Análise à conferência da E3 da Microsoft

5 11 votes
Avalie o nosso artigo

Muito mudou… e a aposta da Microsoft está finalmente a colocar a marca a mexer-se!

Não hajam dúvidas que se as anteriores conferencias da Microsoft deixaram a desejar, tal se devia à falta de investimento da marca. E isso comprova-se na atual conferência, onde após palavras diversas que mostravam que a Microsoft estava “All in” nos videojogos, o resultado que vimos foi bem diferente dos anteriores.

Mas curiosamente os motivos que levaram a que a conferência fosse diferente não são os que muitos estão a pensar.

A Microsoft apresentou um total de 30 jogos, aos quais podemos acrescentar 3 DLCs.

Mas ao contrário do que muitos websites referem, anunciado que a quantidade do apresentado mostra que não se pode dizer que a Xbox não tem jogos, não foi pela quantidade que a Xbox surpreendeu. Afinal, na E3 de 2019, a Xbox apresentou 60 jogos, o dobro do aqui apresentado, e isso não alterou o cenário da consola. E diga-se que nem foi pelos 27 jogos apresentados para o Gamepass, pois na E3 2019, eles foram em número de 34.



O que leva a dizer que a Microsoft teve uma conferência como à muito não tinha, não passa pela quantidade…

Aliás diga-se que a maior parte do apresentado até foram jogos indie, e que dos 30 jogos mostrados, 20 deles são multi plataformas, e estarão igualmente disponíveis na Playstation.

O que aqui fez a real diferença foi aquilo a que, cada vez menos os fans da Xbox, tentam dar relevância, os exclusivos, e mostra de suporte à consola. Mas os fans dizem isso porque o que havia antes não era de qualidade e nem abundante, pelo que dessa forma justificavam as atitudes da marca. Mas tal nunca foi porque eles tenham perdido a relevância.

Mas na atual E3, eles estiveram presentes. Estiveram em quantidade, especialmente se somarmos os restantes que já sabemos existir e que aqui não foram repetidos, mas igualmente, em qualidade! E nem sequer vamos discutir se são os melhores jogos alguma vez apresentados, pois isso cremos ser irrelevante, e o que nos parece de importante é que a qualidade existe. E algo deste género na Xbox já não se via à algum tempo.

No global, nesta conferência foram mostrados 10 jogos que somente existirão nas plataformas da Microsoft, 9 na Xbox e PC, e 1 apenas no PC (Age of Empires IV).

E são nos 9 jogos disponíveis na consola, que percebemos o suporte, isto apesar que nem tudo na apresentação foram rosas, e nem todos estes jogos são verdadeiramente dos melhores.



Na realidade, e de uma forma um pouco mais realista, desses 9 jogos, ficamos limitados a 7, uma vez que Contraband, e The Outer Words 2 foram apresentados sem sequer terem uma previsão de data de saída. Foram basicamente aquilo que se chama de jogos de encher chouriços e jogos que apareceram por aparecer e para encher espaço!

Os restantes 7, esses sim sairão a curto e médio prazo, 5 ainda este ano, e 2 em 2022.

Vamos analisar esses 7 jogos:

Sable – O menos relevante de todos, com um aspecto que não esconde as origens (indie) e um grafismo algo fraco. Longe de ser o que mais impressiona.



Redfall

The Ascent

Starfield



Starfield merece aqui uma palavra. O jogo na realidade está previsto para 2022, mas mostrou ainda pouco ou nada. Pelo trailer, com exceção de um grafismo com qualidade, pouco ou nada se percebe do que é realmente o jogo. No entanto, o que foi mostrado conseguiu gerar algum hype, hype esse que se revela suficiente para se considerar que este jogo estará sob olho no futuro, esperando-se boas coisas dele.

Halo: Infinite

Halo, pelo menos a meu ver, falhou novamente em impressionar. Sendo Cross Gen, percebem-se as habituais limitações da geração passada ali presentes. No entanto, o que surpreendeu e renovou o interesse no jogo foi o saber-se que ele será Free to Play. Não requer Gamepass, não requer Gold… Acessível a todos com uma consola e/ou um PC… E um jogo que, sendo assim, qualquer um ficará interessado em experimentar.



Microsoft: Flight Simulator

Apresentado com o DLC Top Gun: Maverick que tenta tornar este simulador de voo mais apelativo a gamers de consolas, a realidade é que, mesmo não sendo este um real jogo, mas sim um simulador bastante completo, os cenários do jogo fascinam qualquer um, e tentam qualquer um a jogar o jogo. E sendo este um jogo altamente exigente a nível de especificações no PC, o suporte à série S/X mostra-se altamente interessante. É um dos lançamentos que mais fascina!

Forza Horizon 5



Forza Horizon 5 foi a estrela da apresentação. Apesar de ser um jogo Cross Gen, este foi dos jogos que mais impressionou graficamente (a par do Flight simulator que no entanto é next gen o ou, e com um carisma bem diferente, ao não ser um verdadeiro jogo, mas um simulador de voo realista, o que não o torna num jogo para todos). O uso de fotogrametria e um grafismo cuidado, tornam este jogo um must buy, e um jogo que, mais do que qualquer outro, pode vender consolas. Está pura e simplesmente lindo, e foi o único jogo com fator “Wow”. No entanto, peça por ser um jogo Cross Gen, pois tal mostra que o fator WOW acontece apenas no capítulo estético.

Note-se que todos os exclusivos, no total de 27 jogos, foram anunciados como estando disponíveis no Gamepas Xbox e PC no dia 1. O jogo Age of Empires IV, exclusivo PC, tambem estará no Gamepass PC no dia 1. Curiosamente,

O “All on” da Microsoft, no que toca a suporte, certamente alterou o panorama de seca do passado, e o futuro parece diferente. Pena é que para tal tenha de existir um “All in”, e não apenas uma Microsoft concorrencial.

Os pontos menos bons

Apesar de tudo tivemos aqui 29 novos jogos para a consola, dos quais 22 são Cross Gen, e 2o são multi plataforma. Todos estes jogos estarão no PC, sendo que este até é quem mais jogos possui, pois um dos jogos apresentados é exclusivo seu (30 jogos). Deste global de 30, 15 sairão este ano, 10 em 2022, e os restantes 5 nem sequer possuem ainda data. Dos exclusivos de nova geração, com data já fixa, apenas temos dois, um para este ano e o outro para o final do próximo, sendo que no entanto podemos adicionar um terceiro, que não tendo uma data fixa, está previsto para o verão de 2022. Apesar da quantidade de exclusivos Next gen que já é conhecida na consola, a entrega ainda está muito, muito longe. Resumidamente, apesar de um panorama global diferente, as coisas para as novas consolas da Microsoft não vão mudar muito para já, e o suporte conhecido para os dois próximos anos é ainda escasso, reduzindo-se a 3 jogos, basicamente pouco mais de metade do que a concorrência disponibilizou em 7 meses.

No global o que mais faltou na conferencia foi um jogo com o parâmetro WOW completo… Um “showstopper” que seja igualmente exclusivo de nova geração e que venda as novas consolas! Um daqueles jogos que impressiona ao ponto de não se falar de outra coisa, que marca, que define o que possa ser a nova geração. Esse tipo de jogos parece ainda estar reservado às apresentações da Sony que, no entanto, nem sempre tambem os possui. Mas a realidade é que com um Ratchet and Clank de nova geração já cá fora, e que impressiona qualquer um que o jogue pelos efeitos que temos no ecrã, e apenas possíveis na nova geração, à Microsoft faltou-lhe um jogo assim. E nem mesmo o fabuloso Forza Horizon 5, com os seus visuais fabulosos baseados em fotogrametria e consequentemente e obrigatoriamente impressionantes, acabam por ser realmente isso pois ao ser um jogo Cross Gen, é fácil de perceber que estaremos perante o Forza de sempre, apesar de uma cara mais bonita e bem lavada, algo que as novas consolas fazem melhor, mas não algo que apenas seria possível nas novas consolas. No entanto que fique mesmo assim claro que o jogo deixou tudo e todos de boca aberta e a espumar.



E bastaria isso para dizermos que algo mudou… e ao contrário dos outros anos, mostrou-se menos, mas algo com um pouco mais de qualidade, e acima de tudo algo verdadeiramente desejável. A um ponto em que a apresentação terá sido das que melhores impressões nos deixou nos últimos anos.

Não se pode porém deixar de constatar que tal se deveu à Bethesda… sem ela, a apresentação teria basicamente sido mais uma vez, quase desprovida de conteúdo. Os 7 mil milhões apareceram aqui, mas tal mostra uma outra realidade: Que a Microsoft entrou na nova geração não preparada e, mais uma vez, relativamente vazia, uma vez que pouco tem dos seus estúdios, e o que tem está bastante atrasado. E não fora a Bethesda a salvar o dia, esta E3 teria sido mais um fiasco. Talvez por isso, e por a Bethesda não ser plenamente dependente da Microsoft, o nome das duas apareceu conjugado no título da apresentação.

No global, a apresentação conseguiu aquilo que mais se pretende de algo assim. Criar hype junto dos fans, e diga-se que se não fosse a aposta tão forte no Gamepass, que nos coloca as dúvidas que todos sabem termos, não teríamos problemas em dizer que a Microsoft estava num caminho que, apesar de ainda não ser o melhor possível, pelo menos se aproxima de algo que já não víamos ser trilhado à algum tempo.



5 11 votes
Avalie o nosso artigo
63 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Felipe Horvath
Felipe Horvath
4 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Tirando Forza Horizon 5 , não tenho o mínimo interesse no resto.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Felipe Horvath
4 meses atrás

Digo o mesmo, só FH5 pra mim também. O resto segue mais ou menos o que eu imaginava que viesse, um monte de jogos sem muito apelo pro GP.
Eu realmente achei Halo horrível o que apresentaram, é como se a franquia tivesse sido jogada pra escanteio. Lembro lá no início o lançamento de um Halo era importante, agora está aí esse completo whatever, além de os gráficos estarem muito aquém.

É, parece que posso esquecer de vez essa plataforma, assim como já esqueci a Nintendo. O melhor a fazer é conseguir uma GPU quando achar alguma por um preço razoável, espetar no PC básico que já tenho aqui e jogar o Forza. O console está totalmente dispensável.

Felipe Horvath
Felipe Horvath
Responder a  Carlos Zidane
4 meses atrás

Pior eu , que comprei essa bomba desse series X e agora tá guardado no armário. Dinheiro jogado na lata do lixo.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Felipe Horvath
4 meses atrás

😳
Bom, dá pra conseguir uma grana nele ainda no mercado livre, imagino

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  Carlos Zidane
4 meses atrás

Cara, dá pra vender ele com lucro ainda, sem zuera, já ofereceram 5200 no meu

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Fernando Molina
4 meses atrás

Falando nisso, eu estou em dúvida, compro o PS5 agora por esse preço absurdo que estão pedindo, ou espero baixar, mas pode ser que suba é mais, aí lascou, ano que vem tem eleições e dependendo de quem ganhar, aqui pode virar uma Argentina, aí esquece

Está complicado

Atualmente na internet vejo muita gente falando em GTX 750Ti (aquelas da Aliexpress) e Xbox 360 pra jogar CxB em 2021… Caraca

Felipe Horvath
Felipe Horvath
Responder a  Carlos Zidane
4 meses atrás

Cara , acho que você devia ficar de olho nos estoques que chegam nas lojas , o ps5 chega com bastante frequência. Não precisa pagar mais do que o preço oficial.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Felipe Horvath
4 meses atrás

Sim, a qualquer momento. Mas eu realmente tinha esperança de o preço baixar por qualquer motivo que fosse, 4700 é dinheiro pra caralh@ num console

Felipe Horvath
Felipe Horvath
Responder a  Carlos Zidane
4 meses atrás

Realmente é bem caro… Acho que o preço não vai baixar enquanto a escassez continuar.

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  Carlos Zidane
4 meses atrás

Não acredito que vá virar uma Argentina, e com o avanço da vacinação acredito que vá melhorar algo, espero pegar um PS5 mais pro fim do ano por uns 4 mil

Felipe Horvath
Felipe Horvath
Responder a  Mário Armão Ferreira
4 meses atrás

Não estou usando e guardei.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Felipe Horvath
4 meses atrás

Me desculpe, amigo, mas se tu tá tão insatisfeito com um console que o deixa no armário, normal você não é. Venda uai! Tem pessoas procurando o console. Te garanto que se você anunciar pelo valor que pagou, o anúncio não dirá um dia. Eu hein…

Deto
Deto
Responder a  Sparrow81
4 meses atrás

as vezes os caras se perdem… querem fazer igual os lunáticos que ficam tirando foto do PS4 ou 5 cheio de poeira e bostando na internet “ain, não tem jogo, tá juntando poeira”

fica ai dica ai, não baixem para esse nível, de ficar mentindo na internet…

daqui a pouco começa a mentir tanto que vira igual uns fã de xbox que nem sabem mais a diferença entre a verdade e a mentira.

Felipe Horvath
Felipe Horvath
Responder a  Deto
4 meses atrás

Não sei se está falando de mim ou não , mas não tô mentindo.

Felipe Horvath
Felipe Horvath
Responder a  Sparrow81
4 meses atrás

Eu deixei no armário pq não estou usando e assim não fica pegando poeira. Quero jogar o Forza no fim do ano.

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  Felipe Horvath
4 meses atrás

Voce tá de zuera né, se anunciar por até 5000 não dura um dia, a procura por esse console é grande, mas ontem voce disse que tava usando seu xbox pra carregar seus perifericos de PS5, agora diz que ele tá na caixa guardado, tá confundindo todo mundo aqui kkkkk

Felipe Horvath
Felipe Horvath
Responder a  Fernando Molina
4 meses atrás

A parte de servir pra carregar dualsense foi uma zoeira.

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  Felipe Horvath
4 meses atrás

Se voce aceitar um conselho, já que está com o console, fique com ele que virão muitos jogos bons, inclusive exclusivos, meio cedo pra dizer que o console é uma bomba

Deto
Deto
Responder a  Fernando Molina
4 meses atrás

Melhor vender agora pelo preço de um novo

Até chegar esses jogos aí, já vai ter Xbox SX Slim vendando por uns 3 mil reais.

assim que derem descarga no Lunático que bota dólar a 6 reais “para empregada não ir na Disney” e o dólar voltar lá para 3 reais, em 2023, 2024, compra de novo o Xbox.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Deto
4 meses atrás

Você acha que é presidente quem decide cotação de real?!
Estamos em meio a uma situação, que faz parte de uma outra situação, então poderia estar quem fosse aí, quem decide é o pessoal trilhonário, PR é só um palhaço que colocam lá pra iludir gente como você e os outros conservadoras e liberais brigando dia e noite, e se dê por feliz por seu PR (ditador) não ser o Nicolás Maduro ou Xi Ji Pinga que “decide” até se você pode ou não cruzar a rua na diagonal
Realidade pra você: é uma máfia (políticos) com suas milícias (exércitos) obedecendo as ordens dos bilionários, estes que obedecem aos clans de gente ainda mais rica e que decende lá dos antigos povos de sabe Deus quando, passando de geração em geração o bastão do controle dos escravos (povão).
Antigamente era só aquela área da Mesopotâmia, Egípcios ao norte da África e outros povos daqueles lados, agora eles tomaram conta de tudo, são donos do sistema financeiro, médico, alimentar, cultural etc e decidem se você vai viver com 1 real ou 1 milhão, eles são seus donos e senhores, enquanto você está aí discutindo sobre seu video game ou seu corrupto condenado preferido
Os donos do jogo são mestres manipuladores, acredite você ou não
Antes de falar algo como “o bozo é genocida”, perceba o quão ingênuo é isso, ele é só um fantoche e você consegue estar abaixo disso
PS: isso não é teoria da conspiração, só siga o dinheiro, as ordens e você verá tão claro quanto um diamante
Só Deus está do seu lado

Deto
Deto
Responder a  Carlos Zidane
4 meses atrás

ué?

recortei a manchete e deixei o link na imagem.
comment image?1

LOL

“Grupo invisível controlando tudo, não é o Bozo”

QAnon, é vc?

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Deto
4 meses atrás

Você está cego dentro da sua caixa, não vou gastar muito tempo com isso
QAnon ou outra palhaçada dessas, você certamente dá mais valor a isso do que eu jamais darei

Se você é um puxa saco da Sony, imagino que você também não tenha quase nenhum critério decente na sua vida

Como eu disse e repito, raciocine por um segundo e terá entendimento, só Deus está do seu lado

Daniel Cardoso
Daniel Cardoso
4 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Sera que eu tenho algum problema e não estou sabendo! Para mim tirando o Forza H 5, o resto é correr e derrotar outros jogadores, e fora que na minha visão a Microsoft vendeu foi GP e não Consolas, agora sobre a apresentação foi legal na maneira que foi inserida, más a quantidade de títulos do mesmo género para mim tirou aquela sensação de wow, e quando dei por mim pensei, foi uma perda de tempo ter assistido isto, más para quem gosta desse tipo de jogo deve ser um prato cheio.

Felipe Horvath
Felipe Horvath
Responder a  Daniel Cardoso
4 meses atrás

Tive a mesma sensação que você… É claro que , pra quem não comprou o console é fácil falar que foi boa , mas pra quem gastou dinheiro com o console é muito frustrante.É aquela coisa : ” a conferência da Microsoft foi ótima , mas tenho o ps5 “.

Julio Esteves
Julio Esteves
4 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Mário, você confundiu, o jogo exclusivo do PC é Age of empires IV e não Civilization. No mais a MS mostrou aquilo que vinha dando sinais a muito tempo, quem se surpreendeu estava ainda preso na gloriosa época do Xbox360. Resta ver se este ” all in” vai ter sucesso, se tiver temo pelo exemplo negativo na qualidade dos jogos, e se não tiver temo pelo futuro da fragilizada marca Xbox.
Como dizem no casino: “Façam as tuas apostas!”

Kito
Kito
4 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

A conferência não foi péssima, mas ficou a faltar sim aquele jogo com efeito wow e algo que seja novo e diferente.
O Forza já habituou as pessoas com qualidade no seu propósito, para quem gosta de corridas de carros é dos melhores sem dúvida. Mas ainda é pouco.
A Microsoft tem de entregar jogos de alto calibre, que não deixe dúvidas, como Ratchet fez.
Starfield e Stalker 2 parecem ser jogos bons, mas não me parece que definirão algo.
Hellblade 2 talvez consiga subir a fasquia, o primeiro não é mau de todo, mas não verá a luz do dia tão cedo.
Mas o que ficou vincado é o foco no gamepass, a consola é somente mais um elemento do ecossistema xbox.
Ontem li que os jogos series serão jogáveis nas one base via stream, o que não é de se estranhar pois até em telemóveis será possível, mas isto não matará as vendas do hardware series? Mas percebo que o que importa à Ms é ter pessoas a jogar e pagar pelos jogos, independentemente da plataforma.

Sephirot
Sephirot
4 meses atrás

2022: Forza Motosport, RedFall e Starfield
2023: Avowed, Everwild, Contraband, Hellblade 2, Wolfestein 3
2024: Fable, Perfect Dark, Jogo da Inxile, Jogo da Compulsion, The Evil Within 3 ou NOAH do Shinji Mikami
2025: The Elder Scrolls VI, Gears 6, Forza Horizon 6, State of Decay 3, Indiana Jones, Project Dragon da IO

O futuro do Xbox é bem atraente, as datas são apenas especulativas.

Sephirot
Sephirot
Responder a  Mário Armão Ferreira
4 meses atrás

Wolfenstein 3 foi confirmado estar em produção em 2018 pelo Pete Hines….muito improvável o projeto ter sido cancelado, e eu disse no meu comentário que as datas são especulativas baseado na minha opinião, ou acha que estou aqui inventando mentiras para enganar alguém ?

Marco Antonio Brasil
Responder a  Sephirot
4 meses atrás

Eu concordo que o futuro dos jogos da MS é promissor mas algumas destas datas aí tu tiraste da cachola.
Duvido vermos The Elder Scrolls em 2025, a produção só vai começar após Starfield.

Sephirot
Sephirot
Responder a  Marco Antonio Brasil
4 meses atrás

As datas são o que menos importa no meu comentário, um ano a menos, ou um ano a mais, não importa, o importante é quantidade brutal de grandes títulos em produção, isso que diziam que o Gamepass vai ser o lugar dos jogos baratos e pequenas produções.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Sephirot
4 meses atrás

Tem muita informação em aberto.

Sobre datas, imagina uma pessoa que assistiu a E3 em 2015, e após ver o trailer sem data de Final Fantasy 7 remake, resolveu comprar um PS4 para jogar esse game. Ficou esperando por 5 anos. Para mim é um período gigantesco onde acontece muita coisa, e outras decisões poderiam ser tomadas caso se tivesse conhecimento desse longo período de espera. Especulações de TES6 para 2025 me parecem muito otimistas. Se for lançado em 2027, já teremos outra geração e eu não precisaria investir agora em um Xbox Series X por esse jogo.

Qualidade também é muito importante, e sabemos muito pouco sobre esses jogos. Crackdown 3 foi revelado em 2014 e parecia um jogo promissor. No meu entendimento não atingiu o que se esperava. Não estou aqui jogando pragas e torcendo contra, apenas quero ver algo mais concreto para criar expectativas. O jogo que mais vimos gameplay até agora foi Halo Infinite, e embora eu concorde que evoluiu, ainda parece muito aquém das expectativas que foram levantadas em 2018.

Deto
Deto
Responder a  Sephirot
4 meses atrás

sem data, CG fake.

Scalebound foi cancelado tendo GAMEPLAY apresentada.

menos, bem menos.

e se o xbox tivesse tão bom, não precisava inventar informações viu, o peixe morre pela boca.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Sephirot
4 meses atrás

Não apenas as datas são especulativas, como alguns jogos também, já que ainda não foram anunciados.

E salvo algumas exceções, eu não tenho segurança em afirmar sobre qualidade. Prefiro esperar para ver.

Alguns estúdios possuem credibilidade, posso esperar um grande título da Rockstar, Santa Monica, Turn 10. Mas outros possuem histórico recente questionável, ou ainda não produziram algo muito relevante ao ponto de merecerem grande hype.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Sephirot
4 meses atrás

Xiii… Até aqui listinha com base em “vozes da minha cabeça?”

Rapaz, pode parar com esses delírios por aqui… Vai fazer essa listinha aí pra fanático que não pensa, não aqui.

Deto
Deto
Responder a  Sparrow81
4 meses atrás

acho bizarro isso, a gente tocando pedra nele é “são os sonystas malvadoes”

o fã de xbox pode inventar jogos, inventar datas… vale tudo.

o fã de playstation não pode hypar last 2 e god of war (2018) que corre na internet um caixista dizer “não é tudo isso… um é copia do outro, todos a mesma receita de bolo”

para eles é o mesmo levar pedra por mentir e levar pedra por hypar GOTYs já lançados.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Deto
4 meses atrás

Junto de tudo isso o pior é essa gente exigir que cobrem da Sony a “escassez” de jogos futuros… Já joguei Demon’s Souls, Miles Morales, Ratchet and Clank, o meu próximo é Returnal e essa gente aí querendo que a fanbase de playstation cobre jogos da Sony. Imagina o que falariam se a situação se invertesse e fosse o playstation sem UM exclusivo sequer no período de 7 meses. Chega a ser insano a maneira que funciona a cabeça de algumas pessoas.

Em tempo, é promessas atrás de promessas e ficam hypando ainda. O fã de console Xbox está pegando fumo da própria Microsoft e para os mais velhos tá tudo bem. Eu largue a Nintendo por muito menos, imagina eu vendo a Sony lançar um pendrive pra conectar na TV e jogar tudo que tem no PS5? Impensável pra mim. Ficaria revoltado, gastei uma fortuna no videogame e 7 meses depois anunciam um dispositivo que jogo tudo na TV por um valor ridículaMente baixo. A Microsoft vem desvalorizando o console Xbox faz anos e esse povo aplaude ainda.

sephirot
sephirot
Responder a  Deto
4 meses atrás

Para com esses termos Deto, caixista, sonysta, isso ai é bobagem, estamos apenas conversando sobre games, não tem o menor problema hypar titulos futuros, seja para o xbox, ps ou nintendo..

Deto
Deto
Responder a  Mário Armão Ferreira
4 meses atrás

o cara até inventa jogos.

Deto
Deto
Responder a  sephirot
4 meses atrás

segura os comentários passivos agressivos

Nuno Sousa
Nuno Sousa
4 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

The ascent foi o jogo que me mais atraiu. Se saísse na Ps comprava.
Dizes ser exclusivo … mas é temporário certo? Pelo menos a MS anunciou como sendo launch exclusive se não estou enganado.
Mas gostei muito da apresentação por isso os meus parabéns à MS

Marco Antonio Brasil
4 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Realmente faltou aquele gameplay nextgen, mas a verdade é que estes jogos ainda estão no forno. Então eu achei muito positivo a MS focar em jogos que estão com horizonte de lançamento definido, ao invés de ficar fazendo CGI de jogos que ninguém sabe quando vão sair só para criar um hype falso.

Andre gt
Andre gt
4 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Do evento no geral o único que me chamou a atenção foi forza horizon 5. Eu achei que faltaram jogos com mais gameplay e data planejada dos AAA. Ainda não me convenceu a assinar o gamepass. Só eu que tenho a impressão que a xbox tem muito fps?

Alexandre Oliveira
Alexandre Oliveira
Responder a  Mário Armão Ferreira
4 meses atrás

E vais jogar via gamepass ou comprar o jogo?
🙂

Alexandre Oliveira
Alexandre Oliveira
Responder a  Alexandre Oliveira
4 meses atrás

Eu adoro o a serie Gran Turismo mas a serie Forza tem um fator diversão superior e o som dos carros é fenomenal!

Deto
Deto
4 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

a Bethesda vai continuar sendo uma marca independente do xbox, pq é o plano B… se flopar o xbox/xcloud os estudios xbox vão para baixo da bethesda e vira tudo third.

ex: coallition de xbox estudios, vira bethesda estúdios.

bem esperto isso, evita de ter o mesmo fim que a Nokia… MS matou a marca, o windows phone flopou e eles nem podiam revender a Nokia ou manter a fabricação de celulares com Android…

E já imagino que a performance da Bethesda foi abaixo do esperado como impacto na concorrência… já correram na internet falar “mas o starfield não sai no PS5 viu? vcs não estão falando disso? perai deixa eu falar viu?”
comment image

Minha leitura é bem simples e é como já falaram aqui, a Bethesda perdeu por não lançar jogos no playstation, e não o playstation perdeu por não ter jogos da Bethesda.

A MS esperava ter um grande impacto por não sair no play… mas não adianta se os exclusivos do playstation desde 2012 dão de 10 a 0 nos jogos da bethesda… ultimo goty bethesda foi o skirym em 2011…

Deto
Deto
Responder a  Deto
4 meses atrás

é, acertei
comment image

Agora até pagar AD do youtube os caras pagaram…

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
4 meses atrás

OFF

COD Warzone é o primeiro jogo a rodar em 120fps no PS5 em modo retrocompatibilidade: https://www.eurogamer.net/articles/2021-06-17-call-of-duty-warzone-ps4-becomes-first-back-compat-game-to-support-120hz-on-ps5

O mais provável é que o PS4 Pro recebeu uma atualização no seu SDK para suportar 120fps. Lembrando que o PSVR já suporta 120fps, mas os jogos de PS4 Pro sem VR não suportam.

A Activision deve ter recebido essa nova atualização e alterado o seu jogo suportando 120fps no PS5. Uma recompilação, alguns testes, e voi-lá: temos um novo patch.

Outros estúdios deverão seguir o mesmo procedimento: overwatch, rocket league, etc.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Carlos Eduardo
4 meses atrás

Só discutindo um pouco de retro aqui.

Por que o SDK update é de longe a hipótese mais provável?

Imagina que você é um dev na Activision, e o PS5 acabou de ser lançado. Você naturalmente quer que seu COD Warzone rode no PS5 da melhor maneira possível já que estamos falando de um jogo bastante popular.

O primeiro problema é que seu diretor exigiu que as melhorias funcionem em modo retro. Sem patch next-gen por enquanto. Então a primeira coisa a se fazer é baixar a última versão do SDK do Ps4 Pro que consegue “reconhecer” o PS5, ou seja, rodar o jogo nos mesmo clocks de CPU e GPU do PS5, e até incluir novos modos no menu do jogo que não são vistos no PS4 Pro.

Terminado o download do novo SDK e com as bibliotecas atualizadas no projeto do jogo, você pode alterar o código-fonte para também reconhecer o PS5. E com esse aumento dos clocks de CPU e GPU, o PS5 irá facilmente rodar em 2716x1528p e 60fps constantes, ao contrário do PS4 Pro onde o mesmo código-fonte rodará com resolução e fps mais instáveis, já que o clock será menor.

Só que o SDK do PS4 Pro só tem modo 120fps para o PSVR. Então mesmo que no meu código-fonte eu consiga identificar que é o PS5 rodando o jogo, não existe a opção de 120fps. Essa identificação já está mais do que provada, já que vários jogos em modo retro com patch possuem opções de “resolução e performance” que você só vê no PS5 (ex: last of us 2, god of war, etc.).

Então ao receberem uma nova versão do SDK do PS4 Pro onde a API disponibiliza chavear para 120fps, é só realizar o mesmo procedimento, isto é, atualizar a versão do SDK no projeto, alterar o código-fonte chaveando para 120fps, testar e disponibilizar o patch.

Então essa atualização do SDK é essencial. Só que existem exceções interessantes. Por exemplo, Ratchet and Clank tem patch 60fps no PS5 sem atualizar o SDK. Isso foi mostrado pela Digital Foundry a partir dos 7 minutos desse vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=MiWKBV2baQY . Provavelmente adicionaram uma verificação “manual”, tipo “if clock rapido, então é PS5, caso contrário PS4”. E isso é possível porque o PS4 base já suporta 60fps, então em Ratchet o PS5 não estaria buscando um output que excede o limite da consola de 2013.

E por que não quiseram atualizar o SDK em Ratchet? Provavelmente sair da versão 4 em 2016 para a versão 8 em 2021 tem um considerável trabalho. Então fizeram essa “gambiarra amiga”.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Mário Armão Ferreira
4 meses atrás

Tem razão Mário,

Por exemplo, na entrevista que a Digital Foundry conduziu com o Mike Fitzgerald da Insomniac, ele abordou sobre 120fps aos 17 minutos do vídeo (https://www.youtube.com/watch?v=-YpCQrPRpE0), dizendo que para Ratchet and Clank Rift apart suportar 120fps, embora fosse mais fácil escalar GPU (reduzindo resolução), o motor gráfico precisava de várias adaptações na CPU. Essencialmente não foi projetado para isso.

Ou seja, mesmo que o SDK tenha todo o suporte a 120fps, não é só uma questão de chavear. Mas creio que pelo menos os jogos que já receberam 120fps no Xbox Series X como Rocket Leagle e Overwatch também poderão ter esse suporte no PS5 (caso se confirme o update no SDK).

AlexandreR
AlexandreR
4 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Adoro concorrência!!! E apesar de achar uma conferencia interessante por parte ds MS, não mostrou armas suficientes para igualar a concorrente. E mesmo assim a Sony já andou a trabalhar nesse sentido!
Temos o PlayStation Malásia studios e temos uma parceria com a Heaven e com a Deveation. (No qual estou estremamente curioso) Também quero acreditar que existe um acordo com a Bluepoint para um IP (no qual não é remake), como também Kojima Produtions.
Uma coisa é certa, o futuro tem tendência para ser brilhante!

nETTo
nETTo
4 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

https://youtu.be/BpXfzsZAfNo

Off Topic mas nem tanto

Acima um vídeo com todas as apresentações da franquia Forza Horizon na E3.

Sem querer criar polêmica, mas revendo as apresentações e possível perceber que nos trailers estes jogos sempre parecem mais impressionantes do que chega pro público. Vejam, longe de mim dizer que os jogos lançados não sejam impressionantes ou mesmo feios, mas pra mim que tenho Xbox a bastante tempo, estou no momento com o XSS e jogando Forza Horizon 4 otimizado pra nova geração ficou nítido que existe uma certa”make” nas apresentações. O mesmo eu sinto com o Trailer de Forza Horizon do X360, instalei no XSS, nele o jogo usa o perfil de aprimoramento do Xbox One X, ou seja, melhor resolução e melhor performance, e ainda sim é nítido que no gameplay difícil chegar na qualidade da apresentação.

Forza Horizon 5 foi apresentado, e está deslumbrante, em novembro estarei jogando no XSS e vou comparar, vejamos se o histórico irá permanecer.

Lembrando que isso é a opinião de quem tem acesso aos jogos citados no XSS e hj vendo o trailer me veio essa sensação.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  nETTo
4 meses atrás

No caso do Xbox, é normal que os trailers exibidos estejam rodando no PC. Aliás, no vídeo análise da Digital Foundry de Forza Horizon 5, eles levantaram essa questão.

Então se está rodando em uma RTX 3090, é a melhor visualização possível do jogo. E o motor gráfico vai só reescalando, ou seja, perde um pouco no Xbox Series X, mais um pouco no Series S, ainda mais no OneX, OneS.

Shin
Shin
4 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

A conferência da Microsoft serve para demonstrar tudo que poderás jogar em outras plataformas ou PC, portanto, tem uma boa importância e sua qualidade vem disso.

Perceba como a Microsoft foi esperta de não revelar qualquer game oriundo ao Xbox no evento, isso permite que todos os recebam enquanto os jogos ditos exclusivos Xbox permanencem em seus nichos.

A Microsoft de hoje é mais gaming e mais esperta como jamais foi, por isso Sony está com medo.

error: Conteúdo protegido