruim não ter HDR… Minha TV suporta app youtube 4k + HDR

By-mission
By-mission
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Voltando ao assunto há quem diga que a Epic está trabalhando nesta demo a mais ou menos 7 meses sendo que metade da equipe nem se refere a profissionais da indústria dos games e sim do cimena. Ao que parece a Epic escolheu a PS5 por causa da velocidade SSD, nas palavras dele não há dinheiro que compre hoje um SSD igual o da PS5.

“São necessários vários componentes diferentes para renderizar esse nível de detalhe, certo?” oferece Sweeney. “Um deles é o desempenho da GPU e a arquitetura da GPU para desenhar uma quantidade incrível de geometria que você está falando – um número muito grande de teraflops é necessário para isso. O outro é a capacidade de carregá-lo e transmiti-lo com eficiência. Um dos grandes os esforços que estão sendo feitos e estão em andamento no Unreal Engine 5 agora estão otimizando o armazenamento da próxima geração para acelerar o carregamento por múltiplos de desempenho atual.Não apenas um pouco mais rápido, mas muito mais rápido, para que você possa introduzir essa geometria e exibi-la , apesar de nem todos os ajustes e memórias, você sabe, tirar proveito das arquiteturas SSD da próxima geração e tudo mais … A Sony é pioneira aqui com a arquitetura PlayStation 5.”

“E para provar o argumento, a demo UE5 em execução no PlayStation 5 usa principalmente ativos de fidelidade retirados da biblioteca Quixel Megascans – e não as versões mais simplificadas projetadas para videogames com texturas de 8K. Liberi acrescenta: “A prova do pudim é que os ambientes da demonstração … metade da nossa equipe de meio ambiente era padrão, ambientalistas experientes na Epic e a outra metade eram novos na empresa, eles vieram da indústria cinematográfica e eles levamos o motor como um pato para a água porque não precisavam se preocupar com essa barreira ou fazer mapas normais, malhas de baixa resolução para emular melhor a alta resolução… “

nETTo
nETTo
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Jogou Days Gone?

E dezenas de jogos multiplatadormas que são feitos na UE4 e estão no PS4?

João Silva
João Silva
Responder a  nETTo
6 meses atrás

Sim nETTo por isso eu disse exclusivos pelo que sei os estúdios Sony não usam e DaysGone nao comprei ainda por nao gostar do gênero vou esperar uma boa promoção na casa dos 74 reais pra comprar aqui ainda está 159 reais.

Quando me referi aos multi foi isso pra saber que o que está ali pode ser ainda melhor.

bruno
bruno
Responder a  João Silva
6 meses atrás

Days Gone, e FF VII Remake

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  bruno
6 meses atrás

O problema do Days gone é mesmo a atualização. Quando meti o CD a noite, a atualização era de 34,8 Gb. E quando acordei ainda estava a atualizar e tinha passado para 47 Gb!
Eu não me importo, mas é chato! Claro que eu quero jogar o jogo sem aqueles bugs iniciais!
Mas 47 Gb, meu Deus….

bruno
bruno
Responder a  AlexandreR
6 meses atrás

Vale bem à pena. O jogo está espetacular.

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  bruno
6 meses atrás

Eu estou agora a jogar, estou no início! Eu sei que o jogo está espetacular, o problema foi mesmo os bugs quando foi lançado….
É como referi, a atualização era de 47 Gb. E tive que esperar meio dia para estar atualizado, pois quero a melhor experiência!
Mas pronto, deram me agora uma moto no jogo 🙂

nETTo
nETTo
Responder a  AlexandreR
6 meses atrás

Days Gone nos mostra que a Bend Studios tem imenso potencial dentro do PlayStation Studios, é um jogo de mundo aberto com graficos e ponta, com gameplay agradável, com grind de evolução do personagem e da moto, com narrativa no alto padrão das melhores do PlayStation. Como estão ampliando o quadro e funcionários e com a revolução que o novo console promete, o hype pra Days Gone é imenso.

Pra dos melhores jogos de 2019

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  nETTo
6 meses atrás

Foi pena ter sido lançado com Buggs. Mas é preciso analisar a realidade do estúdio.Não é um estúdio grande, o mundo aberto foi feito por 6 pessoas! Mas tem muita qualidade pelo que tenho visto. O Days gone foi um sucesso de vendas e conquistou os fãs da PlayStation!

Esperemos que o estúdio consiga crescer e que aumente a sua qualidade. A Sony poderia tentar contratar o Chinês que fez o Bright Memory Infinite e adiciona lo a um dos estúdios. (Por ex: Sony bend). Mas a pessoa de certeza que quer criar um estúdio a sua maneira….

Livio
Livio
6 meses atrás

Porquê o Fernando Medeiros tá se doendo tanto? Vou dar uma olhada nessa tech demo, pois gastei o dia a recuperar um N64, hj vai ser a primeira vez que jogarei num N64

Livio
Livio
Responder a  Livio
6 meses atrás

É uma participação tão ativa que não vejo igual quando há artigos sobre o Xbox. Até o Molina, que tem preferência pelo Xbox ficou surpreso pela demo, mas o xará dele só vê falhas, a lá texturas da Savana do Uncharted 4

nETTo
nETTo
Responder a  Livio
6 meses atrás

Bem vindo devolta a 2013

Se é que vc se lembra

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  Livio
6 meses atrás

A tech demo é realmente impressionante, nao tem como ficar botando defeito, e nessa qualidade que vi 30fps nao importa nem um pouco, porém uma coisa concordo com ele, calma lá né, já tem gente dizendo que essa tech demo com essa qualidade é impossivel no Series X, aí já é empolgacao demais kkkk

Ewertom
Ewertom
Responder a  Livio
6 meses atrás

E ai @Livio,ta gostando do N64!Qual jogo esta a jogar?Tenho o meu aqui funcionando só que parado devido não liga-lo a minha tv fhd.

Livio
Livio
Responder a  Ewertom
6 meses atrás

Testei com Mario64 (não o do site e nem sei se ele tem essa idade 😛 ), por optar em usar cartuchos originais acabei adquirindo uma versão japonesa pois a americana estava cara demais e com isso fico um pouco perdido.

Agora uma coisa eu digo, que “analógico” horrível é esse do controle do N64. Analógico entre aspas pq as informações são obtidas via sensores ópticos, da mesma forma que é feita no roll do mouse.

Estou usando em uma tv lcd de 14 polegadas e para mim a imagem tá ok

Livio
Livio
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Cuidado ao utilizar as palavras senão cai na moderação…. Ops!!

*imitando post do by-mission

By-mission
By-mission
Responder a  Livio
6 meses atrás

Valeu Livio tamo junto kkkkkk

Marco Antonio Brasil
Responder a  Livio
6 meses atrás

O N64 foi um console que eu curti demais, vários jogos marcantes! Os gráficos 3D eram sensacionais para a época. Ocarina of Time está na minha galeria de jogos históricos.

Andrio
Andrio
6 meses atrás

Mario, para um pc rodar essa demo, oq ele precisaria para subir o SSD diferenciado do ps5?

daniel
daniel
Responder a  Andrio
6 meses atrás

Também estou curioso pra saber como ficarão os jogadores de PC na nova geração. Será que muita ram + SSD tradicional ou M2 mais simples poderão substituir esses M2 ultra rápidos mantendo o desempenho?

bruno
bruno
Responder a  Andrio
6 meses atrás

A Epic disse que um PC a poderia rodar com uma RTX 2070. Mas deixou em aberto a questao do PC necessitar de um SSD.

Andrio
Andrio
Responder a  bruno
6 meses atrás

entao, é justamente sobre o SDD que eu queria saber… eu sei que graficamente o PC consegue, mas será que ele consegue por tudo aquilo em tempo real como o ps5 vez?

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
6 meses atrás

Pessoal meu problema com a demo da Epic e o alvoroço que isso tem causado é que estamos na terceira geração seguida de demos irrealistas e as pessoas ainda não aprenderam a segurar as expectativas.
Meu segundo problema é que há hipérbole com gráficos e absolutamente quase nada sobre o que realmente define uma experiência de jogo.
1440p 30fps, sério mesmo? Vamos trocar de geração com 4x mais CPUs para 30fps de novo?
Eu teria ficado muito mais empolgado com algo do tipo o gameplay irrealista do Watch Dogs de 2012 do que uma demo extremamente controlada de uma engine que só chegará em 2021 como afirmado pela Epic, e que além dos gráficos não faz nada que essa geração já não fez.
Acho que queremos o PS5 e o Xbox Series X, não o PS4 Pro 2 e o XBox One X2.

bruno
bruno
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

Onde esteve essa indignacao apos o Inside Xbox?

Onde esteve essa indignacao apos o primeiro trailer da XsX?

Porque se assim e, como aceitas a MS a nao garantir jogos next gen no lancamento, e a entregar um jogo currente gen na mesma resolucao e fps da ONE x?

Rafael
Rafael
Responder a  Fernando Medeiros
6 meses atrás

..Pelo que me lemro PS3 tbm era 30fps..

Lucas Diogo
Lucas Diogo
6 meses atrás

O que alguns não percebem é que esta demo foi feita para mostrar a renderização em tempo real e iluminação global(tem mais mas acho que estes foram os principais) e foi feita em 6 meses com metade da equipa sendo experiente e a outra metade do lado do cinema, sem experiência em jogos. Por isso não haver ray tracing, pois não tem nada haver com o que era para ser mostrado e na minha opinião se tiver de escolher entre ray tracing ou o que foi mostrado, adeus ray tracing pois para o que consome os resultados não valem a pena.
E se conseguirem evitar 4K mas tendo um visual do nível mostrado e com texturas de alta qualidade então ainda melhor. 4K é um desperdício de recursos para o que oferece e não entendo a obsessão das pessoas com 4K.

José Galvão
José Galvão
6 meses atrás

Isto sim é uma amostra da nova geração, praticamente toda a gente ficou impressionada com o que viu, menos os fanboys que não vêm ali nada de especial, o que é curioso depois de os mesmos terem ficado agradados com o que se viu no inside…esta esquisitice artificial só revela um tremenda probreza de espírito, em suma, uma azia dos diabos.

Convém não esquecer que isto é um motor multiplataforma, e já tem este nível de detalhe, agora pensem no facto de que os estúdios da Sony na sua maioria usam o seu próprio motor de jogo, altamente optimizado ao hardware da consola, imaginem o que a ICE team da Naughty Dog conseguirá fazer.

A Microsoft fala, fala, fala e o que temos é uma Sony que não diz nada porque tem “medo” a mostrar a nova geração, e com isto vou repetir mais uma vez que ou muito me engano ou na prática a PS5 vai revelar-se melhor que a XSX.

Shin
Shin
6 meses atrás

Lumen in the Land of Nanite pode ter Ray-Tracing dependendo de como se olha pra ele.

Vejamos a descrição…

“O Lumen é uma solução de iluminação global totalmente dinâmica que reage imediatamente às mudanças de cena e luz. O sistema processa inter-reflexão difusa com reflexos infinitos e reflexos especulares indiretos em ambientes enormes e detalhados, em escalas que variam de quilômetros a milímetros. Artistas e designers podem criar cenas mais dinâmicas usando o Lumen, por exemplo, alterando o ângulo do sol para a hora do dia, acendendo uma lanterna ou abrindo um buraco no teto, e a iluminação indireta será adaptada de acordo. O Lumen apaga a necessidade de aguardar o término dos feixes de lightmap e criar os UVs dos mapas de luz – uma enorme economia de tempo quando um artista pode mover uma luz dentro do Unreal Editor e a iluminação é a mesma de quando o jogo é executado no console.”

https://www.unrealengine.com/en-US/blog/a-first-look-at-unreal-engine-5

Devemos entender que Ray-Tracing Rendering é uma coisa e Ray-Tracing Shader é outra coisa bem diferente. O DXR propôs de maneira generalizada um Shader com Ray-Tracing e não Ray-Tracing Rendering. Nvidia e AMD adequaram seus Hardware a esse contexto cada um com sua prioridade.

Qualquer um pode criar um Shader Ray Tracing fora da spec DXR, e o método de processamento de dados de volume cabe a cada um tbm.

Epic já tinha adequado a UE4.7 ao método da Nvidia a 3 anos atrás, ao que parece o Lumen da UE5 leva em conta o método Radeon.

bruno
bruno
Responder a  Shin
6 meses atrás

Exacto. É preciso saber mais sobre o sistema de iluminação. Seja como for há uma secção com água e não se nota qualquer reflexo real time.

Daí parecer não ser RT.

Deto
Deto
6 meses atrás

vi o video da DF… o Alex não citou nenhuma vez o SSD, teve que ser o John para falar sobre isso.

unica coisa que o Alex falou é que “ain, vai rodar sem SSD também”

impressionante como esse cara não tem humildade para reconhecer o erro, o Leadberg admitiu que errou feito falando em “8TF” na nova geração mas esse tal alex.. nem pensar.

Deto
Deto
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

provável que qualquer coisa com 2.5GB/s de transferência REAL, o raw do SX, já vai dar conta.

o problema é que para quem dizia que “SSD só serve pra loading” e “SSD não vai mudar nada em mundo aberto”, não vi em nenhum segundo sequer uma expressão de “errei” igual o Leadberg quando falou do SX com 12TF depois do video dele falando que a nova geração iria ser “8TF”.

ele não vai admitir que falou bobagens, vai fazer uma meia culpa de “se usar textura “salvar como: igual PS2″ na U5, roda até em HD mecânico”

Problema desse cara é que ele não admite que é fanboy.

Eu quando escrevia tudo hypando coisas da Sony como HBM2, 14TF e ReRAM sempre pensava “hummm muito fanboylismo” e teve até alguns posts que eu escrevi e não enviei pq achava muito fanboylismo.

Agora Alex, esse ai nunca vai refletir na epoca da apresentação da GDC que “talvez a Sony estivesse certa e eu não quero acreditar pq meu PC que eu gosto não tem SSD igual do PS5”.

Outro exemplo disso é que já tem jornalista falando que “tem loading oculto na DEMO” da parte que passa na fenda da rocha. E o sujeito tb acha que não é fanboy do PC, “sou jornalista imparcial” mas tudo que falam que não agrada ele, aka PC master race destroi console, ele sai falando que “deve ser mentira”.

Deto
Deto
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

então está bom.

o que eles fizeram foi fazer um caminho para ser percorrido fixo ao contrário de deixar o jogador controlar.

By-mission
By-mission
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Pah… Alguém lembra do Ray Tracing por software!

“A grande maioria dos triângulos é rasterizada por software usando shaders de computação hiper otimizados, projetados especificamente para as vantagens que podemos explorar”, explica Brian Karis. “Como resultado, conseguimos deixar rasterizadores de hardware no pó nesta tarefa específica. A rasterização de software é um componente essencial do Nanite que permite alcançar o que faz. Não podemos derrotar os rasterizadores de hardware em todos os casos. portanto, usaremos o hardware quando determinarmos o caminho mais rápido. No PlayStation 5, usamos shaders primitivos para esse caminho, que é consideravelmente mais rápido do que o pipeline antigo que tínhamos antes com shaders de vértice “

Rui Teixeira
Rui Teixeira
6 meses atrás

Impressionante o que foi mostrado a correr nesta demo técnica em tempo real. Estamos a falar de dezenas de milhares de milhões de polígonos a serem iluminados com um novo sistema de iluminação global, com física e ia capaz de reconhecer o ambiente (capaz de detectar onde estão todos aqueles polígonos, ou talvez uma versão mais simplificada).
Criticam por não ter raytracing, mas, primeiro, um dos objectivos era mostrar este novo motor de iluminação, não teria sentido usar o RT.
Segundo, têm noção de quantos raios seriam necessários enviar para criar uma imagem limpa de ruído, tendo tanta geometria!? O denoiser ajuda bastate a limpar as imagens de ruído, mas não faz milgres, a imagem teria tanto ruído que nenhum denoiser seria capaz de recriar a imagem final.
Terceiro, se temos um método mais leve capaz de fazer algo igual ou parecido ao que o RT faz, para quê usar o RT que é muito mais pesado! Apenas para dizer que usa RT! Com isto o RT pode ser liberado para ser usado, por exemplo, em reflexos, as técnicas de reflexos que existem têm muitas limitações, sobre tudo na parte de refracção da luz.

É triste ver pessoal a desmerecer o que foi visto nesta demo, só porque foi mostrado a correr na consola concorrente, em vez de ficarem empolgados com o que poderá ser feito na nova geração, mundos muito mais detalhados e uma iluminação mais realista (sem necessidade de RT) em tempo real.

bruno
bruno
Responder a  Rui Teixeira
6 meses atrás

Bom comentário.

Marco Antonio Brasil
Responder a  Rui Teixeira
6 meses atrás

Excelente comentário.
Também gosto de detalhes técnicos, mas com esse nível de gráficos pouco importa resolução ou RT.

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  Rui Teixeira
6 meses atrás

Sim sim, como disse ontem com essa qualidade pouco importa resolucao ou fps, ontem realmente vimos o que esperar da proxima geracao, e os que estao falando mal só pq rodou no PS5, cobrem a Microsoft pra nao nos decepcionar novamente em Julho

nETTo
nETTo
6 meses atrás

De acordo com Sweeney “O PS5 possui uma grande quantidade de memória flash muito, muito perto do processador. É tanto que isso realmente muda fundamentalmente as vantagens e desvantagens que os jogos podem criar e transmitir. Não são apenas vários polígonos e memória. Também existem muitos polígonos sendo carregados em todos os quadros à medida que percorre o ambiente, e esse tipo de detalhe que você não nem consegue ver no mundo absolutamente não seria possível em nenhuma escala sem essas inovações feitas pela Sony”.

Livio
Livio
6 meses atrás

Tem outro link da Vimeo com mais qualidade (segundo a Eurogamer) se possível coloca como trecho do artigo substituindo o de 2 minutos da eurogamer.

https://vimeo.com/417882964

Juro que ao ver o da Eurogamer fiquei sem entender alguns comentários com áreas que não vi no vídeo, mas este de 8 minutos (Vimeo) está mais detalhado e prendeu a minha atenção.

É um excelente tech demo e espero ver esta qualidade na maioria dos jogos (pois das first party serão neste nível ou até superior) infelizmente tem gente que aponta defeito em tudo só porque não rodou no seu plástico preferido (24fps do Hellblade 2 é que está ok!)

By-mission
By-mission
Responder a  Livio
6 meses atrás

Tem uma nova análise do Digital Foundry e olha os assets da demo são mais que impressionantes…

“…Por exemplo, a estátua do guerreiro que você pode ver no templo é feita de oito peças (cabeça, tronco, braços, pernas, etc.). Cada peça tem um conjunto de três texturas (cor de base, metal / rugosidade e mapas normais para pequenos arranhões). Então, acabamos com oito conjuntos de texturas de 8K, para um total de 24 texturas de 8K para uma estátua sozinha…”
“…Que tipo de nível de detalhe estamos falando aqui? A demo ‘Lumen na Terra de Nanite’ inclui um close de uma estátua construída com 33 milhões de triângulos com texturas de 8K. É exibido com a máxima fidelidade dentro da cena, sem a necessidade de informações do desenvolvedor. Passando para a próxima sala, a demo nos impressiona com quase 500 dessas estátuas no lugar (485 para ser mais preciso), todas exibidas na mesma qualidade máxima. São 16 bilhões de triângulos no total, funcionando perfeitamente na cena…”

Marcelo Santos
Marcelo Santos
6 meses atrás

video game morreu em evolução.
Esse grafico nao surpreende ninguem.

Marcelo Araujo
Marcelo Araujo
Responder a  Marcelo Santos
6 meses atrás

Surpreendeu a muitos. Avanços que envolvem anos de trabalho em engenharia de hardware e software. Se você tivesse noção do esforço humano colocado ali não diria isto

Rodrigo Barbosa
Rodrigo Barbosa
6 meses atrás

Realmente incrível. Uma série que sempre foi uma vitrine tecnológica para o motor Unreal Engine, foi a série Gears of War. O último Gears 5 é um exemplo do que a Unreal Engine 4 é capaz de fazer. Alguém aqui já teve a oportunidade de jogar Gears 5 no Xbox One X em uma TV 4k? Eu ainda não. Mas já joguei no Xbox One S e já ficou excelente o resultado. Agora imagine no PS5.

Rodrigo Barbosa
Rodrigo Barbosa
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Qual foi para você Mário o expoente máximo de grafismo dessa geração? Para mim um jogo que é ainda melhor que Gears 5 no quesito gráfico é Red Dead Redemption 2. Um outro jogo que na minha opinião foi muito injustiçado pelas críticas, mas tem um dos melhores gráficos dessa geração é o Mass Effect: Andrômeda com a sua excelente versão do motor Frostbite.

Livio
Livio
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Na minha opinião é Horizon Zero Dawn e God of War, por mim até são semelhantes quando Kratos chega nos jardins da casa da bruxa.

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Bem, como o Rodrigo fala desta geração, acho que temos que incluir Ghost of tsushima e The last of us 2 🙂
Depois de ter visto o gameplay de hoje, vou concordar com o Bruno, estás consolas ainda tem mais para dar! A Ps5 e a Xbox SX poderiam ter sido adiadas e planeadas para lançar no final de 2021. Ghost of tsushima está uma obra de arte, acho que os jogos Third party, no final deste ano não vão chegar ao mesmo nível de grafismo, mesmo na Ps5 e Xbox SX.

Rodrigo Barbosa
Rodrigo Barbosa
Responder a  AlexandreR
6 meses atrás

Esse Ghost of Tsushima realmente está prometendo ser um expoente máximo do grafismo dessa geração.

João Magalhães
João Magalhães
6 meses atrás

Um dado interessante!

A Epic disse que cada estátua daquelas tinha uma densidade geométrica de 33 Milhões de polígonos com texturas de 8K.Na sala principal mostra quase 500 modelos com a mesma densidade gráfica,e o principal é que não seria possível caber toda essa complexidade gráfica nos 16GB GDDR6…..Então as trocas rápidas com a velocidade de Streaming do SSD foram fundamentais para atingir aquela complexidade.

Não é preciso dizer que esse vai ser o ponto forte do PS5.

Andrio
Andrio
6 meses atrás

Meus amigos, Ghost of Tsushima tem tudo pra dar certo! <3 HYPEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!

daniel
daniel
Responder a  Andrio
6 meses atrás

Parece ser um belíssimo jogo mesmo, e pela gameplay, a arte do jogo está fabulosa. De certa maneira, a Sony meio que tem o caminho livre para o marketing/divulgação do Ps5 agora, e vamos ver quais outras obras primas que virão para os próximos anos.

andrio
andrio
Responder a  daniel
6 meses atrás

Fechar a geração com 2 jogos q aparentam ser sucesso deixa a Sony em evidência. Dificilmente os clientes irão trocar de plataforma já esperando novos jogos da Sony. Acho que ela precisa fazer muita besteira para perder essa base que ela ganhou na era PS4.

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  Andrio
6 meses atrás

Realmente, parece estar espetacular, pena que terei q joga lo mais pra frente, com essa crise tive q escolher o TLOUS 2

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Fernando Molina
6 meses atrás

Fizeram uma sondagem de qual iriam escolher, e Ghost of tsushima está com 52 % (tlou 2 com 48%)

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  AlexandreR
6 meses atrás

Confesso que fiquei na duvida, mas TLOUS tá no coracao, nao tem jeito

Deto
Deto
Responder a  AlexandreR
6 meses atrás

entre o pessoal que fala de jogos no twitter/face/fóruns, deve ser isso ai mesmo de ~50% para cada

mas na parte que não acompanha jogos, eu chuto que deve ser uns 95% no last of us part 2.

de qualquer jeito, eu já vendi meu PS4 PRO para pegar o PS5 no lançamento.

mas com dolar já em 6 reais, até o fim do ano deve chegar a 7 reias, so se eu ganhar na loteria.

Rui Teixeira
Rui Teixeira
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Credo, o que é que é isto? Impressionante as coisas que se conseguem fazer com o Dreams!

andrio
andrio
Responder a  Fernando Molina
6 meses atrás

Por sorte vou conseguir jogar os 2. Mas realmente é uma escolha difícil. Mas acredito que qualquer escolha não será ruim!

Fred
Fred
6 meses atrás

Vi alguns criticando por não rodar a 4k e ser 30fps…
Mas pelo que entendi o PS5 rodou tudo na força bruta, a Epic pegou o máximo que dava pra rodar e jogou lá direto sem otimização nem nada… achei impressionante rodar a esse nível no máximo de tudo! Como sabemos bem as desenvolvedoras sempre podem otimizar um jogo com técnicas de arte, cortando uma coisa aqui e outra ali… se reduzissem por exemplo as texturas pra 4k ainda ficaria absurdamente impressionante e já ficaria mais leve! Fiquei curioso pra ver como rodaria no XSX…

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Por isso é que acredito numa ps5 pro. Será que é preciso ou necessário? Não!
Mas como há a possibilidade de lançar algo com melhor performance, vai se lançar

error: Conteúdo protegido